terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Mais uma baboseira de Ellen White: a ressurreição de Moisés


46 comentários:

  1. O engraçado foi que eu estava assistindo o programa Na Mira da Verdade, ai o internauta perguntou ao Leandro Quadros se a IASD acreditava na contemporaneidade dos dons, veja que o Leandro Quadros respondeu é claro que sim, só que ele esqueceu de falar que o dom de profecia foi apenas para a Ellen White e não serve mais para ninguém, isto eu já confirmei em outro programa da Novo Tempo.

    ResponderExcluir
  2. "sendo que Miguel disputou o corpo de Moisés com Satanás é porque tinha um propósito, um uso para aquele corpo.

    E o único uso que se faz de um corpo é de se acomodar o espírito e guardar a alma!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "sendo que Miguel disputou o corpo de Moisés com Satanás é porque tinha um propósito, um uso para aquele corpo."

      pq. esse versículo prova que Moisés ressuscitou??

      será que Satanás não queria usar esse corpo somente para enganar o povo de Deus.

      E por isso Deus ocultou o corpo de Moisés, somente isso.

      E que todos nós haveremos de ressuscitar no ultimo dia, como afirma as Escrituras.

      Excluir
    2. "será que Satanás não queria usar esse corpo somente para enganar o povo de Deus."

      Se o amigo for adotar esta hipótese, terá que criar um conjunto de doutrinas que não existe na Bíblia, como o de que um anjo possa possuir um corpo já morto e se apresentar como vivo.

      Além de ser uma doutrina bem estranha, a bíblia não dá base para tal coisa, nem demonstra algum caso em que isto houvesse ocorrido desta forma.

      Mas a ressurreição é bíblica e comum de se encontrar na Bíblia. Sendo assim é mais coerente pensar de que se tratasse de um disputa pela ressurreição, de interesse de Miguel, do que uma possessão de corpo morto (uma espécie zumbi), por parte de satanás.

      Fora da Bíblia o único fato comprovado científicamente sobre zumbi, é o caso da vespa Jóia com baratas e mesmo assim a barata tinha que estar viva.

      Então, nada de fantasmas (almas desencarnadas do corpo), nem zumbis (corpos mortos que se apresentam como vivos), mas sim ressurreição.

      Este pensamento de alguns cristãos sobre Satanás pretender usar o copro de Moises, então, é que não faz o menor sentido.

      Então, quem está certo?

      Ellen White ao dizer de que Deus pretendia ressuscitar a Moisés, ou de alguns cristãos que dão a explicação de que Satanás é quem queria fazer uso daquele corpo, para enganar o povo.

      E se isto fosse possível, por que Satanás já não teria feito isto? Tantos profetas e tantas pessoas importantes morreram, por que só com Moisés é que Satanás se interessou pelo corpo?

      Este tipo de possessão demoníaca de corpos já mortos (putrefados na opinião do amigo Paulo Cadi), não é bíblica, mas a ressurreição e o arrebatamento em corpo, porém é Bíblico e encontramos vários precedentes. Então, nisto, devemos ficar com a Bíblia.

      E outro detalhe, a bíblia afirma de que anjos possam personificar a aparência de uma pessoa. No caso de Satanás pode até se disfarçar como um anjo de luz, então Satanás realmente não precisaria daquele corpo, para enganar o povo, pelo contrário, satanás não tem poder de dar vida mesmo à corpos mortos. E aparecer com a aparência um cadáver, no máximo assustaria a todo o povo.

      Também não funcionaria, pois Moisés deixou um sucessor que logo desmascararia satanás!

      Enfim! Esta teoria de que satanás pretendia usar o corpo de moisés, além de nos trazer sub-doutrinas um tanto repugnantes, não condiz com as Escrituras nos revelam, e seria obviamente um plano que não daria certo, fadado ao fracasso desde o início.

      Excluir
    3. O objetivo de Satanás era o de apresentar O CORPO de Moisés para que o povo, que tinha toda tendência para idolatria, idolatrasse o mesmo, como fez com o bezerro de ouro.
      Em Cristo
      Wilton

      Excluir
  3. Sr. Adventista, fica fácil para você provar que Moisés ressuscitou é só mostrou apenas um versículo bíblico, e ai eu concordarei com a doutrina da sua profetiza, se você não sabe já mandaram a UNASP com seus teólogos adventistas provar esta questão e até hoje eles não deram uma resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apresentei um versículo bíblico porque os demais já foram apresentados e que são justamente aqueles que mostram Moisés conversando com Jesus.

      O fato de Moisés estar ali, demonstra de que Moisés foi realmente ressuscitado, porque fantasmas não existem.

      E para mostra ao amigo de que não se tratava de um fantasma, leiamos este versículo contido na mesma passagem:

      "E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias." (Mateus 17:4)

      Sabemos que eram Moisés em corpo, primeiro porque um espírito não precisaria de tenda para passar a noite.

      Segundo, por este motivo seguinte:

      "E os discípulos, vendo-o an-dando sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo." Mateus 14:26

      Paulo tinha muito medo de fantasma, portanto aquele que estava diante dele não era alma desencarnada coisa alguma!

      O Único que pode existir sendo puramente espírito, segundo a Bíblia, é Este:

      (Jó 4:16)

      Este é o único vulto, ou espírito, que pode se apresentar a nós sem um corpo.

      Porque não somos espírito, nós temos espírito, que é um sopro de vida. E não possuímos alma, mas somos uma alma, resultado da colocação do espírito em um corpo.

      Por isto Miguel, disputou o corpo de Moisés, para devolver-lhe o espírito, tornando novamente a Moisés, uma alma vivente.

      Excluir
    2. *Pedro tinha muito medo de fantasma.

      Excluir
  4. Luciano,

    Na verdade, baboseira é este diálogo entre os pastores que tentam refutar o irrefutável: Moisés ressuscitou e apareceu a Cristo no monte da transfiguração em glória (Luc.: 9.30-3).

    Os prezados pastores se utilizam de hipóteses envolvendo os escritores da septuaginta (por volta do século III a.C.), além de usarem o mesmo artifício no que se refere às tradições judaicas (século III d.C.), para tentar dizer que Moisés continua morto e sepultado... isto é inconcebível!
    E como se não bastasse, ainda dizem que os discípulos não viram a Moisés e Elias com o Senhor, mas que os apóstolos estariam dormindo! (rs)
    Eu não consegui me conter, e ri bastante ao ouvir esta idiotice dos pastores! Este entendimento dos pastores não resiste à narrativa bíblica, vejam Luc.: 09.28-32:
    "...tomando [Jesus]... a Pedro, João e Tiago, subiu ao monte com o propósito de orar... enquanto Ele orava, a aparência do Seu rosto se transfigurou... dois varões falavam com Ele: Moisés e Elias, os quais apareceram em glória...Pedro e seus companheiros... CONSERVANDO-SE ACORDADOS, viram a Sua glória e OS DOIS VARÕES que com Ele estavam."
    O termo "visão" de Mat.: 17.09, em realidade, diz respeito ao que os discípulos VISUALIZARAM LITERALMENTE, apenas isto, meus prezados!

    Ou seja, é lógico que os discípulos estavam acordados e viram literalmente a glória de Jesus e os dois varões também glorificados que estavam com o Mestre.
    Se não fosse assim, então os discípulos teriam visto somente a Jesus literalmente, e, apenas, aos dois varões teriam tido uma visão (estando acordados)? Ou seja o episódio seria uma confusão de literalidade mais visão sobrenatural, ao mesmo tempo? Ah, não dar para aceitar isso, convenhamos!

    Em relação ao termo "corpo" de Jud.: 01.09, faz-se desnecessário recorrer ao original (dizer que o termo pode se referir tanto a um corpo morto como vivo), pois, pela narrativa bíblica, houve uma contenda entre Miguel e Satanás pelo corpo de Moisés, e claro que Miguel, após vencer a disputa, não iria ficar passeando com um cadáver pelo Universo... Como era Cristo, o Senhor ressuscitou o profeta e, séculos depois, recebeu o Seu servo junto com Elias no monte da transfiguração.

    ResponderExcluir
  5. Números 20:23:

    "E falou o SENHOR a Moisés e a Arão no monte Hor, nos termos da terra de Edom, dizendo:
    Arão SERÁ RECOLHIDO A SEU POVO, porque NÃO ENTRARÁ na terra que tenho dado aos filhos de Israel..."

    V.26: "E despe a Arão as suas vestes , e veste-as em Eleazar, seu filho, porque Arão será RECOLHIDO, e morrerá ali."

    V.28:.."E morreu Arão ali sobre o cume do monte; e desceram Moisés e Eleazar do monte."

    V.29: "Vendo, pois, toda a congregação que Arão era morto, choraram a Arão 30 dias, toda a casa de Israel."

    Deuterônomio 32:49: "Sobe ao monte de Abarim, ao monte Nebo..."

    Deuterônomio 50: "E morre no monte ao qual subirás; E RECOLHE-TE (Hb. trans. açaph, pronuncia, aséf, reunir-se), ao teu POVO (Hb. trans. `àm, pronuncia "em" (m, mudo, parentela), COMO ARÃO, TEU IRMÃO MORREU NO MONTE HOR, E SE RECOLHEU AO SEU POVO."

    Vemos claramente aí o destino de Moisés, assim como de seu irmão Arão. Como que Moisés iria SE REUNIR A SUA PARENTELA, tais como Arão, Miriam, seus pais etc, se ficaria somente apodrecendo no pó da terra?

    Como que Arão que morreu antes de Moisés recebeu ordens de Deus de SE RECOLHER A SEU POVO, se a maioria já tinha morrido e sido enterrada em vários lugares diferentes?

    De acôrdo com as declarações explícitas das escrituras Moisés iria para o céu ou RECOLHEU-SE A SEU POVO?

    Tendo Moisés sido RECOLHIDO A SEU POVO, o arcanjo Miguel estava disputando o "corpo" de Moisés que JÁ TINHA SIDO RECOLHIDO AO SEU POVO (sheol).

    Vocês, adventistas, como sempre estão INVERTENDO o assunto ao afirmar repetidamente: "O que o arcanjo Miguel iria fazer com um cadáver", passando por alto que quem queria "passear" com o cadáver era Satanás.

    Moisés, na transfiguração apareceu em glória porque se vocês, adventistas , lerem desde o começo da narrativa verão que se tratava de um evento escatológico, no futuro.

    Não que Moisés desceu do céu junto com Elias e depois os dois retornassem ao céu para assistir de camarote a morte do Senhor Jesus.

    Ao contrário, eles estavam no sheol aguardando juntamente com os santos do antigo testamento a morte e ressurreição do Senhor que era o que lhes possibilitaria a entrada no céu.

    1Corintíos 15 é produto do Calvário, nascido da ressurreição de Jesus Cristo, sendo gerado nas suas aflições.

    Antes disso NINGUÉM entrou no céu e nem na presença do Pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Cadi,

      À exceção dos textos bíblicos que citaste, meu caro, é melhor ficar calado do que falar este monte de besteiras!!!
      A morte de Arão não tem, em hipótese alguma, nada mais nada a ver com a morte de Moisés!
      Quanto ao que o Senhor disse a Moisés que ele seria recolhido ao seu povo, muito simples, é uma referência ao seu sepultamento momentâneo, até porque o SENHOR não revelou ao profeta que Ele o ressuscitaria.

      Olha só o seu argumento herético (é para rir mesmo, rs):
      "...eles [Moisés e Elias] estavam no sheol aguardando juntamente com os santos do antigo testamento a morte e ressurreição do Senhor que era o que lhes possibilitaria a entrada no céu."

      Meu prezado, Elias foi para o céu sem ter passado pela morte (2 Reis 02.09-14), de onde vc tirou esta ideia absurda de que Elias estaria no sepulcro (sheol equivalente a hades = sepultura)? A sua heresia está ultrapassando os limites, sabia?
      Tudo isto é para defender a teoria macabra da imortalidade da alma, a qual nada mais é do que um espiritismo 'kardecista' evangélico. Credo!

      Outra fala inepta sua, sr. Cadi:
      "Antes disso [calvário] NINGUÉM entrou no céu e nem na presença do Pai."

      Respondemos, citando a Escritura:
      Gên.: 05.24: "Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para Si."
      2 Reis 02.11: "...e Elias subiu ao céu num redemoinho."
      Luc.: 09.30-31: "Moisés e Elias... apareceram em glória..." ao Senhor Jesus.
      Os casos de Enoque, Elias e Moisés contrariam esta sua afirmativa equivocada, sr. Cadi.

      Retire o que disse, Paulo Cadi, será melhor para vc!

      Excluir
  6. Paulo Cadi,

    Eu ia me esquecendo de outra barbaridade de sua fala, esta:
    "Moisés, na transfiguração apareceu em glória porque se vocês, adventistas , lerem desde o começo da narrativa verão que se tratava de um evento escatológico, no futuro."

    Não é bem assim, meu caro. Cremos que ali, além de uma visualização literal, também foi um vislumbre, para os discípulos, de como será o reino de Deus no futuro, isto é, o cumprimento do que o Mestre falou em Luc.: 09.27.
    Mas Pedro e seus companheiros, ao contrário do que vc pensa, sr. Cadi, NÃO FORAM PROJETADOS PARA O FUTURO, vendo, localmente, o cumprimento da referida fala do Senhor Jesus, sendo que eles presenciaram literalmente os três glorificados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em João 3:13 está escrito, vamos ler:

      "Ora NINGUÉM SUBIU AO CÉU, senão o que desceu do céu, o Filho do homem QUE ESTÁ NO CÉU."

      A frase "QUE ESTÁ NO CÉU" deixa-nos saber que isto foi escrito pelo apóstolo João após o retorno de Cristo ao céu.

      Gênesis 5:23: "E foram TODOS OS DIAS DE ENOCH 365 anos."
      V.24: "E andou Enoch com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o "TOMOU", (para si não está no hebraico).

      Neste versículo a palavra hebraica para "TOMOU", transliterada é "LAQACH (pronuncia-se LAKÉRH).

      Em hebreus 11:5 vamos ler:

      "Pela fé Enoch foi TRANSLADADO para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o TRANSLADARA;..."

      Aí a palavra "TRANSLADAR" vem do grego "METHATITEMI", (pronuncia-se, METATIFÊIMI).

      METHATITEMI significa TRASNFERIR.

      O texto de Gênesis diz que TODOS OS DIAS de Enoch foram 365, seguindo a mesma forma de contagem dos outros patriarcas.
      Ex. "E foram TODOS OS DIAS de Cainã 910 anos, e morreu. Gn.9:14; "E foram TODOS OS DIAS de Sete 912 anos, e morreu."Gn.9:8 etc.

      Os dois textos que falam da transladação ou transferência de Enoch não afirmam que ele foi levado ao céu. Isto é pura especulação.

      Enoch foi um profeta que anunciou juízo contra a geração ímpia antes do diluvío, precedendo a Noé. Judas 14-15.

      TODOS OS DIAS DE ENOCH FORAM 365 e Deus o tomou, transferiu para outro local NA TERRA para não ver a morte ou matírio.por parte de seus perseguidores.

      Mas MORREU, como nos revela hebreus 11, e vamos ler:

      V.4: "Pela fé Abel...", V.5: "Pela fé Enoch...", V.7: "Pela fé Noé..", V.8: "Pela fé Abraão...", V.11: "Pela fé também a mesma Sarah...", V.13: "TODOS ESTES MORRERAM NA FÉ, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra." Continua...

      Excluir
    2. Antes quero deixar uma nota: Escrevi TRANSLADAR quando o correto é TRASLADAR, por isso desculpem a ignorância!

      Elias também não foi com seus pecados a presença de Deus.

      Em 1Reis 18:11-12 vamos ler:

      "E agora dizes tu: Vai, dize a teu senhor: Eis que aqui está Elias.
      E poderia ser que, apartando-me eu de ti, o Espírito do Senhor te tomasse, não sei para onde..

      Um profeta ser arrebatado não era algo estranho. Mas arrebatado para outro lugar aqui NA TERRA.
      Um profeta hebreu NUNCA pensaria que alguém seria arrebatado com seu corpo natural cheio de pecados ao céu, diante de YHWH.

      IMPENSÁVEL!!!

      2Reis 2:10-11 vamos ler:

      "E disse: Coisa difícil pediste; se me vires quando for tomado de ti, assim se te fará, porém, se não, não se fará.
      E sucedeu que eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu em um redemoinho."

      Na continuação da narrativa os filhos dos profetas querem encontrar Elias mas Eliseu disse que não era para enviar ninguém a procurar o Profeta.

      Ninguém aí sob hipótese nenhuma iria pensar que Elias subiu aos céus de YHWH em seu corpo natural e com pecados.

      Elias subiu ao céu natural, e foi oculto em um oasis ou algo semelhante.

      Cerca de 10 anos após seu arrebatamento, ele enviou uma carta a Jeorão, rei de Judah. Quando Elias foi arrebatado Jeosafá era rei de Judah.
      Quando Elias escreveu a carta , o rei de Judah era Jeorão, filho de Jeosafá.


      Por causa do reinado corrupto e idolatra de Jeorão, Elias lhe enviou uma carta.

      2Crônicas 21:12;

      "Então lhe veio um escrito da parte de Elias, o profeta, que dizia:

      Assim diz o Senhor Deus de Davi teu pai: Porquanto não andaste nos caminhos de Jeosafá, teu pai, e nos caminhos de Asa, rei de Judah..."

      O conteúdo da carta vai até o verso 14.

      Então essa "estória" de homens indo ao céu com seus pecados, em seus corpos naturais e passar de trilhadeira em cima do livro de ROMANOS 1 Co.15, Gálatas, Hebreus etc. Continua...


      Excluir
    3. Em Romanos 3:23 vamos ler:

      "Porque TODOS pecaram e DESTITUÍDOS estão da GLÓRIA de Deus."
      A palavra DESTITUÍDO vem do grego, HYSTEREO, (pronuncia-se RUSTEREO, com o último R "arranhado". Significa "deixar de se tornar participante."

      Romanos 5:12 vamos ler:

      "Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também A MORTE PASSOU A TODOS OS HOMENS por isso que todos pecaram."

      1Co.15:17-18:

      "E se Cristo não ressucitou, é vã a vossa fé , e AINDA PERMANECEIS NOS VOSSOS PECADOS.
      E também os que DORMIRAM EM CRISTO ESTÃO PERDIDOS."

      1Co.15:21:

      "Porque assim como a Morte veio por um homem, também a RESSURREIÇÃO DOS MORTOS VEIO POR UM HOMEM.

      V.22: "Porque assim como TODOS MORREM EM ADÃO, assim também TODOS SERÃO VIVIFICADOS EM CRISTO."

      V.23: "Mas cada um por SUA ORDEM:
      Cristo as Primícias, DEPOIS os que são de Cristo na sua vinda.

      Hebreus 11:17: "Pela fé abraão...; V.20: "Pela fé Isaac...; V.21: "Pela fé Jacó...; V.22: "Pela fé José...; V.23: "Pela fé Moisés...etc. Versos 39-40: "E TODOS ESTES, tendo tido testemunho pela fé, NÃO ALCANÇARAM A PROMESSA, provendo Deus alguma coisa MELHOR A NOSSO RESPEITO, para que eles SEM NÓS NÃO FOSSEM APERFEIÇOADOS."

      Toda a glória e bençãos espirituais que os santos do antigo testamento esperavam participar SÓ VIERAM APÓS O CALVÁRIO.
      O acesso ao Pai, e ao céu somente depois da morte vicária e RESSURREIÇÃO DO FILHO PROMETIDO.

      Querer enfiar pessoas debaixo do sangue de animais, com seus pecados, em corpos naturais, contrariando 1Co.15:49 Onde diz: "E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim TRAREMOS A IMAGEM DO CELESTIAL.

      E V.50: "E agora digo isto irmãos : que a CARNE E O SANGUE (corpos naturais) NÃO PODEM HERDAR O REINO DE DEUS..."e versos seguintes, é uma BLASFÊMIA ao evangelho de Cristo.

      O apóstolo Paulo está nos ensinando que o corpo celestial próprio para habitar o céu VEIO PELA MORTE E RESSURREIÇÃO DE CRISTO. É isto que o cap.15 de 1Co. está trazendo.

      Se alguém ler 1Co.15 e não entender sua mensagem transcedental, fazendo uma rima, é "um analfabeto funcional", porque não consegue entender o que lê.

      Excluir
    4. Caro Paulo Cadi,

      Homem, aceite o meu conselho! Fique na sua quietinho, pois, quanto mais vc escreve aqui, pior fica a sua descredibilidade perante os leitores desse blog.

      Quem disse que Enoque, Elias e Moisés foram levados ao paraíso com os seus corpos mortais corruptíveis? É lógico que eles foram transformados num corpo habilitado para adentrar aos céus!
      (Tem cada um que me aparece... credo!)

      Sobre Enoque, o texto de Heb.: 11.05 é claro, veja:
      "...Enoque foi trasladado PARA NÃO VER A MORTE..."
      Que conversa fiada é essa de que ele teria sido tele-transportado para que OUTROS NÃO VISSEM A SUA MORTE? Vc está bem da cabeça, sr. Cadi?
      Sobre o verso 13 que diz: "Todos estes morreram na fé...", respondemos o seguinte:
      O escritor bíblico, conhecedor da Palavra, se referia aos demais personagens, citados no capítulo 11 de Hebreus, que não foram trasladados. Como ele já havia dito o que ocorrera com Enoque, tornou-se desnecessário escrever dessa forma:
      "À exceção de Enoque, todos estes morreram na fé..."
      Apenas isto, sr. Cadi! É tão simplório!

      Sobre a carta de Elias ao rei Jeorão, é muito fácil respondê-lo, meu prezado Cadi:
      o profeta, antes de ser levado ao céu, alcançou o reinado do referido rei. Isto está em 2 Reis 01.01-17, citando aqui o verso 17, temos:
      "Assim, pois, morreu [Acazias], segundo a palavra do SENHOR, que Elias falara;... NO SEGUNDO ANO DE JEORÃO, filho de Josafá, rei de Judá..."
      No mínimo, em algum momento desses dois anos em que Elias foi contemporâneo (aqui na terra) do reinado de Jeorão, o profeta escreveu a carta ao monarca de Judá.

      À exceção do versos escriturísticos que citaste, a sua fala novamente, sr. Cadi, é, portanto, totalmente ANTIBÍBLICA!

      Excluir
    5. Josinaldo, já que você é tão inteligente, estou lhe desafiando para um debate ao vivo. Aceita?

      Ou você vai correr da raia!
      ESTOU TE DESAFIANDO PARA UM DEBATE AO VIVO.

      Se você não aceitar É PORQUE ESTÁ COM MEDO, ENTENDEU?

      Excluir
    6. Josinaldo, se você não aceitar debater comigo AO VIVO , você será UM COVARDE que fica se escondendo atrás de um computador.


      ESTOU LHE DESAFIANDO PARA VOCÊ PROVAR TUDO O QUE VOCÊ DISSE.

      HOMEM COVARDE e "AQUILO" É AQ MESMA COISA.

      Vocâ NÃO SABE NADA DE BIBlÌA.
      NÃO TEM CONDIÇÃO DE DISCUTIR COMIGO.

      SE NÃO ACEITAR O MEU DESAFIO VOCÊ É UM MEDROSO. ENTENDEU?

      Excluir
  7. Caro sr. Cadi,

    Vc ficou irado por que não sabe como responder aos nossos argumentos? Fique assim, não! Apenas retire o que disse, pois reconhecer erros pode fazer bem a vc, e sua reputação, perante os leitores desse blog, pode melhorar.

    Como é que vc diz que não tenho condições de discutir com vc se, desde as nossas primeiras conversas, venho mostrando biblicamente que suas teorias acerca da Escritura não passam de heresias. (rs)
    Vc é que não passa de um desconhecedor da Palavra Sagrada!

    Vc diz que tenho que provar tudo o que eu disse.
    Ora, vc não tem Bíblia aí? Verifique em sua Bíblia! Mas se quiser fazer isso pessoalmente... ok, tranquilo.
    Concordo com sua sugestão de discutirmos em pessoa.
    Para debater pessoalmente vc terá que vir para o Piauí (numa cidade a 220 km de Teresina), onde eu moro, pois eu não vou gastar um centavo sequer para refutar seus equívocos teológicos aonde vc reside.
    Como vc é que propõe o debate, o ônus da viagem é seu. Pode vir!

    Para que vc venha à cidade onde moro, aqui está o meu e-mail a fim de que eu possa detalhar o meu endereço para vc: jcosta_iasd@yahoo.com.br

    Ah, só uma dica: venha entre o dia 10 e 14 de março de 2014, pois estarei de férias do meu trabalho neste período.
    Em fins de semana não é possível, por questão de tempo (posso explicar no e-mail).

    ResponderExcluir
  8. Você não respondeu as minhas objeções.
    Está atropelando as escrituras quando já lhe demonstrei PELO EVANGELHO que a ressurreição para a vida eterna veio por Jesus Cristo. 1Co. cap.15 e textos afins.

    Já demonstrei pelo livro de hebreus 11:13 que ENOCH MORREU, como também por hebreus 11:39-40 que os santos do antigo testamento em seu periodo NÃO RECEBERAM AS BENÇÃOS ADVINDAS DO CALVÁRIO.

    Demonstrei também que ser "recolhido a seu povo" NADA tem a ver co ser enterrado e voltar ao pó.
    Posso citar mais textos para demonstrar minhas afirmações.

    Você é que não responde aos meus argumentos.
    Para o leitor atento é só comparar o que escrevi e a sua conversinha fiada, dizendo "você ficou irado".

    Você tem audio aí para ouvir o meu tom de voz?

    Então não diga bobagens e refute o que escrevi que foi o que você não conseguiu fazer.

    As escrituras não afirmam que Enoch foi trasladado AO CÉU.

    Vocês é que fazem esta afirmação. O escritor de hebreus afirma no verso 13, que "TODOS ESTES" que ele citou anteriormente MORRERAM NA FÉ.

    Se Enoch não tivesse morrido Paulo teria que abrir uma cláusula de exceção como ele fez em 1Co.15:27:

    "..."Mas quando diz que TODAS AS COISAS lhe estão sujeitas, claro que está que se EXCETUA aquele que lhe sujeitou todas as coisas."

    Você realmente não entende o que lê. O texto de 1Re.1:1-17
    NADA TEM A VER com a carta de ELIAS A JEORÃO 10 anos após seu arrebatamento. Inclusive o profeta Elias no referido texto estava NA TERRA como também estava 10 anos após seu arrebatamento. Elias "subiu ao céu" natural. Ele não foi aos céu de IHWH. As escrituras referem-se a três céus: O céu atmosférico, o espaço, e o céu espiritual, além, para onde Cristo foi.
    O texto diz que Elias subiu aos céus naturais não que ele foi trasladado a glória.

    Ali está falando de outro personagem que é Acaz e você como não tem argumentos fica que nem tatu catandoo versículos aqui e ali, que NADA TEM A VER com o assunto.

    O Espirito santo, no novo testamento também arrebatou a Felipe e a narrativa diz que o eunuco NÃO LHE VIU MAIS.

    Você CONTINUA sem responder ao que escrevi.
    Como eu estou muito distante de você, pode ser usado o
    Skype desde que os interessados consigam participar.

    Você adventistas não creem nas escrituras mas na doutrina herética de sua denominação.
    Citei textos claros que nem precisam de interpretação, mas vocês simplesmente ignoram e levam tudo de cambulhada.

    Você não refutou as minhas objeções e apenas usou de uma irônia sem sentido já que está pendurado em Judas 9 que em toca no assunto ressurreição.
    Já demonstrei no outro post Ellen White: o diabo inventou a imortalidade da alma) o disparate que sua denominação fez em sua "Clear Word Bible", não torcendo mas pisoteando em cima do texto de Judas 9 para "forçar" a inexistênte ressurreição de Moisés para a vida eterna antes de Cristo, ou seja, Cristo morrendo na cruz, e Enoch passeando num planeta, segundo White, e Moisés e Elias com cartão vip, sem precisar da morte e ressurreição de Cristo.

    Se isto não é heresia é a mãe dela!
    As escrituras não afirmam que Moisés RESSUCITOU, vocês é que fazem está afirmação.

    As escrituras SEMPRE, desde o antigo testamento MENCIONAM quando uma pessoa é RESSUCITADA.

    De um persongem da importância de Moisés NÃO FALA NADA. Ao contrario, em hebreus 11:48-49 Moisés está elencado entre aqueles que tiveram que esperar para recebera promessa.
    Portanto refute os meus argumentos e prove pela biblía, mostrando o texto que AFIRMA a ressurreição de Moisés. Sem escrituras, sem PROVAS e sem provas é melhor você ficar de bico calado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amigo Paulo Cadi, tem tido o mal costume de tomar como fato, algo que não há contida nas Escrituras.

      Ou como não sendo fato, algo que não esteja explícito nas escrituras.

      Ambas as atitudes estão erradas, pois não podemos definir por nós mesmos aquilo que é fato e aquilo que não é.

      Mas cristo manda seus profetas a fim de nos revelar estas coisas.

      Estes detalhes portanto que não estão expressos na Bíblia, não cabe a nós, mas aos profetas de Deus.

      Se Deus decidir mandar um porta-voz a fim de nos revelar estas coisas ELE o fará.

      É neste quesito que entra as revelações do Espírito de Profecia!

      Estes detalhes portanto não pertencem a nós, mas aos profetas.

      E em se tratando de profetas, cabe a nós acreditar ou não.

      O que podemos fazer é analisar a revelação do profeta para ver se condiz com as escrituras.

      E a revelação acerca deste assunto, percebemos condizer plenamente com o que há escrito.

      Devemos nos abster também de criar regras que não existem nas escrituras ex:

      Onde foi, amigo Paulo Cadi, que a Bíblia colocou como lei de que no antigo testamento Deus sempre mencionaria quando uma pessoa é ressuscitada?

      Isto não existe meu amigo! Mais uma vez o amigo inventou uma regra para tentar proteger a sua própria opinião.

      E a Bíblia afirma sim que Moisés ressuscitou, como não? Afinal, mostra claramente Moisés ali diante de Pedro.

      A explicação que a bíblia dá a pessoas que voltam à vida é a ressurreição. Esta é a conclusão mais lógica e obvia e uma doutrina explícita e presente em toda a bíblia, com vários casos que comprovam que a ressurreição é a doutrina de Deus acerca da vida após a morte.

      O espiritismo, somente é bíblico, nos sentido de que Deus nos ordenou a nos mantermos longe destas coisas, pois são na verdade manifestação de Satanás.

      E Satanás faz isto justamente para confundir a cabeça da cristandade moderna.

      Para quem não acredita em espíritos desencarnados, a bíblia faz todo o sentido, adotando as doutrinas da morte como um sono e da ressurreição.

      Neste quesito as revelações de Ellen White estão em plena harmonia com a Bíblia.

      Em suma, biblicamente, fantasmas não existem, são apenas manifestações do poder maligno de satanás e faz parte daqueles outros itens condenados, como a bruxaria, necromancia e tantas outras práticas condenadas pelo Antigo Testamento!

      Motivo pelo qual muitos cristãos pretendem aboli-lo, tão somente para fazerem valer as suas próprias crenças imortalistas da alma, de origem pagã-grega, introduzida pela Igreja Romana no cristianismo, em seu período de apostasia.

      Excluir
    2. Respondendo então ao título do artigo, baboseira é este negócio de fantasmas que saem para fora do corpo, atravessando paredes, conversando com os vivos, ou vindo trazer recados.

      Ressurreição sim é que é coisa séria!

      O antigo testamento é claro em definir que os mortos não sabem coisa alguma, não tem participação do que ocorre debaixo do sol, que jazem no esquecimento, que todo o seu amor, ódio e suas lembranças já pereceram, que dormem no pó da terra e que não louvam a Deus.

      Ao passo que demonstra inúmeros exemplos de ressurreição dos mortos e também de pessoas que foram levadas vivas para o céu.

      Então, deixemos de lado as teorias de Dante, e fiquemos com a Bíblia, pois únicamente a Bíblia representa a Palavra de Deus.

      Excluir
    3. Prezado sr. Cadi,

      As suas considerações já obtiveram resposta há tempos, vc é que não abre a mente para os fatos, ou seja, que suas teorias são sem sentido.
      Acorda, sr. Cadi!!!

      Cremos, como não poderia ser diferente, na correta mensagem de 1 Cor.: 15 que, dentre outros assuntos, diz que existe ressurreição, que Cristo ressuscitou e que, um dia, fará ressurgir os salvos e, com os vivos em Cristo, todos serão transformados e elevados às alturas quando o SENHOR voltar.
      Acontece que 1 Cor.: 15 não trata do assunto que vem sendo discutido, nem possui elementos que possam ser utilizados por analogia dentro do tema em debate, a saber: ressurreição de Moisés, trasladação de Enoque e de Elias.

      Sobre Filipe (At.: 08.26-40), vemos que o discípulo não foi trasladado para não ver a morte, mas arrebatado pelo Espírito do Senhor e conduzido a "Azoto", e, depois, pregou em outras "cidades" até "Cesaréia" (versos 39-40).
      Aqui Filipe não foi levado para o céu, mas Enoque, Moisés e Elias o foram.

      Sobre a carta de Elias a Jeorão, já respondemos.
      Só uma questão: que invenção é essa de 10 anos entre a condução de Elias ao céu e o reinado de Jeorão? Onde tem na Bíblia este lapso temporal? Vc está é com algum problema, enxergando o que não existe no relato bíblico, sr. Cadi.

      Que conversa é essa de "cartão vip" para Elias e Moisés? Por acaso Deus não tem poder para levar os Seus servos ao paraíso quando Ele bem entender? E quem disse que a elevação ao céu dos dois foi independente de Cristo? Os dois servos criam no Messias vindouro, e foi Este quem os levou para as alturas.

      Sobre Heb.: 11.39-40, onde se diz "...todos estes... não obtiveram... a concretização da promessa... para que eles, sem nós, não fossem aperfeiçoados." Respondemos o que se segue:
      No caso de Enoque, o escritor já havia falado especificamente que ele "foi trasladado para não ver a morte..."(v. 05) e quanto a Moisés, o autor inspirado fala partindo da perspectiva do profeta antes da sua morte e ressurreição, o qual não viu o Messias em quem ele depositava as suas esperanças, nem sabia que seria ressuscitado e elevado aos céus; tendo, inclusive, no episódio da transfiguração, a oportunidade de conversar com o Senhor sobre o plano de salvação da humanidade em curso, no relato de Mat.: 17.01-08.
      Portanto, o "todos estes", de Heb.: 11.39-40, os quais morreram e continuam no sepulcro, são todos os demais personagens citados ao longo do capítulo da epístola, à exceção de Enoque, Elias e Moisés.

      Excluir
    4. Josinaldo, você CONTINUA não demonstrando pelas escrituras as sua afirmações.

      Desfiou uns "argumentos" para sua própria satisfação mas que não condizem com a realidade que a bíblia apresenta sobre o assunto.

      Primeiro quis tirar 1Co. do tema quando este capítulo IMPORTANTÍSSIMO e ESSENCIAL para a salvação dos crentes tanto dos que viveram sob a antiga e nova alianças.

      No momento em que você descondidera 1Co.15 do foco do assunto você acaba de dar um passo para trás ao JUDAÍSMO APÓSTATA que rejeitou o Messias.

      Mt.27:50-53:

      "E Jesus, clamando outra vez com grande voz, rendeu o Espírito.
      E eis que O VÉU DO TEMPLO DE RASGOU EM DOIS, DE ALTO A BAIXO; e tremeu a terra , e fenderam-se as pedras;
      E abriram-se os sepulcros, E MUITOS CORPOS DE SANTOS QUE DORMIAM FORAM RESSSUCITADOS;
      E saíndo dos sepulcros DEPOIS DA RESSURREIÇÃO DELE, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos."
      Os cadáveres, ossos que restavam dos santos foram ressucitados, mas eles não ficaram respirando dentro dos túmulos, mas os corpos só foram animados DEPOIS que o Senhor Jesus retomou o seu corpo.

      Atos 26:23: "Isto é, que o Cristo devia padecer, e sendo o PRIMEIRO (PROTOS) DA RESSURREIÇÃO DENTRE OS MORTOS, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios."

      O véu interno do templo se rasgou anunciando que o acesso ao céu agora era possível, pois isto é o que ensinava o ritual do tabernáculo.

      Hebreus 6:19-20:

      "A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que PENETRA ATÉ O INTERIOR DO VÉU,
      onde Jesus NOSSO PRECURSOR (O PRIMEIRO), entrou por nós, feito eternamente sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque."

      Cristo foi o PRIMEIRO A ENTRAR NO CÉU, porque o acesso ao paraíso foi aberto por sua morte e ressurreição e somente por ele os crentes tem acesso a glória.

      Isto é ensinado em tipos e sombras desde o antigo testamento.

      Em hebreus 11:26 vamos ler sobre Moisés:

      "Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; PORQUE TINHA EM VISTA A RECOMPENSA."

      Mas ele era para um tempo futuro como diz o apóstolo no mesmo cap.11:39-40:

      "E TODOS ESTES, tendo tido testemunho pela fé, NÃO ALCANÇARAM A PROMESSA.
      Provendo Deus alguma coia MELHOR A NOSSO RESPEITO, para que SEM NÓS ELES NÃO FOSSEM APERFEIÇOADOS".

      Ao contrario do que você, sem nenhum conhecimento afirmou de que "todos estes", Heb.:11:39-40, os quais morreram e continuam no sepulcro, são todos os demais personagens citados ao longo do capítulo da epístola, à exceção de Enoque, Elias e Moisés", NÃO TEM FUNDAMENTO.

      A conclusão de que Enoque foi trasladado ao céu é gratuita, porque as escrituras não afirmam que sua trasladação ou transferência foi ao céu, mas a terra onde Deus o retirou de cena como fez a Moisés. Em Gênesis 5:23 diz:"E foram TODOS OS DIAS DE ENOQUE 365; e já não era, pois Deus o tomou.

      Deus retirou Enoque do meio daquela geração ímpia como fez com Moisés. Afirmar que ele foi para o céu, debaixo do sacrifício de animais NÃO TEM SUPORTE BIBLÍCO. Continua...

      Excluir
    5. Você fez uma afirmação que dá dó!

      É tipíca de alguém que não conhece os rudimentos da escritura. Vamos lá ao que você disse:
      "Que conversa é está de cartão vip para Moisés e Elias? Por acaso Deus não tem poder para levar os seus servos ao paraíso quando ele bem entender? E quem disse que a elevação ao céu dos dois foi independente de Cristo? Os dois servos criam no Messias vindouro, e foi este que os levou para as alturas."

      Você desconhece que ANTES DO SACRIFÍCIO DE CRISTO NÃO EXISTIA RESSURREIÇÃO DOS MORTOS PARA A VIDA ETERNA.
      A ressurreição dentre os mortos para a eternidade é nova criação gerada em Cristo e somente nele; antes disso, NÃO EXISTIA, por isso que Hebreus 11:39-40 afirma que os santos que viveram sob a antiga aliança, em seus dias, NÃO ALCANÇARAM A PROMESSA.

      Em João 3:3,5 o Senhor Jesus afirmou a Nicodemus:

      "Jesus respondeu: Na verdade, na verdade (absolutamente) te digo que aquele que NÃO NASCER DA ÁGUA E DO ESPÍRITO, NÃO PODE ENTRAR NO REINO DE DEUS."

      Pela ressurreição de Cristo os santos ressucitados do antigo testamento RECEBERAM O NOVO NASCIMENTO sem o qual não se entra no céu.

      O novo nascimento é produção da Cruz de nosso senhor Jesus Cristo.

      Você depois afirmou sobre Moisés que ele "nem sabia que seria ressucitado e elevado aos céus.

      À essa sua afirmação inconsequente lhe remeto a Amós 3:7:
      "CERTAMENTE O SENHOR DEUS NÃO FARÁ
      COISA ALGUMA, SEM TER REVELADO O SEU SEGREDO AOS SEUS SERVOS, OS PROFETAS."

      1Pedro 1:14:
      "SABENDO que brevemente hei de DEIXAR ESTE MEU TABERNÁCULO, como também nosso Senhor Jesus Cristo, JÁ ME TEM REVELADO.

      2Timóteo 4:6:
      "Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, E O TEMPO DE MINHA PARTIDA ESTÁ PRÓXIMO."

      Em Dt.31:16 Deus diz a Moisés:
      "Eis que DORMIRÁS COM TEUS PAIS; e este povo se levantará...."

      Moisés profetizando sobre Israel em Dt.31:29:
      "Porque eu sei que depois da MINHA MORTE certamente vos corrompereis...

      Em Dt.32:49 Deus ordena a Moisés:
      "Sobe ao monte Abarim, ao monte Nebo..."
      V.50: "E MORRE no monte ao qual subirás; e RECOLHE-TE AO TEU POVO, assim como Arão teu irmão morreu no monte Hor, E SE RECOLHEU A SEU POVO."

      Como que Arão e Moisés sepultados em locais distantes iriam se RECOLHER AOS SEUS ANTEPASSADOS. NÃO FAZ SENTIDO! Alguém que vai para o pó não está se reunindo a nenhum antepassado.

      Vemos então que não há NADA de ressurreição de Moisés em um corpo glorioso para a vida eterna porque isso foi produzido no Calvário e antes NÃO EXISTiA. Continua...

      Excluir
  9. Sr. Cadi,

    Já que vc insiste nos seus erros doutrinários, pegue estas suas teorias misture bem com a sua falta de senso e continue no seu mundinho de heresias, pois eu tenho mais o que fazer do que perder meu tempo com infantis igual a sua pessoa.

    Se vc tivesse considerações plausíveis, eu ainda estenderia a conversa um pouco mais, mas como vc gosta de desencaminhar o foco do debate, citando versos que não tratam do tema em questão, não perderei mais tempo conversando sobre este assunto com vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente, amigo Josinaldo Costa, nem todos os cristãos são assim, como o amigo Paulo Cadi, veja:

      http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20110518155029AAkI5oQ

      Usando da razão, qualquer cristão sabe avaliar qual seria melhor resposta para uma questão controversa.

      Veja que mesmo tendo uma opinião contrária e até tendo usado de deboche, o autor da pergunta soube ser sincero.

      E quando mostramos a verdade, atuamos como 'pescadores de homens'. Podemos não saber a quantidade de peixe que haveremos de resgatar para o barco de Cristo, mas com certeza as redes não serão jogadas em vão.

      A Palavra da verdade nunca volta vazia, então o amigo pode ter certeza de que sua participação e dedicação em responder ao amigo Paulo Cadi foram de alguma forma proveitosas.

      Que Deus continue a abençoar ao amigo, e se o amigo Paulo Cadi decidir cumprir o desafio e viajar para encontrar o amigo em um debate ao vivo, avise-me. Teria muito gosto em acompanhar o debate de vocês.

      Saúde querido irmão!

      Excluir
    2. Pelo visto o oponente se retirou do debate por falta de provas bem fundamentadas nas escrituras como temos demonstrado

      O objetivo não é "ganhar debate" mas sim saírmos do caminho e deixarmos que impere a autoridade das escrituras sagradas que apesar das critícas de alguns que querem ganhar dinheiro escrevendo livros contra a palavra, chegou até nós com muito sangue derramado através das relíquias da Igreja que são os martíres.

      O oponente não mostrou um texto sequer que afirme positivamente que Enoch foi trasladado para o céu.

      Ao mesmo tempo querem que acreditemos que Enoch estava passeando por um planeta, segundo revelações de White, desconsiderando que a ressurreição dos mortos para a vida eterna foi GERADA na cruz através do sofrimento do Filho de Deus.

      As declarações positivas de Hebreus 11:13 e Hebreus 11:39-40, não deixam margem para dúvidas de que antes de Cristo ninguém ascendeu ao céu, secundado pelas palavras do discípulo amado que em seu evangelho no cap. 3:13 afirma que ninguém subiu ao céu a não ser aquele que de lá desceu, ou seja, Jesus Cristo.

      Depois das provas que tem sido apresentadas a única motivação para alguém se insurgir contra o testemunho de Jesus, ou seja, a biblía é arbitráriamente não querer reconhecer o êrro de estabelecer qualquer ensinamento que despreze o evangelho que foi gerado em Cristo que é a vida eterna para os eleitos de Deus, conhecidos por ele antes da fundação do mundo

      Excluir
    3. Prezado Sr. Adventista,

      Obrigado pelas suas palavras! Desejo-lhe também tudo de bom, especialmente que vc continue a defender a verdade do breve advento do Senhor onde estiver, seja presente ou virtualmente! Assim como vc o faz aqui neste blog quando aparece.
      Aprendi e aprendo bastante com as suas participações aqui.
      E vamos continuar defendendo a mensagem da Bíblia que o adventismo tanto ama. Afinal o Senhor fez surgir a IASD para pregar a tríplice mensagem angélica.

      Tentei ajudar ao prezado sr. Cadi, mas ele mostrou-se irredutível em suas teorias antibíblicas. É uma pena!
      Todas as suas considerações foram devida e biblicamente refutadas (espero não ter esquecido de nada).
      Se eu me esqueci de comentar algum texto DENTRO do assunto em debate, pode ter sido o de João 3.13, na parte que Cristo disse "...ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem..."
      Nesta passagem, o que Cristo explicou a Nicodemos foi que Ele, após utilizar ilustrações terrenas sobre o novo nascimento (v's. 03-08) e, ainda assim, Nicodemos não entender, o Mestre ensinou que nenhum ser humano subiu ao céu e desceu de lá para falar dos assuntos celestiais a não ser o Filho que conhece as profundezas dos céus e veio a terra para também falar desses mesmos assuntos celestiais. É só ler o verso 12 desse capítulo com a devida atenção e compreenderá a mensagem do verso 13.
      Enoque, Elias e Moisés subiram às alturas, mas não vieram novamente em semelhança de carne pecaminosa anunciar as verdades celestiais à humanidade, sendo dessa forma que os três se enquadram no verso citado pelo Mestre.

      Esta é a mensagem de Jo.: 3.13 e não o absurdo que o sr. Cadi vem defendendo.

      Saúde pra vc também, amigo, Sr. Adventista!

      Excluir
    4. Sim amigo Josinaldo Costa, este tipo de questionamento e aparentes contradições aparecem muito. Mas a maior parte, destas, provém de pressupostos errados.

      Temos vistos muitos irmãos a exemplo de Paulo Cadi, criar uma série de regras e pressupostos a fim de moldar a bíblia segundo seu próprio entendimento.

      Entretanto, ao invés de rebaixar a pessoa por sua falta de conhecimento, menosprezando o seu entendimento, devemos nos ater em mostrar a verdadeira interpretação que se harmoniza com as escrituras e contrapor estas interpretações com as conclusões de cada um.

      Entretanto, creio que com o amigo Paulo Cadi, será necessário mostrar seus equívocos, mesmo que este não assuma nem se corrija do erro.

      E o resultado o amigo já deve saber qual é.

      Excluir
    5. Josinaldo você nem citou os textos que provam as suas afirmações. Leiam os comentários que eu fiz TOTALMENTE fundamentado na revelação da palavra e se quiser com suporte de vários ilustres da história da Igreja, e vem o seu Josinaldo afirmar que "refutou" os meus argumentos!

      Josinaldo, você tem que aprender a interpretar corretamente as escrituras e não vai ser lendo os "livrinhos" pseudo inspirados e pseudo cultos de White que você vai conseguir.

      Não adianta você querer provar um ensinamento como sendo biblíco e não apresentar os textos que provem suas asserções.

      O fato de Moisés ter aparecido com Elias no evento da transfiguração de Cristo não prova que houve ressurreição para a vida eterna antes do Calvário.

      O argumento de vocês parte da pressuposição de que o homem é somente o corpo, que é uma visão errada da totalidade do homem co criatura feita à imagem e semelhança de Deus.

      Está doutrina materialista, desconhecida das escrituras, se alimenta de textos que tratam da vida do homem "debaixo do sol" e que pela morte é retirado de circulação da vida presente , não tendo mais influência direta sobre os rumos da humanidade.

      É a macrovisão, filosófico existêncial a respeito do homem. Trata-se da sabedoria profética aplicada através da inspiração divina.

      Fala da humanidade como um todo e não está tratando de escatologia no sentido imediato.

      Agora, existem vários textos no antigo testamento que revelam que a vida após a morte do corpo fisíco, não acaba.

      O termo "sheol" é usado como a habitação dos mortos, enquanto que o termo "queber" refere-se a sepultura individual.

      É doutrina normal do cristianismo fudamentado em toda a escritura, a existência do espírito como sede da inteligência que opera por meio do corpo.

      Interpretações materialistas são desconhecidas de todo o oriente, sendo o materialismo que usa a ressurreição como sua extensão e não como produto do espírito ungido pelo Espírito, ligadas ao ateísmo religioso que a primeira coisa que faz é negar a realidade do espírito e projetar uma pseudo ressurreição sem a sua fonte, o próprio espírito, para aniquilar o verdadeiro despertamento que leva a divina comunhão com Deus.

      Excluir
  10. Amigo Paulo Cadi, então vamos deixar que impere a autoridade das escrituras:

    "O oponente não mostrou um texto sequer que afirme positivamente que Enoque foi trasladado para o céu."

    a) Peço então ao amigo para mostrar um texto sequer na Bíblia que afirme de que Enoque desencarnou e foi para o céu, como crê a cristandade moderna.

    "a ressurreição dos mortos para a vida eterna foi GERADA na cruz através do sofrimento do Filho de Deus"

    b) Proponho mais um desafio ao amigo de mostrar um texto na Bíblia que afirme de que nenhuma pessoa subiu ao céu para viver lá eternamente, antes de Cristo.

    "As declarações positivas de Hebreus 11:13 e Hebreus 11:39-40, não deixam margem para dúvidas de que antes de Cristo ninguém ascendeu ao céu"

    c) Se isto é verdade, por que então a cristandade moderna crê de que quando o justo morre, vai para o paraíso?

    "afirma que ninguém subiu ao céu a não ser aquele que de lá desceu"

    d) Então para onde foi o Elias de (2 Reis 2:11)?

    e) E se as pessoas sobem ao céu como almas desencarnadas, por que Elias não desencarnou antes de ir para o céu?

    f) Por que Jesus também subiu em corpo para o céu?

    g) Por fim, sendo que Jesus e Elias subiram ao céu em corpo, por que deveríamos assumir de que Moisés e Enoque tenham subido sem os corpos sendo que:

    1) A Bíblia não diz coisa alguma sobre isto;
    2) Os exemplos exemplos explícito que temos, são de pessoas que subiram para o céu em seus corpos.
    3) Duas pessoas subiram com seus corpos, sem haver impedimento.

    As suas supostas provas, amigo Paulo Cadi tem se mostrado deveras contraditórias com a Bíblia Sagrada, ou seja, não se harmonizam com os exemplos claros que já temos.

    Detalhes em:
    http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2014/01/resposta-paulo-cadi.html

    ResponderExcluir
  11. Sr. Adventista,

    Resposta a primeira objeção:

    "Texto que afirme que Enoch desencarnou e foi para o céu como crê a cristandade moderna."

    Em primeiro lugar eu não represento a "cristandade moderna", ao contrário condeno sua (cristandade moderna) apostasia. Nesta "cristandade moderna" estão incluídos os adventistas, testemunhas de jeová, mórmons e semelhantes.

    Você pede que eu mostre um texto que afirme que Enoch desencarnou e foi para o céu.
    Ora, eu estou afirmando EXATAMENTE O CONTRÁRIO. Estou afirmando que ANTES DA RESSURREIÇÃO DE CRISTO ninguém entrou no céus de YHWH.

    O ritual do tabernáculo ensina esta verdade, quando mostra que somente o sumo sacerdote podia entrar além do véu, dentro do santíssimo que simbolizava o céu.

    Hebreus 6:19-20, vamos ler:
    19. "A qual temos como âncora da alma , segura e firme, e que penetra até O INTERIOR DO VÉU,
    20. Onde Jesus, NOSSO PRECURSOR, entrou por nós, feito eternamente SUMO SACERDOTE, segundo a ordem de Melquisedeque."

    Somente o sumo sacerdote entrava "no céu", na presença de Deus, uma vez ao ano. Cristo foi o PRIMEIRO depois da queda do homem a romper este véu quando seu clamor na cruz, dizendo "está consumado" rasgou o véu interno de alto a baixo.
    Na verdade Enoch rendeu o espírito e foi ao sheol, a habitação dos mortos no mundo espiritual para esperar O Messias.
    As escrituras em momento algum afirmam que Enoque foi trasladado ao céu.

    Com Enoque ocorreu o mesmo que a Moisés:
    Gênesis 31:16.
    16. "E disse YHWH a Moisés: "Eis que DORMIRÁS com teus pais..."

    Hebreus 11:13 diz, incluíndo Enoch, sem cláusula de exceção:
    13. "TODOS ESTES MORRERAM NA FÉ, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra."

    Ninguém tem procuração ou aurtorização para EXCLUIR aqui quem quer que seja. Deus salvou Enoch de uma geração ímpia e recolheu- como a Moisés. As escrituras afirmam que os dias de Enoch "FORAM 365 anos e já não era pois Deus o tomou."


    Quanto a sua segunda objeção, ou seja, mostrar um texto que afirme "que antes de Cristo ninguém subiu ao céu, o próprio apóstolo João afirmou em seu evangelho 3:13:
    13."Ora, NINGUÉM SUBIU AO CÉU, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu."

    Por isso a palavra se fez carne, para resgatar o homem caído
    IDENTIFICANDO-SE com a natureza humana, porque não havia como voltar ao Pai.

    Se fosse possível as pessoas irem ao céu sem a MORTE VICÁRIA E RESSURREIÇÃO DE JESUS, Deus não precisaria ter enviado seu Filho, pois a ressurreição para a vida eterna não seria um "produto" da ressurreição de Cristo, sendo portanto algo distinto, separado e podendo ser realizado segundo a vontade de Deus desde Adão, passando por Abraão e demais santos.

    Em sua terceira objeção você pergunta, porque a "cristandade moderna crê que quando o justo morre ele vai ao paraíso", lhe respondo com 2Co.12:2-4.
    2."Conheço um homem em Cristo que há quatorze anos (SE NO CORPO, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu.
    3. E sei que o tal homem (SE NO CORPO, SE FORA DO CORPO, não sei; Deus o sabe)
    4. Foi arrebatado ao PARAÍSO; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar."
    Depois do calvário os crentes vão para debaixo do trono da graça, como as almas debaixo do altar no livro de Revelação.

    Querer afirmar que a expressão "FORA DO CORPO" significa receber visões não tem fundamento segunda a doutrina materialista, porque segundo esta as visões ocorrem NO CÉREBRO DO INDIVÍDUO. Continua...

































































































































































    ResponderExcluir
  12. Na quarta objeção você pergunta para onde foi Elias.

    Para os céus de YHWH ele não foi, já que quase 10 anos após seu arrebatamento em direção aos céu NATURAL Deus o ocultou e o ímpio rei Jeorão recebeu da parte dele uma carta condenando a maldade do rei e seu julgamento da parte de Deus.

    2Cr.22:12:

    12. "Então lhe veio um escrito DA PARTE DE ELIAS, O PROFETA, que dizia:..."
    Alguns afirmam que foi uma carta que Elias deixou ou alguém encontrou. Se fosse assim as escrituras com certeza diriam;

    Ex. "E foi enviada ao rei Jeorão uma carta deixada por Elias, o profeta, que dizia:..."
    Ou: "Foi entregue ao rei Jeorão uma carta da parte de Elias, o profeta, encontrada após sua partida...

    Nada disto! Ao contário, a palavra é clara, positiva e não deixando margem para especulações a não ser por parte daqueles para o qual a morte vicária e ressurreição de Cristo não são um imperativo para que ocorra a ressurreição para a vida eterna.

    À partir daí as suas últimas perguntas já foram respondidas nas primeiras.

    Cristo foi o primeiro da ressurreição dentre os mortos como já demonstrei em postagens anteriores.

    Você afirmou que somente pessoas em corpo subiram ao céu, quando eu lhe demonstrei em 2Co.12:2-4 que não é assim.

    O único que as escrituras afirmam que subiu ao céu foi o profeta Elias. Assim mesmo já demonstramos que o céu em direção ao qual Elias subiu foi o céu atmosférico. Ele não atravessou o cosmo com seu corpo natural e foi parar diante de um Deus santo, SEM A REMISSÃO de seus PECADOS.

    1Co.15:51-54: Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados.
    52. "Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a ÚLTIMA TROMBETA; porque a trombeta soará, e os mortos ressucitarão incorruptíveis, e nos seremos transformados. Continua nos versos seguintes.

    A trombeta final para a imortalidade NÃO SOARÁ DUAS VEZES, uma vez para três personagens no antigo testamento e uma segunda vez para milhares de milhares desde Adão. Isto NÃO EXISTE.

    Apocalise 11:18:
    18."e iraram-se as nações, e veio atua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de DARES O GALARDÃO AOS PROFETAS, teus servos..."

    Então é bom que os oponentes reconsiderem sua crença olhando somente para a palavra que dá testemunho por si própria.

    No primeiro comentário ficou um "espação" em branco. Falha técnica!

    "

    ResponderExcluir
  13. "Ora, eu estou afirmando EXATAMENTE O CONTRÁRIO. Estou afirmando que ANTES DA RESSURREIÇÃO DE CRISTO ninguém entrou no céus de YHWH."

    E assim caminha a doutrina da imortalidade da alma...

    O amigo poderia então nos dizer, segundo sua opinião, para onde iam as almas desencarnadas dos salvos?

    ResponderExcluir
  14. Antes que eu responda a sua pergunta, compete a você provar que minhas afirmações estão erradas e a de vocês certas, quanto a ressurreição de Moisés para a vida eterna antes da ressurreição de Jesus Cristo.

    Que vergonha aquela herética "Clear Word Bible", com citações de White DENTRO do texto biblíco, torcendo o sentido inclusive de Judas 9.

    Eu fico pensando como que uma liderança (se fossem homens cheios do Espírito, o que óbviamente não é o caso), permitiria tal insanidade como está, pior do que "a biblía na linguagem de hoje", "living bible" e semelhentes.

    Eu já demonstrei que Moisés não poderia ter ido ao céu SEM A REMISSÃO DE PECADOS, alías, nem Moisés ou qualquer outra pessoa.

    Fazendo isso anulamos o cristianismo exatamente do seu diferencial com relação a outras religiões que inclusive possuem narrativas de "santos e "místicos subindo aos céus.

    E também teremos que aceitar o dogma da Imaculada Cocepção, ou seja, Maria nasceu sem pecado porque devia gerar um ser sem pecado.

    A teologia católica afirma que isso foi possível "tendo em vista" o sacrifício de Cristo.

    Então se saímos da escrituras, iremos abrir não um mas vários precedentes para que outros ensinamentos tenham justificativa já que estaremos usando das mesmas.

    Em 1Co 12:2-4, Paulo afirma categóricamente que não sabe se foi arrebatado ao paraíso, no corpo ou FORA DO COPO.

    A partícula grega "Ek" significa "do lado externo, fora etc".

    A sobrevivência do espírito após a morte não é problema das escrituras. Já fiz uma pequena introdução ao assunto em meu comentário de 05/01/2014, 11:05.

    Também em outras ocasiões já demonstrei pelas escrituras que estas SEMPRE em suas narrativas retratam os mortos como estando consciêntes.

    Isto é recorrente nas escrituras e posso demonstrar isso citando desde o antigo testamento.

    Não faz nenhum sentido as escrituras retratarem os mortos em estado consciênte no "sheol", se o objetivo delas quanto ao assunto "morte" é demonstrar exatamente o oposto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio ter então encurralado o amigo:

      "O amigo poderia então nos dizer, segundo sua opinião, para onde iam as almas desencarnadas dos salvos?"

      Quero ver você se sair desta meu amigo!

      Se ninguém subiu ao céu antes de Cristo, para onde foram todas aquelas almas desencarnadas dos salvos?

      Excluir
    2. Sr. Adventista
      Jesus é o Nosso Descanso Mt. 11.28-30
      Apesar desta pagina tratar diretamente sobre a ressurreição de Moisés. Inclusive ainda não nos foi apresentado um versículo que nos mostre este fato. Se o Sr. Paulo nos permite fazer algumas colocações, então segue:
      1. Antes da morte de Cristo :
      Tanto justos como ímpios iam para o Sheol/ Hades, pois este tinha dois compartimentos, um de consolo, onde o falecido se reunia ao seu povo ( Jó 14.13; Sl 88.3; 49.15;89.48; Gn37.34-35; 49.33; 25.8; Dt.32.50; Nm.20.24; Lc.16.22,25);
      O outro compartimento é de punição ( Sl.9.17; 31.17; 49.14; 55.15; Pv.5.3-5; 7.27; Jó24.19; Lc.16.23-25.
      Tanto os justos como os ímpios desciam ao Sheol ( Sl55.15; Gn37.34-35; Pv.5.5; 7.27 ), descer ao Sheol/ Hades NÃO É IR PARA O CÉU (( Lc.10.15; Sl.139.8; Pv.15.24 ). ;
      2- Após a morte de Cristo :
      Após a morte de Cristo a Palavra não descreve os homens salvos como descendo ao Hades / Sheol na parte dos justos, mas indo para o Paraíso do 3o. Céu ( At.7.59; 2 Co.12.2-4; Ap.6.9-11; estando com Cristo Fl.1.23; 2Co.5.1,6-8 )
      Cristo após sua morte desceu ao Hades ( na parte dos justos ) e os levou para o 3o. Céu. Leia Ef.4.8-10 e compareEz.31.17-18, onde as regiões inferiores da terra se referem ao Sheol.
      Contudo o compartimento do tormento no Hades continua sendo habitado pelos ímpios ( Ap. 20.13-14 ) e apesar dos justos estarem no 3o. Céu eles não gozam da plenitude do gozo Eterno, o que acontecerá somente após a ressurreição.
      Quanto a 2a. morte é a separação Eterna de Deus. Não não existe algo mais terrível do que viver eternamente afastado de deus, porém esta escolha é pessoal. Daí a necessidade de apresentarmos o Senhor Jesus como Salvador pessoal. Depois da morte segue-se o juízo. Hb.9.27.
      " Fora ficarão os Cães, os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras e todo aquele que ama e pratica a mentira. " Ap.22.15
      " O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos Séculos dos Séculos. " Ap.20.10
      Então, amorte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo. Ap. 20.14-15.
      CONTINUA A SEGUIR...

      Excluir
    3. Aproveitando o interesse do Sr. Adventista sobre estas verdades da Palavra, gostaríamos de alertar para mais algumas verdades das Escrituras:
      A expressão “ para todo o sempre” e ” pelos Séculos dos Séculos “ ( Tous aionas ton aionon ), aparece 13 vezes no Apocalípse:
      . Nove vezes se refere a Deus ( Ap.1.6,18; 4.9; 5.13; 7.12; 10.6; 11.15; 15.7 );
      .Uma vês é utilizada para descrever a exitência dos santos na nova Jeruzalém ( Ap.22.14 );
      .Uma vez utilizada sobre a duração do tormento e castigo Eterno do diabo no inferno. ( Ap.20.10 );
      .Duas vezes sobre o sofrimento dos perdidos ( Ap.14.11; Ap.20.10), portanto o sofrimento no lago de fogo é Eterno, sem fim . Ap.14.10,11 “ Nem de dia, nem de noite “, isto é, o tormento é de duração todo o tempo da eternidade.
      OBS: Existe 2 significados para Eterno nas Escrituras:
      a). Sentido Absoluto: Sem Começo e sem fim – Só Deus.
      .b).Sentido Limitado: Com começo e Sem fim- Hb. 13.20; 9.12;5.9; 1Co.5.1
      CONCLUSÃO:Salvação, tormento, Nova aliança, Redenção, tem começo mas não tem fim.
      Dn.12.2 e Mt25.46
      Em Cristo
      Wilton

      Excluir
    4. Amigo Wilton, agradeço por me mostrar seu ponto de vista, esta questão sobre o inferno possuir dois compartimentos não é algo comum de se encontrar.

      Veja o que farei, para que o amigo entenda ao acompanhar o que irei fazer:

      "Quem dera que me escondesses na sepultura, e me ocultasses até que a tua ira se fosse; e me pusesses um limite, e te lembrasses de mim!" (Jó 14:13)

      Mas leia o versículo que o antecede:

      "Assim o homem se deita, e não se levanta; até que não haja mais céus, não acordará nem despertará de seu sono." (Jó 14:12)

      Vê aí a doutrina da morte como um sono, largamente pregada pelos adventistas?


      "Porque a minha alma está cheia de angústia, e a minha vida se aproxima da sepultura." (Salmos 88:3)

      Mas veja o que diz logo em seguida:

      "Livre entre os mortos, como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais te não lembras mais, e estão cortados da tua mão." (Salmo 88:5)

      "Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento?" (Salmos 88:12)


      Vê aí a doutrina de que os mortos não sabem de coisa alguma e são entregues ao esquecimento?

      Estes são apenas alguns exemplos, pois existem centenas de versos na Bíblia, que citados fora do contexto podem parecer dar apoio à praticamente todo tipo de doutrina.

      E os primeiros textos do amigo tratam basicamente sobre o ir para a sepultura. O amigo traduz como sendo um compartimento do inferno, entretanto, quando alguém que não é imortalista da alma, lê a palavra sepultura, entende como sendo sepultura mesmo, um buraco debaixo do chão coberto com terra e se possível uma lápide dizendo que ali jaz uma pessoa.

      Ou no caso dos Judeus, um compartimento onde se colocava um corpo e fechava-se com uma pedra.

      Não fosse os ensinos gregos sobre o Hades, o mais natural de se entender ao ler tais passagens é vir à mente aquela imagem de quando, por exemplo, enterramos um ente querido.

      Passemos à questão do inferno, de fato:

      "Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus." (Salmos 9:17)

      Veja o que diz em um verso anterior:

      "Os gentios enterraram-se na cova que fizeram; na rede que ocultaram ficou preso o seu pé." (Salmos 9:15)

      Ali parece mesmo que é uma sepultura do tipo cova mesmo. E note algo interessante pois o verso 17 está no futuro "serão lançados no inferno".

      (...)

      Excluir
    5. Veja este caso interessante, que o amigo atribuiu ao compartimento de castigo dos ímpios:

      "Não me deixes confundido, Senhor, porque te tenho invocado. Deixa confundidos os ímpios, e emudeçam na sepultura." (Salmo 31:17)

      Veja que é usado o mesmo termo 'sepultura'.

      Já por estes versos percebemos o seguinte:

      Para os justos, como Jó é usada a palavra 'sepultura'. Par os ímpios, ou gentios, é usada a palavra 'sepultura' e também 'inferno'.

      Ora, o que estes versos dão a entender é de que tanto justos quanto ímpios, podem ir para a sepultura, mas que tão somente os ímpios é que podem ir para o inferno.

      Realmente nestes versos não vemos menção ao paraíso. A menção ao paraíso é encontrada de forma mais firme no novo testamento. Então creio que entendo a razão de o amigo pensar do modo que tem exposto.

      Agora, esta visão que o amigo tem acerca destes versos só é possível caso uma pessoa tenha tido contato com alguma doutrina extra-bíblica acerca da imortalidade da alma. Porque não há uma perícope, ou um bloco de texto de onde seja possível se extrair o entendimento que o amigo tem apresentado.

      Então trata-se de uma interpretação construída previamente e embasada através de textos isolados.

      Entretanto, consigo mostrar plenamente ao amigo, de que não existe imortalidade da alma, fazendo algo bem simples que é, explicar-lhe as profecias Bíblicas.

      Ao explicar-lhes estas profecias, o amigo entenderá que os próprios profetas ensinam o verdadeiro sentido das escrituras, ou seja, não é necessário que interpretemos por nós mesmos, mas a Bíblia, por ela mesma pode nos ensinar suas verdadeiras doutrinas.

      Mas isto só é alcançado se o amigo entender todas as escrituras, sem deixar passar nada, nem mesmo os mínimos detalhes de cada profecia bíblica.

      O amigo está disposto a conhecer doutrinas como a do Santuário Celestial? A doutrina do juízo? Para então comparar com as crenças que o amigo tem hoje?

      Convido então o amigo a começar um estudo bíblico, começando pelo livro de Daniel:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/11/biblia-facil-daniel.html

      Assista, examine, depois fale das experiências que teve.

      Saúde.

      Excluir
    6. Caro Sr. Adventista
      Obrigado por teu comentário
      Creio que os tradutores do hebraico e grego para nossa língua, algumas vezes nos deixam sem um esclarecimento maior, porém temos a orientação da Luz de Deus, que nos diz: " Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra e Luz para os meus caminhos. ". Sl.119.105
      Creio de todo coração que As Escrituras Sagradas se auto interpreta, também cabe a nós obedecermos suas orientações para que o espirito de engano não nos alcançe e sim as bençãos do Pai.
      Também esta escrito que o nosso prazer tem que estar na Lei do Senhor e NELA MEDITAR DE DIA E DE NOITE. Sl. 1.2
      Analisando os textos que o amado do Senhor menciona, tivemos a oportunidade de notar que nos textos em Hebraico sempre que aparece a palavra SHEOL ( Hebraico ) e Hades ( Grego ) observa-se que o significado é mundo dos mortos. Refere-se sempre a alma/espirito, local onde o componente consciente e imaterial vai, quando o corpo morre.Os textos apresentamos no comentário acima. Quando Deus se refere a SEPULTURA o termo que aparece nas Escrituras é QEVER, esta foi a tradução da Septuaginta.
      As vezes num mesmo versículo aparece SHEOL/ QEVER, pois ambos falam da morte, porém SHEOL=ALMA/ ESPIRITO; e QEVER=CORPO;
      Os justos iam na morte para o Sheol /(Hades) "alma" ( Sl.49.15; 88.3; 89.48, Ec.9.10; Jó14.13; Gn.37.35 ); mas Sheol é usado como lugar de punição para os impios ( Sl.9.17; 49.14; 55.15 );
      Devido ao fato acima os judeus acreditavam que sheol possuia dois compartimentos; um para os justos e outro para os ímpios . Esta crença é encontrada também no livro apócrifo Enoque 22.1-4 e no Novo Testamento.
      Os justos iam ser congregados ao seu povo ( Gn.25.8; 49.29-33; Dt.34.5-6; 32.50; Nm.20.24 ) Isto é , no sheol. “Seio de Abraão” Lc. 16.22 na parte dos justos, onde eram consolados e os ímpios local de tormento: Lc.16.23,25,28; Sl.9.17; 49.14; 55.15 );
      Sheol é lugar de vida consciente ( Ez.32.21;Jn.2.2; Lc.16.19-31;Dt.32.50; Gn.25.8; 49.33 )
      OBS: Traduzir SHEOL por SEPULTURA, tira o sentido pleno do termo, pois Sheol descreve a alma/espírito, após a morte, enquanto( Qever ) sepultura descreve apenas a morte e o corpo em decomposição, o ideal é fazer como a Bíblia de Jerusalém e a Versão AR ( Almeida Revisada ) fez, não traduzir a palavra Sheol.
      (Parte consulta Dicionário Vini-2012)
      Outro fato interessante é que VÁRIAS ESCOLAS DE PENSAMENTO GREGAS eram ANIQUILACIONISTAS!!!
      Epicuro “ A morte, para nós, é nada; porque quando o corpo se dissolver nos seus elementos, não haverá mais sensações, e o que é destruído de sensações nada é, para os seres humano.”
      Lucrécio “ Tudo o que as fábulas contam sobre a vida pós morte esta aqui, nas nossas vidas, (...)É aqui nas nossas vidas que o medo irracional aos deuses ameaça os mortais “
      Demócrito diz Aécio: “ Demócrito e Epicuro- a alma é perecível e desaparece com o corpo “ (Aécio IV, 7,4 )
      Em Tempo: Inferno ( infernus em latim ) significa LUGAR INFERIOR ( de tormento ) e aparece em nossas Bíblias como tradução de três termos ( SHEOL; HADES; GEENA e TARTAROO ).
      Havia também escolas que criam na imortalidade da alma.
      Em Cristo
      Wilton

      Excluir
  15. Estimados comentarista, leitores e sinceros amantes da Verdade.
    Paz de Cristo a todos.
    Sugiro antes de lermos os comentários, que na realidade estão " bem quente ", VER E MEDITAR nas colocações dos professores, os quais são autoridades no Hebraico e Grego. Com certeza muitas das dúvidas serão esclarecidas.
    Deixemos que o Fogo do Espirito aqueça este debate, para que ele seja tão somente cordial e que a mentira e os enganos de Satanás seja queimado, em Nome do Senhor Jesus.
    No amor de Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  16. Olá pessoal:
    É inegável que EGW se equivocou no caso de Moisés. Ela declarou o seguinte:

    “Moisés passou pela morte, mas Cristo desceu e lhe deu vida antes que seu corpo visse a corrupção. P.E- pág. 164, edição 1967

    O que diz a escritura:

    Deut 34:1- Então subiu Moisés das campinas de Moabe ao monte Nebo, ao cume de Pisga, que está em frente a Jericó e o SENHOR mostrou-lhe toda a terra desde Gileade até Dã;

    Deut 34: 5- Assim morreu ali Moisés, servo do SENHOR, na terra de Moabe, conforme a palavra do SENHOR.

    Deut 34: 7- 8-Era Moisés da idade de cento e vinte anos quando morreu; os seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu o seu vigor.
    E os filhos de Israel prantearam a Moisés TRINTA DIAS, nas campinas de Moabe; e os dias do pranto no luto de Moisés se cumpriram.

    Josué 1: 1-2- E sucedeu depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num servo de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é MORTO; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.

    Observem que o texto diz bem claro, que Moisés foi pranteado por trinta (30) dias, e o profeta diz Moisés, está morto, ou é morto!
    Isto contraria frontalmente o que diz Ellen White.... Que no mesmo dia Moisés foi ressuscitado para que seu corpo não visse a corrupção (deterioração, decomposição física)

    E, como entender a aparição de Moisés no monte da transfiguração?

    Mateus 17:1-9, o texto é bem claro, no versiculo 9 ( uma visão) foi uma visão como tantas outras relatadas na escritura sagrada, como exemplo Daniel Cap 8:1-5

    Um abraço a todos!




    ResponderExcluir
  17. papamentira
    Paz te seja multiplicada
    Podemos observar que foi o cumprimento da profecia do Senhor Jesus em Mt.16.28.
    Foi uma experiência sobrenatural.
    Deus seja louvado
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir