sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Ao Rev. Marcos Amaral


Prezado pastor, é com tristeza que mais uma vez soube* que o senhor foi em um programa de ética não cristã, se apresentando como REVERENDO PRESBITERIANO.


Gostaria de saber se o senhor deixou claro que foi ali de sua própria vontade e não como representante da IPB? As pessoas não sabem disso, o senhor sabia...? sabe o que significa evangelizar, e dizerem: “essa é a igreja que foi no Amor e Sexo”...?


Pois bem, gostaria de saber se o senhor disse que Deus condenará ao inferno os que praticam o sexo fora do casamento? Que o único escape não é um 'bate papo sobre o tema', mas sim o arrependimento direcionado para A CRUZ DE CRISTO?


Sobre o homossexualismo, o senhor que fez juramento solene diante de uma igreja presbiteriana, leria esse trecho, em conformidade com a sua crença professa que crê na Bíblia:

"Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm."  Romanos 1:22-28


Esse é o meu recado como presbiteriano ao senhor pastor presbiteriano. E acredito que o senhor tem sorte de não me ter como ovelha. Se não, o senhor ficaria muito triste de ver uma ‘ovelha’ com VERGONHA do próprio pastor. Ou pode ser, que o senhor teria vergonha de mim... (estou colocando esse recado no seu blog).


Abraços

10 comentários:

  1. Concordo plenamente com vc irmão Luciano que esse pr da IPB não pode ficar falando essas coisas e muito menos ser considerado ou associado como uma voz da demoninação. Espero que alguma providência seja tomada em relação a esse assunto.
    Deus agbençoe a nossa igreja e cuide de todos nós. Amém!!!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Prezado Luciano Sena,
    Diante da fala do Rev. Marco Amaral, e como membro da IPB, fiquei chocado e definitivamente essa não é uma posição de nossa denominação. E para corrigir esse grosseiro erro do infeliz pastor, o Presidente do Supremo Concílio e representante civil da IPB, Rev. Roberto Brasileiro, emitiu uma nota oficial acerca do fato, vale conferir:

    http://www.ipb.org.br/portal/noticias/1069-pronunciamento-do-rev-roberto-brasileiro

    Paz e graça irmãos!

    ResponderExcluir
  4. Irmão Dalmo, postei aqui no MCA o pronunciamento do rev Roberto.

    Graças a Deus!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois eu vi Ir. Luciano Sena.

      Graça e Paz Amado.

      Excluir
    2. criticas e criticas e muito pouco Amor, Jesus quando evangelizou a mulher samaritana quebrou barreiras, preconceitos e ate os discipulos se escandalizaram com o que tinham visto, porem Jesus passou pelo caminho mais dificil, onde nenhum judeu passava, pregor para uma mulher que ja teve vario maridos, e o atual nao era marido dela e Jesus em nenhum momento msm ela estando errada Jesus so pregou a verdade, mudou o metodo mas nao a palavra.

      enquanto isso essa linha de pensamento de cura, libertaçao, prosperidade juntamente com o misticismo preucupaçoes com falas em linguas. criticas as igrejas e pastores que tem a biblia como unica regra de fe e pratica sao comuns mas uma coisa e certa nossos pastores tem erros sim mas nunca toma o lugar de Deus e se enriquece do evangelho.

      Pastor Marcos Amaral Deus abençoe o seu miiinisterio

      Excluir
    3. irmão Felipe, poderia me mostrar nos exemplos acima citados, onde Jesus deixou de advertir ao arrpendimento? Onde ocorreu mudança de palavras?

      Arrependei-vos é a maior expressão de amor de um evangelista.

      Excluir
  5. Também estou envergonhado... Mas é por suas palavras, caro Luciano. Você, sim, envergonha não só a nós presbiterianos, mas a todos cristãos. Com um discurso acusador, moralista e fariseu! Vejo em suas palavras as mesmas atitudes repreensivas dos "zelosos" judeus. Concordo com rev Marcos Amaral quando diz q nos falta olhar como Jesus olhou, viver como Jesus viveu. Nao importa se, num primeiro momento, nao se repreende o pecado, teremos outras chances, o que importa é ir! Jesus foi à casa de cobrador corrupto, esteve com prostitutas, mendigos, pobres, ricos e até dialogou com fariseus como vc e eu. Se dircurso é igualzinho ao dos farizeus sangrentos!
    Desculpe os erros de português...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os presbiterianos e todos os cristãos não, porque o que me envergonhou foi a atitude do Rev. Marcos Amaral de não se posicionar como deve se portar um profeta de Deus, ou seja, um cristão deve ser a "boca de Deus" e falar da forma como está escrito na Bíblia e não de acordo com a situação em que o crente se encontra. O cristão deve falar sem medo de "ofender" ou "parecer preconceituoso" e se preocupar somente com o que Deus acha e não com o que as outras pessoas acham daquilo que ele falou.

      Excluir
  6. David, é maravilhoso como vc me acusa, da maneira com que me ataca!

    Eu envergonho os presbiterianos e TODOS OS CRISTÃOS!?!?

    Sou ACUSADOR, MORALISTA E FARISEU ?!?!

    Eu tenho o mesmo discurso de um FARISEU SANGRENTO !?!?

    Meu irmão, só não vi preocupação sua com a mensagem cristalina do Evangelho... fazer o que?

    Imagine se vc fosse classificar João Batista?

    Dói tanto dizer que o Pr Marcos, MInistro da IPB, confessional, clame: "arrependei-vos"? Dói tanto pedir para que um Revrendo que jurou fidelidade confessional deixasse claro que não existe família feliz sem aprovação de Deus e que um casal HOMOSSEXUAL NÃO TEM APROVAÇÃO DE DEUS!!!!!

    David, se os presbiterianois são assim, deixarei de sê-los hoje mesmo... porém, pelo que leio da Bíblia (e dos símbolos de fé), ainda tenho esperança no presbiterianismo brasileiro.

    Espero que Deus te mude.

    ResponderExcluir