quarta-feira, 8 de junho de 2016

Resposta (“BOM DEBATE”) a Leandro Quadros sobre o domingo

Leandro Quadros apresentou uma pergunta em seu programa àqueles que defendem que o Domingo é o Dia do Senhor. A pergunta de Quadros foi:





“Se o domingo é o Dia do Senhor, por que Jesus disse em Mateus 12:8 que ele, Jesus, é Senhor do Sábado e não do domingo?” (https://www.youtube.com/watch?v=l9uaUn2s5oc).

Leandro Quadros tem razão quando disse que essa é uma pergunta simples. Na verdade, é uma pergunta medíocre. Creio que qualquer estudante sério da Bíblia tem uma resposta a essa pergunta, não precisando nem cursar um “jardim” de Teologia Bíblica. Vamos lá:

1º) O Contexto: em Mateus 12.1-8, os discípulos estavam colhendo espigas para matar a fome. Os fariseus, rapidamente acusaram os discípulos de estarem transgredindo o sábado, fazendo o que não era lícito, e indagaram Jesus a respeito desse comportamento. Há duas linhas de argumentação que podemos traçar aqui.

A) A interpretação dos fariseus estava errada, pois os discípulos não estavam colhendo/trabalhando, mas apenas se alimentando. Porém, Jesus não fez caso e respondeu como que aceitando a objeção como válida, ou não fazendo caso dela e indo à preocupação legítima, se o sábado estaria sendo desrespeitado.

B) De fato, os fariseus tinham razão, e o Senhor Jesus tece sua resposta usando elementos bíblicos onde daria aos discípulos um salvo conduto. Ele mostra que entrando dentro do Templo, Davi e seus soldados comeram de coisas que não era licito comer. E que no templo os sacerdotes fazem o que não era licito fazer no sábado e violavam o sábado.

Portanto, diante dos fatos, Jesus tanto diz que é maior que o Templo (v.6), fazendo alusão ao caso citado, bem como diz que é Senhor do Sábado. Ou seja, seus discípulos estavam com alguém maior que Davi (compare Mt 22.41-45), e maior que o Templo, e dava a eles permissão de fazer isso no sábado. Pois ele é Senhor=Dono=Soberano, sobre o sábado, e em última instância, Ele como Filho de Deus, ele é a exegese viva (Jo 1.18) dos mandamentos que foram dados ao povo da Aliança.

2º) Teologia: em uma perspectiva teológica, a resposta a essa pergunta também pode ser traçada. O assunto em ‘mira’ não era olhado em uma perspectiva futura, de uma mudança ou não desse dia. Ele não tratou assim a questão, assim como não o fez em momento algum a respeito de leis cerimoniais que seriam abolidas. Ao contrário, o Senhor Jesus mesmo quando curou um leproso ordenou que o mesmo cumprisse a lei cerimonial (Mt 8.1-4), ou quando falou de oferta (sacrifícios), nem mencionou que isso seria mudado (Mt 5.23,24). Jesus estava debaixo daquela dispensação (a dispensação das sombras), e assim agia. Dizer que esse dia mudaria, na perspectiva da revelação progressiva, era algo que estava a serviço da segunda pessoa da Trindade, na condução da igreja, e apenas em Escritos posteriores viriam ao conhecimento dos servos de Deus. Cristo mesmo, disse que algumas coisas não foram ensinadas por ele, mas o seriam pelo Santo Espírito:

“Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.” (Jo 16.12,13).

Segundo os Evangelhos, os discípulos no geral não tinham uma compreensão plena nem mesmo das palavras de Cristo com respeito a sua morte e ressurreição, como o teriam de consequências daquilo que estava diretamente ligadas à prática da litúrgica da igreja após a ressurreição do Senhor? Veja a data que Apocalipse 1.10 foi escrito...

A pergunta de Leandro Quadros é desprovida de sentido teológico e vazia de correspondência com a realidade contextual de Mateus 12. 1-8...


193 comentários:

  1. Luciano, ele lançou uma outra pergunta sobre a visão de Pedro e perguntou se a bíblia autoriza os alimentos impuros de levítico.Na resposta ele dar um monte de explicações e diz que Deus não permitiria que comêssemos lixo, ou seja, para Leandro animais impuros são lixo, e que comemos lixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão, os adventistas só argumentam assim por causa de Ellen White... 1844 e a tal reforma da saúde (como doutrina) são lendas medíocres da cabeça dessa senhora molestada mentalmente.

      Excluir
    2. Irmão Luciano, a paz do Senhor!

      Quem é medíocre?

      Quem estabelece uma norma, quem cumpre ou os dois?

      Irmão Luciano, Deus fez o animais para servirem de alimento? Gênesis 1:29 responde! Não, não foram! Mas talvez vc diga que sim em algum LIVRO POSTERIOR!

      Irmão Luciano, após a queda, o que foi acrescentado a dieta? Isso mesmo, a ERVA do CAMPO (Gn 3:18)! Se a HUMANIDADE está se degradando por causa do pecado, por que DEUS deixou os ANTEDILUVIANOS fracos, anêmicos e raquíticos por por 1556 anos apenas com a dieta VEGANA (Gn 1;29) e a ERVA do CAMPO (Gn 3:18) os privando da fantástica CARNE que só foi liberada 1556 anos em Gênesis 9:1-5?

      Por quanto tempo a HUMANIDADE ficou sendo VEGANA (Gn 1:29) até DEUS autorizar o consumo da carne? Isso mesmo, 1556 anos (Gn 9:1-5).

      Irmão Luciano, por que DEUS identificou os ANIMAIS como LIMPOS e IMUNDOS antes do DILÚVIO e por que LIMPOS em 7 pares e IMUNDOS 1 PAR? (Gn 7:2).

      Irmão Luciano, dizem que em Gênesis 9:2, Deus estaria liberando a partir dai, o consumo de TODOS os ANIMAIS (limpos e imundos)! Se fosse assim, por que NOÉ, ao SAIR da ARCA, SACRIFICOU apenas animais LIMPOS? (Gn 8:20).

      Se fosse para comer TODOS (limpos e imundos) por que SACRIFICAR apenas LIMPOS (Gn 8:20) e depois voltar a proibir novamente o consumo do IMUNDOS em Levíticos 11 e Deuteronômio 14?

      Isaías diz que os animais retornarão ao estado EDÊNICO (Is 11:7, 65:25).

      Onde encontramos a mediocridade?

      Excluir
  2. Uau, o BOM DEBATE sendo divulgado por aqui também!!!

    Ficamos agradecidos irmão Luciano Sena, Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Irmão Luciano Sena, a paz do Senhor!

    Vc disse:

    "Dizer que esse dia mudaria, na perspectiva da revelação progressiva, era algo que estava a serviço da segunda pessoa da Trindade, na condução da igreja, e apenas em ESCRITOS POSTERIORES viriam ao conhecimento dos servos de Deus".

    Quais mesmo irmão Luciano, seriam os ESCRITOS POSTERIORES após a ASCENSÃO de CRISTO que o E.S traria PROGRESSIVAMENTE à TODA a VERDADE sobre o DOMINGO?

    O Novo Testamento ou a Patrística?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O NT, prezado colega. Afinal, a patrística não é para mim o que Ellen White é para ti...

      Excluir
    2. E quais seriam os LIVROS POSTERIORES que confirmam o DOMINGO como DIA do SENHOR!

      Temos o DIA do SENHOR o SÁBADO (Is 58:13), mas segundo vc não serviria para RATIFICAR o DIA do SENHOR em Apocalipse 1:10!

      E o mesmo se daria com o SENHOR do SÁBADO (Mc 2:28; Lc 6:5; Mt 12:8) que também não RATIFICARIA Apocalipse 1:10!

      Então, só nos resta a sua argumentação dos seus LIVROS POSTERIORES (que já sabemos se tratarem do N.T), para RATIFICAREM o DOMINGO como DIA do SENHOR em APOCALIPSE 1:10!

      Quais são irmão Luciano, os LIVROS, CAPÍTULOS e VERSÍCULOS do N.T, já que o irmão não lança mão da PATRÍSTICA?

      Excluir
  4. Irmão Luciano Sena, a paz do Senhor!

    Vc disse:

    "Pois ele é SENHOR=DONO=SOBERANO, sobre o SÁBADO, e em última instância, Ele como Filho de Deus, ele é a exegese viva (Jo 1.18) dos MANDAMENTOS que foram dados ao povo da Aliança".

    Irmão Luciano, como JESUS é SENHOR=DONO=SOBERANO e EXEGESE viva dos MANDAMENTOS!

    Tirando o SÁBADO, qual dos outros 9 MANDAMENTOS JESUS nos LIBERARIA para TRANSGREDIRMOS sem consequências como você deixou a entender na sua LINHA ARGUMENTATIVA (B)?

    E se Mateus 12:1-8 que diz que ELE é SENHOR do SÁBADO e SENHOR=DONO=SOBERANO na sua perspectiva, não poderia ser uma referência a Apocalipse 1:10 como o DIA do SENHOR! Como o DOMINGO o poderia ser sem absolutamente nada? Ou seria na PROGRESSÃO promovida pelo E.S nos Escritos Posteriores? Mas quais escritos posteriores? Os PATRÍSTICOS?

    Se Marcos 2:28, Lc 6:5 e Mateus 12:8 que O declara como SENHOR do SÁBADO e por você como SENHOR=DONO=SOBERANO do SÁBADO. Não servem como uma REFERÊNCIA ao DIA do SENHOR! É a PATRÍSTICA que serve?

    Se o DIA do SENHOR (Is 58:13) e o SENHOR do SÁBADO (Mc 2:28; Lc 6:5 e Mt 12:8) não servem para determinar qual é o DIA do SENHOR mencionado em Apocalipse 1:10! Quem o RATIFICA na PROGRESSÃO de TODA a VERDADE nos livros POSTERIORES pelo ESPÍRITO SANTO é a PATRÍSTICA irmão Luciano Sena?

    ResponderExcluir
  5. Caro Alexandre, falas como os fariseus...? Em Cristo, assim como no Templo, não havia transgressão no sentido pleno - sendo culpado. leia com atenção a passagem, que não vai falar como os fariseus...

    Com respeito a leituras retroativas, fazemos isso levando em conta os limites exegéticos, dogmáticos, assim como o fazemos em qualquer leitura do VT tendo a revelação progressiva do NT - ex: Páscoa, Oferta, Sacrifício, Adoração na casa de Deus, etc.

    ResponderExcluir
  6. Irmão Luciano, estamos falando do DOMINGO como DIA do SENHOR!

    Onde estão os LIVROS POSTERIORES no N.T confirmando o DOMINGO MÍSTICO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não acredito... de novo??!!

      http://mcapologetico.blogspot.com.br/2011/06/do-sabado-para-o-domingo-usando-pascoa.html

      Excluir
    2. Vc entende s coisas de maneira errada...

      Excluir
    3. Não irmão Luciano, entendi corretamente!

      Você não respondeu por que não existe resposta!

      Se existisse, o irmão teria citado pelo menos um único versículo, mas como vc não citou é por que não existe mesmo!

      Entendi perfeitamente!

      Cada um acredita em que quiser estando ESCRITO ou NÃO!

      Excluir
    4. http://mcapologetico.blogspot.com.br/2011/06/do-sabado-para-o-domingo-usando-pascoa.html

      Excluir
  7. E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado. Mas Ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Matias, deixe-me ver se entendi a sua citação:

      O seu JESUS "PECOU" por que os JUDEUS disseram que ELE "PECOU"?

      É isso irmão Matias?

      Se os JUDEUS estão com a RAZÃO, então o seu JESUS morreu em VÃO!

      Pois você se recorda que o CORDEIRO não podia ter nem MANCHA nem DEFEITO! Logo, JESUS não poderia ter PECADO!

      Mas segunda a sua citação DESASTROSA, você quer transformar JESUS em PECADOR!

      Que insulto ao seu SALVADOR irmão MATIAS!

      Você enfatiza sempre que estamos DEBAIXO da GRAÇA! Não existe GRAÇA com sacrifício MANCHADO! (Risos).

      Excluir
    2. Nao foi os fariseu que falou que violou, mas o escritor.

      Excluir
    3. Nao foi os fariseu que falou que violou, mas o escritor.

      Excluir
  8. E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado. Mas Ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.”

    ResponderExcluir
  9. O Irmão Luciano desmereceu a pergunta, enrolou, enrolou e não respondeu nem a pergunta do Leandro Quadros nem a do Irmão Alexandre.
    Acho que nem entendeu a pergunta... fala sério!
    Diz ter usado o contexto e a teologia, mas na realidade... caiu em erro comum.
    No contexto verdadeiro é dada toda oportunidade para Jesus prenunciar uma a mudança no dia de descanso como aproveitou para fazer isso com a samaritana para anunciar a mudança para o Israel Espiritual ou como João Batista fez apresentando Jesus como o cordeiro pascal de tiraria os pecados do mundo todo. Mas... nem você respondeu e, além de Jesus não ter tocado no assunto, ainda usou o sábado que contextualmente estava sendo distorcido pelos líderes religiosos;
    Teologicamente Ele poderia ter interiorizado o sábado o deixando em uma esfera íntima e espiritual como o fez com inúmeros conceitos em Mt 6, dando assim uma brecha para retirarmos a importância do 'dia' e colocá-la em qualquer outro dia ou momento, mas... novamente não O fez e nem esse artigo tão pouco, antes Ele apresentou situações em que HAVIA TRANSGRESSÃO, mas os personagens ficavam sem culpa e a pergunta é: Por que!? Porque ele é o Senhor do sábado! Aleluia! E como havia feito com a mulher adúltera ele aceita o pecador e o despede perdoado. Isso não significa que o pecador não tem mais lei para transgredir ou que entenderia se continuássemos pecando, não! Tanto que ele a pergunta sobre a acusação e ordena que não peque mais.
    A mesma atitude Jesus tem pelo pecador hoje: Ele nos recebe como estamos sem se importar com as acusações do Diabo e do mundo e nos converte (novo rumo) em uma nova criatura para O obedecer e O adorar. Entendo isso perfeitamente quando leio o 3º capítulo da 1ª carta de João que fala de uma obediência e de um amor que não vi em nenhum lugar desse blog.
    Infelizmente!

    ResponderExcluir
  10. Acabo de conhecer o blog.
    Cai nele pelo título que me sugeriu ser um blog apologético, mas como todo o blog que estou visitando apresentando essa proposta não achei nenhum nacional que cumprisse o que promete.
    Aqui estão entendendo defesa (o real sentido de apologia) como ataque. Ledo engano!
    Vasculhando o site encontrei inúmeras matérias de ataque a Pregadores, Adventistas, Testemunhas de Jeová e etc., mas apologia séria mesmo só uma sobre o P75 do Dr. W.N. Pickering.
    Os posts giram em torno de ataques a outras religiões e não especificamente sobre apologética ou simplesmente saem do assunto proposto pelo blog e falam de Teologia Pastoral ou Prática. Até matérias interessantes sobre a trindade ou estado dos mortos, caem na rotina nacional de atacar a religião alheia.
    Não sei o que vocês estão entendendo sobre apologética, mas não é isso, não!
    O interessado na verdade que esbarre em um blog desses aqui no Brasil, terá uma das seguintes reações (acompanhe meu raciocínio):
    1. Se ele não estiver frequentando nenhuma dessas “seitas” atacadas aqui, não terá nenhum proveito, pois não é apresentado nenhuma proposta de como ele encontrar o assunto na Bíblia nem nenhuma lista de denominações que não se adequem ao erro;
    2. Caso ele esteja frequentando algumas dessas ditas “seitas”, fará com o tal abandone sua fé e siga para o mundo por faltarem os mesmos indicadores da situação acima;
    3. E por fim, estando ele em busca da verdade sem praticar nenhuma religião, continuaria a procurar, pois a verdade não é bem exposta aqui, apenas o suficiente para combater o erro alheio.
    Meu conselho é que reformulem o blog. Se quiserem seguir com essa pegada... pensem em outro título que não seja apologético, mas querendo continuar com o conceito, tem-se que postar matérias expositivas, balizadas em artigos publicados, teses aprovadas, documentos históricos; citando as fontes e parar de apresentar vossa visão como se não tivesse nem aí para o que os outros disseram antes. Já que para vocês é a verdade, apresentem-na com convicção e propriedade ou não o façam com desleixo, como se ninguém mais tivesse força para lhe apoiar em seu raciocínio.
    Critiquem sim o que estão dizendo por aí, mas peça sabedoria para apresenta-la como apologética, pois o que acompanho aqui é acusatório e esse trabalho nós sabemos de quem é, não é verdade?
    Se quiserem seguir um exemplo disso: gosto de como se apresenta o Médico, Psiquiatra e pesquisador Augusto Cury, pois apresenta em seus livros sobre ciência aplicada, e até mesmo seus recentes romances, apenas a sua visão e como ela serve de opção/substituição para as crenças correntes sem nunca ter derramado nenhuma gota de tinta no que ele acha que está errado nas outras correntes de pensamento.
    Sigamos na fé e na graça de Jesus Cristo e possamos aprender com 1 João cáp.3. Amém!

    ResponderExcluir
  11. Me indique um bom blog apologético? O meu não é bom, ok. Mas me mostre um que satisfaça suas exigências...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serve o Na Mira da Verdade kids? Estreará em Julho!

      Se seu filho tiver alguma dúvida, ela pode participar você sabe disso!

      Excluir
  12. Resposta a Luciano do (MCA) acerca da páscoa semanal

    Olá Luciano!

    Cristo não instituiu uma páscoa semanal.

    O irmão usa um páscoa semanal não instituída para defender um domingo não instituído.

    Dia da recriação, dia do Senhor, são doutrinas copiadas do sábado e reformuladas segundo teorias acerca do domingo.

    O domingo é ensinado hoje por meio de teorias e não um claro "assim diz o Senhor".

    É um jeito muito estranho de se estudar e interpretar as Escrituras.

    De forma semelhante alguns irmãos utilizam o verdadeiro dom de línguas bíblico e daí formulam ensinos sobre línguas estranhas.

    De igual modo, alguns irmãos pegam a visão de Pedro e daí formulam ensino sobre permissão para se consumir carnes imundas.

    E também pegam passagens onde pessoas caíam na presença de Jesus para firmar o ensinamento sobre cair no espírito.

    Se domingo e imortalidade da alma fossem verdadeiros ensinamentos da parte de Deus, a Igreja de Cristo não teria caído em apostasia com a entrada destas doutrinas para dentro da igreja.

    O mandamento foi mudado e não foi Cristo nem Deus quem mudou. Os apóstolos também não o mudaram.

    Todo o ensinamento Bíblico impede que se faça qualquer tipo de mudança na lei.

    Cristão algum pode fazer coisa alguma sem uma clara ordem de Deus, ainda mais mexendo nos mandamentos que Ele escreveu com Seu próprio dedo.

    Tão séria é esta questão que Deus não permitiu que o homem escrevesse os Seus mandamentos.

    Doutrinariamente a bíblia não ensina a mudar o sábado para o domingo.

    Também não institui regras para se guardar um novo sábado da forma como os irmãos fazem hoje, trabalhando.

    Tanto não existe uma ordem para se mudar o mandamento na bíblia que não existe qualquer regulamentação para guarda-lo de forma diferente do sábado.

    A cristandade tanto criou por si mesma um novo dia de guarda quanto o regulamentou. Não foi Deus quem criou o domingo e o regulamentou, mas a cristandade ao longo dos anos.

    O protestantismo não assume, mas continuam crendo de que a igreja tenha poder e autorização para mudar a lei, instituir dias e reinterpretar a Bíblia, sem contrariar a fé que se encontra ali explícita.

    Deste modo o protestantismo em geral ainda continua seguindo o mal exemplo do papado, colocando a autoridade da igreja acima das Escrituras Sagradas.

    O ensinamento do domingo prontamente contraria o ensinamento do sábado, assim como o ensinamento da imortalidade da alma prontamente contradiz o da morte como um sono inconsciente.

    Não apenas se ensina a transgredir o mandamento, guardando outro dia, como se ensina que se pode trabalhar neste dia.

    Em verdade o protestantismo também aboliu o sábado e tão somente se admitiu o domingo construído pela igreja ao longo da história para tapar este dia.

    E o motivo de não se querer guardar o sábado é unicamente pela forma como ele deve ser guardado.

    O que lembra muito ser semelhante ao antigo Israel, remetendo às demais leis guardadas pelo Povo de Deus.

    Se guardar o sábado da forma como eles guardavam continua sendo necessário, guardar as demais leis a exemplo das dietéticas de Levítico também é necessária.

    Desta forma é pelo conjunto de normas exigidas à conduta do Povo de Deus que a igreja encontra dificuldades em retornar ao sábado.

    Veja, os irmãos também creem na mudança da Lei, por conta da morte e ressurreição de Cristo.

    O protestantismo crê que boa parte da lei foi abolida assim como muitos irmãos evangélicos creem que toda a lei foi abolida.

    E assim como o protestantismo se firmam em teorias em cima das novas escrituras, ao invés de um claro "assim diz o Senhor", igualmente irmãos evangélicos se firmam em teorias acerca das novas escrituras, ao invés de um claro "assim diz o Senhor".

    Seus ensinos não apenas contrariam as antigas leis, como copiam sua essência para criar outras doutrinas.

    CONTINUA em (2)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONTINUANDO em (2)...

      A páscoa semanal (criada pelos cristãos) é uma cópia da páscoa judaica, instituída por Deus.

      O domingo (criado pelos cristãos) é uma cópia do sábado judaico, instituído por Deus.

      O dia da recriação (criada pelos cristãos) é uma cópia do dia da criação onde Deus fez todas as coisas.

      O Dia do Senhor é uma cópia do Santo Dia do Senhor, o sábado, instituído por Deus.

      Assim a cristandade criou uma cópia para si segundo o modelo dado por Deus aos Israelitas, instituindo então suas próprias doutrinas, ao longo dos anos.

      E a conscientização de que proceder assim era correto veio por meio do papado, que não apenas ratificou estes ensinamentos como instituiu outros.

      Tão perigosas são estas falsas doutrinas (baseadas em verdadeiras doutrinas Bíblicas) que a igreja foi se afastando do ensinamento acerca da graça.

      Sem o exemplo do sábado, onde Deus se fazia presente entre o Seu Povo, a cristandade foi perdendo a ideia de um Deus sempre presente.

      Sem o exemplo do sábado que lembra que Deus é quem santifica o Seu Povo, a cristandade foi se aproximando cada vez mais das obras, penitências e das aparências como meio de obter a santificação.

      Perderam a essência de que Deus é o criador de todas as coisas e o motivo pelo qual devemos adorá-lo.

      Perderam todo o exemplo da história do Povo de Deus.

      Esqueceram tudo aquilo que Deus havia ensinado ao longo dos anos e criaram sua própria forma de alcançar a Deus.

      A igreja perdeu sua identidade, se afastou totalmente dos ensinos bíblicos, a Palavra de Deus deixou de ser estudada.

      E quando a coisa desandou e os cristãos voltaram a estudar a Bíblia e a praticar o que há ali escrito antes daquilo que a igreja medieval estava ensinado, sofreram perseguição e a Bíblia lhes foi tirada.

      Da mesma forma, a cristandade em meados de 1790 voltou a estudar as escrituras, após longos anos de reforma parada. E há hoje nas igrejas, resistência em se permitir que os cristãos voltem a guardar tudo aquilo que ali é ensinado.

      Quando cristãos insistem em seguir o claro "assim diz o Senhor" que há nas Escrituras, em detrimento das doutrinas hoje ensinadas não encontram mais um lugar onde são aceitos nas igrejas.

      Mas como seriam as igrejas se hoje voltassem a guardar todo o claro "assim diz o Senhor" que há nas escrituras? Seriam como o antigo Israel?

      Seriam como é hoje a Igreja Adventista do Sétimo Dia.

      (BY Sr Adventista)

      Referência:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2016/06/resposta-luciano-do-mca-acerca-da.html

      Excluir
    2. Bom comentário irmão Sr Adventista!

      Com os devidos créditos!

      Que comece o MIMIMI!

      Excluir
    3. Boa noite Alexandre. Só desejo saber como os adventistas entendem Jo 5:17 que diz: Mas Jesus respondeu a eles: “Meu Pai continua trabalhando até agora, e Eu também estou trabalhando.” 18 Por isso, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado,... Minha pergunta é: Se em gênesis Deus descansou no sétimo dia, porque aqui em João capitulo 5 Jesus diz que Deus ainda está trabalhando no sétimo dia?

      Excluir
    4. Bom dia irmão Soriedem, a paz do Senhor!

      Basicamente, um DEÍSTA crê na CRIAÇÃO, mas não necessariamente que tenha sido DEUS!

      E eles entendem que o TAL do CRIADOR, apenas GIROU a ENGRENAGEM e estaria o UNIVERSO e nosso PLANETA a DEUS DARÁ!

      Seria como se ELE não tivesse nenhuma interferência em sua CRIAÇÃO!

      Antes de continuarmos gostaria de saber a sua opinião sobre TEÍSMO e DEÍSMO!

      Em qual dos dois você acredita?

      NO Deus que CRIOU e matem o controle e equilíbrio de TUDO o que ELE crio (teísmo) ou no Deus que apenas CRIOU (girou a engrenagem) e não tem mais nenhuma relação com a SUA criação (deísmo)?

      Excluir
    5. A paz do Senhor Alexandre. Bem a minha pergunta é bem simplória não envolvendo nenhuma crítica a sua religião nem querendo suscitar nenhuma ofensas. Não estou querendo entrar no campo da disputa teológica e sim só compreender como vcs entendem a afirmação de Jesus dizendo que Deus ainda está trabalhando, e falou isso num dia de sábado. Também a pergunta foi motivada pq eu sei que os adventistas creem na guarda do sábado instituído por Deus. Como venho acompanhando este ótimo blog MCA achei oportuno fazer a pergunta diretamente a vcs adventistas. Eu creio no Teísmo pois sou um cristão evangélico. Fico no aguardo da sua resposta e desejo-lhe um feliz sábado.

      Excluir
    6. Oi irmão Alexandre, boa tarde novamente. Como sou estudante da Bíblia e vi uma de suas postagens no dia 8 de junho de 2016 17:54 que diz:
      "E quais seriam os LIVROS POSTERIORES que confirmam o DOMINGO como DIA do SENHOR! Temos o DIA do SENHOR o SÁBADO (Is 58:13), mas segundo vc não serviria para RATIFICAR o DIA do SENHOR em Apocalipse 1:10!..... Bem, eu estou lendo um livro explicativo sobre o livro de Apocalipse e fui ver sobre sua referencia a Ap 1:10 sobre o dia do Senhor nele. Veja o que diz o autor do livro sobre o dia do Senhor. Claro se estiver disposto e desejares ler. veja abaixo: ... no dia do Senhor...• Isso deve ser distinguido da expressão «dia do Senhor», que sempre é dito de modo diferente no original grego. Temos aqui a palavra «kuriukos», um sentido adjetivado, isto é. «pertencente ao Senhor». Originalmente, essa palavra era usada com o sentido de «imperial», algo que pertencia ao imperador romano. Havia também a expressão «hemera sebaste», «dia de Augusto», que era o primeiro dia de cada mês, o «dia do imperador», quando eram feitos pagamentos em dinheiro. (Comparar isso com I Cor. 16:1 e ss.). Os crentes primitivos tomaram essa expressão por empréstimo e aplicaram-na ao domingo, o primeiro dia da semana. Esse é o uso que se encontra em Didache 14 e
      Inácio Mago 9, que foram escritos não muito depois da composição deste livro de Apocalipse. Inácio, explicando por que os primitivos cristãos adoravam nesse dia, o dia do Senhor, 0 domingo, diz: «...nossa vida se originou através dele e de sua morte». (Inácio Magno 9:1). Nos escritos de Melito de Sardes há um tratado concernente à adoração no domingo, que leva o titulo de «perí kuriakes» (acerca do dia do Senhor), a mesma palavra
      usada no presente versículo. Os escritos mencionados aqui todos emanaram da Ásia Menor, sendo possível que tal expressão se tenha originado nas igrejas dali. Obviamente 0 termo veio a ser geralmente empregado antes dos fins do segundo século, pois Dionísio de Corinto (ver Eusébio, História Eclesiástica, iv . 23.11) refere-se ao «dia santo do Senhor», o dia do «recolhimento» dos crentes. Há outras alusões, nos escritos dos pais da igreja, acerca disso, em Clemente de Alexandria (ver Strom. vii. 12) e de Tertuliano(ver De Cor. iii). O trecho de Atos 20:7, onde se lê: «No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão, Paulo, que devia seguir viagem no dia imediato...». O vidente João costumava reunir-se com os crentes naquele dia e anelava pelo companheirismo com eles. Ao invés disso, o próprio Senhor lhe apareceu. Isso sucedeu em um «domingo», o dia do Senhor. O vidente não quis dizer que foi transportado para «o dia da vinda do Senhor », para o «dia do julgamento do Senhor».

      Excluir
    7. A Paz do Senhor irmão Soriedem!

      Como o irmão se considera TEÍSTA, então segamos.

      Jo 5:17 que diz: Mas Jesus respondeu a eles: “Meu Pai continua trabalhando até agora, e Eu também estou trabalhando.”

      Do ponto de vista da CRIAÇÃO, a CRIAÇÃO não está a DEUS dará, então existe o controle sobre SUA criação, então existe um certo TRABALHO para a manutenção do mesmo! Então, entendemos que DEUS não descansa desse controle do UNIVERSO no SÁBADO!

      E sobre o plano da REDENÇÃO, ou seja, a SALVAÇÃO da HUMANIDADE que se iniciou na QUEDA, CRUZ e findará na 2ª vinda! Ou seja, a trindade descansa do TRABALHO da SALVAÇÃO no SÁBADO? Por exemplo: o dia que o SACERDOTE mais trabalhava no TABERNÁCULO e em DOBRO era justamente nos SÁBADO! E o serviço do TEMPLO não é justamente uma FIGURA da SALVAÇÃO do que o MESSIAS deveria, fez e está fazendo para o SALVAÇÃO de quem o aceitar?

      Essa não é uma resposta oficial, mas é a visão que tenho do assunto!

      Abraços!

      Excluir
    8. A Paz do Senhor irmão Soriedem!

      Sobre minha citação dos LIVROS POSTERIORES, lhe explico:

      O irmão Luciano Sena, acredita que o DOMINGO seria o DIA do SENHOR de Apocalipse 1:10, mas sem comprovação bíblia! Apenas afirma, mas não prova! Mas mesmo assim, ele disse que nos LIVROS POSTERIORES existe a resposta!

      Eu creio que o SÁBADO é o DIA do SENHOR em Apocalipse 1:10 por que a bíblia diz que é em Isaías 58:13 e por similaridade com O SENHOR do SÁBADO (Mc 2:28; Lc 6:5; Mt 12:8)! Como João escreveu o APOCALIPSE e o EVANGELHO de JOÃO na mesma época, ele não inventou, mas tomou a expressão por empréstimo DIA do SENHOR (Is 58:13) e SENHOR do SÁBADO (Mc 2:28; Lc 6:5; Mt 12:8) e a aplicou corretamente DIA do SENHOR em Apocalipse 1:10 ao dia de sua VISÃO!

      Quando ele disse que tinha a RESPOSTA para confirmar que o DIA do SENHOR seria o DOMINGO em Apocalipse 1:10 (que não é), mas não citou nenhum versículo. Ai perguntei a ele quais seriam os tais LIVROS POSTERIORES que ele mencionou no comentário dele e perguntei se estes LIVROS POSTERIORES seriam o N.T ou a PATRÍSTICA. Ele respondeu que não utiliza a PATRÍSTICA apenas a BÍBLIA, mas não deu as referências!

      Por isso usei a expressão LIVROS POSTERIORES!

      Abraços!

      Excluir
    9. A Paz do Senhor irmão Soriedem!

      Essa parte que você citou sobre Isaías 58:13 não RATIFICAR Apocalipse 1:10, que eu citei não é minha visão, mas a visão do irmão Luciano Sena!

      Pois para mim é exatamente o contrário! Isaías 58:13 e Mc 2:28, Lc 6:5 e Mt 12:8 RATIFICAM Apocalipse 1:10!

      É o irmão Luciano Sena, que não aceita ou não enxerga isso!

      Entendeu?

      Excluir
    10. Bom dia irmão Soriedem, a paz do Senhor!

      “Achei-me em espírito no DIA do SENHOR” (Ap 1:10).

      E que DIA do SENHOR seria esse?

      Seria SÁBADO, seria o DOMINGO ou nenhum dia específico?

      Para sermos coerentes com as limitações do texto de Apocalipse. Devemos admitir que ali apenas declara “DIA do SENHOR” . Não fala se é SEXTA, SÁBADO , DOMINGO, SEGUNDA e etc. Apenas diz: “DIA do SENHOR” , ou “HE KURIAKE HEMERA” do GREGO.

      O máximo que eu posso dizer é que não se trata de um dia qualquer, pois JOÃO usa um artigo DEFINIDO: “O” DIA do SENHOR e não “UM” DIA do SENHOR.

      Também não podemos afirmar que se referia ao DIA do IMPERADOR como propõem alguns. Pois os TÍTULOS mais comuns para o imperador eram:

      “SEBASTES, AUGUTUS e DESPOTES e não KYRIOS”

      Isto no caso de JOÃO, o TÍTULO é oriundo da tradução GREGA do A.T e se referia ao CRISTO DIVINO, isto é, ao SENHOR DEUS.

      Alguns também já propuseram que a expressão:

      “arrebatado fui no dia do senhor” deveria ser entendida até ao DIA do SENHOR, isto é, até ao DIA do JUÍZO FINAL, mais uma vez isto também não procede, pois quando a BÍBLIA fala sobre o DIA do SENHOR referindo-se ao JUÍZO FINAL, usa a expressão GREGA “HEMERA KIRIU”, isto é, o “DIA que PERTENCE ao SENHOR” .

      E não “ KURIAKE HEMERA” , como aparece aqui neste texto do apocalipse.

      Portanto, neste aspecto, estamos de acordo como os irmãos que guardam o DOMINGO, no sentido de que também não entendemos que esse DIA do SENHOR, do APOCALIPSE, se refira ao DIA do JUÍZO FINAL, não. Ali está claramente indicando o DIA de REPOUSO SEMANAL. O DIA de GUARDA!

      A nossa discordância esta apenas no sentido.

      Qual seria esse dia?

      Sábado ou Domingo?

      Bem, como o texto não deixa isso muito claro. Temos que buscar a resposta no restante da Bíblia Sagrada. E é ai que a tese do SÁBADO ganha mais força.

      Principalmente por dois motivos:

      Primeiro por que em várias partes da bíblia, o SÁBADO é chamado de DIA do SENHOR, mas em nenhuma delas o DOMINGO é assim denominado!

      Eu sei que a palavra DOMINGO vem do LATIM DIES DOMINI que significa DIA do SENHOR, mas esse TÍTULO ou RÓTULO foi dado por ROMA muito tempo depois e não pela bíblia Sagrada!

      E o apocalipse trás ainda um detalhe muito importante que nós não deveríamos nos esquecer.

      É que ele mostra uma batalha profética das forças do BEM contra as forças do MAL. Os que se posicionam ao lado de CRISTO contra aqueles que se posicionam ao lado da BESTA e do DRAGÃO! E os que se posicionam ao lado de CRISTO são descritos como:

      “AQUELES QUE GUARDAM OS MANDAMENTOS DE DEUS e a FÉ em JESUS”

      Isto você pode ver em Apocalipse 12:17; 14:12 e dependendo da tradução, você também pode encontrar em Apocalipse 22:14.

      E quais são esses mandamentos de Deus?

      Apocalipse 11:19 nos dá a resposta!

      Ali JOÃO diz ter visto o SANTUÁRIO de DEUS que se encontra no CÉU!

      E nesse SANTUÁRIO ele VÊ a ARCA da ALIANÇA!

      Agora, faça uma pesquisa rápida em qualquer dicionário bíblico o descubra:

      O que é a ARACA da ALIANÇA?

      A ARACA da ALIANÇA são justamente os 10 MANDAMENTOS que também ficavam dentro de uma ARCA no lugar SANTÍSSIMO no SANTUÁRIO de ISRAEL!

      Agora, o que será que JOÃO viu no lugar do 4º MANDAMENTO no CÉU?

      Será que ele viu:

      “LEMBRA-TE do DOMINGO para o SANTIFICAR”?

      IMPOSSÍVEL!

      Não há absolutamente nada na bíblia nem na passagem se quer, que indique que essa LEI foi TROCADA na visão de JOÃO!

      CONTINUA em (2)...

      Excluir
    11. CONTINUANDO em (2)...

      O "DIA do SENHOR" na Bíblia

      No Velho Testamento a expressão "DIA do SENHOR" é escrita de duas formas:

      "YHOVAH YOWM" e "ADONAY YOWM”,

      Enquanto no Novo Testamento ela é representada por:

      "KURIOS HEMERA",

      exceto em Apocalipse 1:10 onde se tem:

      "KURIAKOS HEMERA".

      Ao todo, a expressão "DIA do SENHOR" surgi 27 vezes, e está distribuída em 25 VERSOS, destes, 23 apresentam-na com sendo o:

      "DIA do AJUSTE de CONTAS com DEUS",
      "DIA do JUÍZO FINAL",
      "DIA do JULGAMENTO",
      "DIA do RETORNO de JESUS".

      E esses 23 versos são:

      V.T: Isaías 2:12; Isaías 13:6; Isaías 13:9; Jeremias 46:10; Ezequiel 13:5; Ezequiel 30:3; Joel 1:15; Joel 2:1; Joel 2:11; Joel 2:31; Joel 3:14; Amós 5:18; Amós 5:20; Obadias 1:15; Sofonias 1:7; Sofonias 1:14; Zacarias 14:1; Malaquias 4:5;

      N.T: Atos 2:20; I Coríntios 5:5; I Tessalonicenses 5:2; II Tessalonicenses 2:2; II Pedro 3:10.

      E os DOIS VERSOS que não tratam a expressão "DIA do SENHOR" como sendo o "DIA da VOLTA de JESUS", ou, "DIA do JUÍZO de DEUS" são:

      1. "Se desviares o pé de profanar o SÁBADO e de cuidar dos teus próprios interesses no Meu SANTO DIA; se chamares ao SÁBADO DELEITOSO e SANTO DIA do SENHOR, digno de HONRA, e o HONRARES não seguindo os teus caminhos, não pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falando palavras vãs [...]" (Isaías 58:13-14 RA).

      2. "Achei-me em espírito, no DIA do SENHOR, e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta." (Apocalipse 1:10 RA).

      Portanto, o dia mencionado em Apocalipse 1:10 é esclarecido em Isaías 58:13, onde Deus pessoalmente diz que o Seu SANTO SÁBADO, instituído no SÉTIMO DIA da SEMANA, é o "DIA do SENHOR".


      A expressão "DIA do SENHOR" presente em APOCALIPSE 1:10 provém do grego "KURIAKOS HEMERA". A palavra "KURIAKOS", significa:

      "que PERTENCE ao SENHOR";
      "CONCERNENTE ao SENHOR";
      "RELACIONADO ao SENHOR”.

      E a palavra "HEMERA", significa:
      "DIA”).

      Em TODO o Novo Testamento, "KURIAKOS HEMERA", é usado apenas em Apocalipse 1:10.

      Abraços!

      Excluir
    12. Boa tarde irmão Alexandre. Muito lhe agradeço pela atenção dada a minha pessoa. Como disse sou estudante da Bíblia e estou na caminhada da fé tomando como base o aprendizado na palavra fidedigna de Deus. Venho acompanhando o Blog do irmão Luciano a quem tenho muito estima bem como a todos vocês, verdadeiros homens de Deus. Li toda sua postagem sobre minhas perguntas e já estou lhe agradecendo. Continue com sua postura de um cristão educado e pronto a responder, como diz 1 Pedro 3:15 Antes, santificai ao SENHOR Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. Muito agradecido pelas resposta que me mostrou muitas coisas que eu desconhecia. Estou sempre acompanhando os comentários de todos aqui. Espero que mais dúvidas da minha parte o irmão, bem como todos possam me esclarecer e me ajudar a conhecer cada vez mais a palavra de Deus. Uma boa tarde e deixo a você e a Todos COLOSSENSES 3:16-17, A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações. E tudo quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.

      Excluir
    13. Abraços irmão Soriedem.

      Agradeço pelo respeito e cordialidade!

      Feliz Sábado!

      E fiquemos com Deus!

      Excluir
  13. Alexandre, achar que os comentários e postagens do Sr Ninguém, são bons ou que possuam algum conteúdo, além do MIMI, é de me admirar. No seu caso... mas tudo bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz Sábado o Único e Verdadeiro DIA do SENHOR! (Is 58:13; Ap 1:10).

      Irmão Luciano, se você não percebeu ainda, só você diz que não gosta dos comentários do Sr Adventista!

      Excluir
    2. Assim como somente* os adventistas gostam... :)

      Alexandre, continue servindo de pombo correio dele... mas vc tem mais conteúdo do que ele, pode crê.

      Excluir
    3. Agora, é uma judiação vc citar Ap 1.10 para confirmar o sábado... alienação.

      Excluir
    4. Alienação irmão Luciano?

      Vamos ver quem a bíblia diz quem gosta de ser alienado...

      O SÁBADO X DOMINGO

      MEMORIAL CRIAÇÃO (Êx 20:11) X 1º DIA da SEMANA (Mc 16:1)

      REPOUSO (Hb 4:10) X 1º DIA da SEMANA (Mc 16:9)

      PRESENTE de DEUS (Mc 2:27) X 1º DIA da SEMANA (24:1)

      SANTIFICADO e ABENÇOADO (Gn 2:2-3) X 1º DIA da SEMANA (Jo 20:1)

      SINAL de DEUS (Ez 20:20) X 1º DIA da SEMANA (At 20:7)

      ETERNO (Is 66:22,23) X 1º DIA da SEMANA (Jo 20:19)

      MANDAMENTO (Êx 20:8-11) X 1º DIA da SEMANA (1Co 16:2)

      SENHOR do SÁBADO (Mc 2:28;Lc 6:5; Mt 12:8) X 1º DIA da SEMANA (Mt 28:1)

      DIA do SENHOR (Is 58:13) X ACABOU as CITAÇÕES de 1º DIA da SEMANA ( quem seria alienado?)

      DIA do SENHOR (Ap 1:10) X ACABOU as CITAÇÕES de 1º DIA da SEMANA (quem seria alienado?)

      Quem seria ALIENADO irmão Luciano Sena?

      Bom, o Próprio Catolicismo que defendo o DOMINGO por causa da RESSURREIÇÃO, afirmam que do GÊNESIS ao APCALIPSE não existe essa MUDANÇA, mas sim pela suposta autoridade da ICAR!

      O arcebispo de Nova Iorque, John McCloskey, aprovou a obra "A
      Doctrinal Catechism"12 de autoria do Rev. Stephen Keenan na qual se obtém o
      seguinte:

      >>PERGUNTA: A igreja tem o direito de determinar dias de festa?

      >>RESPOSTA: A igreja cristã tem certamente o direito, o mesmo que a igreja judaica possuía. (...)

      >>PERGUNTA: Você tem outra maneira de provar que a igreja tem o poder de
      instituir festas mediante preceito?

      >>RESPOSTA: Se ela não tivesse esse PODER, não teria feito aquilo que TODAS as MODERNAS RELIGIÕES .>>CONCORDAM<<. com ELA: - ELA não teria SUBSTITUIDO a
      observância do SÁBADO, o SÉTIMO DIA, pela observância do DOMINGO, o
      primeiro dia da semana; MUDANÇA para a qual NÃO EXISTE autoridade
      ESCRITURÍSTICA.

      Irmão Luciano Sena, quem seria ALIENADO?

      Excluir
    5. Ah, e sobre ser POMBO CORREIO, não vejo nenhum problema!

      Irmão Luciano Sena, o que lhe incomodaria menos?

      O irmão Sr Adventista publicar ou eu publicar o comentário dele?

      Assim, poderíamos entrar num acordo que lhe incomode menos!

      O que você acha?

      Só queremos comentar, mas se for par lhe ajudar, você pode escolher a melhor forma para você!

      Excluir
  14. Hebreus 4

    "1 Temamos, pois, que, porventura, deixada A PROMESSA DE ENTRAR NO SEU REPOUSO (entrar no repouso de Gênesis 2:1-3 é uma promessa ; Deus não repousou fisicamente, mas em seu Espírito, repousou no sentido de cessar de criar aquilo que está descrito na narrativa. Deus repousou ou entrou no gol o transcendental de seu Espírito) pareça que alguns de vós tenha ficado para trás.

    2 Porque também a nós foram pregadas as boas novas, COMO A ELES (Através do ritual do santuário, da lei com suas injuncões e regulamentos, dos tipos e sombras que representavam e anunciavam a vinda do Messias) mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram.

    3 Porque nós, OS QUE TEMOS CRIDO (aqueles que foram regenerados pelo Espírito, através do Evangelho, do mesmo Espírito que repousou em Gênesis 2:1-3) ENTRAMOS NO REPOUSO (ver ali acima no verso 1, o repouso de Gênesis 2:1-3 é uma promessa, não uma lei) tal como disse: Assim jurei na minha ira que NÃO ENTRARÃO NO MEU REPOUSO; EMBORA AS OBRAS ESTIVESSEM ACABADAS DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO. (Deus afirma que Israel não entraria em seu repouso de Gênesis 2:1-3 embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo. Esta passagem é uma citação do Salmo 95:8-11. Ou seja, 500 anos antes deste Salmo, Israel já havia recebido e guardado o mandamento do Sabbath ou repouso no sétimo dia, e Deus estava afirmando que eles não entrariam no seu repouso... Como pode?
    É porque eles haviam recebido uma sombra ou representação (Êx. 20) material do repouso do Espírito Santo em Gênesis 2)

    4 Porque em certo lugar disse assim
    DO SÉTIMO DIA : E REPOUSOU Deus de todas as suas obras NO SÉTIMO DIA .

    5 E outra vez neste lugar: NÃO ENTRARÃO NO MEU REPOUSO. (O repouso de Gênesis 2:1:3 somente é possível pelo novo nascimento. É uma obra de DEUS, não do homem, como acontecia com a observância do dia do Sabbath, o qual era uma ação feita pelo homem em resposta à lei).

    Foi dado à nação de Israel, uma representação do repouso de Deus, de seu Espírito, repouso que era uma promessa. Quando veio a promessa, o Messias, que era o único que podia lhes introduzir no repouso original de Gênesis 2:1-3, através da efusão do MESMO ESPÍRITO QUE HAVIA ENTRADO EM SEU REPOUSO, Israel rejeitou e continuaram a observar o sábado (tradução, repouso) que lhes havia sido dado como um tipo uma sombra do repouso de Deus de Gênesis 2:1-3.

    Por isso, Paulo, escreveu Colossenses 2:16: "Ninguém vos julgue pelo comer, beber, dias de Santa Convocação, luas novas ou dias de repouso, porque são tipos da realidade futura, que é Cristo." Por isso que nunca, jamais, os apóstolos receberam mandamento do Espírito Santo que repousou em Gênesis 2:1-3, para que os cristãos guardassem o sábado que foi dado sob o ministério da lei, mas que entrassem na promessa, no verdadeiro repouso que o sábado da lei era uma sombra.

    Continua......

    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Sr. Adventista, já que você insiste em argumentar, vamos lá.

      Eu creio que você leu o meu comentário.

      Primeiro você terá de provar que Israel entrou no descanso de Gênesis 2:1-3.

      Deus, disse que NÃO! Aí você terá que discutir como ele. Olhe de novo ali.

      "3 PORQUE NÓS OS QUE TEMOS CRIDO (Crido em quem? Em Jesus Cristo) entramos no repouso (Somente entramos no repouso de Gênesis 2:1-3 estando em Cristo, quando somos batizados no corpo de Cristo pelo novo nascimento e não pela observância de um determinado dia) , tal como disse: Assim jurei na minha ira QUE NÃO ENTRARÃO NO MEU REPOUSO embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo. (Embora as obras de Deus, o que ele criou, estivessem acabadas desde a fundação do mundo.... Desde aquele tempo Deus já estava em seu repouso e jurou que o Israel incrédulo não entraria nele (no seu repouso)
      4 Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia.
      5 E outra vez neste lugar: NÃO ENTRARÃO NO MEU REPOUSO, neste aqui..... "Assim os céus, a terra e todo o seu exército foram acabados.
      2 E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.
      3 E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera." Deus disse que Israel por causa da incredulidade no Messias não entraria em seu REPOUSO EM QUE ELE ESTAVA DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO. Foi dada uma representação para Israel, uma sombra do repouso de Deus.

      6 Visto, pois, que RESTA QUE ALGUNS ENTRE NELE (os eleitos que restam nesta Dispensação da graça em que presentemente nos encontramos) e que aqueles (os judeus que guardavam o sábado da lei) a quem primeiro foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência ⬅Estes são os judeus que apesar de guardar o sábado da lei, não entraram no repouso de Deus, do qual o sábado da lei era uma sombra.

      Vá discutir com Deus, pois foi ele quem disse que Israel não entraria em seu repouso, no Salmo 95, 500 anos depois de Israel estar guardando o sábado...... Continua depois.....

      Excluir
    2. Ah! Um acréscimo: Eu não sou substitucionista. Não vendo gasolina prá sabatista! Creio que os cristãos gentios se reuniam no primeiro dia da semana, e para mim, Atos 20:1-7 é conclusivo, e também o testemunho dos cristãos desde o ano 110 AD.

      Agora, eu não entendo que a observância no primeiro dia veio substituir a observância no sétimo dia, e nem que ao domingo devamos transladar toda a rigidez exigida pela lei na guarda do sábado pelos judeus, aliás, que os Adventistas também não observam.

      A adoração no primeiro dia nasceu do coração da Igreja, por motivos óbvios, e plenamente justificáveis, e não de alguma lei ou mandamento da parte dos apóstolos, assim como não há mandamento para a guarda do sábado. Claro. 2:16

      Excluir
    3. Sr. Adventista10 de junho de 2016 14:00
      E então substituíram o dia de sábado por um outro dia, o domingo, não é mesmo irmão Paulo Cadi?

      Tratando do descanso no Senhor:

      Paulo diz sobre um OUTRO repouso? Ou um único repouso?

      E por que Deus utilizou como exemplo o Sábado de Descanso e não o domingo da ressurreição para exemplificar o descanso no Senhor?

      Qual era o Dia do Senhor quando Paulo escreveu aos Hebreus?

      E como levantou o irmão Alexandre, quando João escreveu o Apocalipse, tinha em mente o mesmo Dia do Senhor de Paulo?

      E qual seria este dia do Senhor na concepção de João! O domingo? O sábado? Ou o descanso em todos os dias?

      Excluir
  15. Correção: No primeiro parágrafo onde diz... "entrou no gol o transcendental" ler "entrou no gozo transcendental."

    ResponderExcluir
  16. Já falei uma vez e repto, essa explicação não tem como eles refutar. Muito bom Paulo.

    ResponderExcluir
  17. As objecoes dos adventista sao pobres e vazia,nao ha como fugir da realidade daquilo a qual a biblia diz. Ainda diz que estao biblicamente correto. É mole!!

    ResponderExcluir
  18. As objecoes dos adventista sao pobres e vazia,nao ha como fugir da realidade daquilo a qual a biblia diz. Ainda diz que estao biblicamente correto. É mole!!

    ResponderExcluir
  19. Prezados dominguistas,

    A Palavra de Deus diz que toda a Bíblia é a verdade absoluta, e revelada pelo nosso Pai eterno.
    Isaías 40.08 diz: "seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a Palavra de nosso Deus permanece eternamente." E esta mensagem é confirmada em 1 Ped.: 1.24-25. Além de termos também o Espírito Santo falando por Paulo em 2 Tim.: 3.16: "Toda a Escritura é inspirada por Deus..."
    Dessa forma, o que o Espírito Santo disse uma vez, a respeito de determinada doutrina, continuará em vigor para sempre, porque Deus não muda (Mal.: 3.6).
    Logo, se o SENHOR disse para a humanidade, representada por Moisés, em uma determinada sexta-feira: "... Amanhã é repouso, o santo sábado do SENHOR..." (Êx.: 16.23), é porque este é o dia do SENHOR! Não o domingo! Não a sexta-feira! Não a terça-feira! " ... o sétimo dia é o sábado do SENHOR..." (Êx.: 20.10)

    Onde nós temos na Bíblia o SENHOR dizer no sétimo dia: "Amanhã é o repouso, o santo domingo do SENHOR"? Ou então: "Mas o primeiro dia é o domingo do SENHOR, teu Deus"? Onde temos, na Bíblia (no Novo ou Antigo Testamentos), esses dizeres, senhores dominguistas?! Se nos mostrarem, certamente, iríamos aderir à observância dominical, pois o que nos interessa é vivermos conforme o plano de Deus para nossas vidas!

    Solicito aos dominguistas que mostrem textos bíblicos claros e objetivos tais como temos em relação ao sábado, Êx.: 16.23 e 20.10. Cadê as citações bíblicas se referindo ao domingo com esta mesma cristalinidade?! Ah, e por favor, não me venham com textos da ressurreição do SENHOR no primeiro dia da semana, porque lá não está ESCRITO que o Seu ressurgimento tornou o dia do evento o novo dia sagrado para o povo de Deus. E mais! O sexto dia (Sua morte) é tão importante quanto o primeiro dia (ressurreição), logo, teríamos que observar sexta e domingo como dias sagrados em suposta substituição ao sábado, se isto fosse o caso. Também não me venham com um "forçar a barra" sobre Apoc.: 01.10, porque ali não cita o domingo; se formos pesquisar na Bíblia que dia a Escritura chama de "dia do SENHOR" veremos que é o sábado (Isaías 58.13).

    Com a palavra, os dominguistas. Por favor, textos claros e objetivos a favor do domingo.

    Josinaldo Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde esta na Bíblia a doutrina do Juízo Investigativo iniciando em 1844? Textos claros por favor.

      Onde está a Bíblia que a igreja no tempo do fim seria orientada por uma profetisa? Textos claros por favor.

      Onde está na Bíblia que existe vida em outros planetas. Textos claros por favor.

      Excluir
    2. Irmão Josinaldo, o desvio do assunto da publicação sobre o DOMINGO significaria que eles não possuem RESPOSTA?

      O que você acha?

      Excluir
    3. Irmão Alexandre,

      É isso mesmo. Como eles não têm como responder, fogem do assunto!
      Mas continuo aguardando a resposta.

      À propósito, sr. Luciano Sena, depois de você me responder às indagações que fiz sobre o tema do post (sábado vs domingo), darei as respostas às perguntas que fizeste, ok?

      Com a palavra, os dominguistas.

      Josinaldo Costa

      Excluir
  20. Onde está na bíblia que Moisés ressuscitou? texto claro por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra você pular de alegria irmão Matias, vou lhe responder!

      Não existe!

      Agora, se JESUS e SATANÁS estavam disputando o CORPO de MOISÉS. (Judas 1:9) Pra que disputar o CORPO se MOISÉS se MOISÉS foi direto para o CÉU segundo sua visão de IMORTALISTA?

      Ou, SATANÁS não deveria estar DISPUTANDO o ESPÍRITO IMORTAL de MOISÉS no CÉU ao invés de seu CORPO na TERRA?

      E aproveitanto o momento... do Gênesis ao Apocalipse, cite um único versículo da SUBSTITUIÇÃO ou MUDANÇA do SÁBADO para o DOMINGO!

      Excluir
  21. Onde está na bíblia que Moisés ressuscitou? texto claro por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois de você me responder às indagações que fiz sobre o tema do post (sábado vs domingo), darei as respostas às perguntas que fizeste, ok?

      Com a palavra os dominguistas.

      Josinaldo Costa

      Excluir
  22. Oi Luciano, estou em sérias dúvidas sobre o Adventismo, amo a Deus de todo meu coração, amo também os Adventistas pois são pessoas maravilhosas que amam a Deus também.. e apesar de muitos terem uma compreensão errada de legalismo, garanto pra você que o número de pessoas lá que conciliam a justificação pela fé com obras é superior aos legalistas, ao meu ver!

    Mas as dúvidas me deixam triste, pois se por um lado a IASD tem coisas dificeis de aceitar, como por exemplo E.G.W que escreveu textos absurdos que é dificil crer.. por outro lado a IASD (também os Anabatistas) creem no aniquilacionismo, que ao meu ver é muito mais compatível com a Bíblia..
    É como se algumas coisas fizessem sentido e outras não, isso vale também para a IPB como disse L.Q: (Vou parafrasear) "A doutrina da predestinação calvinista crê que Deus faz o pecador pecar e ao mesmo tempo odeia o pecado, exemplo: Deus odeia estupro, mas Deus na sua soberania faz o pecador cometer o estupro ao mesmo tempo que odeia o estupro "

    Isso é de fato absurdo e bizarro.. o fato de Deus saber o futuro (Onisciência), não quer dizer que ele causou A Onisciência de Deus não é causativa.

    Me parece mesmo que não há onde ir e se sentir em paz, LEMBRANDO QUE NÃO ESTOU fazendo isso por um simples " não gosto ", mas as Doutrinas tem que ter base bíblica e TER lógica..

    Mas não desanimo, nem vacilo, continuo amando a Deus e crendo na promessa que Jesus fez:

    Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. João 16:13.

    Me desculpe querido amigo Luciano e Adventistas, longe de mim querer ofender qualquer um de vocês, apenas disse sobre as crenças de vossas denominações.
    Fico feliz se puderem me ajudar.. abraços.

    Obs: Atualmente sou adventista (Não batizado).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Daniel, se você realmente for adventista, creio que o mais LÓGICO como você mencionou acima (LÓGICA) tire suas dúvidas com os seus, mas isso não quer dizer que você não possa tirar duvidas com o irmão Luciano, não é isso!

      Você tem todo direito de tirar suas dúvidas com quem você quiser, mas como você gosta de LÓGICA, seria interessante você o fazer com os seus também!

      Caso você já tenha esgotado as dúvidas com os seus, favor desconsiderar meu comentário e fique a vontade com o irmão Luciano Sena!

      Abraços!

      Excluir
  23. Olá irmãos Daniel, que bom que vc expressou sua opinião. Se quiser mandar um e-mail depois para mim, podemos conversar tb (blogapologetico@gmail.com).

    1. Vc questiona a grande mentora das doutrinas adventistas. Embora eles dizem que as doutrinas são baseadas na Bíblia e não em Ellen White, o fato é que eles não a podem abandonar, visto que há uma crença oficial com o nome dela (Crença Fundamental No 18). Se vc se batizar, estará aceitando essa doutrina herética.

    2. Não creio que aniquilacionismo seja capaz e explicar severas e claras afirmações do NT sobre o tormento eterno.

    3. A compreensão da doutrina calvinista feita por Leandro Quadros é uma caricatura. Se puder, por favor leia esse artigo *inteiro*, onde eu demostro a posição confessional a respeito:

    http://mcapologetico.blogspot.com.br/2016/02/aos-arminianos-deus-e-o-mal-na-doutrina.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela disponibilidade, em breve vou mandar um e-mail para você para conversarmos..

      Quero também elogiar a sua forma como faz apologética em relação a outros sites, a saber CACP, que em alguns posts sao ríspidos e não economizam em piadas, apelando pro lado pessoal. Você é educado e respeita os demais. Apesar de eu me lembrar de uma vez onde disse ao Alexandre Dietrich " Não me chame de irmão " após ele ter comentado " irmão Luciano", não sendo irmão denominacional, continuam sendo irmãos como humanos criados por Deus. Mas todos estamos fadados a errar em qualquer momento, aliás é por isso que Jesus morreu..
      Abraços.

      Excluir
  24. Sobre o tormento eteno:
    E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mt 13.50

    · E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mt 8.12

    · E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mt 13.42

    · Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mt 25.3

    · Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no reino de Deus, e vós lançados fora. Lc 13.28

    · E separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mt 24.51

    · Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mat 22.13

    Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento. Lc 16.28

    · Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado. Lc 16.25


    Vemos, portanto, que o Senhor sabe livrar os piedosos da provação e manter em castigo os ímpios para o dia do juízo,2 Pedro 2.9

    · E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Ap 14.11

    E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. Ap 20.10


    O ensino do “tormento eterno”, por mais duro que pareça, é um ensino recorrente no NT, e deve ser tratado com a seguinte perspectiva:

    Essa punição é a equidade da ofensa que todos os pecadores lançam contra a Grandeza, Santidade e o Amor de Deus. Jesus não sofreu menos que isso pelos nossos pecados!

    ResponderExcluir
  25. A quem interessar...

    https://www.facebook.com/leandroquadrosnt/photos/a.544609795555733.146551.325032084180173/1329634327053272/?type=3&theater

    ResponderExcluir
  26. Alexandre me responda uma pergunta sem mimi. Eu não guardo o sabado propositadamente, acredito pela biblia que não é mais necessário guarda-lo. Minha pergunta é: eu sou ou não da igreja verdadeira? serei ou sou salvo. Mesmo não guardando o sábado de proposito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz DOMINGO, o 1º DIA da SEMANA irmão Matias!

      Simples, irmão Matias!

      Você se SALVARÁ observando os outros 9 MANDAMENTOS mais o DOMINGO?

      Ou seja, alguém se SALVA observando preceitos ou observamos por que estamos SALVOS?

      Essa é a questão!

      O que você pensa a respeito?

      Excluir
    2. Alexandre Dietrich

      Boa noite

      Se um crente observa porque está salvo então tal observância é uma consequência natural da salvação na vida do crente logo essa salvação tem que produzir essa obediência pois se um crente que está salvo não manifestar esse observância na sua vida, não evidencia a salvação então a salvação depende também dessa obediência.

      Então a observância seria o resultado do estar salvo, se o crente não observar é sinal que a salvação não produziu nada nele então como pode se salvar?

      E considerando que o Sábado é mandamento como pode um crente dizer que aceitou a Jesus e não cumprir um mandamento? Fica totalmente sem sentido.

      Nesse sentido o Sabado não salva mas faz parte da salvação.

      Luiz

      Excluir
    3. Irmão Luiz, com todo o respeito!

      Como sempre o irmão viaja na maionese com suas filosofias, abraços!

      Excluir
    4. Olá Alexandre

      Boa noite

      Se um adventista do sétimo dia que cre em Cristo e não guarda o Sábado ele pode salvar-se??

      Um crente de outra denominação que tendo pleno consciência da Doutrina do Sábado como MANDAMENTO e não quer guardá-lo por descição própria será salvo?

      Então Alexandre se for assim fica só com a fé sem obediência dos mandamentos.Assim tem salvação?

      Simples assim.

      Abraço

      Luiz

      Excluir
    5. Irmão Luiz, caso o irmão não saiba, os mandamentos não salvam! Ele condena quem o transgride!

      Lembra que pecado é a transgressão da LEI?

      Ou na sua bíblia a salvação vem pela LEI?

      Simples assim!

      Excluir
    6. Olá Alexandre

      Bom dia

      Se um crente transgride a Lei ele pode ser salvo?

      Mandamentos não salvam, mas fazem parte do processo da salvação então se for assim faz o seguinte não guarde mais o Sábado.

      Na visão sabatista, só ter fé sem guardar o Sábado salva?

      De fato na Bíblia não tem que a salvação vem pela Lei, mas a Lei vem de Deus mas tem João 14:15.

      Alexandre você está negando a importância do Sábado como Lei de Deus? Que isso rapaz rsrsr.

      Um abraço

      Luiz

      Excluir
    7. Olá, irmão Luiz,

      O estado do salvo é uma restauração ao estado anterior em Adão, nos tornando semelhantes a Cristo.

      O que acontece se um salvo começar a matar, furtar e adulterar até a volta de Cristo?

      Isto mostra de que tal pessoa não se converteu realmente, irmão Luiz.

      Excluir
    8. E nos dias da volta de Cristo, Deus separará o joio e o trigo que crescem juntos dentro da igreja.

      Sendo que todos foram salvos por Cristo, por qual critério Deus levará uns e deixará outros?

      Excluir
    9. Olá Sr. Adventista

      Boa noite

      Na verdade o crente no Senhor não está com a salvação garantida é presciso perseverar.

      Você perguntou
      "O que acontece se um salvo começar a matar, furtar e adulterar até a volta de Cristo?"

      Não será salvo, pois a fé não se evidenciou em obras logo vemos a importância das obras e da cooperação humana.

      A ação humana é muito importante no processo de salvação e mesmo seguindo o seu raciocínio então se o salvo produz boa obras e tais boas obras vem de Deus então é obrigatório a manifestação dessas obras e se um crente não praticar as boas obras é como se não tivesse convertido então se ve a importância das boas obras pois se um homem se converte e não produz boas obras é como se ele não tivesse se convertido então isso reforça ainda mais a importância tanto das boas obras quanto da ação humana.

      Só lembrando que um crente pode perder a salvação e isso em uma visão sabatista implicaria em se um crente não guardar o Sábado seria algo para se perder a salvação pois o Sábado na teologia sabatista além de fazer parte da Doutrina ainda é mandamento.

      Nem sempre quando um crente naõ vive um vida em Cristo significa que ele não se converteu pois o crente pode perder a salvação se naõ perseverar.

      Um abraço

      Luiz

      Excluir
  27. Alexandre qual o conteúdo do link do face do Leandro?

    ResponderExcluir
  28. Voce como sempre não responde as perguntas. foi que imaginei.

    ResponderExcluir
  29. Voce guarda os 613 mandamentos da Lei na cosmovisão judaica. Ou voces tambem querem mudar os numeros de mandamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que eu saiba são 10 PALAVRAS ou DECA!

      Na sua bíblia são 613?

      Excluir
  30. Eu ainda não terminei o assunto ali acima.

    Mas antes vou fazer uns questionamentos aos Adventistas.

    1. Se os servos de Deus, desde Adão até Moisés, guardaram o Sábado, porque a palavra hebraica (Sabbath, pronúncia Shavéf) para o Sábado semanal, encontrada nos 10 mandamentos (hebraico ha-devarim ou 10 palavras) nunca é encontrada no livro do Gênesis?

    2. Porque os Patriarcas nunca foram instruídos acerca do mandamento do Sábado, mas foram instruídos, sobre: Sacrifícios, Gênesis 4:3-4, Altares, Gênesis 8:20, Sacerdócio, Gênesis 14:18, Dízimos, Gênesis 14:20, Circuncisão, Gênesis 17:10, Casamento, Gênesis 2:24, 34:8-9.

    Porque Deus deixou de fora o "tão importante" mandamento do Sábado?

    3. Se o fato de Deus escrever os 10 mandamentos, em tábuas de pedra, prova que eles são eternos, então o que aconteceu com as tábuas de pedra que Deus deu para Adão (já que White diz que os 10 mandamentos eternos, originais, estão em duas tábuas de pedra, com o conteúdo igualzinho aos 10 mandamentos dados a Moisés)? Porque Moisés foi o primeiro a ver as tábuas de pedra escritas pelo dedo de Deus?

    4. Porque o mandamento eterno do Sábado permite possuir escravos, Êxodo 20:10?

    5. Porque o mandamento do Sábado nunca é mencionado no Novo Testamento?

    6. Porque não há um exemplo sequer de cristãos se reunindo como Igreja, no Sábado, após a ressurreição de Cristo?

    7. Tendo Paulo pregado nas sinagogas, durante 84 Sábados, porque não existe escritura alguma afirmando que o Apóstolo guardou o Sábado enquanto cristão?

    8. Como poderiam Adão, Noé e Abraão, ter guardado o Sábado, quando Deuteronomio 5:2-4 diz que, a aliança dos 10 mandamentos, não havia sido feita com nenhum dos pais de Israel?

    9. Se nós devemos seguir o exemplo de Jesus, quanto a guardar o Sábado, então, porque os sapatilhas não seguem o exemplo de Jesus, no tocante à circuncisão (ele foi circuncidado) sacrifício de animais (em seu nascimento foram oferecidas duas pombinhos; em seu ministério, o Senhor mandou pessoas curadas por ele a oferecer sacrifícios no templo) observar a Páscoa (ele celebrou a Páscoa)?

    10. Se o Sábado era para Adão, Noé, Abraão, etc, e os gentios, então, porque o Sábado é um sinal para lembrar Israel de seu livramento do Egito?

    11. Se o mandamento do Sábado ainda está em vigor, então, porque os Adventistas não apedrejam seus membros quando eles transgridem o Sábado? Lembrem que a punição faz parte do mandamento conforme requerimento da lei. Não se pode mudar a lei, e nem por interpretação particular, sob pena de anátema e morte.

    12. Ellen White, considerada inspirada pelos Adventistas, disse que foi o Papa quem mudou a observância do Sábado para o Domingo, em 325 AD. Porque hoje, os Adventistas rejeitam o que disse sua "inspirada" profetisa, e dizem que a mudança do Sábado para o Domingo ocorreu no ano 140 AD?

    13. Se a posição atual da Igreja Adventista, é que a mudança da observância do Sábado para o Domingo, em vez de 325 AD (White) ocorreu em 140 AD, esta admissão não significa que eles se apartaram 185 anos de Ellen White (325-140=185) e que se retrocederem apenas 40 anos (do admitido ano 140 AD até o ano 100 AD da era Apostólica) chegarão a verdade de que o primeiro dia da semana, já era adotado pelos cristãos como principal dia de comunhão e adoração? Continua....




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1. "Se os servos de Deus, desde Adão até Moisés, guardaram o Sábado, porque a palavra hebraica (Sabbath, pronúncia Shavéf) para o Sábado semanal, encontrada nos 10 mandamentos (hebraico ha-devarim ou 10 palavras) nunca é encontrada no livro do Gênesis"?

      Irmão Paulo Cadi, assim como alguns afirmam que o sábado não tem validade por que não seria ordenado no N.T, você está fazendo o mesmo em Gênesis!

      São duas DESCULPAS para continuarem se eximindo da observância.

      Como se isso fosse uma REGRA VÁLIDA!

      Se realmente aparece ou não, que diferença isso faz? Nenhuma!

      Mas essa pergunta, você terá que fazer para quem inspirou ou para quem escreveu!

      Estarei do seu lado quando você perguntar!

      E só a palavra do SÁBADO não aparece em Gênesis? Ou teria mais alguma do DECÁLOGO que não aparece?

      Excluir
    2. 2. "Porque os Patriarcas nunca foram instruídos acerca do mandamento do Sábado, mas foram instruídos, sobre: Sacrifícios, Gênesis 4:3-4, Altares, Gênesis 8:20, Sacerdócio, Gênesis 14:18, Dízimos, Gênesis 14:20, Circuncisão, Gênesis 17:10, Casamento, Gênesis 2:24, 34:8-9.

      Porque Deus deixou de fora o "tão importante" mandamento do Sábado"?

      Irmão Paulo Cadi, qual das orientações acima citadas por você e que são importantes claro, fazem parte das DEZ PALAVRAS?

      Nenhuma, não é mesmo?

      Mas, por que o DECÁLOGO sendo tão importante e não apenas o SÁBADO, não foi mencionado neste período?

      E se não foi mencionado é por que não existia?

      Excluir
    3. 3. "Se o fato de Deus escrever os 10 mandamentos, em tábuas de pedra, prova que eles são eternos, então o que aconteceu com as tábuas de pedra que Deus deu para Adão (já que White diz que os 10 mandamentos eternos, originais, estão em duas tábuas de pedra, com o conteúdo igualzinho aos 10 mandamentos dados a Moisés)? Porque Moisés foi o primeiro a ver as tábuas de pedra escritas pelo dedo de Deus"?

      Essa é a mais fácil de todas!

      Assim, como o E.S que inscrever a LEI (moral) em nossos corações pecadores, Adão e Eva à tinham inscritas em seus corações e não em TÁBUAS!

      Próxima...

      Excluir
  31. 14. Porque o testemunho da história universal, de 75-500 AD é 100% unânime no fato de que os cristãos nunca guardaram o Sábado e tem sempre adorado no Domingo?

    15. Porque o testemunho da história universal, 75-500 AD É 100% unânime no fato de que os cristãos observavam a ceia do Senhor, cada Domingo, desde Atos 20:1-7?

    16. Porque o testemunho da história universal, 75-550 AD, é 100% unânime de que os cristãos chamavam o Domingo, o dia do Senhor, porque era o dia em que Jesus ressuscitou dentre os mortos?

    17. Porque nenhum sabatista tem produzido uma citação histórica, de 75-500 AD, onde diga que os cristãos guardavam o Sábado?

    18. Se o Sábado não tem nada a ver com "a lei cerimonial", porque ele está amalgamado na mesma classe de mandamentos, chamada de Santas Convocações? Levítico 23:2.

    19. Se (como afirmam os Adventistas) os 10 mandamentos escritos em duas tábuas de pedra que foram postos dentro da arca, permanecem, mas o livro da lei que ficava encostado no lado de fora da área foi abolido, então, porque Deus pôs duas cópias escritas dos 10 mandamentos no livro da lei, a saber, Êxodo 20 é Deuteronomio 5? Continua.... Pausa...

    ResponderExcluir
  32. Bom o POST, é sobre o DOMINGO, mas vamos LÁ. já que vocês querem tanto fazer aquilo que o irmão Luciano Sena não aprecia que ocorra em suas postagens!

    ResponderExcluir
  33. Irmão Paulo, esse rapaz é seguido de Leandro quandros, sendo que eles tem mania de deturpar aquilo que as pessoas falam, são realmente terríveis nessa prática. Irmão Paulo, posso usar essas perguntas no na mira da inverdade.

    ResponderExcluir
  34. Irmão Paulo, esse rapaz é seguido de Leandro quandros, sendo que eles tem mania de deturpar aquilo que as pessoas falam, são realmente terríveis nessa prática. Irmão Paulo, posso usar essas perguntas no na mira da inverdade.

    ResponderExcluir
  35. Pode sim, irmão Matias.... Eles não vão conseguir refutar esses argumentos, porque a doutrina deles é toda artificial, ainda que a primeira vista pareça ter fundamento. Se os Adventistas tivessem declarações de fontes primárias com citações de primeira mão , provando que os cristãos gentios guardavam o Sábado, os sites deles há muito tempo teriam estes testemunhos, com direito a música de Natal! Kkkkkkk! É o sonho deles! Só que NÃO EXISTE. Depois continua o baile... Vou postar mais alguns comentários, mas antes vou esperar um pouco, para ver se o Alexandre consegue responder as questões....

    ResponderExcluir
  36. À minha primeira pergunta o Alexandre, respondeu 1. "Se os servos de Deus, desde Adão até Moisés, guardaram o Sábado, porque a palavra hebraica (Sabbath, pronúncia Shavéf) para o Sábado semanal, encontrada nos 10 mandamentos (hebraico ha-devarim ou 10 palavras) nunca é encontrada no livro do Gênesis"?

    Resposta do Alexandre "Irmão Paulo Cadi, assim como alguns afirmam que o sábado não tem validade por que não seria ordenado no N.T, você está fazendo o mesmo em Gênesis!

    São duas DESCULPAS para continuarem se eximindo da observância.

    Como se isso fosse uma REGRA VÁLIDA!

    Se realmente aparece ou não, que diferença isso faz? Nenhuma!

    Mas essa pergunta, você terá que fazer para quem inspirou ou para quem escreveu!

    Estarei do seu lado quando você perguntar!

    E só a palavra do SÁBADO não aparece em Gênesis? Ou teria mais alguma do DECÁLOGO que não aparece?"

    Resposta ➡Alexandre disse.... "E só a palavra do SÁBADO não aparece em Gênesis? Ou teria mais alguma do DECÁLOGO que não aparece?"

    Essa é a esperteza dos Adventistas. Eles empurram o problema que eles tem de resolver para você! Eu não estou culpando o Alexandre, pois ele apenas está repassando o que aprendeu! Eu não tenho obrigação de mostrar nenhum mandamento do Decálogo no livro do Genesis. Se está ali em Deuteronomio 4:13; 5:2-4 que a aliança dos 10 mandamentos NÃO HAVIA SIDO FEITA COM OS PATRIARCAS, os Adventistas é que tem de mostrar o mandamento para a guarda do Sábado no livro do Genesis , pois sua profetisa é que ensinou que o Sábado vem sendo observado, como está prescrito em Êxodo 20, desde Adão, e que os livros dela ensinam exatamente o que a Bíblia diz. Eu não tenho de provar nada, porque não creio nisso. Continua.....

    ResponderExcluir
  37. À minha segunda pergunta: "2. Porque os Patriarcas nunca foram instruídos acerca do mandamento do Sábado, mas foram instruídos, sobre: Sacrifícios, Gênesis 4:3-4, Altares, Gênesis 8:20, Sacerdócio, Gênesis 14:18, Dízimos, Gênesis 14:20, Circuncisão, Gênesis 17:10, Casamento, Gênesis 2:24, 34:8-9. Porque Deus deixou de fora o "tão importante" mandamento do Sábado?"

    Alexandre, respondeu..."Irmão Paulo Cadi, qual das orientações acima citadas por você e que são importantes claro, fazem parte das DEZ PALAVRAS?

    Nenhuma, não é mesmo?

    Mas, por que o DECÁLOGO sendo tão importante e não apenas o SÁBADO, não foi mencionado neste período?

    E se não foi mencionado é por queIrmão Paulo Cadi, qual das orientações acima citadas por você e que são importantes claro, fazem parte das DEZ PALAVRAS?

    Nenhuma, não é mesmo?

    Mas, por que o DECÁLOGO sendo tão importante e não apenas o SÁBADO, não foi mencionado neste período?

    E se não foi mencionado é por que não existia? não existia?"

    Resposta➡ Não sei, você é que tem de responder! Olhe! Ellen White disse que os 10 mandamentos que Moisés recebeu no Sinai, são, preste atenção, são UMA TRANSCRIÇÃO, UMA CÓPIA EXATA, dos 10 mandamentos originais que estão no céu.

    Você sabe o que significa uma TRANSCRIÇÃO?

    Transcrição é uma reprodução, uma duplicata, de um texto. Ellen White, afirmou que os 10 mandamentos que Moisés recebeu eram uma cópia exata dos 10 mandamentos que se encontram no santuário celestial.

    Leia Êxodo 20 e depois pense consigo mesmo se o que ali está escrito pode ser a lei eterna de Deus que existe (com aquele conteúdo desde a eternidade).

    No mandamento do Sábado reza...

    "... nem o teu escravo, nem a tua escrava, nem teu animal, nem o estrangeiro que vive dentro das tuas portas."

    Está expressão aí em cima... "dentro das tuas portas"... não significa "dentro da casa ou propriedade da pessoa", ainda que por extensão venha a significar também isto, mas primeiramente significa "dentro das portas da Nação de Israel. Deus, aqui, está se dirigindo à Nação como um todo, e não à indivíduos.

    Pergunto: Adão podia ter escravos? Como, o "estrangeiro" poderia visitar Adão, se todos os homens eram da sua descendência? Se era da vontade de Deus que toda a humanidade, desde Adão, observasse o Sábado, porque não deu a conhecer este mandamento para os chineses, indianos, aborígenes, africanos etc?

    continua.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Paulo Cadi, isso seria uma TRANSCRIÇÃO EXATA que está no CÉU em que momento?

      Em que momento ela viu a TRANSCRIÇÃO EXATA no CÉU?

      No ÉDEN?
      No SINAI?
      Na CRUZ?
      Em 1844?
      No Tempo em que ela viveu?
      Na 2ª vinda de Cristo?
      Após o Milênio?

      Em que momento ela viu esta TRANSCRIÇÃO?

      Excluir
    2. Você é que tem de saber! Não é você o Adventista? Ellen White afirma todo o tempo que o decálogo (Êxodo 20) é a lei eterna de Deus. Estas afirmacões estão espalhadas pelos escritos dela.

      Você não sabia disto?! Os dez mandamentos de Êxodo 20, com aquele conteúdo ali, é ou não é a lei eterna de Deus? Vai ver que os anjos tinham esposas, propriedades, escravos e escravas, haviam nações inimigas ao redor, também possuíam vacas, bois e jumentos, dias de 24 horas, etc....

      Bem, se para você, o decálogo, "como está redigido em êxodo 20", não é a lei eterna de Deus, então,vocês estão agora sendo julgados (juízo investigativo) pelo decálogo de Êxodo 20, que é uma lei provisória, que depois vai ser descartada!

      Os dez mandamentos "como estão escritos em Êxodo 20", é a lei eterna de Deus ou não?

      O que é eterno por natureza, não pode ter princípio. Se a lei eterna de Deus é o decálogo de Êxodo 20, então, antes de haver a criação teria de haver pessoas para cumprir aqueles preceitos, e então já haveria o pecado antes mesmo do mundo existir!

      Se você concorda que os dez mandamentos "com aquele conteúdo de Êxodo 20", não é a lei eterna de Deus, então, sendo vocês os paladinos da aliança do Sinai, terão de esclarecer para nós, se a lei pela qual os crentes estão sendo agora julgados, no juízo investigativo desde 22 de Outubro de 1844, é a lei eterna de Deus, ou não!

      Se para você, o decálogo de Êxodo 20, não é a lei eterna de Deus, mas sim uma expressão contextual dela, então terá de concordar que o julgamento final não pode ter como padrão, uma lei que é uma expressão contextual, veja o conteúdo dela (Êxodo 20) da verdadeira lei de Deus, expressada no Evangelho (boas novas) do novo nascimento, a natureza divina implantada no crente....coisa rara em nossos dias....!

      Alexandre, a pergunta é... O decálogo com aquele conteúdo lá em Êxodo 20, incluíndo o Sábado, onde não se podia trabalhar de um entardecer ao outro, onde era permitido o escravo descansar, e que consistia de uma punição sumária para seus transgressores, é a lei eterna de Deus, pelo qual o mundo será julgado? Eu não estou perguntando se o decálogo é a expressão contextualizada da lei de Deus, porque isto não vale para vocês, senão a doutrina do juízo investigativo se desmonta sozinha, porque Ellen White afirmou que os dez mandamentos que Moisés recebeu, é uma cópia exata dos dez mandamentos que estão dentro da arca, no céu.

      A pergunta é....Os dez mandamentos de Êxodo 20....como ali estão escritos....é a lei eterna de Deus?

      Se para você é a lei eterna de Deus, poderia nos explicar como aqueles mandamentos se aplicariam aos seres angélicos, que já existiam muito antes de haver o mundo?


      Se para você, o decálogo como está em Êxodo 20, não é a lei eterna e espiritual de Deus, poderia nos informar qual é a lei de Deus?

      Esperando resposta....



      Excluir
  38. À minha terceira pergunta....

    3. "Se o fato de Deus escrever os 10 mandamentos, em tábuas de pedra, prova que eles são eternos, então o que aconteceu com as tábuas de pedra que Deus deu para Adão (já que White diz que os 10 mandamentos eternos, originais, estão em duas tábuas de pedra, com o conteúdo igualzinho aos 10 mandamentos dados a Moisés)? Porque Moisés foi o primeiro a ver as tábuas de pedra escritas pelo dedo de Deus"

    O Alexandre, respondeu...

    "Essa é a mais fácil de todas!

    Assim, como o E.S que inscrever a LEI (moral) em nossos corações pecadores, Adão e Eva à tinham inscritas em seus corações e não em TÁBUAS!"

    Resposta➡Você quer dizer que Adão tinha em seu coração ou em sua natureza, o decálogo exatamente como está escrito em Êxodo 20?

    Os Adventistas, fazem assim. Quando eles querem provar a obrigação de guardar o Sábado, eles são literalistas na apresentação do mandamento. Mas quando são confrontados com os problemas que uma interpretação literal do mandamento dentro da realidade cristã, lhes traz, então eles começam a fazer uma interpretação mais "espiritual" dos 10 mandamentos.

    Continua....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não, eles possuíam inscritos em seus corações os princípios morais e não um CÓDIGO!

      Excluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Por mais que possamos explicar com textos bíblicos a verdade a esses adventistas legalistas, eles já mais vão aceitar.isso porque dão mais crédito as heresias de EGW do Que a verdade libertadora da Bíblia.
    Por mais que mostramos na Bíblia as contratações dos escritos de EGW,eles não aceitam.
    Só nos resta combater com sabedoria esse seita herética.
    GL 1:8 Mais, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, irmão Dam. Quando o amigo diz que os adventistas são legalistas, está praticando a mentira. Para se convencer alguém de uma verdade bíblica, porém, é necessário fazer inteiro uso da verdade.

      E ainda é necessário conhecer a Bíblia que se pretende ensinar (ler e entender), não utilizando os versos bíblicos, isolados e fora do seu contexto, como pretexto para se atacar pessoas ou religiões. A Bíblia não foi construída com este propósito.

      Outro fato, é que o cristão tem um proceder transformado segundo o caráter de Cristo. Este cristão não chama algo de seita com o intuito de ofender, nem pratica a intolerância.

      Amor, verdade e conhecimento bíblico são pontos essenciais que definem um verdadeiro cristão.

      Pense nisto irmão.

      Excluir
  41. Voce deveria responder as pergunta, se é que pode.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondido, já a algum tempo:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2016/06/comentario-o-sabado-e-sua-essencia-do.html

      Excluir
  42. ALEXANDRE DIETRICH 21 de junho de 2016 00:45

    Irmão Paulo Cadi, isso seria uma TRANSCRIÇÃO EXATA que está no CÉU em que momento?

    Em que momento ela viu a TRANSCRIÇÃO EXATA no CÉU?

    No ÉDEN?
    No SINAI?
    Na CRUZ?
    Em 1844?
    No Tempo em que ela viveu?
    Na 2ª vinda de Cristo?
    Após o Milênio?

    Em que momento ela viu esta TRANSCRIÇÃO?



    Paulo Cadi 21 de junho de 2016 09:31

    Você é que tem de saber! Não é você o Adventista? Ellen White afirma todo o tempo que o decálogo (Êxodo 20) é a lei eterna de Deus. Estas afirmacões estão espalhadas pelos escritos dela.

    Você não sabia disto?! Os dez mandamentos de Êxodo 20, com aquele conteúdo ali, é ou não é a lei eterna de Deus? Vai ver que os anjos tinham esposas, propriedades, escravos e escravas, haviam nações inimigas ao redor, também possuíam vacas, bois e jumentos, dias de 24 horas, etc....

    Bem, se para você, o decálogo, "como está redigido em êxodo 20", não é a lei eterna de Deus, então,vocês estão agora sendo julgados (juízo investigativo) pelo decálogo de Êxodo 20, que é uma lei provisória, que depois vai ser descartada!

    Os dez mandamentos "como estão escritos em Êxodo 20", é a lei eterna de Deus ou não?

    O que é eterno por natureza, não pode ter princípio. Se a lei eterna de Deus é o decálogo de Êxodo 20, então, antes de haver a criação teria de haver pessoas para cumprir aqueles preceitos, e então já haveria o pecado antes mesmo do mundo existir!

    Se você concorda que os dez mandamentos "com aquele conteúdo de Êxodo 20", não é a lei eterna de Deus, então, sendo vocês os paladinos da aliança do Sinai, terão de esclarecer para nós, se a lei pela qual os crentes estão sendo agora julgados, no juízo investigativo desde 22 de Outubro de 1844, é a lei eterna de Deus, ou não!

    Se para você, o decálogo de Êxodo 20, não é a lei eterna de Deus, mas sim uma expressão contextual dela, então terá de concordar que o julgamento final não pode ter como padrão, uma lei que é uma expressão contextual, veja o conteúdo dela (Êxodo 20) da verdadeira lei de Deus, expressada no Evangelho (boas novas) do novo nascimento, a natureza divina implantada no crente....coisa rara em nossos dias....!

    Alexandre, a pergunta é... O decálogo com aquele conteúdo lá em Êxodo 20, incluíndo o Sábado, onde não se podia trabalhar de um entardecer ao outro, onde era permitido o escravo descansar, e que consistia de uma punição sumária para seus transgressores, é a lei eterna de Deus, pelo qual o mundo será julgado? Eu não estou perguntando se o decálogo é a expressão contextualizada da lei de Deus, porque isto não vale para vocês, senão a doutrina do juízo investigativo se desmonta sozinha, porque Ellen White afirmou que os dez mandamentos que Moisés recebeu, é uma cópia exata dos dez mandamentos que estão dentro da arca, no céu.

    A pergunta é....Os dez mandamentos de Êxodo 20....como ali estão escritos....é a lei eterna de Deus?

    Se para você é a lei eterna de Deus, poderia nos explicar como aqueles mandamentos se aplicariam aos seres angélicos, que já existiam muito antes de haver o mundo?


    Se para você, o decálogo como está em Êxodo 20, não é a lei eterna e espiritual de Deus, poderia nos informar qual é a lei de Deus?

    Esperando resposta....

    ResponderExcluir
  43. Alexandre, você disse..."Irmão Paulo Cadi, isso seria uma TRANSCRIÇÃO EXATA que está no CÉU em que momento?

    Em que momento ela viu a TRANSCRIÇÃO EXATA no CÉU?

    No ÉDEN?
    No SINAI?
    Na CRUZ?
    Em 1844?
    No Tempo em que ela viveu?
    Na 2ª vinda de Cristo?
    Após o Milênio?

    Em que momento ela viu esta TRANSCRIÇÃO?"

    Resposta...Talvez você não tenha entendido.

    Eu disse que, Ellen White, categoricamente, afirmou que, os 10 mandamentos que Moisés recebeu no Sinai, eram uma cópia exata dos dez mandamentos originais que se encontram no céu.

    Do ponto de vista Adventista, não interessa quando Deus redigiu e colocou os 10 mandamentos originais na arca do céu. O que vocês tem de responder é se os 10 mandamentos originais que Deus, redigiu no céu, dos quais os dez mandamentos que Moisés recebeu no Sinai, eram uma transcrição exata, é a lei eterna de Deus ou não é a lei eterna de Deus!



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia irmão Paulo Cadi!

      O seu questionamento é o seguinte e apenas com o SÁBADO por causa dos ESCRAVOS!

      1) No CÉU, os anjos adoravam outros deuses ou apenas a DEUS?

      2) No CÉU, os anjos adoravam IMAGENS de ESCULTURA?

      3) No CÉU, os anjos tomavam o nome de DEUS em vão?

      4) No CEÚ, os anjos descansavam no SÁBADO? Existia sábado no CÉU?

      5) No CÉU, existiam pais (humanos) para serem DESONRADOS? Anjos procriam, possuem PAI? Constituem família?

      6) Existiam humanos no CÉU? Podiam morrer? Anjos MORREM? Anjos podem MATAR?

      7) Existiam humanos no CÉU para adulterarem? Anjos constituem família? Anjos adulteram?

      8) Existiam humanos no CÉU para furtarem? Os anjos furtavam?

      9) Existiam humanos no CÉU para mentirem? Os Anjos mentiam?

      10) Existiam humanos no CÉU para cobiçarem? Os Anjos cobiçavam?

      Assim, fica mais lógico o seu questionamento! Não apenas com o sábado!

      LÚCIFER, cometeu justamente o PECADO de COBIÇA, mas estava ESCRITO em TÁBUAS de PEDRA que ele ou qualquer outro anjo não poderia fazer isso?

      Ou o princípio da LEI MORAL de DEUS estava neles por terem sido CRIADOS SANTOS e perfeitos?

      Seus questionamentos a este respeito são de desespero por quem não quer aceitar a MORALIDADE e ETERNIDADE dos PRINCÍPIOS da LEI inerentes ao CARÁTER de DEUS.

      Mais, uma vez eu recomendo: como o irmão está ansioso por saber estas resposta. Ore a Deus, que ELE o responderá! E como você está intensamente interessado na afirmação de EGW, continue lendo os livros dela que quem sabe você não vai encontrar, já que o irmão virou um estudioso do adventismo!

      Cuidado para não se converter ao adventismo!

      A parte boa, e que vou continuar lhe chamando de irmão!

      Abraços!

      Excluir
  44. Não, eu não tenho que saber, pois não estou bitolado na letra e muito menos tentando colocar defeito na LEI como você tem feito apenas par satisfazer a sua vontade de simplesmente rejeitar a observância da LEI e me parece que de forma mais especial o sábado!

    Se você não sabe, mas quer saber!

    Continue a ler os LIVROS dela que assim, quem sabe você não encontra!

    O que você questiona, mas não percebe é a mesma coisa que existia com o: "OLHO POR OLHO e DENTE POR DENTE".

    Por que isso foi permitido e não o é mais?

    Essa é a questão!

    Por que é citado ESCRAVOS ou SERVOS no 4º?

    O DECÁLOGO é uma coisa só!

    Se você ataca UM, seja no minimo coerente e ataque à todos! Não apenas o que você não quer observar!

    Simples, a LEI é ETERNA em seu CARÁTER MORAL e não por estar em TÁBUAS de PEDRA!

    Lembra que Dt, Lv e Mt resumem a LEI no princípio do AMOR?

    LÚCIFER pecou apenas por que as TÁBUAS da LEI estavam na ARCA da ALIANÇA no CÉU ou por que ele quebrou a LEI MORAL que é a REPRESENTAÇÃO do CARÁTER de DEUS? E existiam as TÁBUAS da LEI neste momento? E existia a ARCA da ALIANÇA neste momento? E o SANTUÁRIO CELESTIAL já existia neste momento?

    Eu entendo que não, mas isso quer dizer que a LEI MORAL de DEUS que uma representação inerente ao CARÁTER de DEUS, sempre existiu e sempre vai existir! Mas o irmão enxerga a letra! Vamos fazer o que não é mesmo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  45. Realmente irmão Paulo, essa mulher é a Maria dos adventista, isso está muito claro com o esforço que esses homens fazem para defender tanta heresia dessa falsa profetisa do engano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão matias.

      O irmão se referia à "heresia" sobre os conceitos morais de Deus serem eternamente existentes?

      Sobre Deus implantar este senso moral em suas criaturas?

      O irmão não mata, não mente e não furta apenas porque existe uma lei civil que lhe traz condenação?

      Ou é algo que existe implantado internamente e que lhe diz que tais maldades são coisas que o amigo não deve fazer?

      E isto foi colocado no homem desde quando? Desde que a lei foi escrita em tábuas de pedra? Ou desde que o primeiro homem e a primeira mulher foram criados?

      Quando uma pessoa diz que fazer sexo com a própria mãe é imoral, é porque leu na Lei de Deus que isto é imoral, irmão Matias? É porque a constituição do seu país disse que isso é imoral irmão Matias?

      Ou é algo que atenta contra a lei moral que Deus implantou dentro de nós irmão matias?

      Excluir
  46. Pois é, irmão Matias, o Alexandre não respondeu as minhas perguntas! Ficou dando voltas, e nada.... Nada contra o Alexandre. Por certo, ele é um rapaz esclarecido, boa gente, mas a doutrina Adventista, com certeza não é doutrina Apostólica, mas foi inventada à partir de 1844 por um grupo de seguidores de William Miller.


    Daqui à pouco continua.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, irmão Paulo, faça do Antigo Testamento e dos evangelhos também a sua regra de fé e não verá problemas em aceitar a eternidade dos conceitos morais de Deus.

      Usar somente as epístolas como Bíblia, é a causa da anemia espiritual de muitos irmãos.

      Excluir
  47. AS testemunhas de jeová parece que aprendeu com os adventista.

    ResponderExcluir
  48. AS testemunhas de jeová parece que aprendeu com os adventista.

    ResponderExcluir
  49. PERGUNTA PARA OS ADVENTISTAS: NO LIVRO DE JEREMIAS DEUS CHAMA ATENÇÃO DO POVO NO SENTIDO DE NÃO TRANSGREDIR O SÁBADO LEVANDO CARGAS;Assim diz o Senhor: Por amor à vida de vocês, tenham o cuidado de não levar cargas nem de fazê-las passar pelas portas de Jerusalém no dia de sábado. NO ENTANTO, JESUS DEPOIS DE CURAR O PARALÍTICO MANDA ELE CARREGAR O SEU LEITO. MINHA PERGUNTA É JESUS INDUZIU O PARALÍTICO A TRANSGREDIR SUA PRÓPRIO MANDAMENTO. PERGUNTA NÃO OFENDE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão ferro, o amigo tem dificuldades em diferenciar o abastecimento de um caminhão com mercadorias e o levar de seu travesseiro para um rede?

      Excluir
    2. Sr. Adventista, tocou num ponto essencial. Mostre-nos qual a dosagem correta para uma tambem correta observância. Acredito que não deva ser uma dosagem pessoal.
      Difícil? Eis o mistério e a pedra a ser removida.

      Excluir
  50. Em Colossenses 2:16-17, o Apóstolo Paulo declarou: “Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo”. Da mesma forma, Romanos 14:5 diz: “Um faz diferença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente”. Essas passagens deixam bem claro que, para o Cristão, guardar o Sábado é uma questão de liberdade espiritual, não um comando de Deus. Guardar o Sábado é um assunto sobre o qual a Palavra de Deus nos diz para não julgarmos uns aos outros. Guardar o Sábado é uma questão que cada Cristão deve estar convencido em sua própria mente.Fico com essa opção.

    ResponderExcluir
  51. Por que os relatos do novo testamento só evidenciam os cristão se reunido no primeiro de da semana e não no sábado? Atos 2:46-47-(Atos 20:7; 1 Coríntios 16:2

    ResponderExcluir
  52. Na verdade, ainda bem que Jesus não pecou , porque se não estaríamos todos perdidos, seríamos todos aniquilados e só sobrariam os seres que existem em outro planeta como disse a grande profeta...mais graças a Deus pela entrada de Jesus no santo dos santos em 1844 como está escrito naquela passagem lá, qual é mesmo, graças a Deus por satanás que vai levar meus pecados e graças a Deus pelo sábado que no fim vai decidir quem vai se r salvo e quem vai adorar a besta...isso é muita imaginação. ..perder tempo é discutir com seguidores dessa mulher, só possuem o sábado na boca, nunca os vejo falando de outra coisa!! Parabéns pela guarda do sábado , vamos iniciar uma campanha pra fechar todos hospitais, médicos não devem trabalhar no sábado, pessoas idosas que dependem de motorista no sábado devem ficar em casa!! Muito bom, fantástico!

    ResponderExcluir
  53. Na segunda? Na terca? Na quarta? Na quinta? Sexta?...domingo?

    ResponderExcluir
  54. Na segunda? Na terca? Na quarta? Na quinta? Sexta?...domingo?

    ResponderExcluir
  55. Olá a todos! Depois irei continuar o assunto.

    Minhas perguntas [dia 11, acima] não foram respondidas.

    Eu quero esclarecer que ao falar sobre qualquer tema bíblico, incluíndo os 10 mandamentos, tenho a maior reverência. De Gênesis 1:1 até Apocalipse 22:21, para os cristãos, é a inerrante palavra escrita de Deus. Eu posso ironizar em cima dos argumentos que são usados para impor o decálogo como redigido em Êxodo 20, sobre os gentios, mas
    não em cima do decálogo em si. Eu tenho reverência por toda a palavra de Deus, mesmo por aqueles 613 preceitos de Torah.

    Existem muitos, no meio evangélico, que ao falar do decálogo costumam usar uma forma depreciativa; isto é errado!

    Agora, eu não posso concordar com doutrinas não secundadas pelas escrituras, como, a doutrina Adventista do Juízo Investigativo, que submete os crentes ainda "debaixo da lei" (a expressão "debaixo da lei" usada pelo apóstolo Paulo, significa estar sob a "condenação da lei", "do julgamento final pela lei."

    Aqueles que estão "em Cristo" não irão ser julgados pelo decálogo, porque Cristo já foi julgado por eles.

    Os Adventistas com a doutrina do Juízo Investigativo, pervertem os claro ensinos do Evangelho, porque submetem aqueles que estão "em Cristo" AINDA DEBAIXO DA CONDENAÇÃO DA LEI, que é o significado bíblico de estar "debaixo da lei."

    Segundo está doutrina, desde 22 de Outubro de 1844, Cristo encontra-se presentemente julgando quem vai ser salvo ou não, de acordo com aquilo que está escrito no decálogo de Êxodo 20.

    Este ensinamento não é doutrina do Evangelho, mas judaísmo travestido de cristianismo. A doutrina do Juízo Investigativo NÃO É EVANGELHO, BOAS NOTÍCIAS.

    No dia da Expiação em Levítico 23:26-32, de onde os Adventistas tiraram essa doutrina do Juízo Investigativo, para relocarem-na dentro do Evangelho, é dito que "toda a alma deveria se afligir, se humilhar e NÃO ERA PERMITIDO TRABALHAR, pois, o dia era considerado um Sábado, e, portanto, UM DIA DE DESCANSO. Sendo que os Adventistas dizem que Cristo, desde 22 de Outubro de 1844, está efetuando a obra do sumo sacerdote no Dia da Expiação de Levítico 23:26-32, ONDE NÃO ERA PERMITIDO TRABALHAR, PORQUE O DIA DA EXPIACÃO ERA CONSIDERADO SÁBADO, os Adventistas está o transgredindo o dia da Expiação que afirmam estar desde 22 de Outubro de 1844!

    Trata-se de uma doutrina híbrida, mistura de Evangelho, com a lei de Moisés. Porque a Torah é chamada de lei de Moisés, se toda ela, o decálogo e o restante foi promulgada por Deus?

    Porque a aplicabilidade da lei, foi efetuada pelos homens delegados para isso, Moisés e Arão, com o sacerdócio levítico. Os Adventistas colocam o sacerdócio levítico DENTRO DO EVANGELHO...Aí está o erro deles. Fazem o crente passar pelo julgamento da lei, exatamente o contrário do que o apóstolo Paulo ensinou pela revelação de Jesus Cristo.

    Então, quando tratamos sobre o Adventismo, o caso não é tanto o decálogo, mas a doutrina do Juízo Investigativo, no qual o decálogo está inserido como padrão de julgamento para os crentes, pelo próprio Cristo....Está interpretação está errada, porque faz de Cristo nosso Juiz quando na verdade ele é nosso Advogado e Deus Pai também, pois ele está em Cristo. O Espírito Santo é nosso Advogado, o Filho é nosso Advogado e o Pai que deu seu Filhos Unigênito é nosso Advogado!

    Deus é o Juiz sobre os incrédulos e impenitentes, mas não sobre a Igreja pela qual o seu próprio Filho morreu e ressuscitou.

    Então, não tem como separar o decálogo da doutrina do Juízo Investigativo, quando tratamos sobre o Adventismo. Para a doutrina Adventista o decálogo não é somente um padrão de conduta para o crente, mas também o padrão para o qual os crentes nascidos de novo serão julgados. ISTO NÃO É O

    EVANGELHO...TRATA-SE DE UM FALSO EVANGELHO.

    CRISTO foi julgado no lugar dos eleitos, exatamente para evitar que eles enfrentem o julgamento e a divinas.....continua à noite.....

    ResponderExcluir
  56. Correcão: No final ler...."o julgamento e ira divinas.

    ResponderExcluir
  57. Paulo, se a doutrina do investigativo contradiz o evangelho isso quer dizer que quem aceita tal doutrina esta no completo engano?

    ResponderExcluir
  58. É claro, irmão Matias. Os dez mandamentos na doutrina Adventista não estão "soltos", mas "funcionam" dentro do Juízo Investigativo. Nesta doutrina o Adventismo se movimenta, tem o seu ser, deve-lhe a existência.... Se esta doutrina for mostrada falsa, em desacordo com o Evangelho que o apóstolo Paulo recebeu de Jesus Cristo, o Adventismo capuft, vai "pro" saco!

    Por isso quando se trata de Adventismo, não adianta tocar somente no assunto do Sábado ou decálogo, porque o decálogo na teologia Adventista, à qual eles chamam de teologia revelada por causa dos escritos de Ellen White.....o decálogo no Adventismo opera dentro do santuário celestial, como norma de aferimento pela qual os crentes estão sendo julgados por Deus Pai e seu Filho Jesus Cristo.

    Para os Adventistas o decálogo não é somente uma norma de conduta, mas é também a norma pela qual os crentes estão sendo julgados no presente momento. Segundo Ellen White os crentes ainda estão "parcialmente" debaixo da condenação da lei.....Parcialmente porque ainda que eles estejam sendo julgados tendo os dez mandamentos como norma de julgamento, tem acesso ao perdão pelo arrependimento.

    Esta doutrina não tem base bíblica e não encontra guarida no Evangelho que Paulo pregou, devendo por tanto ser rejeitada.

    Depois continua.....

    ResponderExcluir
  59. Infelizmente estão cegos e não conseguem ver a Graça de Deus através de Jesus. ( Tg.2.10 ).
    Como ser salvo pela Lei, se sempre falhamos no til. somos réus de todos . Estamos perdidos.
    Somente sendo justificados mediante a fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, Aleluia !!!
    Ele nos transportou do império da trevas , para o Reino do Filho de Seu Amor. Glória a Deus !!!
    Como é bom descansar no favor imerecido do Senhor ( Ef.2.8-9 ). Santo é O Seu Nome !!!
    Maravilhoso descansar em Seus braços de Amor e saber que nossa salvação depende dEle. Pois é O Autor !.
    Hoje somos novas criaturas ( Criação - Grego ). Nascemos do Espirito Santo ! Vida Nova, Nova natureza, novos desejos , novas pespectívas, Novos propósitos. Queremos viver para glória de Deus.
    O Pastor Supremo, nos guarda de tropeçar, cuida bem de Suas ovelhas. ( Jo.10.28; Jo.5.24 ).

    A Ele toda honra e toda glória, pelos séculos dos séculos, Amém !!!

    Em Cristo

    Wilton

    ResponderExcluir
  60. Olá, irmão Luiz,

    O estado do salvo é uma restauração ao estado anterior em Adão, nos tornando semelhantes a Cristo.

    O que acontece se um salvo começar a matar, furtar e adulterar até a volta de Cristo?

    Isto mostra de que tal pessoa não se converteu realmente.

    E nos dias da volta de Cristo, Deus separará o joio e o trigo que crescem juntos dentro da igreja.

    Sendo que todos foram salvos por Cristo, por qual critério Deus levará uns e deixará outros?

    ResponderExcluir
  61. A bíblia diz a lei se resumo no amor,portanto, todos que amam não pratica nada disso. Por isso não vivemos de baixo da lei, mas do amor de Cristo e sua graças.

    ResponderExcluir
  62. A bíblia diz a lei se resumo no amor,portanto, todos que amam não pratica nada disso. Por isso não vivemos de baixo da lei, mas do amor de Cristo e sua graças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ferroefogo, os que amam atransgridem algum dos mandamentos?

      Pergunte-se por que Deus escreveu 10 mandamentos e não 9.

      Pergunte-se por que alguns cristãos detestam o 4º mandamento.

      O que há de ruim no sábado?

      Excluir
    2. Nunca foi uma questão de detestar ou de querer transgredir ou, ainda de achar que há algo de ruim. Oque você diz não vem de sua própria mente. Você foi induzido a acreditar em uma conspiração universal; a temer os que não são do mesmo segmento; você vê "bichinhos" em todos os lugares que não pertencem à denominação; foi doutrinado para também doutrinar a mesma paranóia persecutória, para cativar mais pagantes.
      Oque ocorreu foi uma mudança: transformação do Judaísmo para o Cristianismo. São inúmeras passagens da biblia que deixam muito claras essa mudança. Ocorre que a interpretação feita pela IASD a torna exclusivista e proprietária única da salvação e se voce sr. Adv. Faz uma leitura bonita e sabemos que não sincera, quanto as outras denominações, saiba que os adventistas em geral absorveram a ideia separatista e exclusivista, os quais temem e denigram, até a sombra do que se refere a denominação dos "outros".
      "Narciso odeia tudo que não é espelho".
      Não há conspiração das denominações mais antigas, não há influência maligna nas oposições à vossa denominação; não sois seres diferenciados ou preferenciais na salvação, são apenas seguidores do Cristo com o olhar voltado ao passado através das "visões" de uma suposta profetisa.

      Excluir
  63. Esse esforço todo é por causa de Ellen White é. Hum hum!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sábado nos relembra de que a Cristandade se afastou de Deus, irmão ferroefogo. Ao preferirem a mentira e o domingo, demonstra-se que a igreja não voltou atrás de sua decisão de seguir as tendências do mundo, deixando de lado os mandamentos de Deus.

      Não por falta de conhecimento, não por falta de saberem que o sábado é o verdadeiro dia a ser santificado.

      Entendem mas não admitem.

      E Deus olha, irmão ferroefogo, o coração de cada um.

      Porta estreita e porta larga, irmão ferroefogo.

      Ou se segue a Deus, ou se segue preceito de homens.

      O povo de Deus, são os sinceros que estão dentro de cada igreja.

      Excluir
  64. Esse esforço todo é por causa de Ellen White é. Hum hum!!

    ResponderExcluir
  65. Porque nenhum sabatista tem produzido uma citação histórica, de 75-500 AD, onde diga que os cristãos guardavam o Sábado?

    ResponderExcluir
  66. Porque nenhum sabatista tem produzido uma citação histórica, de 75-500 AD, onde diga que os cristãos guardavam o Sábado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Matias, você esta procurando pelo em ovo!

      Pela bíblia, o irmão aceita 9 por amor e rejeita 1 pela graça barata!

      Agora o irmão quer cancelar o sábado pela PATRÍSTICA? (rs)

      A PATRÍSTICA não confirma nem o domingo (não bíblico), quanto mais o cancelamento do sábado (um mandamento)!

      Os fatos HISTÓRICOS apenas nos dizem, QUANDO, QUEM, ONDE, POR QUE e etc! Não possuem autoridade para ESTABELECER ou DERRUBAR qualquer que seja o relato bíblico!

      Excluir
    2. Irmão Matias...

      POR QUANTO TEMPO O SÁBADO CONTINUOU SENDO GUARDADO APÓS A RESSURREIÇÃO?

      "A primeira evidência histórica concreta sobre a existência de cristãos observadores do domingo é encontrada somente na metade do segundo século de nossa era".

      Isso é verdade ou mentira pela PATRÍSTICA?

      Excluir
    3. SÉCULO II

      Justino Mártir (100-165):

      "Devemos unir-nos a eles [observadores do sábado], associando-nos com eles em tudo, como parentes e irmãos." - Dialogue With Trypho, em The Ante-Nicene Fathers, vol. I, pág. 218.

      Isso é verdade ou mentira pela PATRÍSTICA?

      Excluir
    4. SÉCULO III

      Orígenes (185-254):

      "Depois da celebração do sacrifício contínuo (a crucifixão), vem a segunda festividade, do sábado, e é apropriado para quem for direito entre os santos, celebrar também a festa do sábado. E qual é, de fato, a festa do sábado, senão a de que o apóstolo disse: 'Portanto resta ainda um sabatismo para o povo de Deus?' Hebreus 4:9. Deixando, pois, de lado a observância judaica do sábado, que espécie de observância se espera do cristão? No sábado nenhum ato mundano deve ser realizado. Se, portanto, repousardes de todas as obras seculares, não deveis fazer coisa alguma mundana, mas estareis livres para as obras espirituais, indo à igreja, dedicando atenção à leitura sagrada e aos estudos de assuntos divinos, pensando nas coisas celestiais e na vida futura, bem como no julgamento vindouro, sem atentar para as coisas atuais e visíveis, mas para as invisíveis e futuras."

      Homily on Numbers 23, par. 4, em Migne, Patrologia Graeca, vol. XII. cols. 749 e 750.

      Isso é verdade ou mentira pela PATRÍSTICA?

      Excluir
    5. SÉCULO IV

      Hermas Sozomeno (399-443):

      "O povo de Constantinopla, e de quase todas as partes, reúne-se no sábado, bem como no primeiro dia da semana, costume que nunca se observa em Roma (observar o sábado como em Constantinopla e todas as partes), nem em Alexandria."

      Ecclesiastical History, livro 7, cap. 19, em Nicene and Post-Nicene Fathers, 2.ª série, vol. II, pág. 390.

      Johannes Cassianus, monge egípcio, (360-435), descrevendo a vida monástica:

      "Portanto, exceto os cultos vespertinos e noturnos, só há culto de dia no sábado e no primeiro dia da semana, quando os monges se reúnem à terceira hora [nove horas] para a santa comunhão."

      De Institutione Coenobiorum, livro III, cap. 2, em Nicene and Post-Nicene Fathers, 2.ª série, vol. XI, pág. 213.


      Constituições dos Santos Apóstolos (produto de escritores da Igreja Oriental). Embora também ordene a guarda do domingo, assim indica a guarda do sábado:

      "Observarás o sábado por causa dAquele que repousou da obra da criação, mas não cessou Sua obra de providência. É repouso para meditação sobre a lei, e não para ficar com as mãos ociosas."

      Constitutions of the Holy Apostles, livro II, sec. 5, cap. 36. The Ante-Nicene Fathers, vol. VII, pág. 413.

      Atanásio (298-373):

      "Reunimo-nos no dia de sábado não porque estejamos infectados de judaísmo... Achegamo-nos ao sábado para adorar a Cristo, o Senhor do sábado."

      Pseudoathan, de semente, tomo I, pág. 885.

      Agostinho (354-430):

      "Neste dia, que é sábado, costumam reunir-se, na maior parte, os desejosos da Palavra de Deus... Em alguns lugares, a comunhão ocorre diariamente; em outros, somente no sábado; e em outros, somente no domingo."

      Sermão 128, tomo VII, pág. 629, Epistola ad Janerius, cap. 2.

      Edward Brerewood, historiador (1565-1615), depois de exaustiva pesquisa do assunto:

      "O sábado foi religiosamente observado na Igreja do Oriente, durante mais de trezentos anos depois da paixão do Salvador."

      A Learned Treatise of the Sabbath, pág. 77.

      Joseph Bingham (pesquisador de história da igreja cristã, que viveu na Inglaterra no século XVIII):

      "Depois do dia do Senhor, os antigos cristãos eram cuidadosos na observância do sábado, ou sétimo dia, que era o primitivo sábado judaico. Alguns o observavam como dia de jejum, outros como dia festivo. Todos,porém, unanimente o guardavam como o mais solene dos dias religiosos de culto e adoração. Na Igreja Oriental era sempre observado como dia de festa."

      Origines Eclesiasticae, ou Antiquities of the Christian Church, livro XX, cap. 3, par. 1.

      Isso é verdade ou mentira pela PATRÍSTICA?

      Excluir
    6. SÉCULO V

      SÓCRATES, o ECLESIÁSTICO (historiador - 379-440):

      "Conquanto quase todas as igrejas do mundo celebrassem os sacramentos aos sábados, cada semana, os cristãos de Alexandria e de Roma, por causa de alguma tradição, deixaram de fazer isto."

      Ecclesiastical History, livro V, cap. 22 (escrito em 439 d.C.), em Nicene and Post-Nicene Fathers, 2.ª série, vol. II, pág. 132.

      LYMAN COLEMAN (1796-1882), após minuciosa pesquisa:

      "Retrocedendo mesmo até ao quinto século, foi contínua a observância do sábado judaico na igreja cristã, mas com rigor e solenidade gradualmente decrescentes, até ser de todo abolida."

      Ancient Christianity Exemplified (1852), cap. 26, seção 2.


      ANDREW LANG (1844-1912), erudito grego-escocês, historiador, referindo-se à igreja do norte da Escócia no décimo primeiro século, igreja fundada por Columba:

      "Eles trabalhavam no DOMINGO, observavam o SÁBADO."

      History of Scotland, vol. I, pág. 96.

      Isso é mentira ou verdade?

      Excluir
    7. SÉCULO VI

      ALEXANDRE CLARENCE FLICK (doutor em Filosofia e Letras, catedrático de História Européia na Universidade Siracusa, 1869-1942):

      "Os celtas permitiam o casamento de seus sacerdotes, e a igreja romana proibia... Os celtas tinham seus próprios concílios e editavam suas próprias leis, independentes de Roma. Os celtas usavam uma Bíblia latina diferente da Vulgata, e guardavam o SÁBADO como dia de repouso. Também realizavam cultos especiais no DOMINGO."

      The Rise of Medieval Church, pág. 237 (ed. 1909, New York).

      WILLIAM FORBES SKENE (1809-1892), historiógrafo real da Escócia em 1881. Referindo-se à Igreja Celta do século XI:

      "Parecia seguirem um costume, conforme, vestígios na primeira igreja monástica da Irlanda, segundo o qual consideravam o SÁBADO como dia de REPOUSO, no qual descansavam de seu trabalho... Não deixavam de venerar o DOMINGO, embora sustentassem que o SÁBADO do sétimo dia era o legítimo SÁBADO, no qual se abstinham do trabalho."

      Celtic Scotland (Edinburgo, 1877), livro II, cap. 8, págs. 349 e 350.

      E na época da reforma, ANDREAS RUDOLF KARLSTADT (1480-1541), reformador protestante alemão, que se juntou a LUTERO em Witenberg, em 1517. Escreveu um tratado sobre o dia de guarda.

      "Quando os servos tenham trabalhado seis dias, devem ter o SÉTIMO livre. Deus disse com toda a clareza: 'Lembrai-vos de observares o SÉTIMO DIA'... Com relação ao DOMINGO, sabe-se que os homens o inventaram."

      Von dem Sabbath und Gebotten Feyertagen (1524), cap. IV, pág. 23.

      A HISTÓRIA está mentindo ou falando a verdade?

      Excluir
    8. SÉCULO XI

      ANDREW LANG (1844-1912), erudito grego-escocês, historiador, referindose à igreja do norte da Escócia no décimo primeiro século, igreja fundada por Columba:

      "Eles trabalhavam no DOMINGO, observavam o SÁBADO."

      History of Scotland, vol. I, pág. 96.

      WILLIAN FORBES SKENE (1809-1892), historiógrafo real da Escócia em 1881. Referindo-se à Igreja Celta do século XI:

      "Parecia seguirem um costume, conforme, vestígios na primeira igreja monástica da Irlanda, segundo o qual consideravam o sábado como dia de repouso, no qual descansavam de seu trabalho... Não deixavam de venerar o domingo, embora sustentassem que o sábado do sétimo dia era o legítimo sábado, no qual se abstinham do trabalho."

      Celtic Scotland (Edinburgo, 1877), livro II, cap. 8, págs. 349 e 350.


      THOMAS RATCLIFFE BARNETT (1868-1941) erudito anglicano:

      "Neste assunto, os escoceses talvez mantivessem o costume tradicional da antiga Igreja da Irlanda que observava o sábado, em vez do domingo, como dia de repouso."

      Margaret of Scotland, Queen and Saint (Londres, 1926), pág. 97

      VERDADE ou MENTIRA?

      Excluir
  67. Porque nenhum sabatista tem produzido uma citação histórica, de 75-500 AD, onde diga que os cristãos guardavam o Sábado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, só queria saber aonde vocês recorreram pra dizer que Constantino mudou o sábado para o domingo? E aonde vocês encontraram um decreto dominical?
      Na bíblia?

      Excluir
    2. O primeiro decreto DOMINICAL (político) é um fato HISTÓRICO ocorrido com CONSTANTINO, assim, como os FATOS PATRÍSTICOS são HISTÓRICOS (os que não são falsos claro).

      Os fatos HISTÓRICOS comprovam o foi ocorrendo em relação a MUDANÇA, mas nem de LONGE, possuem qualquer autoridade para corroborar pela mudança ocorrida ao longo dez séculos!

      A HISTÓRIA, confirma o relato bíblico e jamais a HISTÓRIA teria autoridade para modificar o relato bíblico!

      Excluir
  68. E quem decide quais relatos são falsos?
    E pelo que sei, um fato histórico modificou hebreus 9:24.

    ResponderExcluir
  69. Não sei se entendi, um "primeiro" decreto dominical, histórico é a base pra um segundo decreto dominical que será bíblico?

    ResponderExcluir
  70. Olá a todos! Os Adventistas não conseguindo encontrar NENHUMA referência de primeira mão que demonstre taxativamente a guarda do Sábado pelos cristãos vindos do paganismo, os gentios, fazem uma coisa feia! A manipulação das fontes...tiram do contexto as citações que fazem, e eu vou provar isto.

    O Alexandre colou aquelas citações de um site Adventista, mas não provou nada.

    Ele começou citando Justino Mártir... vamos ver...

    "SÉCULO II

    Justino Mártir (100-165):

    "Devemos unir-nos a eles [observadores do sábado], associando-nos com eles em tudo, como parentes e irmãos." - Dialogue With Trypho, em The Ante-Nicene Fathers, vol. I, pág. 218.

    Isso é verdade ou mentira pela PATRÍSTICA?"

    Minha resposta👉 "Justino Mártir -Diálogo com Trypho (o judeu)", Cap.10...

    "Existe outro ponto meus amigos, do qual nós somos culpados, além deste, de que nós não vivemos segundo a lei, e não somos circuncidados na carne, como foram vossos antepassados, E NÃO OBSERVAMOS OS SÁBADOS COMO ELES FAZEM? São nossas vidas e também nossos costumes caluniados entre vós? Eu pergunto: Vocês acreditam que nos alimentamos de carne humana, e que após o festival, apagadas as luzes, nos envolvemos em concubinato promíscuo?

    Cap.42......Citando Malaquias 1:10-12 Justino comenta....."Ele, então, refere-se à nós gentios, a saber, nós que em todo o lugar oferecemos sacrifícios, isto é, o partir da Eucaristia, e também a taça da Eucaristia, afirmando que nós glorificamos seu nome, e que vocês profanaram ele. O mandamento da circuncisão, obrigando a circuncidar os seus filhos no oitavo dia, foi um tipo da verdadeira circuncisão pelo qual nós somos circuncidados do engano e iniquidade, através daquele que ressuscitou dos mortos NO PRIMEIRO DIA APÓS O SÁBADO, a saber, nosso Senhor Jesus Cristo.

    Pois o PRIMEIRO DIA DEPOIS do SÁBADO, PERMANECE SENDO O PRIMEIRO DE TODOS OS DIAS, e chamado, no entanto, o oitavo, segundo o número dos dias do ciclo, e todavia permanece o primeiro."

    Continua.......

    ResponderExcluir
  71. Continua Justino Mártir -Diálogo com Trypho (o judeu) Capítulo 47....

    "Mas se alguns, por causa do espírito fraco, desejam observar as instituições como foram dadas por Moisés, à partir da qual eles esperam alguma virtude, mas que nós acreditamos que foram designadas em razão da dureza dos corações deles, junto com sua esperança em Cristo, desejam executar os atos naturais e eternos de justiça e piedade, e, todavia, escolheram viver com os cristãos e os fiéis, como eu vos disse antes, não induzindo-os a circuncidarem-se, GUARDAR O SÁBADO, ou qualquer outras cerimônias, então, eu defendo 👉"Devemos unir-nos a eles [observadores do sábado], associando-nos com eles em tudo, como parentes e irmãos."👈 Aqui está a citação do Alexandre

    Continua...."Mas, Trypho, se alguns de sua raça obrigar estes gentios que crêem em Cristo, a viver em todos os aspectos segundo a lei dada a Moisés, ou optam por não associarem-se tão intimamente com eles, eu, de igual modo, não os aprovo."

    Está aí, lida dentro do contexto, a citação que o Alexandre colou de um site desonesto Adventista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só rindo para não chorar de rir.

      Irmão Paulo, o irmão Matias, apenas insinuou de que nós IADS não citaríamos ou não teríamos como citar fatos históricos de 75 a 500 AD sobre se existiriam ou não observadores do SÁBADO!

      A PATRÍSTICA é história e como tal está relatando os fatos!

      E a história comprovou ambas as citações!

      Não estamos preocupados com o que achava ou não sobre as opiniões de JUSTINO MÁRTIR sobre o DOMINGO ou SÁBADO, mas apenas no relato histórico! O que foi demonstrado!

      O irmão sempre diz o seguinte:

      "O Alexandre não entendeu tal coisa"

      Eu que não entendi?

      Só que não!

      Não citei JUSTINO MÁRTIR para provar que ele seria um GUARDADOR do SÁBADO! Pelo contrário, mesmo sabendo que ele era contra o SÁBADO e a favor do DOMINGO, ele é citado por fazer parte da história escrever CONTRA a observância do sábado e seu ensino, seja por qual óptica for!

      Pois é muito simples: para que JUSTINO MÁRTIR escrever algo CONTRA o ensino e observância do SÁBADO, se ele não fosse ensinado e observado?

      Será que JUSTINO MÁRTIR sofreria de ALUCINAÇÕES assim como alguns dizem que EGW sofreria?

      Excluir
  72. Depois o Alexandre citou Orígenes, outra citação desonesta do site Adventista, que pretende convencer os incautos, de que Orígenes entendia a guarda do Sábado, da mesma forma que eles...Vamos ler a citação...

    "SÉCULO III

    Orígenes (185-254):

    "Depois da celebração do sacrifício contínuo (a crucifixão), vem a segunda festividade, do sábado, e é apropriado para quem for direito entre os santos, celebrar também a festa do sábado. E qual é, de fato, a festa do sábado, senão a de que o apóstolo disse: 'Portanto resta ainda um sabatismo para o povo de Deus?' Hebreus 4:9. Deixando, pois, de lado a observância judaica do sábado, que espécie de observância se espera do cristão? No sábado nenhum ato mundano deve ser realizado. Se, portanto, repousardes de todas as obras seculares, não deveis fazer coisa alguma mundana, mas estareis livres para as obras espirituais, indo à igreja, dedicando atenção à leitura sagrada e aos estudos de assuntos divinos, pensando nas coisas celestiais e na vida futura, bem como no julgamento vindouro, sem atentar para as coisas atuais e visíveis, mas para as invisíveis e futuras."

    Homily on Numbers 23, par. 4, em Migne, Patrologia Graeca, vol. XII. cols. 749 e 750.

    Isso é verdade ou mentira pela PATRÍSTICA?"


    Minha resposta👉...Orígenes -Homilia, Números 23.

    4.1- Agora, a segunda festa, após a festa do perpétuo sacrifício, é registrada como sendo o sacrifício do Sábado, sendo necessário que toda a pessoa justa e santa, celebre a festa do Sábado, da mesma forma. Bem, o que é a festa do Sábado, senão da qual o apóstolo fala: "Assim, o Sábado, isto é, a observância do Sábado, será deixada para o povo de Deus?

    PORTANTO, DEIXANDO PARA TRÁS AS OBSERVÂNCIAS JUDAICAS DO SÁBADO, veremos que tipo de observância, caberá aos cristãos.

    No dia de Sábado, nenhuma atividade mundana é suposta a ser efetuada. Assim, que, não efetuando obras mundanas, você se abrir para ações espirituais, reunindo-se na igreja, dê atenção às leituras e comentários divinos, pense nas coisas celestiais, mostre interesse na esperança futura, mantenha o Julgamento diante de seus olhos, não se detenha nas coisas visíveis e transitórias, mas atente para as coisas invisíveis e futuras. ESTA É A MANEIRA COMO O CRISTÃO OBSERVA O SÁBADO.

    4.2- MESMO os judeus, deveriam ter observado estas coisas. Depois de tudo, mesmo entre eles, se houve um artesão, um construtor, ou algum outro trabalhador semelhante, possa OBSERVAR O VERDADEIRO SÁBADO, e cumprir o festival com os sacrifícios do Sábado, como o Senhor também disse: "Aquele que permanece em mim, eu também permanecerei nele."

    Agora, quanto ao que temos chamado de VERDADEIROS SÁBADOS, se nos perguntarmos de novo, e mais profundamente, o que são OS VERDADEIROS SÁBADOS, nós veremos que, a observância do VERDADEIRO SÁBADO, ESTÁ ALÉM DESTE MUNDO.

    O SENHOR descansou no Sábado de suas obras.

    Nós não vimos isto ocorrer, então, no sétimo dia, ou que esteja ocorrendo agora. Pois, nós vemos Deus sempre trabalhando, e não há Sábado em que Deus não esteja trabalhando, em que ele não faça sair seu sol, sobre o justo e o injusto.....Isto é porque o Senhor nos Evangelhos, quando os judeus o acusaram de curar e trabalhar no Sábado, respondeu: "Meu Pai trabalha até agora, e eu também trabalho. "
    Aqui ele mostra que Deus não descansa de seu cuidado do mundo, e de sua providência sobre a raça humana, em qualquer dia de Sábado deste mundo.

    4.4- Assim, O VERDADEIRO SÁBADO EM QUE DEUS IRÁ DESCANSAR DE SUAS OBRAS, SERÁ NA ERA VINDOURA. NAQUELE tempo, a tristeza, o pranto e o gemido, fugirão, e Deus será tudo em todos. Neste SÁBADO, que Deus nos conceda celebrar o dia de festa com ele, e regozijarmo-nos nestas festividades, com seus santos anjos, oferecendo sacrifícios de louvor...."

    Para Orígenes o verdadeiro Sábado será na nova terra, do qual o Sábado judaico era uma sombra.
    O cristão entra no Sábado, nesta vida, através de uma entrega total a Deus. Não tem nada haver com o Sábado judaico, como pretende o tal site Adventista.

    Continua......

    ResponderExcluir
  73. Depois o Alexandre citou esta fonte...

    SÉCULO IV

    Hermas Sozomeno (399-443):

    "O povo de Constantinopla, e de quase todas as partes, reúne-se no sábado, bem como no primeiro dia da semana, costume que nunca se observa em Roma (observar o sábado como em Constantinopla e todas as partes), nem em Alexandria."

    Ecclesiastical History, livro 7, cap. 19, em Nicene and Post-Nicene Fathers, 2.ª série, vol. II, pág. 390."

    Minha resposta👉 Socrates e Sozomenos -Ecclesiasticus, capítulo 19.

    "Somente o Arcebispo lê o Evangelho, nesta cidade, enquanto em outros lugares ele é lido pelos diáconos, e em muitas igrejas, pelos sacerdotes, enquanto que em dias especiais, é lido pelos bispos, como, por exemplo, NO PRIMEIRO DIA DA FESTA DA RESSURREIÇÃO.

    EM algumas igrejas, o intervalo chamado Quadragésima, que ocorre antes desta festa, é dedicado para jejum, durante seis semanas. Este é o caso da Ilíria e da região Oeste, da Líbia, atravessando o Egito, arte a Palestina.....👉O povo de Constantinopla, reúne-se no sábado, bem como no primeiro dia da semana, costume que nunca se observa em Roma, nem em Alexandria👈Aqui a citacão do Alexandre.

    Continua...."Existem muitas cidades e vilarejos no Egito, onde CONTRÁRIO AO COSTUME ESTABELECIDO EM TODO O LUGAR, O POVO REÚNE-SE AO ENTARDECER DO SÁBADO, e embora eles já tenham préviamente alimentado, participam dos mistérios."

    Lida dentro de seu contexto, a citacão do Alexandre não provou nada. Somente que haviam "costumes", e nada além. O principal dia, era o Domingo, mas haviam lugares em que haviam reuniões também aos Sábados....Nada de reuniões aos Sábados pela manhã, sob um rigído controle como os judeus. Não existe nenhum mandamento para a guarda do Sábado por parte de cristãos gentios...Tudo não passa de fantasia Adventista.

    O Alexandre também citou Agostinho...Vamos ler...

    "Agostinho (354-430):

    "Neste dia, que é sábado, costumam reunir-se, na maior parte, os desejosos da Palavra de Deus... Em alguns lugares, a comunhão ocorre diariamente; em outros, somente no sábado; e em outros, somente no domingo."Sermão 128, tomo VII, pág. 629, Epistola ad Janerius, cap. 2."

    Minha resposta👉 Está citacão tirada do Sermão 128 de Agostinho de Hipona, não prova NADA...Não é uma declaração positiva, mas simplesmente faz parte do contexto do assunto que ele está tratando.

    Vamos ouvir Agostinho...

    "O primeiro dia do Sábado, e o outro dia do Sábado, que é o dia que os cristãos chamam de DIA DO SENHOR, EM MEMÓRIA DA RESSURREIÇÃO.
    Este é o dia que São Mateus designa, com o nome de (em grego) primeiro Sábado." -In Ioannen, tract 120.

    Em grego, o primeiro dia da semana é "mia" 👉primeiro "sabbaton"👉Sábado. Agostinho sabia qual o dia que era chamado pelos cristãos de dia do Senhor Ap.1:10)

    Continua....

    ResponderExcluir
  74. Alexandre citou....

    Atanásio (298-373):

    "Reunimo-nos no dia de sábado não porque estejamos infectados de judaísmo... Achegamo-nos ao sábado para adorar a Cristo, o Senhor do sábado."

    Pseudoathan, de semente, tomo I, pág. 885."

    Minha resposta👉 In Pseudo Athanasius, século iv, origem copta, Egito, Homília da Semente, diz..

    "No dia do Sábado nos reunimos, não sendo infectados com judaísmo, porque não lançamos mão de falsos Sábados, mas nós viemos no Sábado para adorar Jesus, o Senhor do Sábado. Pois, desde antigamente havia entre os antigos, o honorável Sábado para o dia do Senhor, e nós não somente desprezamos o Sábado, mas o profeta, aquele que o pôs de lado, e disse: "Suas luas novas e seus Sábados, minha alma odeia."

    Esta fonte afirma uma observância do Sábado diferenciada dos judeus, mais espiritualizada, no sentido de adoração. Não vou fazer toda a citação agora, mas Pseudo Athanasius claramente declara que Cristo mudou o dia do Sábado para o dia do Senhor, não através de uma lei, mas por causa da nova criação que iniciou no dia da ressurreição. No quarto século ainda haviam cristãos no Egito que vinham no Sábado para adorar.

    Mas não devemos pensar que eram reminiscências de algum mandamento dos apóstolos para os cristãos gentios, mas sim da influência de grupos Ebionitas, que eram seitas judaico-cristãs, desde o primeiro século....negavam a preexistência de Cristo, insistiam na observância de ritos judaicos...etc.

    Atanásio em sua exposição do Salmo 118:24...."Este é o dia que o Senhor fez..." diz...

    "Qual dia é referido aqui, que não seja o dia da ressurreição de nosso Senhor?
    Que dia a não ser este trouxe salvação para todos os povos, no qual a pedra que foi rejeitada, tornou-se a principal pedra da esquina. A expressão significa o dia da ressurreição de nosso Senhor, pela qual (o dia)foi nomeado segundo ele, isto é, o dia do Senhor. Ele condena estas pessoas, os arianos, que não reverenciavam o sagrado festival do dia do Senhor.

    Em outro lugar, ele diz: "O Sábado foi o fim da primeira criação, mas o dia do Senhor, o começo da segunda, quando ele renovou a velha criação.
    Portanto, como ele ordenou anteriormente, a observância do Sábado em comemoração do fim das suas obras, assim, nós veneramos o dia do Senhor, como uma comemoração da segunda criação, a qual foi uma renovação, porque ele não fez uma nova criação, mas renovou a antiga, e aperfeiçoou aquela que ele tinha começado.

    Assim, nós celebramos o dia do Senhor, em razão da ressurreição.... "

    -Athanasius, vol.1 p.1203, ed.Bendict.

    Continua......



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido irmão Paulo Cadi, só você não percebeu o que o irmão Matias perguntou:

      "Porque nenhum sabatista tem produzido uma citação histórica, de 75-500 AD, onde diga que os cristãos guardavam o Sábado?"

      Tanto eu como você irmão Paulo, citamos fatos HISTÓRICOS da PATRÍSTICA para o irmão Matias!

      Como, quando, onde e por que o SÁBADO era observado, não importa!

      Pois um pergunta, mas na realidade estaria afirmando que o SÁBADO não seria ou teria sido esquecido de ser OBSERVADO!

      Já o outro, sabe que não foi esquecido, mas quer se justificar por causa do modo de observância!

      Excluir
    2. Alexandre, antes de continuar, pergunto:

      Se uma família está estudando a Bíblia com os Adventistas, e durante este tempo, o marido, desempregado, recebe uma proposta boa de emprego...Tem as despesas da casa, escola para os filhos et.... As contas estão se avolumando... O homem, em desespero, respira aliviado.. Com ele, mulher e filhos se alegram, afinal, a situação, agora, crítica, vai mudar.

      Mas,tem um porém! Ele vai precisar trabalhar aos Sábados.

      Alexandre, Qual o conselho que você daria para este chefe de família?

      Esperando resposta...

      Excluir
    3. Simples... a mesma que a sua!

      Uma família está estudando a bíblia com você (Paulo) pela doutrina da sua igreja. E durante esse tempo, você descobre que quem sustenta as despesas de casa é a esposa e ela lhe confessa sem a família saber, que ela sustenta a família como prostituta!

      O esposo e filhos ficam felizes, por que ela está estudando com você, mas...

      O que você diria para ela e sua família?

      Ela teria que deixar de ser prostituta?

      Excluir
  75. Os Adventistas já afirmaram de que foi o Papa quem fez a mudança do Sábado para o Domingo.

    Ellen White, no livro "Primeiras Escritos" pp.33,65, respectivamente, disse...

    "Vi que o mandamento do sábado não fora pregado na cruz. Se tivesse sido, os outros nove mandamentos também o teriam, e estaríamos na liberdade de transgredi-los a todos, bem como o quarto mandamento. Vi que Deus não havia mudado o sábado, pois Ele jamais muda. Mas o Papa tinha-o mudado do sétimo para o primeiro dia da semana; pois deveria mudar os tempos e as leis."

    "O Papa mudou o dia de repouso do sétimo para o primeiro dia da semana. Ele imaginou mudar o próprio mandamento que foi dado para levar o homem a lembrar-se do seu Criador. PENSOU MUDAR O MAIOR MANDAMENTO DO DECÁLOGO e assim fazer-se igual a Deus, ou mesmo exaltar-se acima de Deus. O Senhor é imutável, logo Sua lei é imutável; mas o papa exaltou-se acima de Deus ao procurar mudar Seus imutáveis preceitos de santidade, justiça e bondade." -De acordo com os originais em inglês ...ênfases minhas.

    Agora, na segunda citação, ela coloca o mandamento do Sábado acima dos outros nove!

    Se uma pessoa for trabalhar no Sábado para sustentar a família, qual o efeito prático disto?

    Se a mesma pessoa sair de arma em punho, assaltar e matar um inocente, qual será o resultado disto? Essa aí já tá le lé du dum dá dá!

    Agora, como através dos estudos do Sr. Samuele Bacchiocchi, na universidade Gregoriana de propriedade da Senhora Besta do Apocalipse, eles viram que ela estava errada! começaram a retocar as afirmações dela.

    Agora nos seminários de estudos sobre o livro de Apocalipse, promovidos pela seita, eles dão a seguinte explicação....

    "A observância do Domingo, foi introduzida na igreja cristã, inocentemente, e seus primeiros defensores nunca sonharam que ele tomaria o lugar do Sábado do sétimo dia de Deus. A guarda do Domingo teve sua origem em Roma, durante o reinado do imperador Adriano (só se for do Flamengo!). No segundo século Adriano perseguiu os judeus em Roma, incessantemente.

    Numa tentativa de separar-se dos judeus, e evitar serem perseguidos com eles, estes primitivos cristãos romanos, começaram a observar o Domingo (daí o rei ficou caminho, caminho 💤💤💤) em adição ao Sábado. "Now that's clear", Schreven, p.97, 1994.

    Quer dizer, os próprios Adventistas refutaram Ellen White... Adriano foi imperador de Roma de 117-138, muito antes do primeiro Papa, que na acepção do termo foi Bonifácio III, entronizado como Bispo Universal da Igreja, no ano 606 aD.

    Samuele Bacchiocchi, disse..."Eu discordo de Ellen White, quanto a origem do Domingo. Ela ensina que nos primeiros séculos, todos os cristãos observavam o Sábado, e que graças aos esforços de Constantino, que a guarda do Domingo foi adotada pelos cristãos, já no século iv.
    Minha pesquisa mostra o contrário... Eu sítio a origem da guarda do Domingo, no tempo do imperador Adriano, em 135 dC. Bacciocchi Samuele, em e-mail enviado ao "Catholic Free Mailing Lista, 8 de Fevereiro de 1997.

    Pergunto aos Adventistas... Diante dessas "descobertas" quem tem agora o homem do pecado que "cuidará mudar os tempos e as leis" durante os 1260 dias (anos para os Adventistas)...Será o imperador Adriano?

    Continua depois.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês é que não apresentam NENHUM documento, claro, límpido, que mostre que os cristãos gentios reunim-se no Sábado.

      Os fatos concernentes ao Sábado e Domingo estão bem claros para quem é honesto e sabe ler.

      Você afirmou..."O maior mandamento se refere ao TAMANHO que o mandamento ocupa entre os outros 9, a quantidade de informação."

      Resposta...Leia bem a declaração dela...Quem sabe eu posso ajudar.

      Aqui está o que White disse...

      "O Papa mudou o dia de repouso do sétimo para o primeiro dia da semana. Ele imaginou mudar o próprio mandamento que foi dado para levar o homem a lembrar-se do seu Criador. PENSOU MUDAR O MAIOR MANDAMENTO DO DECÁLOGO 👉e assim fazer-se igual a Deus, ou mesmo exaltar-se acima de Deus.👈 O Senhor é imutável, logo Sua lei é imutável; mas o papa exaltou-se acima de Deus ao procurar mudar Seus imutáveis preceitos de santidade, justiça e bondade." -De acordo com os originais em inglês ...ênfases minhas.

      Ela está dizendo que este mandamento é o único que sendo mudado, colocaria o Papa acima de Deus, por isso sua importância sobre os outros.

      Esta é uma declaração estúpida, sem pé e nem cabeça, sem fundamento bíblico e nem histórico...

      Depois continua....

      Excluir
  76. Irmão Paulo é impressionante como esses caras querem colocar essa mulher em um lugar que ela não pode e não esta autorizada a fica.O interessante disso tudo é que eles vivem falando da idolatria dos católicos por causa de Maria, para mim não nenhuma diferença deles para os católico quando se trata de Elen white.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Matias, eles acham que é certo marcar datas para a vinda do Senhor Jesus. O que se pode esperar mais?

      Mas os fatos estão aí, desmentindo as afirmações deles.

      Excluir
  77. Eu citei duas declarações de Ellen White, onde ela afirma que foi o "Papa" quem fez a mudança do dia de repouso do Sábado para o Domingo.

    Uma delas está aqui....

    "O Papa mudou o dia de repouso do sétimo para o primeiro dia da semana. Ele imaginou mudar o próprio mandamento que foi dado para levar o homem a lembrar-se do seu Criador. PENSOU MUDAR O MAIOR MANDAMENTO DO DECÁLOGO e assim fazer-se igual a Deus, ou mesmo exaltar-se acima de Deus. O Senhor é imutável, logo Sua lei é imutável; mas o papa exaltou-se acima de Deus ao procurar mudar Seus imutáveis preceitos de santidade, justiça e bondade." -De acordo com os originais em inglês ...ênfases minhas.

    -Primeiros Escritos p.65-

    Ela disse que o.... "O Papa MUDOU o dia de repouso..."

    Também que...."Ele IMAGINOU mudar o próprio mandamento que foi dado para levar o homem a lembrar-se do seu Criador"

    E...."PENSOU MUDAR O MAIOR MANDAMENTO DO DECÁLOGO e assim fazer-se igual a Deus, ou mesmo exaltar-se acima de Deus."

    E, que...... "o papa EXALTOU-SE ACIMA DE DEUS ao procurar mudar Seus imutáveis preceitos de santidade, justiça e bondade."

    Eu separei estas declarações, mas basicamente todas elas se fundem em uma só, ou seja, "foi o papa quem fez a mudança do Sábado para o Domingo.

    O Adventista incauto, ao ler estas declarações da "pena inspirada", vai achar que é verdade o que White disse, porque tem por certo ser ela uma verdadeira profetisa, e, portanto, não pode errar em suas revelações.

    Mas ela está errada.

    E, qualquer teólogo Adventista, sabe que estas afirmações dela não tem fundamento histórico. O que eles podem fazer, é tentar contornar o problema que ela criou.

    Eu não estou aqui defendendo o papa ou o sistema romano; mas ainda assim, é relevante esclarecer o assunto, porque o objetivo de White ao afirmar ser o papa o autor da mudança Sábado/Domingo, é adiante, nos capítulos à frente do livro O Grande Conflito, ligar a autoria papal sobre o dia com a Reforma Protestante (chamando os protestantes de filhos de Roma, por causa do Domingo) e justificar o movimento Milerita (que deu origem aos Adventistas do Sétimo Dia) como vindo de Deus, etc...

    Ora, quando Ellen White disse que o "Sábado é o "maior" dos mandamentos do decálogo, por certo ela ligou o tamanho do mandamento com a importância dele, porque, segundo ela, Deus não iria dedicar tanto espaço no decálogo, para um mandamento que não tivesse relevância sobre os outros.

    É isto. E as provas estão aqui.

    "Eu contemplei as tábuas de pedra, sobre as quais os dez mandamentos foram escritos. Eu fiquei surpresa quando vi o quarto mandamento
    no centro dos dez preceitos COM UM SUAVE HALO DE LUZ CIRCUNDANDO-O." -Life Sketches, pp.95-96.

    "Na arca, estavam a urna de ouro contendo o maná, a vara de Arão que florescera, e as tábuas de pedra que se fechavam como um livro.

    Jesus, abriu-as, e vi os dez mandamentos nelas escritos com o dedo de Deus. Numa das tábuas haviam quatro mandamentos, e na outra seis.
    Os quatro da primeira tábua, eram mais brilhantes que os seis da outra.
    MAS O QUARTO, O MANDAMENTO DO SÁBADO,BRILHAVA MAIS QUE OS OUTROS; Pois o Sábado foi separado para ser guardado em honra do santo nome de Deus. O SÁBADO TINHA APARÊNCIA GLORIOSA - UM HALO DE GLÓRIA O CIRCUNDAVA. -Primeiros Escritos, p.33.

    Está aí.... para White o mandamento do Sábado em importância é o maior deles.

    Pausa....continua...




    ResponderExcluir
  78. Luciano estava assistindo esse video do biblia facil, e ele estava dizendo que nós adoramos o domingo, mas aí duas das pessoas que ficam lá fazendo perguntas se levantam contra o apresentador dizendo que não via daquela forma que eles estava falando. Gostei muito da resposta das mulheres isso mostra que as pessoas estão criando entendimento isso é bom. vou colocar o link.www.youtube.com/watch?v=uSg5U3oAiTM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado irmão...

      Aos 24 minutos ele fala do decreto de Constantino de guardar o domingo. Então faz uma afirmação nunca provada a história:

      “Nesse primeiro decreto, a igreja cristã que observa sábado, começa agora lentamente guardar o primeiro dia da semana.”

      Vou plagiar um outro apresentador da Tv Novo Tempo – “momento mentira”!!! O apresentador diz isso sem nenhuma base histórica e nem bíblica. O Adventismo falta ter um colapso em tentar provar com algum estupro hermenêutico se a Igreja apostólica guardou o sábado. Agora, dizer que a igreja cristã guardou o sábado até a data desse decreto, é de causar uma um infarto em qualquer historiador sério... qualquer um que ler o que a Igreja Cristã disse até 321 notará que essa do apresentador informação, é uma tapeação histórica... mas quem crê em Ellen White acredita em qualquer coisa...

      Excluir
    2. Para seu desespero Luciano...

      O Novo Testamento não tem um texto explícito identificando a guarda do sábado nem do domingo, mas vou demonstrar com versos bíblicos que o sábado da lei não foi abolido, nem substituído.
      1Co 7:19; Rm 2:13; Tg 2:10-11; Jo 14:15,21; Ap 14:12; 1Jo 2:3-4; 1Jo 3:24.
      Quero saber qual verso bíblico diz que o domingo substitui o sábado?

      Mitraísmo antigo e Roma

      https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%89dito_de_Constantino

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Mitra_(mitologia)

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Sol_Invicto

      Neste site, encontra-se explicado as passagens bíblicas e históricas, com fontes citadas, da adoração de Roma ao paganismo, ao deus sol e a mudança cultural (não bíblica) do dia de sábado para o domingo.

      http://www.adventistas-bereanos.com.br/2006agosto/desmascarandoasfarsasdocristianismo3.htm

      http://www.adventistas-bereanos.com.br/2006agosto/desmascarandoasfarsasdocristianismo5.htm

      Se vc quer acreditar em uma instituição que se diz Cristã, mas continua seguindo costumes pagãos, problema é seu.
      Se quiser acreditar que o Domingo Pagão substituiu o Santo Sétimo dia de Deus, problema é seu.

      Excluir
    3. Meu caro, com essa convicção sua eu vou lhe pedir uma ajuda:
      Sou policial militar, sigo uma escala, às vezes preciso trabalhar no sábado, o que faço?
      Não vou ser salvo? Deus está irado comigo?

      Excluir
    4. Caro Irmão João Santana! Desculpe a demora.

      Existem algumas variáveis que preciso expor para ser o mais honesto possível.

      1º Saber sobre o coração e intensão de cada pessoa, não está ao meu alcance, apenas Deus sabe e pode trabalhar em sua vida demonstrando as verdades de uma forma unica que só vc pode compreender e ter esse relacionamento com ele...

      2º Deus leva em consideração a falta de conhecimento, mas quando a pessoa conhece a verdade é preciso tomar uma decisão, Deus respeita o tempo de mudança de cada pessoa, mas o importante é seguirmos rumo a santificação, ou seja, amadurecermos ao exemplo de Cristo sempre.

      3º O Pecado consumado ou imperdoável, que é contra o Espirito Santo, é a recusa da verdade de Deus, ou seja, o assassino que não se arrepende e quer continuar com assassinatos, está recusando o Espirito Santo que diz ao coração de todos que assassinar é pecado, existe uma relação de pecados que não entram na nova Jerusalém. 1Cor 6:9-10

      4º No dia de Julgamento de Deus, acredito que ele medirá com uma balança o comportamento de cada pessoa, como foi feito com Belsazar em Daniel 5:27.

      5º Deus corrige quem ama Heb 12:6, Deus purifica a pessoa no fogo da dor ou sofrimento para ver se a pessoa amadurece espiritualmente, tem pessoas que não gostam de serem corrigidas e endurecem o coração, mal sabendo que estão rejeitando o Espirito Santo.

      A partir destes conceitos, posso dizer que Deus leva em consideração o conhecimento e a vida da pessoa, não é porque deixou de guardar o sábado que perderá a salvação, mas a pessoa que conhece e recusa, está em risco de perder e haverá um dia no futuro que acredito depois do Decreto Dominical (Escatologia) a Humanidade terá consciência inegável da escolha do sábado ou domingo, hj em dia não é uma obrigação de Lei Constitucional, mas o Papa está propagando o descanso do domingo e chegará um dia que será Lei Constitucional, quem aderir, estará contra Deus.

      Sobre sua pergunta se Deus está irado, só vc mesmo pode responder, pois se vc ama a Deus e agora que sabe sobre o sábado, começa a acontecer coisas desagradáveis em sua vida é porque Deus está tentando conversar com vc e está purificando-o para amadurecer conforme a vontade e Santidade dele. Tem pessoas que dizem que o Cristão sofre sem ter pecado, mas eu particularmente acredito que quanto mais maduro e santificado está o Cristão, mais perto de Deus estará e mais protegido pelos seus anjos estará tb.

      Te aconselho o seguinte Irmão:
      Se vc é Sincero com Deus, não precisa se preocupar, ore muito para que ele te ajude nesta nova verdade que acaba de conhecer, não é fácil para ninguém mudar de rotina, para mim tb não foi, mas é uma benção enorme (Paz, Tranquilidade, Prosperidade financeira, de saúde e familiar, etc...) a obediência de todos os mandamentos de nosso amado Deus.
      Tenho certeza que Deus o ajudará em sua caminhada.
      Conheço pessoas que aceitaram o santo sábado e perceberam a ajuda de Deus em seus trabalhos para não se prejudicarem ou até mesmo mudaram de ramo de trabalho por causa do sábado.
      Mas tem pessoas que tiveram provas difíceis para a mudança, aguentaram firmes a purificação e estão muito abençoadas.
      Mas no seu caso não posso ser imprudente e dizer o que deve fazer ou deixar de fazer qto ao seu trabalho, apenas dizer que estarei orando para Deus o ajudar na sua decisão.

      Deus o abençoe

      Excluir
    5. Você quer dizer que se eu não tiver o desprazer dee relacionar com um adventista ou ouvir sua mensagem por toda minha vida, eu estarei salvo?
      Oque você está fazendo? Pondo em risco a salvação dos que cruzam seu caminho? Seja inteligente e piedoso simultaneamente, pare agora de divulgar sua "teologia"!

      Excluir
    6. Tranquilo Wesley, sei que Deus não está irado comigo por causa disso,minha paz com ele não depende disso (rom 5:1) e não foi um dia que me tirou da condição de filho da ira, mais unicamente por sua graça fui tirado de la (efe 2:3-4).
      Eu só tenho uma duvida:
      Se não cabe a você (e a nenhum homem) sondar corações, como você sabe que o papa planeja um decreto dominical? Ele falou algo claro sobre isso?

      Excluir
    7. Flavio!!!
      Vc tem livre arbítrio, se quer acreditar no que eu disse ou se não quer acreditar é um problema seu, basta não ler o que eu posto, simples assim.
      Vc não deveria me condenar e ao mesmo tempo fazer perguntas querendo saber minha opinião, isso é incoerência não acha?
      Se vc já definiu que estou errado e é para eu parar de divulgar minha "teologia", então já decidiu que, o que eu disser está errado. Porque me fazer perder tempo respondendo suas perguntas?
      A não ser que a verdade tocou seu coração e seu orgulho não permite aceita-la... Isso já não é problema meu.


      Realmente Irmão João Santana!!!
      Fique na Paz de Cristo, tudo no tempo de Deus, mesmo porque Deus é amor, mas devo dizer que Deus é Justo tb.
      Sobre Rom 5:1 te respondo com Tia 2:18, simples assim.
      Sobre Efe 2:3-4 concordo, mas devo acrescentar que não é só porque tens Fé que seu comportamento muda, mas o Cristão tem que amadurecer conforme o exemplo de Cristo como diz em 1 Ped 2:21; João 13:15; Rom 13:12-14; 1Tes 1:6. Todos somos desprovidos de perfeição, mas podemos amadurecer progressivamente a imagem de Cristo.
      A verdade é progressiva, o amadurecimento do homem tb é, ninguém nasce sabendo das coisas, mas aprende conforme vai crescendo e o conhecimento sobre Cristo e Deus é a mesma coisa, temos que amadurecer progressivamente sempre. Não quero que se sinta pressionado, essa é uma questão entre vc e Deus, eu sou passível a falhas como vc bem disse, mas seu Pastor tb é falho igual a mim, por isso deve pedir sabedoria a Deus em oração e decidir por conta própria, pois a Salvação é individual.

      Vou responder suas perguntas com duas Parábolas de Cristo, vc deve refletir e encontrar a resposta por si próprio.
      Mat 24:43-44 e Mat 24:32-33.

      Excluir
    8. Wesley realmente Deus é amor, mais esse não é seu único atributo, sua justiça exige perfeição, algo que eu e nem você podemos alcançar por nós mesmos (Rom 3:10).
      Por isso sou grato a Cristo por ter feito aquilo que eu não podia fazer, e grato ao pai por imputar em mim a justiça de seu filho (Rom 8:33)
      Não creio que essa justiça possa ser perdida (Rom 8:29-30,35 Filip 1:6, João 10:27-29).
      Quanto as obras, elas acompanham sim a fe, mais só são aceitas em Cristo (efe 2:10) pois elas são imperfeitas (Filip 3:12), visto ainda estarmos sujeitos a pecar (1jo 1:8)..como o pecado é a transgressão da lei (1jo 3:4) logo ainda transgredimos a lei, e mesmo que se focaliza um mandamento em especial e se acuse as pessoas de guardarem 9 mais não guardarem 1, isso de nada adianta, pois todos ainda falham, e falhar contra um é falhar contra todos (tg 2:10).
      Wesley, não sou antinomista( Rom 6), nem estou aqui dizendo que a lei é o problema (Rom 7:12), mais oq ela exige eu não posso pagar (gal 3:11). Deus exige santidade (1 pe1:16) mais ainda não fomos glorificado, ou seja, não atingiremos Perfeição nessa vida, aceitaria Deus algo imperfeito? Não logicamente (gal 3:10) então como somos e permanecemos aceitos???
      Amo a Deus, amo sua lei (sal 19:7) , mais minha salvação não depende do que eu fiz ou faço, mais unicamente pelo que Cristo fez, e o que ele fez esta consumado e não precisa de um dia ou decreto ( que aliás você não me respondeu da onde você tirou isso que falas com tanta ctz) Cristo ficaria e ficou satisfeito (isa 53:11), é inimaginável ver alguém que Cristo derramou seu precioso sangue não ser salvo por causa de um suposto decreto (ou qualquer outra coisa ), Cristo salva efetivamente, ele é Deus e tem poder para isso (isa 46:10, 43:13).
      Em relação ao amadurecimento, quanto mais um cristão amadurece ( se aproxima de Deus e sua palavra) , mais reconhece sua imundície, falhas e pecados, e mais grato se torna a Cristo (Rom 7:25) pela sua suficiência, Não é Cristo e mais algo, não é Cristo e mais alguém, mais Somente ele.
      E Que Deus te abençoe e te guarde como ele prometeu aos que creem no seu filho.

      Excluir
    9. Simples assim!!

      Excluir
    10. Feliz Sábado a Todos, o santo dia do Senhor.

      João!

      Belíssimo texto, só não estamos falando a mesma "língua" por detalhes, concordo com quase tudo do que disse e isso é muito bom.

      Deus não exige perfeição, mas arrependimento no mais profundo entendimento e a obediência aos seus mandamentos é fundamental como vc bem disse.
      A questão não é perfeição, mas deixar de pecar como Jesus disse em Jo 8:11 "Vai-te e não peques mais".
      Se vc mesmo disse que o mandamento é santo, justo e bom, disse que se pecar em um está pecando em todos, como é que deixaremos de obedecer apenas um mandamento que é o 4º da Lei?
      Concordo que somos pecadores (pois pecamos no passado), tendemos a pecar novamente no futuro e temos que pedir perdão com sinceridade e procurar não cometer mais, para Deus nos perdoar Mat 18:21-22.
      Como pecar contra o 4º mandamento conscientemente? Devemos procurar deixar de pecar...
      Como vc mesmo disse, não somos antinomistas. Porque deixar de obedecer 1 mandamento?
      O que digo não é no sentido de obrigação, mas por amor ao nosso amado Deus.

      Realmente a Salvação não se limita a uma atitude ou um pecado da pessoa na vida, mas de uma consequente rejeição aos mandamentos que é santo, justo e bom, ou seja, é o caráter de Deus, é o modo de demonstrar seu Amor para conosco e o modo de demonstrarmos Amor para com ele é sendo obedientes.

      Sobre sua pergunta, respondi com as parábolas.
      Se vc tem conceito pré-definido, não adianta eu responder com minhas palavras, pois já tem um conceito definido e não quer mudar, portanto é incoerência me perguntar não acha?
      Amadureça o conhecimento na verdade de nosso Salvador, não se valha do conhecimento que tem, pois existe muito mais conteúdo atualmente.
      O Amadurecimento que digo é em relação as verdades apresentadas a nós pelo Espirito Santo, a verdade é progressiva.
      Estou em constante amadurecimento.

      Deus te abençoe e te guarde tb...

      Excluir
  79. Wesley Diniz, você pode fazer uma analise de todos os texto no seu contexto por favor.

    ResponderExcluir
  80. Wesley... caro colega, esse assunto já foi respondido satisfatoriamente pela Igreja Cristã. Vou repetir:

    E primeiro lugar a substituição do sábado pelo domingo, é uma conclusão teológica da práxis neotestamentária. Do mesmo modo que a Bíblia revela que a Igreja do NT, sob condução do Espírito Santo, substituiu a Páscoa pela Santa Ceia.

    Isso vc já sabe, mas não pode aceitar.

    Quanto as pobres e fajutas acusações de que o domingo surgiu no paganismo, as mesmas acusações pífias se fazem sobre a criação do mundo, diluvio, trindade, entre outras doutrinas cristãs. Mas nessas, possivelmente vc será mais crente.

    ResponderExcluir
  81. o Sr. adventista, no link http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2016/07/a-origem-do-domingo.html cita o blasfêmo Inri Cristo como prova de suas argumentações... e ainda quer ser levado a sério.... é brincadeira, né? Vejam ai....http://www.inricristo.org.br/index.php/curiosidades/humanidade-precisa-saber/225-origem-domingo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dar atenção para ambos é enxugar gelo...

      Excluir
  82. Eu sou da seguinte opinião, é inútil discutir com os ASDs, pois o chip do farisaísmo, legalismo, soberba sempre vai ser acionado. Acho que o irmão Luciano deve continuar com as postagens e estudos, mas para que nós livres do legalismo possamos nos regozijar na Graça de Jesus. Sou a favor de não existir possibilidade de comentários, para que os ASD leiam as postagens e reflitam. Façamos como todos os blogs oficiais da IASD fazem, postam mas não abrem comentários contrários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você irmão FAbio...

      Se não houver mais comentários, seria melhor mesmo.

      Assim, não perdemos tempo lendo as postagens!

      Aliás, só lemos, por que era possível comentar.

      O irmão Luciano, deixava os comentários liberados. O que é muito bom, pois o BLOG fica dinâmico!

      Mas ele (Luciano) já moderou os comentários (que eu saiba apenas uma vez) voltou a liberar e agora voltou a moderar novamente. E claro, sempre como desculpa, chorando querendo saber quem seria o Sr Adventista!

      Se bloquear os comentários será muito bom!

      Excluir
    2. É Alexandre, infelizmente o blog não fica mais dinâmico mesmo...

      Excluir