quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

“Questões sobre Doutrina”: como o adventismo enganou Walter Martin?

Em 2008, a editora adventista CPB lançou uma obra intitulada Questões sobre Doutrina (QSD). O livro mais polêmico da história da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Esse livro é o resultado de uma entrevista entre dois escritores evangélicos, um deles especialista em seitas, Walter Martin, com alguns líderes adventistas, em meados da década de 50. Martin queria saber dos próprios adventistas a posição deles em relação a algumas acusações que eram lançadas contra a IASD, e chegar a uma conclusão se o Adventismo deveria ser ou não classificado na mesma categoria das seitas Testemunhas de Jeová e Mórmons, por exemplo.

O resultado foi que W. Martin e seu companheiro chegaram à conclusão que o Adventismo é um genuíno movimento Cristão, Protestante, que deveria ser acolhido pelas denominações ortodoxas como Igreja e não Seita. O resultado foi drástico e positivo para os dois lados. Muitos recusaram a definição de Martin, que teve sua popularidade diminuída, por outro lado muitos abriram as portas aos adventistas – que como parasitas, passaram a fazer seu proselitismo sem restrições! Do lado Adventista, aconteceu resistência interna, alguns pensaram que os representantes adventistas traíram a Igreja Remanescente. Ao mesmo tempo fez com que muitos repensassem suas doutrinas de uma maneira mais ecumênica.

O livro foi publicado em inglês em 1957, mas em português apenas em 2008 com notas de um historiador adventista, George R. Knight. Esse historiador é muito honesto em sua exposição, o que infelizmente não norteia o julgamento que ele desfere nos fatos sobre a mística Igreja Remanescente. Em alguns momentos ele chega até dizer que os representantes adventistas não foram tão transparentes com os representantes evangélicos. Em outros momentos, confere o crédito da dúvida, supondo que os tais talvez não sabiam de todos os detalhes. Como é o caso sobre a “natureza pecaminosa de Jesus” e a doutrina da Trindade.

Muitos trechos do conteúdo do livro QSD é dissimulado, omisso, parcial e forja algumas coisas da história adventista. O grande apologista J. K. Van Baalen, afirmou sabiamente, décadas antes das notas de Knight surgirem: “Este livro de 720 páginas contém grande quantidade de conversa dobre, concedendo com uma mão e tomando de novo com a outra.

O livro é unilateralmente dinâmico, não existiu interação entre as respostas dadas e os questionadores. Além disso, Walter Martin e Donald Barnhouse erram em fazer perguntas de importância secundária – como interpretação profética que não tem posição majoritária. Isso foi uma falha infantil deles, pois revelaram em suas perguntas que não tinham conhecimento de pontos divergentes entre os cristãos em assuntos secundários, os quais eram mais explorados pelos adventistas. Formou um impasse de julgamento.

Uma falhar menor foi fazerem perguntas sem mostrarem as provas na literatura adventista que geraram tais perguntas. Por último, a fraqueza dos questionamentos também é vista na falta de confrontação real com os pontos cardeais da fé. Por exemplo, não houve uma confrontação mais especifica com a identidade exclusiva de Ellen White qual profetisa do tempo do fim. D. Barnhouse e W. Martin, não atinaram para as implicações da doutrina da Crença de Número 18.

Foi o maior desfavor que Martin fez pela Igreja de Cristo foi dizer que a Igreja Adventista do Sétimo Dia não é uma seita. O que não tira sua grande contribuição em tantas outras áreas que atuou. Isso prova que o espírito por detrás das seitas é mais poderoso que argumentos, são ciladas no pleno sentido. Graças a Deus, a boa mão de Deus manteve firmes outros como Hoekema, Baalen, e aqui no Brasil Natanael Rinald, Paulo Romeiro, entre outros.

O livro QSD é constantemente indicado como ‘esclarecedor’ para os que não são adventistas. Seu maior divulgador talvez seja o apresentador da TV Novo Tempo, o Jornalista Leandro Quadros.

Tome como exemplo um caso de fuga dissimulada na resposta no polêmico assunto “do Azazel”. Martin perguntou:

“Não são os adventistas do sétimo dia os únicos a ensinar que o bode emissário, ou Azazel, representa Satanás?” (p. 284).

A começar pela pergunta, ela foi inconsistente – como que se fosse provado que se outros ensinassem o mesmo erro, convalidaria a interpretação!

Os representantes adventistas responderam, primeiro questionando a tradução “bode emissário”, defendido por muitas traduções e eruditos fieis. Depois disso, os tais representantes informaram 6 autores cristãos, mostrando suas citações, e indicou mais 11, “dentre tantos outros”, que defendiam um ponto de vista semelhante a dos adventistas.

Como eu disse, não houve interação dos questionadores com as respostas. As citações transcritas no QSD de J. R. Howden, S. M. Zwemer, E. W. Hengstenberg, J. B. Rotherham, G. Jenks, e Abingdon Bible Commentary, dizem que o Azazel é um símbolo do diabo, porém isso não é exatamente o que precisamos para ter a resposta correta – eles não disseram que o bode vivo era o Azazel. E essa é postura de Ellen White, o bode que era enviado para Azazel, tornou-se na tipologia Adventista o próprio Azazel1 !!!

Evidentemente quando QSD termina dizendo que ‘os adventista estão de acordo com os tais eminentes teólogos’, não está dizendo com exatidão o que demonstrou. Não sabemos se na conversa Martin tenha apontado isso, mas tudo indica que não olhou seriamente para o esquivo da resposta. De modo bem claro, apenas como título de informação:“Não são os adventistas os únicos que ensinam que o bode vivo era o Azazel?” 2 Pelo que li até HOJE, a resposta é SIM... somente eles ensinam isso.

Pretendo em postagens futuras, fazer outras ponderações desse livro.


*****************************

1. Continua o fato – se o segundo bode é o diabo, e ele leva os pecados dos salvos, finalizando a tipologia do dia da expiação, os adventistas, engolindo Ellen White, ainda terão que amargar a acusação de muitos cristãos que isso é fazer do diabo um co-redentor.


2. A BKJ traduz assim Lv 16.10: “Entretanto, o bode sobre o qual caiu a sorte ‘para Azazel’, será apresentado vivo ao SENHOR, para se fazer com ele o rito de expiação, a fim de ser condenado a ir para a Azazel, no deserto.” Em uma nota admite que Azazel “pode ser um dos nomes de Satanás [...]”(p. 248). Observe aí o destino do bode, e não sua identidade! Se fosse esse o caso, quando diz: “[...] Em seguida enviará o bode para o deserto [...]”. Reafirmamos a posição tradicional de que a tradução “para ser enviado”, é a ideia do texto, e deve ser traduzida: “Bode Emissário”. Isso está em harmonia com a doutrina bíblica da expiação.

56 comentários:

  1. Diferente do que supõe o amigo Luciano Sena e suas especulações em torno do caso. O mais correto de se adotar é que ao conhecer o adventismo o escritor Walter Martin, tenha chegado à seguinte conclusão:

    http://novotempo.com/estaescrito/videos/o-que-eu-gosto-nos-adventistas/

    Conclusão mais comum a que chegam os que entram em contato com a IASD e passam a serem ouvintes assíduos de nossas pregações.

    ResponderExcluir
  2. Quem lê este "Questões Sobre Doutrina" e conhece o que afirma Ellen White sobre os vários tópicos abordados neste livro, constatará que isto é uma montagem!

    As explicações ali encontradas não refletem o ensinamento que White recebeu de seu "anjo guia". Foram os teólogos adventistas que se "divorciaram'", pelo menos ali, de Ellen White e tentaram fazer um "meio de campo" com a doutrina clássica protestante.

    O saudoso Walter Martin, grande apologeta, se esqueceu em sua apreciação do adventismo, que eles nos chamam "inspiradamente" de Babilônia e Falso profeta de ap.13, não podendo ser considerados um grupo genuinamente cristão.

    Este livro, "Questões Sobre Doutrina", nada mais é do que um artifício dentre os vários usados por eles, para poderem empurrarem sua heresias para dentro das igrejas Protestantes, já que eles, vejam só, se consideram os legitímos herdeiros da Reforma Protestante.

    Segundo sua profetisa, foram eles que finalizaram o que os reformadores começaram! Piada pronta, é claro!

    A doutrina da Justificação pela Fé deles, está completamente na contramão da verdadeira doutrina da Justificação pela Fé vinda da Reforma.

    Só não consegue ver isto, quem não estudou o assunto.
    Pois aí é que mora o perigo quando se trata de livros como o "Questões Sobre Doutrina". Quem lê o seu conteúdo sem um minímo de conhecimento da doutrina da Reforma, se torna uma vitíma em potencial, achando que as respostas contidas ali respondem à ortodoxia cristã, o que não é verdade.

    ResponderExcluir
  3. Pois então meu irmão Paulo, esse Walter Martin caiu na armadilha... isso prova que o adventismo é mais perigoso, pois é ardiloso.

    Nesse ponto, as Testemunhas são mais honestas. Pelo jeito, esse caminho do "meio campo", até mesmo os Mórmons estão tomando.

    Agora o que me espanta é: Walter Martin foi super valorizado pelos ASD, como se fosse um papa! Hoekema, e outros, continuaram lá nos EUA mostrando as diferenças ortodoxas.

    ResponderExcluir
  4. Com certeza, Luciano! O adventismo com essa "reviravolta" em seu ensinamento na doutrina da Trindade conseguiu dar uma de camaleão! Eles mudam o discurso conforme o ambiente.

    Faltou uma análise mais rigorosa por Walter Martin. Ele não atinou que os escritos de White e o credo adventista se contradizem!

    Existem sites em que teólogos adventistas criticam o posicionamento "evangelical" da Conferência Geral da Igreja Adventista. Ele querem que a liderança assuma o que White trouxe em termos de "revelação", e não deixem suas verdadeiras declarações sobre a Trindade, Expiação etc, apenas para os "iniciados".

    Por certo, homens como Hoekema manteram o pé firme dentro dos ensinamentos vindos da Reforma, e rejeitaram qualquer ensinamento estranho que acaba por perverter a sã doutrina.

    E é este o perigo! A concessão. O cristão não deve dar boas-vindas a ensinamentos que não existiam desde o tempo dos Apóstolos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tal livro apenas diz de que os amigos estão errados em vossa opinião acerca do adventismo e suas doutrinas. Nada mais.

      O que não é novidade, pois a IASD é aceita naturalmente como uma legítima igreja cristã com crenças ortodoxas presente nas mais variadas denominações, com o diferencial de terem duas doutrinas heterodoxas, a do santuário e a do juízo investigativo.

      Não convém, portanto, descreditar a autoridade de Walter Martin, apenas porque suas conclusões "desagradam a gregos".

      Excluir
  5. Sempre que alguém perguntar a nós, adventistas, acerca da nossa esperança na breve volta do Senhor Jesus, estaremos sempre prontos a responder a quem quer seja.
    Nós não precisamos provar para nenhum ser humano sobre a missão global que o adventismo recebeu dos Altos Céus:
    A de proclamar, a todo o mundo, que o juízo do Senhor já começou e que, em breve, o Senhor Jesus finalizá-lo-á (o juízo pré-advento) e retornará àqueles que se prepararam para a Sua vinda.

    W. Martin quis conhecer a Esperança adventista, e conheceu que ela se personifica na pessoa do Senhor Jesus Cristo.
    Muitos outros evangélicos também possuem oportunidade para conhecer essa Esperança. Aproveitem-na!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum... conhecer a esperança de vcs, sempre pé arriscado... 1844 que o diga...

      Excluir
    2. Sim amigo Josinaldo, torna-se desnecessário provar aquilo que já é presente.

      Aos críticos, julguemos os eventos de 1844 pelos seus frutos:

      http://novotempo.com/tv/aovivo/

      Excluir
  6. Para acabar com o todo tipo de discussão entre Adventistas e não Adventistas, Luciano,

    Junta Luciano, Flavio, Clóvis, Natanael Rinaldi e Franklin Ferreira e entre outros.

    Entrevista os Lideres Adventistas, só assim calamos as nossas bocas ou vocês calam a de vocês de uma vez por todas..

    Boa A Ideia ?

    Comesse a divulgar !!!!

    ACEITA O DESAFIO ????

    ResponderExcluir
  7. http://www.youtube.com/watch?v=4urkH3Hktm0


    Mais um do lado do SENHOR !!!!!!1

    ResponderExcluir
  8. Luciano, quer ganhar Mil Dolares ?

    Responda essas perguntas, e não tente responder com outras perguntas !!!!

    http://www.youtube.com/watch?v=TH_XMZVIvzw

    ResponderExcluir
  9. Para os que acham que a IPB não vê a IASD como uma seita.

    http://www.editoraculturacrista.com.br/produtos.asp?codigo=431

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adventismo não consta no índice. Há citações?

      E não deveria ser tão difícil apresentar pelo menos um livro oficial presbiteriano contendo uma sentença afirmando acerca do adventismo se tratar de uma seita herética e diabólica! Pesquise mais, talvez o amigo encontre!

      Parafraseando:

      O que não pode ser mostrado (quando mostrável), provavelmente é porque não existe, não lhe parece lógico, amigo Luciano Sena?

      Excluir
  10. http://www.editoraculturacrista.com.br/produtos.asp?codigo=431

    Olha Luciano isso aí, Isto é estar em um só pensamento !!!!!

    E enquanto ao desafio, promove ele !!!!!!!

    Nós adventistas não dependemos de opiniões de terceiros !!!

    ResponderExcluir
  11. Para acabar com o todo tipo de discussão entre Adventistas e não Adventistas, Luciano, faça como Walter Martin fez, entrevistou Lideres Adventistas e, aproveite, levando esses 107 Tópicos que vc postou contra o adventismo, Simples não ?
    Faço como fez alguns Lideres Católicos e Luterano, com os Católicos passaram Três Dias Na Russia debatendo questões envolvendo o Sábado, e os Luteranos, a acusação de Sectarismo, foram 7 dias, e depois desse encontro com os Luteranos, lançaram um Livro que o Adventismo não é um movimento Sectário !!

    Reúna você, Flávio, Clóvis, Natanael Rinaldi e Franklin Ferreira e entre outros.

    Entreviste os Lideres Adventistas, só assim calamos as nossas bocas ou vocês calam a de vocês de uma vez por todas..

    Boa A Ideia ?

    Comesse a divulgar !!!!

    ACEITA O DESAFIO ????

    Tem certeza que os Lideres Adventista faram questão de reunir com vocês !!!!!! use a influência que você tem para promover esse encontro ....

    ResponderExcluir
  12. Se o mandamento do Sábado estar na Bíblia e, guarda-lo é ser considerado seita, imagine quem guarda o Domingo ?

    Me mostre um único Mandamento que autorize guarda do Domingo ?

    é Luciano, sua Igreja é uma Seita !!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Isso é fantasia Sétimo Dia...

    Mas supondo que algo nessa direção... Meu acordo com a IASD (se um dia fosse questionado), só seria:

    Nega Ellen White?

    Nega 1844?

    Afirma a inerrância?

    Crê na Trindade dos Credos Bíblicos?

    Nega o sinal escatológico do sábado e o sinal da besta escatológica sendo o domingo?

    Reafirmam a doutrina da graça e da justificação da fé protestante?

    Nega que a IASD é a Igreja Remanescente?

    Se aceitarem as pressuposições das perguntas, minha destra de comunhão é entendida... Depois disso, eu paro de criticar a IASD...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao estilo da santa inquisição (o que o amigo fez foi uma inquisição) amigo Luciano Sena?

      Excluir
  14. Perguntas ao amigo Luciano Sena:

    Ali nos 10 mandamentos, que a igreja protestante em geral professa guardar, no quarto mandamento está escrito para guardar o sábado ou o domingo?

    Onde está está escrita a ordem para guardarem o domingo?

    ResponderExcluir
  15. Sr Adventista, esse assunto já foi respondido...

    ResponderExcluir
  16. Sétimo Dia, não existe como negociar com a mentira. Ou neguem isso, ou continuem sendo uma seita...

    ResponderExcluir
  17. Já sabia dessa sua resposta, "tirou o barco da praia" Negociar ? Quem disse que será uma negociação ?? Será a sua chance e de tantos outros de provar publicamente que o Adventismo é uma mentira !!!!!!

    Isso que você demonstrou se chama Medo Medo Medo Medo, tá com medinho ? ÔÔÔÔô que peninha do Luciano Sena, ele estar COM MEDINHO !!!!!

    O que eu tenho a dizer é : SÓ LAMENTO PELO O SEU MEDO !!!!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário de Brenda Rayra era para ser meu, por que este i-mail é dela e eu usei sem querer !!!!

    ResponderExcluir
  19. Esses adventistas ainda teimam em afirmar que o decálogo como REDIGIDO EM ÊXODO 20 é a lei eterna de Deus e obedecida pelos anjos!

    Leiam TODO O DECÁLOGO COMO ESTÁ REDIGIDO EM ÊXODO 20 e vejam se ele pode ser a lei eterna de Deus como ensina Ellen White e grupos afins.

    O decálogo, como REDIGIDO EM ÊXODO 20 ADMITE ATÉ A ESCRAVIDÃO, NO QUARTO MANDAMENTO.

    Vocês leigos adventista só ficam papagaiando e repetindo o que suas lideranças afirmam SEM IR VERIFICAR se a coisa é mesmo assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que é o querido amigo quem não anda verificando nossas crenças, e, "papagaiando", como disse o amigo, acerca do que entendemos sobre a Lei de Deus.

      Estes são alguns textos que escrevi à um companheiro do amigo Décio que, tal qual o amigo, não demonstrava possuir um perfeito entendimento acerca da relação do decágono com os princípios morais de Deus.

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/12/leis-morais.html

      Os princípios morais de Deus são eternos. A lei como está redigida será eterna para todo ser humano. Quanto aos anjos, os princípios são os mesmos, embora a redação para eles se dê em outro contexto! Os anjos não precisam da lei escrita, nem o homem precisava, entretanto ela existe desde o princípio implantada dentro de nós, assim como sempre existiu, em Deus:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/12/leis-morais.html

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/12/a-lei-do-facais-e-do-nao-facais.html

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/12/a-lei-de-deus-como-sinonimo-de-amar-ao.html

      Excluir
  20. Agora o Sr. adventista fala em "princípios morais".

    Leia, Sr. Adventista: "Eles (os adventistas) pela fé seguiram seu sumo sacerdote do santo para o santíssimo lugar, e o viram pleiteando com seu sangue diante da arca de Deus. Dentro daquela sagrada arca está a lei do Pai, A MESMA QUE FOI FALADA POR DEUS MESMO ENTRE OS TROVÕES DO SINAI, E ESCRITA COM SEU PRÓPRIO DEDO SOBRE TÁBUAS DE PEDRA. Nenhum mandamento tem sido anulado; NENHUM JOTA OU TIL TEM SIDO MUDADO. Enquanto Deus deu a Moisés uma CÓPIA DE SUA LEI, ele preservou o grande original no santuário de cima." 4SP 273, 274 (SR 379, 380). Em inglês.

    Ninguém poderia falhar em ver que se o santuário terrestre foi uma figura ou modelo do celestial, A LEI DEPOSITADA NA ARCA NA TERRA ERA UMA EXATA TRANSCRIÇÃO DA LEI NA ARCA DO CÉU..." GC 435 (SR 380, 381), em inglês.

    Palavras de Ellen White contrariando os "princípios morais" do Sr. Adventista.

    Imaginem o mandamento contra o adultério, já que os salvos serão como os anjos do céu, ou o mandamento contra o roubo (fugir prá onde?), ou contra a idolatria, estando diante de Deus, em sua excelsa presença etc.

    É óbvio que isto não tem sentido! Então não me venham enfeitar as coisas. A declaração de White é ABSURDA e está bem clara para quem ler.

    Como é que o decálogo COMO ESTÁ REDIGIDO EM ÊX.20 pode ser a lei eterna de Deus, ou seja, antes de Deus haver criado algo tal lei já existia COMO ESTÁ REDIGIDA EM ÊX.20?

    Sr. Adventista PARE E REFLITA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez o amigo erra por não conhecer nossas doutrinas, e como resultado, não entender sobre o que Ellen White estava falando.

      A cópia referida por Ellen White se refere à lei segundo o que consta em Deuteronômio 5. Moisés quebrou as primeiras tábuas.

      A lei na arca do céu, é a mesma lei que foi transcrita e dada a moisés. São as leis que foram colocadas nas táboas dos mandamentos entregues à Moisés.

      O santuário na terra era uma sombra do santuário celeste. Ellen White fala acerca da lei transcrita mesmo e não da lei moral que há em Deus.

      Assuntos tratados por Ellen White:

      As primeiras tábuas transcritas (que foram quebradas);

      As táboas transcritas novamente entregues à moisés;

      As leis que se encontram na arca que está contida no santuário celestial.

      Sim amigo Paulo Cadi, aquelas mesmas leis que foram escritas nas táboas entregues à Moisés, estão contidas na arca que está no santuário celestial.

      Assim como havia uma arca contendo os mandamentos aqui na terra, assim também, há a mesma lei contida dentro de uma arca no céu e que representa a aliança entre Deus e seu povo.

      De forma que até mesmo a arca da aliança que havia aqui na terra era uma sombra da arca que há no céu.

      E a origem destas leis contidas dentro da arca que está no céu?

      Ora, os princípios morais de Deus, transcritos na forma de palavras para a humanidade.

      Quanto aos anjos, estes, ainda tem a lei implantada dentro deles, não precisando de uma lei escrita.

      Os princípios de Deus se traduzem de acordo com cada contexto. Não mudam porque os princípios de Deus são eternos.

      E a lei de Deus serve tanto para o contexto do mundo sem pecado, quanto para o mundo com pecado. A diferença é que no contexto sem pecados, esta lei é implantada na mente e no coração de cada ser humano. Enquanto que no contexto do pecado estas leis precisam ser lembradas através de tábuas escritas, por exemplo.

      Uma condição temporária, pois assim como diz Jeremias 31:33 e Hebreus 8:10, o objetivo de Deus sempre foi colocar a lei de volta no lugar de onde nunca deveria ter saído.

      Excluir
  21. Outra coisa ABSURDA Sr. Adventista.

    Uma lei como o decálogo EXISTINDO PARA SEMPRE NO CÉU será um indício de que o PECADO AINDA EXISTIRÁ, já que o Apóstolo Paulo afirmou que pela vem o CONHECIMENTO DO PECADO, ou seja, a CONSCIÊNCIA DA EXISTÊNCIA DO PECADO.

    A Única lei moral para White é o decálogo como está REDIGIDO EM ÊX.20.

    Não existe uma lei adaptada para os anjos nos escritos de White. Isso é invenção de quem não quer admitir as declarações DESCABIDAS de White.

    Quando ela menciona que os anjos se rebelaram contra a lei de Deus, trata-se do decálogo. Só que White não se deu conta do que estava afirmando quando recebia suas "revelações" de seu "anjo guia".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como lhe expliquei no comentário anterior, teremos a lei implantada dentro de nós, mas nem por isto significa que o universo terá que lidar com o pecado, pelo contrário!

      Tais leis naturais, sempre existiram desde que o homem foi criado e faz parte integrante do ser humano (são as chamadas leis morais internas).

      Usarei um exemplo clássico: Com algumas raras exceções, em todas as civilizações existe um conceito de que fazer sexo com a própria mãe é errado e isto não provém de uma lei escrita, ou de algo tradicional!

      Este argumento já serviu para converter até mesmo ateus que antes não criam em Deus, porque não há nada que explique o motivo de haverem estas leis morais, contidas em várias civilizações desde que o mundo é mundo.

      E sim, para o homem, a única lei moral que há é aquela que está em Êxodo 20. Estas são as leis elaboradas à partir dos princípios morais de Deus (que são eternos) para a humanidade.

      E o "haver uma lei adaptada para os anjos" é da conta do amigo. Se há ou não, necessárias é que não são. Os anjos convivem com Deus, podendo adorá-loe em presença. Contemplando seu caráter perfeito perpetuamente, portanto não precisam de uma lei escrita, pois a própria justiça está diante deles, em glória.

      Pergunto:

      Como os israelitas poderiam ser fiel à Deus, sendo que devido à desumanização por que passaram, era impossível que pudessem contemplar o caráter santo de Deus, como ocorreu com Elias e Enoque?

      Até mesmo Moisés, se mostrava deveras corrompido, mesmo tendo podido ver a perfeição de Deus e suas santidade, mesmo que "pelas costas".

      O caráter de Deus precisava ser transcrito, de uma forma que levasse os israelitas a entender, nem que fosse como uma imagem refletida no bronze, um pouco do caráter de Deus.

      Esta imagem porém, só tomou forma na pessoa de Cristo, que é a perfeita imagem do Pai.


      A verdadeira lealdade, portanto, vem pela contemplação do caráter santo de Deus. Quem contempla tal caráter, não precisa nem de táboas para saber o que é o pecado!

      Para aqueles que não conseguem, ou não se dedicam a contemplar este caráter, através da Palavra e da comunhão diária com Cristo, resta a lei escrita, que serve para convencê-los do pecado e do juízo, a fim de que se arrependam e então busque Aquele que é a perfeita imagem da santidade que devemos buscar.

      Pela contemplação deste caráter Santo e da crescente comunhão, é que a lei é novamente implantada no coração e na mente de cada cristão.

      A luz de Cristo imprime esta lei, no interior de cada um de nós, os princípios que provem da Sua santidade.

      Este é o processo de santificação pelo qual passamos e o sábado está incluído neste plano, de forma extremamente importante.

      (Ezequiel 20:12)

      E a consciência sobre o pecado, sempre existirá! Os anjos tem consciência, bem como todo o resto do universo e principalmente o homem.

      Deus não irá passar uma nuvem na mente de cada criatura apagando sua memória. Os demais seres continuam sem pecar mesmo sabendo o que é o pecado, por observação.

      Os seres humanos são os únicos que conhecem a tentação, além dos anjos caído. Nem por isto o conhecimento do bem e do mal poderá fazer com que o mal se levante uma segunda vez, porque não teremos mais a vontade de pecar e Deus suprimirá do coração de cada ser humano, qualquer possibilidade de o mal se levantar por uma segunda vez.

      Porque aquilo que antes havia em Adão e Eva e que os impedia de pecar, estará novamente conosco. Por uma escolha, Deus permitiu que Adão e Eva pudessem escolher serem tentados, mas Deus não permitirá que tal coisa ocorra uma segunda vez, uma vez que estará provado definitivamente de que o mal no presta e todos, através do uso de seu livre arbítrio, concordarão de que o mal não deverá voltar a existir.

      Excluir
    2. Quanto à lei moral no contexto humano:

      A lei moral de Deus dada ao ser humano, são dez mandamentos, mas são também, dois mandamentos. São também um mandamento e também TODA a Bíblia.

      Jesus falou acerca de todos estes mandamentos através de um único mandamento que foi chamado 'O maior mandamento'.

      Cristo também repetiu estes mesmos mandamentos através de dois mandamentos 'amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo'.

      A lei de Deus foi mostrados à humanidade através de 10 mandamentos, ao passo que também foi mostrada através de toda a Bíblia!

      Todos os mandamentos que há contido na Bíblia, se referem a um ensinamento do que é a essência de Deus, o amor. De forma que todo mandamento que exite, ou se referem à nossa relação com Deus (relação de amor, amar a Deus) e nossa relação com o semelhante (amar ao semelhante).

      Isto também se aplica à lei escrita através de 10 pontos, 10 mandamentos.

      Mas os anjos são guiados essencialmente pelo maior mandamento que é Amar a Deus. Amando a Deus, não pecam, nem fazem algo que saibam que há de feria SUA Santidade. Profundo respeito, obediência e gratidão é o que move o coração de cada um dos Filhos de Deus, que não caíram em pecado. Sendo o que também deve mover o coração de todo cristão sincero e temente a Deus.

      Então não importa a forma como é transcrita ou sob quantos mandamentos é apresentado, a lei de Deus é uma só e serve para todas as suas criaturas independente do contexto.

      A transcrição, na forma de palavras pode parecer diferente à primeira vista, mas quando avaliadas pelo que há escrito no coração e na consciência, percebemos que é a mesma lei.

      Portanto não devemos nos apegar à letra da lei, mas ao sentido, e o sentido é Cristo! Que mesmo sendo Deus, observou a lei, porque é o SEU natural.

      A lei que Deus pretende implantar dentro de nós é a mesma lei que á contida Nele mesmo. Sendo assim, não importará o contexto em que vivamos. O contexto não é capaz de nublar princípios sobre o que é certo e o que é errado.

      Como seres limitados devemos deixar este julgamento a Deus (sobre o que é certo e o que é errado) a nós cabe apenas confiar (FÉ). Isto é que é a verdadeira fé.

      Pela falta de fé, Adão e Eva caíram, mas convencido do pecado, a humanidade redimida, jamais se deixará enganar por uma segunda vez. Confiaremos plenamente em Deus, e não mais permitiremos que o espírito da dúvida e desconfiança que um dia surgiu no coração de Satanás e que passou para Adão e Eva, traga o pecado ao mundo por uma segunda vez.

      Excluir
    3. Um anexo:

      Podemos cumprir o "respeito, obediência e gratidão" à Deus, guardando o seu mandamento mais prejudicado e que nos lembra de que foi ELE quem criou tudo que há neste mundo, um motivo mais do que justo para nos reunirmos ao final de cada semana para adorá-lo.

      Devemos respeitar a SUA lei e obedecê-la em sinal de gratidão, esta é a essência do sábado e o porque é um mandamento tão importante e diferente na lei de Deus.

      Assim o sábado é o sinal entre aqueles que respeitam, obedecem e tem gratidão à Deus, pela criação deste nosso mundo.

      O sábado foi criado com este objetivo (ter um dia para estar com Deus, um privilégio). E para cumpri-lo Deus nos liberou de nosso labutar.

      Mas como temos tratado, hoje, este privilégio, este presente?

      Excluir
    4. Jesus agregou outros valores ao sábado, como dia de fazer o bem, ir às sinagogas para ler as Escrituras, curar, pregar. Dia da libertação do SEU povo, de matar a fome do faminto, tanto de pão quanto da água da vida.

      Sejamos seus imitadores, Jesus procurou fazer todas estas coisas no dia de sábado e de igual modo devemos também proceder, porque Jesus provou a nós, de que o sábado é o dia ideal para se fazer o bem. Porque termos a oportunidade por nos dedicarmos aos outros afazeres nos demais dias da semana.

      Excluir
    5. Santificar = separar.

      Cristo santificou o sábado, separando-o do resto da semana como um dia especial.

      Cristo mandou um paralítico carregar sua cama, com um propósito, pois se cria de que levar a própria cama, no dia de sábado seria uma transgressão.

      Também cuspiu na terra e fez lodo com um propósito, se cria de que cuspir no chão no dia de sábado era errado, quanto mais produzir um simples barro.

      E cristo fez tudo isto no dia de sábado, também com um propósito, de mostrar de que o sábado é um dia santo (separado), criado para se fazer especialmente o bem.

      Guarda o dia de sábado para o santificar, ou seja, encare o sábado como um dia separado, especial.

      Jesus mostrou melhor do que ninguém a essência do sábado. Quem dera todos os cristãos tivessem no dia de sábado, o mesmo espírito, que mostram em seus corações no dia de natal.

      Jesus não nasceu no sábado, mas foi o dia em que este nosso mundo veio à existência. Memorial comemorativo da criação, dia especial para também exercermos a nossa santidade (separados para a obra de Deus), trabalhando assim como Jesus trabalhou (João 5:17).

      Excluir
    6. * mas foi o dia em que este nosso mundo veio à existência completo (dia em que a obra de nosso mundo estava terminada)

      Excluir
  22. No segundo parágrafo, terceira linha, ler: "...que pela LEI vem o CONHECIMENTO DO PECADO..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual homem, que nunca leu a Bíblia, saberia que adultério é pecado? Como poderiam ao menos saber o que significa a palavra pecado?

      Faço um desafio: De pedir para que uma pessoa que nunca teve contato com a bíblia, definir o que é o pecado!

      Ou de convencê-la de que precisa se arrepender de tais pecados, sendo que nem mesmo os conhece!

      Muitos conceitos, são naturalmente conhecidos, como matar por exemplo, entretanto houve civilizações onde canibalismo e sacrifício eram vistos como coisas santas!

      Para estes, a única maneira de conhecerem o pecado é através de alguém que lhes explique!

      E os escritores bíblicos, inspirados, fizeram justamente isto! Não podendo estar presentes para sempre conosco, escreveu através de livros.

      Não há quem busque o arrependimento e a cristo sem antes tomar consciência de sua situação quanto ao pecado.

      Para que então conheçam a santidade.

      Sendo que a bíblia nos aponta o pecado, santidade é então estar em harmonia com tudo que há ali escrito, sem nada que nos condene, porque a Bíblia na verdade condena O PECADO.

      O homem é condenado por tabela, por ser aquele quem comente tais pecados.

      Pecado que mata a alma e tira a vida para todo o sempre. Pena única e cuja única possibilidade de absolvição é através do sangue de Cristo.

      Somente tendo sido convencidos sobre o que é o pecado e o quão terrível ele é e suas consequências, aqui nesta terra e na eternidade (perdição eterna) é que cada um pode tomar sua decisão, se irá preferir os pecados em uma vida curta de prazeres neste mundo, ou a santidade de Cristo, abnegando aos prazeres desta terra por uma vida santa e prazerosa por toda eternidade.

      Excluir
  23. Deus e os anjos observam o sábado?

    Ellen White: "TODO O CÉU ESTÁ GUARDANDO O SÁBADO, mas não de uma maneira apática e sem fazer nada. Neste dia toda a energia da alma deve estar desperta, pois nãp devemos nos encontrar com Deus e Cristo nosso Salvador? Devemos comtemplá-lo pela fé. Ele deseja revigorar e abençoar toda a alma. "Testimonies for the Church, Volume, six, page 362.

    Ellen White diz que "TODO O CÉU ESTÁ GUARDANDO O SÁBADO." Deus guarda o sábado de um pôr de sol ao outro em todos os fusos horários do mundo? Existem dias de 24 hs no céu?

    Como o sábado irá funcionar na NOVA JERUSALÉM, onde não existirá NOITE para começar o sábado? Ap.22:5.

    Ellen White, Lutero e o sábado.

    Ellen White disse sobre Lutero: "Zeloso, ardente, e devotado, não conhecendo o medo a não ser o temor de Deus, e não reconhecendo nenhum fundamento para a fé religiosa a não ser as santas Escrituras. - Great Controversy, p.120.

    "Anjos do céu estiveram ao seu lado, e raios de luz do trono de Deus revelaram os tesouros da verdade ao seu entendimento." - Great Controversy, p.122.

    Agora ouça Lutero. Carlstadt, um zeloso sabatista, colocou seus argumentos em favor do sétimo dia, diante de Lutero, que os examinou. Aqui está a decisão de Lutero, em suas próprias palavras:

    "Na verdade, se Carlstadt fosse escrever mais sobre o sabbath, o domingo teria que ceder, e o sabbath - ou seja, o sábado- deveria ser santificado; ele verdadeiramente nos tornaria judeus em tudo, e nós viríamos a ser circuncidados; pois isto é verdade e não pode ser negado, que aquele que julga necessário observar uma lei de Moisés, e a observa como a lei de Moisés, deveria considerar tudo necessário, e cumpri-los todos." - History of the Sabbath, p.457.

    Lutero ouviu os ensinos de Carlstadt sobre a observância do sábado e os rejeitou. Ellen White afirmou que "anjos e luz do trono de Deus" revelaram os tesouros da verdade a Lutero. Se na verdade Deus tivesse mostrado a Lutero "os tesouros da verdade" como afirmado por Ellen White, então Lutero teria aceitado o sábado.

    Se você fosse um astronauta em uma estação espacial circundando a terra muitas vezes por dia,teria também muitos sábados em um período de 24hs. Já em algumas horas você iria passar através de um nascer e pôr de sol. Como você iria guardar o sábado? Você não tocaria nos controles, e pediria a liberação do controle da missão no sábado para ler a Biblia e ter um serviço religioso privado em cada sábado que chegasse em poucas horas? Assim a cada "poucas horas" você estaria no dia de sábado, e então no descanso do sábado - um dilema interessante quando o sábado deve ser supostamente um evento semanal e não diário!
    O sábado fazia parte da TORAH e devia ser observado dentro dos mesmos limites, por um mesmo povo e dentro das mesmas horas.

    Se o evangelho dominguista é falso, então todos os cristãos, de todos os séculos aceitaram um falso evngelho, (aplicando Gl1:8-9) , e se perderam. Somente os sabatistas que surgiram como resultado da desobediência as palavras de Jesus Cristo irão se salvar.
    ABSURDO!!!

    ResponderExcluir
  24. Bem lembrado amigo Paulo Cadi, mais uma motivo para se crer de que Isaías 66:23, se referia, também à nossa vida aqui na terra, pela eternidade, após descermos do céu com a cidade Santa.

    Quanto à estadia no céu, os mil anos serão sabáticos, ou seja, serão de comunhão e adoração ao Criador. Não se precisará do dia nem da noite, porque todos os dias serão sábados de lua de mel entre Cristo e SUA Igreja (bodas do Cordeiro).

    Mais alguma pergunta?

    Quanto a Lutero, bata ler a história. O próprio Lutero não aceitou toda a verdade e perseguiu aos próprios irmãos de fé protestante. Também rejeitou a verdade acerca de não se batizar crianças, bem como vários outros quesitos que sabemos estar errado.

    Purgatório, transubstanciação e outras questões foram clareadas ao passo da história. Nem Ellen White conheceu toda a verdade, nem os adventistas conhecem, isto também está claro em seus livros.

    Quanto ao astronauta, até sairei do campo doutrinário, vamos ao campo de raciocínio.

    O ponto referencial não é a rotação da estação espacial, mas sim da terra. Portanto, não importa quantas voltas a estação espacial dê, o que importa é quantas voltas a terra deu em torno de si mesma. Completando uma volta, passou-se 1 dia.

    E sim, os viajantes espaciais tem certa dificuldades com a questão dos dias, mas mande um sabatista para uma destas missões, para o amigo ver se não encontram rapidinho um meio de guardar o sábado do Senhor.

    E se não encontrarem, basta pedir a Deus, um meio. Senão, basta deixarem de ir para o tal espaço. Mais importante é seguir a Deus e a SUA lei.

    E:

    "O sábado fazia parte da TORAH e devia ser observado dentro dos mesmos limites, por um mesmo povo e dentro das mesmas horas." (inverdade) Os limites são nascer e pôr-do-sol, e não as horas.

    "Se o evangelho dominguista é falso, então todos os cristãos, de todos os séculos aceitaram um falso evngelho, (aplicando Gl1:8-9) , e se perderam" (inverdade) Deus não leva em conta os tempos de ignorância e a salvação é unicamente pela graça, embora transgredir o sábado conscientemente possa levar, sim, o indivíduo a perder sua salvação conquistada por Cristo.

    Ellen White diz que Deus aceita o propósito daqueles que guardaram o domingo crendo ser este o verdadeiro dia de guarda.

    Creio então que absurdo tenham sido as teorias apresentadas pelo amigo. Chegamos até ao espaço!

    Guardar a Lei de Deus é fácil, quando se quer, e não tem nada de absurdo.

    ResponderExcluir
  25. Gálatas 1:8 deve ser aplicado desde o tempo dos apóstolos.

    Quem conhece a história eclesiástica sabe que a verdade do evangelho estava DENTRO do catolicismo, mas envolta pela salvação pelas obras.

    Paulo afirmou que se mesmo um anjo do céu anunciar um evangelho DIFERENTE do que ele revelou, seja AMALDIÇOADO. Gl 1:8.

    Evidente é que Paulo NÃO anunciou um evangelho SABATISTA, senão teríamos o mandamento do sábado em sua epístolas, ou na de Tiago, de Pedro, de João, de Judas ou de Hebreus.

    Ao contrário, temos Colossenses 2:16. Isto eu já repeti várias vezes, e você vai ficar EM VÃO procurando o mandamento para observar o sábado pelos gentios.

    Você não pode dividir o evangelho por etapas, ou seja, no tempo da reforma eles não conheciam plenamente o evangelho! Se foram os reformadores que reavivaram a verdade do evangelho. Leia os escritos de Calvino sobre Lutero e verá que este tinha Lutero na mais alta conta. Lutero conhecia muito bem a doutrina sabatista e condenou-a. Era Doutor em Teologia, professor etc. Então essa história de que Lutero não tinha luz sobre "a verdade do sábado" não passa de papo furado.

    Você afirmou: "Quanto a estadia no céu, os mil anos serão sábaticos..."

    Você vai ter de provar que o milênio será no céu. Isto não existe na Bíblia.

    As escrituras falam de mil anos NA TERRA.

    Você citou Isaías 66:23. Aí fala também de LUAS NOVAS.

    Leia TODO o capítulo 66 de Isaías e demonstre ao que ele se refere.

    O mandamento do sábado reza: "DENTRO DAS TUAS PORTAS." Israel sendo uma Teocracia tinha uma lei que deveria ser observada DENTRO de seus limites tendo o templo como o centro de toda a adoração.

    Todo o judeu fora de sua terra estava em apostasia. Por isso Israel sempre estava recebendo judeus da diáspora afim de cumprirem a lei, o que não conseguiriam estando em seus países de origem.

    Dei o exemplo do Astronauta porque HOJE é uma profissão, diferenciada, mas é uma das muitas atividades legalmente exercidas pelo homem, como qualquer outra. Não tem nada de absurdo trazer como exemplo esta profissão.

    Absurdo é o que afirma White dizendo que "TODO O CÉU GUARDA O SÁBADO."

    Eu já afirmei e vou demonstrar que os adventistas NÃO OBSERVAM O SÁBADO COMO ESTÁ NA LEI.

    A observância adventista é algo romanceado, inventado, com piqueniques ao ar livre com a família, ir as atividades da igreja, ensaiar para sábado à noite, andar de carro prá tudo quanto é lado. NADA DISSO EXISTE NA LEI DO SÁBADO.

    As injunções restritivas na observância do sábado pelos israelenses foi dada POR DEUS. O mandamento do sábado e a maneira de observá-lo ESTÁ NA LEI e NÃO PODEM SER SEPARADOS.

    ResponderExcluir
  26. Sr. Adventista, você afirmou: "O ponto referencial não é a rotação da estação espacial, mas sim da terra."

    Eu lhe informo que o ponto referencial da estação espacial É A TERRA, e lhe citei Ellen White afirmando que o sábado é observado "por todo o céu", o que evidentemente não tem a terra como ponto de referência.

    Então Sr. Adventista os defensores da observância do sábado pelos gentios, chegam as raias do ABSURDO!

    "Todo o céu" para White inclui Deus também.

    As Escrituras ensinam que Deus cessou de criar (descansou), e entrou no seu descanso de UMA VEZ POR TODAS. Não criou mais seis dias e voltou a descansar (cessar de criar) novamente.

    Toda forma de vida que existe na terra e no universo, mesmo as nefastas, para sua origem dependem daquela palavra inicial do Logos: "Haja", e que continua ecoando poderosamente através da eternidade
    como afirma Hebreus 1:3: "Sustentando todas as coisas pela palavra que vem do seu poder."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim amigo Paulo Cadi, a terra, provavelmente não é o padrão de referência do universo, mas não podemos pressupor de que a terra NÃO siga um padrão previamente estabelecido por Deus.

      Deus poderia ter feito o dia durar mais ou menos? Sim poderia, apenas aumentando ou diminuindo a velocidade de rotação da terra!

      Poderia mudar também a quantidade de dias nos meses e a quantidade de dias no ano? Sim poderia.

      Ocorre que Deus fez todo o universo perfeito, como se fossem as engrenagens de um relógio.

      Então nõa há como se garantir, pelo menos biblicamente de que o tempo estabelecido por Deus aqui na terra seja diferente do tempo estabelecido entre os anjos.

      O que a Bíblia demonstra é de que os anjos, até em suas características corpóreas possuem similaridades com o ser humano, de modo que podem ambos se alimentar de um mesmo tipo de alimento, que é o maná!

      Os anjos também possuem seus afazeres como mensageiros de Deus e viajam pelo universo, cada um executando seu trabalho.

      Entretanto é certo de que se reúnem para adora a Deus e manter um dia de comunhão com SEU Criador.

      O que Ellen White diz é de que o sábado já é um costume dos anjos!

      Mas será que se dá no mesmo dia aqui da terra?

      Levemos em conta de que o sábado, possui um período superior à 24h, por causa do fuso horário, de modo que enquanto em uma parte da terra o sábado está para terminar, em outro ponto, acabara de começar, então NA TERRA o sábado se estende por mais de 24 horas, ou seja, quase 48 horas.

      E pode acreditar de que Deus continua a guarda este sábado com as SUAS criaturas.

      Ao criar o mundo Deus já sabia da diferença de fuso horário, já sabia também da necessidade de o homem adorá-lo. Deus fez o universo de forma perfeita, como um relógio. Então é óbvio que estas questões de contagem de tempo foram incluídas em SEU planejamento.

      Fato é que Deus entra em comunhão com o homem no dia de sábado. Neste dia Deus se dedica à suas criaturas de forma especial, enquanto que suas criaturas também se dedicam a ELE de forma especial.

      Que os anjos guardam um dia para adora a Deus, um sábado, é algo que podemos afirmar quase com absoluta certeza, utilizando tão somente a bíblia que nos dizem de que os anjos se reúnem diante de Deus para adorá-lo. Podemos fazer um estudo sobre isto.

      Bíblicamente não há como se afirma se isto acontece no mesmo dia da adoração por parte do homem ou não, mas o mais razoável é que seja.

      (...)

      Excluir
    2. Então não é o caso de se crer que o tempo no universo se dê por conta do relógio astral que é o nosso sistema solar, mas que haja a possibilidade de este relogio astral ter sido elaborado para seguir uma contagem de tempo já utilizada por Deus e os anjos, a fim de definirem períodos para tarefas diárias, inclusive de adoração, através da contagem de dias.

      E a contagem do tempo não necessita exclusivamente da utilização de astros, pois há vários métodos para se medir o tempo. Esta questão portanto é o de menos. Os anjos não precisariam então tomar o nossos sistema solar como referência para a contagem de tempo.

      A Bílbia porém tem uma forte ligação com o número 7. Visto hoje pela cristandade como o dia da perfeição, então não é de se admirar que a contagem de Deus para o universo se dê através deste número.

      Que iremos nos reunir para adora a Deus, levando-se em conta o tempo aqui desta terra, quando estiver renovada, está clara através do verso de Isaías 66:23.

      Isto se dará de forma perene no céu, mas assumirá seu compasso normal quando voltarmos esta terra para habitar pela eternidade.

      Então, assim como Deus observa SEUS filhos guardando o sábado e usa este dia em dedicação à humanidade não é de se admirar de que os anjos de Deus também estejam incluídos neste evento, acompanhando com Deus a guarda do sábado por parte de seus Filhos.

      Doutro modo, a guarda do sábado por parte dos anjos se dariam no mesmo dia guardado pela humanidade. Fato é que os anjos acompanham a Deus, de modo que estão a observar o sábado, se não como sendo também o sábado deles, fazem isto para acompanhar o Criador que procede dedicando este dia para a humanidade.

      Portanto, ter um dia em que suas criaturas se reúnem, quer anjos, quer homens, ou outros Filhos de Deus, para adorá-lo sempre esteve nos planos de Deus, portanto, neste quesito, a existência do sábado (dia especial de dedicação e louvor a Deus) sempre existiu, desde que Deus é Criador.

      Este conceito apenas foi trazido também para a humanidade.

      Se humanos e anjos então guardam o sábado neste dia, biblicamente é um caso a se pensar. Quanto aos que crêem nas palavras de um profeta, a mim não vejo empecílio algum para que a guarda do sábado por parte da humanidade e dos anjos se dêem no mesmo período. E mesmo que não haja um sábado para os anjos (o que é muito pouco provável), não vejo impedimento para que guardem este dia com Deus e o seres humanos, em homenagem à Criação deste nosso mundo.

      Então o amigo tem estas duas possibilidades. A Bíblia diz que os anjos acompanham com interesse o desenrolar da história da humanidade e também participa desta história. Então, os anjos guardarem o sábado juntamente com o Deus e os homens me parece algo mais do que plausível.

      Excluir
  27. Ellen White Ubridged.

    Joseph Smith Jr., segundo visões alienígenas (até hoje, os USA não descobriram quem eram os ETS), disse que ele era a reencarnação de Jesus Cristo. Os seus seguidores ouviram Ellen White, que já recebia visões de deus (diabo) que o fim viria em 1905 e depois em 2012, e em 3.500, e em 4.000 etc.

    Uma de suas grandes mentiras foi dizer que o mundo irá explodir com guerras nucleares em 10.0000.000 d. c.

    Ellen criou um hospital para enterrar doentes, loucos e endemoniados. Ele e seu marido, aos 20 anos, doutor Sucrilho, morava com eles.

    O Doutor John Harvey Kellog´s, foi um grande doutor, inventou o sucrilho, e fez grandes coisas, como por exemplo, ajudar Henry Ford. Ele e Ellen White preveram o futuro; "Irá ter uma guerra no Canal da Mancha, na divisa dos Estados Unidos com o México.

    Os Adventistas viram na Bíblia, Daniel falando que o bode é os Estados Unidos, e o carneiro é o Osama Bin Laden; que o Canal da Mancha não é na Inglaterra, e sim nos Estados Unidos e receberam a imigração de pessoas idiotas, como os retardados, burros, malvadões e idiotas turma 82.

    Essa turma 82, veio do Haiti, da Etiópia, do Cazaquistão, e de Bangladesh. Eles são os únicos que escutam as falsas profecias.

    Grandes profetas bíblicos para os adventistas são: Nelson mandela, Martin Luther King Jr., Galvão Bueno, Brad Pitt, etc.

    Eles mudaram totalmente a Bíblia!

    ResponderExcluir
  28. Você estar embriagado Paulo Cadi ???? OU fumou Maconha ???? Esparece cado louco por aqui !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  29. Sétimo Dia,

    Além de vc, eu também desconfio que o sr. Paulo Cadi não seja muito bom da "cachola". O cara tem cada comentário absurdo que só o Luciano para considerá-lo um "apologista"... kkkkk!
    Eu me compadeço de gente assim, igual ao sr. Cadi, inepto e infantil, e o sr. Luciano Sena, esquizofrênico e desinformado.

    ResponderExcluir
  30. As leis de Israel eram divididas em 3 tipos de leis.
    1) Lei Moral ou Eterna: que é aquela que existia antes da entrada do pecado. Foi resumida nos 10 mandamentos e colocada dentro da arca da aliança.

    2) Lei Cerimonial ou de ordenanças: Foi escrita num livro e colocada do lado da arca da aliança. Era baseada em sacrificio de animais que prefiguravam o sacrifício do messias. Quando o messias morreu em nosso lugar,

    naturalmente estas leis se tornaram caducas, caíram em desuso. Eram apenas parábolas de tempos futuros.
    Podemos incluir nestas leis as Festas Sagradas como páscoa, tabernáculos, expiação, primícias, paões asmos, pentecostes. Elas tb foram dadas como parábolas de acontecimentos futuros e muitas já se cumpriram literalmente. Por exemplo:
    A Festa das semanas ou pentecostes se cumpria 50 dias após a Páscoa. A páscoa fora instituída por causa da libertação divina dos judeus que ocorreu sob a liderança de Moisés, mas profundamente simbolizava o sacrifício do messias através do cordeiro pascoal que era morto na páscoa. 50 dias após a morte e ressurreição de Cristo desceu o Espírito Santo sobre os discípulos, cumprindo a festa simbólica de Pentecostes.

    C) Lei Civil de Israel: era parecida com a dos outros povos e incluia a lei de olho por olho e dente por dente. No entanto quando Deus era Rei de Israel ele aplicava a pena de morte sobrenaturalmente já que o salário do pecado é a morte (Romanos 6:23).

    A lei civil tratava de muitas coisas como o divórcio e a questão dos escravos.

    A Lei Civil e a Lei Cerimonial de Israel não são obrigatórias aos cristãos visto que se tornaram caducas, arcaicas e eram até mesmo de baixo valor moral.

    Por exemplo, Jesus concordou que Moisés deu o divórcio a Israel (sob sanção divina) por causa da dureza dos corações do povo daquela época. Mas Jesus remeteu seu ensinamento a Lei eterna, na qual é proibido o divórcio.

    - Pesquisa na internet, apesar que na internet tem muita mentira mas as vezes tem coisas de bom proveito. Eu não gasto meu tempo discutindo religião. Não sei se você segue alguma, mas Deus disse que devemos amar a todos e está desmerecendo a cresça de alguns não é amor. Só te pergunto uma coisa, quem é você para dizer o que seguir? O próprio Deus deu o livre arbítrio, porque você se preocupa tanto com os Adventista?

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Nossa luta não é contra carne e sangue e sim contra principados e potestades.. Vamos nos preocupar mais em nos preparar para libertar as pessoas cativas e oprimidas pelo inimigo das nossas almas, Deus nos abençoe e nos guarde..

    ResponderExcluir
  33. Nossa luta não é contra carne e sangue e sim contra principados e potestades.. Vamos nos preocupar mais em nos preparar para libertar as pessoas cativas e oprimidas pelo inimigo das nossas almas, Deus nos abençoe e nos guarde..

    ResponderExcluir