sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Fatos históricos sobre o (Neo-)Trinitarianismo Adventista

O tema ainda não foi devidamente estudado por parte dos apologistas evangélicos, da área heresiológica,  pelo menos aqui no Brasil. Os críticos do Adventismo, não raro dispensacionalistas, ficaram no debate do sábado e fim da Lei, e nas exóticas afirmações proféticas de Ellen White, e não trataram de alguns temas fundamentais.

Ofereço provas irrefutáveis no livro AConspiração Advenitista que erra quem pensa que o adventismo crê na trindade dos credos cristãos, isto é, a trindade bíblica. Até mesmo a maioria esmagadora dos adventistas não sabe disso. Um Mórmon também pode dizer que crê na trindade e citar a Bíblia. Mas a afirmação de concordância de um credo – o mesmo repetir seus conceitos, pode muito bem mostrar se a crença é a mesma ou não.

Hoje, posso traçar os fatos históricos do assunto Trinitarianismo e Adventismo, nas seguintes proposições, que são históricas – baseada em livros adventistas como o Em Busca de Identidade, A Trindade, Tratado de Teologia ASD e Questões Sobre Doutrina, e sites. A questão é definida assim:

1. Após 1844, o grupo decepcionado com a falsa profecia de W. Miller, foi liderado por pessoas que não acreditavam na doutrina da trindade. Thiago White, o marido da profetisa adventista, era claramente um opositor da doutrina, juntamente com outros pioneiros de peso, como o grande erudito J. N. Andrews que incluía a doutrina da trindade sendo um dos vinhos das prostituições da Babilônia – hoje a principal universidade adventista do mundo, tem seu nome em homenagem a esse grande pioneiro adventista.

2. Ambiente era de hostilidade à doutrina da Trindade dentro do Adventismo. Pessoas que passam a ser adventistas deixam o trinitarianismo. As afirmações eram muito agressivas contra a doutrina da trindade, a maioria dos fundadores rejeitava veementemente essa doutrina clássica.

3. Não se sabe se Ellen White era trinitariana ou ariana enquanto o marido estava vivo. Após a morte de Thiago White, ela se mostra mais ‘trinitária’, apesar de não usar jamais o termo “trindade” - e de fortes acusações de manipulação em traduções de seus livros, a ideia de que ela, especialmente após 1890, com a escrita do livro o Desejado de Todas as Nações, é considerada trinitariana por seus seguidores trinitários. Em algum momento de sua vida passou a ler obras de autores protestantes, isso pode ter influenciado, ou não. Era habito de Ellen White plagiar livros e dizer que havia recebido aquelas informações por revelações divinas.

4. Vários pioneiros antitrinitarianos morrem, novos adventistas advindos de outras denominações, bem como outros que não tiveram uma ‘sabatinação’ antitrinitariana, continuaram com as doutrinas tradicionais conhecidas. Em 1913 a palavra trindade aparece como sendo crença adventista, mas especialmente isso refletia a opinião do autor do artigo na Review and Herald, F. M. Wilcox. O trinitarianismo começou a ganhar força nos burgos adventistas desde a década de 30, quando um documento de crenças, refletindo a opinião do mesmo autor de 1913, e ele mesmo, foi escrito e foi impresso no anuário adventista. Mas não havia apoio formal, oficial.

5. O filho de Ellen White, Guilherme White, escreve uma carta afirmando duvidas quanto a crença na personalidade do Espírito Santo. E chega a dizer que não entendia muito o que a mãe queria dizer. E segundo ele, personalidade não implica necessariamente um ser pessoal. Ou seja, até 1937, existia um antitrinitariano de peso no contexto adventista (existiu até mesmo em 1968 um conhecido pregador antitrinitariano).

6. Em 1946, quase dez anos após a morte de Guilherme White, o último dos não trinitarianos de peso no contexto Adventista, a Associação Geral – ‘órgão’ de autoridade máxima da IASD - aprovou o documento escrito em 1930/1, como crenças oficiais.

7. Em 1955/56 os protestantes Donald Barnhaouse e Walter Martim, pesquisadores de seitas e movimentos heréticos, tiveram encontros com representantes adventistas, para várias entrevistas a respeito das crenças adventistas. O que resultou no polêmico livro Questões Sobre Doutrina. Os representantes adventistas afirmaram a crença na trindade, embora não possuíam muito conhecimento de alguns fatos, além de dissimuladamente, apresentarem informações não cândidas aos indagadores protestantes.

8. Em 1970 Rauol Dederen e em 1983, Fernando Canale, ensaiaram estudos, segundo informações, que a doutrina trinitariana dos credos malhavam em especulações filosóficas e não bíblicas.  Nesse período, julgo eu, o adventismo começa a trilhar novamente para o caminho não trinitário. Dederen acusa os credos de várias coisas, e teólogos adventistas colocam até mesmo heresias como parte de nossos Credos, especialmente o de Atanásio. Todos os Reformadores – incluindo Lutero, Calvino, e Armínio, e escritores cristãos do passado – como Agostinho, Tomás de Aquino, não tinham uma visão correta da trindade.

9. As visões de Ellen White passam a ser consultada para esse tema. E percebe-se que ela não foi tão ‘teológica’ na doutrina da trindade, quanto os Credos, que eles acusam de filosóficos e não bíblicos. Uma doutrina da trindade passa a ser produzida com exclusividade nas visões de Ellen White, e não dos Credos Cristãos. Que acusam de ensinar heresias.

10. Os pioneiros Adventistas arianos, agora tem um salvo conduto. Eles rejeitavam as doutrinas dos Credos, e como Ellen White ainda não tinha revelado a “trindade bíblica”, a crítica deles eram válidas pois os Credos é que são os culpados. Por isso, eles acabaram sendo ‘levados por Deus’, para o esgoto ariano, para que o Adventismo emergisse com um ensino exclusivo, produzido pela papisa Adventista [embora nem ela mesma saiba disso].

Esses são os fatos – essa não é a fé que de uma vez por todas foi entregue aos santos (Jd 3,4), nem teria como, os pioneiros adventistas arianos eram de Satanás... esses fatos, nenhum Adventista, pode negar.


58 comentários:

  1. "Ofereço provas irrefutáveis no livro AConspiração Advenitista que erra quem pensa que o adventismo crê na trindade dos credos cristãos, isto é, a trindade bíblica. Até mesmo a maioria esmagadora dos adventistas não sabe disso. "

    Em suma: Luciano Sena conhece o adventismo melhor do que os próprios adventistas.

    E no que se baseia este conhecimento de Luciano Sema? Será que visitou a cidade berço do adventismo?

    Não!

    Será que visitou o acervo histórico que trata de toda a história do adventismo?

    Também não!

    Ellen White por exemplo, era metodista, mas oh!!!! Melhor é não levar em consideração este fato!

    Vamos corrigir este texto de nosso amigo Luciano Sena, que demonstra não querer conhecer de fato o adventismo?

    A profecia das 2300 tardes e manhãs não é uma falsa profecia, ela é bíblica e se cumpriu no ano de 1844 segundo os cálculos que se pode conferir ainda hoje.

    Pessoas que passam a ser adventistas não deixaram o trinitarianismo, pelo contrário, pessoas como Ellen White que era trinitariana continuaram sendo trinitarianas como sempre foram. Os próprio fundadores (os tais anti-trinitarianos) incluíram a doutrina da trindade desde a fundação da igreja, estranho não?!

    E como o movimento adventista era composto por cristãos da mais diversas denominações, cada um cria na trindade segundo o que era ensinado em suas próprias igrejas.

    Os livros de Ellen White que falam das três pessoas da trindade não deixam dúvidas de que Ellen White cria no Pai, Filho e Espírito Santo, três pessoas coeternas em um único Deus. Ellen White sempre foi trinitariana.

    A trindade não APARECE como sendo crença adventista! O Adventismo do sétimo Dia já SURGIU, contendo esta crença, desde sua fundação. E não foram novos adventistas que ajudaram a compor esta doutrina, mas os próprios fundadores e co-fundadores, que tempos atrás Luciano Sena insistia em dizer serem TODOS anti-trinitarianos! Também estranho, não!?

    A verdade é que crenças particulares não foi a fonte de origem das doutrinas adventistas, mas sim os estudos feitos em cima da Bíblia quando da formação das doutrinas fundamentais que fariam parte da Igreja Adventista do Sétimo Dia que então seria fundada.

    E entre estas doutrinas bíblicas está a doutrina da Trindade! Mas qual visão da doutrina da Trindade?

    A resposta é, a visão bíblica. que foi o único material consultado!

    Luciano Sena então teria que afirmar de que os Adventistas do Sétimo Dia não creem na mesma doutrina da trindade que os demais cristãos, desde a sua fundação, porque os adventistas criam na doutrina da trindade apenas pelo que puderam encontrar na Bíblia!

    (...)

    ResponderExcluir
  2. E esta é mesmo a verdade querido irmão Luciano e o que consta em nosso acervo histórico. Os adventistas não herdaram uma visão da trindade segundo nenhuma das religiões dos componentes do movimento adventista. Como todas as demais crenças, eles a refizeram com o uso da Bíblia. A doutrina se desenvolveu mesmo com o passar dos anos e contínuos estudos da Bíblia.

    Torna-se estranho então afirmar de que a visão trinitariana adventista não é a mesmo da ortodoxa, sabendo que a visão trinitariana desenvolvida no decorrer dos anos é baseada na Bíblia, assim como as demais doutrinas como os mandamentos de Deus, encarnação de Cristo, ressurreição, e todas as demais doutrinas ortodoxas cridas pela comunidade cristã atual!

    Agora, por que só na questão da trindade é que os Adventistas do Sétimo Dia chegariam à uma conclusão diferente enquanto que nas demais doutrinas comuns chegariam à mesma compreensão ortodoxa?

    Percebemos então que este "abutriamento" em torno da questão da trindade é com único objetivo de tentar tornar a Igreja Adventista uma seita por uma das doutrinas mais facultadas como sendo indício de sectarismo quando constatada a sua ausência, a trindade.

    Sendo que a IASD surgiu oficialmente já contendo a doutrina da trindade, sob uma perspectiva unicamente Bíblica, embora incompleta, pois seu desenvolver se deu plenamente no passar dos anos, não há como dizer que a IASD alguma vez na história tenha sido sectária, por conta da falta da doutrina de Trindade.

    Portanto é estranho dizer de que a visão da trindade adventista tenha sido diferente da ortodoxa, o mais coerente seria dizer que não estava ainda completa, o que é bem diferente!

    Embora já tivessem a crença da Trindade incluída desde a fundação, materiais destinados a desenvolver esta doutrina surgiram anos depois.

    Hoje temos a doutrina da trindade já desenvolvida pelos próprios Adventistas do Sétimo Dia. Se é a mesma ou não das demais Igrejas, cabe a cada um adquirir o livro intitulado "A Trindade" e comparar.

    https://www.cpb.com.br/produto/detalhe/7728/a-trindade

    O que é bem melhor do que confiar nas opiniões pessoais de nossos amigo Luciano Sena contido em seu livro conspiracionista!

    ResponderExcluir
  3. Sr Adventista, vou abir uma exceção, mais uma vez... para deixar suas longas respostas e como sempre, não são respostas, mas discursos... do mesmo jeito - fala, diz, escreve, digita, verbaliza, argumenta, repete, repensa, mas nenhuma - repito, nenhuma capacidade de interagir com os fatos que apresento.

    1. Não conheço o adventismo melhor que os adventistas, mas conheço a fé cristã a respeito da trindade suficientemente para dizer que os que os patronos ASD dizem dela não é a verdade ortodoxa. E como o adventismo não é cristianismo ortodoxo, a identificação pode ser feita.
    2. Onde me baseio? Engraçado não disse que me baseio em site? No ICP? No CACP? Em 'apologistas de fundo de quintal' ? É... vamos ver se sabe ond eme baseio, se por acaso ler o que cito - "as fontes primárias" (risos)
    3. Que grande feito me dizer que me corrigiu - 1844 não foi uma falsa profecia!!! Oh... pergunte ao mundo cristão o que foi...
    4. Pessoas que passaram a ser adventistas >não deixaram de serem trinitarianos< - é Sr Adventista, anda assistindo muito TV Novo Tempo, e deixando de ler os livros adventistas... quando ler todo o livro que indicou no fim do comentário, achará o que eu escrevi... (risos)
    5. Adventismo Trinitariano desde sua fundação? É Sr Adventista, quando ler Em Busca de Identidade, e deixar de ficar assistindo os programinhas da TV Novo tempo, vai ver que disse outra besteira...
    5. Elen White era trinitariana... é Sr Adventista, como destaquei na postagem - era desde quando? O fato de ser desviada da ig. metodista, não garante nada. Afinal o domingo e a imortalidade da alma eram crenças metodistas, e nem por isso a menina louca continuou crendo nessas crenças...
    6. A Bíblia foi o único material consultado? Mais risos, precisa ler mais Sr Adventista... foram as visões de Ellen White - dizem... dizem... que levou uma concepção de um "trio celeste" ela não usou o termo Trindade, portanto, não coloque na boca dela o que jamais usou... além disso, existe algumas 'dificuldades' em tradução de seus livros...
    7. Se Adventista, uma crença trinitariana que discorda dos postulados históricos ortodoxos não pode ser bíblico... rejeitar a unidade substancial e ontológica da divindade, conforme compreende os Credos, por causa da proposição Bíblia de haver apenas "um Deus" sem distinção corporal, isto é, não três Espíritos, não crença trinitariana...
    8. O "abutrimento" adventista foi começar condenar os credos como hereges pela justificação dos hereges arianos - que o sr parece desconhecer... vamos parar de assistir TV Novo Tempo que o sr está mal...
    9. Sr Adventista, lamento, mas não é de agora que tenho lido seus comentários com profunda tristeza em ver uma pessoa tão amante de uma causa, cego, em várias áreas com esforço próprio... por falar nisso, quando ler o livro recomendado, me avise...
    Já que não apresentou nenhuma prova... como sempre!
    Grato.

    ResponderExcluir
  4. Como vemos, o movimento adventista já começou mergulhado em erros abomináveis como o arianismo. Como pode ser a Igreja Adventista uma igreja cristã genuína, se nunca repudiou os erros de Miller em relação a 1844? Também nunca repudiou oficialmente as heresias dos pioneiros arianos e nem o exclusivismo sectário. A Igreja Adventista se considera a única igreja que tem a verdade completa, ou seja, o cristianismo esteve sem a ''verdade completa'' até o movimento ''do advento", ou o grande desapontamento, de onde começa a surgir o adventismo, ou pelo menos as ideias que formariam as bases do movimento. Se os adventistas estivessem com a verdade, o cristianismo teria laborado em erro por séculos e séculos, o que sabemos que não é verdade, pois mesmo nos piores períodos da chamada Idade das Trevas, Deus teve seus pregadores e mártires.

    No dia em que a Igreja Adventista condenar oficialmente os erros dos pioneiros arianos, os erros escatológicos de Guilherme Miller, os erros da sra White e o seu proselitismo desonesto e também no dia em que parar de chamar as igrejas protestantes de ''filhas de babilônia'', nesse dia os evangélicos poderão estender a destra de comunhão a Igreja Adventista. Acho difícil esse dia chegar, pois o caminho das seitas geralmente é avançar em mais heresias. Concluo dizendo aos adventistas que o que me move a escrever estas coisas não é nenhum sentimento de ódio ou preconceito com os membros da Igreja Adventista. Conheço alguns adventistas e me são pessoas queridas a quem amo. O que motiva o irmão Luciano Sena a combater os erros da Igreja Adventista não é o preconceito religioso, mas o amor pelas almas dos próprios adventistas. Por isso, nenhum adventista deveria ficar ofendido ao ler os artigos do irmão Luciano neste site. Trata-se de defesa da Verdade Bíblica.
    Irmão Luciano, Deus continue abençoando teu trabalho apologetico. Paz e graça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Sales, infelizmente, por falar a verdade, muitos olham um trabalho como este (existem vários outros e melhores) como perseguição... graças a Deus pude ver uma família deixando Ellen White e voltando p/ os caminhos do Senhor. Fui visitá-los recentemente, e o último vestígio de Ellen White foi destruído... outros adventistas, crentes em Cristo, libertos das interpolações da falsa profetisa já me agradeceram. Embora estejam na iASD... de qualquer forma, tendo ou não resultados 'positivos' é bom ver irmãos como vc nos apoiando e o melhor, O Deus da Verdade sendo glorificado...

      Excluir
  5. A doutrina da trindade foi elaborada teologicamente desde o princípio, para confirmar o monoteísmo e a divindade de Cristo.

    Houveram várias seitas que distorceram os claros ensinos apostólicos sobre a divindade de Jesus Cristo; gnosticos, montanistas, modalistas, monarquianistas, arianistas etc... Todas estas seitas e mais outras ainda se subdividiam, inclusive com líderes que afirmavam ser Jesus Cristo.

    Ora, no meio de toda esta confusão, homens sérios e conhecedores da Sã Doutrina se levantaram como legítimos apologistas da Fé que "de uma vez por todas (nada de movimentos restauracionistas) foi dada (outorgada) aos santos (toda a Igreja é santa, e não apenas um grupo de "primeira classe."

    Agora, no decorrer do tempo (séculos), as heresias mencionadas acima ressurgem com uma nova "cara", mas a alma é herética.

    A doutrina da trindade reza que "Deus É um Espírito triuno, ou seja, Pai, Filho e Espírito Santo cuja triplíce manifestação ocorre ao mesmo tempo e eternamente, (além da relação das pessoas no seio (intímo da Divindade). Não se trata de três seres separados mas de UM ser que se manifesta tripersonalmente.

    Não são nem três espíritos separados, mas UM Espírito simples, uno e indivisível.Todas as manifestações de Deus no antigo testamento eram personificações e teofanias (Hb.1:1-3) até a vinda do Filho prometido. Jo.1:1-3.

    O único corpo permanente que a Divindade possui é o do Logos feito carne, e nenhum outro. O adventismo assim como o mormonismo ensinam que Deus Pai possui um corpo de homem, assim como seu Filho Jesus Cristo, (inclusive ambas as seitas afirmam que Jesus Cristo ANTES de sua encarnação tinha um corpo como de homem.

    É claro que esta heresia nos leva direto ao triteísmo, além de contrariar escrituras como João 1:1-14 e Filipenses 2:6-8! Se Deus Pai tem um corpo e o Filho também nós temos não um ser mas DOIS seres ou "deuses; isto sem falar na pessoa do Espírito Santo, já que o adventismo assim como seu colega em divindade, o mormonismo, não possuem uma "Pneumatologia", já que os escritos de Ellen White e Joseph Smith são pobres neste assunto.

    A doutrina da Divindade, triunidade ou trindade em Deus, foi eleborada teologicamente para defender a Fé contra as heresias e preservar o monoteísmo..."Ouve ó Israel..."

    Então, os adventistas, ainda que em seu credo atual afirmem a crença na trindade (triunidade), são DESMENTIDOS pelas revelações triteístas encontradas nos escritos de sua profetisa, onde ela apresenta o Pai e o Filho como dois homens e o Espírito Santo como um ser misterioso e sem corpo.

    Isto NÃO É SÃ DOUTRINA...É DIABO, É IDOLATRIA.

    Ellen White não entendia NADA a respeito da doutrina da trindade, assim como os outros pioneiros adventistas. A trindade para White é aquela que aparece em suas visões onde lhe foi mostrado DOIS HOMENS GLORIFICADOS.

    Lembremo-nos: Deus é UM SER que se expressa em três pessoas, e não três seres separados que recebem o nome de Deus como no adventismo e mormonismo.

    ResponderExcluir
  6. Olha só o estranho conceito de Trindade defendido pelo sr. Cadi e (acredito que) pelo sr. Sena:
    "Deus É um Espírito triuno, ou seja, Pai, Filho e Espírito Santo cuja triplíce manifestação ocorre ao mesmo tempo e eternamente, (além da relação das pessoas no seio (intímo da Divindade). Não se trata de três seres separados mas de UM ser que se manifesta tripersonalmente."

    O que é isso, sr. Cadi? Alguma anomalia? Algo de três caras, seis braços e seis pernas? Que estória é essa de tripersonalidade, alguma coisa com problema psíquico? Se isso consiste num exemplo doutrinário da, assim chamada, doutrina ortodoxa, defendida por estes dominicais, eu quero é distância desse "cristianismo ortodoxo" dos evangélicos. Até porque, notadamente, trata-se de doutrinas estranhas ao que as Escrituras ensinam.

    Ah! Este sr. Sena tem a presunção de pensar que saberia muito de adventismo, até mesmo mais do que nós, que somos adventistas, pode? Não irei nem me dirigir a ele, pois já sei qual será sua resposta: "Não está interagindo com o que postei no artigo."
    Arrrrrggggghhhh! É o que replico a ele, antecipadamente. Já abusei esta resposta dele...

    Sr. Cadi, o que a IASD ensina sobre a Trindade é apenas o que a Palavra de Deus diz sobre o tema, ou seja, que Deus é a existência de Pai, Filho e Espírito Santo, sem hierarquia entre Eles, sendo e tendo, ambos, a mesma essência divina, porém três Pessoas distintas e co-eternas.

    A compreensão adventista advém daquilo que está escrito, por exemplo:
    A expressão "uma" em Gên.: 2.24 "...uma só carne.", no original do hebraico, que indica unidade na pluralidade, é a mesma para "único" em Deut.: 6.4 "...único SENHOR."
    Portanto, assim como o casal é a existência de uma unidade de duas pessoas (há traduções que dizem que homem e mulher tornam-se uma só pessoa), Deus é a existência de uma unidade Divina de três Pessoas, sendo que nenhuma dElas é superior a Outra.

    Na formação do mundo a Trindade disse: "façamos o homem" (Gên.: 1.26). Ora, este diálogo só faz sentido, se, pelo menos, duas pessoas distintas estiverem em comunicação. Até porque quando uma pessoa fala a si mesma, isto não é diálogo, e sim um monólogo.

    O profeta Daniel disse que viu o "Filho do Homem" dirigindo-se ao "Ancião de Dias" (Dan.: 7.13). Logicamente, o Filho do Homem é Cristo e o Ancião de Dias é o Pai, portanto, duas Pessoas distintas, meu caro!!!!!!
    Em Jo.: 1.1-14 diz que o "Verbo estava com Deus", ou seja, Cristo estava com o Pai na criação (duas Pessoas distintas). Diz também que o "Verbo era Deus", isto é, João disse que Cristo é divino, assim como Paulo disse (em Fil.: 2.7-10) que mesmo Cristo "assumindo a forma de servo" continuou sendo "igual a Deus", ou seja, Um ser divino (ver Col.: 2.8-9).

    Há muito mais argumentos bíblicos, sr. Cadi, que mostram que a compreensão adventista sobre a Trindade tem base nas Escrituras, e suas teorias não passam de entendimentos humanos que carecem de amparo na Palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  7. Josinaldo,

    Vamos dar uma limpada no terreno.

    Vamos ler João 1:18: "NINGUÉM JAMAIS VIU A DEUS; O Filho Unigênito que está no seio do Pai, (não no lugar santo desde sua ascenção até 22 de Outubro de 1844), é quem o revelou.

    O apóstolo está afirmando que nunca alguém viu a Deus COMO ELE É; Apenas em simbolos e figuras como nas visões dos profetas, quando Deus apareceu a Abraão, a Moisés, a Jacob, Daniel, (alías o texto onde fala do Ancião de Dias e do Filho do Homem que é levado à sua presença (Dn.7:13-14) PARA RECEBER O REINO e não como os adventistas afirmam que foi em 22 de Outubro de 1844), é eminentemente simbólico, assim como o livro de Apocalipse onde no capítulo primeiro o Senhor Jesus aparece como Juiz e com as mesmas caracteristicas do Ancião de Dias.

    Agora, Deus COMO ELE É não pode ser visto.

    "O único que possui imortalidade, QUE HABITA EM LUZ INASCESSÍVEL, (mas Ellen White viu Deus Pai várias vezes!!!) A QUEM HOMEM ALGUM JAMAIS VIU, NEM É CAPAZ DE VER. A Ele honra e poder eterno. Amém! 1Tm.6:16.

    Tá explicado seu Josinaldo?

    Depois Josinaldo diz: "O que é isso, sr. Cadi? Alguma anomalia? Algo de três caras, seis braços e seis pernas? Que estória é essa de tripersonalidade, alguma coisa com problema psíquico? Se isso consiste num exemplo doutrinário da, assim chamada, doutrina ortodoxa, defendida por estes dominicais, eu quero é distância desse "cristianismo ortodoxo" dos evangélicos. Até porque, notadamente, trata-se de doutrinas estranhas ao que as Escrituras ensinam."

    Resposta: A trindade não é para ser "imaginada"; quem falou em cabeças e braços foi você. Deus é Espírito.

    Josinaldo disse: "Ah! Este sr. Sena tem a presunção de pensar que saberia muito de adventismo, até mesmo mais do que nós, que somos adventistas, pode?"

    Resposta: Vou me permitir responder, ainda que meu nome não seja mencionado. Se os adventistas REALMENTE conhecessem a origem de suas crenças, não seriam mais adventistas.

    O Josinaldo dá o exemplo de Adão e Eva como sendo "uma só carne", mas duas pessoas distintas e separadas com o objetivo de justificar o politeísmo sabatista.

    Acontece que Adão NÃO É EVA e EVA NÃO É ADÃO. Os dois "serão uma só carne" é um hebraísmo para a união ideal ( em todos os sentidos) entre marido e esposa.

    Agora, um homem (marido), não pode dizer: "Quem me vê a mim vê a minha esposa?! João 14:9.

    João 1:1: "No princípio era a palavra, e a palavra estava com Deus (no seio do Pai), e a palavra era Deus."

    Verso 14: "E a palavra SE FEZ CARNE (homem) e habitou entre nós...."

    As visões de Ellen White sobre a trindade são heréticas, pois em várias situações ela afirma que DE FATO E DE VERDADE VIU A DEUS COMO ELE É, afirmando até que viu o "corpo de luz que o envolve", quando as Escrituras afirmam categóricamente que NUNCA NINGUÉM VIU DEUS COMO ELE É e nem pode ver, a não ser na face de Jesus Cristo.

    E vamos parar com esses argumentos de a trindade ter três cabeças e braços e pataquadas.... Deus como ele é não pode ser imaginado porque ele é infinito. Agora, o adventismo tem "deuses", ou seja, não um Espírito que se manifesta tripersonalmente, mas "dois homens glorificados e um ser misterioso sem corpo, à quem eles chamam de Espírito Santo.

    São essas doutrinas que vem das profundezas do inferno.

    ResponderExcluir
  8. Vejam como Ellen White e suas "visões" desviam as pessoas da verdadeira revelação da palavra:

    "O Pai não pode ser descrito pelas coisas da terra. NO PAI ESTÁ TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE CORPORALMANTE, e é invisível aos olhos mortais. NO FILHO ESTÁ TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE MANIFESTADA. A Palavra de Deus declara que Ele é a"expressa imagem da Sua pessoa. ' "Deus amou tanto o mundo que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que crê não pereça, mas tenha a vida eterna." Aqui é mostrada a personalidade do Pai.

    "O Consolador que Cristo prometeu enviar depois de ascender ao Céu, é o Espírito em toda a plenitude da Divindade, tornando manifesto o poder da graça divina para todos os que recebem e crêem em Cristo como Salvador pessoal. Há três pessoas vivas do TRIO CELESTIAL em nome desses TRÊS PODERES , o Pai, o Filho, e o Espírito Santo, aqueles que recebem a Cristo pela fé viva são batizados, e ESSES PODERES cooperarão com os súditos obedientes do Céu em seus esforços para viver a nova vida em Cristo. " (Escola de Treinamento Bíblico, 1906/03/01, "O Pai, Filho e Espírito Santo", ponto 2)

    E primeiro lugar Ellen White descaradamente contraria colossenses 2:9 ao afirmar que no "Pai reside toda a plenitude da divindade CORPORAMENTE, porque a Bíblia diz outra coisa :

    "...porquanto, nele, (em Jesus Cristo), HABITA CORPORALMENTE TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE."

    Em Hebreus 10:5 está: Por isso, ao entrar no mundo, diz (ou seja, o Filho se dirigindo ao Pai): "Sacrifício e oferta não quiseste, UM CORPO ME FORMASTE...."

    Somente em Jesus Cristo "habita CORPORALMENTE toda a plenitude da divindade porque ao assumir a natureza humana (corpo me preparaste), ele continua a ser Deus (Jo.1:1-3), o que por natureza e existência não poderia deixar de ser.

    Ellen White fala em "três poderes", "trio celestial" etc...

    As escrituras afirmam que somente existe UM PODER, o de Deus: as escrituras não ensinam que Deus é um "trio", mas UM SER INDIVISÍVEL.

    Deus é UM SER e não uma agremiação ou sociedade de pessoas visando um fim comum.

    Agora não temos tempo, mas depois vou mostrar Ellen White afirmando que ANTES de sua encarnação Jesus Cristo tinha um corpo de homem glorificado!!!

    Pergunto: Onde ficou o "corpo glorificado" de Jesus quando ele "entrou" no ventre de Maria???

    Mais uma visão de White contrariando as escrituras; agora, Hebreus 10:5 ..."corpo me formaste..."

    depois continua....

    ResponderExcluir
  9. Prezado irmão Paulo (estava sentido sua falta)...

    Nessa empreitada, percebi também que os adventistas a princípio não achavam que era verdade... depois que começaram a perceber os fatos, estão defendendo as visões de Ellen White... no Face já tem um que está dizendo que o Deus presbiteriano é um Deus "amorfo", e que os pioneiros adventistas não iriam crer mesmo, e que até ele, seria antitrinitariano diante de um Deus amorfo...

    Enfim, não são cristãos ortodoxos...

    ResponderExcluir
  10. Irmão Luciano, estamos na área..... kkkkk!

    Como você tem demonstrado em várias postagens e também em seu livro "A Conspiração Adventista", a doutrina adventista sobre a Trindade, é uma fálacia.

    Agora, quando adventistas dizem que o Deus da Bíblia é "amorfo", novamente demonstram que não entendem a doutrina da Trindade e nem a revelação das Escrituras.

    Antes de haver o universo(s) somente o Eterno existia; nem mesmo o espaço que nos separa uns dos outros (microcosmo) e também separa as galáxias (macrocosmo), não existia, mas somente Deus.

    O Eterno em sua trancendência, está além de nossa compreensão.

    Para poder se comunicar com suas criaturas (até mesmo os anjos), Ele tem de usar os mesmos padrões de comportamento que elas.

    Uma das maneiras que Deus usa para se aproximar de anjos e humanos, é a teofania, onde Deus manifesta a sua glória (adaptada a nós, mortais). Deus continua onipresente e transcendente mas se torna imanente, ou seja, participante nas relações de suas criaturas e desta forma tornando-se acessível à elas.

    O apóstolo João quando diz que "No princípio era o verbo", está falando da eternidade ou "princípio ontológico ou Deus em sua transcendência, e mostrando que o primeiro ato em direção à sua criação foi através do "logos" ou verbo (palavra) através das teofanias; estas manifestações nós encontramos durante todo o Antigo Testamento (escritos); Deus se manifesta para Adão em uma teofania, para Abraão, Moisés, Daniel, Jacó, Josué, Ezequiel etc....

    Ao chegar a plenitude dos tempos, no tempo do amadurecimento da palavra profética, o verbo "armou o seu taberbáculo entre nós, ou seja, se "fez carne" ou homem.

    Não há mais teofanias porque desde o nascimento de Emmanuel, Deus se revela somente através da palavra encarnada.

    No judaísmo, Deus é um ser incorpóreo, sem partes e eterno.

    Até a encarnação do verbo, Deus manisfestado em figura humana era uma metáfora com vistas a descida do Filho prometido.

    continua.....

    ResponderExcluir
  11. O apóstolo Paulo retoma o assunto sobre a grandeza de Deus, em Atos 17:28, quando diante de um grupo de intelectuais cita os poetas (filósofos, eram poetas na Grécia, pois a poesia era de natureza profunda e existêncial assim como o teatro), Cleanto, filósofo estóico(331-233 a.C) e Arato 300 a.C. (315-240 a.C).

    O que eles diziam? Que a humanidade existe "em Deus." A existência vem de Deus, ou o ser de Deus é a origem e o centro da própria existência. Paulo também afirma (At.17:29 assim como faz no capítulo primeiro de Romanos 1:23, que a Divindade (termo biblico, enquanto Trindade é um termo teológico) não é semelhante aos homens.

    Em Romanos 1:23 Paulo diz: "......e mudaram a glória do Deus incorruptível EM SEMELHANÇA DA IMAGEM DO HOMEM CORRUPTÍVEL, bem como de aves, de quadrúpedes e repteis."

    A palavra "SEMELHANTE" no versículo acima é traduzida da palavra grega "εἰκών eikōn (pronuncia-se "aicon)", que significa "imagem, figura e semelhança."

    Uma das várias passagens do NT onde a palavra"εἰκών" é encontrada é Lucas 20:24: "Mostrai-me o denário. De quem é a "efígie, εἰκών (imagem)" e a inscrição?...."

    O apóstolo Paulo como fariseu criado aos pés de Gamaliel (ilustre Rabino judeu), de forma alguma ensinava que a Divindade é um homem glorificado como querem os adventistas e mórmons.

    A Divindade assumiu de fato a natureza humana sem pecado, através da encarnação do logos que estava voltado para o Pai. No texto de Daniel 7:13 onde o Filho do Homem é levado ao Ancião de Dias (símbolo, já que Deus não é um ancião de cabelos brancos, senão os pintores medievais estariam certos ao projetarem suas paixões em (a)"frescos" que chegavam a insultar a santidade do Deus invisível "à quem nenhum homem viu e nem pode ver, 1Tm.6:16"), o "Ancião de Dias desaparece e reaparece em Ap.1 na figura do Filho do Homem, como Juiz, ou seja, na visão de Daniel 7:13 o Filho do Homem e o Ancião de Dias se tornam em UM, sendo que o Filho do Homem absorve todas as características do Ancião de Dias, como Juiz.

    Como Paulo, nenhum profeta hebreu aceitaria uma imagem humana de Deus criada pelo homem, salvo as teofanias, uma iniciativa de se aproximar do homem caído até seu nascimento como homem desde o entre de uma mulher. As teofanias eram manifestações reais de Deus, mas temporárias.

    A encarnação do Verbo deu fim as manifestações de Deus em forma humana, como acontecia debaixo da antiga aliança.

    continua......

    ResponderExcluir
  12. O livro de Revelação ou Apocalipse é extremamente simbolico; as imagens encontradas no tabernáculo do deserto, nos livros de Daniel, Ezequiel, inclusive dos evangelhos etc, vão encontrando seus lugares e significados.

    Uma destas imagens encontra-se no capítulo 4 de Apocalipse, onde João vê "um" sentado no trono. Este, é aquele mesmo personagem visto pelo profeta Ezequiel nos primeiros capítulos de seu livro.

    Está teofania do antigo testamento é transportada para o livro de Apocalipse. Este ser tem em sua mão direita, um pergaminho (visão simbolica porque no céu não existem pergaminhos, que são uma descoberta humana e substituída pelo livro, assim como o livro está infelizmente aos poucos sendo substituído pelo tablet, por exemplo); este personagem é visitado pelo cordeiro que havia sido morto e tinha sete olhos e sete chifres, que simboliza Cristo, o cordeiro que tira o pecado do mundo.

    O cordeiro vem e pega o livro daquele que está assentado no trono; o que isto significa? A passagem da antiga para a nova aliança onde se encontrava a teofania, e sua realidade como o cordeiro que é Cristo; agora, Cristo assenta-se no trono do Pai, e este fala na pessoa do Filho, porque somente existe um trono e não dois ou três.

    No capítulo 4 de Apocalipse nós estamos presenciando a mudança de dispensações da lei para a graça, da teofania para a realidade.

    Então nós vemos toda a centralidade da mensagem, em Cristo, que é o lugar soberano em que o Pai lhe colocou.

    Estou somente fazendo estes comentários para afirmar que as seitas não são cristocêntricas, assim como os politeístas adventistas e mórmons que transformaram a Divindade "em semelhança de homens", Rm.1:23, quando a Divindade se fez em semelhança de homem, de verdade e de fato, pela encarnação do verbo, mas continua sendo o mesmo Espírito Eterno.

    Ellen White e seu colega Joseph Smith não receberam suas revelações de Deus, mas sim de espíritos imundos mascarando-se em anjos de luz.

    ResponderExcluir
  13. Sr. Cadi,

    O seu "cristianismo ortodoxo" dominical é para continuar bem distante de nós, adventistas, meu caro. Não tem como acreditar em tamanhas baboseiras suas e do sr. Sena!

    Fique então com sua anomalia dominical (o seu suposto deus um, dois e três, que formam um ser espiritual indivisível, tripersonal)! Sinceramente, algo com bipersonalidade já é um quadro psíquico deprimente, imagine alguma coisa com problemas de tripersonalidade... a situação clínico-mental só triplifica!

    Eu fico com o que a Bíblia diz a respeito da Trindade:
    Pai, Filho e Espírito Santo, três Pessoas distintas e coeternas que são o Deus único. Assim, não há politeísmo, pois não existe hierarquia entre Eles!
    O fato de deuses serem uns superiores a outros é o que caracteriza o politeísmo.

    ResponderExcluir
  14. Josinaldo, que bom que começa a ver que há diferença (ainda inicial, mas já há reconhecimento de sua parte...tenho percebido essa leve tendencia, parece que quando nos acusaram de 'invenção', não estão tão conectados com od dados históricos...) então seja honesto com os fatos.

    O termo "trindade" é da tradição ortodoxa, usá-lo para fins proselitistas dissimulados, é atitude malandra. Ellen White nunca usou, e obviamente algum motivo havia... - seus primeiros anos foram de idiotice mental, mas com o tempo ela cresceu bem, à medida que lia obras da 'filha de babilônia', sabia do que escrevia... mas o adventismo, com essa confusa história, 'usa termos' para os fins que sabemos...

    Parabéns Josinaldo, negar o Deus da fé cristã é algo que devia ser feito claramente como vários pioneiros... mas não 'camuflar'...

    ResponderExcluir
  15. Josinaldo disse: "Sinceramente, algo com bipersonalidade já é um quadro psíquico deprimente, imagine alguma coisa com problemas de tripersonalidade... a situação clínico-mental só triplifica!"

    Resposta: A tripersonalidade, Pai, Filho e Espírito Santo existe EM DEUS, e não FORA dele; e é COMPLEMENTAR, se manifestando AO MESMO TEMO SEMPRE E ETERNAMENTE; não é como se fossem três pessoas separadas como acontece no adventismo, onde Deus Pai é um homem glorificado, Deus Filho é outro homem glorificado e o Espírito Santo um ser incorpóreo (sem personalidade definida, mas isto é outra história!)

    À isto, chamam de Deus! E cada um destes homens glorificados (Pai e Filho) com uma personalidade diferente.

    Como é que o Josinaldo vem dizer que a Trindade tem problemas psíquicos, quando a manifestação tripersonal de Deus ocorre EM DEUS, ao mesmo tempo e sendo por isso COMPLEMENTAR; no caso do adventismo, são no minímo dois seres separados, e cada um com sua personalidade e agindo EM MOMENTOS DIFERENTES;

    Isto não passa de politeísmo, igualzinho a turma do monte Olimpo!

    Existe uma unicidade no movimento da Divindade; por isso que o Senhor Jesus disse que tudo o que o Pai faz, o Filho faz também; isto é uma realidade ontológica em Deus.

    Se este princípio for quebrado (a tripersonalidade agindo ao mesmo tempo, acaba a unicidade de Deus).

    No adventismo são dois seres (Pai e Filho) atuando em momentos distintos, não sendo portanto O MESMO SER, ficando caracterizado assim o POLITEÍSMO.

    Mas parece que estas criaturas não conseguem entender o óbvio!

    Pelo mundo está havendo o surgimento de grupos adventistas (e existem vários sites), voltando ao unitarianismo de James e Ellen White, Uriah Smith, e os outros; claro, porque a doutrina original do adventismo é unitariana; pelo menos estes grupos são mais sinceros e admitem que esta "trindade" encontrada no "Nisto Cremos" é fajuta e contraria todos os credos cristãos e a fé de todos os cristãos por séculos a fio!

    Deus deixou no êrro Agostinho, John Huss, John Knox, Lutero, Calvino, Spurgeon, John Wesley, George Whitefield, Jonathan Edwards, Richard Baxter, e o número pode ser multiplicado aos milhares, e foi se revelar à um grupo que estava "fuçando" onde não deveria, ou seja, marcando datas para a vinda de Jesus, (1843-44).

    Ah! Vão catar coquinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Cadi,

      Já entendi a sua compreensão sobre a trindade ortodoxa dominical, não precisa falar mais nada. Até porque, quanto mais vc fala mais repudio tal ensino. E não venha me dizer que figuras do 2º século (Barnabé, Justino, Tertuliano, etc) e da Reforma (Lutero, Armínio, etc) criam da mesma forma como vc crê hoje, pois, para nós adventistas, a Escritura é que é a autoridade em assuntos espirituais, e não seres humanos.

      O seu deus com tríplice personalidade não é o Deus da Bíblia, ou seja, a existência de Pai, Filho e Espírito Santo, a unidade de três Pessoas distintas e coeternas, sr. Cadi.

      Já dissemos que o Deus da Bíblia não se configura em politeísmo, pois não existe hierarquia na relação Pai, Filho e Espírito Santo, nenhum dos três é superior Um ao Outro, se assim o fosse, haveria politeísmo, mas, como não é o caso...

      O sr. Cadi diz que a doutrina original do adventismo é unitariana. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
      Esse sr. Cadi (e o sr. Sena) não sabe absolutamente nada de adventismo mesmo!!!!

      Ah! O prezado Cadi também disse que Dan.: 7.13 que fala do Filho do Homem se dirigindo ao Ancião de Dias, essas duas Pessoas não devem ser entendidas literalmente.
      Sr. Cadi, vc tem que estudar muito de Bíblia mesmo, pois, apesar de realmente Dan.: 7.13 se tratar de uma visão profética, o seu conteúdo ou parte dele só pode ser entendido de maneira simbólica quando contrariar alguma doutrina bíblica no contexto imediato, em que o conteúdo está inserido, ou no ensino geral das Escrituras.
      Portanto, o Ancião de Dias e o Filho do Homem, em Dan.: 7.13, devem ser compreendidos literalmente.

      Apreeeeeende, sr. Cadi!

      Excluir
    2. Josinaldo, meus comentários estão mais abaixo; se puder refute-os... Quanto ao Ancião de Dias, é simbólico, e teofania; veja Cristo como o Ancião de Dias no capítulo primeiro de Apocalipse>

      NINGUÉM NUNCA JAMAIS VIU A DEUS (como ele é); o Filho unigênito que está no seio do Pai, este o declarou.
      Jo.1:18.

      "NÃO QUE ALGUÉM TENHA VISTO O PAI, SALVO AQUELE QUE VEM DE DEUS (o Filho de Deus); este o tem visto. Jo.6:46.

      Excluir
  16. Sr. Sena,

    Não cremos na mesma concepção sobre a Trindade: enquanto vc crê no entendimento "ortodoxo", eu acredito na compreensão judaico-cristã-adventista dessa doutrina. Esta é a nossa diferença, sr. Luciano!
    Portanto, não há dissimulação nenhuma, já que são convicções distintas a respeito do mesmo ensino, e, quando estudamos a Bíblia com os amigos, não comentamos a trindade do chamado "cristianismo ortodoxo" (a não ser para refutá-la), mas a Trindade na concepção judaico-cristã-adventista.

    Não recebo os seus parabéns porque não nego o Deus das Escrituras Sagradas, nego o deus do assim chamado "cristianismo ortodoxo dominical", pois esta corrente ideológico-religiosa crê em ensinos antibíblicos como predestinação agostiniano-calvinista, imortalidade greco-kardecista da alma, observância dominical católica, intemperança dietética (negligência com o corpo), dentre outras. Como se não bastasse, agora destaco a doutrina da trindade defendida por esta corrente "ortodoxa": um ser espiritual com tripla personalidade.

    É por isso que EGW evitava o termo Trindade na sua época! Pois poderia ser entendida como defensora dessa heresia "ortodoxa" tão falada pelos srs. Cadi e Sena.
    EGW cria na Trindade, mencionando as três Pessoas distintas e coeternas que a compõe, em seus livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário será muito útil em tempos futuros...

      Excluir
  17. Feliz Sábado Irmãos!!!
    Prazer em revê-lo Irmão Josinaldo.

    Antes de mais nada, quero deixar claro que respeito, mas não concordo com Luciano Sena e Paulo Cadi.

    Cadi disse: " esta "trindade" encontrada no "Nisto Cremos" é fajuta e contraria todos os credos cristãos e a fé de todos os cristãos por séculos a fio!"

    Sou sincero com vc Irmão, se vc se deixar levar pelos COSTUMES HUMANOS de credos cristãos por séculos a fio, vc está colocando a Sabedoria Humana acima do Temor a Deus e não permite que o ESPÍRITO SANTO te convença das verdades reveladas.
    Acima de nossa Sabedoria está o Temor à Deus.

    Cadi disse: "foi se revelar à um grupo que estava "fuçando" onde não deveria, ou seja, marcando datas para a vinda de Jesus, (1843-44).
    Ah! Vão catar coquinho!"

    Isto parece Complexo de Inferioridade e não te permite enxergar, pois EGW diz que existem Cristãos Sinceros em todas denominações.

    Não queiram se igualar aos Fariseus ou Saduceus Irmãos.

    Não se esqueçam do sonho de Pedro com animais impuros em Atos 10:34-35 explica o sonho:
    "Então Pedro começou a falar: "Agora percebo verdadeiramente que Deus não trata as pessoas com parcialidade,
    mas de todas as nações aceita todo aquele que o teme e faz o que é justo."

    Não se esqueçam também da Parábola do Bom Samaritano.

    Não se esqueçam também da Parábola do Filho Pródigo, no final quando o Irmão mais velho que se Julgava Certinho acaba não entrando na festa do Irmão Pródigo, Jesus fazendo uma Alusão do Irmão mais velho que não entra na festa, ao Fariseu que o perguntara porque ele comia com os Pecadores Cobradores de Impostos e que também poderia ficar fora da "vida eterna" a escolha do final da Parábola fica por conta do Fariseu Raciocinar e colocar a mão na Consciência para entrar na Festa dos Pecadores Arrependidos, ou melhor, "Vida Eterna".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Vou ser também sincero com vc, se você deixar de ler Ellen White, muita coisa melhorá em sua forma de tratar as coisas...

      Mas aqui vai meu lembrete - se puder e quiser, trate da postagem... eu apresentei resumos que envolve essa faceta da história da IASD.

      Excluir
  18. Bom Dia Irmão Luciano!
    Vc disse: "muita coisa melhorá em sua forma de tratar as coisas..."

    Te pergunto: Melhorará o que? qual é a forma que trato e que coisas?

    Sobre a postagem vou te dar minha opinião.

    1º Quero expor que o conhecimento é progressivo, a inteligência é a descoberta de como Utilizar esse conhecimento, a Sabedoria é saber Utilizar da melhor forma esta inteligencia e o Temor a Deus é conhece-lo, obedece-lo e reconhecer que nossa Sabedoria é Imperfeita, só ele é Perfeito e permitir que Deus aja em nossas vidas, pois quem tem pouca Fé não consegue confiar que Deus move uma montanha e quem tem muita Fé confia e acredita que Deus move essa montanha, como já dizia Jesus em Mateus 20 "E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível." (Detalhe: o grão de mostarda era o menor grão e se transformava progressivamente em uma Arvore imensa) e em Mateus 14:31 "E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?"

    2º Já havia dito a vc, mas vou repetir e explicar melhor, que suas opiniões são especulativas.
    Especulação é uma pessoa procurar minuciosamente alternativas para contrapor uma opinião, não que seja mentira, mas que acaba fugindo do Objetivo Concreto, sua opinião sobre os Pioneiros pode até ser verdade em partes da mesma forma que os outros teólogos buscavam a verdade, os pioneiros também buscavam e erravam também, pois todos somos falhos e pecadores, mas a busca pela compreensão é progressiva e os pioneiros buscavam a verdade espiritual e minha opinião é que os outros teólogos por mais que tenham ajudado, não prosseguiram o conhecimento espiritual e não se corrigiram em suas Doutrinas que são opiniões Filosóficas que não batem com a Bíblia, com a Palavra de Deus, quem procurar ler a Bíblia inteira e colocar a prova os conceitos de EGW chega a conclusão que está correta, quem ler apenas partes da Bíblia terá várias interpretações e acabará escolhendo uma interpretação que mais lhe agrada, mas que não seja a correta para Deus, seguindo assim suas próprias concupiscências, pois estará se sustentando em sua própria Sabedoria e não no Temor a Deus.
    De qualquer forma a Adventista diz ainda que Deus nos Julga pelo conhecimento que temos, indiferente de denominação, o problema começa quando as pessoas recusam o conhecimento de Deus, aí meu amigo, o problema não é da Adventista, mas sim, a pessoa com o Espirito Santo.

    3º A opinião dos diversos pensadores como Lutero e os outros são opiniões Filosóficas sim Irmão Luciano, não estou querendo julga-los, pois quem julga é Deus, foram pessoas boas que contribuirão para a divulgação do Evangelho mas temos que dar um passo adiante e crescer Espiritualmente, ou Amadurecer nossa Fé.

    Não deixe o Orgulho fechar seus olhos Irmão.
    Todos somos pecadores. :)

    ResponderExcluir
  19. Kkkkkkkk...os dominicais entraram na chibata foi cedo.

    ResponderExcluir
  20. Agora vamos ver o tamanho do estrago quando White começa a vomitar suas blasfêmias contra a Palavra!

    White disse: "Satanás no Céu, antes de sua rebelião, era um anjo alto e exaltado, PRÓXIMO EM HONRA AO AMADO FILHO DE DEUS. Seu semblante, como o dos outros anjos, era suave e exprimia felicidade. A testa era alta e larga, mostrando um poderoso intelecto. Sua forma era perfeita, o porte nobre e majestoso. Uma luz especial resplandecia de seu semblante, e brilhava ao seu redor mais bela do que ao redor dos outros anjos; Ainda Jesus, o Filho amado de Deus, tinha a primazia sobre todos as hostes angelicais. ELE ERA UM COM O PAI antes fossem criados os anjos. SATANÁS TINHA INVEJA DE CRISTO, e GRADUALMENTE ASSUMIU O COMANDO TRANSFERIDO SOMENTE A CRISTO."

    "O GRANDE CRIADOR convocou os exércitos celestiais, para que ele pudesse, na presença de todos os anjos, CONFERIR HONRA ESPECIAL A SEU FILHO. O FILHO ESTAVA ASSENTADO NO TRONO COM O PAI, e a multidão celestial de santos anjos aglomerada em torno DELES. O Pai então fez saber que FORA ORDENADO POR ELE MESMO QUE CRISTO, SEU FILHO, DEVESSE SER IGUAL A ELE; DE MODO QUE, ONDE QUER QUE ESTIVESSE A PRESENÇA DE SEU FILHO, ISTO SERIA COMO A SUA PRÓPRIA PRESENÇA. A PALAVRA DO FILHO DEVERIA SER OBEDECIDA TÃO PRONTAMENTE COMO A PALAVRA DO PAI. À SEU FILHO ELE TINHA INVESTIDO COM AUTORIDADE PARA COMANDAR O EXÉRCITO CELESTIAL. ESPECIALMENTE SEU FILHO DEVERIA TRABALHAR COM ELE MESMO NA CRIAÇÃO ANTECIPADA DA TERRA e todos os seres vivos que deveriam existir sobre a Terra. SEU FILHO IRIA REALIZAR SUA VONTADE E SEUS PROPÓSITOS, MAS NÃO IRIA FAZER NADA DE SI MESMO. A VONTADE DO PAI SERIA CUMPRIDA NELE."

    ""SATANÁS TINHA INVEJA E CIÚME DE JESUS CRISTO. No entanto, quando todos os anjos se curvaram para Jesus, reconhecendo sua supremacia e alta autoridade e direito de governar, Satanás fez uma reverência com eles;. Mas seu coração estava cheio de inveja e ódio CRISTO TINHA SIDO INTRODUZIDO NO CONSELHO ESPECIAL DE DEUS EM RELAÇÃO A SEUS PLANOS, ENQUANTO SATANÁS NÃO OS CONHECIA. Ele não entendeu, e também não lhe foi permitido saber, os propósitos de Deus. Mas Cristo foi reconhecido como o soberano do Céu, SEU PODER E AUTORIDADE SENDO O MESMO QUE O DE DEUS................................" PORQUE CRISTO DEVERIA SER HONRADO ACIMA DELE?"

    continua.......

    ResponderExcluir
  21. "ELE DEIXOU A PRESENÇA IMEDIATA DO PAI, INSATISFEITO E CHEIO DE INVEJA CONTRA JESUS CRISTO. Escondendo seus verdadeiros propósitos, ele reuniu o exército angelical. Ele apresentou o seu assunto, que era ele mesmo. Como um lesado, ele relatou a PREFERÊNCIA QUE DEUS TINHA A JESUS EM DETRIMENTO À SUA PESSOA. Ele disse-lhes que, doravante, toda a doce liberdade que os anjos tinham desfrutado estava no fim. POIS, NÃO TINHA SIDO DESIGNADO SOBRE ELES UM GOVERNANTE À QUEM ELES DORAVANTE DEVERIAM PRESTAR HONRA SERVIL? Ele afirmou para eles os tinha reunido para assegurar-lhes que já não se submeteria a esta invasão de seus direitos e deles; QUE JAMAIS VOLTARIA A SE CURVAR À CRISTO; A HONRA QUE DEVERIA TER-LHE SIDO CONFERIDA ELE A TOMARIA SOBRE SI MESMO, e seria o comandante de todos os que se submetessem a segui-lo e obedecer a sua voz. Houve controvérsia entre os anjos. Satanás e seus simpatizantes estavam se esforçando para reformar o governo de Deus. Eles estavam descontentes e infelizes porque não podiam olhar para a sua insondável sabedoria e verificar seus efeitos em EXALTAR SEU FILHO JESUS, DOTANDO-O COM TAL PODER E COMANDO ILIMITADO. Eles se rebelaram contra a autoridade do Filho. "(The Spirit of Prophecy, Volume One, página 17, parágrafo 1 página 18, parágrafo 2)."

    Aí nós temos blasfêmias extremas da heresia ariana!

    Primeiro, White afirma que Satanás estava "próximo em honra ao Filho de Deus", claramente afirmando que o "Filho" era inferior que o Pai, muito embora ele (Cristo) fosse (segundo suas, - de White - próprias palavras), "um com o Pai." Então, ela tem seus dois deuses sentados no trono e o "Pai" tornando "conhecido" que ele "ordenou" que "Cristo" devesse ser igual a Ele" e que "onde quer que estivesse a presença de seu Filho , isto seria COMO sua (do Pai) própria presença", e que Ele (Deus Pai) tinha "investido" o Filho com autoridade para comandar as hostes celestiais!!!

    Aí nós temos o ensinamento Whiteano de "dois criadores" operando em união. Ela prossegue dizendo que Cristo tinha sido "levado até o conselho especial de Deus" com relação a seus planos (os do Pai). Quer dizer, Cristo não sabia quais eram os planos de Deus Pai, não podendo ser o Deus de João 1:1-3!!!!!!!!

    White afirma que o "poder e autoridade de Cristo"foi "reconhecido" ser o mesmo que o de Deus!

    Então ela diz que "Deus" EXALTOU (isto ocorreu depois da encarnação, mas ela esta invertendo todo o evangelho e criando cenas fictícias no céu), seu Filho e dotou-o com "tal ilimitado poder e comando." Nota: Tudo isto é antes da encarnação!

    Tudo isto é claro POLITEÍSMO e ARIANISMO!

    Se Jesus Cristo é Deus, como é que aconteceu tudo isto com ele ANTES DA ENCARNAÇÃO, em seu estado original e divino???

    Estamos vendo aí a doutrina REAL do adventismo que NÃO É NEM DE LONGE TRINITARIANA, MAS SIM ARIANA E DAS CABELUDAS!

    O Filho é completamente sujeito e dependente do Pai, em sua natureza divina, ANTES DA ENCARNAÇÃO; nenhum Cristão verdadeiro e sincero creu nestas asneiras durante TODOS estes 2000 e poucos anos!

    Pausa para o café..... logo voltamos!

    ResponderExcluir
  22. No comentário aí em cima, as 19:03, White diz:

    "Satanás no Céu, antes de sua rebelião, era um anjo alto e exaltado, PRÓXIMO EM HONRA AO AMADO FILHO DE DEUS. Seu semblante, como o dos outros anjos, era suave e exprimia......"

    Olhem só o que ela afirmou: "PRÓXIMO EM HONRA AO AMADO FILHO DE DEUS."

    Vamos ler Isaías 40:18: "Com quem comparareis a Deus? Ou que coisa semelhante confrontareis com ele?"

    Isaías 40:25: "A quem me comparareis para que eu lhe seja igual? diz o Santo."

    Jó 4:18: "Eis que Deus não confia nos seus servos E AOS SEUS ANJOS ATRIBUI IMPERFEIÇÕES."

    Todas as criaturas estão infinitamente abaixo de Deus; como ele mesmo disse no profeta Isaías, "ele é imcomparável", e não apenas um ser superior. Cristo como a palavra (logos, razão, mente) eterno criou todas as coisas.

    "......pois nele foram, criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo for criado por meio dele e para ele."Cl.1:16

    "No princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus.............Todas as coisas foram feitas por intemédio dele. e sem ele, nada do que foi feito se fez." Jo.1:1-3.

    Jesus Cristo é Criador, Satanás criatura. A afirmação de White, afirmando que Satanás "estava próximo em honra a Cristo" é heresia, é mentira. Será que é difícil responder de onde estava vindo a "inspiração de White?" Paulo afirma que Cristo é a origem de todas as hierarquias angélicas como seu Criador, seu Deus.

    White continua, afirmando que Deus exaltou a Jesus (comentário das 19:03). O Filho de Deus não tinha o nome de Jesus em sua preexistência, e nem ainda era "o Cristo de Deus."

    Mas White fica todo o tempo usando os termos errados.

    Em 1Tm.3:16 diz: "E sem controvérsia, grande é o mistério da piedade: "Deus foi manifestado na carne...." Esta tradução, (algumas dizem "aquele" em vez de Deus") é consistente com Jo.1:1-3,14, "e o verbo era Deus.... e se fez carne..."

    White afirma que Deus investiu o Filho com "poder e autoridade." Como é que Deus vai ser investido com "poder e autoridade, vai ser exaltado, "tendo que tomar conhecimento dos planos de Deus Pai" etc? É porque os adventistas NUNCA foram trinitarianos mas unitarianos.

    Este adventismo evangelical e (trinitário?)não é mais o adventismo dos chamados pioneiros ( que o digam os adventistas do movimento de reforma e os restauracionistas).

    Alías, onde está o Espírito Santo? ÉÉÉÉÉ! Como todos os unitarianos os adventistas originais não davam muita atenção a pessoa do Espírito Santo. Isto pode ser confirmado ao pesquisar aliteratura dos testemunhas de Jeová, de igrejas unitarianas, de Ellen White (no total de seus escritos, a pessoa do Espírito Santo não é secundária, mas terciária....).

    Nos escritos de Ellen White Jesus Cristo é apresentado como um ser inferior a Deus Pai e que foi exaltado, recebendo poder e autoridade de Deus e sendo introduzido no conselho secreto do Altíssimo, daí Satanás ficou com inveja.

    Arianismo puro! White aceita a divindade de Cristo, mas de uma forma secundária, derivada de Deus Pai, e não como apresentada nas escrituras sagradas onde em João 17:1-5 o Senhor pede ao Pai que lhe glorifique com a MESMA glória que ele tinha com o Pai antes da fundação do mundo.

    Em Filipenses 2:6 diz: "pois ele existindo em FORMA (G. MORPHÊ) de Deus..." O verbo não quis manter a IGUALDADE com o Pai em sua forma transcedental pois não teve por usurpação manter auquela forma (que nunca alguém viu), mas humilhou-se ...... até a morte de cruz.

    Continua.......

    ResponderExcluir
  23. Respondendo ao comentário de Josinaldo, 13/12/2014, 21:07: "Já dissemos que o Deus da Bíblia não se configura em politeísmo, pois não existe hierarquia na relação Pai, Filho e Espírito Santo, nenhum dos três é superior Um ao Outro, se assim o fosse, haveria politeísmo, mas, como não é o caso..."

    Resposta: Josinaldo, leia meus comentários aí em cima e veja de uma vez por todas que na trindade (?) adventista existe hierarquia sim.

    Josinaldo disse: "

    ResponderExcluir
  24. Bom dia irmão Paulo Cadi, a paz do Senhor!

    Deixemos por um momento de lado a TRINDADE ORTODOXA e a TRINDADE ADVENTISTA (como queira).

    Tire-me uma dúvida irmão Paulo Cadi:

    A TRINDADE, sempre existiu ou ela passou a existir após algum acontecimento?

    Exemplo:

    A TRINDADE seria o ALFA e o ÔMEGA? Ou seja, sempre existiu? Não tem PRINCÍPIO nem FIM?

    A TRINDADE surgiu após a CRIAÇÃO das ostes ANGÉLICAS ou já existia neste momento?

    A TRINDADE surgiu após LÚCIFER ter pecado e levado 1/3 dos anjos à também pecarem ou já existia?

    A TRINDADE surgiu após a criação da TERRA com tudo o que nela HÁ ou já existia?

    A TRINDADE surgiu quando ADÃO e EVA pecaram ou já existia?

    Quando irmão Paulo Cadi, a TRINDADE teria iniciado?

    No ALFA e no ÔMEGA, ou em algum evento específico?

    Qual a sua opinião?

    Qual o seu entendimento?

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  25. O irmão Paulo Cadi disse:

    "Aí nós temos blasfêmias extremas da heresia ariana!
    Primeiro, White afirma que Satanás estava "próximo em honra ao Filho de Deus", claramente afirmando que o "Filho" era inferior que o Pai, muito embora ele (Cristo) fosse (segundo suas, - de White - próprias palavras), "um com o Pai." Então, ela tem seus dois deuses sentados no trono e o "Pai" tornando "conhecido" que ele "ordenou" que "Cristo" devesse ser igual a Ele" e que "onde quer que estivesse a presença de seu Filho , isto seria COMO sua (do Pai) própria presença", e que Ele (Deus Pai) tinha "investido" o Filho com autoridade para comandar as hostes celestiais!!!"

    Irmão Paulo, não se contradiga. Veja:

    Você afirmou acima que EGW teria afirmado que "O FILHO ERA INFERIOR AO PAI" usando a citação dela: "próximo em honra ao Filho de Deus".

    Irmão Paulo, em que parte mesmo do texto dela ela teria dito "O FILHO ERA INFERIOR AO PAI"? Esta frase não existe! Tanto que em seu texto(Paulo), você cita o seguinte comentário dela: "UM COM O PAI"! Isso já basta para uma compreensão claro do que ela quis dizer. Precisa explicar mais alguma coisa?

    Irmão Paulo, quem criou os anjos?
    DEUS PAI?
    DEUS FILHO?
    DEUS ESPÍRITO SANTO?
    OU A TRINDADE?
    Qual a sua opinião?

    Quando os ANJOS passaram a existir, eles necessitavam de fé para crerem em quem os CRIÁRA (por que eles não viram quem os criou certo, ou viram quando foram criados ou quem os criou no ATO de criá-los)?
    De todas a OSTES CELESTIAIS. Existia algum anjo que seria o COMANDANTE de todos?
    Se sim. Seria LÚCIFER?
    Se na sua opinião for LÚCIFER, existiria alguma dificuldade ainda de o irmão entender:
    "próximo em honra ao Filho de Deus"? Ou seja, abaixo da TRINDADE ou TRIPERSONALIDADE (como você prefere), LÚCIFER está abaixo dela e acima dos demais anjos, pois não faz parte dela (trindade)! E muito menos se diminui à DEUS FILHO com tal comentário. Sinceramente irmão Paulo, não entendo como alguém tão culto como o irmão, distorce tanto coisas tão claras e simples como esta.

    Irmão Paulo, EGW tem DOIS deuses no TRONO?
    Estevão, viu à JESUS à DIREITA de DEUS (At 7:55)!
    Estevão também tem DOIS deuses?
    Estevão era POLITEÍSTA ou MONOTÍSTA?
    Estevão era ARIANO ou TRINITARIANO?

    Abraços e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  26. Alexandre, em 14/12/2014, 02:23, você perguntou se a Trindade sempre existiu.

    Resposta: Se a Trindade ou triunidade, ou o termo biblico neotestamentário "Divindade" tivesse um princípio nós, certamente teríamos algo semelhante ou talvez uma variante da heresia chamada de "Modalismo." Você pode pesquisar sobre o assunto, mas básicamente o Modalismo, como também uma de suas variantes, o Sabelianismo, (de Sabélio, Sabellius), ensina que Deus se manifesta não como três pessoas, Pai, Filho e Espírito Santo, mas como três "modos" sucessivamente; Então, Pai, Filho e Espírito Santo são três "máscaras" (persona em Latim), em que Deus se manifesta ao mundo.

    Não estou nem tocando neste assunto que tem muito pano prá manga!

    Se a Trindade teve princípio, então existe um ser oculto que ora é Pai, ora, é Filho, ora Espírito Santo, ou seja não temos mais a Trindade de Pessoas "em" Deus. Se a Trindade teve princípio, então não existem três pessoas porque se elas tivessem princípio não poderiam ser a legítima expressão de Deus em sim mesmo.

    Se a Trindade teve princípio ela seria uma manifestação de um ser oculto, e não poderíamos ter a revelação de Deus na pessoa de Jesus Cristo, já que se trataria de manifestações de um outro ser!

    Uma das principais características das seitas SEMPRE é a apresentação de um falso Deus; isto é recorrente.

    Como é que alguém seria batizado (Mt.28:19) em nome de três manifestações de um ser oculto, já que se a trindade tivesse começo não seria mais Deus mesmo, mas uma manifestação no tempo?

    continua......

    ResponderExcluir
  27. Alexandre, as 03:21, você disse:

    "Irmão Paulo, não se contradiga. Veja:

    Você afirmou acima que EGW teria afirmado que "O FILHO ERA INFERIOR AO PAI" usando a citação dela: "próximo em honra ao Filho de Deus".

    Irmão Paulo, em que parte mesmo do texto dela ela teria dito "O FILHO ERA INFERIOR AO PAI"? Esta frase não existe! Tanto que em seu texto(Paulo), você cita o seguinte comentário dela: "UM COM O PAI"! Isso já basta para uma compreensão claro do que ela quis dizer. Precisa explicar mais alguma coisa?

    Você disse: "Irmão Paulo, em que parte mesmo do texto dela ela teria dito "O FILHO ERA INFERIOR AO PAI"?

    Resposta: Porque não lê com atenção as afirmações de White, que estão no dia 13, as 14:57 e 19:59, e demonstre o contrário, que o Filho possuia a mesma autoridade que o Pai? Isto ANTES da encarnação, fora aquela bobagem onde ela afirma que "Satanás estava próximo em honra a Cristo", e não "próximo em honra do Pai. Porque? Sabe responder?

    Veja o que White disse:

    "CRISTO TINHA SIDO INTRODUZIDO NO CONSELHO ESPECIAL DE DEUS EM RELAÇÃO A SEUS PLANOS, ENQUANTO SATANÁS NÃO OS CONHECIA."

    Segundo ela (White), Cristo teve acesso ao "conselho especial" de Deus em relação a seus planos, enquanto que Satanás não."

    Isto prova o que? Que segundo ela (dona White), Jesus Cristo NÃO ERA O DEUS TODO-PODEROSO, mas era sujeito ao Pai em seu estado divino e pré-encarnatório, contrariando João 1:1-3 e vários outros textos.

    White disse: "FORA ORDENADO POR ELE MESMO QUE CRISTO, SEU FILHO, DEVESSE SER IGUAL A ELE; DE MODO QUE, ONDE QUER QUE ESTIVESSE A PRESENÇA DE SEU FILHO, ISTO SERIA COMO A SUA PRÓPRIA PRESENÇA."

    Porque White disse isto? Se Cristo é Deus, como Deus Pai iria "ordenar" que Cristo seu Filho devesse ser igual a ele? Ela disse isto porque não acreditava que Jesus Cristo era o Deus todo-poderoso, porque se acreditasse entraria em contradição com suas próprias afirmações arianas.

    Depois você fez umas perguntas...... você pergunta: "Irmão Paulo, quem criou os anjos?

    DEUS PAI?
    DEUS FILHO?
    DEUS ESPÍRITO SANTO?
    OU A TRINDADE?
    Qual a sua opinião?"

    Deus é Pai, Filho e Espírito Santo. Mt.28:19 (não se pode separar), 2Co.13:14. As escrituras revelam que Deus (elohim) criou o homem. As mesmas escrituras revelam desde o AT que Deus é Pai, Filho e Espírito Santo. Este ensinamento está espalhado pela Bíblia.

    As escrituras não ensinam que Deus é "um" como um dedo, mas que ele existe em três manifestações, Pai, Filho e Espírito Santo, AO MESMO TEMPO, e não como querem os modalistas, uma manifestação por vez. É só ir lá no batismo de Jesus.

    Depois você disse: "Irmão Paulo, EGW tem DOIS deuses no TRONO?
    Estevão, viu à JESUS à DIREITA de DEUS (At 7:55)!
    Estevão também tem DOIS deuses?
    Estevão era POLITEÍSTA ou MONOTÍSTA?
    Estevão era ARIANO ou TRINITARIANO?"

    Resposta: Exatamente, em toda a escritura somente existe um trono. Agora, Estevão não viu Deus COMO ELE É, mas somente Cristo "à destra de Deus", ou seja, "a destra do poder", porque Deus o exaltou com a sua "mão direita ou dextra", figura de linguagem para representar sua exaltação. At.2:33.

    Estevão não viu Deus Pai, mas a glória de Deus, e Jesus à sua destra, ou seja, exaltado como Senhor dos senhores e Reis dos reis."

    Estevão não viu dois seres corpóreos, de modo nenhum!

    1Tm.6:16: " 14que guardes este mandamento sem mácula nem repreensão, até a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; 15a qual, no tempo próprio, mostrará o bem-aventurado e único Soberano, o Rei dos reis e o Senhor dos senhores, 16aquele que só possui a imortalidade e que habita em luz inacessível, A QUEM NENHUM DOS HOMENS TEM VISTO E NEM PODE VER; ao qual seja dada honra e poder eterno. Amém."

    Estevão viu somente Jesus Cristo, Homem (1Tm2:5), e não a plenitude da Divindade ou Deus COMO ELE É.



    ResponderExcluir
  28. Olá Irmão Alexandre!!!
    Olá Irmão Paulo Cadi...
    Se me permite, quero expor minha opinião.

    Antes de mais nada, quero reforçar que minha opinião é a mesma do Bacchiocchi, ou seja, esses estudos da Trindade são Filosóficos e não Bíblicos.
    Outra coisa, sinto em dizer-te, mas seu conceito é apenas superficial e sem uma Contextualização.

    Cadi disse: "Isto ANTES da encarnação, fora aquela bobagem onde ela afirma que "Satanás estava próximo em honra a Cristo", e não "próximo em honra do Pai. Porque? Sabe responder?"

    Não vou entrar em pormenores e citações de livro de EGW, para não prolongar muito, mas vou responde-lo.
    O Contexto de sua frase está entrelaçada com a forma de Deus Filho se revelar aos Anjos, que foi na forma do Arcanjo Miguel e revelou-se como Cristo para os Homens.
    Satanás via Deus Filho como um Anjo igual a ele próprio, por isso e pela qualificação de Lucifer EGW disse que "Estava próximo em honra a ele", da mesma forma poderíamos dizer que João Batista estava próximo em honra a Cristo, não dizemos, porque sabemos que Cristo é Deus, mas Satanás era Orgulhoso e queria o lugar de Deus Filho, ou Arcanjo Miguel, não queria acreditar que o Arcanjo Miguel fosse Deus, da mesma forma os Sacerdotes, Fariseus, Saduceus e pessoas da época de Cristo não Acreditavam que ele era Deus.
    Deus Filho foi tão Amoroso com os Anjos e conosco Seres Humanos, que se Humilhou a ter que ser igual aos Anjos para revelar-se para eles e Humilhou-se nascendo Humano para nos Redimir de nossos Pecados.

    Vc disse: "Isto prova o que? Que segundo ela (dona White), Jesus Cristo NÃO ERA O DEUS TODO-PODEROSO, mas era sujeito ao Pai em seu estado divino e pré-encarnatório, contrariando João 1:1-3 e vários outros textos."

    Deus Filho se revelou como Arcanjo Miguel para os Anjos e nem eles próprios conseguiam entender como o Arcanjo Miguel poderia ser Deus, aí entramos na doutrina do Grande Conflito que é a guerra espiritual que todos passamos para sermos vencedores do pecado que é introduzido por Satanás, temos que vencer tentações, desejos carnais e sermos obedientes a Deus para estarmos sempre CAMINHANDO com ele, se pecarmos estamos dando autoridade para Satanás governar nossa vida.
    Concluindo, isto prova que o Arcanjo Miguel precisava do "conselho especial" para conversar com Deus Pai e Cristo precisava ficar em Jejum e Oração para ter a presença de Deus, assim como todos nós precisamos de muita Oração e obediência a Deus para ter a presença dele.

    continuação...

    ResponderExcluir
  29. Vc disse: "Porque White disse isto? Se Cristo é Deus, como Deus Pai iria "ordenar" que Cristo seu Filho devesse ser igual a ele?"

    Porque Cristo enquanto ser Humano deveria ter o Caráter de Deus, tanto é que em João 14:9 "Jesus respondeu: "Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai. Como você pode dizer: ‘Mostra-nos o Pai’?" é dito que quem o vê, vê o Pai, ou seja, o Caráter de Deus Pai era transmitido através das Atitudes de Cristo.

    Vc disse: "Estevão não viu Deus Pai, mas a glória de Deus, e Jesus à sua destra, ou seja, exaltado como Senhor dos senhores e Reis dos reis."

    Isto é uma opinião Filosófica e contradiz todo o Contexto da Bíblia inteira, inclusive o texto de 1 João 2:1 "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo." e outros textos que explicam que devemos Crer em Cristo para nossa Salvação.

    Vc disse: "Estevão viu somente Jesus Cristo, Homem (1Tm2:5), e não a plenitude da Divindade ou Deus COMO ELE É."

    Sinto muito dizer-te Paulo Cadi, mas é este tipo de Interpretação que nem nós Adventistas poderemos concordar com vc, nem vc vai concordar conosco, pois vc Interpreta fora de Contexto, ao seu modo e ao seu gosto.
    Deus Pai realmente ninguém nunca viu, somente Deus Filho que é Cristo e isto se torna um FATO termos que separar Deus Pai de Deus Filho, não tem como explicar coerentemente nem plausivelmente a inexistência de 3 seres em 1 Deus Eterno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa a sua explanação!
      Será que o sr. Cadi "descerá" do suposto pedestal em que ele tenta se "auto-colocar" e reconhecerá o seu equívoco a respeito do tema Trindade?
      Aguardemos as cenas dos próximos capítulos...

      Excluir
    2. Boa noite irmão Wesley e Josinaldo.

      Foi exatamente o que eu quis dizer.

      Mas com o irmão Paulo Cadi não tem jeito. Ele é o dono da verdade e não avalia posições contrárias, mas apenas as critica, distorce e ataca.

      Abraços a todos e fiquem com Deus!

      Excluir
    3. Obrigado Querido Josinaldo!

      Não acredito mais nesta hipótese, mas tenho Fé que o Espirito Santo trabalha em nossas vidas...

      Excluir
  30. Olá pessoal!

    Vejo que o Wesley e o Josinaldo ainda não se convenceram das mentiras propagadas por sua mentora Ellen White!

    Além do que já citamos, existe ainda MUITA falsa doutrina nos escritos desta senhora à quem seus seguidores atribuem "inspiração divina", mas quando comparados com a Bíblia, tranquilamente se vê as flagrantes contradições!

    Bem, agora o Wesley, (Ô Wesley, eu não sou arminiano, mas pelo menos vai para a Metodista, igreja da qual White não deveria ter saído atrás de falsas profecias, que deixaram mais uma seita para espalhar um falso evangelho legalista.

    Mas...... bem! O caro Wesley para explicar uma das declarações tão medonhas e anti-bíblicas de Ellen White, teve que dar voltas e mais voltas mas não conseguiu justificar nada. Porque? Porque as declarações de White estão erradas e as revelações que recebeu não vieram do Céu, mas de espíritos enganadores se passando por anjos de Deus.

    Wesley disse: "O Contexto de sua frase está entrelaçada com a forma de Deus Filho se revelar aos Anjos, que foi na forma do Arcanjo Miguel e revelou-se como Cristo para os Homens.
    Satanás via Deus Filho como um Anjo igual a ele próprio, por isso e pela qualificação de Lucifer EGW disse que "Estava próximo em honra a ele", da mesma forma poderíamos dizer que João Batista estava próximo em honra a Cristo, não dizemos, porque sabemos que Cristo é Deus, mas Satanás era Orgulhoso e queria o lugar de Deus Filho, ou Arcanjo Miguel, não queria acreditar que o Arcanjo Miguel fosse Deus, da mesma forma os Sacerdotes, Fariseus, Saduceus e pessoas da época de Cristo não Acreditavam que ele era Deus."

    Resposta: Wesley, leia várias vezes o que escreveu, e compare com o que diz a Bíblia. Primeiro vem com aquela interpretação errada que diz ser Cristo o arcanjo Miguel.

    Olhem o que está explicado no caderno da "Escola Sabatina de 30 de agosto de 2014, Lição 10 – A lei de Deus:

    "2. Leia Atos 7:38. Quem foi o Anjo que falou com Moisés e lhe deu a lei no Monte Sinai? Por que isso é importante? Is 63:9; 1Co 10:4

    “Cristo não somente foi o guia dos hebreus no deserto [...] MAS FOI TAMBÉM ELE QUEM DEU A LEI A ISRAEL Por entre a tremenda glória do Sinai, CRISTO DECLAROU AOS OUVIDOS DE TODO O POVO OS DEZ PRECEITOS DA LEI DE SEU PAI. FOI ELE QUEM DEU A MOISÉS
    A LEI GRAVADA EM TÁBUAS DE PEDRA” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 366).
    O FATO DE O PRÓPRIO CRISTO TER DADO A LEI A MOISÉS NO MONTE SINA torna ainda mais importante que nós a levemos a sério. Além disso, SE O PRÓPRIO LEGISLADOR a explicou de modo mais profundo através de Suas instruções, encontradas nos evangelhos, faríamos bem em obedecer a essa lei. Seria muito difícil encontrar na vida e ensinamentos de Jesus algo que implicasse que os Dez Mandamentos não são obrigatórios para os cristãos. Suas palavras e exemplo nos ensinam exatamente o oposto."

    Bem, aqui nós já encontramos uma contradição com a Bíblia. Os adventistas afirmam que Jesus Cristo é o arcanjo Miguel, tanto é que na lição da "Escola Sabatina" citada aí em cima, comentando Atos 7:38 (sermão de Estevão) eles afirmam ser Cristo o "Anjo que falava com Moisés!

    continua........

    ResponderExcluir
  31. Ao contrario do que afirmam os adventistas em sua "lição da Escola Sabatina", o anjo mencionado em Atos 7:38 não era Cristo, mas um "mensageiro", uma teofania com autoridade divina.

    Prova?

    Êxodo 33:1-3 "¶ Disse mais o SENHOR a Moisés: Vai, sobe daqui, tu e o povo que fizeste subir da terra do Egito, à terra que jurei a Abraão, a Isaque, e a Jacó, dizendo: À tua descendência a darei.
    E ENVIAREI UM ANJO DIANTE DE TI, e lançarei fora os cananeus, e os amorreus, e os heteus, e os perizeus, e os heveus, e os jebuseus,
    A uma terra que mana leite e mel; PORQUE EU NÃO SUBIREI NO MEIO DE TI, porquanto és povo de dura cerviz, PARA QUE NÃO TE CONSUMA NO CAMINHO."

    Está aí! O anjo, מַלְאָךְ mal'ak, ao qual Estevão se refere em Atos 7, é um "mensageiro" de יְהֹוָה Yahweh; com a autoridade de Deus para fazer sinais e prodígios na obra de libertação do povo de Deus.

    Judas, em sua epístola afirma que o arcanjo Miguel, lá no deserto, não se "atreveu", "ousou", a proferir juízo infamatório contra ele, mas disse: "O Senhor
    κύριος kyrios, te repreenda."

    Judas usa para "Senhor" a palavra grega
    κύριος kyrios, que na mesma epístola e no NT é usada para o Senhor Jesus; a palavra grega κύριος kyrios, é usada em lugar do tetragrama, do nome de Deus no AT, ou seja, יְהֹוָה!

    Outra contradição adventista; eles afirmam que Jesus Cristo é Deus, então pergunto: COMO É QUE DEUS (E DEUS NÃO PODE DEIXAR DE SER DEUS), NÃO SE ATREVEU (τολμάω tolmaō, não foi ríspido) com Satanás?

    "No princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo ERA DEUS. Jo:1:1"

    O Senhor Jesus quando aqui na terra andava como o "servo" de יְהֹוָה Yahweh, repreendeu Satanás abertamente.

    Depois, Wesley, você saiu com esta: "Deus Filho se revelou como Arcanjo Miguel para os Anjos e nem eles próprios conseguiam entender como o Arcanjo Miguel poderia ser Deus..........."

    Resposta: Aí não dá!!! Tá querendo competir com a mother White?

    Depois você disse: "Vc disse: "Porque White disse isto? Se Cristo é Deus, como Deus Pai iria "ordenar" que Cristo seu Filho devesse ser igual a ele?"

    Porque Cristo enquanto ser Humano deveria ter o Caráter de Deus, tanto é que em João 14:9 "Jesus respondeu: ................."

    Resposta: Ellen White afirma que Deus Pai ANTES, ANTES, ANTES, entendeu, da encarnação do verbo, ordenou aos anjos que considerassem Cristo (ele nem era Cristo), igual a ele. Entendeu?

    Pelo que você disse logo aí em cima, você não entendeu ou não percebeu. Não está vendo que ela está invertendo tudo?!

    Quanto a "ver Deus como ele é, o próprio Jesus afirmou:

    "NÃO QUE ALGUÉM TENHA VISTO O PAI, SALVO AQUELE QUE VEM DE DEUS (CRISTO MESMO, ESTE O TEM VISTO." Jo:6:46.

    Wesley disse: "Deus Pai realmente ninguém nunca viu, somente Deus Filho que é Cristo e isto se torna um FATO termos que separar Deus Pai de Deus Filho, não tem como explicar coerentemente nem plausivelmente a inexistência de 3 seres em 1 Deus Eterno.

    Resposta: Os homens viram Deus em carne passeando no meio deles,mas COMO ELE É, em sua natureza triuna, NUNCA NINGUÉM VIU...... Não não pode ser "separado em partes. O verbo λόγος logos, que era Deus, se fez homem e habitou entre nós, assumindo a natureza humana, mas não poderia deixar de ser Deus (natureza divina), já que Deus não pode deixar de ser divino.

    Não existe Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo; eu sei que muita gente se expressa assim, mas na verdade Deus, é "Pai, Filho, e Espírito Santo...........

    depois continua.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só como a fala do sr. Cadi é antibíblica:

      "Não existe Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo ..."

      Por que esta fala do prezado dominical é antibíblica? Por causa do que está escrito, vejam:

      João: 20.26-28
      "... Jesus, pôs-se no meio e disse: paz seja convosco!
      E... disse a Tomé: põe aqui o dedo e vê as Minhas mãos...
      Respondeu-Lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!"
      Ou seja, Tomé chamou ao Filho Deus, ou não foi isso, sr. Cadi?

      At.: 05.03-04:
      "Então disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo...? Não mentiste aos homens, mas a Deus."
      Nossa, Paulo Cadi, o apóstolo chamou ao Espírito Santo Deus! Que tapa na cara Pedro lhe dá, não é mesmo?

      Gál.: 01.01:
      "Paulo, apóstolo, ... por Jesus Cristo e por Deus Pai..."
      Olha só, sr. Cadi, o apóstolo Paulo contrariando totalmente a sua fala (de novo), dizendo que foi ministro do evangelho por DEUS PAI!

      E aí, sr. Cadi, o que tem a dizer?

      Excluir
    2. Ah, sr. Cadi! Não é "um anjo" que está escrito em Êx.: 33.02, como se o verso se referisse a um ser criado.
      Na passagem, temos, na verdade, a expressão: "o Anjo", ou seja, o mesmo "Anjo do SENHOR" de Êx.: 03.02 que é o grande "EU SOU" de Êx.: 03.14, isto é, o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (Joã.: 08.58).

      Excluir
    3. Josinaldo disse: "Olha só como a fala do sr. Cadi é antibíblica:

      "Não existe Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo ..."

      Por que esta fala do prezado dominical é antibíblica? Por causa do que está escrito, vejam:.........................."

      Resposta: Depois o Josinaldo cita alguns versículos com o objetivo de provar que exste, "Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo."

      Existe somente UM DEUS, que é Pai, Filho e Espírito Santo. Os versículos que você citou aí, no dia 19, as 22:55, referem-se todos AO MESMO E ÚNICO DEUS, e não a três "deuses" como você pretende.

      No ensinamento, quando e diz: "Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, é para distinguir as pessoas do MESMO E ÚNICO DEUS (não que Deus seja uma quarta pessoa), e não para afirmar três "deuses", ou seja, Deus Pai é um, Deus Filho é outro e Deus Espírito Santo é outro.

      Agora, o adventismo SIM promove tres "deuses", quando apresenta Deus Pai como um homem glorificado, Deu Filho como OUTRO SER, glorificado, e o Espírito Santo como outro ser SEM CORPO.

      Aí estão os trés deuses adventistas!

      Por isso que você saiu com essa, de "Deus Pai é um, Deus Filho é outro e Deus Espírito Santo é outro.........Foi porque voce VIU o êrro!

      Deus é UM SER em toda a Bíblia.

      Quando alguém se expressa dizendo: "Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, apenas está diferenciando as pessoas do MESMO DEUS e não dizendo que existem três "deuses."

      Então, parece que você não entende a doutrina da Triunidade de pessoas no ÚNICO DEUS.


      Excluir
    4. Josinaldo disse: "Ah, sr. Cadi! Não é "um anjo" que está escrito em Êx.: 33.02, como se o verso se referisse a um ser criado.
      Na passagem, temos, na verdade, a expressão: "o Anjo", ou seja, o mesmo "Anjo do SENHOR" de Êx.: 03.02 que é o grande "EU SOU" de Êx.: 03.14, isto é, o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (Joã.: 08.58)."

      Resposta:"Escola Sabatina de 30 de agosto de 2014, Lição 10 – A lei de Deus: "2. Leia Atos 7:38. Quem foi o Anjo que falou com Moisés e lhe deu a lei no Monte Sinai? Por que isso é importante? Is 63:9; 1Co 10:4

      “Cristo não somente foi o guia dos hebreus no deserto [...] MAS FOI TAMBÉM ELE QUEM DEU A LEI A ISRAEL Por entre a tremenda glória do Sinai, CRISTO DECLAROU AOS OUVIDOS DE TODO O POVO OS DEZ PRECEITOS DA LEI DE SEU PAI. FOI ELE QUEM DEU A MOISÉS
      A LEI GRAVADA EM TÁBUAS DE PEDRA” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 366).
      O FATO DE O PRÓPRIO CRISTO TER DADO A LEI A MOISÉS NO MONTE SINA..................." (ênfases minhas).

      Aí você já encontra um problema; Jesus Cristo segundo White, é o homem glorificado que falou com Moisés e lhe entregou as tábuas da lei.

      Aí, em Êxodo 3, nós temos um DIFERENTE, ou seja, um "anjo" ou mensageiro, um agente de YHWH, no qual estava o nome de Deus ou sua autoridade.

      É o mesmo anjo (coluna de Fogo) de Êxodo 33, onde lemos:

      "Êxodo 33:1-3 "¶ Disse mais YHWH a Moisés: Vai, sobe daqui, tu e o povo que fizeste subir da terra do Egito, à terra que jurei a Abraão, a Isaque, e a Jacó, dizendo: À tua descendência a darei.
      E ENVIAREI UM ANJO DIANTE DE TI, e lançarei fora os cananeus, e os amorreus, e os heteus, e os perizeus, e os heveus, e os jebuseus,
      A uma terra que mana leite e mel; PORQUE EU NÃO SUBIREI NO MEIO DE TI, porquanto és povo de dura cerviz, PARA QUE NÃO TE CONSUMA NO CAMINHO............"

      Veja que Deus (YHWH), está em oposição ao "anjo", ou seja, Deus não é o anjo!

      Então, os adventistas se contradizem ao afirmar que Jesus Cristo (homem glorificado no Sinai, não Deus Pai, outro homem glorificado), é que deu a Lei no Sinai e também era o anjo de At.7:38.

      Vejam que Deus mesmo, naquela teofania, NUNCA DESCEU DO SINAI, inclusive deu várias especificações para Moisés e uns alguns selecionados se aproximarem de longe!

      Em Êx.3 Deus fala através do anjo que era uma manifestação de YAHWEH, mas não ele mesmo. Será que dá para separar?

      Alguns relatos indicam que o "anjo estava" na Coluna de Fogo......

      Em Atos 7:35-36 (segunda metade), Estevão diz:

      "...............A este (Moisés) enviou Deus como chefe e libertador COM A ASSISTÊNCIA DO ANJO QUE LHE APERECEU NA SARÇA.

      ESTE (anjo ou mensageiro), os tirou, fazendo prodígios e sinais na terra do Egito, assim como no mar Vermelho e no deserto , durante quarenta anos."

      Desde Êxodo 3 em diante é o MESMO ANJO!

      Como foi citado, em Êxodo 33:1-3, o anjo NÃO É O PRÓPRIO DEUS, ( os adventistas dizem que é Jesus......Como pode? Jesus para os adventistas é Deus que entregou a lei no Sinai, como pode ser o "anjo" se em Êxodo 33:1-3 ele afirma que NÃO É O ANJO?

      Estão vendo a contradição?

      Nem Estevão, e nem os doutores da lei que o ouviam pensavam que o "anjo" fosse o próprio Deus....... É porque as pessoas se esqueçem de que a Bíblia foi escrita não nas faculdades de teologia da Europa, mas por profetas no Oriente Médio.

      continua.......................

      Excluir
    5. Quanto ao arcanjo Miguel, que nesta altura do campeonato TAMBÉM (para os adventistas vai ser o anjo de Êxodo 3), e também Jesus Cristo que entregou a Lei no Sinai).......que confusão..... não pode ser, porque está bem claro em Daniel 10:13 que Miguel é um DOS PRIMEIROS PRINCÍPES, porque existem outros da mesma categoria; Cristo não é "um dos" primeiros princípes, mas o Filho "Unigênito" de Deus, o Único de sua espécie!

      Em Daniel 12:1 está: "Nesse tempo (Ap.12:7), se levantará Miguel, o grande princípe, o defensor dos filhos do teu povo (Israel)............" Miguel é o guardião de Israel!

      Voltando ao anjo, no deserto, vemos que um estudo da cultura e da linguagem mostra que a palavra "nome" representava "autoridade". Os exemplos são muito numerosos, mas o espaço permite apenas uma pequena seleção. Deuteronômio 18: 5 e 7 falam de servir no "nome" (autoridade) do Senhor. Deuteronômio 18:22 fala de profetizar no "nome" (autoridade) do Senhor. Em 1 Samuel 17:45, David atacou Goliath no "nome" (autoridade) do Senhor, e abençoou o povo em "nome" (autoridade) do Senhor (2 Sam. 6:18). Em 2 Reis 2:24, Eliseu amaldiçoou desordeiros no "nome" (autoridade) do Senhor. Essas passagens são apenas uma pequena amostra, mas eles são muito claras. Deus disse aos israelitas para obedecer o anjo, porque o nome de Deus, isto é, a Sua autoridade, estava nele, e, assim, o anjo representava Deus.

      Josinaldo, aí está seu anjo!

      Excluir
  32. Prezados colegas - Alexandre, Josinaldo e Wesley.

    Uma pergunta - o termo >trindade<, é decorrente de que formatação cristã?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá vem o sr. Sena com as suas expressões de efeito:
      "formatação cristã", "cristianismo ortodoxo" (dominical), "fé reformada"... etc, etc, etc.

      Para nós, adventistas, só existe a Palavra de Deus como a única autoridade em assuntos espirituais (e gerais). Ponto final.
      Cremos na existência de Deus, que é a unidade de três Pessoas distintas e co-eternas: Pai, Filho e Espírito Santo, por causa de versos como João 20.26-28, At.: 05.03-04 e Gál.: 01.01, dentre várias outras citações sagradas.

      Excluir
    2. Prezado Josinaldo, ok.

      Repetindo a pergunta: o termo "trindade" é gerando onde? Com qual pressuposto e formação?

      Imagine, um grupo de dissidentes adventistas, que dizem que creem no Juízo Investigativo. Esse Juízo Investigativo começa em 1914, e quem o faz são os anjos e não Jesus.

      Então esse grupo dissesse aos adventistas tradicionais: "nós cremos na doutrina do Juízo Investigativo *também*?

      O que acha disso?

      Excluir
    3. Sr. Sena,

      Seja lá como vc fizer esta pergunta a resposta continuará sendo a mesma do comentário acima, em 19/12 às 23h03.

      Excluir
    4. Irmão Luciano Sena, a paz do Senhor!

      Irmão Luciano, o irmão se enganou em relação aos DISSIDENTES!

      Esses DISSIDENTES não são IASD´S, mas TESTEMUNHAS de JEOVÁ! A suposta profecia de 1914 é deles e não nossa! Então os DISSIDENTES não podem ser IASD´S, mas T.J!
      Que segundo a sua ANALOGIA, passariam a crer no JUÍZO INVESTIGATIVO.

      Acredito que o irmão precisará reformular sua pergunta para o irmão Josinaldo.

      Abraços e fique com Deus!

      Excluir
    5. Irmão Luciano, o termo TRINDADE não existe na bíblia, mas o seu conceito sim! E você sabe muito bem disso!

      Mas isso não faz a menor diferença, pois você crê na TRINDADE de uma forma e nós de outra.

      Abraços e fique com Deus!

      Excluir
    6. Luciano Sena, a trindade vem de um conceito e não de um termo!

      Assim como o Juízo Investigativo vem de um conceito e não de um termo.

      Está aí o seu pressuposto equivocado, o amigo cometeu mais uma falácia.

      E feliz natal, saúde e paz.

      Excluir
    7. Por que não libera minha resposta, sr. Sena?

      Esta sua pergunta envolvendo a doutrina bíblica do juízo investigativo não quer dizer nada, e não altera em nada no que diz respeito ao que já lhe respondi acima, em 19/12, às 23h03.

      Excluir
  33. Desculpem-me a demora na resposta.

    Parabéns Irmão Josinaldo pelos versos Bíblicos esclarecendo a Trindade, muito bom.

    Irmão Luciano Sena, sei que vc compreendeu nosso querido Irmão Josinaldo, só queremos o bem de todos, queremos as verdades Bíblicas e faço minhas, as palavras dele:
    "Para nós, adventistas, só existe a Palavra de Deus como a única autoridade em assuntos espirituais (e gerais). Ponto final."

    Querido Irmão de Debate Paulo Cadi!
    Eu te entendo, já fui igual a vc, inclusive nos parecemos, pois tenho o mesmo Ímpeto que o seu, somos 2 "boca-abertas", mas estou aprendendo a controlar minha língua, tenho uma língua que é uma Faca Afiada, que já me causou muitas desavenças, mas estou aprendendo a RESPEITAR cada pessoa com suas próprias características, buscando eliminar minha prepotência, igual a que vc tem, indiferente se concordo ou não, tudo em função de ser uma pessoa melhor em Cristo. Se eu quero a misericórdia de Deus, para meus erros e pecados, tenho que ser misericordioso com os erros de outras pessoas.

    Vou dizer-te uma coisa pessoal, já que quer continuar com Filosofia, indiferente se é Arminiano ou Calvinista.

    Eu não sou apenas Adventista, SOU CRISTÃO e estou na Adventista, pois prega as verdades Bíblicas.
    Minha verdadeira Religião não é uma instituição ou teoria, mas ATITUDES amadurecendo em direção a CRISTO e é o que a Adventista prega.

    Agora vou corrigir seu erro:
    Vc colocou como prova Êxodo 33:1-3 para afirmar que o Anjo de Estevão em Atos 7:38 era um "mensageiro".
    Seu erro nem é de interpretação, mas de Analise Sintática da Língua Portuguesa, porque o Anjo de Estevão era o Deus que estava "FALANDO" com Moisés no monte Sinai, confirmando a Escola Sabatina e não o Anjo que Deus mandou a frente do povo para expulsar os outros povos.

    Vc disse:"Resposta: Aí não dá!!! Tá querendo competir com a mother White?"
    E disse: "Resposta: Ellen White afirma que Deus Pai ANTES, ANTES, ANTES, entendeu, da encarnação do verbo, ordenou aos anjos que considerassem Cristo (ele nem era Cristo), igual a ele. Entendeu?"

    Sinto muito se vc não sabe interpretar EGW.

    ResponderExcluir
  34. Em resposta ao comentário do irmão PAULO CADI em 14 de Dezembro de 2014 15:03.

    Bom dia irmão Paulo Cadi, a paz do Senhor!

    A principio, o irmão parece um TEÓLOGO ou ate ERUDITO, mas com suas respostas fico em duvida.

    Vou repetir a pergunta para ver se vc entende desta vez.

    Deixemos por um momento de lado a TRINDADE ORTODOXA e a TRINDADE ADVENTISTA (como queira).

    Ou seja, se a TRINDADE, ou TRIPERSONALIDADE (como você prefere) ou três MODOS (como você aceitaria a teoria de SABINO).

    Logo, não estou discutindo sobre a ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como você prefere) ou três ``MODOS`` (como você aceitaria a teoria de SABINO). Não estou defendendo em que acredito, mas espero sua resposta em relação ao que você acredita! Então, tente responder as perguntas abaixo em relação ao que você acredita. Simples assim. Sem distorcer o que se esta perguntando.

    Vamos tentar novamente.


    A ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como você prefere) ou três ``MODOS`` (como você aceitaria a teoria de SABINO).Sempre existiu (alfa e omega) ou ela passou a existir após algum acontecimento especifico?

    Exemplo:

    a) A ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como você prefere) ou três ``MODOS`` (como você aceitaria a teoria de SABINO). Esta manifestação seria o ALFA e o ÔMEGA? Ou seja, sempre existiu? Não tem PRINCÍPIO nem FIM?

    Obs.: Esta pergunta foi uma das que voce distorceu o que significaria o ``ALFA e OMEGA'' respondendo:

    ``Se a Trindade teve princípio, então existe um ser oculto que ora é Pai, ora, é Filho, ora Espírito Santo, ou seja não temos mais a Trindade de Pessoas "em" Deus. Se a Trindade teve princípio, então não existem três pessoas porque se elas tivessem princípio não poderiam ser a legítima expressão de Deus em sim mesmo''.

    Irmão Paulo, ate quem NÃO e TEOLOGO (como eu), sabe que o ``ALFA e OMEGA'' quer dizer justamente que DEUS não foi CRIADO, ou seja, NÃO teve inicio e nem FIM! Nao entendo como o irmao distorce algo tao simples!?


    b) A ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como voce prefere) ou tres ``MODOS`` (como voce aceitaria a teoria de SABINO) surgiu após a CRIAÇÃO das ostes ANGÉLICAS ou já existia neste momento?

    c) A ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como voce prefere) ou tres ``MODOS`` (como voce aceitaria a teoria de SABINO) surgiu após LÚCIFER ter pecado e levado 1/3 dos anjos à também pecarem ou já existia?

    d) A ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como voce prefere) ou tres ``MODOS`` (como voce aceitaria a teoria de SABINO) surgiu após a criação da TERRA com tudo o que nela HÁ ou já existia?

    e) A ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como voce prefere) ou tres ``MODOS`` (como voce aceitaria a teoria de SABINO) surgiu quando ADÃO e EVA pecaram ou já existia?


    Quando irmão Paulo Cadi, a ``TRINDADE``, ou ``TRIPERSONALIDADE`` (como voce prefere) ou tres ``MODOS`` (como voce aceitaria a teoria de SABINO). teria iniciado?


    No ``ALFA e no ÔMEGA'' (ou seja, sem INICIO e sem FIM), ou em algum ``EVENTO ESPECIFICO''?

    Qual a sua opinião?

    Qual o seu entendimento?

    Espero ter sido mais claro agora.

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  35. Irmão Luciano, cadê meus comentários?

    Feliz 2015!

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir