terça-feira, 14 de maio de 2013

O Dia da Expiação no ano de 1844 NÃO caiu no “dia 22 de outubro”!


Os adventistas do sétimo dia concordam que, segundo as Escrituras, o Dia da Expiação é o décimo dia do sétimo mês judaico: "Isso vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez dias do mês, afligireis as vossas almas, e nenhuma obra fareis, nem o natural nem o estrangeiro que peregrina entre vós. Porque naquele dia se fará expiação por vós, para purificar-vos: e sereis purificados de todos os vossos pecados perante o Senhor".– Levítico 16:29-30.

Os adventistas do sétimo dia também concordam em que qualquer calendário judaico indicará que o sétimo mês judaico é o mês a que os judeus chamam de "Tishri". Para ajudar o leitor, os doze meses judaicos estão alistados abaixo, tendo o número de dias de cada mês e seu correspondente aproximado no calendário gregoriano:
  1. Nisã (30 dias) - março/abril
  2. Iyyar (29 dias) - abril/maio
  3. Sivã (30 dias) - maio/junho
  4. Tammuz (29 dias) - junho/julho
  5. Av (30 dias) - julho/agosto
  6. Elul (29 dias) - agosto/setembro
  7. Tishri (30 dias) - setembro/outubro
  8. Cheshvan (29 ou 30 dias) - outubro/novembro
  9. Kislev (29 ou 30 dias) - novembro/dezembro
  10. Tevet (20 dias) - fezembro/janeiro
  11. Sh'vat (30 dias) - janeiro/fevereiro
  12. Adar (29 dias) - fevereiro/março
Não há disputa entre os adventistas do sétimo dia, cristãos e judeus quanto a essa informação. Contudo, os adventistas do sétimo dia há muito têm ensinado que no ano de 1844, o Dia da Expiação (o 10o de Tirshri) ocorreu em 22 de outubro. Os adventistas do sétimo dia teimosamente sustentam a data 22 de outubro basicamente porque Ellen G. White declara ser correta.

O décimo dia do sétimo mês, o grande Dia da Expiação, o tempo da purificação do santuário, que no ano de 1844 caiu em 22 de outubro, era considerado como o tempo da vinda do Senhor. Isto estava em harmonia com as provas já apresentadas de que os 2.300 dias terminariam no outono. . . . o fim dos 2.300 dias no outono de 1844 permanece sem impedimentos" – The Great Controversy [O Conflito dos Séculos], págs. 400, 457.

Esta alegação dos adventistas do sétimo dia está em contradição direta com a data judaica para o Dia da Expiação que em 1844 foi 23 de setembro. Isto é claramente comprovado por enciclopédias e almanaques judaicos do século XIX, modernos programas computadorizados de calendário e cálculos astronômicos feitos por numerosos observatórios.
Está simplesmente fora de questão que o Dia da Expiação judaico em 1844 foi 23 de setembro. Assim, no que concerne aos judeus ortodoxos/rabínicos, os adventistas do sétimo dia estão equivocados em sua alegação de que o Dia da Expiação em 1844 caiu em 22 de outubro. Para verificação, por favor consulte no website o item "The 2300 dias and October 22, 1844 - Wrong Day, Month, Year and Event! [Os 2.300 dias e 22 de outubro de 1844—dia, mês, ano e evento errados!]" (que também inclui um link para um website judaico que tem um programa computadorizado de calendário).

Esta recente evidência era inesperada para os eruditos adventistas do sétimo dia e os está forçando a admitir que em 1844 os judeus rabínicos/ortodoxos de fato celebraram o Dia da Expiação (o 10o. de Tishri) em 23 de setembro. Em resultado disso, esses eruditos estão agora cientes de que sua data 22 de outubro está em sério descrédito, pois tinham ensinado que os judeus rabínicos/ortodoxos também celebravam o Dia da Expiação em 22 de outubro de 1844.

Discrepância de Um Mês—Como Explicar?

Os ASDs alegam que em 1844 uma seita judaica bem pequena, os "caraítas", usavam um calendário diferente e assim celebraram o Dia da Expiação (o 10o de Tishri) em 22 de outubro, um mês depois dos judeus rabínicos/ortodoxos que o faziam em 23 de setembro. Assim, o ensino ASD todo com respeito aos 2.300 dias de Daniel 8:14, o Juízo Investigativo, o Grande Desapontamento, e a entrada de Jesus no Santíssimo tem por fundamento somente as palavras de sua profetisa Ellen G. White em sua alegação de que os caraítas celebraram o Dia da Expiação em 22 de outubro de 1844. Se qualquer dessas asserções estiver incorreta, então o adventismo do sétimo estará em séria dificuldade teológica.

O Que os Adventistas Dizem Sobre os Caraítas

Quando os adventistas do sétimo dia são pressionados a apresentar evidência documentando que os caraítas de fato celebraram o Dia da Expiação (o 10o de Tishri) em 22 de outubro de 1844, não podem fazê-lo. Em vez disso, como prova, indicam informação no Seventh-day Adventist Bible Commentary [Comentário Bíblico Adventista], e o livro de L. E. Froom Prophetic Faith of Our Fathers [A Fé Profética de Nossos Pais]. Estas "provas" são citadas abaixo:
SNOW, SAMUEL S. (1806-1870). Congregacionalista, depois cético, mais tarde ministro milerita; iniciador do "movimento do sétimo mês". Começando com um artigo escrito em 16 de fevereiro de 1843, ele realçou o décimo dia do sétimo mês judaico, Tishri, o dia judaico da expiação, como o verdadeiro fim da data profética dos 2.300 anos. Mais tarde ele estabeleceu o dia específico como 22 de outubro de 1844, que no nosso calendário equivaleria ao décimo dia do sétimo mês naquele ano, segundo o velho calendário judaico. . . .

Em comum com todos os adventistas, Snow ficou profundamente desapontado com a falha de o Noivo descer do céu em 22 de outubro. Por um breve período ele questionou se um erro havia sido feito na contagem profética do ano.

Contudo, logo começou a pregar estranhas doutrinas, e publicou um periódico, chamado Jubilee Standard, de março a agosto de 1843. Profundos conflitos se desenvolveram entre ele e os mileritas, e ele se envolveu em extremo fanatismo, e finalmente proclamou ser ele próprio Elias, o profeta. Logo separou-se do adventismo de todas as formas. –The Seventh-day Adventist Encyclopedia [Encilopédia Adventista do Sétimo Dia], vol. 10, p. 1357

Infelizmente, conquanto os adventistas do sétimo dia aleguem que havia um "velho calendário judaico caraíta", não conseguem apresentar nenhum! Faltando evidência empírica de que o 10o. dia de Tishri em 1844 foi 22 de outubro, os ASDs indicam aos pesquisadores a obra de L. E. Froom, Prophetic Faith of our Fathers, p. 792, onde Froom tenta justificar a data de 22 de outubro em "Evidência E" e ". . . F". Contudo, Froom não apresenta nenhum documento caraíta para demonstrar que eles tiveram uma data diferente dos judeus rabínicos para o Dia da Expiação em 1844.

Os adventistas admitem que S. S. Snow era um indivíduo indigno de confiança. Contudo, as bobagens de Snow vão além do simples engano. L. R. Conradi, um ex-adventista do sétimo dia, registra a reivindicação de S. S. Snow de revelação divina como fonte inicial para a data 22 de outubro de 1844:

De 22 de março até 22 de outubro de 1844, S. S. Snow, gradualmente obtendo uma poderosa influência sobre todos os adventistas,
·         alegou que o Pai lhe havia revelado que a data de 22 de outubro de 1844 era o dia definido da vinda de Cristo para transformar os justos e destruir os ímpios;
·         que o grande dia do livramento era o ano jubileu do Dia da Expiação. (O fato) de que esse ano jubileu ainda estava anos no futuro, e que o Dia da Expiação judaico caía em 23 de setembro, não o incomodavam.—The Foundation of the SDA Denomination [O Fundamento da Denominação ASD], L. R. Conradi (ex-ASD) p. 68, escrito em 1939.

Sendo que os adventistas do sétimo dia já tinham um profeta, é compreensível que olhariam com desfavor a alegação de S. S. Snow de revelação divina. Contudo, ao desacreditar Snow, são deixados somente com uma fonte de evidência corroborativa: "o velho calendário judaico caraíta".

Seria de pensar-se que com tanta coisa pendente sobre um "velho calendário judaico caraíta", os adventistas do sétimo dia o teriam reproduzido e distribuído como folhas de outono! Contudo, nem sequer um "velho calendário judaico caraíta" pode ser encontrado – sem dúvida porque não existe nenhum "velho calendário judaico caraíta". Uma vez mais descobriremos os adventistas do sétimo dia perpetuando mesmo suas doutrinas mais fundamentais sobre mitos.

Talvez fique tão desapontado quanto eu pela falta de evidência para a crença adventista de que o Dia da Expiação caraíta em 1844 deu-se em 22 de outubro. Contudo, não devemos passar por alto a influência de Ellen G. White nesta questão. Em vista de que a Sra. White apôs o seu selo de aprovação sobre a data 22 de outubro, os adventistas devem crer em 22 de outubro a despeito de uma montanha de evidência contrária!
Qual é a evidência? Considerem o que modernos judeus e caraítas têm a dizer:

O que os Judeus e os Caraítas Dizem Sobre 22 de Outubro de 1844

No outono de 1998 correspondi-me com modernos judeus rabínicos e caraítas com respeito ao "velho calendário judaico caraíta" e a possibilidade de que o Dia da Expiação tenha sido celebrado em 22 de outubro no ano de 1844. Gostaria de compartilhar com os leitores alguns de seus comentários:

Na realidade não há coisa tal como um calendário caraíta perpétuo, uma vez que a real celebração de festivais geralmente se determina por observação. Eles usam de fato calendários que os ajudam a determinar "quando" calcular.– Dr. Daniel Frank
Diferentemente do calendário rabínico, não existe calendário caraíta perpétuo.--Dr. Philip E. Miller, Bibliotecário, The Klau Library, Hebrew Union College-Jewish Institute of Religion [Instituto Judaico de Religião], Nova York, NY

No século 19 os caraítas geralmente estabeleciam os feriados com base em cálculos muito inexatos e primitivos, e não na real observação da Lua Nova. Ademais, nesse período diferentes comunidades caraítas seguiam diferentes sistemas de cálculo e podem ter variado por alguns dias em sua observância.—Nehemia Gordon, Jerusalém, Israel (www.geocities.com/Athens/Forum/3384/karaitekorner-main.html)

Se os adventistas (do sétimo dia) desejam reivindicar que todas as autoridades judaicas têm estado erradas, e somente a pequena seita dissidente dos caraim ("caraítas") tinha o Único Verdadeiro Calendário—bem, eu gostaria de ver um certificado com a assinatura de Deus nele!--Will Linden

Não creio que seja possível que o Yom Kippur (o Dia da Expiação) caísse tão tardiamente como em 22 de outubro no calendário de Hillel. Julgo que a data mais tardia em que poderia ter caído seria algum tempo em torno de 15 de outubro.—Tracey Rich
O Dia da Expiação nunca ocorreu tão tarde no ano quanto em 22 de outubro.—Prof. Prohofsky, Purdue University.

Um rápido exame em seu calendário (dos caraítas) confirma que está fora de sincronia com o calendário de Hillel que os judeus rabínicos (não caraítas) utilizam.— Tracey Rich

É importante que os modernos pesquisadores entendam que os caraítas eram uma seita judaica muito pequena e espalhada sem qualquer corpo governante central. Não havia um calendário caraíta universalmente aceito, e assim é possível que várias comunidades caraítas celebrassem seus festivais em diferentes dias, e estivessem "fora de sincronia" com os judeus rabínicos. Contudo, a diferença em 1844 teria sido de somente um ou dois dias, não um mês inteiro.

Por exemplo, considerem como os cálculos caraítas modernos das fases da lua em 1844 e os dias santos anuais em 1998/1999 diferem apenas ligeiramente daqueles admitidos pelos judeus rabínicos:

Fases da Lua Calculadas em 1844 pelos
CARAÍTAS*
JUDEUS RABÍNICOS**
Lua Nova 12 de setembro de 1844
14 de setembro de 1844
Lua Nova 28 agosto de 1844
28 de agosto de 1844
Dias Santificados/de Jejum Escolhidos em 1998/1999 Calculados Pelos
CARAÍTAS
JUDEUS RABÍNICOS
Rosh Hashanah 22 de setembro de 1998
21 de setembro de 1998
Yom Kippur 1de outubro de 1998
30 de setembro de 1998
Sukkot 6 de otubro de 1998
5 de outubro de 1998
Pesah 1de abril de 1999
1de abril de 1999

Desses cálculos pode-se certamente argumentar que os caraítas poderiam ter celebrado o Dia da Expiação no mesmo dia, ou ao menos dois dias antes ou depois, dos judeus rabínicos. Contudo, existe documentação de que os caraítas celebraram o seu Dia da Expiação no mesmo dia do judeus rabínicos: 23 de setembro!

Com a Palavra o Rabino Caraíta Yusuf Ibrahim Marzuk

Um dos primeiros céticos com respeito à crença adventista quanto ao Dia da Expiação ter caído em 22 de outubro de 1844 foi o ex-pesquisador adventista do sétimo dia, E.S. Ballenger.
Ballenger escreveu em seu periódico The Gathering Call, maio-junho de 1941:
22 de outubro de 1844 tem sido um tempo crucial para os ASDs uma vez que seus pioneiros fixaram sobre tal data a segunda vinda do Senhor Jesus Cristo; e ainda se apegam tenazmente a essa data a despeito de todos os fatos ao contrário. O Dia da Expiação caiu em 23 de setembro de 1844, em vez de 22 de outubro. Isso pode ser facilmente demonstrado consultando-se qualquer almanaque judaico da época, ou qualquer autoridade judaica ortodoxa. Eles celebraram o Dia da Expiação em 1844 no dia 23 de setembro.

Os defensores da idéia (ASDs) declaram que conquanto os judeus ortodoxos possam ter celebrado o Dia da Expiação em 23 de setembro, os judeus caraítas o observaram em 22 de outubro. Realizamos uma cuidadosa investigação, e descobrimos que esta é uma falsa alegação. O rabino-chefe dos caraítas do Cairo, Egito, Youseff Ibrahim Marzuk, em resposta a uma indagação quanto ao dia em que celebraram a expiação em 1844, escreveu:

"Quanto às datas da Páscoa e do Yom Kippur, são as seguintes: -- Segundo os judeus caraítas, no ano de 1843 o Yom Kippur caiu numa quarta-feira, dia 4 de outubro, e exatamente a mesma data segundo os rabínicos. No ano de 1844, caiu numa segunda-feira, 23 de setembro, tanto para os caraítas quanto para os rabínicos".

Quem era o Rabino Youseff Ibrahim Marzuk e por que sua resposta à consulta de Ballenger tinha autoridade sobre tal questão? No processo de responder a estas perguntas eu dediquei-me a uma pesquisa bastante ampla em websites caraítas e recebi as seguintes informações via e-mail:

Sou levado a crer que o relatório de Ballenger baseia-se em algum tipo de carta de Yusuf Ibrahim Marzuk. Isso parece-me provável porque houve uma tal pessoa ativa na comunidade caraíta do Cairo em 1941. Mourad el-Kodsi, em seu livro The Karaite Jews of Egypt refere-se a Yusuf Ibrahim Marzuk como chefe da Comunidade caraíta nesse período, conquanto el-Kodsi não faça menção à correspondência com Ballenger. Na pág. 221 el-Kodsi escreve:
"Yusuf Ibrahim Marzuk (1882-1952): membro do concílio religioso, então deputado da comunidade por muitos anos. Às vezes, especialmente nos anos da década de 30, ele era a única autoridade. . . ."

Na pág. 59 el-Kodsi declara que Yusuf Ibrahim Marzuk era "o dirigente executivo da comunidade" em 1940. Não pode haver dúvida que Yusuf Ibrahim Marzuk mencionado por el-Kodsi é a mesma personalidade referida por Ballenger."—Nehemia Gordon, Jerusalém, Israel.
Confirmação adicional da pesquisa de Nehemia Gordon ocorre com o Dr. Philip E. Miller, que escreve:

Marzuk era um homem muito instruído, e se disse que as datas coincidiam, então provavelmente isso se deu.— Dr. Philip E. Miller, Librarian, The Klau Library, Hebrew Union College-Jewish Institute of Religion, New York, NY

CONCLUSÃO

A alegação dos adventistas do sétimo dia de que os caraítas celebraram o Dia da Expiação um mês depois dos judeus rabínicos/ortodoxos é meramente um mito.
22 de outubro de 1844 é uma teoria não-bíblica, historicamente falida, sustentada simplesmente sobre uma falsa profetisa, Ellen White. Já passou do tempo para os dirigentes adventistas admitirem a verdade a respeito de 22 de outubro de 1844.
Contudo, em vista do modo como a liderança adventista tem tratado toda outra evidência que contradiz as crenças adventistas, este pesquisador não prenderá a respiração na expectativa de tal admissão!

NOTAS
* As fases lunares caraítas eram calculadas com base no Ahmed's Moon Calculator [calculador lunar de Ahmed] do  Dr. Monzur, utilizado pelos caraítas (http://www.starlight.demon.co.uk/mooncalc/)
As datas de festivais anuais e jenuns foram calculadas pelo Rabino Magdi Shamuel ( http://www.geocities.com/SoHo/Atrium/4075/cal98-99.html).
** As datas rabínicas foram extraídas de The Jewish Holidays, A Guide & Commentary, por Michael Strassfeld, pág. 241, Harper & Row, (c) 1985
Traduzido de:

Autor: Sydney Cleveland
Título original: 22 de Outubro de 1844 — As Coisas Se Complicam Para o Adventismo Tradicional

88 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o artigo! ^^

    Eu estudei um pouco sobre isso e acredito que existe um aspecto para enxergarmos essa situação:

    O dia da expiação de 1844, para os judeus rabínicos, caiu em 23 de setembro. Baseado em uma carta do escritor Robert Sanders, perguntando quando o dia da Expiação foi observado em 1844, o famoso “Karaite Corner”, Canto Caraíta, (karaite@netvision.net.il), através de um representante oficial, senhor Nehemia Gordon, de Jerusalem, confirmou oficialmente, no dia 27 de novembro de 1998, que o dia da expiação em 1844 caiu realmente em 23 de setembro.
    O rabino egípcio Youseff Ibrahim Marzork, também confirmou o que o senhor Nehemia Gordon determinou. (The Gathering Call by E. S. Ballenger, May-June 1941, pp. 14-15.)
    O rabino disse que dia da expiação caiu no mesmo dia, tanto para os rabinitas/ortodoxos bem como para o caraítas. (Caraítas representam uma pequeníssima seita do Judaísmo que não aceitam o Talmud. São ultra conservadores.)

    Não levando em conta as condições climáticas da região da palestina e a observação ocular dos observadores, mas aplicando o ciclo dos 19 anos, o Yoseff e Nehemia chegaram a esta data: 23 de setembro, 1844 para o yom kippur, ou seja, dia da expiação.

    Entretanto, os rabinos da época de Samuel Snow, em meados de 1844, estavam a par das condições climáticas da região da palestina naqueles anos, enquanto que nós aqui no século vinte e um não temos esta informação, assim como os judeus acima citados não tem esta informação.
    É muito plausível um atraso de um mês! (isso é comum).

    Existe uma diferença porque a seita caraíta leva em consideração a observação ocular enquanto que os rabinitas/ortodoxos utilizam o ciclo dos 19 anos.

    Portanto, creio nas fontes de Samuel Snow, porque são dados coletados pelos judeus contemporâneos de Snow! =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre essa questão climática, ter em mente isso:

      Hoje em dia praticamente nem notamos a lua. Temos luz elétrica e relógios de quartzo. Porem, voltando ao passado, a maioria dos calendários eram regulados pela posição e aparência da lua. O curioso e que a palavra mês vem da palavra lua.

      Originalmente, um mês era de 29 ou 30 dias, espaço entre a primeiro aparecimento da lua crescente e o aparecimento da seguinte lua crescente.

      Porem, doze meses de 29 ou 30 dias, não alcançavam os 365 e um quarto dias do nosso sistema solar. Por causa desta disparidade, os antigos, adicionavam um mês, ou seja, o decimo terceiro mês cada segundo ou terceiro ano.

      Esse processo parece bastante estranho para nos em nossos dias, mas para o povo daquela época, isto era bem natural.

      Seculos antes de Cristo, os babilônicos inventaram o “ciclo dos 19 anos”. Um sistema que sincronizava o calendário lunar com o calendário solar, mostrando como inserir extra meses (sete vezes durante 19 anos) ao longo dos 19 anos.

      Depois que os romanos expulsaram os Judeus, as observações da lua de Jerusalém se tornaram impossíveis, portanto, os judeus desenvolveram um ciclo anual similar ao dos babilônicos.

      Portanto e muito difícil um astrônomo ou um arqueologista acertar em que dia EXATAMENTE caiu o Dia da Expiação em 1844. Digo, que é difícil, pela nossa distância dos anos, estabelecer o dia exato da expiação via cálculos por computador, justamente por causa das variantes da observação ocular e das variações climáticas da região. ^^

      Excluir
    2. Gabriel, sua resposta é um exemplo perfeito de como nem uma tonelada de evidência convence o pecador ou o herege!!!

      A escolha é sua meu amigo...

      Excluir
  3. A mais pura verdade mano Luciano depois de toneladas de evidências continuam recalcitrando contra os aguilhões.

    Lembrei-me de uma pequena frase da música do Pink Floyd( deixo claro que não curto mais estes tipos de músicas, pois fui metaleiro por anos...) Another brick in the wall.

    "hey, teacher leave the kids alone" (Hey, professores! deixem essas crianças em paz)

    Pensam igual seus titãs e sua papisa, vão fazer algo diferente?

    Agora, se pensassem como a Bíblia... seria legal!! \O/

    Anderson Demoliner pensando fora da caixa..

    Na Paz do Cordeiro

    Sola Scriptura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anderson,

      É 'vero'...

      seria mesmo...

      O que fazer? Continuemos o trabalho e a oração...

      Abraços

      Excluir
  4. Mas meus queridos irmãos, vocês estão se esquecendo de um detalhe: essa profecia, das 2.300 Tardes e Manhãs + 70 Semanas de Daniel + Questão do Santuário Celestial, são interpretadas de formas diferentes pelo mundo cristão! - O irmão Anderson Demoliner argumentou que nós não "pensamos na Bíblia" em relação a tais assuntos, a pergunta é: De onde vocês acham que tiramos essa doutrina?! Muito antes de EGW, Guilherme Miller, por exemplo, pertencente a igreja Batista, já havia interpretado praticamente essa Profecia inteira, errando somente no "objeto" de purificação!

    Existe um equívoco em julgar o povo Adventista em relação à essa Profecia, já que vocês só podem "rebater" nossa interpretação com OUTRA interpretação!

    ResponderExcluir
  5. Jesus Cristo é o cordeiro da pácoa (pascal)-1 Co 5:6. A COMPLETA EXPIAÇAO foi realizada neste dia. E se torna Sumo Sacerdote segundo a ordem de Melquisedec. Sua intercessão se realiza com base num único ato! NINGUÉM, REPITO, NINGUÉM, tem qualquer procuração que seja para marcar qualquer data que seja depois da ascenção do Senhor no ano 30 A.D. Atos 1:7. Eu não sei o que passa ou o que tem na cabeça de um sujeito que sabendo que as escrituras proíbem este tipo de especulação, teima e vai de cambulhada levando tudo pela frente! E Depoisainda tem um bando de incautos que vão atrás! Após as escrituras , a revelação DIVINA, os santos Apóstolos, ensinarem que Jesus se ASSENTOU A DESTRA DE DEUS, vem gente querendo que jesus fique transitando de uma parte para outra! Num debate , um pastor adventista chegou a dizer que o trono de Deus tem RODINHAS, por isso Jesus podia ir até o Pai e depos voltar ao lugar santo novamente???!!! MAMÃE SOCORRO!!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, SOCORRO mesmo pra quem disse essa asneira!! Rodinhas?? HAHAHAHAHAHHA Nunca ouvi isso na minha vida!! Em 24 anos como Adventista!

    PAULO CADI, então como você explica tais profecias?!

    Outro detalhe:

    O Santuário Terrestre, construído por Moisés de acordo com o modelo que lhe foi mostrado no monte, por ordem de Deus, era uma “alegoria para o tempo presente, em que se oferecem dons e sacrifícios” (Heb. 9:9). Os seus dois lugares santos eram “figuras das coisas que estão no Céu” (Heb. 9:23). Jesus Cristo, nosso grande Sumo Sacerdote, subiu aos Céus e se tornou “ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem” (Heb. 8:2). A Bíblia declara expressamente que “Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo Céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus”. Heb. 9:24.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel Phoenix, o cerne da questão é ira contra a igreja adventista e seus membros que crêem e ensina Cristo como diz as Escrituras (João 7:38,39). E, por conta dessa ira, exigem de seus pastores e membros perfeição que não exigem ou exigiram de si e outros, mesmo escritores bíblicos. Já postei nesse blog a seguinte questão que até hoje não tive resposta: “Srs.começando pela inerrância bíblica, chamo a atenção para o fato de está escrito em Êxodo 11: 5 que a lebre rumina, quando na verdade ela não rumina, então faço uma pergunta: se eu pecador cristão adventista do 7º Dia escrever que o Luciano rumina, estarei certo ou errado?”. Ou seja, usam dois pesos e duas medidas. Veja por exemplo, o caso da igreja Presbiteriana que foi comandada pela maçonaria por séculos, E, sabemos que quem comanda a maçonaria é o diabo. Logo, o deus da maçonaria guiou a igreja Presbiteriana, veja o que declarou Pike, na página 624, Ensinos para o Vigésimo Oitavo Grau, que “a Maçonaria é idêntica aos Antigos Mistérios…” Na página 567, “Ensinos para o Vigésimo Sexto Grau”, Pike chama Lúcifer de “Anjo de Luz” que a Maçonaria adora!!”“Pike ensina que a Maçonaria é uma religião [pg 213, Décimo Terceiro Grau]; 2) Confirma que a Maçonaria é a religião de um mundo unificado, que abraça todas as religiões dos mistérios antigos [pg 524 e 541, Vigésimo Sexto Grau; pg 624, Vigésimo Oitavo Grau];.
      Portanto, está evidenciado que os comentários contra a igreja Adventista do 7º Dia e contra Ellem G. White é um ato para desviar as pessoas das Verdades bíblicas que a igreja Adventista ensina e prega. Todos verdadeiros e bem informados cristãos sobre o movimento adventista, sabe que a Igreja Adventista do 7º Dia foi estabelecida após 22/10/1844. Contudo, fica apontando a igreja como responsável pela data e etc., Na verdade estão exigindo perfeccionismo da igreja, seus pastores, membros que incluiu Ellen White. Mas isso me deixa feliz, pois estamos sendo posto como espetáculo para o mundo tornando-nos co-participantes com aqueles homens de Deus, que desse modo foi tratado. Louvado seja Deus!
      Osmar ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
  7. Gabriel Phoenix, as Escrituras deixam bem claro que não nos compete saber os tempos e as épocas que Deus estabeleceu segundo o CONSELHO DE SUA VONTADE! ATOS- 1:6. VOCE TERIA CORAGEM DE MARCAR O DIA, O MES E O ANO DA VINDA DE CRISTO E SAIR POR AÍ ARREBANHANDO ADEPTOS, E APÒS NÃO TER ACONTECIDO O QUE PREDISSE (O QUE É UMA FALSA PROFECIA), E EM VEZ DE SE AJOELHAR E PERDIR PERDÃO A DEUS E AOS IRMÃOS, PORQUE CAIU VITÍMA DO INIMIGO AINDA POR CIMA PROCURAR ENTENDER ONDE ERROU PRODUZINDO MAIS ERRO SE O ERRO ESTAVA EXATAMENTE EM FAZER O QUE NÃO DEVIA? È EXATAMENTE ISTO, QUE FIZERAM OS FUNDADORES DA VOSSA DENOMINAÇÃO! Eu não sei onde está a dificuldade em entender algo tão claro?! O livro de Hebreus como voce citou bem diz: ERAM ALEGORIAS ! O TAbernaculo era uma REPRESENTAÇÂO de realidades, virtudes ESPIRITUAIS! Isto chama-se TIPOLOGIA. Creio que voce deve saber disto. No cap.9 de Hebreus, todos os utensílios e oficiamentos do Tabernáculo são compreendidos como coisas superadas. Elas não continuam em uso no céu. Os Pães da Presença REPRESENTAM CRISTO, O PÃO DA VIDA. NÃO EXISTE PADARIA NO CÉU! O Candelabro sétuplo, CRISTO A LUZ NO MUNDO, NÂO DO MUNDO, que está em trevas etc. Estevão contempla Cristo no Santissímo (de MELQUISEDEC) à destra do Pai, Além do véu, coberto com o SantissÍmo SHEKINAH que se manifestava no Dia DO PERDÂO, uma vez ao ano. Vê? Tudo vai caindo em seus lugares! O Sacerdócio de Melquisedec é ETERNO. Esteve na Mente de Deus por toda a Eternidade mas se manifestou no fim dos tempos do qual o sacerdôcio araônico era uma Pálida sombra! Cristo não poderia interceder por nós se não entrasse no SANTISSÍMO Á ORDEM DE MELQUISEDEC , inaugurado com o derramamento de TODO o Seu sangue. Os Oficíos do novo sacedócio não são os mesmos do velho sacerdócio. Por exemplo: Hoje todos nós somos sacerdotes (sacerdócio universal de todos os crentes). Amém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia PAULO CADI,

      Cara, concordo com você em algumas abordagens! Apenas divergimos nas conclusões! ;D

      Você está absolutamente certo em relação a marcar ou definir datas para a Volta de Cristo - Isso é anti-bíblico e nenhum ser humano está autorizado a fazê-lo. Por isso eu digo que William Miller e amigos erraram na conclusão que chegaram sobre a profecia!

      Referente ao Santuário Celestial, eu penso o mesmo que você em relação aos símbolos e aplicações espirituais do ministério sacerdotal de Cristo. Entretanto, a Bíblia diz que Jesus Cristo permanece intercedendo por nós como nosso "advogado" e Sumo Sacerdote.

      Diz Paulo: “Cristo não entrou num santuário feito por mãos, FIGURA DO VERDADEIRO, porém no mesmo Céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus”. Hebreus 9:24. - Esse ministério é uma contínua intercessão por nós!

      Exatamente como você disse, são tipologias. As Escrituras identificam o santuário mosaico como “figura das coisas que se acham nos Céus” e “figura do verdadeiro” santuário (Hebreus 9:23 e 24). O santuário terrestre e seus serviços nos proveem, portanto, vislumbres especiais no tocante ao papel do santuário celestial.

      Excluir
    2. Vou tentar explicar como entendo essa questão:

      O santuário ilustra três fases do ministério de Cristo: (1) sacrifício substitutivo, (2) mediação sacerdotal e (3) julgamento final.

      O sacrifício substitutivo. Todos os sacrifícios do santuário simbolizava a morte de Jesus para o perdão dos pecados, revelando a verdade de que “sem derramamento de sangue não há remissão” (Hebreus 9:22). Esses sacrifícios ilustravam as seguintes verdades:

      1. Deus julga o mundo - Pelo fato do pecado constituir uma profunda rebelião contra tudo o que é bom, puro e verdadeiro, ele não pode ser ignorado. “O salário do pecado é a morte…” (Romanos 6:23).

      2. A morte substitutiva de Cristo - “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas… mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniquidade de todos nós” (Isaías 53:6). “Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras” (I Coríntios 15:3).

      3. Deus provê o sacrifício expiatório - Esse sacrifício é “Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no Seu sangue, como propiciação, mediante a fé” (Romanos 3:24 e 25). “Àquele que não conheceu pecado, Ele O fez pecado por nós; para que nEle fôssemos feitos justiça de Deus” (II Coríntios 5:21). Cristo, o Redentor, assumiu sobre Si o julgamento do pecado. Portanto, Cristo foi tratado como nós merecíamos, para que pudéssemos receber o tratamento a que Ele tinha direito. Foi condenado pelos nossos pecados, nos quais não tinha participação, para que fôssemos justificados por Sua justiça, na qual não tínhamos parte. Sofreu a morte que nos cabia, para que recebêssemos a vida que a Ele pertencia. ‘… pela Suas pisaduras fomos sarados’ (Isaías 53:5).”

      Excluir
    3. Com outras palavras: Eu creio que existe um santuário no Céu, porém não no "literalismo" de que Jesus Cristo está parado no "Lugar Santíssimo" intercedendo exatamente como era feito na Terra.

      Explicando: Creio que ELE está intercedendo por nós como nosso Mediador e Salvador, com a mesma aplicação espiritual de um Sumo Sacerdote no Lugar Santíssimo. Ou seja, creio no MINISTÉRIO SACERDOTAL de Cristo e em todas as fases do juízo. Acredito que existe sim um Santuário no Céu, como um memorial simbólico de tudo o que Jesus representa para o Universo, mas não que o santuário em si, possuí alguma importância por ele mesmo, pois em tudo, o santuário aponta para Cristo!

      =]

      Excluir
    4. Gabriel Phoenyx, Cristo na Sua Ascenção ASSENTOU-SE À DESTRA DE DEUS, OU SEJA , NO TRONO DE DEUS, QUE POR TIPOLOGIA FICAVA NO SANTISSíMO! O amigo compreende o que eu estou dizendo? Ele não repete a ação do sumo sacerdote segundo a ordem de Aaron à qual ocorria todos os anos no Dia do Perdão (kippur). Após seu Perfeito Sacrifício, ele Ascende ao Pai e assenta-se à Sua Direita esperando daí em diante que Seus inimigos tornen-se capachos sob seus Pés! ELE NÃO ESTÁ LIDANDO COM O PECADO EM QUALQUER SENTIDO COM RELAÇÃO A EXPIAÇÃO. MAS ELLEN WHITE VAI DE ENCONTRO AS ESCRITURAS AO AFIRMAR QUE NOSSOS PECADOS, QUANDO CONFESSADOS SÃO COLOCADOS SOBRE CRISTO E TRANSFERIDOS PARA O SANTUÁRIO. ELA ESTÁ CONTRADIZENDO AS ESCRITURAS Leia Hebreus 10:10-12. ELA DESCONHECE POR COMPLETO O SIGNIFICADO TRANSCEDENTAL DO SACEDÓCIO SEGUNDO A ORDEM DE MELQUISEDEC! O Senhor Jesus não FAZ propiciação como quer Ellen White, mas João em sua primeira Epístola revela que Cristo É a nossa Propiciação! Ele não fica rogando perdão ao Pai, mas Ele é o Perdão. Propiciação: é a Sua Graça salvadora nesta Dispensação para todo aquele que Crê. Ele está sendo favorável à nós! ELE É A PROPICIAÇÃO! LEIA 1 CORINTÍOS 15:23-28. Mais claro é impossível! O Seu Sacerdócio é de uma outra atmosfera, natureza etc. NÃO EXISTE LUGAR SANTO NO CÉU, PORQUE O VÉU QUE LITERALMENTE FOI RASGADO FOI A CARNE SANTISSÍMA DO FILHO DE DEUS! No céu, só existe o Lugar Santissímo, a presença de Deus que foi o que João viu à partir do capítulo 4 de apocalipse. O lugar santo é tratado como passado no livro de Hebreus. É chamado de primeira tenda! Só existia em tipo, porque os homens não tinham livre acesso a Deus e era isto uma das Verdades que ele tipificava! Espero que voce confira as escrituras e veja se não é assim! Amén!

      Excluir
    5. Bom dia PAULO CADI,

      Bem, eu li as passagens que você escreveu, e posso afirmar que elas em nada mudam o ministério sacerdotal de Cristo.

      Veja bem, em Hebreus 10:10-12, é dito que Jesus Cristo morreu uma vez, se sacrificou uma vez e de uma vez por todas pela humanidade. Seu sacrifício foi suficiente para nos salvar! - E também diz que ELE agora está na glória com o Pai, investido de autoridade como o Rei do Universo, assim como o Pai, por isso está a destra do Pai. Isso é um fato! Mas isso não significa que Jesus está literalmente paralisado e preso num trono olhando pra baixo! Isso demonstra que ELE tem toda a autoridade e poder!

      Eu te pergunto: O fato de Jesus Cristo ter morrido na cruz em nosso lugar, significa garantia de Vida Eterna pra todo mundo, ou para todos os que creem?! - O fato de Jesus Cristo ter morrido na cruz, significa que o pecado acabou?! Ninguém peca mais? Ninguém precisa de um intercessor, de um ADVOGADO intercedendo por nós?!

      Já em 1 CORINTÍOS 15:23-28, diz claramente que o ministério de Cristo ainda NÃO ACABOU! Essa passagem é a evidência de que o mal e a morte ainda precisam ser aniquilados! Diz sobre eventos futuros - relacionados a Sua vinda!

      Excluir
    6. Quanto ao Ministério Sacerdotal de Cristo no "Santuário Celestial" - vou tentar especificar mais no que creio:

      Nesta parábola ritual o santuário assumia a culpa e a responsabilidade do penitente – pelo menos durante certo tempo – quando o penitente oferecia a oferta pelo pecado, confessando seus erros. Ele saía dali perdoado, certo da aceitação divina. Assim, no serviço antítipo, quando um pecador é levado pelo Espírito Santo a aceitar a Cristo como seu Salvador e Senhor, Cristo assume seus pecados e responsabilidade. Ele é perdoado graciosamente. Cristo é o Fiador do crente, bem como o seu Substituto!

      Tanto no tipo quanto no antítipo, o ministério do lugar santo centraliza-se primariamente no indivíduo. O ministério sacerdotal de Cristo providencia o perdão do pecador e sua reconciliação com Deus (Hebreus 7:25). “Em consideração a Cristo, Deus perdoa o pecador arrependido, imputa-lhe o reto caráter e a obediência de Seu Filho, perdoa seus pecados, e registra seu nome no Livro da Vida, como um dos Seus filhos (Efésios 4:32; I S. João 1:9; II Coríntios 5:21; Romanos 3:24; Lucas 10:20). E a medida que o crente permanece em Cristo, a graça espiritual lhe é mediada através de nosso Senhor, por meio do Espírito Santo, de modo que ele alcança maturidade espiritual e desenvolve as virtudes e graças que refletem o divino caráter (II Pedro 3:18; Gálatas 5:22 e 23)”.14 O ministério no lugar santo efetua a justificação e santificação do crente.

      Esse seria o ministério no "Lugar Santo".

      Excluir
    7. Agora veja bem isso:

      Falando do santuário celestial, o livro de Hebreus afirma: “Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue: e sem derramamento de sangue não há remissão. Era necessário, portanto, que as figuras das coisas que se acham nos Céus se purificassem com tais sacrifícios, mas as próprias coisas celestiais com sacrifícios a eles superiores” – o precioso sangue de Cristo (Hebreus 9:22 e 23).

      Excluir
    8. Sobre a ordem de Melquisedeque - vamos pelo básico:

      Um estudo cuidadoso deste personagem bíblico nos esclarecerá que nada existe de misterioso a seu respeito, a despeito da interpretação de alguns quanto a Hebreus 7:3.

      A palavra em hebraico Malkicedeq, significa rei de justiça, ou ainda de acordo com Heb. 7:2 rei de Salém, isto é, rei de paz.

      Vou colocar os textos que esse personagem aparece:

      Gênesis 14:18 ‘Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; era sacerdote do Deus Altíssimo’

      Salmos 110:4 ‘O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.’

      Hebreus 5:6 ‘como em outro lugar também diz: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.’:

      Hebreus 5:10 ‘tendo sido nomeado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.’

      Hebreus 6:20 ‘onde Jesus, como precursor, entrou por nós, tendo-se tornado sumo sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.’

      Hebreus 7:1′ Porque este Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão, quando voltava da matança dos reis, e o abençoou’

      Hebreus 7:10 ‘Porque aquele ainda não tinha sido gerado por seu pai, quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.’

      Hebreus 7:11 ‘Se, portanto, a perfeição houvera sido mediante o sacerdócio levítico (pois nele baseado o povo recebeu a lei), que necessidade haveria ainda de que se levantasse outro sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão?’

      Hebreus 7:15 ‘E isto é ainda muito mais evidente, quando, à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote,’

      Hebreus 7:17 ‘Porquanto se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.’

      Excluir
    9. Alguns estudiosos bíblicos dizem que Melquisedeque foi um sacerdote de Deus antes mesmo de Deus escolher um povo especial da terra (através de Abraão), e estabelecer o sacerdócio dos levitas (filhos de Arão, irmão de Moisés).

      Outra coisa interessante é que ele não veio de uma família de sacerdotes ou de pessoas ilustres ou importantes. Ele foi escolhido por Deus sem ter “antepassados” de que se orgulhar. Pelo visto obedecia a Deus sem questionar.

      Aqui encontramos alguma semelhança com Jesus. Jesus é nosso Sacerdote principal. Quem nos representa diante de Deus e nos defende. Mas Jesus não nasceu da tribo dos sacerdotes, da tribo de Levi. Jesus não tinha antepassados sacerdotes. Jesus nasceu da tribo de Judá. Entretanto mesmo assim Jesus é nosso Sumo-sacerdote celestial.

      Outra coisa sobre Jesus. Jesus não teve antepassados humanos. Ele foi gerado pelo Espírito Santo. Ele não era filho de José.

      Apenas foi gerado no ventre de Maria. Assim pode-se comparar Melquisedeque que não teve antepassados “ilustres” com Jesus que “verdadeiramente” não teve antepassados.

      Por último podemos analisar a afirmação bíblica de que Jesus pertenceu a um sacerdócio mais elevado que o sacerdócio levítico, o sacerdócio segundo a ordem de Melquisedeque. Isso é assim pela seguinte razão: antes de existir a tribo de Levi, antes de existir o povo de Israel, Melquisedeque já era sacerdote. De Jesus pode-se afirmar com maior propriedade ainda: “antes que Abraão existisse EU SOU”. Ou seja Jesus é superior aos sacerdote conhecidos nos dias dele.

      Excluir
    10. Gabriel Phoenyx está ABSOLUTAMENTE comprovado PELAS ESCRITURAS que o Sacerdócio de Melquisedec é o Sacerdócio da Dispensação da Graça. Com o Sacerdócio Universal de TODOS os crentes nós pela graça, aqui mesmo na terraestamos sentados em lugares celestiais em Cristo Jesus. O Cristão TEM acesso ao Pai por este Novo e Vivificante caminho que Cristo nos abriu indo além do véu a presença de Deus Pai! O sacerdócio de Jesus não terá fim. O pecado ainda existe mas pelo arrependimento ele, o cristão, se apropria pela fé do Perdão já concedido no calvário! Os pecados confessados não são transferidos para o santuário celeste pois os proprias coisas celestiais já foram consagradas pelo sacrificio de Cristo! O Céu também estava pendente do sacrificío de Cristo poi o pecado começou lá. Então , em um único Ato a obra foi completada sendo agora os benefícios dela liberados para todo aquele que crê! Hebreus 9:26 diz que Cristo se ofereceu uma vez só para ANIQUILAR O PECADO PELO SACRIFÍCIO DE SI MESMO! O pecado que cometemos hoje pelo arrependimento não vou dizer sincero pois se não for não é arrependimento, já foi perdoado na cruz, mas nós pela fé nos apropriamos deste perdão. Nossa fé é que ATUALIZA o perdão de Deus ! Agora Ellen White diz que quando voce se arrepende seu pecado é perdoado é transferido para o santuário celestial ficando lá pendente até Jesus terminar a intercessão. Então não houve pagamento pelos nossos pecados. Se voce deve seu nome fica nos registros do credor. Quando voce paga a divída seu nome sai dos registros pois voce nâo deve mais nada! Está doutrina é uma ABERRAÇÃO! COM CERTEZA NÃO É O SANTO EVANGELHO DE CRISTO E SEUS APÓSTOLOS! Confira Efésios 1:13 e 4:30 onde diz que somos selados pelo Espírito Santo até o Dia da Redenção e Tente harmonizar sómente estas duas escrituras com este ENSINAMENTO SINISTRO QUE COM CERTEZA NÃO VEM DO CÉU! Amén!

      Excluir
    11. PAULO CADI,

      Estamos dizendo as mesmas verdades espirituais, porém com outras palavras!

      O papel de Cristo atualmente é interceder por nós e nos perdoar quando aceitamos Sua Salvação. Em consideração a Cristo, Deus perdoa o pecador arrependido, imputa-lhe o reto caráter e a obediência de Seu Filho, perdoa seus pecados, e registra seu nome no Livro da Vida, como um dos Seus filhos (Efésios 4:32; I S. João 1:9; II Coríntios 5:21; Romanos 3:24; Lucas 10:20). E a medida que o crente permanece em Cristo, a graça espiritual lhe é mediada através de nosso Senhor, por meio do Espírito Santo, de modo que ele alcança maturidade espiritual e desenvolve as virtudes e graças que refletem o divino caráter (II Pedro 3:18; Gálatas 5:22 e 23)

      Mas haverá um tempo em que Jesus Cristo não será mais um Intercessor, mas um "Juiz"! Pois quando ELE voltar, trará o juízo final a todas as criaturas! Ou seja, o mal será finalmente aniquilado e todas as coisas se farão novas!

      Até o presente momento você não demonstrou porquê a doutrina do santuário é anti-bíblica! Nós apenas estamos conversando e chegando em conclusões parecidas, porém com um "pano-de-fundo" diferente!

      O fato de Jesus Cristo fazer expiação por nossos pecados, não significa que o sacrifício dEle na cruz foi insuficiente, mas muito pelo contrário: Ele é digno de interceder por nós, pois pagou o nosso preço! Em nenhum momento ELE está se "sacrificando" novamente, pois como você bem disse, Ele precisou morrer somente uma vez, sendo isso o suficiente para nossa salvação. Entretanto, o ser humano ainda é livre para escolher e ainda é um pecador! É uma lógica simples: enquanto existir pecado, seremos sempre pecadores! - A diferença é que temos uma chance de Salvação graças à Jesus Cristo.

      Nosso Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, entra no lugar santíssimo do santuário celestial. Comparece à presença de Deus o Pai, para fazer expiação por todos os que creram no Seu nome. - essa é a lógica! Isso não é contra a Bíblia!

      Excluir
    12. Esclarecendo: JESUS CRISTO JÁ VENCEU O PECADO, por nós! - Mas, o pecado ainda existe no universo. O que temos agora é o direito dado por Jesus, para que possamos ser salvos mediante a Sua graça e mediante a nossa aceitação e arrependimento!

      Você pediu para eu ler Efésios, bem, vejamos:

      "Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa."
      Efésios 1:13

      E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção
      Efésios 4:30

      Esses versos estão falando da Igreja de Deus, isto é, das pessoas que já aceitaram a Salvação em suas vidas! - São perfeitamente harmoniosos com a doutrina do santuário.

      Veja bem isso:

      "Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte.
      Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?"
      1 Pedro 4:16-17


      "Filhinhos, estas coisas vos escrevi para que não pequeis, todavia se alguém pecar, temos um advogado junto ao Pai, Jesus Cristo" I João 2:1.

      Excluir
    13. Gabriel Phoenix, eu não disse que a doutrina do santuário é anti-biblíca. O que estou afirmando é que Nosso Senhor entrou no santuário da Nova Aliança segundo a ordem de Melquisedec. Voce veja que ele é um sacerdócio ETERNO porque pertence a Aliança Eterna - Hebreus 13:20. O sacerdócio à ordem de Melquisedec não FUNCIONA se assim podemos nos expressar, como o santuário da antiga aliança! Ele foi revelado a Abraão que regozijou-se ao ver a manifestação de Nosso Senhor Jesus Cristo, porque Ele traria e garantiria a realização das promessas celestiais. Melquisedec lhe serviu pão sem fermento e vinho, anunciando a nova aliança. Ellen white diz que os pecados dos crentes são de FATO colocados sobre Cristo e transferidos para o santissímo. Se voce obsevar bem verá que este não era o papel do santo dos santos. Ali UMA vez ao ano o sumo sacerdote entrava em tipo levando os pecados do povo sobre si. Isto acontecia todos os anos. Agora, Cristo levou e fez a purificação dos nossos pecados de uma vez por todas e assentou-se a destra de Deus PARA SEMPRE, ou seja não troca de lugar. A obra está concluída. Na doutrina do juízo investigativo Cristo CONTINUA levando os pecados dos crentes vivos sobre si e que são transferidos para o santuario ,no caso, os registros. Agora, se o Senhor já levou os nossos pecados de uma vez por todas, nada disso é mais nescessário, pois não existe ACÚMULO DE PECADOS que é isto que a doutrina do juízo ivestigativo ensina! A purificação do santuário segundo esta revelação é devido ao acúmulo de pecados confessados no santissímo celestial. É uma repetição do que era feito na antiga aliança, só que no céu! É admitdo que Cristo morreu Uma vez pelos nossos pecados mas não que os tenha cancelado, apagado, o que só acontecerá só Deus sabe. Assim, mesmo o crente após a morte é passado por um escrutínio rigoroso para ver se voce se conformou com os dez mandamentos. Posso lhe dizer que esta doutrina lhe NEGA pela sua própria natureza QUALQUER ALEGRIA DA SALVAÇÃO. E se voce tem a alegria da salvação é poque não conhece com mais profundidade esta doutrina ou se conhece na prática não lhe dá a devida atenção pois se assim o fizer a alegria da salvacão é aprimeira coisa que ela lhe tira! Se voce observar bem verá que esta doutrina é desconhecida, alienígena ao novo testamento e NINGUÉM no século 19 iria receber mais luz que os santos Apóstolos. Existem profundezas inesgotáveis na Bibía, para que quer cavar os seus ricos tesouros!

      Excluir
    14. Entendi o seu ponto de vista! Então eu só peço que você me explique os seguintes versos bíblicos, com a sua visão:

      1. "Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte.
      Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?" 1 Pedro 4:16-17

      2. "Filhinhos, estas coisas vos escrevi para que não pequeis, todavia se alguém pecar, temos um advogado junto ao Pai, Jesus Cristo" I João 2:1.

      3. "E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva." Apocalipse 11:19

      4. "Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade,
      Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem." Hebreus 8:1-2

      5. "Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus;" Hebreus 9:24

      6. "E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro;
      E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro." Apocalipse 1:12-13

      7. "Os quais servem de exemplo e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou." Hebreus 8:5

      8. "Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados," Hebreus 10:26

      9. "Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e milhões de milhões assistiam diante dele; assentou-se o juízo, e abriram-se os livros." Daniel 7:10

      10. "E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras." Apocalipse 20:12

      Excluir
    15. Gabriel Phoenix, leia o capítulo O que é o santuário de O grande Conflito de Ellen White com a Biblía aberta ao lado em Hebreus capítulo 10, principalmente dando atenção aos versos 10 ao 20 e será IMPOSSÍVEL voce não ver a CONTRADIÇÃO que existe entre ambos! Ali ela diz que Jesus está DIANTE DA ARCA, pleiteando com seu sangue quando Hebreus diz que ele está assentado à direita de Deus, e assim vai. Leias com bastante atenção quando ela diz que REMISSÃO OU ATO DE LANÇAR FORA O PECADO é a obra a efetuar-se, quando Hebreus revela que já houve REMISSÃO DE PECADOS, e assim vai, fora a contradições internas que existem em outros trechos deste livro. Decididamente está mulher foi inspirada pelo Diabo. NÃO TENHO DÚVIDA NENHUMA. Ela quer ti levar de cabresto para a velha aliança de novo! Ciudado com o cafézinho, chá tec. Quanta besteira! Apocalipse 11:19, não tem nada a ver com 1844. Leia desde o verso 15 e veja se o que ali esta escrito aconteceu em 1844. O verso 19 é uma sequencia do verso 15! A arca aparece porque o juízo de Deus vai cair sobre as Nações. O juízo náo é investigatvo sobre o povo de Deus mas juízo sobre as nacões. como a arca ia adiante do povo nas batalhas de Israel agora na batalha derradeira contra o mal ela aparece de novo, anúnciando juízo. Pedro diz que já é tempo que começe o julgamento pela casa de Deus como correção sobre o povo de Deus, para seu aperfeiçoamento, e não serem condenados com o mundo. Pedro não poderia estar pensando em algo que iria acontecer 1844 anos depois porque ele diz que JÁ É TEMPO! Jesus disse: quem crê em mim nâo entra em JUÍZO mas passou da morte para a VIDA! Amén!

      Excluir
    16. Sim irmão, eu já li esse capítulo e compreendi a luz da Bíblia!

      A minha humilde opinião é a seguinte: todos temos o direito de questionar, pensar, criticar e não concordar com teorias e ideias alheias. Certo. Entretanto, acho que é muito coerente pra quem discorda, apontar uma "alternativa" para a interpretação dos textos, e eu não estou lendo isso! Tudo o que o irmão fala, em sua essência, está correto e de acordo com a Palavra de Deus; porém, nas conclusões o irmão se perde um pouco!

      OK! Vou seguir o SEU raciocínio quando você diz que a Bíblia fala que Jesus Cristo está assentado a direita de Deus. OK. Perfeito! Mas, como você explica isso:

      "Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade,
      Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem." Hebreus 8:1-2

      "Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus;" Hebreus 9:24

      Os versos BÍBLICOS - nada de EGW - informam que Jesus está assentado a direita do Pai, mas que ELE TAMBÉM "ministra no santuário, e no verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem."

      A BÍBLIA também nos informa, que "Jesus Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus;" - Ou seja, ELE é nosso ADVOGADO, pois intercede por nós! - Isso quem está dizendo é a Bíblia!

      Então se você aplicar o literalismo de que Jesus está parado e sentado a destra de Jesus, também deve concordar que ele literalmente faz todas as outras coisas que o livro de Hebreus informa! - Portanto, a sua conclusão não anula a outra!

      A Bíblia diz que existe um Santuário no Céu e que JESUS ainda intercede por nós, e não Ellen G. White!

      Excluir
    17. Agora, respondendo a suas conclusões:

      Você está certíssimo, o verso 19 é uma continuação do verso 15. - E tbm de todos os outros versos do capítulo! Agora, porque a LEI DE DEUS é vista no Santuário de Deus que está no Céu? - Simples: É porque todos os homens, todas as nações, serão julgadas à luz da Lei de Deus! Essa passagem demonstra que o caráter de Deus é imutável, e que Sua vontade permanece. Sua Lei, nada mais é do que a expressão de Seu caráter e Amor, logo, é o "espelho" que reflete o que é certo e errado, e portanto, a humanidade será julgada por suas convicções e suas obras, comparadas a Lei do Senhor, isto é, Sua vontade!

      Sim, realmente Pedro não tinha em mente nada relacionado a 1844. Entretanto, ele tinha o conhecimento de que a Igreja de Deus, ou seja, o Seu povo, são os primeiros a serem julgados. Se você estuda a Bíblia, percebe que ela confirma a própria Bíblia. No aspecto que Pedro está dizendo, quando estudamos o Ministério de Cristo no Santuário Celestial, entendemos que a Igreja de Deus precisa viver realmente o que prega, e refletir o caráter de Jesus, em qualquer época do mundo, pois no sistema do julgamento, é a Igreja que primeiramente é julgada, e depois os desobedientes!

      Excluir
    18. Hebreus 7:25 diz claramente ser impossível vivermos sem uma intercessão contínua:

      “Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.”

      Nunca você e eu conseguiríamos suportar a grande tribulação com nossas próprias forças. Mesmo que tenhamos sido libertos do poder do pecado (Rm 6 e 8), ainda não teremos sido libertos da presença do pecado (veja o conflito de Paulo em Rm 7, mesmo depois de convertido), que ocorrerá apenas na glorificação, por ocasião da segunda vinda de Cristo, quando Ele transformará nosso corpo e nossa natureza (1Co 15:51-55; 1Ts 4:13-18).

      Enquanto estivermos na presença do pecado, haverá dentro de nós uma natureza pecaminosa que fará nossos atos de justiça sempre parecerem trapos sujos (Is 64:6) e, por isso, sempre necessitaremos da misericórdia e trabalho de intercessão de Cristo para vencermos.

      Excluir
    19. Corrigindo o que eu escrevi ali em cima:

      "Então se você aplicar o literalismo de que Jesus está parado e sentado a destra de DEUS, também deve concordar que ele literalmente faz todas as outras coisas que o livro de Hebreus informa! - Portanto, a sua conclusão não anula a outra!"

      =]

      Excluir
    20. Gabriel Phoenix, Voce ao citar o texto de Hebreus, tenta desconectar da revelação de Ellen White o que vai dizer. Mas o que vai dizer, aprendeu de Ellen White via adventismo! Não falei que Cristo não intercede por nós. É só reler o que escrevi. O verso 19 de apocalipse não se cumpriu em 1844 como querem os adventistas, pois ainda está no futuro. É só começar a ler do verso 15. A expressão que usou ao dizer que o decálogo é a expressão de caráter e amor de Deus, vem de Ellen White. O Apóstolo Paulo, ao contrário , chama o decálogo de "ministério da morte". 2 Co 3:7. É claro que o apóstolo Pedro jamais pensou em1844. Lhe pergunto: Nós temos mas revelação que Pedro? Se temos, então ele não pode ser mais nosso líder. Ef. 2:20; 3:5-6. O mundo será julgado pela incredulidade no Evangelho da Graça. Ellen white diz que até os anjos no céu observam o decálogo. Tente aplicar?! algum mandamento do decálogo aos anjos! Não vê de onde provem está revelação? Eu acho que até agora voce não entendeu o que expliquei, apesar de voce afirmar que sim, porque está passando por alto as fortes contradições entre a Biblia e os testemunho de Ellen White. Se Cristo ainda está à maneira dos antigos sacerdotes diante da arca pleiteando perante o Pai e os pecados que estão no santuário não foram removidos, a IRA de deus permanece sobre a sua cabeça! A Lei de Deus, é espiritual, está relacionada ao novo nascimento É a lei interior, do Espírito que os legalistas desconhecem. A Lei que Deus deu aos israelenses er UNA. Dentro dela haviam distinções para fins de aplicacão. Esta distinção de lei moral e cerimonial não existe nas Escrituras. Quero que alguém me prove! Cristo não observou o sábado>joão 5:18. Dizer que violou o repouso no sétimo dia do ponto de vista dos fariseus mas que na verdade observou o sábado é MENTIRA. Se assim fosse as escrituras teriam dado testemunho! Em João 9:18 os fariseus acusam Jesus de não vir de Deus poque ele não observava o sábado! Eles eram doutores na lei e sabiam muito bem em que consistia a observância do sábado, como está em Exôdo 20:10. Na lei também era proibido acender fogo, porque dava evidência que em tal casa alguem trabalhou para obter lenha ou que estava cozinhando. Não dava para se esconder como hoje, com microondas e parafernálias! A lei só era válida dentro da terra de Israel, e no deserto por causa da presença do Shekinah em direção a israel! Quando um adventista vai a igreja no sábado, se tem carro precisa de pessoas trabalhando em função do transito, de postos de gasolina etc., ou de onibus para se locomover até sua igreja ou de luz para os eventos que acontecerem po lá. O adventista precisa de milhões de pessoas transgredindo o sábado para que a sociedade funcione e ele chegando em casa no sábado se quiser pode tomar um banho quentinho graças aos transgressores do sábado! Fora as empresas de alimento que precisam operar 24 horas direito para que os diletos senhores e senhoras adventistas possam deslocar-se alegremente até o supermercado no fim do sábado! Cristo veio buscar uma Igreja ENTRE os gentios. Se a observância do sábado fosse para os gentios, se é o sinal de Deus para a sua igreja então os apóstolos teriam dado Prioridade a um tema tão importante e escrevido muito sobre sua observância em suas epístolas, mas ao contrário, quando falam a respeito do sábado é para dizer que os gentios não estão sob a obrigação de observa-lo.>Cl 2:16 ; Ro14. Se o sábado devesse ser observado pelos gentios o concílio de jerusalém teria emitido nota a este respeito.>At. 15:28-29. É estranho se o sinal na nova aliança é o sábado, o silêncio TOTAL dos apóstolos à este respeito, incorrendo se isto fosse verdade, no pecado de transgressão e omissão por não anunciarem todo o conselho de Deus aos pobre gentios. Em atos o sábado SÓ está relacionado as incursões de Paulo entre os judeus. No apocalipse 1:10 o dia do senhor é o dia do juízo em que joão achou-se quando viu o Senhor como o juíz de Dn. 7:9. Dizer que é o sábado é pura inferência e não prova escriturística.

      Excluir
    21. A expressão Dia do Senhor em TODAS as escrituras se refere ÚNICAMENTE AO DIA DO jUÍZO! Um adventista quando consome produtos feitos por empresas ou pessoas que transgridem o sábado é participante no pecado delas! A lei de Cristo é uma lei interna proporcionada pela habitação do Espírito ensinando o filho de Deus como se conduzir nesta vida e não um código externo de conduta pelo qual se pautar. João diz que a Unção do Santo vos ensina tudo! Os mandamentos entregados pelos apóstolos vieram pelo Espírito que estava neles, produzindo a Graça de Deus! Os adventistas desconhecem a expressão ANDAR NO ESPÍRITO. Confirmação? È só perguntar para um deles! A Igreja vive no mundo civil não numa teocracia como querem os muçulmanos. Se os adventistas querem observar o sábabo conforme está na lei devem trabalhar em empresas que também observam o sábado para não se tornarem participantes no pecado deles! O material de que são feitas as igrejas adventistas são de empresas que transgridem o sábado. Os adventistas deveriam fazer como os judeus a quem tomam como exemplo na observancia do sábado, quando construírem seus templos. Sómente empresas sabatistas podem entrar no negócio. Os adventistas não podem ter gravuras em sua literatura e nem imagens de anjos nas paredes de suas igrejas. E não adianta tomar o templo como exemplo porque os católicos já fizeram isto!!! Afinal, qual é a diferença entre uma escultura e uma pintura ? Em essencia NENHUMA. Não são todas imagens? Como é fácil ser conveniente, como é fácil descer a encosta! Os adventistas tem que seguir os testemunhos para a igreja. Afinal, não foi Deus que os revelou a Ellen White .Principalmente as mulheres com relação ao vestuário! Os adventistas que deixem de chamar Hipócritamente os protestantes de irmãos enquanto os chamam de falso profeta de apocalipse 13. Os adventistas que deixem se usar livros protestantes quando lhes convém. Se tem a revelação porque usar livros do falso profeta guardador do domingo? Engraçado que o diabo escolheu o dia da ressurreiçao para ser o sinal da besta. Se o sábado falou da velha criação o domingo aponta para a ressurrreição e a nova criação! Não adianta citar Isaías 66. Aquilo nâo é para a igreja. Tente aplicar ao pé da letra este capítulo. Os apóstols usaram de interpretação alegorica de passagens do antigo testamento> Atos 15:16-18. A igreja deve saber que o selo de Deus para ela é Cristo em vós!

      Excluir
    22. Quando Jesus disse que não veio anular a lei mas cumprir estava se referindo que em sua vida estava se cumprindo tudo o que dele estava escrito na lei e nos profetas>Lc . 24:44-47. Cristo está em Mt. 5 trazendo a lei do Espírito da qual a lei dada a Moíses era uma sombra! Ele está trazendo os elementos que constituem o novo nascimento. Ele fala da vinda do Espírito que vai pelo novo nascimento introduzir estas verdades no espírito do crente! Isto NÃO existia na antiga aliança. Agora o Senhor Jesus é o Descanso. Ele não oferece sacríficios no templo porque ele é o Cordeiro de Deus. Está havendo aí uma troca de Dispensações>Jo 1:17 :Ml. 3:1 ; Mt. 3: 13-17 etc. Deus descansou no sabado, que significa que ele cessou de criar, não que estivesse cansado. Cessação absoluta devia ser o repouso entre os judeus. Os adventistas não observam o sábado segundo a lei. Eu não estou falando da casuística judaica em cima da lei que existia desde o antigo testamento sendo condenada duramente pelos profetas. Os adventistas e grupos similares como os batistas do sétimo dia mesmo em sua alegação de observar o sábado sem a casuística em cima da lei, não o observam como está nos dez mandamentos!!! Deus não voltou a trabalhar mais seis dias e descansou novamente.! Ele entrou no seu repouso daí em diante. Por isso que em Hebreus diz que falta um repouso para os filhos de Deus na presente era! Pelo novo nascimento o cristão entra no repouso de Deus que é o que Cristo veio trazer pelo Espírito através do novo nascimento! Está lá em Hebreus 4. É só ler e entender. É neste descanso que Adão e Eva estavam antes da queda. Amen!

      Excluir
    23. Bom dia irmão PAULO CADI,

      Primeiramente gostaria de dizer que você está bem mal informado em relação a postura da IASD em relação a muitas coisas que você mencionou! =]
      Em segundo lugar, creio que estamos saindo do foco proposto pelo post do blog! O assunto aqui é em relação ao Dia da Purificação, o ano de 1844 e o Santuário. É verdade que já conversamos bastante sobre diversos pontos de vista até o presente momento, mas todos com relação ao santuário.

      Bem, como o irmão mencionou tão veemente e com tanta convicção alguns pontos da filosofia da IASD, de forma tão equivocada, vou apenas iluminá-lo em relação a alguns assuntos, pra não nos focarmos tanto em outras doutrinas! :D

      Caríssimo, eu volto a repetir, que o que acontece aqui é o seguinte: Diferentes interpretações sobre um determinado assunto! - Não há como o irmão afirmar que o seu ponto de vista é o correto, se nós estamos usando os mesmos textos bíblicos e chegando em conclusões diferentes! Usando vossas palavras, "dizer que vossa filosofia é a verdade, é pura inferência e não prova escriturística." Pois nós adventistas podemos sim provar tudo o que dizemos na bíblia! ;D

      Um bom exemplo que posso apenas citar aqui, é a forma errada em que os evangélicos dizem que será a Volta do Senhor Jesus Cristo, com um tal de "arrebatamento secreto" - O irmão pode provar isso nas Escrituras?! =D

      Bem, mas vamos por partes...

      Excluir
    24. Você disse que: “Ellen white diz que até os anjos no céu observam o decálogo. Tente aplicar?! algum mandamento do decálogo aos anjos”
      O irmão poderia, por gentileza, mencionar, ou melhor, transcrever aqui esse relato no qual ela diz isso?! Talvez possamos entender juntos o contexto.
      O irmão disse:
      “Em João 9:18 os fariseus acusam Jesus de não vir de Deus poque ele não observava o sábado! Eles eram doutores na lei e sabiam muito bem em que consistia a observância do sábado, como está em Exôdo 20:10. Na lei também era proibido acender fogo, porque dava evidência que em tal casa alguem trabalhou para obter lenha ou que estava cozinhando...”
      Eu te pergunto: O que está escrito em Êxodo 20:10?! - Também diz que não devemos trabalhar! Ok! Mas que tipo de trabalho?! - Veja bem que o que a Bíblia diz: “Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras,
      Então te deleitarás no SENHOR, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do SENHOR o disse. “
      Isaías 58:13-14

      Excluir
    25. Nós não temos culpa do fato da sociedade, em sua maioria, não guardarem o sábado. Sim, nós realmente dependemos da energia elétrica, da água e etc. Realmente existem milhões de pessoas que trabalham normalmente aos sábados, entretanto, isso não significa que nós nos aproveitamos ou aprovamos isso, apenas porque usufruirmos o que está disponível no mundo. Sabe por quê?! Porque o mundo não obedece a Deus como deveria.

      As obras não salvam apenas Cristo. Só Ele, por meio da Pessoa do Espírito Santo, pode colocar no coração do homem o impulso para obedecer (Atos 4:12; Efésios 2:10). A obediência é a expressão externa de nossa transformação interna (2 Coríntios 5:17; Tito 3:7) – Como eu posso julgar alguém que não guarda o sábado? Eu não posso!

      ENTENDA: O problema não está em “trabalhar aos sábados” – mas em que tipo de obra e que tipo de interesse está por trás dessa obra! Se o mundo compreendesse a essência do descanso sabático, o fato de alguém trabalhar para existir luz elétrica, água potável ou outras coisas essenciais, seria algo voluntário NESSE DIA! - Pois não haveria interesse financeiro ou ganho próprio, mas algo que faria bem a outras pessoas somente. O ESPÍRITO sabático é a diferença! O dia é especial – as obras devem ser especiais!

      A única razão porque Deus ordena que não trabalhemos aos sábados, é porque as horas sabáticas são separadas para um relacionamento integral com Deus e comunhão com o próximo, horas essas que seriam desperdiçadas com trabalho e outras obras de interesse próprio!

      Excluir
    26. O irmão disse:
      “Sómente empresas sabatistas podem entrar no negócio. Os adventistas não podem ter gravuras em sua literatura e nem imagens de anjos nas paredes de suas igrejas. E não adianta tomar o templo como exemplo porque os católicos já fizeram isto!!! Afinal, qual é a diferença entre uma escultura e uma pintura ?”
      1. As empresas adventistas não “lucram” financeiramente nesse dia! O fato de instituições como hospitais e internatos funcionarem aos sábados, não significa que está existindo ganho financeiro e pessoal. Hospitais precisam funcionar, pois é lícito fazer o bem aos sábados; e as instituições precisam funcionar pela mesma razão! – No Sábado todos trabalham VOLUNTARIAMENTE!
      2. Sobre imagens, a bíblia é clara: O problema não está em uma ilustração, pintura, desenho ou escultura, pois o próprio Deus usou uma serpente de bronze para curar as pessoas que a olhasse. Assim também como existiam dois querubins na Arca da Aliança. Essa questão da proibição de se fazer imagens, circunscreve-se ao contexto de adoração a ídolos. O mandamento é contra a adoração a outros deuses e a ídolos. Por isso a Bíblia diz: 2º Reis 18:4

      "Ele tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã."

      Excluir
    27. Existem muitas outras coisas que o irmão disse. Mas não seria sensato conversarmos sobre todas elas aqui.

      Gostaria de deixar apenas mais alguns esclarecimentos em relação ao SABBATH e JESUS:

      O que a Bíblia diz que Jesus gostava de fazer aos Sábados?

      a) Lucas 4:16 – ir à igreja;
      b) Lucas 4:16 – ler;
      c) Lucas 4:31; 6:6; 13:10 – ensinar as pessoas sobre a Bíblia;
      d) João 5:17 – trabalhar em favor do próximo (Jesus não trabalhava na carpintaria no dia de sábado!)
      e) Mateus 12:1-8; Marcos 2:23-28; Lucas 6:1-5 – sair com os discípulos para evangelizar. Nessa ocasião, os discípulos de Cristo aproveitaram o convívio com a natureza e colheram alguns cereais para irem comendo pelo caminho.
      f) Mateus 12:9-13; Marcos 3:1-6; Lucas 6:6-11; 13:10-17; 14:1-5; João 5:1-15; 9:1-16 – curar as pessoas doentes fisicamente e/ou espiritualmente.

      Essas coisas boas que Jesus fazia no sábado eram consideradas pecado pelos judeus daquela época(ver João 5:18). Entretanto, Jesus mostrou e ensinou a maneira correta de se guardar o sábado! Em Seus debates com os fariseus, Jesus cumpriu a profecia de Isaías 42:21.

      Excluir
    28. Gabriel Phoenix, voce continua tergiversando! Até agora, objetivamente, não conseguiu PROVAR que a doutrina de sua denominação está em harmonia com o NOVO TESTAMENTO! O ônus da prova está em quem acusa. Os adventistas apareceram no cenário acusando o protestantes de serem a babilonia de apocalipse 17. Hojem fazem isto CAMALEONICAMENTE, porque as incoêrencias na doutrina de sua denominação estão à vista de qualquer um. Para ser COERENTE voce tem que PROVAR pelo NOVO TESTAMENTO que Jesus está AGORA fazendo um escrutínio rigoroso de sua vida para ver se ela está 100% de acordo com os dez mandamentos! Voce tem que MOSTRAR que NÃO HOUVE A REMISSÃO de pecados na cruz! Até agora NADA! Voce não respondeu OBJETIVAMENTE as minhas objeções ao ensino de sua denominação e até agora só esta evitando entrar direto nos textos. Voce tem que provar que Jesus observou o sabado. Eu lhe mostrei que NÃO! Para justificar as interpretaçôes erradas de sua denominação voces sempre evitam a objetividade dos textos do NOVO TESTAMENTO por causa das frequentes distorçôes que comentem em cima deles tirando- lhe o sabor neotestamentário e carregando com os ares do judaísmo apóstata! É meu caro, até agora nada!!

      Excluir
    29. Entendo irmão! :)
      Bem, se todas as passagens bíblicas que eu citei são "nada", realmente não temos a objetividade dos textos!

      A Bíblia também não diz que Jesus não adulterou, não furtou, não cobiçou, não adorou imagens...Mas sabemos que ele nunca pecou, certo?! Sabemos que ELE era fiel aos princípios e mandamentos de Deus, logo, porque Ele não observaria o Sábado?!

      A remissão dos pecados aconteceu na cruz SIM! Não existe sombra de dúvidas quanto à isso! - Entretanto, o pecado ainda existe no universo e ainda dependemos da intercessão e do perdão de Deus. - E o que é pecado de acordo com a BÍBLIA?

      “Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei.” (1 Jo 3:4).

      “Ora, sabemos que o temos conhecido por isto: se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. Aquele, entretanto, que guarda a sua palavra, nele, verdadeiramente, tem sido aperfeiçoado o amor de Deus. Nisto sabemos que estamos nele: aquele que diz que permanece nele, esse deve também andar assim como ele andou.” (1 Jo 2:3-6).

      É simples meu irmão:

      Se a lei de Deus foi abolida, por que mentir, matar e roubar ainda são pecados? Se a lei de Deus tivesse sido mudada, a definição de pecado também deveria ser mudada. Ou se a lei de Deus tivesse perdido o valor, o pecado também deveria ter desaparecido.

      Bom dia pra você! =D

      Excluir
    30. Oi Gabriel, além dos questionamentos do Paulo Cadi, gostaria tbm que vc me mostrasse como vc entende esses versículos bíblicos.

      Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, FEITA UMA VEZ.
      E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados;
      Mas este, havendo oferecido para sempre UM ÚNICO SACRIFÍCIO pelos pecados, está assentado à destra de Deus,
      Hebreus 10:10-12

      De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, PARA ANIQUILAR O PECADO pelo sacrifício de si mesmo.
      Hebreus 9:26

      E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual ABOLIU A MORTE, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho;
      2 Timóteo 1:10

      De modo nenhum. Nós, que ESTAMOS MORTOS PARA O PECADO, como viveremos ainda nele?
      Romanos 6:2

      PORQUE O PECADO NÃO TERÁ DOMÍNIO SOBRE VÓS, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
      Romanos 6:14

      E, LIBERTADOS DO PECADO, fostes feitos servos da justiça.
      Romanos 6:18

      Mas agora, LIBERTADOS DO PECADO, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
      Romanos 6:22

      Assim, meus irmãos, também VÓS ESTAIS MORTOS PARA A LEI pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.
      Romanos 7:4

      Ora, o aguilhão da morte é o pecado, E A FORÇA DO PECADO É A LEI.
      1 Coríntios 15:56

      A paz seja contigo.

      Excluir
    31. Me esqueci tbm desses versículos:

      QUEM COMETE O PECADO É DO diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.
      QUALQUER QUE É NASCIDO DE DEUS NÃO COMETE PECADO; porque a sua semente permanece nele; E NÃO PODE PECAR, PORQUE É NASCIDO DE DEUS.
      1 João 3:8-9

      Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus NÃO PECA; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. 1 João 5:18

      Excluir
    32. Bom dia Felipe,

      Bem, mesmo não sendo o assunto desta postagem, vou responder aos questionamentos! Entretanto, gostaria que você também respondesse uns que farei. Inclusive as passagens que o irmão PAULO CADI não me respondeu! ;D

      Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, FEITA UMA VEZ.
      E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados;
      Mas este, havendo oferecido para sempre UM ÚNICO SACRIFÍCIO pelos pecados, está assentado à destra de Deus,
      Hebreus 10:10-12

      R: Irmão, se você ler o capítulo inteiro, entenderá esses versículos. Aqui existe uma mensagem de exortação ao povo hebreu, esclarecendo que o ministério e a atividade de um santuário terreno não é mais necessário, pois Jesus Cristo foi a oferta e o ÚNICO SACRIFÍCIO pelos pecados da humanidade. Jesus Cristo não está “se sacrificando” novamente ao interceder por nós diante do Pai. O Seu sacrifício foi ÚNICO e COMPLETO para a remissão dos nossos pecados. Entretanto, Sua intercessão é necessária, pois temos a liberdade de escolhermos entre a salvação e a morte. Entre arrependimento e orgulho.


      De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, PARA ANIQUILAR O PECADO pelo sacrifício de si mesmo.
      Hebreus 9:26

      R: Mais uma vez a passagem deixa clara que os sacrifícios da antiga lei não são mais necessários. Demonstra que Jesus Cristo se manifestou apenas UMA VEZ, pois morreu na cruz por nós, para ANIQUILAR O PECADO. Não existe dúvida que Jesus venceu o pecado, e que ele (pecado) não tem domínio sobre os que escolhem viver sob a Graça Salvadora de Jesus. O pecado foi “aniquilado” a partir do momento em que Jesus Cristo morreu por nós, e ressuscitou como Redentor – e na hora certa, o pecado deixará de existir pra sempre no universo – o que só é possível porque Jesus o venceu na cruz! – Para quem vive em harmonia com a vontade de Deus e sob a graça de Cristo, o pecado jaz aniquilado, isto é, suas consequências eternas. Entretanto ainda somos pecadores e dependemos inteiramente de Jesus.

      Excluir
    33. E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual ABOLIU A MORTE, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho;
      2 Timóteo 1:10

      R: Simples: Antes de Jesus Cristo se manifestar e morrer por todos nós, a morte tinha domínio sobre todos os homens. Não existia esperança de Vida Eterna, pois todos nós estávamos destinados a Morte Eterna. Portanto, Jesus ABOLIU A MORTE quando nos trouxe a esperança da Vida Eterna. Se não fosse por este sacrifício, nunca teríamos a esperança da imortalidade. Atualmente, a graça de Deus se revela a cada um, esperando que creia em Jesus e receba, além desta vida presente, uma vida eterna. A descida de Jesus à Terra concedeu "vida" a todos os seres humanos, e "incorrupção" (ou "imortalidade") aos que acreditam nEle

      De modo nenhum. Nós, que ESTAMOS MORTOS PARA O PECADO, como viveremos ainda nele?
      Romanos 6:2

      R: É só ler o verso 1 juntamente com o verso 2: “Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?”

      R: No contexto que Paulo está falando, ele está dizendo que aqueles que aceitaram a Jesus Cristo como salvador, não devem mais viver em pecado. É só ler o capítulo inteiro e esse verso isolado que vc citou, fará grande sentido! 

      PORQUE O PECADO NÃO TERÁ DOMÍNIO SOBRE VÓS, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
      Romanos 6:14

      R: “Debaixo da lei” significa “debaixo da condenação da lei”. Não estar debaixo da lei não quer dizer estar desobrigado de cumpri-la, mas sim não ser culpado de sua transgressão. A única maneira de não estarmos debaixo da lei é cumpri-la. Se transgredirmos uma lei, incorremos em multa, prisão, ou qualquer punição enfim.
      A lei nos informa o que devemos fazer, a graça nos lembra que devemos aceitar a Cristo, porque Ele nos capacita a cumprir as exigências da lei. A graça divina não erradica a lei dando ao homem licença para pecar. Isto é amplamente expresso em Romanos 6-8.
      O que Paulo fez foi condenar terminantemente crenças errôneas dos judeus como as seguintes: a lei para ele era equivalente ao plano divino para a salvação do mundo; o homem era aceito por Deus guardando os seus mandamentos.


      E, LIBERTADOS DO PECADO, fostes feitos servos da justiça.
      Romanos 6:18

      R: O pecado em todas as suas variedades e graduações paga sempre o mesmo salário: a morte. Embora prometa muito e frequentemente seja até agradável (Heb.11:25), o pecado é enganoso (Heb.3:13) e degradante, sem nenhum resultado verdadeiramente benéfico.
      A destruição física exterior causada pelo pecado é só uma parte do problema. O pecado vai muito mais fundo do que os resultados físicos. Em última instância, é rebelião contra a soberania de Deus. É a recusa de aceitar Sua autoridade na vida, na conduta e no destino final, e se manifesta em diferentes comportamentos morais, espirituais e éticos que inevitavelmente levam ao sofrimento e à morte.
      Agora entenda: Jesus veio para aniquilar o pecado pelo sacrifício de Si mesmo (Heb.9:26). Os capítulos 6 a 8 de Romanos nos guiam não só à doutrina, mas também à terapia por meio de processos práticos pelos quais Cristo liberta da lei do pecado e da morte, e dá uma nova natureza que opera em harmonia com os justos requisitos da lei divina. Ele fez provisão para que o pecado não tenha mais domínio sobre nós, mas para que Sua graça reine suprema em nossa vida (Rom.6:14).

      Excluir
    34. Mas agora, LIBERTADOS DO PECADO, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
      Romanos 6:22

      R: Acredito que a resposta a cima esclarece isso também!

      Assim, meus irmãos, também VÓS ESTAIS MORTOS PARA A LEI pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.
      Romanos 7:4

      R: Continue lendo e você vai entender Felipe. Romanos 7:6 - “Agora, porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra.”

      Por quê? Simples. Antes, porém, se você achar que esse “livre” é para fazer o que bem entende, isente Paulo primeiro. A transgressão da Lei é pecado (I João 3:4). Disso Paulo não deixa dúvidas. Diz ele: “…mas o pecado não é levado em conta quando não há Lei.” (Romanos 5:13). Guardando os mandamentos da Lei de Deus, não estaremos sob sua condenação, mas “estaremos livres” de sua penalidade. Não livres da Lei. Veja bem, o porque:
      A Lei é espiritual. Paulo afirmou em Romanos 7:14. O homem carnal não é sujeito à Lei de Deus. O homem carnal transgride a Lei inopinadamente, porque é carnal. Este homem rouba e a Lei diz: “Não furtarás”. Quando porém este homem se converte, deixa de roubar; passa da esfera carnal para a espiritual, que é a própria esfera da Lei, e então ela deixa de acusá-lo de roubo. Todavia (não esperamos), se um dia esse homem voltar a roubar, novamente a Lei tornará a acusá-lo: “Não furtarás”… então, entende como a Lei não perde o valor quando o homem se converte? Ela simplesmente não terá domínio sobre ele, não o acusará por todo o tempo enquanto com ela viver em obediência, está pessoa estará “livre da lei”.


      Ora, o aguilhão da morte é o pecado, E A FORÇA DO PECADO É A LEI.
      1 Coríntios 15:56

      R: Felipe, não isole assim os textos para eles se tornarem pretextos. Veja bem: como diz 1 Coríntios 15:56, a lei é “a força do pecado”, pois torna o pecado um ato de rebelião clara contra os princípios estabelecidos por Deus. Pecado é transgressão da lei e aberta rebelião contra o Legislador.
      A lei é o “aio” (pedagogo) que, ao me convencer de que sou pecador, me conduz a Cristo (Gl 3:22-24).
      O apóstolo compara a lei a um espelho no qual o homem se vê tal qual é. Com efeito, na lei o pecador descobre Deus e suas perfeições, e ao mesmo tempo, a sua própria miseréria moral, o seu egoísmo, o seu orgulho, a fealdade do seu pecado. Revelando-lhe as suas transgressões e seus inumeráveis desvios, a lei desenvolve no coração do pecador o sentimento de sua culpa e da impossibilidade de se libertar dela por seus próprios meios. Ela desmascara verdadeiramente o pecado.

      Estaria agora na liberdade de transgredir a lei de Deus? Diz Paulo: ‘Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei.’ ‘Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?’ E João declara: ‘Esta é a caridade de Deus: que guardemos os Seus mandamentos; e os Seus mandamentos não são pesados’ (Rm 3:31; 6:2; 1Jo 5:3) No novo nascimento o coração é posto em harmonia com Deus, ao colocar-se em conformidade com Sua lei. Quando esta poderosa transformação se efetua no pecador, ele passa da morte para a vida, do pecado para a santidade, da transgressão e rebelião para a obediência e lealdade.

      Excluir
    35. Esse negócio de que "a lei foi abolida" é um tanto irônico, porque a cruz mostra exatamente que a lei não pode ser anulada nem mudada. Me responda então Felipe, se Deus não revogou nem mudou a lei antes de Cristo morrer na cruz, por que faria isso depois? Por que não Se livrar da lei assim que a humanidade pecasse e, dessa forma, poupar a humanidade da punição provocada pela violação da lei? Assim, Jesus nunca teria precisado morrer. A morte de Jesus mostra que, se a lei pudesse ter sido mudada ou revogada, isso teria sido feito antes, não depois da cruz. Assim, nada mostra mais a validade contínua da lei que a morte de Jesus, ocorrida justamente porque a lei não pode ser mudada. Se a lei pudesse ter sido mudada para nos ajudar em nossa condição caída, não teria sido uma solução melhor para o problema de pecado do que Jesus ter que morrer?

      =]

      Excluir
    36. Oi Gabriel, na verdade não são questionamentos que fiz, eu quis saber como vc entende aqueles versículos bíblicos que citei, pq vc sabe que eu não tenho a mesma visão que vc e nem vc tem a mesma visão que a minha. Eu vou comentar sobre o que eu penso sobre esses versículos que eu mesmo enviei, depois me mostre os versos que vc citou para o Paulo Cadi para que eu possa comentar sobre eles.

      PRIMEIRO:

      O sacrifício de Jesus é único pq o pecado de Adão que condenou toda a humanidade tbm foi único, e esse pecado que fazia com que houvesse divisão do santuário representado pelo véu, pois no santuário celestial o santo dos santos e o santíssimo é uma coisa só, e Jesus fez com que esse véu chamado de véu da separação ou véu do testemunho se rasgasse.

      E o que pode separar Deus dos homens senão o pecado? a natureza pecaminosa herdada de Adão que nos faz servir ao pecado, é a carne que nos faz pecar, que nos faz servos do pecado e filhos do diabo.

      A bíblia tbm mostra que o véu é a carne de Cristo, pq na carne que habita o pecado, e Cristo se fez carne e tomou os nossos pecados em sua carne, daí Ele passou pelo véu, passou pela sua própria carne e rasgou esse véu.

      SEGUNDO:

      De fato, Jesus aniquilou o pecado pq o pecado aniquilado é o pecado de Adão que fez com que toda a humanidade servisse ao pecado. E Jesus não precisa mais ficar oferecendo o seu sangue muitas vezes, como o próprio texto citado diz:

      Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para AGORA comparecer por nós perante a face de Deus;
      NEM TAMBÉM PARA A SI MESMO **SE OFERECER** MUITAS VEZES, como o sumo sacerdote cada ano entra no santuário com sangue alheio;
      De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para ANIQUILAR O PECADO pelo sacrifício de si mesmo.
      Hebreus 9:24-26

      TERCEIRO:

      Vc entendeu como eu, a morte falado por Paulo é a morte espiritual e não física, pq Paulo mesmo sabia que a morte física estava acontecendo no tempo dele. Deus fala sobre coisas espirituais e não físicas, no antigo testamento as coisas físicas foram utilizadas para ilustrar uma realidade espiritual, é o ministério da carne, das purificações da carne, já a nova aliança é o ministério do Espírito.

      E todo aquele que vive, e crê em mim, NUNCA MORRERÁ. Crês tu isto?
      João 11:26


      Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. João 5:24

      Jesus certamente não estava falando sobre a morte física.

      QUARTO:

      Paulo diz que não tem como permanecermos no pecado para que a graça abunde pq estamos mortos para o pecado.

      Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?
      De modo nenhum. Nós, que ESTAMOS MORTOS PARA O PECADO, como viveremos ainda nele?

      Essa parte eu não entendi como vc interpreta, pq a questão é: como assim mortos para o pecado? como é que isso se dá?

      Excluir
    37. QUINTO:

      “Debaixo da lei” significa “debaixo da condenação da lei”. Será?

      vamos ver outros textos com essa expressão para ver se isso é coerente:

      E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. 1 Coríntios 9:20

      Paulo estaria dizendo que se fez judeu para os que estão sob a condenação da lei, como se estivesse sob a condenação da lei para ganhar os que estão sob a condenação da lei??
      Isso faz sentido? Paulo quando diz debaixo da lei, diz debaixo de todas as ordenanças da lei inclusive do decálogo. Não tem nada a ver com sob a condenação da lei.

      Outro versículo:

      Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?
      Gálatas 4:21

      Paulo estaria dizendo: Dizei-me os que QUEREIS estar debaixo da condenação lei, não ouvis vós a lei?

      Será que Paulo estaria afirmando aqui que alguém gostaria ou preferiria estar debaixo da condenação da lei? creio que não! Paulo esta dizendo que tem pessoas que queriam estar debaixo das ordenanças da lei como se não tivesse nascido de novo.

      E por último:

      mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, NASCIDO DEBAIXO DE LEI,
      Gálatas 4:4

      Jesus nasceu debaixo da condenação da lei? não faz sentido isso. Jesus nasceu debaixo das ordenanças da lei, e para que Jesus nasceu debaixo das ordenanças da lei?

      PARA RESGATAR OS QUE ESTAVAM DEBAIXO DE LEI, a fim de recebermos a adoção de filhos.
      Gálatas 4:5

      Justamente para resgatar os que estavam debaixo da lei.

      Não sou contra a lei Osmar, mas vc não esta tendo entendimento da lei na nova aliança, pq a santificação é dom de Deus e não dom da lei.

      É exatamente o que o Paulo Cadi disse:

      ''A Lei de Deus, é espiritual, está relacionada ao novo nascimento É a lei interior, do Espírito que os legalistas desconhecem''.

      Não a lei em pedra pq a pedra não produz santificação pq santificação é dom de Deus e não da lei.

      Apóstolo Paulo disse:

      Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, MAS COM A CARNE À LEI DO PECADO.

      É possível servir a dois senhores? a carne serve a lei do pecado
      Porém Paulo logo depois diz:

      Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, ME LIVROU DA LEI DO PECADO E DA MORTE.
      Romanos 8:2

      Paulo mostra que o Espírito de Deus o livrou da lei do pecado Pq a carne faz com que nós sirvamos o pecado, a carne é nossa natureza pecaminosa.

      E a lei é feita para quem esta na carne. Pq adultério, furto, roubo, homicídio, mentira, idolatria, inveja, devassidão, bebedices, ciúme, cobiça, gula, dissensões e etc... são obras da carne.

      E Paulo diz:

      VÓS, PORÉM, NÃO ESTAIS NA CARNE, MAS NO ESPÍRITO, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
      Romanos 8:9

      E pq nós não estamos na carne? pq estamos no Espírito, isto é, nascemos de novo.

      O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
      João 3:6

      Quem nasce da carne vive segundo a carne, e quem nasce do Espírito vive segundo o Espírito, por isso que Paulo escreveu aos Gálatas:

      Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
      Gálatas 5:18

      E tbm aos Romanos:

      Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.
      Romanos 8:14

      Quem é guiado pelo Espírito é filho de Deus, e só pode ser filho de Deus se nascer de Deus, por isso é necessário nascer de novo e a lei não é feita para quem nasceu de novo e sim para quem vive segundo a carne entende?

      Excluir
    38. Vc entende agora pq Paulo diz que estamos mortos para a lei? Vc entende agora pq Paulo diz que estamos mortos para o pecado? e tbm que fomos libertados do pecado? pq a lei não liberta o homem do pecado, é Cristo que liberta o homem do pecado, logo a lei não santifica o homem e portanto, não se deve pregar a lei e sim pregar o novo nascimento.

      Não estamos debaixo da lei pq a lei é para quem vive segundo a carne, logo, a lei não é feita para quem nasceu de novo, pois se vc nasceu de novo pq se preocupa com mandamentos de não matar, não furtar, não adulterar, ora vc não nasceu de novo?

      Portanto quem esta morto para o pecado, quem esta morto para a lei do pecado tbm esta morto para a lei pq como a lei só fala a respeito do pecado, e é feita para quem esta vivo para a lei do pecado, isto é, vive segundo a carne.

      A lei cumpriu seu papel de mostrar ao homem que ele estava sujeito a uma natureza pecaminosa contrária a vontade de Deus, a lei serve para mostrar para o homem que o pecado tem domínio sobre nós, mas

      Paulo escreve:

      PORQUE O PECADO NÃO TERÁ DOMÍNIO SOBRE VÓS, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
      Romanos 6:14

      O mais importante, Gabriel, era vc ter falado como que o pecado não tem mais domínio sobre nós, e não falar sobre o debaixo da lei nesse versículo.

      se vc prega a lei escrita não no coração do homem no momento do novo nascimento, mas a escrita nas tábuas de pedra chamada de ministério da morte por Paulo vc esta indo contra o evangelho da graça.

      A lei escrita em pedra não produz santificação, pq santificação é dom de Deus e não dom da lei. Ninguém deixa de ser mentiroso, homicida, adultero por causa da lei senão a justiça teria vindo pela lei, o homem é libertado do pecado por Deus.

      Sabendo isto, que A LEI NÃO É FEITA PARA O JUSTO, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,
      Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina,
      1 Timóteo 1:9-10

      É isso ai! a lei não é feita para o justo, e o justo viverá pela fé. E pela fé que recebemos o Espírito e não pela lei.

      Só quisera saber isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?
      Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne?
      Gálatas 3:2-4

      Ninguém pode ser libertado do pecado pela lei e sim pelo Espírito.

      E Romanos 7:6 que vc mesmo citou testemunha tudo isso que falei:

      Mas agora fomos libertos da lei, havendo morrido para aquilo em que estávamos retidos, para servirmos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.
      Romanos 7:6

      A lei é espiritual coloca no nosso interior por Deus e não por mérito humano, e Deus não depende da bíblia para nossa santificação e não devemos mais servir a Deus na velhice da letra.

      Se a lei é feita para quem esta na carne, e nós não estamos mais na carne, mas no Espírito não estamos assim guardando os mandamentos? a guarda dos mandamentos, isto é, a santificação não é dom de Deus dado a nós pelo Espírito? portanto, ninguém pode guardar a lei sem o Espírito.

      E o Espírito é a verdade:

      E o Espírito é o que dá testemunho, PORQUE O ESPÍRITO É A VERDADE. 1 João 5:7

      Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e NELE NÃO ESTÁ A VERDADE.
      1 João 2:4

      Quem não guarda os mandamentos é mentiroso e nele não esta o ESPÍRITO, isto é, A VERDADE.

      Sem o Espírito somos todos carnais.

      O homem quando rouba, é acusado pela lei como transgressor, porém, mesmo que não roube todo o homem tem uma tendência para praticar o pecado senão for o roubo será o adultério, senão for o adultério será a mentira, se não for a mentira será o homicídio e por ai vai, portanto a lei nada pode fazer para santificar o homem, mas sim apenas o mostrar que é escravo do pecado, senão o fosse, a lei sequer seria feita para ele.

      Excluir
    39. A FORÇA DO PECADO É A LEI.

      Jesus aniquilou o pecado e quem é a força do pecado? Se Jesus aniquilou o pecado como fica a lei? o homem morre para a lei e o pecado perde sua força. A lei não da mais testemunho que o homem é escravo do pecado, pq Jesus o libertou dele, agora somos uma nova criatura guiado pelo Espírito e não pela lei.

      Anulamos a lei pela fé? claro que não! a lei é confirmada em nós pela fé, pq pela fé que se recebe o Espírito e pelo Espírito se guarda os mandamentos.

      RESPONDENDO SUA PERGUNTA:

      Me responda então Felipe, se Deus não revogou nem mudou a lei antes de Cristo morrer na cruz, por que faria isso depois? Por que não Se livrar da lei assim que a humanidade pecasse e, dessa forma, poupar a humanidade da punição provocada pela violação da lei?

      A lei passou a existir no momento que o pecado entrou o mundo, pq a lei é feita para os pecadores, a lei não é feita para Deus, Deus não precisa se preocupar com a lei pq Deus é incorruptível.

      A punição ou a condenação de TODA a humanidade se deu em Adão.

      E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. ***PORQUE O JUÍZO VEIO DE UMA SÓ OFENSA***, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação.
      Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.
      ***POIS ASSIM COMO POR UMA SÓ OFENSA VEIO O JUÍZO SOBRE TODOS OS HOMENS PARA A CONDENAÇÃO***, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.
      Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.
      Romanos 5:16-19

      O juízo veio sobre todos os homens para a condenação, ou seja, TODA A HUMANIDADE já está condenada, e não será condenada.

      Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê JÁ ESTÁ CONDENADO, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. João 3:18

      A morte de Cristo e sua glorificação que nos permitiu ser templos do Espírito do Santo que não existia na antiga aliança. O novo testamento só é valido com a morte do testador.

      Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador.
      Porque um testamento tem força onde houve morte; ou terá ele algum valor enquanto o testador vive?
      Hebreus 9:16-17

      O crente em Cristo não deve se preocupar com a lei, ele esta morto para ela, pode-se dizer sim que a lei foi abolida para quem esta em Cristo, pq a única coisa que a lei faz é dar testemunho do pecado do homem, portanto quem morre para o pecado tbm morre para a lei.

      E vc Gabriel esta vivo ou morto para a lei?

      Excluir
    40. Legal Felipe,

      Bem, não quero me demorar muito neste assunto, pois certamente deve existir um post pra isso aqui no blog, mas, vou comentar algo que você disse:

      "A lei passou a existir no momento que o pecado entrou o mundo, pq a lei é feita para os pecadores, a lei não é feita para Deus, Deus não precisa se preocupar com a lei pq Deus é incorruptível."

      As "leis" não são para o SENHOR DEUS, realmente, pois ELE é incorruptível e perfeito. Eu pergunto: Você se considera incorruptível e não mais pecador?! Você acredita que os princípios da Lei são inválidos?! Por exemplo: Se você roubar, matar ou adulterar, tais coisas não são mais possíveis ou erradas porque o pecado não existe mais?

      Se você se refere aos 10 Mandamentos literais, de fato não podiam existir antes do pecado, pois eles falam DO PECADO! - Entretanto, a essência da Lei Moral, isto é, a Vontade de Deus e expressão de Seu Amor, sempre existiram.

      O sábado e a lei que proibia tocar no fruto da árvore da ciência do bem e do mal são exemplos.

      A desobediência a vontade de Deus é a "transgressão da Lei" - logo, antes do pecado, já existia uma "lei" espiritual. Depois do pecado, a "Lei Espiritual" ainda existia e existe. O que mudou foram os contextos e a evolução do pecado ao longo da existência humana.

      São princípios singulares que estabelecem os valores morais e éticos sob os quais os seres humanos devem nortear sua vida em todos os tempos e lugares. Essa lei é, portanto, de caráter universal. É a expressão máxima da vontade de Deus para o ser humano, bem como uma revelação de Sua santidade.

      Excluir
    41. Pra mim está bem claro na Bíblia quando Paulo declara francamente que em sua inteligência ratifica a lei de Deus como a norma para a sua conduta, mas em seus membros descobre outra lei que o faz prisioneiro da lei do pecado. A lei de Deus determina um modo de conduta que é combatido pela lei do pecado que determina outro modo.

      Esclarecendo Felipe, a LEI não pode fazer absolutamente nada por ninguém! Esse não é o propósito da existência dela. E era justamente isso que Paulo combatia tanto com os hebreus e romanos convertidos! Ninguém é justificado pelas obras da Lei.

      Lúcifer e seus anjos ainda existem e ainda realizam obras no mundo. Nós humanos ainda possuímos natureza pecaminosa. Pois existe uma luta entre a “Lei de Deus e a Lei do pecado”! Sendo assim, somos TODOS pecadores.

      A diferença é que a Lei não pode nos condenar!! Pois temos um Sumo Sacerdote que é nosso Advogado Salvador e Redentor. Ele nos justifica quando nos arrependemos!

      Não tem como fugir de uma realidade dessa. Ou é ou não é. Ou existe pecado ou não existe. Ou existe Lei ou não existe.

      Excluir
    42. Interessante o que você disse:

      "E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei." 1 Coríntios 9:20

      ...Paulo quando diz debaixo da lei, diz debaixo de todas as ordenanças da lei inclusive do decálogo. Não tem nada a ver com sob a condenação da lei."

      Você está certíssimo até certo ponto. O problema está quando você diz que "inclusive do decálogo..." - Pois o decálogo é completamente diferente das ordenanças que apontavam pra Jesus Cristo. - Não sei aonde os 10 Mandamentos apontam para Jesus.

      Paulo, ao se misturar na cultura judaica, queria convertê-los de "dentro para fora". Ensiná-los que o Messias já havia vindo e que todas as suas leis culturais e cerimoniais, não tinham mais sentido algum! E também mostrar a eles que as obras da lei nada podem fazer, mas somente a fé em Jesus Cristo.

      Tal contexto não invalida o que é estar "debaixo da lei". - Pois estamos nessa situação quando não estamos DE ACORDO com a Lei. Por isso Paulo usa o termo: "como se estivesse debaixo da lei..." - Mas ele não estava!

      Foi uma técnica de pregação do Evangelho!

      Excluir
    43. Mas - vem a objeção - Paulo não disse claramente aos romanos, que não estavam mais "debaixo da lei" mas "debaixo da graça?" Sim, disse. Mas com tais expressões queria ele acaso dizer que não necessitamos guardar os mandamentos contra o adultério, a idolatria, o homicídio, o roubo, a mentira, etc., enfim o conteúdo do Decálogo?

      De modo nenhum, pois os argumentos narrados na mesma epístola são contrários a essa desastrosa conclusão. Leia por exemplo os capítulos de Romanos 3:31; 7:12 e 14; 7:22 e outras passagens. Analisaremos, com muita atenção, o verdadeiro sentido da expressão de Paulo. Qual o assunto que Paulo tinha em mente ao escrever aos crentes de Roma?

      Estaria ele querendo diferenciar a lei do Velho Testamento e a lei do Novo Testamento? Não!
      Queria ele estabelecer conflito ou contradição entre a lei e graça? Também não!
      Estaria indicando várias maneiras de salvação? Não!! Romanos 3:31.
      Então a que se referia o apóstolo, ao dizer "debaixo da lei" e "debaixo da graça"?

      Referia-se à mudança do que ocorre no indivíduo por ocasião de sua conversão, mudança do "velho homem" para o "novo homem", do pecado para a santidade, da condenação fatal para a graça livradora.
      Paulo está se dirigindo a homens crentes, a cristãos batizados, a homens convertidos. Não a ímpios, pagãos ou a transgressores da lei divina. Leia Romanos 6:1 a 5. E prossegue o verso 6: "sabendo isto que o nosso homem velho foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não mais sirvamos o pecado". Claro como a luz que o capítulo se refere à conversão e não à mudança de dispensações. Notemos cuidadosamente o que ele diz: "assim também considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor." (Romanos 6:11).

      A respeito de quem se afirma isso? Somente a respeito do homem convertido - membros da igreja de Roma, que não mais transgrediam a Lei, pois viviam em harmonia com ela. Paulo os exorta a não mais volverem ao pecado. "Não reine, portanto o pecado, em vosso corpo mortal..." (v. 12). Pecado - como define a Palavra de Deus - é transgressão da Lei [Dez Mandamentos] (I João 3:4). Paulo está exortando os romanos a não se deixarem arrastar pelas paixões carnais, voltando assim a transgredir a Lei de Deus. E no (v. 14): "Porque o pecado não terá domínio sobre vós... Por quê? Por que a lei foi abolida? Não. Mas porque já tinham abandonado o pecado, cessaram de transgredir a Lei.

      Excluir
    44. O próprio argumento de Paulo mostra, de modo inequívoco, que era precisamente isto que ele queria dizer. "...o pecado não terá domínio sobre vós, porque não estais debaixo da lei (não mais a transgredis, não estais mais sujeitos à sua condenação, não colocais debaixo dela como antes) mas debaixo da graça (do favor imerecido que Deus vos concedeu de serdes redimidos por Cristo)."

      O sentido exato e completo do v.14 é este: "tendo abandonado os vossos pecado, tendo cessado de quebrar a Lei, tendo crido em Cristo e sendo batizados, vós agora não sois mais governados pelos pelo pecado ou pelas paixões, nem sois condenados pela Lei, porque achastes graça à vista de Deus, que vos concedeu este favor imerecido, e os vossos pecados foram apagados."

      Outra passagem - muito ao gosto dos negadores da lei - é Gálatas 5:18: "... se sois guiados pelo Espírito não estais debaixo da lei." Também neste caso, quais os que não estão debaixo da lei? Somente os que são guiados pelo Espírito, ou seja convertidos, os fiéis, os crentes, os que não seguem as concupiscências, os que não transgridem a Lei de Deus - em suma os que não cometem pecado. Os ímpios os pecadores não são guiados pelo Espírito, por isso eles estão debaixo da lei, da sua condenação, porque as transgridem. Não há aí a mais leve alusão de abolição da Lei de Deus. Só uma interpretação obtusa conduziria a tal conclusão.

      Consideremos agora Felipe, a absurda interpretação de alguns. Dizem que pela expressão "não estamos debaixo da lei" Paulo quis dizer que a lei foi abolida e, portanto, não precisamos mais cumprir os seus preceitos.

      Passou a lei, sua época e sua função - segundo dizem. Ora, se isto é verdade, então ninguém está debaixo da lei, quer seja ou não guiado pelo Espírito. Daqui não há como fugir. Mas Paulo combate este erro, declarando explicitamente que a fim de não estarmos debaixo da lei, temos que ser guiados pelo Espírito.

      Excluir
    45. Somente uma última observação:

      os cristãos de qualquer denominação crêem que eles não devem jurar, matar, furtar, mentir, cobiçar, etc. Certo? Acredito que você também creia nisso Felipe. Em outras palavras, crêem que devem guardar os mandamentos. Os adventistas crêem o mesmo, com a diferença que o fazem em relação a todo o Decálogo, incluindo necessariamente o quarto mandamento.

      Não é uma questão de obras ou salvação pelas obras, mas obras que devemos fazer por aceitarmos Jesus em nossas vidas! Obedecer à Deus é uma consequência do nosso amor para com Ele!

      Excluir
    46. Antes do pecado entrar no mundo não havia lei, o sábado é o descanso de Deus e não o descanso do homem, se Deus é Espírito, então o descanso de Deus é Espiritual e não físico. Aquele que crê em Jesus já esta no descanso do sétimo dia, ou seja, no descanso de Deus que é o mesmo descanso que havia no Éden para Adão e Eva. Adão e Eva não guardaram o sábado físico como é o sábado da antiga aliança, esse sábado é uma sombra e não realidade.

      Eu sou corruptível, mas a lei nada pode fazer por mim, apenas revelar esse ser corruptível que sou. Se eu já me reconheço como tal, a lei já cumpriu seu papel em mim, a libertação do pecado esta na comunhão com Deus que nos envia seu Espírito.

      Os princípios da lei são validos com certeza, mas essa lei não pode ser para os que estão em Cristo, a lei não é para quem nasceu de novo. A lei nada pode fazer contra o pecado.

      Lembra daquele versículo:

      PORQUE O PECADO NÃO TERÁ DOMÍNIO SOBRE VÓS, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
      Romanos 6:14

      Se o pecado ainda tem domínio sobre vc, então vc não esta debaixo da graça e sim debaixo da lei, justamente o contrário do que Paulo escreveu. Se existisse uma lei que dissesse que é proibido bater asas e voar, essa lei seria para vc? claro que não! pq essa lei é contra a sua natureza. Se vc nasceu de novo, se vc é um homem espiritual os mandamentos contra as obras da carne são contra sua natureza.

      Veja o que Jesus disse sobre a ressurreição

      Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.
      Porque na ressurreição nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no céu.
      Mateus 22:29-30

      Na ressurreição o mandamento não adulterarás não faz sentido pq não haverá casamento.

      Se vc acha que por causa da lei vc não rouba, mata, furta e etc... então vc acredita na justificação pela lei, esse não é o uso correto da lei.

      A lei não é para quem esta morto para o pecado, a lei não é para quem esta morto para a lei, a lei não é para quem foi libertado do pecado e a lei não é para quem o pecado não exerce mais domínio.

      A grande questão é: Como assim libertados do pecado? como assim mortos para o pecado? como assim o pecado não tem mais domínio sobre nós? como assim mortos para a lei?

      Como pode o homem guardar uma lei espiritual sendo carnal? como pode o homem guardar uma lei espiritual se o Espírito de Deus só foi dado depois que Jesus foi glorificado? - João 7:39.

      Por isso que só quem nasce do Espírito pode ver o reino de Deus, e tbm por isso que no antigo testamento as palavras vida eterna são sequer mencionadas, e Deus nunca fez essa promessa para o povo daquele tempo.

      A lei permanece sim, mas a guarda da lei e dos mandamentos é dom de Deus e não mérito humano. O homem que esta em comunhão com Deus pela fé, guarda a lei, e os mandamentos pelo Espírito que lhe foi dado.

      Excluir
    47. Se a lei deve nortear a vida das pessoas, então a lei liberta o homem do pecado, basta o homem ler aquilo que esta escrito e praticar certo? As leis já deveriam ter resolvido o problema da humanidade.

      Se na lei diz que eu devo amar o meu próximo eu amo certo? ou será que eu amo o próximo pq Deus me deu uma nova natureza que me faz me compadecer do meu semelhante?

      Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
      1 João 4:7

      Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor.
      Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito.
      1 João 4:12-13

      Não é correto afirmar que o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal foi proibida, pq Deus disse que Adão poderia comer de todos os frutos livremente, mas disse que se ele comesse um fruto específico ele certamente morreria, se o fruto fosse proibido, Adão não teria acesso a ele, assim como é proibido ao homem ver a Deus. Se Adão não tivesse acesso ao fruto, Deus seria arbitrário pois o homem estaria ligado a Deus independente da sua vontade.

      A lei física ou literal não tem valor nenhum, e sim a lei espiritual pq essa esta interiorizada no homem de Deus.

      Excluir
    48. Se Deus diz pra você:

      "Não matarás" - Ele está dizendo que isso é errado e não é a vontade dEle. Ou seja, uma proibição. Nem por isso ele "tira o acesso", isto é, impede a possibilidade de você matar! - Pois isso faz parte do livre arbítrio.

      Se Deus diz pra você: coma de todas as árvores, mas não coma daquela árvore ali, pois se fizerem isso morrerão. - Isso é uma proibição. Porém, você é livre pra fazer ou não!

      Ver a face de Deus é impossível em nossa situação atual. Mas um dia O veremos face à face! - A "proibição" nesse caso é mais profunda. Mas se escolhermos permanecermos fieis a ELE, um dia o conheceremos, logo, podemos escolher que isso ocorra um dia ou não!

      Excluir
    49. Gabriel, o versículo que vc se refere que Paulo declara que com sua inteligência ratifica da lei de Deus mas em seus membros descobre outra lei que o faz prisioneiro da lei do pecado é este:

      Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, MAS COM A CARNE À LEI DO PECADO.
      Romanos 7:25

      Repare que deixei em letras grandes ''lei do pecado'', vc não reparou, mas eu já coloquei que Paulo logo depois no inicio do capítulo 8 diz:

      Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, ME LIVROU DA LEI DO PECADO e da morte.
      Romanos 8:2

      Paulo diz que o Espírito de vida o livrou da lei do pecado.

      O nosso exterior se corrompe sim, mas o pecado voluntário não pode existir:

      Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,
      Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.
      Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.
      De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?
      Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
      Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.
      Hebreus 10:26-31

      Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo.
      E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro,
      E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.
      Hebreus 6:4-7

      Aquele que peca voluntariamente, crucifica de novo Jesus e o expõem ao vitupério, isto é, a vergonha.

      Gabriel, eu estou te mostrando o que esta escrito. A bíblia esta dizendo isso, ok?

      MEUS FILHINHOS, ESTAS COISAS VOS ESCREVO, PARA QUE NÃO PEQUEIS; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. 1 João 2:1

      Sim, nós temos uma advogado junto ao Pai, mas João deixa claro que escreve essas coisas PARA QUE NÃO PEQUEMOS.

      O pecado existe, mas ele não terá domínio sobre nós e nem somos mais servos dele. Pelas coisas que vc escreve, ou vc não é servo de Deus, nascido de Deus ou então vc não acredita na bíblia, pq é isso que a bíblia esta dizendo. Se vc não concorda, pq Paulo escreveu essas coisas? pq ele escreveu que estamos mortos para o pecado e para a lei?

      Excluir
    50. DEBAIXO DA LEI

      Paulo não estava debaixo da lei pq ele foi feito uma nova criatura, então os 10 mandamentos não davam mais testemunho da sua natureza pecaminosa e não precisava mais de sacrifícios pelos pecados pq vcs adventistas acham que os sacrifícios só foram ordenados por Deus para mostrar aquilo que Jesus faria, mas ia muito além disso. Os sacrifícios pelos pecados davam testemunho que o pecado tinha domínio sobre o povo.

      Os sacrifícios traziam a memória de que todos os homens permaneciam debaixo do pecado, como servo do pecado. Os sacrifícios pelos pecados testemunhavam que o homem ainda permanecia com a natureza pecaminosa herdada de Adão pois se removesse os sacrifícios deixariam de ser feitos. Lembre-se, sacrifício PELOS PECADOS.

      Doutra maneira, não teriam deixado de ser oferecidos? pois tendo sido uma vez purificados os que prestavam o culto, nunca mais teriam consciência de pecado.
      Mas nesses sacrifícios cada ano se faz RECORDAÇÃO dos pecados,
      porque é impossível que o sangue de touros e de bodes tire pecados.
      Hebreus 10:2-4

      O autor de Hebreus afirma que se nossa natureza pecaminosa foi removida, não há mais oferta pelo pecado. Porém se sua natureza pecaminosa ainda permanece ainda se faz necessária a oferta pelo pecado, como Jesus é o sacrifício perfeito, o único caminho é ter fé no seu sacrifício. Se os adventistas dizem que não tem mais sacrifício mas diz que tem que observar os 10 mandamentos ainda significa que o pecado ainda tem domínio sobre vc, ainda não nasceu de novo, não é guiado pelo Espírito, e não foi libertado do pecado, significa que o sacrifício de Jesus não santificou para sempre os que crêem no seu sacrifício. é uma coisa ligada na outra não tem como separar um do outro. Leis cerimonias e culturais é algo desconhecido por Paulo e tbm por todos os judeus daquele tempo.

      Pois com uma só oferta tem aperfeiçoado para sempre os que estão sendo santificados.
      Hebreus 10:14

      Ora, onde há remissão destes, não há mais oferta pelo pecado.
      Hebreus 10:18

      Paulo mesmo diz naquela passagem de gálatas sobre a lei:

      Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?
      Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava, e outro da livre.
      Gálatas 4:21-22

      Paulo pergunta se eles não ouviram na lei, que está escrito que Abraão teve dois filhos um da escrava e outro da livre. ou seja, na lei está escrito sobre Abraão e em que parte da lei fala de Abraão? não é no livro de Gênesis?

      Então Paulo considerava o livro de Gênesis como lei, como todos os judeus consideram.

      Exato, se não estamos de acordo com a lei, estamos debaixo da lei, no entanto, vc não consegue entender como que o pecado não tem domínio sobre nós. Pq vc afirma que o pecado ainda exerce domínio sobre nós e ao mesmo tempo diz que não estamos debaixo da lei, algo que não se sustenta nas escrituras. ( foi isso que entendi do que vc escreveu ).



      Excluir
    51. Gabriel vc esta tendo sérias dificuldades de entender aquilo que escrevo, vc não esta interpretando bem, é claro que é uma conclusão desastrosa achar que Paulo estava liberando geral para fazer um bunda-lele total, isso só mostra o seu incorreto entendimento em relação a lei.

      A LEI É SANTA, JUSTA E BOA.

      A lei não é indulgente com as fraquezas, e não reconhece a obediência sincera, embora imperfeita. Se fosse este o caso, não seria aquilo que é, "santa, justa e boa''. É justo que o pecador não possa obter vida pela lei porque a lei é aquilo que é.

      É claro que ao afirmar que não estamos mais debaixo da lei e sim debaixo da graça, ele estava falando isso para os crentes, os que foram feitos nova criatura, até pq antes ele diz: PQ O PECADO NÃO TERÁ DOMÍNIO SOBRE VÓS. Da mesma forma Paulo não disse que qualquer um esta morto para a lei, qualquer um esta morto para o pecado e sim os que estão em Cristo.

      A conversão do velho homem, para o novo homem não existia na antiga aliança pq o Espírito não tinha sido dado ainda, o que de uma forma por sim se referir a mudança de dispensações.

      ''A respeito de quem se afirma isso? Somente a respeito do homem convertido - membros da igreja de Roma, que não mais transgrediam a Lei, pois viviam em harmonia com ela.'' é isso ai Gabriel, o que vc não entende é que como faz para viver em harmonia com a lei? pelo Espírito ou cada um por si?

      Porque o pecado não terá domínio sobre vós... Por quê? Por que a lei foi abolida? Não. Mas porque já tinham abandonado o pecado, cessaram de transgredir a Lei.

      Como abandonaram o pecado? pela lei ou pelo Espírito? de que forma cessaram de transgredir a lei? pela própria lei? pelo conhecimento da lei? ou pelo Espírito?

      Excluir
    52. Gabriel vc esta copiando e colando o texto do blog sétimo dia. esta tudo igualzinho.

      Gabriel nenhum ser humano pode abandonar de transgredir a lei de Deus por esforço próprio, é dom de Deus, não vem de homens.

      Depois o autor desse artigo que vc pegou do blog sétimo dia diz:

      ''Outra passagem - muito ao gosto dos negadores da lei''

      Eu não nego a lei, na verdade vcs não tiveram o entendimento da lei.

      Somente os guiados pelo Espírito que não estão debaixo da lei, é o Espírito que nos faz não estar debaixo da lei e não o meu esforço em cumprir a lei. Tudo esta de acordo com o que estou dizendo aqui.

      Os ímpios e pecadores não são guiados pelo Espírito e sim pela carne por isso que estão debaixo da lei, pq a lei só condena as obras da carne.

      Guardar o sábado físico não significa ser guiado pelo Espírito pq os judeus sequer creem em Jesus e guardam o sábado físico, e o Espírito só é dado aos que crêem. Quem guarda o sábado físico não esta no descanso de Deus pq o descanso de Deus é espiritual assim como a lei na nova aliança é espiritual e não aquela velhice da letra. Todo aquele que crê em Jesus guarda o sábado, sábado espiritual pq aquilo que é físico é temporário, mas o que é espiritual tem perpétuo fundamento.

      Realmente dizer que a lei foi abolida portanto não precisamos mais observar os preceitos é absurdo, e igualmente absurdo é achar que observamos a lei por nosso mérito.

      Passou a lei, sua época e sua função, agora temos o Espírito que nos convence do pecado, e a lei que tinha como função mostrar o pecado já não mostra mais nada pq o Espírito nos guia em toda a verdade.

      Eu creio que devemos observar todos os 10 mandamentos, só que tudo é cumprido pelo Espírito que nos foi dado, ninguém deixa de matar, cobiçar, furtar, mentir e etc... por causa da lei, pois senão, como já disse, a justiça teria vindo pela lei. Isso é fruto do poder de Deus, isso é o evangelho, isso é a graça, é a pregação cristocentrica e não antropocêntrica.

      Excluir
    53. Gabriel, se existe o livre arbítrio, Deus não é arbitrário. Não muda nada em relação ao que eu disse.

      Excluir
    54. Eu usei um arquivo que já tinha faz tempo no meu computador. Não sabia que tinha isso no site "Sétimo Dia". Acho que são das mesmas fontes.

      Você finalizou dizendo:

      "Eu creio que devemos observar todos os 10 mandamentos, só que tudo é cumprido pelo Espírito que nos foi dado, ninguém deixa de matar, cobiçar, furtar, mentir e etc... por causa da lei, pois senão, como já disse, a justiça teria vindo pela lei. Isso é fruto do poder de Deus, isso é o evangelho, isso é a graça, é a pregação cristocentrica e não antropocêntrica."

      Isto está correto. Ninguém deixa de fazer nada disso por causa da Lei, mas somente pelo Espírito.

      Mais uma vez: A Lei não faz NADA por ninguém! Você só pode fazer as coisas que a Lei diz através do Espírito! - Concordamos!



      Acho que foi o suficiente.

      :)



      Excluir
    55. Obrigado pela conversa Gabriel, vc é um adventista raro que sabe manter um bom nível de debate, mesmo que haja diferenças em alguns entendimentos em relação aos textos bíblicos entre nós, compartilhamos a mesma fé que é Jesus, o rei dos reis.

      A paz seja contigo.

      Excluir
    56. Obrigado também! É muito bom conversar com um cristão racional! :)
      Meditarei com carinho nas coisas que você me escreveu.

      Sim! Que Jesus sempre seja o Senhor de nossas vidas!

      A paz esteja com você também!

      Excluir
    57. Felipe, apesar de admirar o Gabriel, ele ainda não se desprendeu das heresias.

      Admira-me muito! O Jesus de do Gabriel entrou no santo dos santos em 22 de outubro, essa é a mesma fé?

      O dia que ele renunciar 1844, crer na inerrância, parar de anexar o 666 com o Dai do Senhor e esquecer esse 'espírito de profecia' de Ellen White, daí sim, existirá a mesma fé...

      Excluir
    58. Eu admiro a capacidade dele de manter o nível do debate, mas realmente existe muitas coisas que nós divergimos como vc mesmo já disse.

      Eu não acredito em Ellen White, nem nessas doutrinas do adventismo, inclusive minha interpretação do apocalipse já desqualifica totalmente Ellen White como profetiza.

      Mas é a fé de cada um, se ele quer acreditar nessas coisas é escolha dele. Olhando por esse lado realmente não é a mesma fé.

      Até mais.

      Excluir
    59. Filipe, muito boa a sua explanação. Voce trouxe a sã doutrina com bastante clareza seguindo a revelação apostólica que está no novo testamento. Cristo, segundo está doutrina do juízo investigativo, não removeu os nossos pecados na cruz. Segundo este ensinamento, quando o pecador vem a Cristo ele é perdoado de seus pecados PASSADOS. Então depois de convertido, quando peca e se arrepende, seus pecados são pela fé colocados sobre cristo e incluidos nos registros do santuário. Segundo essa senhora ellen white, existe um anjo ao lado de cada cristão ANOTANDO LITERALMENTE TUDO O QUE O POBRE CRISTÃO FAZ. Já não chega a luta contra as potestades do mal, aí vem um anjo dedo -duro ti perturbar! Que situação hein?! Os pecados de israel em levítico 16:10 eram levados SOBRE O BODE EMISSÁRIO, o scapegoat, Azazel. Não é o diabo, mas é para a remoção do pecado do povo que só acontecia quando os pecados eram confessados sobre ele e levados a um lugar distante e solitário de onde ele não mais pudesse REGRESSAR. Só que segundo o ensinamento adventista, satanás, após o milenio, VOLTA COM TODA A FÚRIA para atacar Jesus e os salvos que estão na nova Jerusalém, ainda que a nova Jerusalém só apareça no cap. 21! Se um adventista concorda que houve de UMA VEZ POR TODAS a remissão de pecados ele acaba de discordar de sua profetisa! Fazer Cristo observar o sábado, é reduzi-lo de Criador à criatura! Deus pode fazer o que quiser e sem pecado, porque Ele é impecável. Os pecados não eram confessados sobre o bode que era morto, isto no cap. 16 verso 8 de levitico. A palavra em hebraico para expiação em levitíco 16:10 é KAFAR que significa limpeza,remoção etc. Ella é usada em muitos textos do êxodo e também naquele texto de Dn 9:24 onde fala sobre fazer reconcilação pela iniqüidade. Em 1 João onde ele fala em guardar os mandamentos eles logo pensam no decálogo, quando os mandamentos que à que João está se referindo estão em 1 João 3:23, a lei de Cristo que é a lei sob qual o Apóstolo Paulo também diz estar! É a síndrome do raciocínio viciado que toda a seita tem. A interpretação está sempre contaminada pelo texto ou textos que tal seita usa como suporte para a sua existência. O Luciano está certo quando afirma que o Jesus verdadeiro não é o das seitas já que na prática para as seitas Jesus é um coadjuvante para justificar as suas heresias e não o autor e consumador da Fé! 1 Pe. 2:24 cumpre perfeitamente levitíco 16:21,22. O sumo sacerdote só tirava suas vestes e o serviço era terminado quando o bode vivo era dispensado. Que diferença de noss Cristo glorioso - Fp. 3:20 Hb 10:10-12! Amén!

      Excluir
  8. NadaPodemos, os fundadores da igreja adventista foram crentes e participantes ATIVOS do movimento criado por William MIller e amigos. Como não são responáveis pelo que aconteceu,fazendo com que milhares de pessoas fossem desencaminhadas? Eu lhe pergunto: Voce se uniria à um movimento que estivesse marcando, DIA, MES E ANO PARA A VINDA DE JESUS? Unindo-se não seria participante no pecado deles? Spurgeon, Wesley, Moody, Martin Luther etc, não tinham a revelação. Só os adventistas a detém! Voce leia ATENTAMENTE o novo Testamento e verás que seus ENSINAMENTOS são exatamente o OPOSTO dos ensinamentos da sua denominação. PODE CRER QUE TAMBÉM EXISTEM MAÇONS NA IGREJA ADVENTISTA, E DOS BÃO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAULO CADI, penso que o estudante da Palavra de Deus(ao menos desse blog) sabe que todos que nasce no Reino de Cristo esta na fase do alimento de leite(Heb. 5:13,14). Logo, comete erros doutrinários em palavras e procedimentos porque são “crianças”. E, ignorar esse fato para fazer acusações de infidelidade doutrinária é diabólico ( Apoc. 12:10-Zac.3:1 a 4), como é o caso de “participantes ATIVOS do movimento criado por William Miller” e depois se tornaram adventistas do 7º Dia. Inclusive a própria Palavra de Deus alerta quanto a lideres neófitos (I Tim.3:6). A Carta de Paulo para os Tessalonicenses demonstra ele falando da volta de Jesus para seu dias: “Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
      Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: (que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor,) não precederemos os que dormem...(Depois nós, os que ficarmos vivos), seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. (1 Tessalonicenses 4:13-17- Provérbios 20:10).

      Veja só a afirmativa que você usou para justificar sua postura:
      “NadaPodemos, os fundadores da igreja adventista foram crentes e participantes ATIVOS do movimento criado por William MIller e amigos. Como não são responáveis pelo que aconteceu,fazendo com que milhares de pessoas fossem desencaminhadas? Eu lhe pergunto: Voce se uniria à um movimento que estivesse marcando, DIA, MES E ANO PARA A VINDA DE JESUS? Unindo-se não seria participante no pecado deles? Spurgeon, Wesley, Moody, Martin Luther etc, não tinham a revelação. Só os adventistas a detém! Voce leia ATENTAMENTE o novo Testamento e verás que seus ENSINAMENTOS são exatamente o OPOSTO dos ensinamentos da sua denominação. PODE CRER QUE TAMBÉM EXISTEM MAÇONS NA IGREJA ADVENTISTA, E DOS BÃO!!!”.
      Uma coisa é existir maçom na igreja, outra coisa é a igreja ser dominada e conduzida por maçons por décadas. Mas só abordei o tema para demonstrar que os presbiterianos não tem moral para apontar para o passado de nenhum cristão ou Denominação como eu não tenho moral para apontar o banditismo passado de nenhum atual cristão.
      Você ao menos poderia se informar melhor para fazer um comentário mais coerente com um verdadeiro cristão. Se fizesse saberia que do episódio de 1844 saíram 3 grupos, e um deles começou a buscar a Verdade da Palavra de Deus, que incluiu o fato em si, certamente reconhecendo o erro( I João 1:9- Apoc. 12:10-Zac.3:1 a 4) Desse grupo de estudo, originou a Igreja Adventista do 7º Dia em 21/05/1863(hoje faz 150 anos- LOUVADO SEJA DEUS!). Faço questão de ressaltar que graças a Deus e aos adventistas, os cristãos da época voltaram-se para o estudo da Palavra de Deus. Um cristão coerente com a Palavra de Deus, que fala sobre 1844 deve levar em conta que o grupo adventista que anunciou o retorno de Jesus para 1844 era oposto ao grupo que pregava e ensinava que haveria mil anos de paz e ninguém fala sobre isso. Ou seja, trata o assunto usando dois pesos e duas medidas (Provérbios 20:10). Pergunta: qual foi o grupo pior, o de Miller que marcou data ou aqueles que ensinavam mil anos de paz?
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    2. Osmar, William Miller passou por cima de TODOS os textos que ALERTAM DIZENDO QUE O DIA DO SENHOR VIRÁ COMO LADRÃO! Voce com certeza conhece os textos de maneira que não preciso cita-los. Eu conheço bem História Eclesiástica e posso lhe afirmar COM CERTEZA QUE SEMPRE HOUVE NA HISTÓRIA DA IGREJA O ANÚNCIO DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO. Por certo houveram post- milenistas e também preteristas, mas TAMBÉM muitas testemunhas anunciaram a iminência do retorno do Senhor, mas não O CHRONOS, A DATA, porque fazendo isto eles saberiam com Quem eles estavam se metendo!!! Cuidado os cachorros estão soltos! Se o Senhor Jesus estivesse apoiando pessoas que estavam desobedecendo sua palavra, teria que pedir desculpas para Adão e Eva! Além disso o Senhor Jesus pelo Ministério do Apóstolo Paulo PROÌBE amulher de exerçer qualquer liderança sobre o homem. Leia Efésios 4:11 em diante e tente encontrar um VAGA para ellen white! Se não concorda, então vá discutir com as Escrituras.E não adianta citar débora como exemplo porque eu estou tratando dos MANDAMENTOS DADOS PARA A IGREJA E QUE ESTÂO NOS ESCRITOS DO NOVO TESTAMENTO! PAULO EXPLICA o porque. A proíbição não é contextual , mas está relacionada a QUEDA! Além disto se o amigo observar bem, todas as SEITAS encontram seu fundamento em textos ISOLADOS DO VELHO TESTAMENTO passando por cima do FILTRO do Novo Testamento, principalmente as cartas de Paulo porque se ficarem aí, elas se ferram!!! Não tem onde se apoiar, pois a IGREJA é APOSTÓLICA desde Seu nascimento no Pentecostes! Estevão viu Jesus no Santissímo coberto com o Santo SHEKINAH que é a Glória de Deus que se manifestave no santo dos santos no dia do Perdão. Quando Paulo diz que devemos perdoar como Cristo nos perdoou na cruz , estava se referindo à isto. Ao Dia do Perdão. O Crente quando se arrrepende pela fé se apropria do Perdão que foi oferecido de uma vez por todas. A doutrina adventista do juízo investigativo se assemelha muito a da transsubstanciação, porque ambas exigem a ATUALIZAÇÃO do perdão de Cristo através dE uma nova ação da divindade! Amém!

      Excluir
    3. Ah! Osmar, esqueci de responder sua pergunta: Qual foi o grupo pior, o de Miller que marcou data ou aqueles que ensinavam mil anos de paz? Resposta: Os dois são ruins!

      Excluir
    4. Voce esta mal informado ou se faz. A igreja Adventista do 7 Dia crer em Ellen White como profetiza e nao como pastora ou lider de pastores como voce esta insinuando. Antes de continuar voce precisa aprender que tanto Jesus, quanto Paulo, Pedro e demais escritores biblicos fundamentavam-se nas Escrituras e no Espirito Santo que de maneira nenhuma contradisse as Escrituras Sagradas. Ja que voce citou Paulo, veja o que ele escreveu sobre as Escrituras que existia na epoca: Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,
      E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra
      (2 Timóteo 3:14-17). Veja Pedro afirmando o que aconteceu e aconteceria no NT: Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia. Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel: E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas FILHAS profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos; E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas SERVAS naqueles dias, e profetizarão; (Atos 2:15-18).
      Portanto, sua argumentação de que: “E não adianta citar débora como exemplo porque eu estou tratando dos MANDAMENTOS DADOS PARA A IGREJA E QUE ESTÂO NOS ESCRITOS DO NOVO TESTAMENTO!” Ou sua argumentação de que: “Além disto se o amigo observar bem, todas as SEITAS encontram seu fundamento em textos ISOLADOS DO VELHO TESTAMENTO passando por cima do FILTRO do Novo Testamento, principalmente as cartas de Paulo porque se ficarem aí, elas se ferram!!!”
      Alem de ferir a Palavra de Deus(Mat. 4:4-Joao 7:38,39), demonstra sua falta de conhecimento ou deslealdade. Nesse caso, parece deslealdade, já que você declarou que: “Eu conheço bem História Eclesiástica e posso lhe afirmar COM CERTEZA QUE SEMPRE HOUVE NA HISTÓRIA DA IGREJA O ANÚNCIO DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO”. Quanto ao perdão, Paulo falou que era imitador de Cristo, e que devemos imitar Deus. E, Cristo disse que devemos perdoar setenta vezes sete, (I Cor. 11:1-Efesios 5:1-Mat.18: 21,22). Portanto, tenho certeza que todos que participaram do episodio de 1844( os dois grupos) e reconheceram o erro confessando foram perdoados a não ser por Satanás e seus servos( I João 1:9-2: 1- Apoc. 12:10-Zac.3:1 a 4), que ficam acusando-os de noite e de dia.continua.
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    5. Não entrarei no mérito sobre Débora porque percebi que você desconhece a realidade do caso. Continuando, a igreja Adventista do 7 Dia crer em Ellen White como profetiza amparado nao apenas no VT, mas no NT. Veja a Palavra de Deus do Novo Testamento confirmando profetas(homens e mulheres) que nao eram ministro/pastores ou lider de pastores(Atos 21:8,9,10). Quanto ao que voce escreveu: “Apóstolo Paulo PROÌBE amulher de exerçer qualquer liderança sobre o homem”. Tambem concordo. Contudo, não foi o caso de Ellen White, ja que ela nunca foi pastora alem de que era submissa aos pastores, basta voce se informar melhor.

      A Palavra de Deus afirma que existe um Santuário no Céu(Apoc. 11:19-Heb. 8:2,3), e que João em vida ou seja, no 1º século DC,João viu Jesus oficiando no lugar Santo do Santuário celeste(Apocalipse 1:12,13-Hebreus 9:2). Precisamos deixar claro que devemos procurar viver de toda a Palavra que proceda da boca de Deus(Mat. 4:4-Joao 7:38,39). E, sobre o tema, devemos lembrar que o santuário terrestre era a cópia do Celeste(Êxodo 25:8,9-Heb.8:5). Portanto, se o santuário terrestre que era a cópia tinha o lugar Santo e lugar Santíssimo, como certeza o Santuário Celeste também tem o lugar Santo e o lugar Santíssimo, conforme demonstrado em Apocalipse 1:12,13-11:19-Hebreus 8; 1 a 5 e Há.9:2. Não podemos acreditar que o lugar Santo de Santuário Celestial foi apenas para enfeite sem utilidade nenhuma, aja visto que a Própria Palavra de Deus nos mostra Jesus no lugar Santo no meio dos sete candeeiros que no santuário terrestre ficava no lugar Santo (Apoc. 1:12,13-Heb. 9:1,2,3). Come se vê, penso que voce ultrapassou a Doutrina de Cristo, já que afirmou que Eu conheço bem História Eclesiástica (II João 9). Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br




      Excluir
    6. Osmar, observe: 1-" Era simplesmente impossível que aqueles que abandonaram a fé no movimento de 1844 regressar ao caminho novamente e ir para a cidade, como todo o mundo ímpio que Deus tinha rejeitado. Eles caíram ao longo do caminho um após o outro, até que nós ouvimos a voz de Deus como muitas àguas à qual nos anúnciou O DIA E A HORA DA VINDA DE JESUS. Os santos vivos em número de cento e quarenta e quatro mil conheceram e COMPREENDERAM A VOZ enquanto os ímpios pensaram que era um trovão e um terremoto." Primeira Visão- Ellen white. 2-" E ao ANUNCIAR DEUS O DIA E A HORA DA VINDA DE JESUS e declarar o concerto eterno com seu povo..."- Primeiros Escritos p. 34. 3-" E ANÚNCIANDO DEUS O DIA E A HORA DA VINDA DE JESUS..." Primeiros Escritos p.285. Observando estas tres afirmações que SUPOSTAMENTE SÃO DE ÍNDOLE PROFÉTICA de qual FONTE voce conclui que elas vieram quando confrontadas com as palavras AUTORIZADAS DO ÚNICO MESTRE: Por isso estai TAMBÉM VÓS preparados porque o Filho do Homem virá em uma hora que NÃO PENSAIS-Mt 24:42-44. Eis que Eu venho como ladrão... Ap. 16:15. Mas Daquele Dia ninguém sabe... Mt: 24:36. Compare as palavras de Deus com as de satanás em Genesis: Pois no dia em que voce comer dela certamente MORRERÁS ! Gn 2:17 . E a serpente disse a mulher: Voce certamente NÃO MORRERÁ! Só por este exemplo voce consegue captar que é o MESMO ESPÍRITO CONTRADIZENDO A PALAVRA DE DEUS. A mesma serpente origianal, o mesmo diabo! At 21:9 diz que as filhas de Filipe tinham um dom de profecia 1 co 12:4 mas não que elas eram profetizas! Elas não escreveram cartas contendo revelações para a Igreja como Corpo pois isto é RESERVA ESPECIAL PARA OS APÓSTOLOS - Ef. 3:5-6; Ef. 2:20! Ninguém depois dos Apóstolos tem autoridade para PRODUZIR QUALQUER LITERATURA DE ORDEM SUPOSTAMENTE INSPIRADA PARA DIRIGIR A IGREJA COMO CORPO! Haviam profetas , tais como Silas, Judas ( irmão do Senhor ), Ágabo e outros que também produziram mensagens para a Igreja mas estavam SUJEITOS AOS APÓSTOLOS! Não tinham AUTORIZAÇÃO do Espírito para guiar a Igreja através de QUAIQUER ESCRITURA QUE FOSSE A NÃO SER A PRODUZIDA PELOS APÓSTOLOS! ISTO EM MATÉRIA DE DOUTRINA! Carta de Judas versos 3 e 17,este profeta da Igreja do Novo Testamento INVOCA A AUTORIDADE APOSTÓLICA PARA O QUE ELE ESTA DIZENDO! A Fé que uma vez por todas foi dada aos santos tem Origem APOSTÓLICA! Ef. 3:5-6: 2:20; Gl 1:11-12. Eles tiveram o testemunho da ressurreição do Senhor e as revelações à igreja em sua TOTALIDADE, EM TODOS OS TEMPOS SÓ VEIO À ELES! Deus não usou nem Maria, a mãe do Senhor para trazer qualquer revelaçâo à Igreja. Está Suposta revelação baseada em Daniel 8:13 como sendo um juízo investigativo no céu é COMPLETAMENTE DESCONHECIDA DOS APÓSTOLOS! Não existe a miníma insinuação desta doutrina. O que é ensinado CLARAMENTE é que Cristo após a purificação dos nossos pecados ASSENTOU-SE NO TRONO DO PAI QUE FICA NO SANTISSÍMO SEGUNDO A ORDEM DE MELQUISEDEC O QUAL ESTÁ LIGADO A DISPENSAÇÃO DA GRAÇA! Em Ap. 1 voce disse que Jesus estava no lugar santo. De jeito nenhum!!! Voce que é literalista deveria saber que no lugar santo só havia UM candeeiro, nâo SETE! Aquilo era uma peça ÚNICA e em Ap. 1 João vê SETE! Segundo sua revelação isto não seria uma cópia fiel do santuário terrestre. Jesus não está vestido com a roupa do sumo sacerdote da ordem de Aarão com o peitoral etc., que repatidamente se vê na literatura da sua denominação, mas sim como O JUIZ de Daniel 7:9 porque Ele recebeu do Pai TODA A AUTORIDADE NO CÉU E NA TERRA! Ali não tem lugar santo NENHUM! É melhor voce ler várias vezes a carta aos Hebreus até entender.

      Excluir
    7. PAULO CADI, você poderia ao menos ter a honestidade de informar que a visão citada por você, fala do momento da volta de Jesus no futuro e não em 1844 ou no presente momento como você está fazendo crer, veja: “ Vi o piedoso escravo levantar-se em triunfo e vitória e sacudir as cadeias que o prendiam, enquanto o seu ímpio senhor estava em confusão e não sabia o que fazer; pois os ímpios não compreendiam as palavras proferidas pela voz de Deus. Logo apareceu a grande nuvem branca. Pareceu-me mais adorável que nunca antes. Nela estava assentado o Filho do homem”. Veja uns dos motivos porque creio que isso ocorrerá:
      Há mais de 100 anos quando protestantes, espíritas e católicos praticamente não se falavam, Ellen White declarou que no futuro, eles dariam de mãos no ecumenismo. A Aliança seria por fim controlada pelo catolicismo, se tornando tríplice. Veja parte do cumprimento dessa profecia no site de Julio Severo
      1-(http://juliosevero.blogspot.com.br/2013/04/no-espirito-da-onu-rev-marcos-amaral-e.html)
      2(http://diariodaprofecia.blogspot.com.br/2008/01/profecia-de-ellen-white-cumprida-em.html)
      3http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/07/070711_vaticano_reacao_dg.shtml
      Há mais de 100 anos, a profetisa de Deus avisou que as carnes seriam contaminadas e deveriam ser abandonadas pelo povo de Deus. Faça um estudo honesto sobre a contaminação da carne de frango e de boi e veja o seu cumprimento. (http://adventismoemfoco.wordpress.com/2013/04/17/profecia-de-ellen-white-em-cumprimento-500-animais-mortos-em-zoologico-indonesio/).
      (http://adventistas.org/pt/saude/ciencia-confirma-ellen-white/)
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade
      continua

      Excluir
    8. Edifícios à Prova de Catástrofes se Transformarão em Cinzas Vi as mais dispendiosas estruturas de edifícios erigidos e que se acreditava serem à prova de fogo. E assim como Sodoma pereceu nas chamas da vingança de Deus, essas suntuosas construções também se transformarão em cinzas. ... Os lisonjeiros monumentos da grandeza de homens serão reduzidos a pó, mesmo antes que sobrevenha ao mundo a última grande destruição. (Mensagens Escolhidas, vol. 3, págs. 418 e 419).

      Os homens continuarão a erigir edifícios dispendiosos, que custem milhões de dólares. Será dada especial atenção à sua beleza arquitetônica e à firmeza e solidez com que são construídos, mas o Senhor me informou que, não obstante a extraordinária firmeza e o dispendioso aparato, esses edifícios terão o mesmo fim que o templo de Jerusalém. (The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 5, pág. 1.098).

      Deus não tem executado Sua ira sem misericórdia. Sua mão ainda está estendida. Sua mensagem precisa ser transmitida na Grande Nova Iorque. Deve ser mostrado ao povo como é possível para Deus, com um simples toque de Sua mão, destruir os bens que eles acumularam para o último grande dia. (Manuscript Releases, vol. 3, págs. 310 e 311).
      Uma ocasião, achando-me eu na cidade de Nova Iorque, fui convidada, à noite, para contemplar os edifícios que se erguiam, andar sobre andar, para o céu. Garantia-se que esses edifícios seriam à prova de fogo, e haviam sido erigidos para glorificar seus proprietários e construtores. [...] A cena que em seguida passou perante mim foi um alarma de fogo. Os homens olhavam aos altos edifícios, supostamente incombustíveis, e diziam: "Estão perfeitamente seguros." Mas esses edifícios foram consumidos como se fossem feitos de pez. Os aparelhos contra incêndios nada podiam fazer para deter a destruição. Os bombeiros não podiam fazer funcionar as máquinas. (Testemunhos Seletos, vol. 3, págs. 281 e 282)
      anos atrás os adventistas do sétimo dia foram alertados de que uma tragédia ia ocorrer na cidade de Nova York, e que envolveria os deslumbrantes e magníficos edifícios, derrubando-os e trazendo-os ao chão enquanto bombeiros com seus equipamentos não conseguiam parar a tragédia!
      Realmente, a Igreja Adventista do Sétimo Dia foi alertada que a cidade de Nova York sofreria uma tragédia e muitas pessoas morreriam enquanto os bombeiros olhavam impotentes para uma tão espetacular tragédia, em que as máquinas se provavam incapazes de salvar o povo e os edifícios.

      11 de Setembro de 2001 foi um evento horrível, somente uma profetisa religiosa viu e advertiu os homens de que isto ia acontecer com significativa clareza.

      Ellen G. White foi uma das primeiras adventistas do sétimo dia e é reconhecida pelo mundo inteiro como uma profetisa. Ela é aceita e reconhecida na Igreja Adventista do Sétimo Dia como uma porta-voz de Deus para revelar aos homens a vontade de Deus para os últimos dias.

      Ela tem-se provado certa em muitas das suas predições, mais e mais vezes. Aqui estão algumas de suas predições que chegaram realmente a se realizar tal como e verdadeiramente do modo em que havia predito.

      Dr. Clive M. McCay, professor de nutrição da Universidade Cornell afirmou:
      “Os escritos de Ellen G. White têm sido citados porque eles provêm um guia de nutrição que compreende o corpo todo – Natural Food and Farming, May, 1958.


      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    9. 1. Em 1869 ela disse que havia correntes elétricas no cérebro, sessenta anos antes que o Dr. Charles Mayo, da Clínica Mayo, provasse que ela estava certa.
      2. Em 1854 ela alertou que fumar cigarros causaria câncer.
      No tempo de Ellen White fumar cachimbo era considerado benéfico para asma e muitas outras doenças do pulmão. Foi somente em 1957 que a Sociedade Americana do Câncer e a Associação Americana do Câncer concluíram que fumar causava câncer de pulmão. Ellen White estava muito à frente de seu tempo com a compreensão desse assunto.
      3. Em 1905 ela também revelou que câncer era um germe, isto também já foi provado pelo Dr. Wendell Stanley, um cientista que ganhou o maior prêmio concedido a uma pessoa.
      “Dr. Wendell Stanley, da Universidade da Califórnia, virologista e vencedor do Premio Nobel, foi longe o suficiente para afirmar que ele acredita que a maioria dos cânceres humanos são causados por vírus. Newsweek, 18 de junho de 1956
      4. Outros eventos preditos por ela aos adventistas foi que viriam mais violentas tempestades nos últimos dias da história.
      5. São Francisco iria ser uma cidade reconhecida por homossexualidade igual a Sodoma e Gomorra.
      6. Em 1905 ela disse que bebidas que contêm álcool destróem células nervosas do cérebro.
      Em 1969, 91 anos depois dela ter dito isto, o Dr. Melvin Knisley, da Universidade da Carolina do Sul, relatou que cada vez que uma pessoa ingere uma bebida alcoólica, mesmo até uma bebida inocente como cerveja, seria afetada com dano permanente o cérebro.
      O jornal The National Enquirer em 1980 publicou um artigo sobre as suas espetaculares predições (agosto, 5a. edição).

      7. Ela nos advertiu que esperássemos um grande crescimento no ramo de espiritismo.
      (Lembram-se de Harry Potter?)
      Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

      Excluir
    10. Osmar, foi à isto que me referi. A segunda vinda de cristo, que é sobre o que Ellen White estava falando. Voce como adventista deveria ter percebido isto. De qual lado está a honestidade, já que até agora eu trouxe a Sã Doutrina pelas escrituras e não estou passando por cima do que não consigo responder, como voce esta fazendo. Então, de qual lado está a desonestidade? Voce, com a sua honestidade, só está citando trechos dos escritos de Ellen White, como qualquer seguidor de seita faz com seus profetas ou iluminados. Eu posso lhe citar várias predições que se cumpriram?!, através de méduns, paranormais ( Edgar Cayce ) é um deles, também gurus da Indía, etc. Voce, até agora não provou que os ensinamentos desta senhora, estão em HARMONIA com o NOVO TESTAMENTO, que é o que interessa! Citando estas predições de Ellen White, voce está diluíndo o debate tirando-o do foco principal que é a BIBLÍA! Deste modo, as coisas que voce citou não estão relacionadas diretamente com as escrituras do novo testamento.Querer identificar as predições de Ellen White com o desabamento das Twin Towers é pura manipulação como os adeptos de Nostradamus fazem com suas predições. Existem fontes idonêas na internet que tratam sobre as FALSAS PREDIÇÕES DE ELLEN WHITE, documentalmente, às quais não vou transcrever porque são do conhecimento de todo pesquisador HONESTO ! Eu acho que voce não entendeu o que anteriormente lhe escrevi, ou não deu o devido valor para as ESCRITURAS como está dando as palavras desta senhora. Fale com os adventistas do movimento de reforma e eles vão colocar a sua denominação no mesmo lugar que voce pensa colocar os protestantes. Se voce tem a LIBERDADE DE LER A BIBlíA, AGRADEÇA AOS PROTESTANTES, SE VOCE TEM O LIVRE EXAME DAS ESCRITURAS , INCLUSIVE PARA DEFENDER AS BOBAGENS QUE SUA SEITA ENSINA, AGRADEÇA AOS PROTESTANTES, SE VOCE TEM A DOUTRINA DA JUSTIFICAÇÃO PELA GRAÇA MEDIANTE A FÉ EM JESUS CRISTO, AGRADEÇA AOS PROTESTANTES. Voces tem uma divída muito grande a açertar com o falso profeta de apocalipse 13!!!

      Excluir
  9. Gabriel seja honesto com vc mesmo... vc está percebendo a fraqueza do argumento de 1844... deixe essa doutrina remanufaturada da grande decepção...

    Deixe de crer nessa doutrina.

    Creia no Cristo que permanece fazendo mesmo serviço desde quando entrou no céu, assim será até o fim!

    Um dia eu tive que fazer uma dura escolha... custou muito para mim e para minha família... algo bem semelhante ao que vc (pode estar?) e sentirá... mas a alegria de aceitar a verdade é gratificante...

    Deus te ajude... mas se permacer assim - preso a 1844- a escolha é sua... esse não é o serviço do Cristo da Escritura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Luciano Sena,

      Eu somente creio nessas doutrinas porque estudo a Bíblia. Mesmo eu sendo Adventista, não sou "patriota religioso" rs, ou seja, não tenho a necessidade de ficar levantando a bandeira da placa da Igreja Adventista. Entretanto, não posso deixar de crer em algo que tem enorme coerência espiritual e racional. Tudo o que me é dito, ou tudo que leio, eu vou confirmar nas Escrituras e na História Geral, pois tudo tem relação!

      Eu penso que o grande ponto "X" dessa questão, é a forma diferente que interpretamos a Profecia das 2.300 Tardes e Manhãs - pois ela é o centro dessa doutrina!

      Agradeço pelas boas palavras e pelos seus sinceros sentimentos! :D E tenha certeza que minha mente SEMPRE está aberta para aprender mais!!

      Como vc me disse: "Creia no Cristo que permanece fazendo mesmo serviço desde quando entrou no céu, assim será até o fim!" - Assim eu creio! Pois Jesus ainda trabalha para que eu tome a decisão certa! :)

      Excluir
  10. Muita especulação:

    http://www.iasdcentralfortaleza.com.br/crencas-fundamentais/96-data-marcada-para-o-despontar-de-um-movimento

    Quando iniciou-se o dia 23 no oriente ainda era dia 22 no ocidente. O oriente, entretanto, constatou o inicio do dia da expiação com tempo de atraso, devido à posição da lua que não estava totalmente exposta..

    Assim, até que o dia 22 no ocidente se tornasse dia 23 ocorreram a maior parte das horas do dia da expiação. Portanto, o dia da expiação além de ter sido constatado tardiamente no oriente, também devemos levar em consideração a questão do fuso horário!

    Assim a maior parte do dia da expiação, para o ocidente, ocorreu no dia 22 de manhãzinha e quando entrou no dia 23 já restavam poucas horas para o térmido do dia no oriente.

    O dia da expiação é marcada pela visualização da lua no oriente, sendo transmitida à todo o mundo o que foi constatada no dia 23, assim não importa se ainda é dia 22 em outra parte do mundo, será o dia da expiação.

    Conhecendo o movimento de rotação da terra:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Rotating_earth_(large).gif

    Fica fácil entender que o dia 23 iniciou-se muito mais cedo no oriente!

    Somando-se o fato de a constatação ter ocorrido tardiamente com a diferença de fuso horário, fica fácil entender de que a maior parte do dia da espiação, PARA O OCIDENTE, ocorreu no dia 22 e não no dia 23.

    Algo tão simples que depende apenas de conceitos que se estudam na escola ginasial e fazem um tremenda confusão!

    Ponto para Ellen White, que acertou o dia correto no ocidente, pois a maior parte do período da expiação ocorreu no dia 22 no ocidente e a menor parte no dia 23!

    Para tirar a prova, existem softwares gratuitos que podem ser baixados e que simulam a posição do sol e da lua em qualquer data da história e em qualquer lugar do mundo. Basta colocar a data de 22 de outubro e comparar as horas do dia da expiação que se seguiram no oriente e na américa.

    Exemplo:

    O início da noite do dia 23 no oriente, começou às 9:08 da manhã do dia 22 em Chicaco.

    ResponderExcluir
  11. Especulação?

    Fatos são fatos... além disso, no seu comentário vc não citou o mês! Citou?

    Sr Adventista, é duro manter o mito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duro sim é manter uma afirmação com base no desconhecimento das leis que regem nosso planeta em uma questão tão simples como a do fuso-horário. Também no desconhecimento de que em certa parte do mundo ainda se contam os dias à partir do pôr do sol. E também no desconhecimento de que determinadas celebrações ocorrem à partir da visualização do estado da lua.

      Excluir
  12. Acredito que cada um tem direito a manifestar sua opinião!, desde que Não façamos como alguns que acabam Condenando uns aos outros pelo: Comer, pelo beber, pelos dias de festas, pelos sábados e entre outras questões.
    lembrar no juízo temerário que Cristo nos ensinou é fundamental, Lembrar que a Guarda do sábado não é a única chave para a Salvação também é fundamental, pois independente do mandamento que for transgredido, todos os outros são derrubados. considerar que a verdadeira religião não se prende em querer mostrar que é a certa,mas sim, em fazer a coisa certa. enquanto muitos se gladiam sobre quem é o detentor de toda a verdade, há pessoas que necessitam de um ombro amigo, uma palavra encorajadora ou de conforto, há quem precisa de pão, água, vestes, de alguém que lembre-se dele(a) no Hospital, de alguém que lembre-se dele(a) no presidio, pois ESSE É O EVANGELHO DE CRISTO:(Mt 25: 35), Ou Religião Imaculada: ( Tg.1: 26;27). Acredite Jovem "RICO" que guardas todos os mandamentos,mas esqueces de ajudar os próximos a tua volta.( Is. 1: 13,14,17).
    "E não nos cansemos de Fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido."(Gl.6:9)

    ResponderExcluir
  13. às vezes nos focamos tanto em defender doutrinas e posições denominacionais que esquecemos do mais importante: amor. Que possamos ter este frutífero e interessante debate sobre as visões do adventismo e de outras denominações, mas que não esqueçamos do mais importante: o ser humano. Não estaremos representando o Cristo se nos debruçamos sobre a Bíblia, sobre as profecias, sobre livros denominacionais e comentários bíblicos, mas esquecemos de saciar a fome dos famintos, a sede dos sedentos e todos os demais irmãos que precisam conhecer o amor de Deus de forma prática, e não apenas teórica. E isso só pode ocorrer através de nós. Sejamos adventistas, batistas, presbiterianos, assembleianos, mórmons, ou o que quer que seja, mas sejamos, antes de tudo, cristãos, e ser cristão é olhar para o sofrimento alheio, se condoer pelo seu próximo, ter compaixão dele, sofrer com ele e ajudá-lo em suas necessidades, sejam elas materiais ou imateriais. Mais do que qualquer coisa, isso é pregar o evangelho. Foi assim que Cristo viveu, foi assim que Ele fez, e é assim que devemos fazer. Sacerdócio disso, sacerdócio daquilo, 2300 tardes e manhãs, santuário... tudo isso é muito importante para nos conferir identidade como cristãos de uma determinada denominação, mas não supera a doutrina do amor. Esse deve ser o foco de toda a denominação que se diz cristã. Que seja no sábado, que seja no domingo, mas que seja. Que os debates sobre as questões doutrinárias fundamentais e seus estudos venham sempre depois do amor. Afinal de contas, o céu não será uma exclusividade de adventistas (como a própria Ellen G. White diz), de católicos, de batistas, metodistas, luteranos... Sequer será exclusividade dos cristãos... Que Deus nos abençoe e que a paz do Senhor seja com todos.

    ResponderExcluir