segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Romanos 14 e as Leis Dietéticas do Antigo Testamento


"Esse artigo tem por objetivo contestar as alegações de alguns grupos, que insistem em afirmar que os cristãos devem abster-se de comer certos animais, classificados no Antigo Testamento como imundos, portanto proibidos de serem utilizados como alimento. Tomo como base o capítulo 14 da epístola de Paulo aos Romanos.

“Acolhei ao que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões. Um crê que de tudo pode comer, mas o débil come legumes; quem come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come, porque Deus o acolheu. Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster. Um faz diferença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente. Quem distingue entre dia e dia para o Senhor o faz; e quem come para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e quem não come para o Senhor não come e dá graças a Deus. Porque nenhum de nós vive para si mesmo, nem morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. Quer, pois, vivamos ou morramos, somos do Senhor. Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos. Tu, porém, por que julgas teu irmão? E tu, por que desprezas o teu? Pois todos compareceremos perante o tribunal de Deus. Como está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda língua dará louvores a Deus. Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus. Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão. Eu sei e estou persuadido, no Senhor Jesus, de que nenhuma coisa é de si mesma impura, salvo para aquele que assim a considera; para esse é impura. Se, por causa de comida, o teu irmão se entristece, já não andas segundo o amor fraternal. Por causa da tua comida, não faças perecer aquele a favor de quem Cristo morreu. Não seja, pois, vituperado o vosso bem. Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Aquele que deste modo serve a Cristo é agradável a Deus e aprovado pelos homens. Assim, pois, seguimos as coisas da paz e também as da edificação de uns para com os outros. Não destruas a obra de Deus por causa da comida. Todas as coisas, na verdade, são limpas, mas é mau para o homem o comer com escândalo. É bom não comer carne, nem beber vinho, nem fazer qualquer outra coisa com que teu irmão venha a tropeçar ou se ofender ou se enfraquecer. A fé que tens, tem-na para ti mesmo perante Deus. Bem-aventurado é aquele que não se condena naquilo que aprova. Mas aquele que tem dúvidas é condenado se comer, porque o que faz não provém de fé; e tudo o que não provém de fé é pecado.”

O contexto em que Paulo escreve essas palavras tem a ver com as divergências entre cristãos de origem judaica e de origem gentílica quanto à observância dos dias santos (Sábados e Festas) e alimentos proibidos na lei. Alguns podem tentar argumentar por exemplo, que esse texto não se refere à carnes classificadas como imundas, mas às carnes sacrificadas aos ídolos. Embora essa questão pudesse estar presente, o texto nos fornece dados suficientes para entendermos que de fato Paulo trata especificamente das carnes listadas como imundas no capítulo 11 de Levítico. Notemos os versículos 14 à 17:

“Eu sei e estou persuadido, no Senhor Jesus, de que nenhuma coisa é de si mesma impura, salvo para aquele que assim a considera; para esse é impura. Se, por causa de comida, o teu irmão se entristece, já não andas segundo o amor fraternal. Por causa da tua comida, não faças perecer aquele a favor de quem Cristo morreu. Não seja, pois, vituperado o vosso bem. Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo” 

O contexto aqui é claramente de comida considerada impura. E o mais interessante, é que a palavra grega traduzida como “impura” é “koinon” (comum). A mesma palavra que aparece em Atos 10.14, 15: “Mas Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. Segunda vez, a voz lhe falou: Ao que Deus purificou não consideres comum.” O termo “comum” era usado pelos judeus para designar aqueles alimentos proibidos em Levítico 11. Essa interpretação ainda é reforçada levando outros textos do novo testamento que deixam bastante claro a permissão para se consumir qualquer espécie de alimento, exceto animais sufocados, sangue e o que foi sacrificado aos ídolos. (Atos 15.20, 29; 21.25, 1 Co. 10.28). Vejamos: 

Atos 10.10-15Estando com fome, quis comer; mas, enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe um êxtase; então, viu o céu aberto e descendo um objeto como se fosse um grande lençol, o qual era baixado à terra pelas quatro pontas, contendo toda sorte de quadrúpedes, répteis da terra e aves do céu. E ouviu-se uma voz que se dirigia a ele: Levanta-te, Pedro! Mata e come. Mas Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. Segunda vez, a voz lhe falou: Ao que Deus purificou não consideres comum.”

A objeção geralmente levantada pelos legalistas é que esse texto refere-se apenas à questão dos gentios, a quem Pedro como judeu considerava impuros ou comuns. Porém, embora de fato a visão tenha essa conotação, se dissermos que Deus não declarou puro tais animais, teremos então que dizer que Deus usou de uma figura falsa, para ilustrar uma realidade. O que seria totalmente incoerente. Veja, que a visão veio no contexto da fome de Pedro, e ele como judeu que era, assim como resistiria comer carne considerada impura, também resistia ir a casa de gentios. O conteúdo da visão pode ser corretamente entendido como sendo, que, da mesma forma como aqueles animais antes eram considerados imundos, mas agora eram declarados puros pelo próprio Deus, assim também o eram os gentios.

1 Cor. 10. 25-28 “Comei de tudo quanto se vende no açougue, sem perguntar nada, por causa da consciência. Porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude. E, se algum dos infiéis vos convidar e quiserdes ir, comei de tudo o que se puser diante de vós, sem nada perguntar, por causa da consciência. Mas, se alguém vos disser: Isto foi sacrificado aos ídolos, não comais, por causa daquele que vos advertiu e por causa da consciência; porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude.”

A objeção imediata dos legalistas é que esse texto se referia às carnes sacrificadas aos ídolos. Embora esse seja o assunto central abordado pelo apóstolo. O texto deixa explicita a permissão para se comer toda e qualquer espécie de carne, exceto se o crente for advertido que o tal foi sacrificado aos ídolos. Notemos que Paulo está escrevendo aos crentes que viviam na cidade de Corinto e não em Jerusalém. Um açougue gentio tinha toda espécie de carne e não somente aquelas que eram permitidas pela lei. E ele ainda vai mais longe. Se alguns dos infiéis (trata-se de qualquer espécie de não cristão) convidasse um cristão para ir comer em sua casa, o convite poderia ser aceito o crente é orientado a comer o que for colocado diante dele, sem nada perguntar. Os legalistas quando vão comer na casa de algum não cristão, geralmente indagam se a comida contém carne de porco, camarão, etc.

1 Tim. 4.3-5 “ Proibindo o casamento e ordenando a abstinência dos manjares que Deus criou para os fiéis e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; porque toda criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças, porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificada.”

Temos aqui mais um texto que fala claramente que toda criatura de Deus é boa para servir de alimento. Os legalistas ainda tentarão argumentar usando o episódio da arca de Noé, em que é feita uma divisão entre animais limpos e imundos, para afirmar que estas restrições alimentares existem antes da lei. Porém, Deus disse a Noé, após este ter saido da arca em Gênesis 9.3: “Tudo o que se move e vive ser-vos-á para alimento; como vos dei a erva verde, tudo vos dou agora.”  Nenhuma restrição foi imposta exceto a de comer o sangue dos animais como vemos no versículo 4 “Carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis.” Não é mencionada nenhuma carne tida por proibida por ser considerada imunda. Possivelmente a divisão que encontramos em Genesis, trate-se apenas de uma imundície no que se refere a animais tipdos por imundos pelas pessoas, por um critério humano e não classificados assim por Deus. Também admite-se a hipótese de que fossem animais considerados imundos, por não serem aceitos para sacrifício a Deus. Mas não encontramos nenhuma base para afirmar que a restrição ao consumo desses animais já vigorasse nos dias de Noé.

Podemos então concluir, que o cristão estando sob o novo concerto, não está debaixo da proibição de comer os animais classificados como impuros em Levítico 11. A leitura de Romanos capítulo 14 apoiada pela leitura de outros textos bíblicos nos dão abundância de evidências quanto a isso. Se alguém deseja abster-se de comer aqueles animais tem liberdade em Cristo para faze-lo. Mas não tem o direito de querer impor sua opção á toda a comunidade cristã!"


 Autor: Rev. Francisco Belvedere Neto

Nota MCA: Só encontramos a orientação no NT a respeito da moderação, temperança, autodomínio, que incorre no nosso comportamento alimentar. Fato esse que a medicina hoje confirma, sendo que tudo exagerado é problemático para o organismo. 

190 comentários:

  1. olha só esse texto 2 corintios 6:15-18
    15 Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente?
    16 Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. Como disse Deus: "Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo".
    17 Portanto, "saiam do meio deles e separem-se", diz o Senhor. "Não toquem em coisas impuras, e eu os receberei"
    18 "e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas", diz o Senhor Todo-poderoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caninde, assim como acontece com a doutrina de 1844, tal é a visão adventista desse assunto. Contexto violentado!!!

      No capítulo o assunto é moral, nada de alimentação.

      Excluir
  2. Boa Noite Querido Luciano, em Cristo....

    Achei interessante este post do Rev. Francisco Belvedere Neto...

    Tem uma lista de de 10 animaizinhos lindos, criaturas do Deus Soberano.

    E aí eu te pergunto: você comeria alguns destes animais que se encontram na lista ? especialmente o número 1 ...

    Ora, se Deus purificou não haverá nenhum problema ao come-los !!! Se Deus "purificou". não é mesmo Luciano ?

    Se o Soberano Deus "purificou" esses animais, Ele esqueceu-se de tirar as toxinas ??

    Que tipo de purificação foi essa ?

    http://www.em10taque.com/10interessante/os-10-animais-mais-venenosos/

    São simples perguntas que se forem respondidas ficarei muito grato.

    em Cristo.... Edilberto...

    ResponderExcluir
  3. Para vc6 CRISTÃOS que comem de tudo que se meche..

    Eu desafio qualquer um de vc6 a comerem esta simples criaturinha de Deus, já que tudo que Ele criou é bom e serve para o consumo humano...

    http://www.em10taque.com/10interessante/os-10-animais-mais-venenosos/

    Estar o desafio proposto .............

    Água-viva (Box Jellyfish)

    É um animal aparentemente frágil mas com o mais mortífero veneno do mundo animal. Usa-o para caçar e matar as duas presas, como peixes e camarões, e contém toxinas que atacam o coração, o sistema nervoso e a pele. O seu efeito é tão doloroso que as vítimas humanas entram em choque e morrem antes de conseguirem chegar à praia. Os sobreviventes contam que as dores persistem durante semanas e que ficam com cicatrizes no local onde os tentáculos entram em contacto com a pele. Vivem ao longo da costa do norte de Austrália, são azuladas e chegam a crescer até aos 3 metros. Têm 15 tentáculos e cada um tem cerca de 5000 células venenosas. Não é mesmo para brincadeiras!

    ResponderExcluir
  4. Deus com sua sabedoria infinita definiu quais animais e quais características que o ser humano pudesse identificar,expresso em Levitico 11..

    Como você viu Luciano, nenhum destes animais se enquadram com as características dadas por Deus em Levítico 11. Se não houvesse tais características, como era que o povo de Deus iriam lidar (ou fazer distinção) com tais animais ?

    Se você disser que a medicina nos proporciona tal identificação, como é que fica a purificação dos animais imundos ?

    Imagina aí, você com certeza viu o Peixe Pedra, e o Peixe Balão, se não houvesse as descrições em Levíticos 11 acerca dos animais aquáticos, como seria a pesca do povo de Deus ? Muita dor e morte, em ?

    Todas aS Leis de Deus tem um Único proposito:: PROTEGER O POVO DELE !!!!!!!

    Nesta Lei Dietética DE DEUS eu vejo mais uma vez o AMOR DE CRISTO POR NÓS SERES HUMANOS.............

    Ele é mesmo maravilhoso, toda honra e glória seja dada somente a Cristo......

    ResponderExcluir
  5. Sim, Luciano, Pedro Comeu ou não comeu os animais que desceu num Lençol ??? Qual foi o entendimento que ele teve com respeito a visão ??? Era a purificação dos animais ou dos não Judeus ??? Que eram considerados imundos ?!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sétimo Dia, percebeu que vc não teve argumentos bíblicos neotestamentários? Seus argumentos foram um esforço de criar uma fumaça nos olhos...

      Obviamente argumentos subjetivos não resolveriam a questão.

      A falta de apoio neotestamentário é patente.

      A visão de Pedro é a respeito da inclusão dos gentios na Igreja. Ponto final. No entanto, a argumentação do Rev. Francisco mostra-se paralela, sob a seguinte observação:

      "embora de fato a visão tenha essa conotação, se dissermos que Deus não declarou puro tais animais, teremos então que dizer que Deus usou de uma figura falsa, para ilustrar uma realidade. O que seria totalmente incoerente."

      Não comer carne imunda no VT era moral ou cerimonial?

      Excluir
    2. "Como você viu Luciano, nenhum destes animais se enquadram com as características dadas por Deus em Levítico 11. Se não houvesse tais características, como era que o povo de Deus iriam lidar (ou fazer distinção) com tais animais ?"

      "A falta de apoio neotestamentário é patente."

      e patético... puro malabarismo....

      se o seu argumento tem algum sentido, como fica a questão das e as ervas e plantas que são venenosas, tem algum mandamento???

      Excluir
    3. Boa Tarde Fernando COSTA.

      Quando for tratado um tema sobre ervas venenosas, este será o momento certo pra você fazer este tipo de pergunta....

      Esta pergunta sua é patéticas !!!!!! Fora de Contexto...

      Excluir
    4. Respostas e mais respostas, que pena que aqui não tem isso Luciano !!!

      Excluir
  6. Bom dia,

    Na verdade é tudo uma questão histórica e lógica!

    Deus não criou os animais para servirem de alimento. Esse nunca foi o Seu plano original: A Bíblia diz em Gênesis 1:29: “Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dá semente; ser-vos-ão para mantimento.”

    Se Deus tivesse criado os animais com esse propósito, Ele seria no mínimo cruel, já que essas criaturas possuem sistema nervoso central e sentem dor.

    Entretanto, esse tipo de alimentação foi necessária por ocasião do dilúvio, quando Noé e sua família saíram da arca e o solo estava encharcado e não era possível plantar. Então, Deus permitiu pela primeira vez que se comesse carne. (Gênesis 9:2-5). Apesar disso esse não era o plano de Deus para a raça humana, da mesma forma que a rebelião ou o pecado não eram. Entretanto Deus não liberou que se comessem todos os tipos de carne porque sabia que poderia prejudicar a nossa saúde.

    Os textos de Paulo e Pedro estão ligados a choques culturais, preconceitos e costumes.

    Em todo o caso eu questiono: Porque nós deveríamos continuar nos alimento de animais, se hoje nós já não necessitamos disso? Será que não é apenas por um costume e capricho humano?! Porque nós deveríamos continuar com essa matança de animais apenas para satisfazer o nosso apetite? E mais: Porque não mudar nossa alimentação, já que no Céu, não haverá morte, nem dor e nem sofrimento e logo, nem carne?!

    Enfim, claro que não devemos julgar ninguém pelo comer ou pelo beber, mas seria interessante nos atentarmos para um princípio básico: o nosso corpo é Templo do Espírito Santo, e Deus nos deu inteligência e sabedoria para fazermos boas escolhas.

    ResponderExcluir
  7. "Entretanto Deus não liberou que se comessem todos os tipos de carne porque sabia que poderia prejudicar a nossa saúde."

    Gênesis 8
    3 Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde.

    onde existe a distinção ???

    a pergunta continua!!!

    se o seu argumento tem algum sentido, como fica a questão das e as ervas e plantas que são venenosas, tem algum mandamento???

    ResponderExcluir
  8. FERNANDO COSTA,

    Não compreendi direito a questão das ervas e plantas venenosas.
    Quem ditou as palavras de Levíticos 11 foi o SENHOR Jeová. Foi Ele quem deu as orientações dos animais puros e impuros para se comer. Se Ele não preparou uma orientação sobre ervas e plantas venenosas, talvez tenha sido por não haver necessidade. Antes do pecado não havia nada venenoso ou que pudesse matar o ser humano. Após o pecado, o homem deve ter aprendido a identificar o que era ou não comestível.

    Tirando isso, se você refletir na lógica que eu propus, perceberá que não existe razão para nos alimentarmos de carne hoje em dia.

    ResponderExcluir
  9. "Após o pecado, o homem deve ter aprendido a identificar o que era ou não comestível."

    mas não consegui identificar o que era puro ou impuro entre os animais???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez não, já que eles não morriam quando comiam.
      Se você come uma erva ou planta venenosa, o efeito sobre o corpo é mais evidente e rápido do que se você comer uma carne que vai te matando aos poucos. Mas não podemos esquecer que o pecado e suas consequências é algo gradual. Com certeza a degeneração da natureza, assim como o surgimento de novas espécies de plantas e sementes venenosas, foram surgindo e aumentando ao longo dos tempos, conforme a Terra envelhece em consequência do pecado.

      Mas você não devia me questionar sobre isso, mas sim questionar à Deus! Como eu disse, foi Ele quem ditou as palavras de Levíticos 11.

      E eu ainda insisto para que você tente compreender a lógica da necessidade de comer carne!

      Era o propósito de Deus, que comêssemos carne? Que matássemos os animais?

      Será que como cristãos, não conseguimos evoluir nossa mente e tentar controlar nossos apetites carnais?

      Ou será que, como o povo de Israel, estamos ligados ao apetite e as iguarias ao ponto de negarmos o "maná" dos céus e apenas querermos comer as carnes "egípcias"?

      Será que uma "revolução na saúde" não é um ponto significativo na vida de um cristão convertido?

      Será que preservar o corpo, o Templo do Espírito Santo, assim também como preservar a vida dos animais, criaturas de Deus, não é algo digno?

      Se você seguir a lógica de que TODOS os animais foram "purificados" por Deus para se comer, ou tudo o que se move de forma literal, você deve achar normal alguém comer cachorros, gatos, cavalos, coelhos, pássaros, elefantes, girafas e etc.

      Sejamos lógicos aqui.

      Excluir
  10. "Mas você não devia me questionar sobre isso"

    não, é vc. mesmo que devo questionar, como disse o meu irmão Luciano.

    ("Obviamente argumentos subjetivos não resolveriam a questão.")

    vc não sabe qual foi a finalidade da Lei???

    ai eu te respondo!!

    para no levar até CRISTO, que é o fim da LEI. (toda a LEI).

    então toda a sua argumentação não nos levou a lugar algum, foi apenas, bla, bla,bla....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro!! Porque a divisão de carnes imundas de outras, são símbolos direto de Cristo, né?! - Que ignorância meu irmão. Desculpe.

      Excluir
  11. "Se você seguir a lógica de que TODOS os animais foram "purificados" por Deus para se comer, ou tudo o que se move de forma literal, você deve achar normal alguém comer cachorros, gatos, cavalos, coelhos, pássaros, elefantes, girafas e etc."

    cachorro, cavalo, coelho (tem alguns países que comem), que significa isso?, nada apenas hábitos.

    carne de coelho até como, sem problema algum.

    Carne de coelho é uma das mais saborosas e saudáveis

    "Ainda pouco consumida no Brasil, a carne de coelho é bastante apreciada na Europa. Para ter uma ideia, em países como França e Alemanha, o consumo anual por habitante chega a 7 quilos, enquanto por aqui ainda não ultrapassa 200 gramas."

    Uma das opções de alimentação, onde a relação ácidos graxos saturados/ácidos graxos insaturados é menor, é a carne de coelho, quando comparada com a carne bovina. A carne de coelho tem uma menor quantidade de colesterol (50 mg/100 g produto) em comparação à carne bovina (140 mg/ 100 g). A relação ômega 6/ômega 3 é de 5,9, sendo próxima à relação necessária destes lipídios para um homem de 70 quilos, que é de 5. Apresenta também boa quantidade de proteína (25,50%) em relação à bovina (18%).

    A carne de coelho é notoriamente apreciada por suas propriedades nutricionais e dietéticas: a carne é magra e os lipídeos são altamente insaturados (60% do total de ácidos graxos), sendo ainda pobre em sódio, porém, rica em potássio, fósforo e magnésio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, partindo da premissa que a Lei toda foi abolida, penso que você realmente está livre pra comer o que você quiser: coma coelhos então se você deseja tanto, depois coma cavalos, hipopótamos, girafas, gorilas, macacos, ratos, coma o seu cachorro (se vc tiver um), gatos...AH! E como a Lei não existe mais, mate um ser humano também, e coma-o, afinal, a Lei "não matarás" não deve ser mais observada, e o ser humano faz parte do "tudo que se move na Terra", então, talvez você possa gostar da carne.

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Percebemos o esforço Adventista de manter a tal reforma de saúde, que o tema da postagem tem ligação direta.

    A validade da argumentação não é neotestamentária, portanto, sem respaldo inspirado do Espírito de Cristo.

    Bem, a lei cerimonial foi abolida, portanto, vcs mesmo estão na incoerência!

    Amigos Adventistas, mais uma doutrina exclusiva da mente de Ellen White, vossa papisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, se é para se comer tudo que se move de forma literal... Então não é pecado o canibalismo!

      Vai uma carne humana aí, Sr. Fernando Costa?

      Vai dizer que o consumo da carne humana é comum entre os povos silvícolas e pode ser consumida sem problema algum?

      Falta de interpretação lógica é o que mais aparece nesse blog. Paciência Sr. Luciano, paciência...

      Fique na paz!

      Excluir
    2. Luciano,

      será que vocês não compreendem que os animais possuem sentimentos?! Você já teve ou tem algum cachorro? Já conseguiu enxergar o amor nos olhos dele? A fidelidade? - Você não sabe que os animais sentem dor, possuem família, sentem medo e até mesmo choram? Você não percebe que os animais possuem sistema nervoso central?

      Eu não consigo entender: como pessoas que supostamente estão se preparando para um novo estilo de vida, de um mundo maravilhoso onde não existirá mais morte, pranto ou dor, conseguem acreditar que está correto matar e comer os animais na época em que vivemos hoje! E por qual razão? Apenas porque gostam do sabor da iguaria! E qual a justificativa? Porque a Bíblia relata que a carne foi liberada para mantimento dentro de um contexto e porque Paulo e Pedro nos orientam a não julgarmos o nosso próximo! - E como fica a nossa evolução como seres humanos? Como fica o crescimento gradual do amor de Deus e o aperfeiçoamento do nosso caráter?

      Excluir
    3. "Eu não consigo entender: como pessoas que supostamente estão se preparando para um novo estilo de vida,"

      argumento obtuso!

      não estamos num processo de evolutivo, como vc diz.

      a nossa nova vida (regeneração) devemos vir em santidade, mas santidade não se reduz a comida ou bebida.

      COLOSSENSES 2
      20 Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:
      21 Não toques, não proves, não manuseies?
      22 As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;
      23 As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.

      I CORÍNTIOS 15
      44 Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
      45 Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.
      46 Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
      47 O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu.
      48 Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
      49 E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
      50 E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.
      51 Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
      52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
      53 Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
      54 E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

      Excluir
    4. Irmão, você tem uma séria deficiência em interpretação de texto.

      Você disse: "a nossa nova vida (regeneração) devemos vir em santidade, mas santidade não se reduz a comida ou bebida."

      A santidade não se reduz a comida e bebida, porém, a santidade é um TODO!

      Você acha que quando Jesus Cristo voltar a Terra, os seus gostos, os seus hábitos e o seu caráter serão alterados magicamente? Se assim fosse, porque deveríamos nos preparar para o retorno de Jesus?! Se devemos nos preparar, é porque devemos mudar de vida! Se você acredita que ter saúde e usar o mínimo de inteligência pra saber que não é necessário comer animais não faz parte da santidade, tudo bem! Mas afirmar que a Bíblia não acha isso importante é tenso.

      "O justo olha pela vida dos animais." - Provérbios 12:10

      "Quem mata um boi é como o que tira a vida a um homem." - Isaías 66:3

      “Não sabeis que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado.” I Cor. 3:16 e 17.

      “Não estejas entre os bebedores de vinho, nem entre os comilões de carne. Porque o beberrão e o comilão caem em pobreza; e a sonolência vestirá de trapos o homem.” Prov. 23:20 e 21.

      “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” I Cor. 10:31.

      “os... que comem carne de porco, coisas abomináveis e rato serão consumidos, diz o Senhor”. Isa. 66:17


      Excluir
  14. fica claro que muitos querem moldar sua religião segundo os seus próprios desejos como em Isaías 4:1 Naquele dia sete mulheres agarrarão um homem e dirão: "Nós mesmas providenciaremos nossa comida e nossas roupas; apenas case-se conosco e livre-nos da vergonha de sermos solteiras! "
    muitos apenas querem ser chamada de cristãos mas sem nem uma obrigação com seu esposo cristo

    ResponderExcluir
  15. Depois de ler tantos comentários radicais, de pessoas que não tem interesse em evoluir um pouco como seres humanos e respeitar as criaturas do SENHOR, só posso dizer uma coisa: Coitado dos que adoram comer carne, é bom aproveitarem esse "estilo saudável de vida", pois no Céu, isso não existirá mais! Seria bom vocês pensarem nisso, pois a única coisa que levaremos conosco é o nosso caráter, se vocês não pensarem em mudar alguns hábitos aqui na Terra, como esperam ser felizes num lugar onde tais hábitos não serão mais praticados?

    Boa noite!

    ResponderExcluir
  16. Começo perguntado!

    Na visão, Paulo matou e comeu tais animais imundos?!

    O que a visão mostra claramente é Paulo rejeitando e ao final, não comeu nenhum destes animais.

    Então nem mesmo por este ângulo encontraríamos apoio de que devamos consumir tais animais.

    Quanto aos legumes citados nas cartas de Paulo, contextualmente o problema se dava devido a questão das carnes sacrificadas. Alguns, judeus, por temerem que comendo esta carne estariam fazendo algo ilícito, passaram a comer tão somente legumes, para não correr o risco de comer carnes sacrificadas.

    Paulo advertiu de que os ídolos nada são e que carnes sacrificadas, não representam perigo algum. Os que tinham fé então, continuaram a comer carne normalmente.

    Noutra carta, onde esta questão se tornou mais séria, poderíamos dizer assim, Paulo já recomenda que cristãos se abstenham de comer carnes que sabem com certeza serem sacrificadas a ídolos, a fim de não ferirem a fé dos demais irmãos.

    Outra coisa é que carnes imundas jamais passariam pelo mercado Judeu, quanto mais serem vendidas. Sendo que os cristãos provindos do judaísmo, ali, se mostravam preocupados tão somente por uma carne lícita puder ser uma carne sacrificada a ídolos, quanto mais rejeitariam carnes propriamente impuras.

    Este é o real contexto e motivo das observações de Paulo.

    ResponderExcluir
  17. Alguns versos:

    "Povo que de contínuo me irrita diante da minha face, sacrificando em jardins e queimando incenso sobre altares de tijolos; Que habita entre as sepulturas, e passa as noites junto aos lugares secretos; come carne de porco e tem caldo de coisas abomináveis nos seus vasos;" (Isaías 65:3-4)

    Será que Deus mudou de ideia e, agora, a carne de porco e ensopado de coisas abomináveis deixaram de desagradá-lo?

    E quanto as demais coisas que irritavam a Deus? Agora não irritam mais?

    "Os que se santificam, e se purificam, nos jardins uns após outros; os que comem carne de porco, e a abominação, e o rato, juntamente serão consumidos, diz o Senhor." (Isaías 66:17)

    Que vantagem haveria em Deus permitir que o homem passasse a se alimentar de animais impuros? Aqueles animais cuja carne são impróprias para o consumo?

    Creio que Deus não dedicaria tempo a inspirar uma carta, tão somente para dizer de que os cristãos poderiam comer qualquer carne que desejarem, precisamente aquelas que O deixam irritado quando comemos!

    Que cristão diria que é biblicamente correto comer um ratinho no espeto? Imagine uma congregação se reunindo para uma almoço ao lado da igreja e então visitantes chegassem ali e encontrassem, ensopado de carnes imundas? Rato, porco, urubu, macaco, cachorro, gato!?

    Lhes parece certo isto?! Creio que não!

    ResponderExcluir
  18. Resumindo as defesas adventistas apresentadas até aqui:

    1. Sem base neotestamentária.
    2. Argumentos subjetivos.
    3. Questionamentos que não consideram a revelação progressiva.
    4. Sentimentos e pressupostos culturais (comer gato, etc. quando tais sentimentos seriam com o gado na Índia).

    Tal como a "doutrina de 1844", a doutrina da "reforma da saúde", é exclusivamente da imaginação de Ellen White.

    Deus ilumine a vida de vocês, e percebam, que o que estamos falando não é por maldade alguma, mas no interesse de colocar uma ferpa na consciência, pela graça de Deus, e vocês pelo menos teham a coragem de reconhecer que Ellen White não foi uma profetisa bíblica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resumindo as defesas adventistas apresentadas até aqui:

      1. Princípio bíblico de saúde e conservação do corpo. - “Não sabeis que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado.” I Cor. 3:16 e 17.

      2 - Raciocínio lógico - “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” I Cor. 10:31.

      3 - Sabedoria - “Não estejas entre os bebedores de vinho, nem entre os comilões de carne. Porque o beberrão e o comilão caem em pobreza; e a sonolência vestirá de trapos o homem.” Prov. 23:20 e 21.

      4 - Ciência - Já é um fato que os adventistas tem um estilo de vida saudável e que vivem mais tempo, pois entendem que a vida saudável é um princípio coerente em respeito ao corpo e a mente, e acima de tudo, ao Criador que lhes deu a vida. - "Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma."
      3 João 1:2

      5 - Que nos contextos de Paulo e Pedro, estava sendo combatido o preconceito e a discriminação. O não julgar o próximo e os choques culturais.

      6 - Que os apetites devem ser controlados. - “Pois muitos andam entre nós, dos quais, repetidas vezes, eu vos dizia e, agora, vos digo, até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre [stomach – NIV], e a glória deles está na sua infâmia, visto que só se preocupam com as coisas terrenas. Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas.” Filip. 3:18-21.

      7 - Que no Céu, não existirá carne nem assassinato de animais. - "E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas." Apocalipse 21:4

      8 - Que podemos ser pessoas melhores aqui na Terra. - “Filho meu, não te esqueças dos meus ensinos, e o teu coração guarde os meus mandamentos; porque eles aumentarão os teus dias, e te acrescentarão anos de vida e paz.” Prov. 3:1 e 2.

      9 - Que comer animais não era o plano de Deus para a vida humana. - "E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento." Gênesis 1:29

      10 - Que Deus não muda os Seus princípios. - “os... que comem carne de porco, coisas abomináveis e rato serão consumidos, diz o Senhor”. Isa. 66:17

      "O justo olha pela vida dos animais." - Provérbios 12:10

      "Quem mata um boi é como o que tira a vida a um homem." - Isaías 66:3

      Enfim, que Deus nos deu inteligência e sabedoria para discernirmos o que é bom ou não para nós e para o mundo.

      Reflitam:

      "Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante." - Albert Schwweitzer (Nobel da Paz - 1952)

      "Nada beneficiará mais a saúde da humanidade e aumentará as chances de sobrevivência da vida na Terra quanto a dieta vegetariana." - Albert Einstein (Nobel - 1921)

      "Enquanto o homem continuar a ser destruidor impiedoso dos seres animados dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor." - Pythagoras

      Excluir
    2. tudo muito bonitinho seu argumento, mas subjetivo, e acho mesmo que devemos cuidar da saúde, mas e dai.

      COLOSSENSES 2
      20 Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:
      21 Não toques, não proves, não manuseies?
      22 As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;
      23 As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.

      Excluir
    3. Fernando,

      O contexto de Colossenses 2 é em relação a costumes e cerimonias. Ele estava alertando os colossenses quanto aos "judaizantes", que queriam impôr as tradições judaicas aos gentios.
      Não é um contexto específico de saúde.

      Excluir
    4. é em relação a costumes e cerimonias. Ele estava alertando os colossenses quanto aos "judaizantes", que queriam impôr as tradições judaicas aos gentios.

      e o que vc. estão fazendo??

      comer isso ou aquilo, não são costumes cerimoniais???

      Veja, a salvação é tão somente pela graça, não depende em nada quanto ao cumprimento da lei, mas devido a regeneração obtida pelos méritos de Cristo, temos uma nova natureza, e devemos viver em santidade, que não tem nada ha ver com cumprimentos de rituais. mas com o fruto do espirito

      Gálatas 5:
      22 Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
      23 Contra estas coisas não há lei.

      Excluir
    5. Mas irmão Fernando,

      Eu não estou cumprindo nenhum ritual! Não é questão de ritual. É por uma questão de saúde e preservação da vida.

      Como o irmão mesmo mencionou:

      Gálatas 5:
      22 Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
      23 Contra estas coisas não há lei.

      TEMPERANÇA - significa equilibrar, colocar sob limites, moderar a atração dos prazeres, assegurar o domínio da vontade sobre os instintos e proporcionar o equilíbrio no uso dos bens criados. Essa virtude serve para controlar o pecado da gula.

      Se o irmão contextualizar o plano original de Deus para a alimentação do ser humano, perceberá que nós nos desviamos desse plano. Será que é tão ruim assim deixar de comer animais?!

      Não é uma questão de condenar ou julgar. Pois somente Deus tem esse direito. Mas é uma questão de coerência.

      Deus quer que tenhamos saúde. Ele quer que vivamos saudáveis e por muito tempo.

      E porque eu deveria continuar proporcionando dor e sofrimento aos animais? Apenas para satisfazer o meu apetite?

      Excluir
    6. "Mas irmão Fernando,

      Eu não estou cumprindo nenhum ritual! Não é questão de ritual. É por uma questão de saúde e preservação da vida."

      poi é, eu posso até evitar algum tipo de alimento por uma questão de saúde, mas é só isso.

      mas não é o que diz o seu irmão Gilson Tenório e nem a IASD.

      Excluir
  19. Gilson Tenório

    "Bem, se é para se comer tudo que se move de forma literal... Então não é pecado o canibalismo!

    Vai uma carne humana aí, Sr. Fernando Costa?

    Vai dizer que o consumo da carne humana é comum entre os povos silvícolas e pode ser consumida sem problema algum?"

    Acho que vc.não sabe qual a diferença entre o ser humano e o animal!!

    ResponderExcluir
  20. A diferença é que certos animais são mais inteligente que muitos "homens".

    Certos "homo sapiens" acham que Deus é igual a eles (homo sapiens). O "homo sapiens" faz suas leis e depois revogam, anulam,modificam conforme lhes convém e acham que o Senhor Deus também faz a mesma coisa.

    Amados, Deus é perfeito, e suas leis são perfeitas e imutáveis.

    Imaginamos agora no Tribunal Celestial:

    Perante Deus estão aqueles que estavam em Isaías 66: 17 e os cristãos que comem de tudo (incluindo carnes imundas e abomináveis) dizendo que Deus as "purificou"...

    Os de Isaías 66:17 serão consumidos por comerem carnes imundas e abomináveis. E agora os "cristãos" que comeram as mesmas comida (imundas e abomináveis) serão salvos?

    Se eu fosse um dos que fossem destruídos por comer tais alimentos eu questionaria a Deus veementemente! Por que eu serei destruído e eles que fizeram o mesmo não?

    Seria isso justo? Alguns serem destruídos por comerem carnes imundas e outros não?

    Deus é justo!

    Deus jamais faria uma coisa dessas. Deus nuca disse que poderíamos comer tais alimentos que Ele mesmo disse para não comermos. Ele sabe o que é melhor para nossa saúde e salvação!

    Fique na paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A diferença é que certos animais são mais inteligente que muitos "homens"."

      que não é o seu caso!!

      vc não leu tos os post, e as argumentações apresentadas.

      "Deus jamais faria uma coisa dessas. Deus nuca disse que poderíamos comer tais alimentos que Ele mesmo disse para não comermos. Ele sabe o que é melhor para nossa saúde e salvação!"

      pois é, a sua salvação está em comer ou não comer, e a minha está em CRISTO.

      Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. (Hebreus 12 : 2)

      Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz." (Colossenses 2 : 14)

      a paz de CRISTO.

      Excluir
    2. Vc está colando textos fora de contextos Fernando!

      Vc discorda que Deus saiba o que é melhor para nossa saúde e salvação?

      Deus fez tudo certinho desde Gênesis, o homem que quer mudar a seu bel prazer...

      Como disse antes: Deus fez suas leis perfeitas! O home infelizmente tenta mudá-las.

      Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. (Atos 5:29)

      Fernando, Importa obedecer a Deus e não aos homens...

      Fique com Deus!

      Excluir
  21. Estou observando os comentários e admirado com a incredulidade do adventistas, na revelação do novo testamento. É impressionante como estas criaturas dependem exclusivamente dos antigo testamento e desprezam completamente a revelação de Jesus Cristo dada a Paulo. Não se trata de um grupo cristão, evidentemente, mas um movimento judaizante que se utiliza do nome de Cristo para difundir suas heresias, como aquela de que não houve remissão de pecados na cruz, CONTRARIANDO na cara de pau oque dia lá em hebreus 10:18. Eu realmente fico impressionado como é que estas pessoas erram tanto com as escrituras escancaradas na frente dele. Já refutei os argumentos deles, no post sobre a refutação do que Dani Marques declarou. e o Sr. Adventista, Gabriel Sanchez, Gilson Tenório, debandaram e NÃO responderam aos meus comentários. Ficam como agora, atirando no escuro, pegando textos de Isaías referentes a Israel usando de argumentos de cunho pessoal, ou seja, porque não gosto é falso. Os adventistas definitivamente não crêem na comissão que o apóstolo Paulo recebeu diretamente de Jesus Cristo, mas sim nas "revelações" de uma mulher acompanhanda por um anjo guia que como já falei em outra ocasião nada mais são do que espíritos das trevas mascarando-se em anjos de luz. Os escritos de Jesus na pessoa de Paulo NÃO tem identificação nenhuma com os chamados testemunhos de Ellen White. Absolutamente. Identificação ZERO. Vocês adventistas não conseguem demonstrar o ensinamento que receberam pelas epístolas de Paulo, como eu já repeti inúmeras vezes, mas vocês em vez de confirmarem com as escrituras continuam teimando, mesmo sabendo que estão errados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAULO CADI

      "Estou observando os comentários e admirado com a incredulidade do adventistas"

      pois é meu amado irmão, a gente vai dando corda, e eles vão colocando para fora as suas incredulidades.

      dão ouvida a criatura em vezes do criador.

      COLOSSENSES 1
      13 O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor;
      14 Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;
      15 O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
      16 Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele.
      17 E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
      18 E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.
      19 Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse,
      20 E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.

      amém ...amém...amém

      Excluir
    2. VC não refutou nada! pelo contrário vc foi mais do que refutado... rsrs

      Se vc lesse TODA a Bíblia, a Palavra de Deus, vc veria que as Epístolas de Paulo não entram em contradição com o restante da Bíblia, mas sim em harmonia como sempre foi.

      Mas vc se prende somente a uma parte da bíblia e fica colocando textos fora de contextos e muito fora da história contada na Bíblia Sagrada.

      Vc fica criando doutrinas a partir de versos que se vc lesse mais um pouco ficaria claro que Deus não se contradiz. Quando vc faz isso vc está chamando Deus de mentiroso, blasfêmia!

      Vc acha mesmo que Deus fez suas leis e depois as anulou?

      Por acaso Deus é imperfeito?

      Claro que não! Deus é perfeito e suas leis também o são!

      Paulo Cadi, infelizmente não dá para levá-lo a sério..

      Que Deus o ilumine.

      Excluir
    3. Gilson Tenório Vá lá no post "uma refutação sobre o artigo de Dani Marques" e refute-os. Estou esperando até agora e NADA. Os meus três comentários são do dia 22.10.2013 e do dia 25.10.2013.Vocês não responderam porque não sabem São argumentos irrefutáveis e sei doque estou falando. Você não mostra nenhum texto nas cartas de Paulo que sustente as falsas doutrinas e a pretensão de sua denominação de ser o porta voz de Deus. Vocês não tem capacidade de debater comigo. Quem lê os comentários e é inteligente vê isso de cara. Me parece que quando vocês lêem meus comentários vocês não entendem o que estão lendo. Vocês muito aquém do meu conhecimento da bíblia. Você é um pretensioso e tem medo de debater comigo pois não apresenta nada nas cartas de Paulo. Estou lhe desafiando a demonstrar a doutrina do juízo investigativo nas cartas de Paulo. Já o fiz em outra ocasião e você ficou quieto. Qual é a sua cara?

      Excluir
    4. FERNANDO COSTA e PAULO CADI,

      Com todo o respeito e sem parecer sem educação, mas o "deus" que vocês estão divulgando é louco e incoerente.

      Em todo o momento, eu estou usando a lógica, o contexto histórico e a Palavra de Deus para falar sobre a saúde e a falta de necessidade para se comer carne em nossos dias. - Não quero que vocês pensem que eu sou "perfeito" ou que as minhas ideias propostas aqui são "perfeitas", pois assim como vocês, meu objetivo é aprender. Minha intenção também não é julgar ninguém pelos seus gostos pessoais.
      Entretanto, é inevitável perceber que vocês utilizam uma interpretação LITERAL das Escrituras, a ponto de ignorarem o contexto histórico e a crítica analística do sentido do texto. - A pergunta que fica é: Onde está a hermenêutica filosófica?!

      PAULO CADI, da mesma forma que você diz que ficou sem respostas para algumas das suas argumentações, eu posso afirmar que também fiquei sem as minhas. Logo, não houve toda essa sua "refutação" como você nos informa. Quanto a "incredulidade dos adventistas", eu preciso questionar: A qual incredulidade você se refere?!

      FERNANDO COSTA, ao ler as suas postagens, eu percebi que você tem cerca de 2% de hermenêutica em relação aos textos que você cita. Você ignora completamente o contexto e não analisa o sentido do texto. Apenas os lança no post.

      Irmãos, toda essa questão de saúde e matança de animais, não está relacionada somente à IASD ou EGW. A Bíblia nos informa o propósito de Deus quanto a isso, e demonstra que é necessário usarmos o bom senso em nossa alimentação. Que sentido mais encontrar para algumas passagens que eu citei? Porque ser temperante se podemos comer qualquer coisa? Pra que ter boa saúde se queremos e podemos comer qualquer coisa? Onde está a coerência num "Deus" que nos informa o que devemos e não devemos comer, e depois aparentemente "libera" tudo e em seguida pede para que sejamos saudáveis?! Ilógico!

      Oremos para que Deus nos ajude a entendermos mais a Sua vontade quanto a este assunto. Mas não sejamos estúpidos conscientes para ignorarmos a forma lógica de se estudar a Bíblia.

      Excluir
    5. PAULO CADI,

      Tentei falar um pouco sobre o sentido que eu entendo sobre Hebreus 4, no seu post de 22.10.2013.

      Quanto ao outro, vou dar uma estudada.

      Excluir
    6. Gabriel Sanchez como é que vocês PASSAM POR CIMA dos MANDAMENTOS que Cristo deu à sua Igreja, inclusive no tocante à mulheres líderes espirituais no Corpo de Cristo, como está em 1 Coríntios 14: 34-40; 1 Timóteo 2:10-14; 1 Pedro 3:1-6, mandamentos esses dados debaixo do sangue de Cristo, na nova aliança e querem impor levítico 11 dado debaixo do sangue de animais, quando não existe NENHUMA citação de tais mandamentos para a Igreja, mas o oposto do que você afirma. Você tem que dar os textos, velho! Que é isso?! Continuam não querendo responder aos meus argumentos IRREFUTÁVEIS no post "Dani Marques". Paulo afirma exatamente o oposto do que Ellen White que estava desobedecendo os mandamentos que citei acima, porque tinha sobre si, não o Espírito Santo, que iria faze-la obedecer os mandamentos que proíbem mulheres líderes espirituais no Corpo de Cristo, mas ele tinha o espírito de Jezabel, que é rebelde a palavra do Senhor. Em Gênesis 3 a mulher quis tomar a liderança e se ferrou. Ela disse: "A serpente me ENGANOU e eu comi. Paulo em 1 Tm. "A mulher aprenda em SILÊNCIO com TODA A SUJEIÇÃO. NÃO PERMITO QUE A MULHER ENSINE, nem que use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em SILÊNCIO. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão NÃO foi enganado, mas a mulher sendo ENGANADA CAIU EM TRANSGRESSÃO. 1 Tm. 2:10-14. O motivo dado por Paulo não foi contextual mas relacionado a queda . O Espírito Santo não irá contra a própria palavra que ele inspirou Paulo a escrever. White, estava FORA da palavra que aí sim ao líder dos gentios foi entregue DIRETAMENTE por Jesus Cristo. Essa mulher foi "inspirada por outro espírito, mas não pelo Espírito Santo. Então, a sua denominação está DESOBEDECENDO a palavra ao ter como líder espiritual uma mulher. Vou repetir de novo para ver se entra na cabeça de vocês. Nem à Maria, a mãe de Jesus, foram dadas quaisquer revelações em matéria de doutrina; Isto que ela tinha TODAS as credenciais para isso. Mas foi humilde, repousando o Espírito do Senhor sobre ela, e não era como essas jezabéis que passam por cima de qualquer texto que reprove a sua conduta. O que postei em "Dani marques" continua sem resposta.

      Excluir
    7. Calma ae PAULO CADI, não me venha com machismo a ponto de, mais uma vez, usar o texto fora do contexto.

      Analisemos o contexto: A igreja de Corinto era composta de conversos de origem judaica e grega (Atos 18:4). Nos serviços religiosos das sinagogas da época, as mulheres judias assumiam uma atitude passiva, permanecendo separadas dos homens e comportando-se com decoro e discrição. Já o paganismo grego de Corinto estimulava uma participação litúrgica feminina proverbialmente irreverente e imoral. Alusões são encontradas a cerca de mil prostitutas cultuais que atuavam no templo dedicado à Afrodite (deusa do amor), na Acrópole daquela cidade.

      O conselho de Paulo em 1 Coríntios 14:34 e 35 pode ter sido motivado pela manifestação de resquícios de irreverência litúrgica entre as mulheres que aceitaram o cristianismo, provenientes do paganismo. Endossando essa posição, Jack J. Blanco parafraseou interpretativamente esse texto, em sua The Clear Word, da seguinte forma: “Como em nossas sinagogas, as mulheres que frequentam a igreja não deveriam falar em voz alta e comportar-se de maneira repreensível, como fazem nos templos pagãos, mas permanecer em silêncio e prestar atenção, como a lei ordena, de modo a não ofender os crentes judeus. Se vossas mulheres não conseguem entender o que está sendo ensinado, não deveriam interromper o pregador, mas esperar até chegarem em casa e perguntarem a seus maridos. Embora as mulheres pagãs falem em voz alta e interrompam os outros nos lugares de culto, é desonroso a uma mulher cristã comportar-se dessa maneira.”

      Não se pode descartar a possibilidade de que Paulo, no texto em discussão, estivesse também restringindo o ensino religioso público às pessoas do sexo masculino. Mesmo sancionado à mulher o direito de orar e profetizar (ver 1 Coríntios 11:5), Paulo era incisivo em não permitir que a mulher ensinasse publicamente: “A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio” (1 Timóteo 2:11 e 12; ver também Efésios 5:22-24). Essa atitude do apóstolo, de aparente discriminação da mulher, tem sido entendida por muitos comentaristas como uma manifestação de respeito para com a cultura religiosa judaica da época (ver 1 Coríntios 9:20; 1 Tessalonicenses 5:22), não podendo ser considerada como universalmente normativa.

      Se você crê que a mulher não tem um papel importante para o mundo cristão, você deve ignorar a profetisa Ana, a juíza Débora, a corajosa Ester, Sara, Rute e etc. - Deus não faz acepção de pessoas.

      EGW foi uma profetisa, uma mensageira. Não existe respaldo bíblico dizendo que Deus não usaria uma mulher se Ele assim o quisesse!

      Excluir
    8. Fala sério Paulo Cadi, vc ainda com seu machismo...

      Se for assim com vc pensa, então tire da sua Bíblia os livros de Rute, Ester, as Histórias da Juíza Débora, as filhas de Felipe que profetizavam,ora profetizavam junto com o pai que era evangelista, elas evangelizavam junto como pai.

      DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS!

      Ele não fez o homem melhor que a mulher e vice-versa. Se não posso ouvir a mulher pq ela foi enganada pela serpente, quanto mais o homem que foi enganado pelo seu próprio coração. Pelo menos a mulher foi engana pelo pai da enganação e da mentira, enquanto que o homem engana a si mesmo ou vc acha que Eva seduziu Adão?

      Adão ainda culpou Deus pelo seu erro: "...A mulher que me deste..." (Gênesis 3:12)


      Como sempre digo: texto fora de contexto!

      Fique com Deus!

      Excluir
    9. Vocês são INCRÉDULOS na palavra. Acreditam sómente em sua profetisa e denominação. Não respeitam o homem que Deus separou, ungiu e enviou aos gentios. As mulheres do antigo testamento NUNCA receberem revelações para a nação de Israel. À qual delas veio o "ASSIM DIZ O SENHOR"? A palavra de Deus veio sómente aos PROFETAS como esta lá em hebreus 1:1-3. Isto aí não tem nada a ver com machismo, e se machismo é obedecer a Deus então eu sou machista. Repito, vocês são INCRÉDULOS. Eu acabei de dizer no comentário anterior que o motivo de Jesus Cristo proíbir mulheres pregadoras NÃO é contextual mas por causa da queda e transgressão da mulher. Deus NÃO irá contra a sua própria palavra. Porque os apóstolos só foram homens? Porque o Senhor não pôs por exemplo Maria Madalena como apóstala? É claro que as mulheres tem um papel importante na Igreja, mas NUNCA o de liderar o varão. Vocês estão torcendo as escrituras completamente. Dê uma olhada em efésios 4:11 e veja nos cinco oficios dados PELO SENHOR tem o de "profetisa"? A revelação dada a Igreja veio sómente aos apóstolos como está em efésios 3:5. E a respeito do post, vocês querem anular os mandamentos que o Senhor deu a sua Igreja debaixo do seu sangue e querem impor Levítico 11 dado debaixo do sangue de animais quando NENHUMA menção deste texto é feita no novo testamento, nem mandamento de espécie alguma semelhante a este. Vocês estão pervertendo as escrituras para acomodar-se as heresias de uma mulher e seu "anjo guia".



      Excluir
    10. Vc leu o que escrevi sobre Adão e Eva, em relação a queda?

      Vc já foi no link que o Sr Adventista publicou mais embaixo?

      Infelizmente vc se prende apenas em alguns versículos da Bíblia, enquanto vc deveria considerá-la como um TODO, A BÍBLIA TODA, assim vc não ficaria fora de contexto.

      Fique com Deus!

      Excluir
    11. Agora eu fiquei sem palavras! O machismo impera por falta de conhecimento!

      Deus me livre desse "Deus" de vocês. Um Deus psicopata, machista, louco, infiel, que muda de opinião toda hora, egocêntrico e que faz acepção de pessoas!

      A habilidade de usar um texto fora do contexto é extraordinária!! Incrível!!

      sem palavras

      Excluir
    12. Você continua desobedecendo a Jesus Cristo na pessoa do apóstolo Paulo: "Mas quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça, REVELAR SEU FILHO EM MIM para que o pregasse AOS GENTIOS..."Gálatas 1:15-16; "E vós sabeis que primeiro vos anuncei o evangelho em enfermidade da carne; E não desprezastes nem rejeitastes isso que era uma tentação na minha carne, antes me recebestes como um anjo (mensageiro) de Deus, como JESUS CRISTO MESMO". Gálatas 4:13-14. Paulo e Jesus Cristo, são UM, se você entender o que estou dizendo. Você afirma : "A BÍBLIA TODA". Ora, na BÍBLIA TODA a revelação de Deus veio só à homens, tantos os profetas do antigo testamento, como os apóstolos do novo testamento. Me mostre NA BÍBLIA TODA onde o "ASSIM DIZ O SENHOR" veio para uma mulher ou mulheres receberam revelações para a Igreja como Corpo de Cristo? Não existe isso. Vocês estão laborando em êrro. Isso é anticristo, antipalavra, entendeu? O caro Sr. Adventista não respondeu aos meus comentários IRREFUTÁVEIS que estão lá no post sobre a "Dani Marques". Eu não cito nada fora de contexto, vocês é que começam a fazer citações soltas para sustentar o que o novo testamento desconheçe.

      Excluir
    13. Então você acha que Deus enxerga o homem como sendo superior a mulher?

      Ele olha lá do alto e dá mais importância ao homem? O homem é mais importante pra Ele? Deus é homem? (tem sexo masculino)

      Excluir
    14. Gabriel Sanchez
      "FERNANDO COSTA, ao ler as suas postagens, eu percebi que você tem cerca de 2% de hermenêutica em relação aos textos que você cita. Você ignora completamente o contexto e não analisa o sentido do texto. Apenas os lança no post."

      não, não estão fora do contexto não, basta um pouquinho de lucidez, eles são claros e falam por si mesmo. E que vcs. ignoram completamente a obra de CRISTO explicada pelos apóstolos, principalmente por Paulo e a Carta ao Hebreus.

      Excluir
    15. Olha, não querendo ser radical, mas adotando a liberdade de expressão, eu afirmo com toda a convicção: Se o meu Deus fosse como esse "deus" que vocês divulgam, eu preferia arder no fogo do inferno do que servir um deus "grego" louco como esse.

      Quanto a alimentação e os animais, creio que tudo está claro! ;D O pior cego, é aquele que não quer enxergar. Se vocês desejam continuar a comer carne, fiquem a vontade, já que no final de todas as coisas, isso já não fará mais parte da nossa vida, talvez eu esteja apenas um pouco adiantado! :)

      Paz!

      Excluir
    16. Deus ofertou a mulher o dom da maternidade e trouxe por meio dele, através dela, seu próprio Filho. A mulher é da mesma natureza do homem e portanto não é inferior, mas posicionalmente está em sujeição amorosa ao homem. Falo qui dos homens de Deus, não destas imundícies que acontecem no mundo, como maltratos, grosserias assassinatos, abuso de mulheres etc. Estou me dirigindo à igreja onde se pressupõe deve ou deveria haver um relacionamento espiritualizado tendo como resultado uma vida amorosa gratificante entre marido e esposa. O marido é o pastor de sua casa. Entendeu Gabriel? Você é que está tendo uma visão distorcida da natureza de Deus, provavelmente por não conhece-lo, talvez sómente sob o olhar de sua denominação. Deus é homem sim, na pessoa de Jesus Cristo. Tanto é que nas teofanias do antigo testamento ele sempre se apresentou como HOMEM. Os cultos e religiões pagas é que tem deusas mulheres. Deus nunca é chamado de mãe nas escrituras mas sempre como Pai, ainda que a palavra nos revele que o seu amor e superior ao de uma mãe. Este Deus que eu divulgo é o mesmo que entregou o ente que mais amava para levar os nossos pecados, sendo nós ainda ímpios. Olhe sempre para a cruz que estas perguntas que você fez aí vão se dissipar como neblina.

      Excluir
    17. Sinceramente, você parece ser uma pessoa muito inteligente pra falar tanta coisa sem nexo.

      Ao examinar as Escrituras, dois fatos ficam bem claros: primeiro, Deus é Espírito e não possui características humanas ou limitações; segundo, todas as evidências encontradas nas Escrituras concordam com o fato de que Deus Se revelou à humanidade na forma masculina. Antes de tudo, a verdadeira natureza de Deus precisa ser entendida. Deus é uma pessoa, obviamente, porque Deus demonstra todas as características de uma pessoa: Deus tem uma mente, vontade, intelecto e emoções. Deus se comunica, tem relacionamentos, e as ações pessoais de Deus são evidenciadas por toda a Bíblia.

      Como João 4:24 diz: “Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.” Já que Deus é um ser espiritual, Deus não possui características humanas físicas. No entanto, às vezes a linguagem figurativa é usada nas Escrituras para descrever Deus com características humanas – isso é chamado “antropomorfismo”. Antropomorfismo é apenas uma forma que Deus (um ser espiritual) usa para comunicar certas verdades sobre Sua natureza à humanidade, seres físicos. Já que o homem é um ser físico, o homem é limitado na sua capacidade de compreender as coisas que vão além do reino físico, e antropomorfismo na Bíblia ajuda o homem a entender quem Deus é.

      Parte da dificuldade vem ao se examinar o fato de que o homem é criado à imagem de Deus. Gênesis 1:26-27 diz: “Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.”

      O que isso significa é que tanto o homem quanto a mulher foram criados à imagem de Deus, pois eles são mais magnificentes do que o resto da criação; eles, como Deus, têm uma mente, vontade, intelecto, emoções e capacidade moral. Animais não possuem essa capacidade moral e também não possuem um componente imaterial como o resto da humanidade possui. Gênesis nos diz que quando o homem foi criado por Deus, Deus o criou à Sua imagem. A imagem de Deus é o fator espiritual que apenas o homem possui. Deus criou o homem para ter um relacionamento com Deus; o homem é a única parte da criação projetada para esse propósito.

      Tendo dito isso, o homem e a mulher são os únicos projetados à imagem de Deus – eles não são “cópias exatas” de Deus, e o fato de que há homens e mulheres não indica que Deus tenha características masculinas e femininas. Lembre-se: ser criado à imagem de Deus não tem nada a ver com características físicas.

      Por que Deus escolheu se apresentar ao mundo com características masculinas? Ora, para realizar o Seu propósito! A cultura humana se desenvolveu machista, e para que os propósitos de Deus e a Sua mensagem tivessem o impacto necessário, ou fosse levados em consideração, precisava estar dentro do contexto do ser humano. - As mulheres não tinham a mesma autoridade do homem, logo, isso dificultaria a expansão dos propósitos de Deus. - Entretanto, isso não significa que Deus possui sexo masculino. Essa foi a forma que Ele escolheu se revelar ao mundo, não o que Ele é!

      Números 23:19 diz: “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa”

      Excluir
    18. Quanto ao papel da mulher, a Bíblia mostra que Deus escolhe quem Ele quiser para realizar os Seus propósitos, independente do sexo. Como eu já disse, temos como exemplos a profetisa Ana, a juíza Débora, a corajosa Ester, Sara, Rute e etc. - Deus não faz acepção de pessoas.

      Se Deus quis escolher uma mulher (EGW), assim como escolheu tantas na Bíblia, para divulgar a Sua mensagem, isso não nos compete discutir apenas por termos espírito machista.

      Entretanto, para a sua informação, Ellen G. White nunca foi a líder da Igreja Adventista. Ela foi uma profetisa, uma mensageira. Assim como Ana na Bíblia. Mas era James White e outros homens que organizavam e administravam a Igreja.

      Excluir
    19. Ah! E PAULO CADI, quanto ao seu desafio: Me mostre NA BÍBLIA TODA onde o "ASSIM DIZ O SENHOR" veio para uma mulher"


      Eis que eu te mostro:

      "Então Hilquias, e os enviados do rei foram ter com a profetisa Hulda, mulher de Salum... E ela lhes disse: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Dizei ao homem que vos enviou a mim: Assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre este lugar, e sobre os seus habitantes, a saber, todas as maldições que estão escritas no livro que se leu perante o rei de Judá" (2Cr 34:22-24).

      Excluir
    20. Gabriel, as escrituras dão testemunho que: "No princípio era o verbo (a palavra), e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus". Jo. 1:1; "E o verbo se FEZ CARNE e habitou entre nós..."Jo. 1:14; "E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne..."Antes da encarnação do verbo (a palavra): "Chegai-vos a mim, ouvi isto; não falei em segredo desde o princípio; desde o tempo em que aquilo se fez Eu estava ali, e agora o SENHOR DEUS me enviou A MIM, e o seu EspÍrito". Isaías 48:16; "...E chamarão o seu nome Emannuel, que traduzido é Deus conosco". Mt. 1:23. João identifica a palavra ou verbo como sendo Deus. Na descida do verbo ele não deixou de ser Deus, mas assumiu a figura de homem, como está lá em Fp. 2:8, passando por todas as fases que um redimido tem de passar para que nEle nós fôssemos reconhecidos. A palavra não pode deixar de ser Deus em instância nenhuma, e ela mesmo sua encarnação ela mantém sua precedência sobre a carne. Deus como Espírito também é homem, porque este têrmo afirma a energia masculina como impulso criador, original, como aquele que fecunda etc, como Jacó que erigiu um pilar ao Deus de Israel simbolizando o poder criativo de Deus, sua paternidade, poder absoluto e controlador de todas as coisas, inequiparável etc. Deus escolhe quem ele quiser, mas nunca vai contra a sua palavra. Concernente à Israel: "Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os PROFETAS" (não profetisas). Amós 3:7; "Havendo Deus antigamente falado muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos PROFETAS..."Hebreus 1:1. Se você ler bem a passagem de 2 crônicas notará que Deus NÃO trouxe revelações doutrinárias através da profetisa Hulda, ao contrário, ela os enviou aos escritos de Moisés. O assim do Senhor para ela segue em forma secundária, mantendo sujeição ao varão. me mostre onde o Espírito Santo produziu literatura na bíblia através de uma mulher? Me mostre se nos embates de Jesus com os judeus eles alguma vez se reportaram a profetisas? Me mostre onde nas escrituras está escrito assim: "Assim VEIO A MIM a palavra do Senhor, dizendo:" Jeremias 1:4; "Veio EXPRESSAMENTE a palavra do Senhor a Ezequiel..."Ez. 1:3; Veio mais a MIM a palavra do Senhor, dizendo:" Ez. 23:1(exemplo) e o início de quase todos os capítulos do livro; "A palavra do Senhor, QUE FOI DIRIGIDA A OSÉIAS". Oséias 1:1 e por aí vai. No tempo dos juízes Israel estava em grande apostasia e não haviam profetas até quando Deus levantou Samuel. O fato de Hulda julgar a Israel por um tempo era para humilha-los por sua apostasia, como está em Isaías 3:12: "Os opressores do meu povo são crianças e MULHERES DOMINAM SOBRE ELE..." Uma mulher com autoridade sobre o varão só serve para humilha-lo, e mais nada. Deus NUNCA trouxe revelações para Israel através de uma mulher, eu repito. Se você ler o texto de 2 Cr. que citou e compara-lo com Isaías, Jeremias, Ezequiel, Daniel etc. entenderá o que estou falando. Então caro Gabriel, você ficou devendo está. Ellen White é sim a líder espiritual dos adventistas, ou não são seus escritos obra do Espírito de Profecia de ap. 12:17 e 19:10? Nem o antigo testamento e nem o novo apoiam mulheres dominando seja Israel ou a Igreja. Entendeu?

      Excluir
    21. Embora Deus leve certas coisas em consideração para ajudar a humanidade a melhor entendê-lO, é importante não tentar “forçar e colocar Deus numa caixa”, por assim dizer, ao impor-Lhe limitações que não são apropriadas à Sua verdadeira natureza.

      Eu te pergunto: a mulher também foi criada a imagem e semelhança de Deus?

      Sobre o fato de Deus ter escolhido se revelar a humanidade como "homem", eu já deixei claro o meu pensamento.

      Então só porque a mensagem de Deus foi para a profetisa Hulda, uma mulher, significa que a mensagem de Deus tem menor importância? O "vaso" que Deus usa não interessa, o que interessa é a Sua mensagem.

      É só você analisar o contexto histórico da passagem, pra você compreender que ela foi uma profetisa importantíssima.

      Hulda viveu no tempo em que reinava em Judá o rei Josias. Ele começou o seu reinado com oito anos de idade e, logo cedo, "... começou a buscar o Deus de Davi, seu pai" (2Co 34:3). Por amar ao verdadeiro Deus, ele decidiu purificar Judá e Jerusalém mandando derrubar os altares de outros deuses, quebrar as imagens de escultura e de fundição. Esta purificação se estendeu também a outras cidades. A Bíblia em 2Cr 34:8 nos diz:
      "E no amo décimo oitavo do seu reinado, havendo já purificado a terra e a casa ... " enviou homens "... para repararem a casa do Senhor seu Deus."

      Um fato muito importante aconteceu quando a casa do Senhor estava sendo reparada: "... Hilquias, o sacerdote, achou o livro da lei do Senhor, dada pela mão de Moisés" (2Cr 34:14).
      Ao encontrar o livro de Deus, o sacerdote o deu a Safã, o escrivão, que levou ao rei e disse: "O sacerdote Hilquias entregou-me um livro. E Safá leu nele perante o rei" (2Cr 34:18). Ao ouvir a Palavra do Senhor, o rei viu que todos não estavam guardando a Palavra Santa de Deus. Ele, então, rasgou as suas vestes e pediu para irem consultar o Senhor. Foram até a profetisa Hulda que disse tudo que o Senhor mandou dizer:

      1- Para o povo:
      "Eis que trarei mal sobre este lugar, e sobre os seus habitantes, a saber, todas as maldições que estão escritas no livro que se leu perante o rei de Judá" (2Cr 34:24b).

      2- Para o rei:
      "Porquanto o teu coração se enterneceu, e te humilhaste perante Deus, ouvindo as Suas palavras contra este lugar, e contra os seus habitantes, e te humilhaste perante Mim, e rasgaste as tuas vestes, e choraste perante Mim, também Eu te ouvi, diz o Senhor. Eis que te reunirei a teus pais, e tu serás recolhido ao teu sepulcro em paz, e os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar e sobre os seus habitantes." (2Cr 24:27-28).

      Hulda como profetisa repetiu as palavras que o Senhor Deus mandara falar.

      Ao comparar estes dois textos (2Cr 34:24b x 2Cr 24:27-28), o dirigido aos habitantes da terra e o outro dirigido ao rei, vemos dois atributos do nosso Deus:
      a) Um Deus que julga e castiga (como um pai que por amor castiga seus filhos) aqueles que estão errados. (Os habitantes da terra eram adoradores de outros deuses).

      b) Um Deus que perdoa e tem misericórdia daqueles que, de coração, se arrependem. (O rei se arrependeu e chegou a rasgar as suas vestes).
      Aqui, vemos a concretização de 1Jo 1:9 que diz: "Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça."

      Quando os operários que estavam reparando o templo acharam o Livro da Lei deixado por Moisés, o rei lembrou-se de consultar o Senhor através desta mulher que foi escolhida pelo Senhor para ser profetisa. Apesar de viver em um tempo de infidelidade ao Senhor, ela era uma crente fiel, amiga, conselheira. Estava sempre pronta para ensinar qualquer pessoa que quisesse aprender sobre o Senhor.

      Ela foi um instrumento nas mãos do SENHOR e as palavras dela, possuem a mesma autoridade das palavras de um profeta homem.

      Excluir
    22. A Bíblia foi escrita num contexto machista. Por isso as mulheres nem mesmo eram contadas! Mas para Deus, não existe essa distinção.

      "Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas." Romanos 2:11

      Ellen G. White foi uma mulher escolhida por Deus para passar uma mensagem para o povo do Senhor. Não interessa se ela é mulher, o que interessa é a mensagem.

      Excluir
    23. Se me permite,você acabou de entrar em contradição. Se a inspiração sofreu influência do contexto machista, então a inspiração se diluiu e não podemos confiar nas escrituras. Eu lhe provei pelas escrituras que Deus NUNCA se utilizou de mulheres para trazer doutrina à seu povo. Hulda teve seu papel, mas não em trazer revelações da palavra como os profetas. Caro Gabriel, as escrituras não apoiam este posicionamento. Deus sempre revelou seus mistérios aos profetas e na nova aliança aos apóstolos. Hulda nunca recebeu qualquer revelação dos mistérios de Deus e tampouco deus através dela produziu literatura. O novo testamento confirma a sujeição da mulher ao marido como você lê em Gênesis 3. By chance, até no ato sexual ela fica em posição de sumissão. Não vamos torcer a Palavra como o mundo e as denominações apóstatas fazem, o que abriu a porta para toda a espécie de espíritos imundos entrar nas Igrejas modernas. O novo testamento ensina que a mulher deve submeter-se ao marido cristão e o pastorado sómente cabe a ele como se vê nas cartas de apostólicas. Mulher ensinando e tendo autoridade sobre o homem é anticristo"! Se Jesus Cristo proíbiu a mulher de ensinar o varão como é que ele vai se contradizer e dezenove séculos depois botar uma mulher na liderança espiritual da sua Igreja? Don´t make sense! absolutely! Deus já chamou um homem para trazer a revelação, e este homem é o rabino Saulo, e ele revelou a este rabino em 1 Timóteo que a mulher está proibida de ENSINAR porque o homem é o cabeça, líder dela e também porque ela foi ENGANADA. Se você quer se identificar com estes cristãos mundanos do século 21 mais amantes do mundo do que de Deus e sua palavra, que ficam todo doídos quando a palavra vem de encontro a eles já que eles não querem recebe-la it´s up to you!



      Excluir
    24. Nossa! Depois de tanto tempo sem passar por aqui, volto e encontro as mesmas aberrações, ou diga-se de passagem, piores.
      Ps: "Até no ato sexual ela fica em posição de submissão"... O que é isso, meu amigo? Da onde
      você tirou isso? Só pode sair de uma cabeça podre igual a sua, me desculpe, mas isso pra mim tem outro nome. Estupro! O Post não fala sobre sexo, mas já que foi usado...Você sabe o que a bíblia diz sobre isso? " O marido conceda à esposa aquilo que lhe é devido...em outras palavras, seja homem e não um monstro, a faça feliz e realizada sexualmente. Da onde vc tirou esse absurdo? Gosto muito quando minha esposa fica realizada comigo, me submeto à ela e gosto muito quando ela comanda a relação, se é que me entende. Nada de mulher submissa no sexo. Isso é crime!

      Excluir
  22. Quando eu dei o fora da IASD, uma das coisas que fiquei aliviado, foi me livrar dessa conversa fanáticas sobre alimentação. Os ASD transformam o reino de Deus em questão de comida, diferente do que a Bíblia ensina. O texto de Romanos é muito claro, nada é de si mesmo imundo. SE tivermos que seguir as regras de pureza alimentar teremos que seguir tb todas as regras de pureza/impureza. Mas como sempre os ASD sempre fazendo uma leitura que parte de pressupostos e não do que os textos realmente mostram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rev. Francisco Belvedere,

      se você aplica de forma literal: "nada é de si mesmo imundo" sem a luz do contexto, eu te digo: tome um pote de veneno de ratos, e veja se você não morre. Afinal, nada é por si mesmo imundo. Ou coma alguma comida estragada, afinal, nada por si mesmo é imundo!

      Não é assim que se compreende as Escrituras.

      Hermenêutica + Contexto Histórico, por favor!

      Excluir
    2. O contexto está claro. Era a dificuldade entre cristãos de origem judaica e gentilica. Os de origem judaica desejavam continuar guardando os dias sagrados e evitando as comidas proibidas pela lei. Os gentios,não ligavam para isso. Isso era estranho para eles. Então Paulo busca conciliar. Se os crentes judeus queren continuar daquele que jeito que continuem, mas que não julguém que os demais. Igualmente os gentios, que comiam de tudo e não guardavam nem os sabados nem as festas. Não deveriam desprezar os crentes judeus que persisiam em observar tais coisas, mesmo não sendo mais obrigatório.

      Excluir
  23. Fiz um artigo (informal), recentemente, e que considero bastante oportuno:

    http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2013/10/o-antigo-testamento-e-as-cartas-de.html

    Se desejarem, podem comentá-lo aqui.

    ResponderExcluir
  24. Ora, Sr. Adventista, eu mesmo sou dispensacionalista. Um grande número de crentes sinceros, fazem uma forte objeção a qualquer tentativa de "dividir corretamente" a palavra da verdade, fora a confusa idéia de que tal divisão é um ataque a unidade da fé que rouba do filho de Deus sua posição no Senhor que ficaria de joguete nas mãos do inimigo. No entanto, se alguém se familiarizar com a rotina dos que se opõem, irá ver que o princípio de "correta divisão" é praticada no seu dia a dia. Seriam eles tão contrários ao princípio de "correta divisão" que iriam tolerar ser servidos no seu lanche com a seguinte ordem: "Feijão com abacaxi e creme de leite, pudim e marmelada e café com maionese? Ou iriam para o trabalho só de cuecas e meias. Iriam eles arruinar a sua empresa misturando todos os departamentos, falhando entre "dividir corretamente" entre comprador e vendedor? Por qual processo de fé ou razão, portanto, nós podemos dizer que onde a "correta divisão" é o princípio comum observado por todos os homens, em todos os tempos, em todas as esferas, mas na matéria do entendimento da palavra de Deus este princípio básico deveria ser olhado com suspeita e aqueles que o usam ser olhados como perigosos?

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Adventistas, desistam, a "Reforma da Saúde" já que Ellen White queria ser "Reformadora" de alguma coisa original (se bem que ela copiou um pouquinho...kkkk), não tem apoio neotestamentário,

    veja que vcs não comentaram nada da postagem diretamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava falando sobre a saúde e sobre os animais, só depois que o PAULO CADI e o FERNANDO COSTA entraram falando besteiras, foi que o assunto todo mudou de rumo.

      Excluir
    2. Amigo Luciano Sena, não somos neotestamentários (tão somente). Somo bíblicos, deste modo, consideramos toda a Bíblia inspirada e útil para o ensino. Deste modo, uma lei ou conselho contidos no Antigo Testamento, tem o mesmíssimo valor de uma lei ou conselhos contidos no Novo Testamento.

      porque não guardamos somente o 'sola scriptura', mas também:

      O "tota scriptura"

      Excluir
    3. Guarde a Lua e os 'sábados cerimoniais' então...

      Excluir
  27. "Entretanto, esse tipo de alimentação foi necessária por ocasião do dilúvio, quando Noé e sua família saíram da arca e o solo estava encharcado e não era possível plantar. Então, Deus permitiu pela primeira vez que se comesse carne. (Gênesis 9:2-5). Apesar disso esse não era o plano de Deus para a raça humana, da mesma forma que a rebelião ou o pecado não eram. Entretanto Deus não liberou que se comessem todos os tipos de carne porque sabia que poderia prejudicar a nossa saúde."

    quem começou a falar besteiras foram vcs.,

    veja o que vc diz ai, DEUS permitiu comer animais por
    causa do diluvio. O seu deus realmente não é o meu DEUS, ele mandou recolher os animais na arca, mas esqueceu de mandar Noé guardar os seus próprios alimentos?. Os animais que Noé comeu, foram aqueles que DEUS mandou recolher?, se ele comeu os animais que DEUS mandou recolher, DEUS não deveria ter mando ele armazenar seus próprios alimentos, ou DEUS não tinha pensado nisso, que o solo ficaria encharcado.,

    realmente o seu deus não é mesmo o meu DEUS, o seu não é onisciente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe algum relato de que alguém comeu carne, antes do dilúvio?!

      Fernando, NÃO SOU EU que afirmo isso, esse relato está na Bíblia:

      "abençoou Deus a Noé e a seus filhos, e disse-lhes: Frutificai e multiplicai-vos e enchei a terra.
      E o temor de vós e o pavor de vós virão sobre todo o animal da terra, e sobre toda a ave dos céus; tudo o que se move sobre a terra, e todos os peixes do mar, nas vossas mãos são entregues.
      Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde.
      A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis."

      Gênesis 9:1-4

      Porém, a razão que dei a essa "liberação" é só a minha opinião! =]

      Excluir
    2. 1 Reis 17:2 "Depois veio a palavra do Senhor, dizendo: Retira-te daqui, e vai para o oriente... no versículo 5:..."e habitou junto ao ribeiro de Querite, o que está diante do Jordão. No versículo 6: "E os corvos lhe traziam pão e CARNE pela manhã; como também pão e CARNE à noite; e bebia do ribeiro". Boa oportunidade para um regime vegetariano! Em Gn. 18:1 " Depois apareceu-lhe o Senhor nos caravalhais de Manre..." No versículo 7: "E correu Abraão às vacas, e tomou uma vitela tenra e boa..." No versículo 8: "...e pôs tudo diante deles...; e comeram". Será que este é o Deus adventista? Rm. 14:2: "Porque um crê que de TUDO pode comer, e outro, que é FRACO, come LEGUMES". No versículo 14: "Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é DE SI MESMO IMUNDA, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse É IMUNDA"; no versículo 20..."É verdade que TUDO É LIMPO, mas mal vai para o homem que come com escândalo". Gálatas 2;14: "...disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, VIVES COMO OS GENTIOS, porque obrigas os gentios a viverem como judeus?". Atos 15:28: "Na verdade PARECEU BEM AO ESPÍRITO SANTO e a NÓS não vos impor MAIS ENCARGO ALGUM, senão estas coisas necessárias: que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação..." Hebreus 9:10 "Consistindo sómente em COMIDAS E BEBIDAS, e várias abluções e justificações da carne, IMPOSTAS ATÉ AO TEMPO DA CORREÇÃO". "1Tm. 4:4-5: "Porque TODA A CRIATURA DE DEUS É BOA, e não há NADA QUE REJEITAR, sendo recebido com ações de graças, porque pela palavra de Deus e pela oração É SANTIFICADA". Onde na nova aliança está levítico 11?

      Excluir
    3. "será que vocês não compreendem que os animais possuem sentimentos?! Você já teve ou tem algum cachorro? Já conseguiu enxergar o amor nos olhos dele? A fidelidade? - Você não sabe que os animais sentem dor, possuem família, sentem medo e até mesmo choram? Você não percebe que os animais possuem sistema nervoso central?"

      DEUS não sabia disso?? e mesmo assim autorizou come-los.

      vc. nos acusa de falar besteiras, veja ai o que vc. disse,

      Excluir
    4. PAULO CADI.

      Atenção para o contexto amigo!! Por favor! Contexto!!

      Romanos 14 precisa ser compreendido especialmente com o auxílio de 1Co 8:4 (Leia tais versos em sua Bíblia). Como as duas cartas foram escritas na mesma década (1 Coríntios por volta de 54 d.C e, Romanos, 55 ou 56 d.C) e tratam do mesmo assunto, veremos que a mensagem do apóstolo lida com problemas específicos daquela época.

      Quando Paulo afirma em Romanos 14:2 que “o débil come legumes”, essa expressão precisa ser compreendida à luz de 1Co 8:4, que diz:
      “No tocante à comida sacrificada a ídolos, sabemos que o ídolo, de si mesmo, nada é no mundo e que não há senão um só Deus.”
      Assim como os Corintos, os da igreja de Roma estavam com medo de comer carnes que tivessem sido sacrificadas em templos pagãos. Havia pessoas que estavam com tanto temor que elas só comiam “legumes”. Desse modo, no verso 2 de Romanos 14 Paulo está dizendo: “o débil tem tanto medo de comer carnes que possam ter sido sacrificadas a ídolos que chega a comer só legumes”.

      O apóstolo não poderia estar aqui condenando a dieta vegetariana que é a ideal segundo a Bíblia (Gn 1:29) e muito menos dando permissão para comermos alimentos imundos (Lv 11; Dt 14), sendo que o próprio Paulo nunca comeu tais carnes (At 25:8).
      Ele mesmo ensinou que nosso corpo é o santuário do Espírito Santo (1Co 3:16, 17; 6:19, 20) e que, por isso, devemos cuidar de nossa saúde física, comendo de maneira que o Espírito seja glorificado (1Co 10:31). Glorificamos a Deus em nossa comida quando não comemos alimentos imundos (e outros alimentos impróprios) e não somos glutões.
      Se não fugirmos do conceito bíblico de “holismo” – ou seja, que a natureza humana é holística, um todo inseparável (1Ts 5:23, 24), não teremos dificuldades em aceitar que a Bíblia proíbe o uso de alimentos imundos.
      Isso por que, sendo que existe uma íntima relação entre a mente e o corpo (isso é comprovado pela ciência), é óbvio que aquilo que comemos irá influenciar também em nosso estado mental-espiritual! Precisamos estar com o corpo saudável para prestarmos uma melhor adoração a Deus (e vice-versa).

      O restante do capítulo fica claro quando se entende esse conceito. Como se vê, trata-se de questões de consciência e não de qualidade de comida, pois notória era a posição de todos quanto às carnes imundas.

      :)

      Excluir
    5. Irmão Fernando Costa, para os sabatistas o novo testamento não é o protagonista, mas o coadjuvante do velho testamento. Eles invertem o processo. Em vez de filtrarem o velho testamento pelo novo, fazem o processo inverso!

      Excluir
    6. Gabriel, os crentes que receberam as epístolas de Paulo, entenderam EXATAMENTE o que está escrito. Sorry, mas você continua negando a palavra porque o Urim e Tumim estão dando testemunho contra o que você está afirmando. Onde está levítico 11 nos escritos do novo testamento ou semelhante?

      Excluir
    7. FERNANDO COSTA,

      Sim, Deus permitiu que o homem comesse carne. Mas já mostrei em que contexto Ele o permitiu! Eu te pergunto: por acaso, o comer carne trouxe algum benefício para o ser humano? Deus seria estúpido por liberar uma espécie de alimentação, que faria mal a saúde do homem? Ou será que teria um propósito pra isso?

      As provas científicas de que os adventistas - vegetarianos vivem mais e são mais saudáveis, estão aí pra todo mundo ver. Mas, cada um faz o que quiser!

      :D

      Excluir
    8. PAULO,

      Mas é óbvio isso né?

      "Mas ele, em sua defesa, disse: Eu não pequei em coisa alguma contra a lei dos judeus, nem contra o templo, nem contra César."
      Atos 25:8

      Você acha que Paulo não estava familiarizado com Levíticos 11?

      Por que Deus mudaria de opinião quanto as carnes imundas e puras que Ele mesmo separou, sendo que esse fator não traz NENHUMA vantagem para o ser humano? Sejamos lógicos!

      O que eu tinha de dizer sobre Romanos 14 eu já disse no post acima. Está muito claro o contexto que Paulo está falando.

      Eu repito: Se não fugirmos do conceito bíblico de “holismo” – ou seja, que a natureza humana é holística, um todo inseparável (1Ts 5:23, 24), não teremos dificuldades em aceitar que a Bíblia proíbe o uso de alimentos imundos.
      Isso por que, sendo que existe uma íntima relação entre a mente e o corpo (isso é comprovado pela ciência), é óbvio que aquilo que comemos irá influenciar também em nosso estado mental-espiritual! Precisamos estar com o corpo saudável para prestarmos uma melhor adoração a Deus (e vice-versa).

      Excluir
    9. Gabriel, você citou Atos 25:8 que não tem nada a ver com o assunto. Depois paráfraseou o texto de Romanos. A comida nada tem a ver o novo nascimento que ocorre no espírito do homem. este corpo será destruído. Como disse Paulo, não é a comida que nos recomendará a Deus. a pessoa tem o direito de adotar o regime alimenter que quiser mas não transformar isso em doutrina de igreja. Se você se familiarizar com os cultos pagãos verá que não era só carne que era oferecida aos seus deuses mas também vegetais, frutas, legumes e até crianças. Então esse argumento carece de consistência servindo como apenas como pé de apoio, afim de sustentar o que o novo testamento não declarou aos gentios.

      Excluir
    10. Gabriel, se você se familiarizar com os cultos pagãos, verá que não só animais eram oferecidos aos ídolos mas também flores, ervas, legumes, frutas e até bebes. Então esse argumento que os adventistas costumam usar para romanos 14 não tem consistência

      Excluir
    11. Eu usei Atos 25:8 partindo do princípio de que Paulo está declarando ser praticante e fiel aos princípios judaicos. Portanto, quis mostrar que ele era familiarizado com Levíticos 11!

      Não estou dizendo que a comida é um ponto de salvação, apenas que, consequentemente, viveremos mais e em melhores condições, se seguirmos os conselhos de uma boa alimentação. E Deus quer que sejamos saudáveis e que conservemos esse corpo - "templo" - mesmo sabendo que um dia ele será transformado!

      Excluir
    12. Paulo não poderia praticar a lei, a não ser raras exceções no livro de Atos para não escandaliza-los. Ele detonou com todo o judaísmo no livro de Gálatas usando só o antigo testamento. Que homem de Deus! Ele afirmou em Gálatas 2 que Pedro vivia como gentio. O que Você acha disso? Eles não estavam vivendo mais sob a lei. Isto é lorota, meu caro, inventado pelo "anjo guia" de Ellen White que soprou nos ouvidos dela. É a velha serpente, original, enganando a mulher de novo! Os textos neotestamentários estão aí, clarissímos para quem quiser ver. Comida é ponto de slavação, muito menos levíticos 11. Noé não era judeu. Ele representa o estágio da igreja antes do retorno de Cristo (dilúvio), a dispensação da graça e ali Deus não citou nada semelhante a levíticos 11, assim como atos 15:28 em diante, representando a geração noaica, da graça. O que interessa como o novo testamento ensinaé a moderação em tudo. Agora pegar levíticos 11 e enfiar dentro do evangelho que Paulo pregou aos gentios merece com todos os louros um Gálatas 1:8 bem dado.

      Excluir
    13. ERRATA: na linha 10 onde diz: "comida é ponto de salvação", leia-se: "comida não é ponto de salvação"

      Excluir
    14. Sim! Eu sei que Paulo mostrou que muitas coisas no judaísmo estavam erradas e já não eram mais necessárias. Mas Paulo fez melhor, ele resgatou o sentido do judaísmo para o povo judeu e mostrou o Messias a eles. Pregou um Deus universal e não cultural. Levíticos 11 está dentro de um contexto de boa saúde, e portanto, não têm sentido ignorá-lo apenas por fazer parte do Antigo Testamento. O princípio de Levíticos 11 não era prefigurativo de Cristo e nem fazia referência à Cristo, não era um sinal de nada e nem tinha conotação simbólica, era um conselho de saúde dado pelo próprio Deus para os seres humanos, já que eles passariam a se alimentar de carne! Não há evidência de que esse princípio não vale mais no Novo Testamento. - Assim como o princípio do dízimo se encontra no velho, mas ainda está em vigor no novo, existem muitos princípios que permanecem no Novo Testamento, e não foram anulados.

      Quanto a questão de saúde, eu só posso reafirmar isso: Se não fugirmos do conceito bíblico de “holismo” – ou seja, que a natureza humana é holística, um todo inseparável (1Ts 5:23, 24), não teremos dificuldades em aceitar que a Bíblia proíbe o uso de alimentos imundos.
      Isso por que, sendo que existe uma íntima relação entre a mente e o corpo (isso é comprovado pela ciência), é óbvio que aquilo que comemos irá influenciar também em nosso estado mental-espiritual! Precisamos estar com o corpo saudável para prestarmos uma melhor adoração a Deus (e vice-versa).

      Excluir
    15. "O princípio de Levíticos 11 não era prefigurativo de Cristo e nem fazia referência à Cristo, não era um sinal de nada e nem tinha conotação simbólica, era um conselho de saúde dado pelo próprio Deus para os seres humanos"

      "não teremos dificuldades em aceitar que a Bíblia proíbe o uso de alimentos imundos"

      que significa isso??

      é um conselho!!

      é uma proibição!!!

      afinal o que é???

      Excluir
    16. "Sim, Deus permitiu que o homem comesse carne. Mas já mostrei em que contexto Ele o permitiu! Eu te pergunto: por acaso, o comer carne trouxe algum benefício para o ser humano? Deus seria estúpido por liberar uma espécie de alimentação, que faria mal a saúde do homem? Ou será que teria um propósito pra isso?"

      veja, se é tão importante não comer carne, não seria incoerência de DEUS liberar uma alimento que faz mal ao homem, quando Ele poderia ter mando Noé armazenar seu próprio alimento na arca.

      não é inconsistente o seu argumento???

      então devemos ficar com a interpretação (inspirada) dada pelos aposto no novo testamento, e não com a sua.

      " Hebreus 9:10 "Consistindo sómente em COMIDAS E BEBIDAS, e várias abluções e justificações da carne, IMPOSTAS ATÉ AO TEMPO DA CORREÇÃO". "1Tm. 4:4-5: "Porque TODA A CRIATURA DE DEUS É BOA, e não há NADA QUE REJEITAR, sendo recebido com ações de graças, porque pela palavra de Deus e pela oração É SANTIFICADA". Onde na nova aliança está levítico 11?



      Excluir
  28. Bem, idependente de quando tenha sido tal liberação (comer carne) o fato é que ela ocorreu e não foi revogada. Não sei pq essa insistência em querer obrigar as pessoas a serem vegetarianos. E algo a ser destacado, o Senhor Jesus, comia carne. Ele mesmo preparou peixe para seus discípulos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rev. Francisco Belvedere,

      ninguém aqui está "obrigando" ninguém a ser vegetariano. O assunto apenas está sendo discutido, já que este é o propósito do post.

      Está claro que não há proibição em comer as carnes que Deus considerou limpas para o ser humano. Entretanto, isso não significa que o ser humano não pode "evoluir" em seus conceitos, e compreender que essa não é a alimentação ideal que Deus planejou para nós! Mas, todos são livres pra fazer o que quiser!

      Sim, Jesus comeu carne! Jesus viveu na Galileia, uma região entre o mar Mediterrâneo e o mar da Galileia, ambos muito piscosos. Pelo menos sete de seus discípulos eram pescadores, o que demonstra que o peixe era um dos principais alimentos do ambiente em que Cristo viveu. Os quatro evangelhos relatam milagres que incluem Jesus fornecendo peixe como alimento para pessoas (Mt 14:13-21; Mc 1:16-20; 6:30-44; Lc 5:1-11; 9:10-17; Jo 6:1-13; 21:1-14). É provável que em todos estes eventos ele também tenha participado do alimento (peixe) que ele mesmo proveu milagrosamente. Em Lucas 24:44-42 declara explicitamente que Jesus comeu peixe após sua ressurreição. Este texto no original grego traz o termo ICHTOS que significa peixe. Quanto a carne de outros animais, a Bíblia não é categórica. Em Lucas 22:15 diz que Jesus comeu a Páscoa. Isso obviamente incluía participar do cordeiro pascal (ver Êxodo 12 sobre o ritual da páscoa). Portanto, a Bíblia sugere que Jesus comeu peixe e carne de carneiro.

      É provável, pelas dificuldades em conservar carne na época, que ele e seus contemporâneos não comessem tanta carne quanto se come hoje! Porém, o fato de Jesus ter comido carne não indica que esta deva ser consumida irrestritamente. Veja Provérbios 23:20.

      Tudo na vida deve ter equilíbrio e bom senso.

      E algo a ser destacado: Pesquisam apontam que os adventistas vivem mais por adotarem o regime vegetariano. O programa Fantástico , à semelhança da revista National Geographic alguns anos atrás e do programa SBT Realidade, chamou atenção para a longevidade dos adventistas do sétimo dia.

      Logo, não vejo desvantagem alguma em adotar esse tipo de alimentação.

      Excluir
    2. Agora sim Gabriel, parabéns pelo excelente comentário! Concordo em número gênero e grau. A restrição alimentícia se deve à saúde e não a "imundícia" cerimonial que, aliás, é tratada não só no capítulo 11 de Levítico, mas no 12, 13, 14, 15 também!

      Por isso, você come carne de peixe por considerar mais saudável e saborosa e eu como carne suína por considerar saborosa, apesar de menos saudável, mas sem perigo grave quando bem cozida e com extrema moderação. Isso ecoa às palavras do Senhor Jesus:

      "Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e sai para lugar escuso? E, assim, Jesus considerou puros todos os alimentos" (Marcos 7.18-19)

      Deus nos abençoe!

      Excluir
    3. Está faltando um detalhe aí amigo Luis Filipe.

      Onde foram parar as aspas duplas deste versículo?

      "Ao dizer isto, Jesus declarou "puros" todos os alimentos." (Nova Versão internacional)

      Esta parte, por exemplo, sequer está presente noutras Bíblias padrões. Em verdade esta parte deveria estar entre parênteses.

      Segundo a opinião comum (não me refiro à adventista), Cristo estava repreendendo os costume judeu de que consideravam os alimentos como que estando contaminados, quando não se lavava as mãos ao comer, e não atribuíam tão somente uma contaminação alimentar, mas espiritual.

      (*naquela época não se conhecia germes e bactérias, as doenças então eram muitas vezes vistas como castigos, por maus hábitos ou pecados, pecados no caso da lepra)

      http://profhendrickson.blogspot.com.br/2011/09/jesus-considerou-puros-todos-os.html

      Hoje sabemos da importância de lavar as mãos, e de que mãos estando sujas, podem contaminar o alimento.

      Isto mostra que este nem era o ponto central da questão! Mas sim o fato de que os judeus atribuíam uma contaminação ESPIRITUAL, quando se comia sem lavar as mãos, como se fosse uma profanação!

      Mas o por que disto?!

      Ora, os Judeus consideravam a hora de comer como algo sagrado, a própria comida naquela localidade era difícil de conseguir. Momento solene era a hora da comida!

      Além disto, era costume compartilhar os caldos e até os cálices! Por exemplo, mergulhavam o pão no mesmo caldo, e ao partir o pão, quando chegasse no último, aquele pão já teria passado pelas mãos de todos os outros, assim era também com um cálice de bebida.

      Mas nem mesmo isto era a razão da repreensão de Cristo!

      Mas sim que aqueles cuidados estavam sendo utilizado como uma forma de 'Etiqueta'.

      Os discípulos de Jesus, em verdade, foram duramente criticados, em tom de menosprezo, por não saberem se portar adequadamente à mesa como os Judeus que, por questões como esta, se consideravam "Judeus de melhor qualidade".

      Foi justamente este ato de soberba que disparou, por muitas vezes, as observações de Jesus, onde sempre, Jesus procurava, ao contrário dos judeus, analisar as coisas por um ângulo do interior (Jesus aproveitou da própria crença daqueles judeus como ponto de apoio para explicar uma contaminação espiritual que os estavam acometendo, sem se darem conta).

      (...)

      Excluir
    4. Desta forma, a Bíblia nos mostra de que, ao passo que muitos Judeus se consideravam livres de contaminação, por lavarem as mãos, jarros, se purificarem nas águas, tomando vários banhos, não percebiam a contaminação que permeavam suas almas, por conta do orgulho e da soberba.

      Desta forma, quando Jesus trata da CONTAMINAÇÃO, ELE estava se referindo ESTRITAMENTE à contaminação ESPIRITUAL!

      Quando Jesus usou os alimento, para sua explanação, dizendo que entra e sai sem contaminar! Os alimentos imundos não estavam em discussão, até porque não havia carne ilícita alguma ali, nem nos açougues judeus, nem nas terras dos judeus que se proclamavam "de melhor qualidade" e de praxe, nem daqueles que eram considerados "de não tão boa qualidade"!

      Texto dentro do contexto! Sejamos razoáveis!

      Agora se acaso a discussão tivesse sido iniciada pelo fato de alguns dos discípulos, por exemplo, haverem trazido um pernil de porco para a mesa, daí eu não falaria nada!

      Mas o contexto eram HÁBITOS, e o exemplo de Jesus englobou apenas a alimentação Judaica onde, naquele contexto, realmente poderia se comer de tudo que se encontrava por ali pois as carnes imundas sequer eram mais vistas como alimento. Alguns judeus por exemplo consideravam que até o fato de estar próximo ou tocar em porcos poderiam contaminar. Criar porcos então era considerado uma ofensa.

      Em resumo: Jesus declarou puro todos os alimentos DAQUELE CONTEXTO, judaico! Independentes de se ter lavado ou não as mãos! Porque naquele contexto, os alimentos ali, não apenas na mesa, mas em todo o solo judaico, eram puros.

      Então Jesus "purificou" ENTRE ASPAS!

      Entre aspas, porque ao final não purificou nada, porque, todos os alimentos ali já haviam sido purificados (durante a história), porque o povo se afastou dos alimentos impuros!

      Este era o contexto alimentar Judaico, meus amigos, não há como se fugir disto!

      E realmente não são os alimentos que contaminam, mas sim os MAUS HÁBITOS!

      Tanto os espirituais, como o de se encher de orgulho e presunção! Quanto os corporais, como o próprio fato de não se lavar as mãos! Estas coisas é que contaminam e não propriamente os alimentos (no contexto dos alimentos puros).

      E me atrevo a dizer que foi justamente este tipo de ensinamento que "disparou" a conclusão de Paulo acerca de sua visão onde viu os animais descendo do céu!

      Não tomar por impuro as coisas de Deus!

      Da mesma forma como os discípulos de Jesus estavam sendo vistos como impuros pelos Judeus, devido aos seus hábitos (baseando-se me suas tradições), Paulo também, da mesma forma pensava e procedia! Crendo de que os gentios eram imundos por seus hábitos e por estarem longe das tradições judaicas (sequer poderiam ser considerados judeus de "baixa qualidade" segundo o pensamento comum).

      (...)

      Excluir
    5. Desta forma, Paulo entendeu de que assim como os alimentos eram Puros, em sua natureza, porque foram feitos por Deus (alguns alimentos se tornaram impuros pera circunstância, a exemplo de animais impuros como o porco, que passou a ser um lixeiro da natureza), da mesma forma os gentios também eram puros diante de Deus, pois também foram feitos por Deus.

      Então podemos concluir que da mesma forma como Cristo "purificou" os alimentos, ELE também "purificou" os gentios! No sentido 'entre aspas' de que em verdade nada foi purificado, mas que desde o princípio foram cirados puros, sendo tornados impuros, pelas questões do pecado (e nisto, ninguém representava uma escessão).

      (Espero então que esta explanação ajude a responder as questões primordiais.)

      Que a Bíblia considera que alimentos impuros podem contaminar o corpo está bem claro em versos que condenam o consumo de carnes ditas abomináieis, bem como outras coisas, como o fluxo de sangue, e até outras que se propagam inclusive através de maus hábitos de higiene como a lepra.

      E que Jesus não tornou TODOS os alimentos livre de contaminação, podemos conferir hoje mesmo!

      Se até mesmo as carnes puras, são passíveis de se contaminarem, tornando-se imundas, quanto mais a carne de animais como o porco, que contém alta periculosidade de contaminação.

      Coma uma barata para você ver se não se contamina, ou coma-a ao estilo Japonês! (Quem já comeu sushi, sabe do que estou falando), para tirar a prova se os alimentos depois da suposta bênção de Cristo, contaminam ou não!

      Veja que não podemos então interpretar a passagem de qualquer jeito! Porque senão deveríamos crer de que tenha havido algum problema com o poder de Jesus, porque o que tem de pessoas que já foram intoxicadas por alimentos, daquela época até hoje, não é brincadeira!

      Outro fato, é de que Jesus NÃO aprovou a atitude de seus discípulos em comer sem lavar as mãos! Mas que, basicamente, usou o mesmo proceder usado ao tratar da mulher que foi levada para ser julgada por ELE.

      Como os judeus poderiam julgar os maus hábitos de higiene dos discípulos de Jesus, enquanto estavam cheios de maus hábitos de higiene espiritual?!

      Ora, a prioridade é que nos mantenhamos limpos, primeiramente, espiritualmente! Porque do que adianta um corpo sadio com uma vida espiritual contaminada!?

      Os judeus passaram a dar mais valor aos hábitos de higiene corporal do que a espiritual, mas não que os hábitos de higiene saudáveis ao corpo não sejam importante.

      Ocorreu que hoje a coisa se inverteu e procurando dar mais ênfase ao espiritual, tem se desprezado os cuidados corporais!

      (...)

      Excluir
    6. Por que será que é tão difícil colocar a humanidade nos eixos da vontade de Deus? Conserta-se de um lado e estraga-se do outro! Parece que a humanidade não sabe viver em equilíbrio, buscando sempre os extremos!

      Ou se cuida do espiritual, ou se cuida do corporal! Onde é que está escrito isto na Bíblia!?

      Deus deseja que cuidemos de nós mesmo INTEGRALMENTE, tanto MENTE, como CORPO, como ESPÍRITO! De fato o mais importante é o aspecto espiritual, mas a saúde física e mental também é de suma importância.

      Cuidemos então de TODOS os aspectos de nós mesmos como ser humano, de tudo aquilo que Deus nos deu.

      Excluir
  29. O adventismo tem sido acusado de modernos judaizantes. Apesar de eu mesmo nunca ter usado tal classificação aqui (não me lembro), não podemos negar que existe realidade nesse ponto.

    Adventismo vive uma tensão entre a vontade de ser bíblico e a vontade de Ellen White.

    Enquanto não não forem libertos desse "espírito de profecia", que já virou uma entidade doutrinária, dominadora, coerciva, jamais verão a verdade do Evangelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué! Desde quando Levítico 11 foi escrito por EGW?

      Desde quando foi EGW que fez separação de animais limpos e imundos?

      Como sempre vossa senhoria fora de contexto assim como Paulo Cadi. Se firmam em uma pequena fração das Cartas de Paulo para contradizer toda a Palavra de Deus! Mesmo Paulo que nunca tenha dito o contrário da Palavra de Deus.

      Excluir
  30. Pessoalmente penso justamente o contrário, este Espírito de Profecia, tem me ajudado a sentir bem comigo mesmo. Conquanto sei que estou fazendo o que é certo para com meu corpo e que terei mais saúde e aprenderei a controlar meus hábitos alimentares. Isto é a verdadeira liberdade, de não ficar preso e restrito à condição dos alimentos.

    Força coerciva e dominadora é o que tem uma amiga próxima, que foi diagnosticada com triglicérides alto, e agora tem que restringir o uso até de alimentos naturais como o arroz, a batata e outros alimentos.

    E lhe foi cortado boa parte daquilo que Ellen White nos recomenda que deixemos de lado.

    Isto é o que considero de "entidade coerciva", poderíamos chamar assim o médico que nos "obriga" a nos abstermos de certos alimentos e a vivermos o resto da vida dependendo de remédios?!

    Portanto não tem nada de dominador nos conselhos de Ellen White! Tais conselhos tem o intuito de nos livrar de nos vermos em uma situação delicada diante dos alimentos que em tese, deveria nos fazer apenas o bem, tanto para a saúde como para o corpo.

    Liberdade tem um adventista de 95 anos, de comer alguns brigadeiros em uma festinha de aniversário, enquanto que outros, diabéticos, com colesterol e outras malignidades sequer podem se dar ao luxo de comer alguns petiscos.

    Somente tendo saúde garantida é que temos liberdade, até para comer o que bem quisermos. Mas comer o que bem quisermos é garantia de que um dia, poderemos não ter liberdade para comer estes tais alimentos.

    Outra questão é que muito dos alimentos "condenados" diríamos assim, não são de fato alimentos.

    Darei um exemplo prático nos dias de hoje usando os princípios extraídos dos escritos de Ellen White!

    Ninguém dá uma coca-cola à uma pessoa faminta que passou 2 dias sem comer! Refrigerante não é alimento! O que é diferente do suco de frutas que é um alimento e que também sustenta.

    Niguém serve um prato de açucar ou de sal, para uma pessoa que está com fome.

    Ou seja, tem certas coisas que mandamos para o estômago mas que não são de fato alimentos! Usamo-los mais pelo sabor, do que por algum bem contido na forma de nutrientes.

    Esta forma de prazer que deveria ligar o homem à saúde, tem então ligado o homem à doença.

    Será que glutonaria envolver apenas o comer muito!? Ou será que tem a ver com exagerar também no prazer que temos com os alimentos!?

    Comer muito é o efeito, o prazer que buscamos nos alimentos de forma incontida é portanto a causa portanto da glutonaria, do meu ponto de vista.

    Desta forma, tem liberdade quem tem saúde! Quem tem doenças, de uma forma ou de outra, tem sua liberdade restringida! Alguns que consumiram muitas carnes (como única fonte de proteína) adquirem problemas coronários e se vêem privados de certas atividades.

    (...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que não preciso lembrar novamente das restrições alimentares, impostas (agora sim), por médicos.

      Nem de outros prejuízos surgidos na velhice pela falta de vitaminas e nutrientes, como o cálcio, impedindo pessoas idosas até de se locomoverem.

      Portanto, não sejamos ignorantes acerca destes assuntos! Como o amigo Luciano Sena bem disse, não neguemos que existe realidade nesse ponto.

      Deste modo o que eu quero é ser liberto dos prejuízos que porventura eu possa causar ao meu corpo e que me restrinja, no futuro de praticar certas atividades, ou comer certos alimentos.

      Ellen White sempre trabalhou e apoiou o espírito de moderação, temperança e de buscar fazer sempre o melhor possível por nossa saúde.

      Certa vez, ao visitar uma família que tinham apreço por seus ensinamentos, Ellen White notou que estavam anêmicos, porque tinham abolido a carne totalmente da dieta mas não fizeram uso de suas recomendações quanto ao uso de castanha, abacate e outros alimentos ricos em proteína vegetal.

      Como forma de ajudar aquela familia e ensinar o verdadeiro sentido de sua mensagem, Ellen White foi a um galinheiro e mandou que matassem uma galinha, com a qual fez um ensopado e serviu àquela família.

      O fanatismo é uma falha do ser humano e que compromete diversos campos da sabedoria humana, pois vai contra a razão e muitas vezes nem é fruto de uma patologia, mas sim, de um desconhecimento. Este mal, está presente em todos os lugares e as pessoas que deste modo procedem sempre devem ser vistos como uma exceção e nunca como uma regra, em se tratando de qualquer assunto.

      Há o fanatismo em se aceitar tudo sem analisar, e o fanatismo em se rejeitar tudo, também sem analisar.

      Devemos evitar a ambos.

      Excluir
  31. o post não está tratando de boa alimentação, que alias é bom para todos, e ninguém em sã consciência discorda,
    mas a questão é outra.

    Romanos 14 e as Leis Dietéticas do Antigo Testamento


    ResponderExcluir
  32. Luciano vc diz que os adventistas usam do antigo testamento para falar dos alimentos, engraçado que vc desconsidera a propria biblia pois pra Deus não a distinção entre novo e velho testamento, ''Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça.
    Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra.
    2 Timóteo 3:16-17

    Deus sabe o que é melhor para o ser humano se Ele deu leis alimentares pq questionamos, contraria-lo é ser desobediente , desde quando o homem deu ouvido ao diabo ele busca dar uma desculpa as coisas que faz que contraria a vontade de Deus, vemos no principio no jardim disse Deus não coma do fruto, e vemos que o ser humano foi e comeu, hj vemos na biblia a palavra de Deus se abstenha de certos alimentos mas o ser humano vai e come , isso não é de se pensar...

    vemos um conselho de Deus a mãe de Sansão quanto cuidar da saúde obedecendo as leis alimentares
    ''E havia um homem de Zorá, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos.
    E o anjo do Senhor apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho.
    Agora, pois, guarda-te de beber vinho, ou bebida forte, ou comer coisa imunda.

    Juízes 13:2-4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não comer 'carne imunda' (VT) é moral ou cerimonial?

      Excluir
    2. Luciano,Não Comer Sangue é Moral ou Cerimonial ?

      Excluir
    3. Uai !? Ficou sem resposta?

      A Bíblia não chama o sangue de imundo, chama?

      A Bíblia na verdade impede (ou impedia), fazer do sangue um alimento. É a única formatação bíblica que tenho a respeito do sangue.

      Excluir
  33. Eu tô dizendo. Este pessoal que não conhece a bíblia, cai nestas seitas, é doutrinado e depois ficam citando a lei dada para Israel e atropelando as cartas de Paulo aos gentios como dizendo: "Nem te conheço". Os caras dão uns perdidos no novo testamento que eu vou te contar. Tem que rir prá não começar a falar bobagem. Os cristãos do novo testamento NÃO TINHAM BÍBLIAS e não ficavam fazendo estas citações de livros do antigo testamento, ainda mais da lei. É absurdo como a mente destas pessoas são manipuladas e pensam que sabem o que estão dizendo. Os cristãos do primeiro século eram gente simples, cheias do Espírito Santo e não tiham nem de longe o perfil destes crentes modernos quanto mais dos que caem na lábia das seitas. A gente cita os escritos do nosso apóstolo, dos gentios, o homem a quem foi revelado o que cabe a nós , e essa gente simplesmente passa por cima e vão lá para a lei porque nestas igrejolas eles citam muito mais o antigo testamento. Eu já disse: ELES NÂO CRÊEM NO APÓSTOLO PAULO. Este espírito anti apóstolo Paulo não é novo, vindo desde os tempo dos judaizantes do primeiro século mais os ebionitas e outros. Muitas vezes nestas questões eu procuro não entrar nos detalhes porque está tão claro o que Jesus disse a nós através de Paulo que só gente ignorante para querer ressucitar um assunto que no nosso meio gentio já deveria ter sido cremado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não cremos no apóstolo Paulo? Ou será que o amigo é quem não crê no Antigo Testamento?

      Excluir
    2. De modo que não fazemos da pessoa de Paulo, nossa regra de fé, mas sim da Bíblia (inteira), nossa regra de fé.

      Excluir
  34. Sr. Adventista, "ouça": "No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho." Rm. 2:16; "Mas ainda que nos mesmos ou um anjo do céu vós anuncie outro evangelho além do que JÁ VOS TENHO ANUNCIADO SEJA ANÁTEMA." Gl.1:8 "Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens, porque não o recebi de homem algum, mas PELA REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO."Gl. 1:11-12; "Mas quando aprouve a Deus que DESDE O VENTRE DE MINHA MÃE ME SEPAROU, e me chamou pela sua graça REVELAR SEU FILHO EM MIM, para que o pregasse AOS GENTIOS..." Gl.1:15-16; "Antes pelo contrário, quando viram que o evangelho da INCIRCUNCISÃO me estava confiado, como a Pedro o da CIRCUNCISÃO, (porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da CIRCUNCISÃO, esse também operou eficazmente também em mim com eficácia para com os GENTIOS), e RECONHECENDO Tiago, Cefas e João, que eram considerados como as colunas, A GRAÇA que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e co Barnabé, pare que nós FÔSSEMOS AOS GENTIOS , e eles à circuncisão." Gl. 2:7-9. "Porque ainda que tivésseis dez mil tutores em Cristo, não teríeis contudo MUITOS PAIS; porque EU pelo evangelho VOS GEREI EM CRISTO JESUS". 1 Co. 4:15. "Para o que FUI CONSTÍTUIDO PREGADOR e APÒSTOLO, (digo a verdade em Cristo, não minto) e DOUTOR DOS GENTIOS, NA FÉ E NA VERDADE." 1 Tm. 2:7. "E que é manifesta agora pela aparição de nosso salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida, e a incorrupção pelo evangelho; para o que fui CONSTÌTUIDO PREGADOR, E APÓSTOLO, E DOUTOR DOS GENTIOS." 1 Tm. 1:11. "E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e POR MEIO DE NÓS, manifesta em todo o lugar A FRAGÂNCIA DO SEU CONHECIMENTO." 2 Co. 2:14. "De sorte que SOMOS EMBAIXADORES DA PARTE DE CRISTO, COMO SE DEUS POR NÓS ROGASSE..." 2 CO. 5:20; "Mas levanta-te e pôe-te sobre teus pés, porque te apareci por isto, PARA TE PÔR POR MINISTRO E TESTEMUNHA tanto das coisas que tens visto como daquelas pelas quais te aparecerei ainda; livrando-te deste povo, e dos gentios, A QUEM AGORA TE ENVIO, para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; afim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim." At. 26:16-18. Isto responde ao Sr. Adventista. NADA de Ellen White ou aquela falsa interpretação de ap. 12:17 e NADA de mulheres líderes no Corpo de Cristo. Os grandes profetas do antigo testamento deram lugar aos apóstolos, queira você goste ou não. Os profetas do antigo pacto falaram destes dias, é foi isso que aconteceu, a dispensação da Graça. O que existe no novo testamento são os profetas menores de efésios 4:11, como Silas, Àgabus etc que estão sob a liderança dos apóstolos. Nada de aparecer uma mulher no século 19 tomando conta do pedaço e liderando a Igreja de Cristo, quando ele mesmo vedou este tipo de ministério a elas. Entendeu?


    ResponderExcluir
  35. Texto, fora do contexto, meu amigo, usado como pretexto.

    E o resultado é contraditório à Bíblia sagrada, que diz:

    "TODA a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;" (2 Timóteo 3:16)

    Veja o real sentido da passagem:

    "Isso acontecerá no dia em que Deus julgar os segredos dos homens, mediante Jesus Cristo, conforme o declara o meu evangelho." (Nova Versão Internacional)

    Seremos julgados mediante JESUS CRISTO e não mediante Paulo. A única coisa que Paulo declarou é de que, TAIS COISAS ocorrerão no dia do juízo.

    Desta forma, não seremos julgados pelo evangelho de Paulo, tão somente:

    "Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;" (João 5:39)

    Será que Jesus estava falando dos escritos de Paulo? Ora claro que não! E que escritos eram estes!?

    Ora os únicos escritos que haviam naquela época era o Antigo Testamento.

    Viu que contraditório!

    Se formos aceitar sua opinião, então Paulo de um lado estaria dizendo de que seríamos julgados por seus livros, enquanto que por outro lado o próprio Jesus estaria dizendo de que seríamos julgados pelas antigas escrituras.

    O primeiro verso que citei, deixa claro porém de que TODA a escritura deve ser nossa regra de fé, porque toda ela é inspirada e representam a Palavra de Deus. Não podemos, portanto, escolher entre um ou outro livro, segundo o que nos convém!

    E se o evangelho de Paulo fosse diferente do evangelho de Jesus, o próprio Paulo seria Anátema (maldição)! Mateus, Marcos, Lucas, mostram o MESMO evangelho, por exemplo! Este é o espírito da passagem!

    Evangelho é boas novas, e que boas novas?! Ora! O relato sobre o Cristo e o pagamento de nossas dívidas na cruz, juntamente com todos os ensinamentos deixados como testamento;

    Não há como se contradizer a Cristo que é a figura central de toda a Bíblia, esperando que estejamos corretos em nossas interpretações.

    Porqu,e segundo Cristo, temos que guardar a Lei de Deus e aceitar que toda a Bíblia é inspirada e útil ainda hoje, para educar, redargüir, instruir na justiça.

    (...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E se Paulo foi constituído (como de fato foi), pregador apóstolo e doutor dos gentios, temos alguém que é maior do que ele, no qual é Jesus Cristo nosso Salvador!

      Paulo foi constituído como um apóstolo e não como nosso Senhor!


      O que lemos a seguir!? Paulo pregando que era especial? Ou dizendo para nos convertermos às seus ensinamentos!?

      "Ouvindo, porém, isto os apóstolos Barnabé e Paulo, rasgaram as suas vestes, e saltaram para o meio da multidão, clamando,
      E dizendo: Senhores, por que fazeis essas coisas? Nós também somos homens como vós, sujeitos às mesmas paixões, e vos anunciamos que vos convertais dessas vaidades ao Deus vivo, que fez o céu, e a terra, o mar, e tudo quanto há neles;" (Atos 14:14-15)

      Claro que não!?

      Os livros de Paulo são apenas uma parte das escrituras!

      As cartas de Paulo, sem o fundamento posto, que é Cristo, não tem serventia alguma. Porque Cristo é a Pedra Angular, sobre o qual foi construído a Igreja e seus ensinamentos. De modo que não podemos retirar o restante do evangelho e fazer das cartas de Paulo nossa única regra de fé!

      Obedecemos a Paulo mas desobedecemos a Cristo!? E de quebra, tudo que está contido nas Antigas Escrituras!?

      E para que isto!? No que isto aperfeiçoará nosso caráter!?

      Não é nos jogando nos braços de Paulo e seus ensinamentos que nos aperfeiçoaremos, mas sim nos jogando nos braços de Cristo e seus ensinamentos!

      E quais são os ensinamentos de Cristo! Ora começa lá no Gênesis, passa pela entrega dos mandamentos, prossegue com SUA encarnação e culmina com sua assunção ao céu, para ministrar em nosso favor.

      Porque Jesus é DEUS! O EU SOU! O mesmo que estava com Moisés!

      De modo que não há nada na Bíblia que não represente, também, a Palavra de Jesus!

      O Jesus encarnado não tem mais autoridade do que o Jesus desencarnado, nosso Deus (é a mesma autoridade)!

      O problema é que muitos cristãos, no íntimo, de fato não aceitaram a Jesus como Deus, e recusam-se a aceitar de que Jesus é também, juntamente com o Pai e o Espírito Santo, o Deus que um dia entregou as tábuas contendo os 10 mandamentos da SUA Lei.

      Então a Bíblia é uma coisa só! Inspirada pelo mesmo Deus! Palavras de um mesmo Senhor! E que desde o início até o final está a ensinar os mesmos princípios!

      (...)

      Excluir
    2. Não é, portanto, o fato de haver um apóstolo chamado Paulo, indicado para trabalhar especialmente com os gentios, que irá revogar a Palavra de Deus e fazer das palavras de Paulo a regra de fé que devamos seguir!

      Porque até mesmo o que Paulo escreveu foi inspirado por Deus! Em verdade Deus é quem revelava aos gentios! E não a pessoa de Paulo (Paulo se via tão miserável quanto todos nós e afortunado por ter conhecido o Cristo).

      Ora se até Pedro se recusou a morrer da mesma forma que Cristo e o próprio profeta João revelou de que não era digno sequer de desatar as sandálias de Cristo, como podemos julgar então que Paulo tenha maior autoridade ou maior importância!?

      Autoridade a um ponto de revogar todo o restante da Bíblia!?

      Meu amigo isto é uma grande, e uma baita heresia!

      Independente da importância das cartas de Paulo aos gentios, elas foram inspirada pelo mesmo Espírito! Paulo atuou da mesma forma que todos os outros profetas Bíblicos. O único que se destacou entre eles, foi o próprio Jesus, diante do qual, todos os outros, até mesmo Paulo, não eram coisa alguma!

      Repito que Cristo é a figura central das Escrituras e, seus ensinamentos, A VERDADE!

      E cristo mandou que guardássemos os mandamentos de Deus, que fizéssemos da Lei e dos Profetas nossa regra de fé! Corrigiu o entendimento da lei, naquilo que estava sendo lido equivocadamente, para que pudéssemos guardá-la como Deus sempre desejou e como Jesus guardou e ensinou.

      Paulo foi apenas mais um profeta! Que recebeu visão e inspiração, sobre o que haveria de escrever.

      O trabalho de Paulo não foi revogar coisa alguma! Mas dar algo mais aos gentios! O Cristo e a salvação! Suas cartas vieram como recomendações, a fim de os cristãos gentios serem incluídos e se estabelecerem segundo a vontade de Deus em solo judeu e não judeu, para que andassem bem.

      Sim as cartas de Paulo contém muitos conselhos! Até mesmo o antigo testamento possui conselhos, bem como os evangelhos acerca de Cristo, contém também vários conselhos preciosos saídos da boca do próprio Cristo!

      Agora veja que se uma mulher pode ter a honra de receber o próprio Deus em SEU ventre e entregá-lo à todas as nações! Porque não poderia receber uma mensagem do Deus Vivo e transmiti-la a outros?! Isto não faz o menos sentido!

      Seu preconceito quanto as mulheres, portanto, não possui justificativa! As mulheres estão incluídas sim no plano divino da salvação da humanidade e são instrumentos poderosos nas mãos de Cristo, para educar, instruir, ajudar a moldar o caráter e dar o bom exemplo.

      Homem e mulher são a imagem e semelhança de Deus. Ambos usado por Deus, segundo as SUA própria vontade e não segundo a vontade de homens.

      E permanece a pergunta que lhe fiz à algum tempo atrás! Transformo-a em mais um daqueles desafios que ninguém consegue cumprir! De comprovar cada uma das doutrinas seguidas por sua religião, tão somente pelas cartas de Paulo!

      Excluir
  36. Você já está negando o apóstolo Paulo ou é impressão minha? Quando se começa a fazer comparações entre Paulo e Jesus Cristo, como você despropositadamente está fazendo, isto está dando mostras do que eu suspeitava: Vocês não crêem no apóstolo Paulo, em sua revelação e querem saber mais do que ele. Não adianta querer negar porque a maneira como você se expressou a respeito dele demonstra até falta de respeito. Eu estou tranquilo, não cito nenhum texto fora de seu contexto, mas você aí está fazendo sim uma confusão de textos . Depos de TODOS os textos que citei provando a você o que as escrituras afirmam, você começa a botar Paulo contra Cristo, e Cristo contra Paulo. Mas esta raiva que grande parte do cristianismo moderno incluindo vocês tem contra Paulo é esperada já que Satanás estava no encalço do apóstolo todo o tempo. Eu PROVO no que CREIO, você não. As escrituras hebraicas dos profetas vieram aos gentios pelo ministério de Paulo; então nós cremos em todas as escrituras pelo ministério de Paulo e não separado dele. Cristo estava se revelando na pessoa de Paulo como está lá em Gálatas, que eu citei ali em cima. Me responda uma coisa que até agora você não me respondeu, fora meus comentários no post da Dani Marques que eu postei no dia 22.10.2013 e no dia 25.102013 que você não respondeu. Lhe pergunto: Como é que os anjos no céu guardam o decálogo como está redigido em Êx. 20, e como o decálogo como está redigido em Êx. 20 pode ser a lei "eterna de Deus?" O fato Sr. Adventista é que você não tem escritura para confirmar o que está dizendo. Deus NUNCA revelou seus segredos a profetisas nem no novo e nem no antigo testamento ao contrário Paulo em 2 Tm, 2 EXPRESSAMENTE PROÍBE a mulher de ensinar o homem e o motivo é que o homem é o líder dela e também porque ela foi engana. Você fica citando versículos a esmo. Me prove que os hebreus guardaram o sábado de Gênesis 2:1-3. Seja mais humilde e admita que você está sem textos para defender a doutrina adventista nas cartas de Paulo e também em hebreus. Aqui nonguém que ganhar debate mas deixar as escrituras se revelarem por si, como está na revelação dada aos apóstolos, revelação da qual os profetas deram testemunho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A comparação foi proposital!

      E realmente não cremos de que o resto das escrituras precisem passar pelo "filtro" das escrituras de Paulo.

      E o amigo também não deveria crer em tal coisa, haja vista que na religião do amigo, há um imenso número de doutrinas que não estão contidas nas pregações de Paulo.

      Portanto, não é somente o adventismo que possui doutrinas fundamentadas em toda a Bíblia.

      Esta questão de dar ênfase nas cartas de Paulo, ou utilizá-las como validador sobre aquilo que é para os não Judeus (exteriormente), não faz parte da crença comum cristã.

      Deste modo o amigo não demonstra ter um fé ortodoxa, porque a fé ortodoxa é baseada em toda a Bíblia.

      De modo que este modo de pensar do amigo, provém de influência dispensacionalista, de fato, mas vai muito além do dispensacionalismo existente na Assembléia de Deus (Arrebatamento secreto) e aí a coisa complica!

      Um dos pontos principais das crenças fundamentais da igreja Assembleia de Deus, é a crença:

      "Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, considerada a única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão;"

      Veja o que diz a crença:

      "A Inspiração das Escrituras:

      O documento declara que as escrituras além de inspiradas, tem autoridade infalível de fé e conduta."

      De modo que a Assembléia de Deus, também possui esta visão acerca da Bíblia e também sobre a identidade de Cristo, como o Deus 'DEU SOU', conforme lhe expliquei:

      "O Único Deus Verdadeiro:

      Nesse documento de Verdades Fundamentais Inegociáveis, declara Deus ter se revelado como eterno e existente em si próprio, "EU SOU";"

      Veja como o corpo de doutrinas da igreja é Cristocêntrica:

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Declaração_de_Verdades_Fundamentais_das_Assembleias_de_Deus

      Deste modo, querido amigo, não sou eu quem estou utilizando versos para defender crenças não bíblicas, porque estou, além de lhe mostrar o que realmente está contido na Palavra de Deus, estou também a lhe mostrar que esta é uma crença compartilhada pela extrema maioria das religiões ditas genuinamente cristãs.

      (...)

      Excluir
    2. Não me lembro de ter encontrado nalguma lugar, esta idéia de que devamos filtrar, iclusive o Novo Testamento pelas cartas de Paulo. De modo que o amigo tem rejeitado inclusive os demais livros contidos no Novo Testamento como regra de fé.

      Percebo então que o amigo tem usado o dispensacionalismo (que coloca limites de validade nas escrituras) e tem limitado uma segunda vez a Bíblia, segundo sua visão pessoal de que somente as cartas de Paulo, nos sirvam como regra de fé e de prática.

      Veja que seguir uma única pessoa, mesmo que seja a pessoa de Paulo, mesmo em âmbito bíblico, é uma atitude sectarista. Sectarista por se firmar nas palavras de uma pessoa! Como líder substituto da Bíblia infalível!

      Seria algo semelhante, a uma pessoa, começar a imprimir as cartas de Paulo e chamar a obra resultante de "A Bíblia dos Gentios".

      Quem foi que nos deu um "Novíssimo Testamento"!?

      De modo que as cartas de Paulo não são um "Novíssimo Testamento" para os gentios, mas sim parte de um Novo Testamento para a comunidade cristã (cristão pode ter sido antes tanto judeus como não judeus)!

      Então, não apenas é vedado se aceitar um outro evangelho, com fazer, das cartas de Paulo, O EVANGELHO.

      O evangelho é todo o evangelho! Se alguém acrescentar ou retirar alguma coisa, já deixa de ser O evangelho!

      De modo que não podemos retirar os evangelhos da Bíblia Sagrada!

      O próprio amigo declarou de que quem pregasse um outro evangelho, seria anátema. Isto só nos mostra de que devemos aceitar os evangelhos!

      E Paulo não estava se referindo estritamente à seus escritos como evangelho não (como o amigo quis nos levar a acreditar)!

      Os evangelhos são todos os livros contidos no Novo Testamento, e repito, TODOS!

      Jesus declarou de que o evangelho seria pregado em todas as nações! (Marcos 13:10) (Mateus 24:14).

      Ali não haviam as cartas de Paulo meu amigo! Então como Jesus poderia estar se referindo às cartas de Paulo e não às suas proprias palavras, pregadas naquele tempo e que vemos constar nos livros dos evangelhos, desde Mateus até Apocalipse?

      Portanto, querido amigo, abandone esta visão, porque é anti-bíblica e tende a levar os 'descrentes' a rejeitarem até mesmo os ensinamentos de Cristo contidos na Bíblia sagrada. Portanto, não seja descrente, mas creia nos demais livros Neo Testamentário e se possível, abandone esta visão dispensacionalista, que infelizmente levará muitos irmãos sinceros à perdição. Em seu lugar, aceite a palavra de Deus integralmente através da SUA Bíblia Sagrada e você não irá se arrepender.

      Excluir
    3. Porque está evitando responder as minhas perguntas? Os anjos observam o decálogo como está redigido em Êx.20? A lei eterna de Deus, é o decálogo como está em Êx. 20? Israel guardou o sábado de Gn. 2:1-3. Porque você não responde o que lhe perguntei? É porque sabe que não tem resposta dentro da bíblia. Vocês estão muito aquém dos meus conhecimentos.Vocês são metidos e não sabem é nada a não ser a doutrinação daqueles pasrorzinhos de araque. Um cara daqueles num debate comigo não dura nem 10 minutos. Você tá querendo encher a sua bolinha porque isto é um blog, se fôsse um debate ao vivo seus argumentos já teriam ido para as cucuias, entendeu Sr. adventista. Os cristãos primitivos não possuíam bíblias e receberam o evangelho por intermédio de Paulo. Eles vieram do paganismo e não sabiam nada de nada, e foram instruídos pelo o apóstolo. Você não crê em Paulo e nem em jesus que o comissionou e proibiu as mulheres de ensinar. Me admiro a sua cara de pau de ainda querer argumentar comigo, sendo que eu demanchei a doutrina da vossa denominação à muito tempo neste espaço. Eu acho que vocês não estão notando o que está acontecendo. Isto que eu tenho muito mais argumentos escriturísticos enquanto vocês não provam nada nas cartas de pelo. Eu fui lá e busquei vocês rapaz e você sabe muito bem, não venha se fazer de bobo. Aqui ninguém está anulando as outras escrituras, mas elas passam sim pelo filtro da revelação dada para Paulo. Você torcem tanto as escrituras que afirmam que o livro da lei que estava fora da arca foi abolido mas levítico 11 que estava dentro do livro da lei não foi. Vocês são uns baita embusteiros, é a religião feita por homens, ou melhor por uma mulher endemoniada, que até olhar a cara dela nas fotos dá medo. Vocês não crêem nem em Jesus se querem saber. Se aproveitam que estão num blog para aparecer e dar uma de sabichão, pois se fôsse ao vivo voçês iriam pagar um baita mico Entendeu?

      Excluir
    4. Errata: Na terceira linha onde diz: "Israel guardou o sábado de Gênesis 2:1-3.", leia-se "Israel guardou o sábado de Gênesis 2:1-3?"

      Excluir
    5. Você definitivamente evitam o apóstolo Paulo porque o ensinamento que Jesus trouxe através dele, É EXATAMENTE O OPOSTO da vossa denominação. Você não encontra UNZINHO ensinamento adventista lá. ME MOSTRE nas cartas de Paulo um ensinamento adventista. Depois de todos os textos que eu citei sobre a vindicação do homem vocês continuam dando contra porque são incrédulos. Só isso! Me mostre um ensinamento adventista nas cartas de Paulo incluindo hebreus. Olhe o perfil da igreja no livro de atos e acrescente 1Co 12 a 14 e veja se você enxerga a igreja adventista aí. Quando pedro em atos perguntou a Jesus sobre a restauração de Israel vocês afirma enganosamente que ele fez uma pergunta errada, como sempre torcendo as escrituras. Jesus não afirmou que a pergunta estava errada, mas disse que ele não devia se preocupar com os tempos que o Pai designou. Isto no tempo em que Jesus os estava instruíndo após sua ressurreição. Paulo em Romanos 11 afirma que DEUS NÃO REJEITOU SEU POVO QUE DANTES CONHECEU. Israel é Israel, a Igreja Não é Israel. Israel está lá na palestina. Eu mencionei isto porque você tocou no assunto a respeito do dispensacionalismo. Porque nas publicações de vossa denominação (adventista), Cristo é mostrado com a roupa do sumo sacerdote Araônico. Qual o motivo disto? Você não leu em hebreus que Cristo vem da tribo de Judá e da não da tribo de levi de onde provinha o sacedócio? Hebreus disse que Ele nem sacerdote seria. Mas agora ele é sacerdote segundo outra ordem. Por isto que eu digo, os caras pensam que entendem da bíblia quando vemos o contrário.

      Excluir
  37. Nossa! Depois de tanto tempo sem passar por aqui, volto e encontro as mesmas aberrações, ou diga-se de passagem, piores.
    Ps: "Até no ato sexual ela fica em posição de submissão"... O que é isso, meu amigo? Da onde
    você tirou isso? Só pode sair de uma cabeça podre igual a sua, me desculpe, mas isso pra mim tem outro nome. Estupro! O Post não fala sobre sexo, mas já que foi usado...Você sabe o que a bíblia diz sobre isso? " O marido conceda à esposa aquilo que lhe é devido...em outras palavras, seja homem e não um monstro, a faça feliz e realizada sexualmente. Da onde vc tirou esse absurdo? Gosto muito quando minha esposa fica realizada comigo, me submeto à ela e gosto muito quando ela comanda a relação, se é que me entende. Nada de mulher submissa no sexo. Isso é crime!

    ResponderExcluir
  38. Que é você que desceu de para quedas e está falando um monte de bobagens. Eu falei anatomicamente, se você não entende o que lê é problema seu. O post não fala sobre um monte de assuntos, para se exemplificar o que se está dizendo. Você é que deve ter a cabeça podre porque deu ênfase falsa onde não deveria, pois sem propósito algum botou uma lente de aumento num simples exemplo que eu dei. Agora se quer debater, leia meus comentários e refute-os se o puder.

    ResponderExcluir
  39. Você deve fazer parte do Brasil dos comunistas, em que atualmente não existe liberdade de expressão. Estamos dentro de uma ditadura comunista, e você provavelmente deve ser uma cria deles. Um governo sujo e hipócrita. Os gays querem tirar nosso direito de condenarmos as suas práticas. A coisa já está neste nível e você passou por cima de todos os meus comentários e foi lá pinçar um simples exemplo que eu dei. Isto se chama de safadeza, e semvergoinhice. Você seja quem for vá criar vergonha na cara. Se quer debater comigo tenha hombridade e refute os meus argumentos se tiver capacidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos seus comentário são fora de contexto e muito fora aliás...

      E todos seus comentário foram refutados ou vc não leu nos posts acima?

      Excluir
  40. Então refute eles e não fique papagaiando em volta. Até agora você está que nem mosquito zumbindo nos ouvidos dos outros. Detefon prá ti.

    ResponderExcluir
  41. Só algumas dúvidas:
    1- A alimentação saudável ou não, determina espiritualmente a vida de uma pessoa?
    2- Seremos julgados/justificados ou não pelas questões dietéticas?
    3- Crente morre?
    4- A longevidade adventista é igual em todo mundo?
    5- Adventistas adoecem?
    6 - Jesus foi vegetariano?
    7- No contexto do NT quais são as normas explicitas para a alimentação?
    8- Alguns dias a mais de vida se comparam à vida eterna?
    9- Posso ser condenado (na questão salvação) por consumir carne de porco?
    10- Até onde se sabe, de fato, a Sra. White era vegetariana de fato?
    11- Adventistas morrem? De que?
    12 - "Não matarás", mas por vezes fora ordenado por Deus que se matasse e comesse. Deus errou?


    "Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.
    Porque quem nisto serve a Cristo agradável é a Deus e aceito aos homens.
    Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros.
    Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo.
    Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça.
    Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.
    Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.

    Romanos 14:17-23

    Feliz Terça-feira a todos!

    ResponderExcluir
  42. Amigo Paulo Cadi, Paulo jamais poderia confirmar cada uma das doutrinas Bíblicas!

    Primeiro porque ele mesmo seria incapaz de a entender completamente! Mesmo sendo bastante estudado em relação à Lei!

    Segundo que o volume da Bíblia dobraria (porque teria que repetira as mesmas coisas).

    Terceiro porque a Bíblia teria 50% de redundância(teoricamente).

    Quarto, porque não precisaria, porque Paulo utilizava o Antigo Testamento em suas pregações.

    Quinto porque Moisés e seus escritos eram lido todos os sábados na sinagogas, e em cada cidade havia quem o pregasse no sábado nas sinagogas.

    Sexto porque a Bíblia é uma coisas só! Esta separação em Antigo e Novo testamento, bem como em capítulos e versículos são convenções humanas, adotadas apenas com o intuito de facilitar a leitura!

    Sétimo, porque os bereanos recebiam pregações e comparavam cada afirmação com a Bíblia, a saber, o Antigo Testamento e se houvesse nestas pregações algo contraditório, ou revogador, jamais aceitariam.

    Oitavo porque nos é recomendado testar todo espírito segundo a Lei e ao Testemunho (profetas). E os únicos tais eram os escritos do Antigo Testamento.

    Quinto, porque Cristo, começando por Moisés, utilizava a Lei e os Profetas a fim de comprovar que ELE era o messias.

    Sexto, porque Paulo guardava a Lei.

    Sétimo, porque os demais apóstolos e seguidores de Cristo também continuaram observando a lei, inclusive o sábado.

    Oitavo, porque o dia da preparação (prenuncio do sábado) continuou sendo praticado, pelas mulheres próximas a Cristo, mesmo após a SUA morte.

    Nono porque as próprias mulheres guardam o sábado, mesmo após a morte de Cristo.

    Décimo, porque ninguém passou a trabalhar todos os 7 dias na semana e a bíblia não declara nenhuma instituição de outro dia como dia de descanso espiritual, nem atribuiu a ele o caráter do sábado.

    Décimo primeiro, porque foi dito que toda a Bíblia é Inspirada e útil para o ensino.

    Décimo segundo, porque o próprio Paulo disse que tinha prazer na lei de Deus, e que seguia a Lei com seu entendimento e usava esta lei para combater a lei do pecado que estava ainda em seus ombros.

    Décimo terceiro, porque Paulo disse para honrar pai e mãe.

    (...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Décimo quarto, porque os mandamentos foram citados, ao ser relatado o resumo destes mandamentos que significam amar ao próximo como a si mesmo.

      Décimo quinto, porque o exemplo de Paulo, foi de alguém estudioso e zeloso das escrituras (quer eram apenas o AT na época).

      Décimo sexto, porque Paulo se dedicou a esclarecer mais sobre aquilo que os cristãos não conheciam (por não estarem contidos na Bíblia da época, o AT).

      De modo que Paulo não repetiu o que havia escrito, mas trouxe aquilo que não havia sido escrito mas que também eram necessários no contexto da igreja cristã!

      Décimo sétimo, porque Paulo era um pregador de novidades, de boas novas, e não um papagaio repetidor!

      Porque tudo que há na lei foi repetido através de Cristo, que deu o verdadeiro sentido da Lei. Portanto não convinha a Paulo, refazer este papel!

      Décimo oitavo, porque ao invés de pregar aquilo que Paulo pregou (Jesus poderia muito bem fazer isto), preferiu corrigir os erros que haviam quanto a interpretação da lei, para que a Lei pudesse ser seguida corretamente. (Cristo sabia que iria morrer, portanto tal correção não deveriam servir tão somente aos judeus, mas à igreja que ELE deixaria de legado).

      Décimo nono porque seria muito desperdício Jesus dedicar seu ministério a consertar os equívocos quanto à Lei, especialmente quanto ao sábado, para revogá-los no ano seguinte, sem dar chance dos que aprenderam, seguir a Lei corretamente.

      Vigésimo, porque Cristo é nosso exemplo e ELE guardou a Lei, bem como o sábado e por diversas vezes nos ordenou a guardar os mandamentos de Deus e até citou estes mandamentos.

      Vigésimo primeiro, porque ainda hoje existem não cristãos, que não reconheceram a Jesus e que estão condenados pela Lei! Deste modo a Lei é necessária para julgá-los e condená-los caso, porventura, não venham a aceitar a Cristo como salvador.

      Vigésimo segundo, porque a salvação sempre foi pela graça, que antigamente era expressa mediante a fé no sacrifício do cordeirinho, que representava Jesus, o Cordeiro que tira o pecado do mundo.

      Vigésimo terceiro, porque a Lei do mandamentos foram escritas pelo próprio dedo de Deus, de forma que não foram escritos por profetas, nem outra pessoa humana, porque são sagrados.

      Vigésimo quarto, porque Adão e Eva seguiam naturalmente a Lei de Deus, até mesmo o sábado instituído na criação.

      Vigésimo quinto, porque seremos transformados de foram a nunca mais pecar e voltarmos a guardar naturalmente todos os mandamentos de Deus, manifestação de seu caráter, escritos no contexto humano de forma a ser entendível e praticável pelo ser humano.

      (...)

      Excluir
    2. Vigésimo sexto porque Enoque e Elias, foram levados para o céu, justamente por manterem um caráter de fidelidade à Deus e SUAS leis, mesmo após ter conhecido o Salvador, nosso Deus, na pessoa de Jesus Cristo, o cordeiro morto desde o princípio.

      Vigésimo sétimo, porque desde a época de Caim e Abel, Adão e Eva, holocaustros eram oferecidos a Deus, por causa dos seus pecados. Então entendiam a Lei, para poderem saber que estavam em pecado.

      Vigésimo oitavo, porque Paulo disse que não conheceria o pecado senão fosse a Lei.

      Vigésimo nono, porque Paulo se preocupou em combater o legalismo quanto à Lei, se fosse de seu intento combater a lei, então já o teria feito, ao invés de definir regras sobre o que é correto e o que não é correto.

      Trigésimo, porque Paulo se recusou a comer animais imundos, indicando que cria na lei de levíticos que proíbe o consumo destas carnes, e que portanto Paulo jamais abandonou a lei.

      Trigésimo primeiro, porque a missão de paulo era trazer os gentios para junto dos judeus, na aliança firmada entre Cristo e o povo de Israel! Cristo jamais firmou sua aliança diretamente com os gentios, assim como Deus jamais firmou sua aliança diretamente com os pagãos!

      Trigésimo segundo, porque foi dito pela boca do próprio Cristo, a um gentio de que não convinha tirar da boca dos filhos e deitar aos cachorrinhos! E completou que era necessário primeiro alimentar aos vilhos! A mulher então disse que gentios como ela (cachorrinhos) também comeriam das migalhas que caem da mesa de seus donos! Jesus exaltou a fé daquela mulher.

      Trigésimo terceiro, porque o livro de Daniel, contém quase todas as doutrinas Bíblicas condensadas! E trata-se de um livro profético para o tempo do fim (tempo em que estamos vivendo agora).

      Trigésimo quarto, porque o livro de apocalipse deixa explícito a validade dos mandamentos, para o tempo do fim! Fazendo uma definição categórica daqueles que guardam os mandamentos de Deus e tem a fé em Jesus, como sendo os Santos que haveriam nos últimos dias.

      Trigésimo quinto, porque foi dito por Cristo, para que cuideis que a fuga (de Jerusalém em primeira instância), não se desse no sábado! O que prova que o sábado ainda existiria, várias décadas depois de SUA morte e da morte de todos os seus apóstolos, e era uma profecia, para os cristãos da igreja primitiva.

      Trigésimo sexto, porque Cristo disse que não veio para revogar a Lei e também não diria que mandaria alguém com este propósito.

      (...)

      Excluir
    3. Trigésimo sétimo porque foi dito que até que céus e terra passem, nem um til ou jota se omitiria da lei e foi reforçado com as palavras de que céus e terras passarão, mas que as palavras Dele, Jesus Cristo, Deus, jamais haveriam de passar.

      Trigésimo sétimo porque as pessoas eram batizadas muito antes do ministério de Cristo, e continuaram a guardar os mandamentos de Deus.

      Trigésimo oitavo, porque o próprio Cristo foi batizado, e continuou a guardar os mandamentos.

      Trigésimo nono, porque o batismo com que eram batizados, significava aceitação da nova aliança, da graça e do contexto da nova aliança e mesmo assim, já estando no contexto da nova aliança, fazendo parte da igreja de Cristo, aceitando-o como seu Senhor e Salvador, continuaram a guardar os mandamentos de Deus e muitos deles receberam recomendações do próprio Cristo de como haveriam de guardar corretamente os mandamentos.

      Quadragésimo porque está escrito de que o muro de separação foi derrubado, unindo Gentios e Judeus, graças à morte de Jesus na Cruz, que estendeu a salvação aos gentios.

      Quadragésimo primeiro, porque nenhum apóstolo ou discípulo de Cristo foi morto por transgredir um sábado, ou por matar, ou por desonrar pai e mãe, ou adulterar, ou consumir carne de porco, nem nada do tipo, mas a única coisa que acharam para o acusar foi professar o nome de Cristo.

      Quadragésimo segundo, porque muitos da igreja permaneceram em solo judaico. E ninguém foi entregue à um juiz por transgredir as leis judaicas.

      Quadragésimo terceiro, porque vemos Paulo guardar o sábado em solo gentio!

      Quadragésimo quarto, porque Paulo era instruído na Lei por grandes mestres e disto retirou muito de seu entendimento acerca do que é correto e do que não é correto.

      Quadragésimo quinto, porque antes de se fazer o bem, é necessário se cessar com a prática do mal, que é a transgressão dos mandamentos de Deus.

      Quadragésimo sexto, porque deixar de praticar o mal e ser obediente a Deus (antiga aliança) também faz parte dos planos de Cristo em fazer o bem e continuar sendo obediente a Deus (nova aliança).

      Quadragésimo sétimo, porque a Lei está agora escrita no coração de cada cristão e em seu entendimento, não com letras, mas com o Espírito.

      Quadragésimo oitavo, porque foi dito, abrrogamos a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a Lei!

      Quadragésimo nono, porque foi dito, não cuideis que vim revogar a Lei e os profetas.

      Qüinquagésimo, porque o pecado é a transgressão da Lei, e Deus não levará pecadores para o céu.

      Eu poderia citar ainda dezenas de outros motivos, mas ficam aí estes cinquenta, para que o amigo medite.

      Excluir
    4. Sr. Adventista antes de você desfiar o seu rosário mais do que batido, deveria ter respondido as minhas perguntas e não evitado, como até agora está fazendo. Paulo não guardou sábado nenhum. Ele ia pregar aos judeus nas sinagogas onde também haviam prosélitos gentios, porque os judeus se reuniam no sábado. A fuga no dia de sábado seria muito difícil porque as portas maiores da cidade ficavam fechadas e as menores abertas podendo passar apenas pessoas e haviam vigias para que nenhuma carga entrasse na cidade. I sto não tem nada a ver com gentios. O batismo antes de Cristo iniciar o seu ministério só o de João, o batista que foi enviado sómente a Israel como está em Malaquias 4 sob a Lei e não tem ver nada com a nova aliança, salvo preparar o povo para receber a nova aliança no sangue de Cristo. Cristo não veio revogar a lei e os profetas porque veio cumprir tudo o que dele estava escrito nos mesmos e ainda em Mateus 5 em diante cita a lei sem fazer distinção entre moral e cerimonial. Só na sua imaginação é que o livro de Daniel contem todas as doutrinas condensadas. Este livro não é para a Igreja, é só ler seu conteúdo. Além do mais a revelação para a Igreja veio no ministério de Paulo, o que está mais do que vindicado. Me mostre onde estão condensadas todas as doutrinas no livro de Daniel. Absurdo. O decálogo é chamado em 2 Co 3 de ministério da morte eda condenação GRAVADO COM LETRAS EM PEDRA. Em Romanos 7 Paulo afirma que fomos LIBERTADOS da Lei, e estamos mortos para ela. A lei é estabelecida porque TODO aquele que não morreu na cruz para a lei está vivo para ela e debaixo de sua condenação sem Cristo. Paulo não tirou seu entendimento da lei dos grandes mestres a não ser quando vivia como um fariseu na incredulidade. Foi através da revelação de Jesus Cristo que ele conheceu o real significado da palavra. Pecado é transgressão da lei de Cristo, a incredulidade no evangelho. O Livro de 1 João não trata do decálogo em NENHUM MOMENTO. E só você ler 1Jo. 3:23 onde diz: "O seu mandamento é ESTE: Que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo e nos amemos uns aos outros segundo nos deu mandamento". Paulo afirmou que estava debaixo da lei de Cristo, que é a ministração do Espírito Santo. Você disse que Paulo não poderia compreender as escrituras completamente mesmo sendo estudado, só que se esquece que seus escritos não vieram pelo estudo mas pela revelação de Jesus Cristo, e além do mais querer ter mais revelação do que o homem que foi comissionado diretamente pelo Cristo ressurrecto e que foi arrebatado até ao terceiro céu ouvindo palavras inefáveis que ninguém teve acesso a esta graça é pura soberba. Se alguém tiver mais revelação do que Paulo ele acabou de desbancá-lo como DOUTOR DOS GENTIOS e tirou a sua liderança porque sabe mais do que ele Levítico 11 não existe nas cartas dos apóstolos, mas sim atos 15:28. Você afirma que o livro da lei foi abolido mas levítico 11 não? e os outros mandamentos que não estão no decálogo como aqueles contra o homossexualismo, o alcoolismo e o incesto, por exemplo. Onde foram parar já que o livro da lei fpo abolido sobrando só o decálogo. POrque NENHUM apóstolo citou o decálogo na integra em suas epístolas como vocês toda a hora fazem, já que os gentios não sabiam nada disto, salvo os que eram prosélitos do judaísmo. Como iriam saber destas obrigações se a única fez que Paulo cita o decálogo ele é chamado de MINISTÉRIO DA MORTE GRAVADO COM LETRAS SOBRE PEDRA, lá em 2 Co.3. O Espírito de profecia é oque produziu as escrituras culminando no apocalipse e NADA tem a ver com os escritos de uma mulher que estava desobedecendo o apóstolo Paulo quando Cristo nele proíbiu as mulheres de ensinar aos homens por causa da queda.

      Excluir
    5. Me mostre pelas escrituras que o decálogo como redigido em Êx. 20 é a lei eterna de Deus e que os anjos guardam o decálogo segundo "revelação de White". Me mostre pelas escrituras que o povo de Israel guardou o sábado de Gênesis 2:1-3. O livro que contém as doutrinas do novo testamento é o livro de Isaías e não o de Daniel. Você disse que antes de fazer o bem é necessário parar de transgredir a lei quando o que o Senhor Jesus disse é que vos é necessário "nascer de novo". Um homem pode parar de praticar o mal e assim mesmo ir direto para o inferno. O Espírito Santo não veio escrever o decálogo como redigido em Êx. 20, porque o seu conteúdo não abrange todas as situações da vida de uma pessoa. Onde está o mandamento contra a mentira, já que falso testemunho e mentir não são a mesma coisa? O decálogo foi escrito por Deus como a assinatura de um contrato entre Deus e Israel intermediada por Moisés como uma prova de que o autor de TODA a lei era Deus. Só que Moisés quebrou as tábuas e DEus mandou ELE escrever outras. Portanto as tábuas de pedra que estavam na arca foram escritas por Moisés. Se Paulo afirmou que estamos MORTOS para a lei pelo corpo de Cristo, e mesmo em seu conteúdo ela ser santa, boa e justa mas só servindo para condenar o sujeito, como que o Espírito Santo vai implantar no crente pelo novo nascimento amesma lei para a qual estamos mortos? Paulo citou o mandamento "não matarás" DIFERENTE do que está no decálogo, assim como cita inúmeros mandamentos que estão no livro da lei mas não constam do decálogo. A lei só era válida em Israel, por isso que no dia de pentecostes havia milhares de Judeus da dispersão em Jerusalém. Quando emsolo gentio um judeu observava a lei, ele não estava dentro da vontade de Deus mas em apostasia. É só ler na lei que ela foi dada sómente para Israel 430 após Abraão como está em Gálatas. O guarda do sábado só era válida DENTRO das fronteiras de Israel como está na própria injunção. Gentios cristãos guardando o sábado em solo pagão é inexistente no novo testamento além de ser uma anomalia. Os mandamentos de ap. 12:17 são os mesmos de 1 Jo 3:23 e o Espírito de Profecia é o que produziu as escrituras e estava inspirando a redação do livro de apocalipse encerrando aí a revelação. O aparecimento de uma mulher profetisa com escritos supostamente produzidos pelo mesmo Espírito de Profecia que encerrou o apocalipse com autoridade apostólica só pode ser satanismo e dos ferrados. A interpretação ERRADA que os adventistas fazem de Daniel 8:14 fere profundamente a doutrina biblíca da expiação pois tal interpretação afirma que a remissão de pecados começou em 22 de outubro de 1844, quando hebreus 10:18 explicítamente diz que na cruz já houve a remissão de pecados. Porque os adventistas em suas publicações retratam Cristo com a roupa do sumo sacerdote Araônico sendo que ele veio da tribo de Júda e os sacerdotes só podiam ser por mandamento divino, da tribo de levi, descendentes de Arão? Em hebreus diz que na terra Cristo nem sacerdote seria; mas agora ele é sacerdote de outra ordem que nem consta na lei e por isso como diz em hebreus: "Mudando-se o sacerdócio, muda-se a lei". Eu já mais do que provei pelas escrituras que antes de Cristo o acesso ao céu estava negado ao homem, pois foi exatamente Cristo que uniu o homem caído a Deus Pai novamente e você continua nesse pé. Um homem com seus pecados diante de um Deus santo iria ser morto na hora, quanto mais subir ao céu em um corpo natural, e se fôsse celestial estaria pulando por cima de 1 Co. 15 que existe graças ao calvário. Estas heresias são um perigo para a sã doutrina porque invalidam, inutilizam e tornam desnecessária a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. Onde é que esse povo foi parar?!

      Excluir
    6. "Ele ia pregar aos judeus nas sinagogas onde também haviam prosélitos gentios, porque os judeus se reuniam no sábado. "

      Desculpe-me amigo Paulo Cadi, mas isto é argumento esfarrapado!

      E que demonstra que o amigo não crê nem mesmo nas cartas de Paulo, que o amigo trata de colocar como regra de fé dos cristãos não judeus (se é que tal divisão entre cristão Judeu e cristãon não Judeu é possível).

      Paulo guardava sim o sábado e deixou este exemplo, isto está contido nas escrituras, o resto é especulação.

      Ademais, os gentios também o ouviam nas sinagogas e o procuravam, pedindo para que repetisse as mesmas coisas no sábado seguinte.

      Excluir
    7. Sr. Adventista, o texto que demonstre que Paulo guardava o sábado, não as incursões de Paulo, cumprindo a regra primeiro o Judeu, depois o grego, quando ia iniciar a pregação em alguma cidade. Paulo afirmou que Deus NÃO REJEITOU SEU POVO, ao contrário dos adventistas que afirmam que Deus rejeitou Israel no ano 34 A.D. após o martírio de Estevão. Foi Paulo que escreveu colossenses 2:16, seguindo o mesmo padrão dos escritos do antigo testamento, semanal, mensal e anual. "E farei cessar todo o seu gozo, as sua FESTAS, as suas LUAS NOVAS, e os seus SÁBADOS, e todas as suas festividades" Oséias 2:11; "E para oferecerem os holocaustos do Senhor, AOS SÁBADOS, NAS LUAS NOVAS, E NAS SOLENIDADES." 1Crônicas 23:31; "...para os holocaustos da manhã e da tarde, NOS SÁBADOS, NAS LUAS NOVAS, E NAS FESTIVIDADES do Senhor nosso Deus..." 2 Crônicas 2:4; 'E isto segundo a ordem de cada dia, fazendo ofertas segundo o mandamento de Moisés, nos SÁBADOS, NAS LUAS NOVAS, E NAS SOLENIDADES..." 2 Crônicas 8:13; "...e para o contínuo holocausto dos SÁBADOS, DAS LUAS NOVAS, PARA AS FESTAS SOLENES..." Neemias 10:33; "...e as libações, NAS FESTAS, E NAS LUAS NOVAS, E NOS SÁBADOS, em todas as solenidades da casa de israel". Ezequiel 45:17. "Portanto ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos DIAS DE FESTE, ou da LUA NOVA, ou DOS SÁBADOS...". O mesmo padrão das escrituras, semanal, mensal e anual. Me prove que os judeus alguma vez guardaram o sábado de Gn. 2:1-3. Você não fala como um cristão, mas como alguem influenciado pelo judaísmo.

      Excluir
    8. Mais uma vez, tenho que lhe corrigir, porque os adventistas não pregam tal coisa!

      O Israel espiritual ainda existe, e inclui devidamente o próprio povo de Israel. Israel perdeu apenas o privilégio de ser o povo encarregado de transmitir a mensagem de Cristo a todo o mundo (obviamente porque rejeitaram a Cristo e a SUA mensagem que foi entregue primeiramente a ELES).

      Se houvessem aceito, seriam eles, os israelitas, quem estariam a pregar a mensagem hoje ao mundo e aos gentios.

      Como rejeitaram a Cristo e a Mensagem, a tarefa ficou contida apenas nos cristãos que haviam naquela época (judeus) até que viessem os gentios (tornando-se um só povo).

      Então Deus não rejeitou o seu povo, mas O POVO de Israel rejeitou a Deus. E com isto perderam o privilégio que antes tinham.

      Então Israel é ainda hoje UM povo de Deus, mas não O Povo de Deus (privilegiado). Recusaram a última oportunidade quando apedrejaram Estêvão, após terem rejeitado e crucificado a Cristo.

      Israel ainda faz parte da Israel Espiritual, que inclui também os cristãos, mas nem todos os que compõem esta israel Espiritual, também chamada de Igreja Invisível, herdarão a salvação.

      Todos estes são candidatos à salvação!

      A salvação, ou não, dependerá unicamente de aceitar a Cristo e permanecer Nele, porque não há outro caminho nem outro meio pelo qual possamos ser salvos.

      E permanecemos em Cristo enquanto guardamos os SEUS mandamentos e levamos uma vida em comunhão com Deus e em conformidade com a SUA vontade expressa na Palavra de Deus, a Bíblia sagrada.

      E quem disse que o judaísmo estava errado quanto à interpretação em geral sobre a Lei e os profetas?

      Os erros que mantinham foram devidamente corrigidos por Cristo! Cristo era um Judeu!

      Judaísmo era um estilo de vida, uma espécie de religião, assim como o adventismo, que é um estilo de vida e não apenas uma religião.

      Somos semelhantes de fato porque fazemos de toda a Bíblia nossa regra de fé e de prática. Apenas não contemos as doutrinas judaicas provindas da tradição.

      A igreja da época de Cristo era composta por judeus! Que mantinham tradições judaicas.

      Os gentios vieram mais tarde, e nisto, somente os mandamento de Deus foram-lhe exigidos (ou seja, não precisavam aceitar a tradição judaica).

      (..)

      Excluir
    9. O que Paulo fez foi livrar os gentios de terem que seguir as tradições judaicas! Como Lavar copos e jarros, purificar as mãos e tomar vários banhos antes de comer! Ou deixar de comerem carne por não poderem garantir que as carnes lícitas em suas terras não tenham sido sacrificadas à ídolos.

      Outra questão foi a de guardar as festividades cerimoniais, que haviam perdido o sentido!

      Os judeus guardavam-na porque haviam se tornado também tradição, mas para os gentios não haveria o porque de incorporarem estas festividades, pois não constavam em suas tradições!

      De modo que aquilo que antes era seguido como Lei, passou a ser seguido pelos judeus como uma forma de tradição e não havia problema algum.

      O problema eram os gentios julgarem que seguir tais tradições fossem necessárias.

      Mas eram desnecessárias porque as cerimônias apontavam para Cristo, a quem eles já estavam seguindo, então se fossem adotar o cerimonialismo como algo de significado salvífico ou de importância para a salvação, estariam pecando.

      Então o povo Gentio foi livrado do Judaísmo, é não das Leis e mandamentos da Palavra de Deus da época, o AT.

      Então, o povo gentio, basicamente seguia as mesmas coisas dos Judeus, com excessão daquilo que era estritamente tradição, como o lavar copos e jarros, se abster de carnes sacrificadas a ídolos.

      Não havia também a necessidade do corte tribal do prepúcio (circuncisão). Porque Jesus abriu as portas de Israel para os gentios e se tornaram um só povo (então não teria porque distinguir os povos, já que se tornaram um).

      Então foi dito que o importante não é a circuncisão, nem lavar jarros, nem tomar vários banhos, nem comer só legumes (temendo que as carnes sejam sacrificadas), nem qualquer outra coisas provindas estritamente de tradição (judaica).

      Este, meu amigo, é todo o contexto das cartas de Paulo, e quando temos isto em mente, tudo faz sentido.

      E o adventismo hoje, o que é!?

      Ora é o equivalente à igreja primitiva, na parte dos gentios!

      E nossa diferença para o Judaísmo?

      Ora, enquanto Judeus acreditavam que dieta vegetariana tinha significado salvífico (um equivoco combatido por Paulo), os adventistas acreditam que tem um significado de SAÚDE!

      (...)

      Excluir
    10. Mas em questão de Lei e as carnes proibidas pela Bíblia, ambos cremos que são, NESTE CASO, abster de carnes imundas tem tanta importância como seguir qualquer outro mandamento.

      Enquanto os judeus acreditavam que o sábado deveria ser guardado de forma legalista (forma combatida por Jesus), acreditamos que o sábado deva ser guardado como expressão de nossa fé em tudo que Cristo nos ensinou acerca do sábado.

      O estilo de vida Judeu foi importante, Jesus foi um judeu e vários judeus se converteram rapidamente ao Cristianismo. Cristo combateu os exageros, e o que invalidava a lei de Deus, no judaísmo, em prol da tradição.

      Jesus falava bem dos judeus! Não poderia ser diferente, uma vez que também era Judeu.

      Agora o amigo tem que se decidir, se somos influenciados pela cultura e tradição do judaísmo, ou se somos influenciado pela cultura e tradição do próprio adventismo.

      Porque além da Bíblia, os únicos livros que damos atenção em questão de nosso estilo de vida são os escritos de Ellen White, e não os livros judaicos!

      Mas por que será que somos quase que idênticos (adventistas do sétimo dia e judeus da nova aliança).

      A resposta é simples, porque fazemos da Bíblia e Toda a Bíblia, nossa regra de fé e de prática e procuramos não rejeitar coisa alguma do que há ali escrito.

      Não fazemos separações, nem dicotomia, nem mutilação dos Escritos, mas seguimos tais Escritos integralmente.

      Hoje, adventistas e judeus da nova aliança, fazem inclusive cultos juntos nas sinagogas.

      E assim seria com toda a cristandade, se guardassem a Bíblia por inteiro.

      Excluir
    11. Só existe Israel espiritual na sua imaginação. Já refutei isto também.

      Excluir
    12. O Israel espiritual só existe na sua imaginação. Leia Jeremias 31:35-37 e Sofonias 3:13.

      Excluir
    13. Sobre a rejeição de Israel no ano 34 A.D.Isto é doutrina adventista e você mentiu. Isto faz parte da doutrina adventista com relacão a Daniel 8:14. Quer que eu lhe mostre?

      Excluir
    14. Uma coisa interessante.

      Os chamados judeus da Nova Aliança nada mais são do que gentios travestidos de israelitas que salvo raríssima exceção tem ascendência judaica. Usam kipa, tefilin, talit, restauram rituais e costumes judaicos sem saber de fatos os verdadeiros significados de tais coisas.
      Em seus cultos há uma mistura de tudo: neopentecostalismo, danças, rituais, língua hebraica (???), leitura da Torá, Bar Mitzva, gente fantasiada de judeu; tudo menos Evangelho. Pensam que por "praticarem" tal religiosidade estarão mais perto de agradar a Deus.

      Qualquer pessoa que frequentar uma sinagoga verdadeira durante um mês e fizer uma honesta comparação entre judaísmo e cristianismo logo percebera a aberração que são esses movimentos judaizantes. Nada a ver uma coisa com a outra.

      Até mesmo os judeus admitem que esse tipo de pratica por parte desses grupos desqualifica o cristianismo em sua essência, pois o mesmo não precisa estar travestido de judaísmo. Até admitem que se de fato Jesus fosse o messias, haveria sim uma nova aliança, novas leis, uma nova era.
      Essas são sinagogas de Satanás e tem as mesmas praticas da igreja dos gálatas.

      Agora imaginem esses grupos """evangelizando""" os indígenas da verdejante Amazônia, índios de outra raça e culturas, hábitos e costumes bem diferentes, tendo que usar kipa, tefilin, talit, tocar chofar etc?!


      Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;
      O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.
      Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.Gálatas 1:6-8

      Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi evidenciado, crucificado, entre vós? Gálatas 3:1


      Excluir
  43. É Paulo Cadi, depois dessa fique caladinho mesmo, pois, vc foi refutado mais uma vez... rsrsr

    ResponderExcluir
  44. O Sr. Adventista apenas repetiu tudo o que já disse se mostrar os textos do novo testamento que entrou em efeito no dia de pentecostes. Não respondeu como sempre as minhas perguntas. Não tem refutação NENHUMA. Por que você não refuta. Estão ali em cima>

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho respondido aquilo que mostra alguma coerência. Tenho, de fato, ignorado as especulações. Mas posso respondê-las, se o amigo colocá-las em número diminuto, de preferência, uma-a-uma.

      Lembre-se de que até o presbiterianismo crê na validade dos mandamentos, bem como o amigo Luciano Sena, comprovável através de seus artigos. Assim como a imensa maioria das religiões cristãs tradicionais.

      Então, não creio que os demais leitores, precisem de explicações acerca destes assuntos, então tais explicações seriam estritamente para o amigo.

      Excluir
    2. Respeito a posição dos irmãos prebiterianos. Eles não tem a mesma doutrina a respeito do decálogo que vocês, ainda que em alguns pontos haja semelhanças devido a origem do movimento adventista. Nas minhas intervenções não existem especulações, mas pura escritura. Você é que não está conseguindo responde-las.

      Excluir
    3. São opiniões amigo Paulo Cadi, jamais poderiam ser a pura escritura.

      Excluir
    4. Vá falar com os presbiterianos, eu não tenho NADA a ver com isso pois sou dispensacionalista. Você NÃO está conversando com um reformado. Vá falar com o Luciano. São meus irmãos em Cristo e respeito a teologia deles. NÃO ADIANTA ME CITAR O DECÁLOGO. 2 CORINTÍOS CAPÍTULO 3, ENTENDEU?

      Excluir
  45. FILIPENSES 3
    4 Ainda que também podia confiar na carne; se algum outro cuida que pode confiar na carne, ainda mais eu:
    5 Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu;
    6 Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível.
    7 Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo.
    8 E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo,
    9 E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé

    Difícil em Paulo Cadi, o próprio apostolo diz que todo conhecimento que ele adquiriu pela lei, ele reputou com lixo, não que a lei não seja boa, mas somente nos condena. Mas graças...e somente graças, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo que a cumpriu por nós, é isso que o apostolo Paulo enfatiza muito claramente em seus escritos. Mas como vc diz, eles partem de um ponto e nós de outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é irmão Fernando quando a incredulidade na palavra é inoculada dentro das pessoas, sómente a graça de Deus para tirar o véu que o diabo lançou sobre suas faces para que não vejam o evangelho da graça brilhando em todo o seu esplendor!

      Excluir
    2. É isso aí, continue na luta e na graça, colocando a serviços de CRISTO e da verdadeira igreja, a sua pena afiada, rsrs.

      Excluir
    3. Se vcs acham que Paulo aboliu a Lei que Cristo, o próprio Autor da Lei, disse que não veio abolir e sim cumprir e que nem um "j" ou um "til" se omitirá da Lei...

      Parabéns, vcs estão fazendo tudo certinho, do jeito que o Diabo gosta.

      Infelizmente como já foi dito neste blog inúmeras vezes: ...textos fora de contexto. LEIAM TODA A BÍBLIA!

      Fiquem com Deus!

      Excluir
    4. Amigo Paulo Cadi, seria mais apropriado se referir:

      "quando a incredutlidade na porção das Cartas de Paulo"

      Porque 'Palavra' convencionou-se utilizar para definir toda a Bíblia.

      Ademais, o amigo é quem não crê na validade do Antigo Testamento e dos evangelhos de mateus, marcos e lucas, como regra de fé da vida cristã (daqueles que o amigo considera gentios).

      Então, creio que a incredulidade não se dá por parte daqueles que crêem no AT, bem como nos evangelhos, mas sim por parte daqueles que não crêem no AT, nem nos 3 primeiros evangelhos.

      Alegar de que não cremos nas Cartas de Paulo, é algo falacioso. Porque não é o fato de não darmos esta importância primordial que o amigo dá às cartas de Paulo, que nos torna descrentes.

      Apenas não partilhamos da crença do amigo de que as Cartas de Paulo devam ser nossa exclusiva regra de fé e de prática, em detrimento inclusive dos demais livros. Porque cremos que toda a Bíblia é inspirada e que toda ela representa a Palavra de Deus. Portanto, não cremos que todo o resto tenha sido substituído pelas cartas de Paulo, como o amigo professa crer.

      Excluir
    5. Cristo foi ministro da circuncisão, Rm. 15:8, nos dias de sua carne. Você leia os evangelhos e tente aplicar TUDO o que lá está escrito para a Igreja e verá onde você vai chegar. Os três evangelhos sinopticos falam do misterio de Jesus debaixo da lei. Tendo Cristo vindo a Paulo, a Fé dada aos gentios contém toda a mensagem do evangelho eterno, e REPITO, os cristãos primitivos nâo tinham biblías e nem os 4 evangelhos como nós temos hoje. Alías, o evangelho de João foi escrito em Éfeso depois da redação do apocalipse. Aqui ninguém está anulando NADA, mas dividindo corretamente a palavra. A própria nova aliança divide corretamente a palavra ao compor o novo testamento, originalíssimo e promessa redentora contida no antigo, exaltando as escrituras dos profetas pelo pleno cumprimento da palavra. Vocês adventistas é que mantém a velha aliança, pois transferiram o sacerdócio Araônico para o céu. Nas gravuars da vossa denominação até retratam Cristo, vejam só, trajado com a indumentária do Sumo sacerdote Araônico, quando o Senhor veioda tribo de Júda onde não se fala em sacerdócio. Então eu lhe pergunto Sr. Adventista, se Cristo é da tribo de Júda e não da de Levi como é que ele está oficiando num santuário segundo a ordem de Arão, se havendo mudança de sacerdócio MUDA-SE a LEI? Se a lei cerimonial foi abolida, como é que Cristo continua oficiando num santuário que foi construído de acordo com as instruções dadas no livro da lei cerimonial? Eu respondi a suas questões dos comentários anteriores e você como sempre pulou e não respondeu as minhas.

      Excluir
    6. Me desculpe mas não mutilamos a Palavra de Deus. A Bíblia é uma coisa só e deve ser seguida integralmente.

      Excluir
    7. Aqui os seus argumentos foram REFUTADISSIMOS.

      Excluir
  46. Gilson Tenório, a minha vontade era que tu fôsse tomar uma garrafa de Guaraná. Guaraná não é bom? Então você vai tomar um copo de Guaraná que acalma o troço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Cadi, é dificil mesmo, o véu esta posto nesses corações.
      O que nos mais afirmamos aqui é CRISTO cumpriu toda a lei, é exatamente isso ELE não revogou nenhuma lei, ELE cumpriu cabalmente toda a lei em nosso lugar.

      Excluir
    2. Irmão Fenando, eu quero ver eles nos mostrarem que os anjos guardam o decálogo e que o motivo da queda de Satanás foi a revolta contra os 10 mandamentos conforme estão redigidos em Êx. 20 e que o decálogo como está em Êx. 20, literalmente, é a lei eterna de Deus desde antes da criação. Isto tudo é coisa de Ellen White. Está lá no livro "Patriarcas e Profetas", de White e espalhado pelo resto de seus escritos. Até agora estão nos devendo esta!

      Excluir
    3. E chamam de igreja remanescente.
      Em vezes de estar sob os fundamentos dos apóstolos, esta fundamentada sob o delírio e devaneio de uma suposta profetiza.

      Excluir
    4. Amigo Paulo Cadi.

      Até hoje não encontrei objeção literária (na forma de livro) alguma quanto ao livro Patriarcas e Profetas.

      Se tiver, poderia por favor me indicar?

      "...e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele.." (João 8:44)

      Teológicamente, a Bíblia é a Verdade, Cristo é a Verdade. Deste ponto de vista, o que está na Bíblia é a mesma verdade que sempre existiu sobre Deus e sobre o bem e o mal.

      Este conceito aceito de forma unânime, já garante de que tal afirmação contida no livro de Ellen White é verdadeira!

      Por isto o amigo não encontrará nenhuma obra literária de teólogos que contradiga tal afirmação.

      Creio então que sua dúvida se dá por conta de desconhecimento ou de falta de familiaridade com conceitos comuns ao meio cristão e que inclui a vossa religião.

      O próprio texto que lhe redigi, contém explicações quanto a isto, quando disse de que a lei esteve no interior de Adão e Eva (leis morais), e que para lá retornará, de forma que, naturalmente, não mais transgrediremos a Lei.

      A isto Cristo se referiu, assim como o profeta Isaías, de que Cristo escreveria a Lei em nossos corações e também de que tiraria de nós o coração de pedra e que nos daria um coração de carne. Seriam Leis não gravada em pedras (táboas de pedra ou corações de pedra), mas no coração de carne, devidamente transformado pela atuação diária de Cristo em nossas vidas, por meio do Espírito Santo.

      Excluir
    5. Sr. Adventista, compreendo sua explicação, mas os adventistas, tem que demonstrar que o decálogo COMO ESTÁ REDIGIDO em Êxodo 20 , é a lei eterna de Deus. Isto foi que Ellen White trouxe. Me explique isto.

      Excluir
    6. Querido amigo Paulo Cadi, a Bíblia é um livro escrito de forma a ser entendido por uma criatura limitada que é o ser humano!

      A moral de Deus é algo tão incompreensível quanto o próprio Deus.

      Os mandamentos bem como toda a Lei são uma EXPRESSÃO deste caráter na linguagem entendível humana.

      Porque Moral, não é algo composto de letras! Mas sim algo contido no coração!

      O amigo conseguiria expressar toda SUA moral com palavras?

      Deus precisou utilizar, além de palavras, exemplos, conselhos, reeducações, castigos, disciplinas e até o afeto, para expressar um pouco desta Moral que É parte integrante de Deus, algo inseparável.

      Por causa desta moral é que Deus não pode pecar!

      Então o pecado está intimamente ligado em se AFASTAR desta moral!

      Porque em verdade, o pecado corrompe esta moral implantada dentro de nós, parte integrante natural de nosso caráter!

      A nossa moral porém é derivada, mas a de Deus não! Por isto somos suscetíveis ao pecado, mas Deus não! A moral dos anjos também são derivada, por isto, estes também tem a capacidade de pecar.

      E o pecado vem quando se perde esta moral!

      No caso de Satanás, foi se corrompendo gradualmente, mas quanto ao homem, veio por meio de uma escolha.

      A moral de Deus? Ou o pecado?

      Viver segundo as regras que fazem parte da essência de Deus? Ou total liberdade de Deus para proceder como bem se entende?

      Isto que estou lhe dizendo, amigo Paulo Cadi, é o básico acerca de Deus e que todo teólogo é obrigado a conhecer em qualquer faculdade que este venha frequentar.

      Então a origem das Leis de Deus é a própria Moral de Deus, que é algo eterno!

      Aqui, nós tratamos como letras escritas!

      E o Espírito, contém a Lei moral de Deus, que é colocada em nós! Mas isto é feito por meio do Espírito Santo.

      De modo que quando nos afastamos de Jesus, o Espírito Santo se afasta de nós, e lá se vai a Moral que Jesus colocou dentro de nós, daí voltamos a pecar.

      Mas quando tivermos novamente nosso corpos glorificados e o pecado banido de nossa carne, então termos novamente as leis morais dentro de nós, assim como era no princípio com Adão e Eva.

      E jamais pecaremos, porque aceitar a cristo, já inclui no pacote, permissão para que Deus jamais permita que o pecado se instaure novamente em qualquer um de nós.

      Então, pare de desmerecer a lei de Deus, que é expressão do seu caráter escrito em pedras.

      Quando defendemos a Lei estamos a defender o caráter de Deus! Defender a vontade de Deus para este mundo!

      E a adoração a Deus é algo irrevogável, e que encontramos expressa na forma do 4º mandamento.

      Deus é um Deus digno de adoração, enquanto estivermos junto dele, temos que adorá-lo.

      Mas o homem um dia foi feito livre para escolher ficar com Deus e viver segundo a sua vontade, inclusive de adorá-lo, ou rejeitá-lo para então sermos independentes e fazermos tudo da forma como bem entendermos.

      Eu pessoalmente, quero voltar a viver segundo a vontade de Deus, em harmonia com SEUS preceitos morais, para inclusive render-lhe adoração e prostrar-me diante da SUA autoridade.

      E a escolha está posta para cada Cristão, seguir a Deus e a sua vontade (caminho estreito e difícil neste mundo), ou deixar de fazer a sua vontade (caminho largo e fácil neste mundo).

      Excluir
    7. Siga o seu caminho. O decálogo é chamado de ministério da morte e da condenação em 2 co. 2.

      Excluir
  47. Tem alguém aki que devolve o Dízimo ? Se tem, me mostre aonde tem o mandamento ?????

    ResponderExcluir
  48. Tem alguém aki que devolve o Dízimo ? Se tem, me mostre aonde tem o mandamento ?????

    ResponderExcluir
  49. Abraão deu o dízimo para melquisedec, sacerdote do Deus Altissímo. Este é o sacerdócio que Cristo assumiu após sua ressurreição. A lei só veio 430 anos depois, como Paulo diz em Gálatas 4:17. Se o sacerdote melquisedec recebeu dízimos do patriarca, não tendo nada a ver com a lei e seus sacrifícios já que trouxe pão asmo e vinho (sacrifício de Cristo), logo o dízimo faz parte do sacerdócio de melquisedec, que é o da nova aliança e que mais tarde foi incorporado a lei dada no Sinai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conveniente, não!?

      Que este único item do Antigo Testamento, seja incorporado à nova a aliança!

      E quanto as leis guardadas por Abraão? Ou não sabe que Abraão guardou leis, mandados, preceitos e estatutos?

      Fariam estes, também parte da nova aliança?

      E Abraão também fazia sacrifícios de cordeirinhos, que representava o sacrifício de cristo, enquanto guardava tais leis e preceitos!

      Ou será que é somente aquele trecho do dízimo que o amigo, convenientemente, recorta e costura à nova aliança? Suspeito não!?

      Excluir
    2. Mas NADA fala da observância do sábado que só aparece em Êx. 16. Me prove que os hebreus observaram o sábado de Gênesis 2:1-3. Me prove que o decálogo como está redigido em Êx. 20 é observado pelos anjos , sendo a lei eterna de Deus. Eu não invento NADA, sigo a revelação conforme ela vem na palavra. Na questão do dízimo, ÚNICO que os recebeu antes da lei foi Melquisedec que por sinal NADA tem a ver com sacrifìcios de animais mas estava prefigurando a ceia da nova aliança. A isto me detive, não misturando as estações. O verdadeiro Sábado de Gênesis 2:1-3 foi dado em sombra na lei 430 anos após Abraão. Isto foi o que Paulo disse escrevendo sob a inspiração divina.

      Excluir
    3. O próprio Deus guardou o sábado!

      Se Abraão guardou ou não este mandamento é irrelevante, porque Abraão não é nosso Deus! Portanto Abraão não nos serve de exemplo!

      A obrigação de Abraão era seguir o exemplo de Deus, assim como Jacó, Moisés todos os demais profetas.

      De modo que todos eram livres para comer ou não das frutas que Deus criou, usar ou não as águas para seu banho e descansar ou não no dia de sábado!

      Tudo que foi feito na criação, foi para uso do ser humano! Ou acha que Deus criou o sétimo dia para ELE mesmo descansar?


      A Bíblia diz que o sábado foi feito por causa do homem e que Deus não se cansa nem se fadiga.

      E Deus se encontrava com Adão e Eva. Onde está escrito na Bíblia de que Deus tenha revogado este benefício dado ao homem na criação!?

      Não é o fato de o homem ter esquecido do sábado em suas gerações, por se afastarem dos princípios de Deus, que isto iria invalidar este benefício perpétuo dado ao homem, para que pudesse descansar e estar em comunhão com Deus.

      Deus me deu, árvores, animais e também o sábado! Então sou livre para fazer uso destas coisas! E faço com muito gosto!

      Se Deus deu isto também para mim que sou humano, quem há de me tomar!?

      Portanto faço uso sim do sábado de descanso e comunhão com Deus.

      Agora cada um é livre para fazer uso ou não deste benefício!

      Entretanto, quanto ao Povo de Deus, nosso Senhor ordenou que descansássemos neste dia, para adorá-lo.

      Então, está errado não é quem guarda o sábado, mas quem deixa de guardá-lo.

      Mas se o amigo acredita que o sábado não tem importância, é por sua própria conta e risco! Eu pessoalmente decidi seguir a vontade do meu Deus. E vontade independe de lei! Se Deus se agrada que o adoremos no sábado, para mim isto é suficiente.

      Se antes tínhamos os fariseus extremistas, hoje temos dispensacionalistas, também extremistas.

      Por que é tão difícil seguir a lei, do jeito que está escrito na Bíblia!? O próprio Jesus corrigiu tudo que havia para se corrigir para que pudéssemos seguir a lei da maneira correta!

      Mas o ser humano tem péssimo hábito de gostar dos extremos e não se coloca em conformidade com a vontade de Deus. Ou seguem com exagero, ou não seguem.

      Só para não seguirem da forma como Deus ordena. Então fica tudo do jeito que o Diabo gosta!

      Excluir
    4. Os judeus guardaram o sábado de Gênesis 2:1-3?

      Excluir
    5. Fariseus extremistas são os dispensacionalistas? Será que você tem a cara de pau de afirmar isso? Eu quero saber se o povo de israel guardou o sábado de gênesis 3. Adão não se cansava. Todos os dias à tarde Deus vinha ter com ele. Ele NUNCA tomou conhecimento de um mandamento que só apareceu em êx. 16. Quando Deus entrou em seu descanso, Adão entrou justo, e pelo pecado ele saiu do descanso vindo parar nas trevas exteriores.

      Excluir
  50. Me mostre nas cartas de Paulo o mandamento do Dízimo para a Igreja ??? Abraão também fez sacrifícios, estes (sacrifícios) faz parte da Nova Aliança ??

    Deuteronômio 4:12,13
    Então, o SENHOR vos falou do meio do fogo; a voz das palavras ouvistes; porém, além da voz, não vistes aparência nenhuma.
    Então, vos anunciou ele a sua aliança, que vos PRESCREVEU, os dez mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra.

    Samos 119: 151,152,153

    Tu estás perto, SENHOR, e todos os teus mandamentos são verdade.
    Quanto às tuas PRESCRIÇÕES, há muito sei que as estabeleceste para SEMPRE.
    Atenta para a minha aflição e livra-me, pois não me esqueço da tua lei.

    Isto responde alguma pergunta sua ?

    ResponderExcluir
  51. Ao citar estes salmos você acha que o autor, sendo "adventista", é claro, estava pensando só no decálogo. Onde está o no decálogo os mandamentos que proíbem e condenam o homossexualismo, o incesto, o alcoolismo etc? De acordo com Ellen White os anjos no céu guardam o decálogo como está redigido em Êx. 20. Tente aplicar algum dos mandamentos do decálogo a eles. Me prove que o decálogo existia antes do Sinai e que antes de ser criado o mundo ele era a lei "eterna" de Deus como está REDIGIDO, com aquele mesmo conteúdo lá em Êx. 20. Se existem 2 leis, uma moral, o decálogo e a outra cerimonial, o livro da lei, e sómente a "lei cerimonial" foi abolida, porque levítico 11 não foi, jé que estava no livro da lei. Então TODOS os mandamentos morais que estão no livro da lei e que não CONSTAM no decálogo FORA TAMBÉM JUNTAMENTE ABOLIDOS. Explique isto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amarás a Deus sobre todas as coisas! Se amo a Deus não pratico as coisas que ELE abomina.

      Este é o maior mandamento e que nos proíbe de colocar qualquer vontade acima da vontade de Deus.

      Este mandamento, é expresso por Jesus na forma de amar a Deus com todas as suas forças e todo o seu entendimento. Amar a Deus mais do que a bebida, do que o homossexualismo e do que o incesto.

      Você não adorará a promiscuidade, nem irá cultuá-la, nem colocará qualquer coisa como um deus em sua vida, nem mesmo a bebida.

      Não colocará a bebida, nem a promiscuidade no lugar mais elevado em sua vida, mas antes se prostrará ao teu Deus e se livrará de todos os outros ídolos de sua vida. Não idolatrarás o pecado, mas amarás a Deus. Não se prostrarás ao pecado, mas se apresentará de pé diante de Deus, somente diante de Deus lhe é dado liberdade para se prostrar em culto e homenagens.

      Este é o segundo mandamento.

      Não tomarás o nome do senhor teu Deus ao mesmo tempo que pratica coisas abomináveis e se agrada destas coisas abomináveis.

      Este é o terceiro mandamento.

      Compareça diante da presença de Deus que é Santo, porque ESTE é o Deus criador dos céus e da terra, do mar e de tudo que neles há, um Deus que abençoa e que santifica. Mas também um Deus que amaldiçoa, até as grerações daqueles que O rejeitam e que o aborrecem.

      E diante de Deus, que homem promíscuo poderá suster-se?

      Este é o quarto mandamento juntamente com segundo mandamento mandamentos e que se referem à adoração correta e à adoração errada.

      Não trará vergonha para teu pai, nem para tua mãe.

      Este é o quinto mandamento.

      Todos que amam a Deus, odeiam o pecado e todos os que amam o pecado odeiam a Deus. Porque ninguém pode ser servo de dois senhores, porque amará a um e desprezará ao outro.

      Quem odeia ou despreza a Deus, ama a morte!

      Esta é a Lei de Deus!

      ------------------------------------------------------

      E de forma bem simples e direta (mais direta impossível), descrevemos:


      Toda prática de sexualidade fora do casamento é enquadrada como adultério.

      Toda prática de vício é enquadrado como idolatria e transgressão também do primeiro mandamento.

      --------------------------------------------------------------------

      Estes dois tipos de pecado tem implicação também no quinto mandamento. E quando trata-se de um Cristão, infringe também o terceiro mandamento, porque Cristo é Deus, então tomar o nome de Cristo e se chamar cristão, enquanto leva uma vida de promiscuidade é tomar o nome do Senhor em vão.

      Estes dois tipos de pecado, geram também um afastamento de Deus,então a pessoa acaba caindo na transgressão de todos os outros mandamentos!

      E a Moral de Deus não é dividida! De forma que quando pecamos, atentamos contra a moral de Deus, ou seja, contra aquilo que gerou TODOS os mandamentos que se tem escritos e que gerou o padrão moral que Deus exige do homem (a Bíblia Sagrada). De forma que quem comete pecado, transgride toda a Lei, peca contra o padrão moral que Deus estabeleceu para o homem neste contexto de pecado.

      Excluir
    2. DE novo não respondeu o que perguntei acima, está usando de evasivas e conversa mole porque não tem resposta. O decálogo como está REDIGIDO em Êx. 20 é a lei "eterna" de Deus antes de haver o mundo? Os anjos, segundo White, guardam o decálogo conforme está em Êx. 20?

      Excluir
    3. Nossa Paulo Cadi, vc não vê um palmo a sua frente...

      Vc não compreende o verdadeiro significado da Lei de Deus. A Lei não está somente naquilo que está escrito nas tábuas de pedra mas sim da forma bastante simplificada que o Irmão Sr. Adventista expôs pra vc ver... E basta ter um pouco mais de intelecto para ver que vai muito mais além do ele disse.

      Fique com Deus!

      Excluir
    4. Anjos matam? Furtam? Mentem? Idolatram outros Deuses?

      Sim, os anjos guardam os mandamentos, bem como todo filho de Deus.

      Há anjos que não guardam os mandamentos? Sim, de fato há!

      De modo que há anjos que guardam e anjos que não guardam, do mesmo modo que há homens que guardam e homens que não guardam.

      Mas só aquele que guarda, pode ser chamado de Filho de Deus, porque todo filho é a imagem e semelhança de seu Pai.

      Excluir
    5. Sr Adventista, um pouco complexo isso não?

      Eles adulterariam como? São casados? Obedeceria que mãe?

      Bem, só acho que há uma mistificação nos dez mandamentos por parte de Ellen White, o que nunca foi pretendido na Escritura.

      Os dez mandamentos é considerado HOJE pela Igreja Cristã como uma resumo de leis morais em todo o VT.

      Jesus tratou-os com o mesmo peso do VT. Existe um problema aí neste ponto com a teologia adventista.

      Excluir
    6. Os mandamentos de Deus são irrestritos, estes foram condensados na Palavra de Deus, para o contexto do ser humano. Também foram sintetizados em 10 mandamentos. Além de terem sido resumidos em 2 mandamentos. E por fim, serem postos sob um único mandamento (Mateus 22:37).

      O que Ellen White expõe é que os mandamentos dependem de Deus e não o contrário!

      Deus é nosso padrão moral! O contemplarmos este padrão, entendemos todos os mandamentos, e não precisamos deles escritos em taboas de Pedra.

      Este padrão é contemplado através de Jesus!

      Em tudo que formos fazer, poderíamos nos perguntar: - O que Jesus faria?

      A lei escrita era apenas uma descrição do caráter de Deus!

      Desta forma, não importa o mundo ou as criaturas que Deus haja criado, nem a forma como vivem e se relacionam. Deus os criou de forma perfeita para estarem em harmonia com as suas leis, que são eternas!

      Eternas não apenas pelo fato de Deus ser eterno, mas de que é também algo imensurável e incompreendido.

      O que Deus faz então é sintetizar sua lei, ao contexto das criaturas em pecado:

      Por exemplo, quando Lúcifer juntamente com seus anjos, pecaram, havia uma lei descrita para os tais. O resumo desta Lei, era também, amar a Deus sobre todas as coisas e a seus semelhantes como a si mesmos.

      De forma que a lei é apenas uma expressão em forma de palavras, acerca do caráter de Deus, onde não habita nenhum mal.

      A uma criança pequena por exemplo, não conseguimos explicar certos valores. A exemplo da vida, da saúde e da integridade física.

      Como não entendem então colocamos restrições, como, não atravessar a rua, não beber das garrafinhas que se encontram debaixo da pia e não colocar o dedo na tomada.

      Não judiar do animalzinho, nem comer os doces do irmãozinho.

      Ao fazermos isto estamos pregando a lei de Deus, que nada mais é do que isto, expressões na forma de palavras, do Cuidado de um Pai para com seu Filho.

      Com Israel foi da mesma forma. Inicialmente, lá com Abel, Elias, Enoque, o homem ouvia e entendia a voz de Deus e obedecia com o seu entendimento. Entendiam o caráter de Deus e sabiam o que O desagradava, por isto não matavam, não furtavam, nem fazia coisas do tipo, porque suas próprias consciências os condenavam.

      Mas Israel passou por um tratamento bastante desumano, maior até do que o que israelitas recebeu quando foram levados cativos à Babilônia.

      (...)

      Excluir
    7. De modo que tornaram-se insensíveis, inconstantes, criaram calos na consciência e se tornaram povo de duras ceviz (pescoços difíceis de serem quebrados).

      Deus teve que explicar a sua Lei então de uma forma bem simples de modo que aquele povo sem consciência pudesse seguir.

      Não faça isto! Nem Isto! E nem Isto! Mas faça aquilo! Aquilo! E aquilo!

      De forma que os princípios sempre foram os mesmos, tantos para homens, quanto para anjos.

      Quando ensinamos algo a uma criança pequena, estamos passando princípios morais que aprendemos. Todos estes cuidados e os valores que ensinamos sempre existiram, ou seja, não foram criados com a humanidade!

      De modo que todo o cuidado, todo zelo, todo amor, toda regra que visa a proteção de alguém amado, enfim, tudo que é nobre e de boa fama, ESTA É A LEI MORAL DE DEUS.

      Não escrita por palavras, mas expressa no dia-a-dia, quando cuidamos daqueles que amamos e quando tomamos nossas decisões em razão daquilo que é correto e justo.

      Toda moral que existe no universo e nas criaturas Criadas por Deus, são um reflexo do caráter de Deus.

      A Lei é apenas uma tentativa de expressar de forma escrita, esta moral, e os princípios que governam o universo por meio de Deus.

      Cristo, foi toda esta lei expressa! O ponto mais alto da manifestação deste caráter Divino foi na Cruz! Quando se entregou totalmente, no lugar de suas criaturas que não mereciam tamanho amor.

      Ali na Cruz Jesus cumpriu a Lei, de forma que demonstrou em si mesmo, como de fato é Deus.

      E a lei é esta, se preciso, dar a vida pelos seus irmãos. (João 15:13)

      O amor humano é dirigido para si mesmos, representando um flecha em cima da cabeça, apontando para ele mesmo.

      Mas a Lei de Deus é são duas flecha que provêm da pessoa e aponta, uma para cima (para Deus) e outra para o lado (seus semelhantes).

      A moral implantada no homem e nos anjos, atuava neste sentido. Até que o pecado surgiu no coração de satanás que passou a dirigir o amor para si mesmo.

      O que também aconteceu com Adão e Eva!

      (...)

      Excluir
    8. E todo pecado que vemos hoje, acontece quando o homem dirige todo o seu amor para si mesmo (Egocentrismo), o que promove uma separação de Deus e de seus semelhantes, que antes estava unido por um laço moral eterno.

      Então, a Lei, é apenas uma expressão na forma de letras, daquilo que rege moralmente o universo. Da mesma forma de que não precisamos das leis da física de nosso universo, escritas em papel, para procedermos segundo estas leis, também não precisaríamos das leis morais escritas, se não houvesse o pecado.

      De forma que a lei escrita é apenas uma expressão do caráter de Deus, sendo ensinado para criaturas que caíram em pecado.

      Mas quando todo mal for erradicado do universo e da pessoa humana, não haverá mais empecilho, pra que o caráter de Deus volte a ser manifestado plenamente na criatura humana.

      Estaremos em um estado de comunhão permanente com Deus e nossos semelhantes. A lei moral de Deus estará novamente em nosso ser e voltaremos a ser puros e santos, como Cristo o é. Sem culpa, sem arrependimento, sem mal algum, a lei de Deus voltará a funcionar perfeitamente entre a humanidade.

      Porque a Lei moral é tão poderosa quanto as Leis da física. A primeira rege nosso caráter, a segunda, nosso mundo físico.

      Os mundos e as leis físicas que regem estes mundos, podem ser várias, mas as lei moral é uma só.

      Não conseguimos contrariar nossas leis da física, mas um dia conseguimos contrariar as leis morais de Deus, porque Deus nos permitiu.

      Quando então o pecado for aniquilado, esta permissão será revogada, e nunca mais poderemos pecar. Mais fácil será quebrar as leis da física, porque será impossível se voltar a quebrar as leis morais de Deus que regem a moral de todo universo.

      Não adulterar e honrar pai e mãe, é o mandamentos de não fazer mal ao próximo, por amor.

      Basta que coloquemos a palavra amor, após cada mandamento de Deus, então entenderemos o sentido que Cristo veio dar à lei que recebemos de forma escrita!:

      Não matarás! Por amor!
      Não furtarás! Por amor!
      Não dirás falso testemunho! Por amor!
      Guardarás o dia de sábado para Louvar ao seu Deus! Por amor!

      Excluir
  52. Uma coisa interessante.

    Os chamados judeus da Nova Aliança nada mais são do que gentios travestidos de israelitas que salvo raríssima exceção tem ascendência judaica. Usam kipa, tefilin, talit, restauram rituais e costumes judaicos sem saber de fatos os verdadeiros significados de tais coisas.
    Em seus cultos há uma mistura de tudo: neopentecostalismo, danças, rituais, língua hebraica (???), leitura da Torá, Bar Mitzva, gente fantasiada de judeu; tudo menos Evangelho. Pensam que por "praticarem" tal religiosidade estarão mais perto de agradar a Deus.

    Qualquer pessoa que frequentar uma sinagoga verdadeira durante um mês e fizer uma honesta comparação entre judaísmo e cristianismo logo percebera a aberração que são esses movimentos judaizantes. Nada a ver uma coisa com a outra.

    Até mesmo os judeus admitem que esse tipo de pratica por parte desses grupos desqualifica o cristianismo em sua essência, pois o mesmo não precisa estar travestido de judaísmo. Até admitem que se de fato Jesus fosse o messias, haveria sim uma nova aliança, novas leis, uma nova era.
    Essas são sinagogas de Satanás e tem as mesmas praticas da igreja dos gálatas.

    Agora imaginem esses grupos """evangelizando""" os indígenas da verdejante Amazônia, índios de outra raça e culturas, hábitos e costumes bem diferentes, tendo que usar kipa, tefilin, talit, tocar chofar etc?!


    Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;
    O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.
    Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.Gálatas 1:6-8

    Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi evidenciado, crucificado, entre vós? Gálatas 3:1

    ResponderExcluir
  53. Levitico 11 é uma lei universal?

    Aqui na Amazônia, originalmente na floresta, não temos o coelho como animal nativo da região bem como outros animais descritos em Levitico.

    Entretanto, os povos da floresta sabem distinguir alguns animais que embora se encaixem nas prescrições de Levitico 11, não são próprios para consumo do ponto de vista da higiene. Por exemplo, o tucunaré, é um peixe de escamas mas que em determinada época do ano fica improprio para o consumo devido a presença um verme em sua carne, um parasita, que ainda depois do cozimento do peixe ainda permanece vivo, após esse período do ano ele permanece "limpo", mas isso não esta em levítico 11.

    Mostra a sua palavra a Jacó, os seus estatutos e os seus juízos a Israel.
    Não fez assim a nenhuma outra nação; e quanto aos seus juízos, não os conhecem. Louvai ao Senhor.

    Salmos 147:19-20

    ResponderExcluir
  54. Jesus morreu na cruz e liberou porco pro povo comer, e o dia santo e abençoado de descanso, o sétimo dia, passou pro primeiro...e tudo anunciado uns 50/60 anos depois da morte de Jesus...eu entro nesses tipos de blog e vejo uma teologia fraquinha fraquinha, chega a dar dó

    ResponderExcluir
  55. Está Escrito, em Romanos: “Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê”. Romanos 10:3-4. O termo FIM tem por propriedade dois sentidos na língua grega com a qual foi escrito o Evangelho: conclusão ou término de uma ação e perfeição no cumprimento dessa ação. Era como Paulo dissesse: “O fim de minha pregação é a salvação de vocês”. Portanto, o fim da lei é Cristo, mas os pastores evangélicos, em sua imensa maioria, se aproveitam desse termo para temerariamente tentarem impor o fim do Decálogo, o que é absolutamente impossível, pois sem leis o homem ficaria perdido nas trevas e estaria fazendo Jesus de contraditório. Pode?

    Mas esse termo o fim das leis é Cristo, pode ter dupla interpretação, mas acontece que ambas nada têm a ver com a derrocada do Decálogo em uma só vírgula sequer:

    Como é impossível Paulo estar se referindo às Dez Leis de Deus como findas, pois se assim fosse ele seria um gigantesco contraditório por ter declarado, especificamente, que era escravo das leis, as leis são santas, que sem elas não se reconheceria o pecado e que as leis foram dadas por Deus a todas as nações da Terra para obediência, então fica claríssimo que ele estava se reportando às leis citadas acima, que escravizavam, as mesmas leis citadas em Gálatas. Portanto, Paulo canta o fim das leis que escravizavam, as mesmas que Cristo pregou-as na cruz, leis essa que só vigoraram até João (Lucas 16:16). Basta uma breve meditação para se concluir isso. Por essa ou por outra, nem por sonhos Jesus impôs o final das leis do Decálogo, pois se assim pudesse ter sido, ele seria um gigantesco contraditório depois de reger que o Universo inteiro seria destruído antes que das leis de Deus pudesse ser removido até uma simples vírgula delas todas, e lembrando que são DEZ.

    E, na Nova Mensagem, como Jesus posicionou-se verdadeiramente a respeito das Dez Leis do Decálogo, instituídas e promulgadas por Deus Pai? Ora, logo na sua primeira pregação à Humanidade, no Sermão do Monte - um real resumo de todo o Evangelho -, de modo direto, claro e deveras ostensivo, Jesus, que falava pelo Espírito Santo de Deus, foi logo de cara, com toda autoridade, descartando completamente qualquer hipótese de o homem tentar invalidar uma só das Dez Leis, até mesmo uma simples vírgula delas todas:

    “Não penseis que vim para revogar as leis, mas para cumprir”. “Passarão os Céus e a Terra antes que das leis possa retirar-se um só til”. Jesus, em Mateus, 5.17, perpetuando as leis.
    netsimoes@terra.com.br
    www.segundoasescrituras.com.br

    ResponderExcluir