quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Meu desafio ao Leandro Quadros... acho que um acadêmico aceitaria!

Prezado Leandro Quadros, tendo em vista seu post onde fez uma critica ao que eu disse na Semana Teológica do JMC, venho por meio desta postagem te fazer um desafio.

Antes de apresentar o desafio gostaria de dizer que você não precisava envolver o nome do Reverendo Ageu (nem citar o nome de Franklin Ferreira, como cometendo ‘erros semelhantes aos meus’, eles não tinham nada com isso. Aliás, você fala dessa mesma maneira de todos os que criticam o Adventismo no Brasil).

Você poderia solicitar ao Reverendo o que eu respondi, ou mesmo, me criticar abertamente em seu site, sem mencionar o nome do pastor Ageu. Foi antiético de sua parte envolver o nome dele. E agora, como se não bastasse, você libera comentários em seu site que passam perto da ofensa. Isso é bom, por um lado, pois assim o pessoal protestante vê que seu interesse em chamá-lo de irmão é de puro markenting e proselitismo.

Meu desafio: Visto que qualquer acadêmico não tem medo de pesquisa e de confrontar as informações, eu te apresento o seguinte desafio: eu posto em meu blog a sua resposta e deixo o  link na postagem que divulguei a palestra  e você posta em seu site/blog a minha resposta? Aceita?

Assim seus leitores e os meus avaliariam por si mesmos as bases que construí meus argumentos. Isso seria perfeitamente acadêmico. O que acha? Pelo menos deixaria claro que eu tinha apenas uma hora de palestra... Um homem não é avaliado pelo QI (como você demonstrou possuir) mas ele é avaliado pelo CI - Coragem e Integridade. Acredito que você será corajoso e integro se aceitar.


Ass: Luciano Sena


*Alguns tem ferozmente criticado minha falta de habilidade como palestrante e meu nervosismo. Isso eu reconheci logo de início quando postei no blog e no meu FaceBook. Não tenho ainda experiência nessa área, talvez, estou iniciando. 

261 comentários:

  1. Olá sr. Luciano Sena, não sou o Leandro Quadros, e nem o conheço pessoalmente, mas ao meu ver, acredito que a força mais fácil de resolver quem possui a verdade, seria um debate presencial, aonde cada um apresentaria seus argumentos e contra-argumentos, e quem estivesse na palestra fossem os juízes, não gostei da sua ideia, é confusa e desconfortável... e tenho total certeza que não existe somente o Leandro Quadros que poderia fazer este debate, conheço vários,que facilmente poderiam argumentar com você. Att. de seu amigo Adventista Tiago Smith

    ResponderExcluir
  2. E outra coisa, não achei antiético envolver o Rev. Ageu, muito pelo contrario, se ele era o responsável, ele sim tem que pagar o pato, exemplo, se qualquer ministro no governo da Dilma (presidenta) fizer qualquer tipo de corrupção, a Dilma é a primeira que deve ser notificada, no mesmo caso o Sr. Ageu, então apoio totalmente o Prof. Leandro Quadros.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luciano:

    Não entendi seu desafio. Afinal, já no quarto parágrafo de minha resposta, disponibilizei o link de sua palestra!

    Isso demonstra que você não leu com atenção. E se não percebeu o link, muito menos perceberá a falácia de sua argumentação - a menos que permita ao Espírito Santo convencê-lo dela.

    Quanto à minha possível "falta de ética", concordo plenamente com o internauta Tiago Smith, que postou um comentário em seu blog.

    Talvez fosse falta de ética se eu não tivesse escrito há 20 dias para o Reverendo Ageu e, em seguida, informado-o de que tornaria a resposta aberta por ele e a Instituição "apoiarem" suas distorções. Ele até me agradeceu por avisá-lo.

    No meio acadêmico é mais do que comum citar o nome de alguém - ainda mais se tal pessoa se posiciona a favor da ideologia contrária a que estamos tratando. E se a menção àquele que apoia uma ideologia que combatemos não denigre o caráter da pessoa, nada há de antiético nisso.

    Consulte pessoas de sua confiança sobre isso e verá que digo a verdade.

    Coloque a mão na consciência, Luciano e veja se você não foi antiético em acusar aos pioneiros adventistas de "falsidade", por serem (não todos) antitrinitarianos, sendo que você mesmo um dia foi Testemunha de Jeová. Acorde para a realidade, filho de Deus, e não se alimente de equívocos e intrigas.

    Espero que, ao invés de "desafiar" e encontrar desculpas para os erros que cometeu, converse com Deus sobre isso e pare de falar contra aquilo que pouco conhece. Do contrário, o Senhor lhe pedirá contas.

    Eu, um pecador cheio de falhas e que conta com a graça de Cristo todos os dias, o que posso fazer é responder a algumas de suas distorções principalmente por causa daqueles sinceros que podem ser enganados. Porém, julgar suas reais intenções, jamais. Só Deus conhece seu coração (1Rs 8:39) além de você. Isso é entre vocês dois.

    Quanto à crítica que alguns têm feito à sua habilidade como palestrante, sinceramente discordo deles, pois, com sinceridade, vejo certa lógica em suas exposições. O problema é que você comete sérias distorções e tem raiva do adventismo. Se não fosse isso, sua pesquisa seria bem mais elaborada (o sentimento antiadventismo não contaminaria) e daria menos razões para críticas à sua pessoa. Não permita que o diminuam como palestrante no aspecto pessoal.

    Deus o ilumine e guarde em todos os seus passos.

    ResponderExcluir
  4. Outro detalhe: se você escrever no seu blog as respostas ao meu último post, com certeza postarei no meu o link de suas considerações (com minha tréplica), baseadas, com certeza, em fontes primárias (espero).

    Fique na paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá irmão Leandro , parabenizo-lhe pelas respostas q Deus continue inspirando-lhe,posso dizer que começo os 2 lados da moeda,pois já fui um critico do adventismo como vc bem sabe meu testemunho...mas infelizmente ah muitos que não são só críticos mas sim tem sentimentos de raiva... um abraço

      Excluir
    2. Leandro Quadros, agradeço a resposta.

      Lamento por recusar o desafio.

      'Acho' li todas as letras de sua postagem, inclusive o link da palestra.

      Que você terá uma resposta, isso é fato. Mas conheço o perfil dos leitores do seu blog. Muitos são simples fãs apaixonados. Veja os comentários, repetem como se tudo é assim como você apresentou. Sei que se você tivesse coragem, o que não teve, as pessoas aí leriam informações e provas sem o interpolações, teria um efeito mais 'acadêmico'. Os que leem sua postagem não lerão a minha resposta. Os que te acompanha é incomparavelmente superior aos que aqui passam.

      Um dia você me disse que não precisava ler o livro de Walter Rea para saber que ele só disse distorções, e que por ler o Centro White já tinha suficiente informações. Esse é o sentimento dos estão te lendo. Vão passar primeiro nos trilhos que você demarcou.

      De qualquer forma agradeço por ter coragem de não aceitar o desafio tal como foi apresentado.

      Deus seja glorificado.

      Excluir
    3. Fã?
      Admiorar uma pessoa agora significa ser fã? Reconhecer que uma pessoa conhece bastante de certos assuntos é ser fã?

      Pra mim ser fã, é ficar lá chorando quando cantores evangélicos, lotam os estádios e centros de convenções, e seus "seguidores", não por adoração, mas pelo ídolo, choram sem cessar, aonde a forma de adoração é totalmente sem reverencia, aonde se parece mais um show de rock, do que um momento de adoração... a sua força de expressar isso, me deixou muito decepcionado com sua pessoa, você não tem direito algum de falar isso, O único digno de ser ídolo de alguém é O Senhor Jesus Cristo, que vive e reina pra todo o sempre.

      Eu estive pensando, acho que forçar um debate não é o correto, por que acho que "a bíblia" não se debate, a bíblia se estuda, se aprende, posso dar uma sugestão?


      Seguinte: Eu mesmo, irei montar os estudos, mas irei fazer isso através de um vídeo, mas não vou fazer isso, como se fosse uma replica ou tentando combater os argumentos contrario, irei fazer como um estudo, dos principais temas, que mais tem duvidas entre os teólogos, tais como (Sábado, Imortalidade de alma, espírito de profecia, 2300 tarde e manhas, Inferno, e qualquer outro que seja preciso ser estudado)

      E peço de todo o coração, que não pense que estou aqui pra querer acabar com seus argumentos, estou aqui pra aprender também, mas acho que é democrático, os 2 lados, estarem de coração e mente abertos, pra aprender, pois tenho certeza que vou aprender muito com você querido amigo Luciano Sena.

      Meu blog http://memoriasdeumadventista.blogspot.com.br/ (ainda é um blog iniciante, estou começando assim como você, mas lá vou postar os estudos)

      Caso goste da ideia, poderá responder por aqui, estarei monitorando.

      Att.

      Excluir
    4. Luciano me desculpe, mas você proibiu o nadanospodemoscontraverdade(osmar) defender sua fé nesse blog, sob o argumento de que ele mentiu, contudo, apesar de eu ter te pedido para provar em que ele mentiu e até hoje nada. Voce nem sequer permite colar. Isso é ódio. Então como você está lamentando a recusa do Leandro.

      Excluir
    5. Sr. Leandro Quadros, eu estou lhe DESAFIANDO para um debate, em um lugar neutro, e que vá para o you tube! Estou esperando sua resposta.

      Excluir
    6. Eu, Paulo Cadi, Já o desafiei no blog " A Mira da Verdade".

      Excluir
    7. Acho que é site dos sabatistas, não é blog. Bom , prá mim tudo a mesma coisa. O DESAFIO está lançado.

      Excluir
  5. Boa tarde estimado evangelista e irmão em Cristo Luciano Sena!
    Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
    O que percebi em sua réplica para o artigo do Leandro Quadros, foi de certa forma insegurança, pois já que os seus argumentos refutam a cada ponto levantado por ele, então por que ao invés de lhe lançar um desafio, você não disponibiliza aqui para os seus internautas a suas argumentações juntamente com o link do artigo do blog do Leandro para que desta forma possam comparar e chegar às suas conclusões?
    Creio que isso seria muito mais corajoso e íntegro de sua parte.
    Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
    Que a cada dia você possa continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus (2 Pedro 3:18), afinal o conhecimento da verdade é progressivo e crescente (Provérbios 4:18).
    Um forte abraço.
    Maiara Costa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maiara:

      Onde está a 'réplica'? O desafio causa algum problema?

      Aproveitando que passa por aqui, gostaria de te perguntar. Um dia você respondeu a um internauta que não deveria dar crédito aos Pais da Igreja em relação ao Domingo:

      “Quando os pais da igreja mencionaram isto, viviam em uma época de apostasia, contrariando várias doutrinas da Bíblia, >>inclusive a Divindade de Jesus<<.”

      Obviamente, acho, que você escreveu isso sob o comando de Leandro, eu te pergunto: não foi nessas condições que o pioneirismo adventista se desenvolveu em seus primórdios? Rejeitou Mt 24.36 e especialmente a Divindade de Jesus?

      Excluir
    2. Luciano, este é sempre o problema das seitas! Levantam a bola e não sabem chutar! Chamam os protestantes, que tem, com seus acertos e erros, uma história gloriosa, de falso profeta, trazendo ensinamentos que estão COMPLETAMENTE desconectados da reforma, que a profetisa deles, admitiu que foi um movimento de Deus. Só que, segundo eles, este Deus santo, abandonou o sola scriptura, para trazer outros escritos "inspirados" à um grupo que estava DESOBEDECÊNDO a sua Palavra! E ainda por cima, através de uma mulher, quando o Senhor Jesus, proíbe expressamente a mulher de liderar o Corpo de Cristo! Como escritura inspirada, a biblía não foi o suficiente. A soteriologia adventista, é simplesmente DEFORMADA. convide-os para debaterem sobre as coisas concernentes à salvação, e de cara se verá que eles estão viajando, fora da casinha!!!

      Excluir
    3. Paulo cadi, voce não tem moral para falar contra qualquer denominação. Voce não tem palavra. Não tem moral para desafiar ninguém. Você desafiou nos seguintes termos: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”.
      Provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas voce não honrou sua palavra. Quanto a sua alegação de que eu “NÃO soube responder o texto de João 5 :18! “ É mais uma demonstração dos fatos descritos acima, uma vez que a resposta foi postada em maristelaservadoSenhor4 de agosto de 2013 21:57

      Excluir
  6. Aos adventistas de plantão: Sua SEITA, surgiu da FALSA PROFECIA de William Miller, que estava DESOBEDECENDO a palavra de Deus ao marcar o dia, mês e ano para o retorno do Senhor Jesus! Voces que apareceram no cenário, chamando os protestantes de o falso profeta de ap. 13, agora se fazem de vitímas, de perseguidos! Eu quero a PROVA do ensinamento de sua denominação DENTRO das cartas do Apóstolo Paulo. NÃO adianta ficar argumentando em cima da história do adventismo. Isto vai ser usado para desviar o assunto de onde ele deve estar centrado. Na BiBLíA. Debater em cima de fontes primárias NÃO é o assunto, pois assim procedendo, isto vai ser usado como MANIPULAÇÃO por parte da liderança sabatista. O debate culto, está em usar as escrituras e não este pseudo academismo sabatista. Meu DESAFIO está lançado. Voces adventistas, ex Milleritas, vão sim ter que provar o ensinamento de vossa profetisa, DENTRO das cartas do Apóstolo Paulo, que é o que interessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com o Luciano. Seu desafio foi honesto e legítimo. E também concordo com o Paulo Cadi. A base de toda nossa discussão é a Bíblia, a inerrante Palavra de Deus.

      Excluir
    2. Paulo cadi, voce não tem moral para falar contra qualquer denominação. Voce declarou que pagaria mil reais se provasse na biblia que Jesus guardou o sábado, provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas voce não honrou sua palavra, voce não tem palavra. Alias qual é a sua denominação? Voce disse:"Eu quero a PROVA do ensinamento de sua denominação DENTRO das cartas do Apóstolo Paulo." O nadanospodemoscontraverdade já postou que Paulo disse para sermos imitadores dele como ele é de Cristo e devemos ser imitador de Deus como filhos amados(I Cor. 11;1 e Efésios 5:1), o que significa que Paulo guadou o Sábado, senão ele não poderia escreverque foi imitador de Cristo. E, é isso que a igreja Adventista do 7º dia prega e ensina. E, Paulo Cadi, o Próprio Deus através do apostolo Paulo declarou que TODA A ESCRITURA É INSPIRADA POR DEUS E ÚTIL PARA O ENSINO, PARA A REPREENSÃO, PARA A CORREÇÃO PARA A EDUCAÇÃO NA JUSTIÇA" (II Tim. 3:16,17). Como alguém já postou, Paulo aos I Tessalonicenses 2:14 declarou que eles eram imitadores das igrejas mencionadas em outro Livro da bíblia(Atos 9:31), ou seja, fora "das cartas do Apóstolo Paulo". Paulo falando sobre dom de línguas usou como fonte o Livro do profeta Isaías( I Cor. 14:20,21- Isaías 28:11). Como também já foi postado, voce está a semelhança de Satanás que acusou o sumo-sacerdote Josué, acusando o passado (Zac. 3)

      Excluir
    3. Vanderson Scherre, por falar em "a inerrante Palavra de Deus", alguém perguntou mais ou menos assim: um escritor biblico escreveu que a lebre rumina. Ocorre que a lebre não rumina, esse escritor errou ou não errou?

      Excluir
    4. Maristela, Me responda Joâo 5:18!

      Excluir
    5. Paulo cadi, voce não tem moral para falar contra qualquer denominação. Voce não tem palavra. Não tem moral para desafiar ninguém. Você desafiou nos seguintes termos: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”.
      Provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas voce não honrou sua palavra. Quanto a sua alegação de que eu “NÃO soube responder o texto de João 5 :18! “ É mais uma demonstração dos fatos descritos acima, uma vez que a resposta foi postada em maristelaservadoSenhor4 de agosto de 2013 21:57, veja:
      maristelaservadoSenhor10 de agosto de 2013 14:23
      Paulo Cadi, como você pode falar em absurdo se você não cumpriu o que prometeu, veja a prova que foi postada:

      maristelaservadoSenhor4 de agosto de 2013 21:57
      . Quem acusou Jesus de violar o Sábado foram os inimigos da verdade da época, e os de hoje. Ser curado no Sábado e carregar esteira, maca ou cama da época de um pobre só era considerado pecado pelos fariseus e/ou judeus e não por Deus ou Sua Palavra, para eles(fariseus e/ou judeus) cuspir no chão no Sábado violava a Lei, mas não para Deus ou Sua Palavra, foi por isso que Jesus cuspiu no chão, dez lodo e aplicou no olho do cego(João 9:8,14). Jesus veio para entre outras coisas ensinar a verdadeira observância do Sábado, foi por isso que afirmei que : ... na verdade esses inimigos da verdade não tem como sustentar seus argumentos na Palavra de Deus querem(nos acusam por não guardarmos conforme os judeus da época -Zac. 3:) que nós guardemos o Sábado da mesma forma que os judeus ensinavam no tempo de Jesus aqui na terra, ignorando que o Sábado de Êxodo 20 é anterior ao Êxodo, é anterior ao pecado de Adão(Gen. 2:2,3), quando não existia nenhum judeu ou israelita. Observe mais uma vez o espírito que está por trás dele “Agora eu lhe provo que ele violou o sabado. João 5:18”. Bom ele disse que te daria mil reais! Se você mostra-se o texto que diz que Jesus guardou o Sábado, então apesar de a Palavra de Deus deixar bem claro que Jesus não violou a Lei, não cometeu pecado, nem houve dolo algum na Sua boca(”(Isaías 53:9-II Pedro 2:22), o que para os que crêem em Cristo(João 7:38,39) como diz as Escrituras DEVE SER O BASTANTE. Jesus declarou que guardava os Mandamentos do Pai(João 15:10) Jesus garantiu que veio cumprir a Lei(Mat. 5:17) e condenou os que a violarem, o que também DEVE SER O BASTANTE. E, mesmo para os que hoje não aceitam a validade do Sábado como dia de guarda, repouso ou dia do Senhor, o Sábado era um Mandamento de Deus. Portanto essa de claração de Jesus já prova que Jesus guardou o Sábado. Contudo, observe o texto que fala que Jesus tinha costume de guardar o Sábado: “Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler”. (Lucas 4:16 ). Como se vê, está provado pela Palavra de Deus que Jesus guardava o Sábado. Mande o nº da sua conta para o Paulo Cadi para ele depositar o R$1.000,00, afinal de conta ele se diz fiel a Jesus e ao Novo Testamento: “Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum”, (1 Tessalonicenses 4:1-8)”.

      PAULO CADI, FAVOR DEPOSITAR OS MIL REAIS NA AGENCIA DA CEF N.1334 C/C 023 00011215-0 EM NOME DE MARISTELA D. S. SILVA. OU VOCE NÃO TEM PALAVRA?

      Excluir
  7. Leandro amarelou?
    Consigo ate visualizar o terror no rosto dele, pensando: "e agora, como vou explicar o inexplicavel?" Juntamente com sua fiel escudeira, que cerrou os dentes e os punhos para defender o patrão...
    A casa pode cair, professor! Os adv estão na mira da verdade ?!!! Ted Wilson pode ficar sabendo, portanto não erre...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele disse que aceita... leia os comentários antes de afirmar qualquer coisa jovem...

      "Outro detalhe: se você escrever no seu blog as respostas ao meu último post, com certeza postarei no meu o link de suas considerações (com minha tréplica), baseadas, com certeza, em fontes primárias (espero)." Leandro Quadros


      Att.

      Excluir
  8. A proposito ... quais sao as tao propaladas "fontes primárias" que servem de "base" para tudo neste mundo
    Parabéns Luciano vc foi ... inerrante !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peli, agradeço o apoio.

      As fontes primárias dele são as obras de Adventistas. Várias vezes nem primárias são. Por exemplo, para saber se os pioneiros adventistas eram arianos, ele não consulta o que ELES escreveram, mas o que as atuais publicações adventistas diz sobre o assunto. Já viu o Leandro digitando as palavras dos mais importantes adventistas do período? 'J.N. Lougborough, J.B.Frisbie, J.N. Andrews (líder da IASD, criador de seus estatutos), D.W.Hull, R.F.Cottrell e Willie White, filho de Ellen White.'

      Fazer o que, não é mesmo?

      Excluir
    2. Luciano como pode você falar do passado dos outros ou de outras denominações se alem da igreja que você pertence hoje foi guiada pela maçonaria durante décadas e pelo fato de você ter sido das Testemunha de Jeova? Não acha isso dois pesos e duas medidas?

      Excluir
    3. Maristela... tens algum problema???

      Seus contra-argumento (se é que posso chamar assim) é totalmente Ad hominem, direcionado exclusivamente a atacar a pessoa do Luciano. Se el foi testemunha de Jeová e hoje é Cristão defensor da Verdade... VOCÊ SE ENTRISTECE??? Ah! Por favor...

      Excluir
    4. Ela apaixonou e quer a todo custo chamar a atenção !

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Leandro Quadros, conheço poucos homens com esta habilidade que você têm. A habilidade de manipular os fatos, distorcer a verdade e levar seus leitores, que na verdade parecem mais "tietes enlouquecidas" a repetirem e falarem amem para tudo o que você diz.
    A Palestra do Luciano foi legitimamente preparada e toda ela fundamentada na Bíblia e em escritos devidamente citados, bem como as suas fontes. Algo muito bom para os acadêmicos, pois lhes oferece a chance de examinarem por si mesmos as fontes e tirarem suas próprias conclusões, o que também foi incentivado pelo Luciano.
    Não sou apologeta, mas também não sou burro. Em sua suposta resposta a palestra do Luciano, você não respondeu aos pontos por ele levantado, que comprovam ser a IASD uma seita, mas você simplesmente lançou um emaranhado de citações precedidas e seguidas de depreciações para com o Luciano, e tudo isso embebido com na "síndrome de coitadinho" como se todos os seres vivos da terra conspirassem contra os adventistas. Faça-me um favor, seja homem, coisa mais feia.
    Se você tem resposta, simplesmente responda. Não faça cortina de fumaça verbal para tirar de foco as questões pertinentes levantadas.

    ResponderExcluir
  11. O que é Seita:

    Seita é um termo que deriva do latim "secta" cujo significado é seguidor. O termo é utilizado para designar um grupo numeroso de uma determinada corrente religiosa, filosófica ou política que se destaca da doutrina principal. Sectário é um termo que designa o indivíduo que faz parte de uma seita. Uma seita pode também ser considerada uma "divisão", "partido" ou "facção".

    Informalmente, o termo pode ser utilizado para definir qualquer grupo organizado de pessoas que defendam as mesmas ideias ou tenham causas em comum.

    A palavra seita vem da mesma palavra grega que a palavra heresia. Essa palavra é háiresis, que em grego significa escolha, tomar partido, corrente de pensamento, escola, etc. Quando a palavra háiresis passou para latim, transformou-se em secta.

    Em muitos casos, a palavra "seita" serve para descrever uma divisão ocorrida no cristianismo. No entanto, como seita designa um conjunto de seguidores, pode ser que existam boas doutrinas e cristãos genuínos, porque o conceito de seita é ambíguo. Aquilo que hoje é considerado como seita, amanhã pode ser considerado como a corrente religiosa principal, e vice-versa.

    _________________________

    Se ser adventista é participar de uma seita, então faço parte, mas todas as pessoas que fazem parte de qualquer tipo de grupo que defendam o mesmo ideal, também fazem parte de uma seita, incluindo você querido Vanderson Scherre, pesquise um pouco mais sobre o adventismo, e ira descobrir, que é uma instituição muito séria e comprometida com a sociedade e com os membro que pertencem a ela, aonde todos os membros estão, não por que estão sendo manipulados.

    Mas estão por que acreditam nas verdades pregadas nesta igreja, ao contrario de muitas igrejas por ai, que promete aos seus membros riquezas e vitórias, por simplismente pagar o dizimo, estudo um pouco mais sobre o adventismo, antes de usar de palavras de juízo, pois tenho certeza que isso não é ensinado em sua bíblia.

    Att.

    ResponderExcluir
  12. Luciano Sena, continue firme. Já mandei vários questionamentos para o programa deles e eles nunca publicam minhas perguntas. Desisti. Já escrevi para eles e eles só publicam o que lhes convém. Aquele programa deles parece, repito, parece ser bem tendencioso, i.e., só publicam o que interessam, tanto na TV como no site.

    Se te interessar, posso te enviar minha carta de despedida que mandei para os adventistas, na época que saí da igreja.

    Como ex-adventista posso te falar com propriedade o seguinte: os adventistas divergem claramente das Escrituras Sagradas em vários aspectos, dentre os quais destaco:

    1 - Ellen White. Apesar de dizerem que a Bíblia é a única regra de fé, aceitam sem pestanejar os ensinos dela como: juízo investigativo (22/10/1844 - ela escreveu um livro só pra tentar justificar isso. Chama-se: CRisto em seu santuário) - Cristo ascendeu aos céus e foi diretamente para a destra de Deus. Será que os adventistas pensam que Deus estava no Lugar Santo e não no Santo dos Santos?; Sábado como selo de Deus no Apocalipse (isso contradiz Ap. 7.2 e 14.1 que diz que o selo de Deus é o nome de Deus e não um dia semanal); anjos tendo que apresentar cartões de ouro para entrar no céu; EGW ensinou, também, no livro Primeiros Escritos, que os escravos que só conheceram o chicote dos seus senhores serão condenados, mas, pasmem, não irão nem ressuscitar na segunda ressurreição; domingo como futuro sinal da besta; Judas que se escolheu como apóstolo, contrastando com Lucas 6.12, que diz que foi Jesus que o escolheu; diz que no final dos tempos os cristãos que guardam o domingo irão querer assassinar as pessoas que guardam o sábado (absurdo!!! Onde na Bíblia vemos algum exemplo de cristãos morrendo por causa do sábado?); etc.

    2 - Ensinam que a grande tribulação já ocorreu e foi entre 538 a 1798 d.C. e ensinam que o sinal no sol e na lua foi em 1780 - Como pode isso, se na Bíblia está escrito que esses sinais serão após e não antes da grande tribulação?

    3 - Tentam justificar a heresia do bode azazel ao falar de "a expiação de Azazel não era vicária, mas, retributiva." Está claro que os dois bodes eram para o SENHOR (Lev. 16.5 e 10) Vejam que até tirarem sorte, qualquer um poderia ser sacrificado. Os dois bodes significam duas fases do ministério expiatório de Cristo. Satanás só faz algum tipo de expiação na teologia adventista. Somente nela.

    4 - Ensinam, em seus cultos, que quem não guarda o sábado conscientemente não será salvo por Jesus e se auto denominam como o povo remanescente de Deus. Isso é característica de seita sim!!!!

    5 - Apelam para o "original" quando não encontram explicação para algumas passagens bíblicas como o ladrão na cruz ou o anticristo revelado em Daniel 9.

    6 - Rebatizam os seus membros quantas vezes forem necessárias, apoiando-se em Atos 19. O contexto lá é outro; era de pessoas que tinham sido batizadas no batismo de João e não no nome de Jesus. Uma pessoa batizada em nome de Jesus não precisa ficar se batizando outras vezes.

    7 - Excluem seus membros que precisam trabalhar no sábado;

    8 - Não dão cargo nenhum na igreja para um membro que não seja dizimista;

    9 - Surgiu de um movimento que começou errado, marcando a data da volta de Cristo. Para tal ato impensado, os pioneiros "justificaram" o erro de Miller e inventaram o tal juízo investigativo para "justificarem" a data de 22/10/1844.

    E por aí vai...

    Graça e paz a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wel, saudações em Cristo.

      Meu e-mail: blogapologetico@gmail.com

      Vamos manter um contato...

      Abraços

      Excluir
  13. Ao querido amigo Well

    1- Se informe mais, não tenha preguiça pra ler todo o contexto, não uma opinião de apenas um trecho.

    2- Aonde que a igreja adventista acredita que a grande tribulação foi de 538 a 1798? Me desculpa, mas quem te ensinou não estava realmente informado sobre o assunto, e igreja adventista não afirma isso, e muito menos eu.

    3- Sobre Azazel : É o demônio da Ira. Não há uma definição exata de quem ele seja, mas acredita-se que dele veio a expressão bode expiatório, já que ele é assim tratado em um dos livros da Bíblia cristã. - Essa definição não cabe aos adventistas, eu mesmo não tenho uma opinião formada sobre esse assunto, mas pretendo estudar sobre, mas essa definição que coloquei, retirei da internet mesmo a qual não tem nenhuma ligação com a igreja adventista.

    4- Eu não acredito que o sábado vai me salvar, muito pelo contrario, o sábado foi feito pra estar mais próximo de minha familia e de Deus, a igreja ensinar que o Sábado é ponto de SANTIFICAÇÃO, e não de SALVAÇÃO. Lhe informaram errado mais uma vez.

    5- Infelizmente a quantidade de traduções existentes hoje no mundo, pode sim dar sentidos errados a quem estuda mais profundamente, e recorrer ao original, é o que qualquer teólogo de qualquer religião irá fazer.

    6- Então você relaciona batismo com SALVAÇÃO? Batismo não passa de um ato publico pra declarar sua escolha de seguir a Jesus, eu posso muito bem ser salvo sem me batizar, mas se eu cometo um pecado publico, tenho que me arrepender em publico. Pense nisso.

    7- EXCLUIR MEMBROS QUE PRECISAM TRABALHAR NO SÁBADO? Sim, e concordo plenamente, trabalhar no sábado, significa que a pessoa não esta aceitando as doutrinas que ela aceitou quando se batizou... e outra coisa, excluir não significa que a pessoa é proibida de participar da reuniões da igreja e nem dos eventos, nenhuma reunião ou culto da igreja é de portas fechadas, somente a reunião de comissão, aonde os lideres dos departamentos se reúnem, mas se você pedir pode participar...

    8- Precisa de cargo pra pregar o evangelho? eu não dou dízimo, não tenho cargo, mas nada me impede de trabalhar pra Cristo, muito pelo contrario, acho que consigo fazer bem mais do que se tivesse cargo. pense nisso.

    9- Todas as religiões cristãs, sairão de um movimento, nenhum homem é perfeito, todos estão sujeitos a errar, não existe nenhum homem perfeito, somente Deus, é totalmente normal, um movimento, que começou com varios tipos de homens, e pensamentos diferentes, começar "errado", mas logo depois os seus ideais foram se "ajustando" de acordo com o tempo, e não tem nada de inventado no juizo investigativo, ESTUDE A SUA BIBLIA, QUE VOCÊ SABERÁ A VERDADE SOBRE ESTE ASSUNTO...

    Sinceramente, muito me intristesso por saber sua opinião, e saber que lhe ensinaram errado sobre as coisas da igreja adventista, mas ficarei feliz em tentar te mostrar o que aprendi e tenho total lucidez nesses pontos.

    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há uma boa definição para um adventista: Patético

      Excluir
  14. Tiago de acordo com este ítem:

    7- EXCLUIR MEMBROS QUE PRECISAM TRABALHAR NO SÁBADO? Sim, e concordo plenamente, trabalhar no sábado, significa que a pessoa não esta aceitando as doutrinas que ela aceitou quando se batizou... e outra coisa, excluir não significa que a pessoa é proibida de participar da reuniões da igreja e nem dos eventos, nenhuma reunião ou culto da igreja é de portas fechadas, somente a reunião de comissão, aonde os lideres dos departamentos se reúnem, mas se você pedir pode participar...

    A pessoa que continua trabalhando no sábado e foi excluída e continua participando das reuniões poderá ir para o inferno por estar ela transgredindo o 4° mandamento? Por favor seja sucinto: sim ou não!

    Na Paz do Cordeiro

    Anderson Demoliner

    Sola Gratia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querer Excluir a pessoa simplismente é, ela não pode ter cargo ou tomar parte da liderança, mas ela não é impedida de trabalhar pra Deus, e muito menos eu disse que ela estaria indo pro inferno u.u nao coloque palavras em minha boca, e pessoa só nao é salva se ela nao aceitar a Jesus como Salvador, e isso é entre a pessoa e Deus.

      O seu pensamento de igreja é totalmente controverso com a biblia, igreja nao salva ninguem, igreja simplismente existe pra irmaos em Cristo, se unirem e manterem sempre fortes pra lutar contra as forças deste mundo, a igreja Adventista do Sétimo dia existe para isso, ajudar qualquer um que precise,pra dificil caminhada ao céus.

      Agora vou dizer o porque concordo com a exclusão. Exemplo:

      Se eu sou um oficial no exercito brasileiro, e tenho regras a seguir, mas é claro sou um ser humano livre pra escolher o que devo ou não fazer, a constituição brasileira diz isso, mas ai eu não faço certas regras da instituição do exercito, logo eu serei afastado do meu cargo.
      A mesma coisa é na igreja, eu como sendo Adventista do Sétimo dia, levo este nome no peito, qualquer coisa que eu fizer, e errar, e a igreja não me punir por isso, a igreja sujará seu nome, e não venha dizer que é só na igreja adventista que isso acontece, por que não é, qualquer instituição, seja religiosa, politica ou publica, qualquer um que sai das normas, tem seu nome excluido, mas todos estão sujeitos e serem perdoados.

      Conclusão final, a igreja adventista não exclui membros da igreja, ela apenas afasta, concordo que a palavra exclusão, é um termo forte, mas na realiadade a pessoa é somente afastada de suas atividades, mas tem o livre arbitrio de ir e vir na igreja, e tem todo o apoio da igreja tembém.

      Excluir
    2. Querido Tiago Smith:

      Você está tendo visões ou visagens ou visuras, sei lá!?!?!?

      Coloquei o que você citou ao amigo Well logo mais acima, e apenas fiz uma pergunta, baseada naquilo que vocês creem sendo o sábado um selo ( não é? ) para a salvação, e pedi respeitosamente que me desse uma resposta bem simples: SIM ou NÃO.

      Mas você e não eu quem colocou palavras em minha boca, dizendo que Igreja salva alguém. Você escreveu um monte de coisa mas não apresentou nada!!!

      A pergunte foi:

      "A pessoa que continua trabalhando no sábado e foi excluída e continua participando das reuniões ---poderá ir para o inferno por estar ela transgredindo o 4° mandamento? Por favor seja sucinto: sim ou não"

      Só isso que peço!!

      Na Paz do Cordeiro

      Anderson Demoliner

      Sola Gratia

      Excluir
    3. olá querido amigo, desculpe a demora, estava acampando neste final de semana, retornei ontem a noite.

      Mas seguinte, vou responder a sua pergunta.

      Não cremos que a pessoa irá perder a salvação por não guardar o sábado.

      Explicação: o sábado é ponto de santificação, o sábado não vai salvar, mas o sábado faz parte da Lei de Deus, aonde o papel é simplimente mostrar o pecado "no modo curto e grosso de se dizer", exemplo, "Não terás outros deuses diante de mim.
      Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
      Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
      E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos.

      Êxodo 20:3-6"

      Aonde não somente se aplica a imagens de barro, mas sim colocar qualquer coisa em primeiro lugar que não seja a Deus.

      Então cremos que os mandamentos "TODOS", SIMPLISMENTE NOS AJUDAM, a caminhar pra Nova Jerusalem, mas só através de Jesus.

      Outro exemplo: os mandamentos seriam como um espelho, o espelho mostra a sujeira que tem em nosso rosto, mas não pode limpar a sujeira com o espelho, mas pode limpar com água, aonde Jesus é a fonte da água da vida.

      E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. Mateus 19:17

      Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
      João 14:21

      Posso mandar vários outros versos como esses, confirmando que Os mandamentos e Jesus não tem o mesmo papel, mas andam LADO A LADO.


      Att.

      Excluir
    4. Quais? Mt 19:18
      Porque ele se dá ao trabalho de discorrer sobre apenas 06 mandamentos sendo que um deles não pertence ao Decálogo e sim foi decretado por Ele mesmo. Porque entre os 6 não foi falado sobre os referentes a Deus?
      Teria Ele mudado a Lei? Ou você diria que ele tinha "preguiça" de listar todos?
      E você, mancebo, que quer ser perfeito, vendeu tudo o que tem e deu aos pobres para ter um tesouro no céu. Largou pai, mãe e irmãos para O seguir como fazem muitos religiosos (exemplo: Franciscanos) ao redor do mundo; ou protestar, duvidar da fé alheia, questionar tradições e ações, sentado confortavelmente atrás do computador é bem mais producente e satisfaz seu ideal Cristão?
      Adventistas, não esqueçam de ler sempre 2 Coríntios 3
      ...
      3 Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.
      ...
      6 O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.
      ...

      Excluir
  15. "Você poderia solicitar ao Reverendo o que eu respondi, ou mesmo, me criticar abertamente em seu site, sem mencionar o nome do pastor Ageu. Foi antiético de sua parte envolver o nome dele. E agora, como se não bastasse, você libera comentários em seu site que passam perto da ofensa. Isso é bom, por um lado, pois assim o pessoal protestante vê que seu interesse em chamá-lo de irmão é de puro markenting e proselitismo"

    O Leandro não foi nada desrespeitoso, ele mandou um e-mail àqueles que haviam promovido o evento. Você é que ta tentando se fazer de vítima.


    "Um homem não é avaliado pelo QI (como você demonstrou possuir) mas ele é avaliado pelo CI - Coragem e Integridade. Acredito que você será corajoso e integro se aceitar."

    Pura balela, ta tentando se sair de forma emotiva. A atitude de um homem com coragem e integridade era somente falar: " Pronto, Leandro, façamos um debate pra resolver isso". E não ficar tentando emocionar o leitor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adventismo Acadêmico... (pq está tão empolgado com o termo 'acadêmico' quando a maior glória do adventismo é que a Sr White não tinha educação superior e mesmo assim revelou as glórias dos céus!!!)

      Onde eu fui emotivo?

      Eu convidei desafiei ele para um debate escrito, cada qual colocando a posição do oponente para seus leitores, sem interpolações. Ele aceitou? Não!!!


      Excluir
    2. CLARO QUE ELE ACEITO... KKKKK

      Leandro Quadros29 de agosto de 2013 16:21

      Outro detalhe: se você escrever no seu blog as respostas ao meu último post, com certeza postarei no meu o link de suas considerações (com minha tréplica), baseadas, com certeza, em fontes primárias (espero).

      Fique na paz.

      ... Nada mais a declarar, você que esta fugindo Luciano Sena.

      Excluir
  16. Adventismo Acadêmico: Prove a EXISTÊNCIA do ensinamento de vossa denominação, nas epístolas do Apóstolo Paulo! O resto é tro-lo-ló!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo cadi, voce não tem moral para falar contra qualquer denominação. Voce não tem palavra. Alias qual é a sua?

      Excluir
    2. Maristela, a minha palavra é que você NÃO soube responder o texto de João 5 :18! Por que esta ira?!

      Excluir
    3. Paulo cadi, voce não tem moral para falar contra qualquer denominação. Voce não tem palavra. Não tem moral para desafiar ninguém. Você desafiou nos seguintes termos: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”.
      Provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas voce não honrou sua palavra. Quanto a sua alegação de que eu “NÃO soube responder o texto de João 5 :18! “ É mais uma demonstração dos fatos descritos acima, já que já foi respondida, veja:
      maristelaservadoSenhor10 de agosto de 2013 14:23
      Paulo Cadi, como você pode falar em absurdo se você não cumpriu o que prometeu, veja a prova que foi postada:

      maristelaservadoSenhor4 de agosto de 2013 21:57
      . Quem acusou Jesus de violar o Sábado foram os inimigos da verdade da época, e os de hoje. Ser curado no Sábado e carregar esteira, maca ou cama da época de um pobre só era considerado pecado pelos fariseus e/ou judeus e não por Deus ou Sua Palavra, para eles(fariseus e/ou judeus) cuspir no chão no Sábado violava a Lei, mas não para Deus ou Sua Palavra, foi por isso que Jesus cuspiu no chão, dez lodo e aplicou no olho do cego(João 9:8,14). Jesus veio para entre outras coisas ensinar a verdadeira observância do Sábado, foi por isso que afirmei que : ... na verdade esses inimigos da verdade não tem como sustentar seus argumentos na Palavra de Deus querem(nos acusam por não guardarmos conforme os judeus da época -Zac. 3:) que nós guardemos o Sábado da mesma forma que os judeus ensinavam no tempo de Jesus aqui na terra, ignorando que o Sábado de Êxodo 20 é anterior ao Êxodo, é anterior ao pecado de Adão(Gen. 2:2,3), quando não existia nenhum judeu ou israelita. Observe mais uma vez o espírito que está por trás dele “Agora eu lhe provo que ele violou o sabado. João 5:18”. Bom ele disse que te daria mil reais! Se você mostra-se o texto que diz que Jesus guardou o Sábado, então apesar de a Palavra de Deus deixar bem claro que Jesus não violou a Lei, não cometeu pecado, nem houve dolo algum na Sua boca(”(Isaías 53:9-II Pedro 2:22), o que para os que crêem em Cristo(João 7:38,39) como diz as Escrituras DEVE SER O BASTANTE. Jesus declarou que guardava os Mandamentos do Pai(João 15:10) Jesus garantiu que veio cumprir a Lei(Mat. 5:17) e condenou os que a violarem, o que também DEVE SER O BASTANTE. E, mesmo para os que hoje não aceitam a validade do Sábado como dia de guarda, repouso ou dia do Senhor, o Sábado era um Mandamento de Deus. Portanto essa de claração de Jesus já prova que Jesus guardou o Sábado. Contudo, observe o texto que fala que Jesus tinha costume de guardar o Sábado: “Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler”. (Lucas 4:16 ). Como se vê, está provado pela Palavra de Deus que Jesus guardava o Sábado. Mande o nº da sua conta para o Paulo Cadi para ele depositar o R$1.000,00, afinal de conta ele se diz fiel a Jesus e ao Novo Testamento: “Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum”, (1 Tessalonicenses 4:1-8)”.

      PAULO CADI, FAVOR DEPOSITAR OS MIL REAIS NA AGENCIA DA CEF N.1334 C/C 023 00011215-0 EM NOME DE MARISTELA D. S. SILVA. OU VOCE NÃO TEM PALAVRA?

      Excluir
    4. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, ele nao vai depositar, pq ele nao tem palavra rsrsrsrs

      Excluir
  17. olá Paulo Cadi, a biblia é um todo, é nela que as crenças da IASD está firmada, não apenas nas cartas do Apóstolo , pois ele disse inspirado pelo Espirito Santo, ''Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça,
    para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.''

    2 Timóteo 3:16-17

    vc fica falando mau do adventismo,querendo falar das nossas crenças mas fui pentecostal como vc,tu tens revisto as suas crenças?antes de falar do alheio, vou usar um verso pra vc: ''Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu?
    Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.''

    Mateus 7:4-5

    att...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandro Farias, Voce não responde NADA! É este o problema de vocês! Não ter argumento DENTRO das Epístolas do Apóstolo Paulo! Vocês vão CONTINUAR ciscando em volta! É só isto!

      Excluir
    2. o problema é quando se responde os críticos do adventismo ''eles''tem preconceito e raiva ,da IASD sentimentos esses antibiblicos,
      tenho argumento sim, mas pq debater as minhas crenças, se antes vc precisa rever as suas antes de falar das minhas...

      fique na paz

      Att...

      Excluir
    3. Alessandro Farias, cada um escolhe a crença ou não crença que deseja seguir. Você aceitou a doutrina adventista porque aceitou as explicações que lhe foram dadas! Repetidamente, tenho constatado o uso das palavras, ódio, raiva, por parte dos adventistas. Como se, nós, protestantes, estivessemos perseguindo vocês, quando a verdade é que o povo da reforma, está apenas se defendendo dos ataques que vem sofrendo, pela vossa denominação, desde o seu surgimento! Está é a verdade do assunto! Desde o princípio, fomos chamados de babilônia, falso profeta de Ap. 13, e por aí vai! O grupo, do qual se formou a denominação adventista, abandonou os arraiais protestantes, e saiu correndo atrás da falsa profecia de William Miller! Vou lhe fazer uma pergunta: Se aparecer um pregador, anunciando o dia, mês e ano, da vinda de Jesus, você iria atrás? Se você, responder com um NÃO, então saberei que se você vivesse no tempo de Miller, nunca faria parte do grupo de Ellen White, do qual se originou o adventismo! Pense nisto!

      Excluir
  18. Queridos, a única denominação em que as doutrinas que ensina e prega são fundamentadas na Palavra de Deus é a IADS as outra misturam verdade com erro. Por isso os inimigos da Verdade falam dos supostos erros do passado. Vou colar um assunto do e-mail nadanospodemoscontraverdade esperando que o Luciano tenha ainda um resto de dignidade e não apague e duvido que alguém consiga refutar legitimamente usando como diz as Escrituras(Mat. 4:4-João 7;38,39-II Tim. 3:16,17):

    Para: maristelaserva@bol.com.br < maristelaserva@bol.com.br Assunto: Estado inconsciente da morte
    Jesus declarou que receberá o Espírito Santo aquele que crer nEle como diz as Escrituras(João 7:38,39). Portanto, em relação a morte ou que acontece pós morte, deve ser exclusivamente levado em conta o que diz as Escrituras sobre o tema e não o que dizem os homens. Nesse sentido, trago dois textos da Palavra de Deus para encabeçar os outros que aborda o assunto, senão veja. Em Eclesiastes 6:6 nos é esclarecido que um aborto vai para o mesmo lugar daquele que morrem mesmo se vivessem duas vezes mil anos. E, em Jó 10: 18 e 19 nos afirmam que se Jó tivesse morrido antes que “olhos alguns” o vissem, teriam sido como se ele nunca tivesse existido, sendo levado do ventre(aborto) para a sepultura. Portanto, se a Palavra de Deus declara que um aborto vai para o mesmo lugar dos vivos que morrem e se Ela fala que aquele que morrem no ventre da mãe e enterrado, é como nunca tivesse existido, fica claro e incontroverso para aqueles que crêem em C risto como diz as Escrituras, que os mortos não louvam a Deus(Salmos 115:17), não há recordação de Deus(Sal. 6:5), não sabem coisa nenhuma, sua memória jaz no esquecimento, não tendo parte em coisa alguma que se faz debaixo do sol(Eclesiastes9:5,6), nem obra, nem projeto, nem conhecimento ou sabedoria alguma(Eclesiastes 9:10). Assim, o homem deita, não acorda enquanto existirem céus, nem desperta do seu sono(“sono da morte”-Jó 14:10,11,12), ficando também incontroverso para aqueles que crêem como diz as Escrituras(Mat. 4:4-João 7;38,39-II Tim. 3:16,17), que a única possibilidade de Moisés ter aparecido no monte da transfiguração é pelo fato de ele ter sido ressuscitado na contenda mencionada em Judas 9, uma vez que em Lucas 9:31 nos é esclarecido que Moisés estava tratando com Jesus sobre a PARTIDA DE JESUS, O QUE ELE ESTAVA PARA CUMPRIR EM JERUSALÉM. OU SEJA, MOISÉS ESTAVA TRATANDO DE ASSUNTO DE DEBAIXO DO SOL, TRATANDO DE PROJETO, DE OBRA, MOSTRA NDO QUE TINHA CONHECIMENTO. E, COMO A PALAVRA DE DEUS AFIRMA EXPLICITAMENTE QUE: os mortos não louvam a Deus(Salmos 115:17), não há recordação de Deus(Sal. 6:5), não sabem coisa nenhuma, sua memória jaz no esquecimento, não tendo parte em coisa alguma que se faz debaixo do sol(Eclesiastes9:5,6), nem obra, nem projeto, nem conhecimento ou sabedoria alguma(Eclesiastes 9:10). LOGO, A ÚNICA POSSIBILIDADE BIBLICA É ELE TER SIDO RESSUSCITADO. E, QUALQUER ENSINO CONTRÁRIO NO ASSUNTO AQUI TRATADO, ULTRAPASSA A DOUTRINA DE CRISTO (II JOÃO 9). Observe que o livro de Jô classifica a morte como um sono “Assim, o homem deita, não acorda enquanto existirem céus, nem desperta do seu sono”(Jó 14:10,11,12). Não só Jó, mas também Davi: “Atende-me, ouve-me, ó Senhor meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não ador meça na morte”(Salmos 13:3). E, confirmando o “Sono da Morte”, Jesus: “Disse-lhes: Retirai-vos, que a menina não está morta, mas dorme. E riam-se dele”.(Mateus 9:24) Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono.Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo.Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam que falava do repouso do sono.Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;(João 11:11-14)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou aguardando a refutação exclusivamente biblica do postado acima

      Excluir
    2. Texto que prove que Moisés ressucitou antes de Cristo e não ler o que o texto de judas 9 NÃO afirma! "Mas de fato Cristo ressucitou dentre os mortos, e foi feito as primicías do que dormem". 1 Co 15:20. "E Abriran-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressucitados; E, saíndo dos sepulcros, DEPOIS da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos". Mt. 27:52-53. O texto afirma que os corpos foram ressucitados, e não que os santos ficaram respirando dentro da sepultura! Quando ele sai do sheol, (mundo dos mortos, seio de Abraão),pela sua ressurreição, leva cativo o cativeiro, Ef. 4:8-10, 1 Pe. 3:18, Ap. 1:18. Ultrapassar a doutrina de cristo, é ficar chutando versículos à esmo e ler no texto o que se quer fazendo uma salada de frutas com os textos do antigo testamento, de cunho filosófico existêncial, e não revelação escatológica como nas cartas de Paulo!

      Excluir
    3. Paulo Cadi, o espírito que está sobre você impede de reconhecer e aceitar a Verdade. Jesus “foi feito as primícias” e não o 1º a ressuscitar, veja o que está no e-mail maristelaserva@bol.com.br:

      “Para: maristelaserva@bol.com.br < maristelaserva@bol.com.br >
      Assunto: JOÃO 7:38 E 39
      Vamos à Palavra de Deus:
      Em Judas 9 que fala da contenda pelo corpo de Moisés entendemos que era para a ressurreição de Moisés, já que não há motivo para seres sobrenaturais lutarem por um defunto humano, senão em caso de ressurreição. Portanto, Moisés só poderia conversar (principalmente na frente dos apóstolos) com Jesus e Elias, se antes tivesse sido ressuscitado. Pedro, Tiago e João, só poderiam ver Moisés conversando com Jesus e Elias debaixo do sol, em caso de ressurreição de Moisés, já que A Palavra de Deus é explicita em declarar que os que morreram não têm parte em nada debaixo do sol entre outras coisas, se não é assim veja: “...Não me escondas a Tua Face para que eu não me torne como os que baixam à cova” (Sal. 143:7), ou seja, quem baixa à cova (morrem) não vêem a Face de Deus, porque por si só “aquele que desce a sepultura jamais tornará a subir”, “nunca mais tornará a sua casa”. “Há esperança para a árvore, pois mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer a sua raiz e no chão morre o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova. O homem, porem, morre e fica prostrado; expira o homem e onde está? Como as águas do lago se evaporam, e o rio se esgotam e seca, assim o homem se deita e não se levanta; enquanto existirem os céus, não acordará, nem será despertado do seu sono” (Jô 7:9,10 e 14: 7 a 12).
      Os mortos Não:
      - tem parte a coisa alguma que se faz debaixo do sol.
      -há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
      - sabe coisa nenhuma.
      -há recordação de Deus.
      - louvam o Senhor
      Há ainda outro fato a ser observado:
      Jesus, após sua ressurreição, disse que um espírito não tem carne nem osso ( Mat. 24: 39). E, quando Pedro na monte da transfiguração viu Jesus com mais dois, reconheceu tanto Elias quanto Moisés, deixando claro que o reconhecimento da parte de Pedro foi uma obra do Espírito Santo. Ou seja, ele viu pessoalmente Moisés sem fazer nenhuma distinção entre Elias e Moisés. Pedro não viveu com Eles para de forma natural reconhecê-los e identificá-los. Lucas deixa claro que eles apareceram em glória e falavam da Sua partida, que Ele(Jesus) estava para cumprir em Jerusalém (Lucas 9:28 a 36), o que seria uma contradição da Palavra de Deus Jesus e Elias conversarem com um morto ou uma pessoa não ressuscitada, já que a Palavra de Deus deixa bem claro(Ecles. 9:5,6,10-Salmos 6:5-115:17. Continua

      Excluir
    4. Quanto as primícias a verdade é que a ressurreição de Jesus foi a única que trouxe vida eterna para o pecador arrependido, por isso foi feita às primícias ou tem a preeminência em relação às outras, já que “a ressurreição dos mortos veio por um homem” (I Cor. 15:21). Mas a ressurreição de Jesus não foi a 1ª. Veja o me smo inspirado apostolo Paulo escrevendo à Timóteo afirma que na aparição de Jesus foi que Ele “aboliu a morte e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho” (2 Timóteo 1:10).
      JESUS foi feito às “primícias dos mortos” (I Co 15.20,23), e não o 1º a ressuscitar, como já demonstrado.
      A Palavra de Deus deixa bem claro que Ele tem a preeminência: “E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência”. (Colossenses 1:18). Portanto, desvincular I Co 15.20,23 de Colossenses 1:18, somente para concordar com o diabo é sinal de filiação. Observe que Colossenses fala de "primogênito dentre os mortos". Contudo, sabemos que Jesus não foi o primeiro dentre os que realmente morreram.
      Jesus o homem foi :”Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles”, já que como Deus que sempre foi, é o EU SOU antes de Abraão(Hebreus 1:4)
      Ainda sobre as primícias ressalto que Paulo se incluiu como tendo as primícias do Espírito (Rom. 8:23). Contudo, sabemos pela Palavra de Deus que da mesma forma que Jesus não foi o 1º a ser ressuscitado, Paulo também não foi o 1º ter o Espírito (Atos 1: 4,5,8-Atos 2:3,14,15,16,17-I Samuel 16:13, 14). E, Tiago declara que Jesus nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas (Tiago 1:18). Contudo, sabemos que milhares e milhões de anjos foram criados antes de nós e que a turma de Hebreus 11 também. Ou seja, embora considerados como primícias das suas criaturas, mas cronologicamente últimos e não primeiros, veja que Hebreus 11:39, 40 declara que eles deram testemunho pela Fé (Heb. 10:38 e 39), sendo por Deus considerados justos ou salvos.
      Observe que diversas pessoas foram ressuscitadas antes de Jesus
      -o filho da viúva de Sarepta I Reis17: 8-24;
      -o filho da mulher sunamita II Reis 4:8-37
      -Lázaro,João 11:1-45
      -a filha de Jairo,Lucas 8:40-56
      -o filho da viúva de Naim,Lucas 7:11-17
      E, cito o fato de que um cadáver foi posto na sepultura de Eliseu e ao ter tocado nos ossos dele reviveu( II Reis 13:20,21).
      Mas uma vez ressalto que é incontroverso para aqueles que crêem como diz as Escrituras(Mat. 4:4-João 7;38,39-II Tim. 3:16,17), que a única possibilidade de Moisés ter aparecido no monte da transfiguração é pelo fato de ele ter sido ressuscitado na contenda mencionada em Judas 9, uma vez que em Lucas 9:31 nos é esclarecido que Moisés estava tratando com Jesus sobre a PARTIDA DE JESUS, O QUE ELE ESTAVA PARA CUMPRIR EM JERUSALÉM. OU SEJA, MOISÉS ESTAVA TRATANDO DE ASSUNTO DE DEBAIXO DO SOL, TRATANDO DE PROJETO, DE OBRA, MOSTRA NDO QUE TINHA CONHECIMENTO. E, COMO A PALAVRA DE DEUS AFIRMA EXPLICITAMENTE QUE: os mortos não louvam a Deus(Salmos 115:17), não há recordação de Deus(Sal. 6:5), não sabem coisa nenhuma, sua memória jaz no esquecimento, não tendo parte em coisa alguma que se faz debaixo do sol(Eclesiastes9:5,6), nem obra, nem projeto, nem conhecimento ou sabedoria alguma(Eclesiastes 9:10). LOGO, A ÚNICA POSSIBILIDADE BIBLICA É ELE TER SIDO RESSUSCITADO. E, QUALQUER ENSINO CONTRÁRIO NO ASSUNTO AQUI TRATADO, ULTRAPASSA A DOUTRINA DE CRISTO (II JOÃO 9)."
      Como voces podem observar, é o Paulo Cadi que não se fundamenta nas Escrituras e sim em outro espírito.

      Excluir
    5. É muita confusão de versículos, que não tem NADA a ver um com o outro. Se eu, fosse um professor de exegese, lhe daria zeroooooooooooo!!!!!!! Chega a dar dor de cabeça, só de ver a lambança que você fez! Você afirma que Jesus, era ou é, nesta altura do campeonato, não sei, o arcanjo Miguel! De onde você tirou essa idéia? Confunde o significado da expressão, primicías, e vai indo de arrasto, chamando os outros de filhos do diabo! Cai de dois e levanta de quatro! Confunde os personagens que viveram sob a antiga aliança, com a Igreja. Mas isto é compreensível. Resultado desta crença distorcida das escrituras, como é a teologia adventista, se é que eu posso chamar isso, de teologia! Porque vocês não pedem a participação de pastores adventistas ao debate?! Existe algum problema? Eu creio que este blog já é bem conhecido! Os vossos pastores, não são os formadores de opinião de vocês? Porque eles não se manifestam? Já que vocês tem a verdade, falem com seus pastores e mande-os para cá. Sou apenas um participante, mas creio que o dono do blog, não se importaria com a idéia que lhes dei!

      Excluir
    6. Paulo cadi, voce não tem moral para falar contra qualquer denominação. Voce não tem palavra. Não tem moral para desafiar ninguém. Você desafiou nos seguintes termos: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”.
      Provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas voce não honrou sua palavra. Quanto a sua alegação de que eu “NÃO soube responder o texto de João 5 :18! “ É mais uma demonstração dos fatos descritos acima, uma vez que a resposta foi postada em maristelaservadoSenhor4 de agosto de 2013 21:57, veja:
      maristelaservadoSenhor10 de agosto de 2013 14:23
      Paulo Cadi, como você pode falar em absurdo se você não cumpriu o que prometeu, veja a prova que foi postada:

      maristelaservadoSenhor4 de agosto de 2013 21:57
      . Quem acusou Jesus de violar o Sábado foram os inimigos da verdade da época, e os de hoje. Ser curado no Sábado e carregar esteira, maca ou cama da época de um pobre só era considerado pecado pelos fariseus e/ou judeus e não por Deus ou Sua Palavra, para eles(fariseus e/ou judeus) cuspir no chão no Sábado violava a Lei, mas não para Deus ou Sua Palavra, foi por isso que Jesus cuspiu no chão, dez lodo e aplicou no olho do cego(João 9:8,14). Jesus veio para entre outras coisas ensinar a verdadeira observância do Sábado, foi por isso que afirmei que : ... na verdade esses inimigos da verdade não tem como sustentar seus argumentos na Palavra de Deus querem(nos acusam por não guardarmos conforme os judeus da época -Zac. 3:) que nós guardemos o Sábado da mesma forma que os judeus ensinavam no tempo de Jesus aqui na terra, ignorando que o Sábado de Êxodo 20 é anterior ao Êxodo, é anterior ao pecado de Adão(Gen. 2:2,3), quando não existia nenhum judeu ou israelita. Observe mais uma vez o espírito que está por trás dele “Agora eu lhe provo que ele violou o sabado. João 5:18”. Bom ele disse que te daria mil reais! Se você mostra-se o texto que diz que Jesus guardou o Sábado, então apesar de a Palavra de Deus deixar bem claro que Jesus não violou a Lei, não cometeu pecado, nem houve dolo algum na Sua boca(”(Isaías 53:9-II Pedro 2:22), o que para os que crêem em Cristo(João 7:38,39) como diz as Escrituras DEVE SER O BASTANTE. Jesus declarou que guardava os Mandamentos do Pai(João 15:10) Jesus garantiu que veio cumprir a Lei(Mat. 5:17) e condenou os que a violarem, o que também DEVE SER O BASTANTE. E, mesmo para os que hoje não aceitam a validade do Sábado como dia de guarda, repouso ou dia do Senhor, o Sábado era um Mandamento de Deus. Portanto essa de claração de Jesus já prova que Jesus guardou o Sábado. Contudo, observe o texto que fala que Jesus tinha costume de guardar o Sábado: “Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler”. (Lucas 4:16 ). Como se vê, está provado pela Palavra de Deus que Jesus guardava o Sábado. Mande o nº da sua conta para o Paulo Cadi para ele depositar o R$1.000,00, afinal de conta ele se diz fiel a Jesus e ao Novo Testamento: “Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum”, (1 Tessalonicenses 4:1-8)”.

      PAULO CADI, FAVOR DEPOSITAR OS MIL REAIS NA AGENCIA DA CEF N.1334 C/C 023 00011215-0 EM NOME DE MARISTELA D. S. SILVA. OU VOCE NÃO TEM PALAVRA?

      Excluir
  19. Só quero lembrar as "tiétes" do Leandro Quadros, que ele declinou, ou em outras palavras ARREGOU diante do desafio do Luciano:
    "Meu desafio: Visto que qualquer acadêmico não tem medo de pesquisa e de confrontar as informações, eu te apresento o seguinte desafio: eu posto em meu blog a sua resposta e deixo o link na postagem que divulguei a palestra e você posta em seu site/blog a minha resposta? Aceita?"
    Então chega de blablabla.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maristela, os seus argumentos já foram mais que refutados! Vocês estão derrapando na maionese!

      Excluir
    2. Maristela, os seus argumentos já foram mais que refutados! Vocês estão derrapando na maionese!

      Excluir
  20. Eu, Paulo Cadi, estou DESAFIANDO qualquer pastor adventista para um debate! E que o debate vá para o you tube! Se vocês não aceitarem o debate, vocês são uns... entenda como quiser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bravo !!!!
      Surpreendam-nos acadêmicos adventistas !
      Eis a Chance! Porque temer se a verdade está do vosso lado?

      Excluir
  21. A título de estatística:
    Até aqui, nenhuma ocorrência da palavra Amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peli, comenta sobre o desafio que Paulo Cado fez nos seguintes termos: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”.
      Provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas ele não honrou sua palavra.

      Excluir
  22. Caro irmão Peli, vamos esperar se eles aceitam o DESAFIO! Bem aqui está a primeira ocorrência da palavra AMOR! Que o amor de Nosso Senhor jesus Cristo, esteja no nosso coração, pelo bendito Espírito Santo! Que todos nós, cristãos, estejamos aguardando com muita alegria a vinda de nosso Amado Senhor e SALVADOR Jesus Cristo! Amém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como aceitar um desafio com quem não tem palavra. Você desafiou nos seguintes termos: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”.
      Provei com Lucas 4:16 e João 15:10, mas voce não honrou sua palavra.

      Excluir
  23. Um aviso a todos os interessados no tema:

    A resposta está sendo desenvolvida, vamos demorar um pouco, não temos pressa (nem tanto tempo disponível).

    Pela repercussão do assunto, e crendo na honestidade de Leandro Quadros em divulgar os links (visto que o reverendo Ageu também dará uma resposta) a resposta será definitiva.

    Não sei se os fãs de Leandro vão ler (ainda mais pelo tamanho)... mas sei que SE lerem, o adventismo e Leandro Quadros não serão mais os mesmos para eles.

    Não responderei antecipadamente mais nada, nem questionamentos aqui expostos.

    Deus seja glorificado na divulgação da verdade (Jo 8.32).

    ResponderExcluir
  24. Paulo Cadi,

    Se eu, simples membro da IASD, morasse próximo de onde vc reside, aceitaria o seu (rs) desafio, imagine qualquer pastor adventista ou o Leandro... Agora, a forma como vc se disponibiliza para o (rs) seu desafio, demonstra que vc tem grande ódio pelo adventismo e adventistas...

    JCosta.

    ResponderExcluir
  25. Josinaldo Costa, não tenho ódio de ninguém. Voce está confundindo o ser incisivo, com este sentimento nojento, o qual não abrigo em meu coração! Eu lançei o desafio e estou esperando a resposta. Inclusive, lá no " A Mira da Verdade", fiz o desafio ao sr. Leandro Quadros! Não fique supervalorizando as pessoas, pois isto pode cegar o seu entendimento. Agora, você não precisa morar próximo de onde eu resido. É só iniciarmos aqui mesmo o debate! Pode escolher o tema!

    ResponderExcluir
  26. Paulo Cadi,

    Vc dirigiu-se à Maristela sobre Jo.: 05.18, mas como sou adventista e sua pergunta é para um(a) adventista, peço licença para responder também.

    Jo.: 05.16-18 diz: "E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado.
    Mas Jesus lhes disse: Meu Pai trabalha até agora e eu trabalho também.
    Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas ... dizia que ... era ... igual a Deus."

    Bem, analisando o contexto do capítulo, vemos que alguns dos judeus disseram ao homem curado: "Hoje é sábado, não te é lícito carregar o leito." (v. 10) E o homem respondeu: "O Mesmo que me curou disse: Toma o teu leito e anda."
    Os judeus implicaram na cura do paralítico (v. 15) e na questão da condução do leito.
    Mas, onde há na Escritura que é violação do sábado o curar alguém de paralisia, bem como o consequente carregar o leito onde o então paralítico se encontrava? Em nenhum lugar da Palavra de Deus! Os judeus é que inventaram isto (curar e ir embora, levando a maca no sábado como sendo pecado) e Cristo veio mostrar o correto modo de se observar a Lei do Senhor (Mat.: 5.17-20).

    Jesus disse que trabalhava no sábado (v. 17), mas qual era o trabalho que Ele desempenhara a partir do Seu batismo de João? Pregar, ensinar, exortar, aconselhar, repreender, expulsar demônios, curar os enfermos...
    Onde na Escritura diz que Ele fazia estas coisas mediante remuneração (ou algum outro meio de pagamento)? Se Ele não cobrava pela Sua ação em prol do pecador, então o que o Mestre fazia não era trabalho secular, conforme o que era proibido se fazer em dia de sábado! (ver Êx.: 20:8-11).

    E quanto ao trabalho do Pai também mencionado em Jo.: 5.17? Ora, é um trabalho de misericórdia, e isso não se configura como transgressão do mandamento que Ele mesmo estabeleceu!
    Imaginemos o seguinte: sabemos que o Senhor mantém o oxigênio todos os dias da semana, mas já pensou se Ele parasse de mantê-lo durante 24h no dia de sábado? Logo o trabalho de Deus está em harmonia com o sábado.
    Portanto, os trabalhos de Cristo e do Pai não devem ser entendidos como os oponentes do adventismo imaginam.
    Agora, se a Escritura mostrasse Jesus trabalhando como carpinteiro no sábado, aí sim, seria violação deste dia! Mas vemos que o Senhor observava o sétimo dia, indo para a igreja costumeiramente no sábado! (Luc.: 04.16).

    Jo.: 5.18 também diz que os judeus procuravam matar a Cristo porque, na visão deles (judeus), o Salvador não era igual a Deus, ou seja, acusavam a Jesus de blasfêmia!
    Ora, por acaso Cristo blasfemou alguma vez enquanto esteve nesta terra? Não, Ele não o fez!
    Então, assim como Cristo foi acusado de blasfêmia, neste verso de João, os judeus também O acusaram de violador do sábado! Só que Cristo não desobedeceu a nenhum dos mandamentos de Deus, pois a Escritura é clara ao afirmar que o Senhor foi "obediente até à morte e morte de cruz."! (Fil.: 2.8). Ver também Jo.: 15.10.

    Portanto, Jo.: 5.18 diz que os JUDEUS ENTENDIAM que Cristo violava o sábado, mas não que o Senhor transgredira este claro mandamento do Pai Eterno.
    Façamos o que Cristo nos deixou como exemplo: sábado é dia de ir para a igreja, segundo o que Ele mesmo fazia (Luc.: 4.16) no dia do Senhor (Isa.: 58.13). Pois assim Ele disse:
    "Porque Eu vos dei o exemplo, para que, como Eu vos fiz, façais vós também." (Jo.: 13.15)
    E em Heb.: 4.9 diz que "resta um repouso para o povo de Deus." E claro que este capítulo de Hebreus fala sobre a observância do santo sábado do Senhor. (ver Gên.: 2:1-3, Rom.: 7.12).

    ResponderExcluir
  27. Josinaldo Costa, você afirmou que Cristo, "veio mostrar o correto modo de se observar a lei do Senhor". Eu peço a você, que me comprove a sua afirmação! Você leia Mateus, capítulos 5-7, e TENTE harmonizar estes dois capítulos, com a interpretação adventista de Mateus 5:17! A lei, segundo um doutor da lei, o rabino Saulo, só veio 430 anos após Abraão! Se o Senhor Jesus, veio ensinar o modo certo de guardar a lei, então ele teria que voltar direto ao Sinai, cumprindo a estrita observância do sábado, conforme está na lei, e que os adventistas, batistas do sétimo dia e outros, não cumprem. A estrita observância do sábado, não pode ser desconectada das proibições a serem obedecidas neste dia. Me mostre que os adventistas observam o sábado, como está na lei! Voce afirmou que "OS JUDEUS ENTENDIAM" que Cristo violava o sábado. Quem afirmou isto, foi o apóstolo João, como é de seu costume no evangelho, complementar a narrativa com uma pequena explicação! AÍ, não há nada de judeu entender! O texto NÃO afirma isto. Isto é conclusão sua. A segunda parte, com relação a sua divindade, eles entenderam certinho, assim como a primeira parte. Leia Jeremias 17:21-22, onde é EXPRESSAMENTE carregar qualquer carga ,(material), no dia de sábado. No dia de sábado, não havia ninguém transitando pelas ruas de Jerusalém carregando alguma coisa. Você disse: "Onde na escritura diz que ele fazia estas coisas mediante remuneração, (ou algum outro modo de pagamento)? Eu quero que você me prove, que no sálario que os pastores adventistas recebem, o dia de sábado não é contado! Não só eles, mas todo aquele que trabalha em instituições adventistas. Você disse que Hebreus 4, se refere a guarda do sábado. Eu quero que você me explique, como entende o texto de Hebreus 4:1-12. Pareçe que você, andou cometendo um equívoco ao conectar Hb: 4:9, com Gênesis:2:1-2:Romanos:7,12. Ellen White, escreveu em o livro, O Desejado de Todas as Nações, na pg. 206: ..."e pediu que levasse a cama através da cidade, afim de publicar a grande obra de que fora objeto. Isto daria lugar à questão do que era ou não era lícito fazer no sábado. e abriria caminho para ele condenar as restrições dos judeus quanto ao dia do Senhor, declarando vãs suas tradições". O homem poderia sair pulando! Os fariseus, viram o homem carregando a esteira, e o alertaram para a proibição de carregar materiais, dizendo: "Hoje é sábado, não te é lícito carregar o leito". Não perguntaram: Quem te curou? Mas: "Quem é o homem que te disse: "toma teu leito e anda"?(João 5;10-12). Carregando a cama, o homem não publicou sua cura, só irritou os judeus, pois estava quebrando Jeremias 17:21-22! Na minha primeira intervenção, só coloquei algumas questões afim de dar um rumo ao debate! Esperando réplica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ERRATA: "onde é EXPRESSAMENTE carregar", ler: "onde é EXPRESSAMENTE proíbido carregar".

      Excluir
  28. Paulo Cadi,

    O seu problema é que vc é muito preconceituoso e esta característica constitui numa venda imaginária que vc mesmo criou diante de seus olhos, por isso vc não consegue enxergar a realidade dos fatos.
    Ora, vc diz para eu ler “Mat.: 5-7 ... e harmonizar... com a interpretação adventista”. Acontece que Cristo vai ensinando sim, ao longo desses capítulos acerca do modo correto de se observar a lei que Ele Mesmo estabeleceu. Veja Mat.: 5.21-26, como Ele aprofunda ministra sobre o preceito ‘não matarás’. O mesmo Ele faz a respeito do adultério (v. 27-32) e assim por diante... Ele também fala sobre a correta maneira de se ajudar aos necessitados (Mat.: 06.02-04), como orar (v. 5-15), jejuar (v.16-18)...

    Em Mat.: 7.21, o Senhor diz que o que entrará no reino dos céus, devido à graça de Cristo (Ef.:2.8), é “aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus.” E a Escritura não nos deixa desinformados acerca do que seja a VONTADE do Pai, pois em Salmos 40.8 diz “agrada-me fazer a Tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração está a Tua lei.” Ou seja, obedecer aos mandamentos de Deus, isto inclui Êx.: 20.03-17, onde temos a observância do sábado, consiste em realizar a vontade do Pai que está nos céus.
    Especificamente sobre o sábado, o Senhor mostra o verdadeiro espírito deste mandamento, que havia se perdido no meio judaico, quando Ele diz ser lícito curar no sábado, pois isto consiste em “fazer o bem.” (Mat.: 12.12). Se existe algo que é lícito fazer no sábado, então há atividades que são ilícitas se realizar neste dia. Portanto, Cristo confirma a vigência do mandamento sabático! Isso é também ensinar a maneira certa de se obedecer ao mandamento!

    Quem é você para querer se fazer de juiz, sentenciando a não observância do sábado tanto a nós, adventistas, quanto aos batistas do sétimo dia? A prerrogativa judiciária, em assuntos espirituais, pertence somente a Deus (Tia.: 4.12)! Nosso debate consiste em ver se a Palavra ensina ou não o atual vigor dos mandamentos de Deus (Êx.: 20.03-17), falando mais especificamente sobre o sábado.

    Continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josinaldo Costa! No primeiro parágrafo de sua explicação, você já entra DERRAPANDO! Em primeiro lugar, "preconceituoso" é uma palavra que se usa para descrever aqueles que julgam sem antes se inteirar dos fatos, o que NÃO é o meu caso! Depois se CONFUNDE, ao afirmar: "Acontece que Cristo veio ensinando sim, ao longo destes capítulos acerca do modo correto de se observar a lei que Ele mesmo estabeleceu". Você acabou de falar uma asneira, de quem acha que entende o que na verdade precisa APRENDER! O modo CORRETO de se observar a lei, é EXATAMENTE como está na lei, em seus 613 preceitos. Lá em gálatas diz: "O que fizer estás coisas, por elas viverá", citando levitico! Gl.3;12;Lv. 18:5. O Modo Correto de observar a lei, NÃO é o que você está afirmando. Você sómente está repetindo o rosário sabatista. Nem mais e nem menos! A interpretação da lei, está na própria lei! Outra vez, mostrando o seu DESCONHECIMENTO ao querer comentar o que NÃO conhece você afirma: "Veja Mt. 5:21-26, como ele aprofunda, ministra, sobre o preceito,"não matarás". Jesus, NÃO estava "aprofundando NADA! A lei, meu caro, NÃO pode ser "aprofundada, senão o negócio iria virar a casa da mãe joana! Você pode falar na aplicabilidade da lei, e não no aprofundamento dela, o que seria como tirar a lei como fundamento moral para a nação de Israel, sujeita a todo o tipo de manipulações! Aí sim seria Anular a lei como um TODO! Tg. 2:10-12. Ao afirmar que Cristo veio ensinar o modo correto de observar a lei, você está afirmando que no Sinai, Deus não explicou ou não soube explicar o modo correto de observa-la, tendo que vir para corrigir a si mesmo!!! Você tem que provar, onde Jesus faz distinção entre lei moral e cerimonial! Eu quero o capítulo e versículo. O que estava havendo, era uma mudança de Dispensações, assunto desconhecido dos sabatistas. O que Jesus afirmou em Mt. 5-7, era a lei Espírito, que só entrou em ação, no dia de Pentecostes, do qual a outra era apenas uma pálida sombra! Depois faz uma ligação ERRADA de Ex. 20 com salmos 40:8, não sabendo que a lei, aí referida NÃO pode ser o decálogo, que só foi dado para Israel, 430 anos depois de Abraão. Esta lei, de Salmos 40:8, existia antes de haver o mundo, pois trata-se da lei de Deus, antes da encarnação do verbo, e que sempre existiu com Ele, (pois faz parte da sua natureza), e foi concedida à partir do Pentecoste! No verso 6 do Salmo 40, está escrito: "Sacrificío e oferta, não quiseste"..., (falando da lei dada no Sinai), e passando ao verso 7, diz: "Então disse: Eis que venho, no rolo do livro de mim está escrito" (na lei dada no Sinai). No Salmo 40:8. o diálogo entre Pai e Filho, ocorre ANTES da encarnação do verbo, sendo que a lei de Deus está ligada a vontade deste em relação ao Filho. Leia o decálogo, e tente aplica-lo ao Verbo de Deus, quando ainda no Seio do Pai ou faça como Ellen White, que afirma que satanás, no céu, se revoltou contra os dez mandamentos!

      Excluir
    2. Prezado Paulo Cadi,

      Vc demonstra muito preconceito ao adventismo e nega isto dizendo que conhece nossa doutrina... Na verdade vc PENSA que conhece... Pelo que vc escreve, és um profundo desconhecedor do adventismo do sétimo dia. Tire as escamas do preconceito dos seus olhos, isso lhe fará muito bem!
      Vc começa a sair pela tangente (nosso assunto é Jo.: 5.18), citando o livro de Gálatas, só que o seu “tiro sai pela culatra” pois os crentes da Galácia estavam equivocados porque pensavam que poderiam ser justificados mediante lei e Paulo prega para eles que “o homem não é justificado por obras da lei e sim mediante a fé em Cristo Jesus” (Gál.: 2.16).
      Portanto, Paulo não pregou contra os mandamentos de Deus em si, mas contra o que os gálatas faziam: errônea compreensão sobre dos mandamentos, colocando-os como meio de salvação, sendo que esta é somente pela graça (Ef.: 2.8).
      Que Paulo não falou sobre uma suposta anulação dos mandamentos, vemos, por exemplo em Rom.: 3.31, onde ele diz: “Anulamos, pois a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes confirmamos a lei.” A graça tem o seu lugar na vida do cristão, e é para salvar (Ef.:2.8) e a lei do Senhor também possui seu espaço, e é para santificar o crente (Rom.: 7.12).

      É comum os dominguistas dizerem que a lei possui 613 preceitos, só que o Pai eterno tem seus propósitos para com cada lei: então temos leis de propriedade, civis, de saúde, de higiene, cerimoniais e lei moral (posso ter esquecido alguma), sendo que a lei moral foi a única escrita pela própria digital do Criador em tábuas de rocha (Êx.: 31.18), simbolizando eternidade. E esta lei, como as de saúde, propriedade, entre outras, não foram anuladas com o advento de Cristo, mas a lei de cerimônias sim, com a vinda do Senhor (Ef.: 2.15).
      Vc diz que Cristo não veio aprofundar nada (em relação aos mandamentos), ora não dar para acreditar em vc, sr. Cadi, pois, Ele disse, em Mat.: 5.27 que a lei falara: “não adulterarás” e Ele aprofunda o entendimento do preceito afirmando que se alguém “olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.” (Mat.: 5.28).
      Aonde que Cristo, ao ministrar sobre Êx.: 20, iria transformar a lei numa “casa da mãe Joana”, vc pensa que o Senhor Jesus é o quê? Tem cada um que me aparece!
      Ah, sim! Deus não fez nenhum trabalho incompleto ao estabelecer Suas leis, acontece que a humanidade é que precisa ser orientada constantemente, devido a sua inclinação para o mal, acerca dos mandamentos do Senhor, e o próprio Cristo ministrou sobre a Lei do Pai, mostrando o verdadeiro espírito dela ao povo, ou seja, aquilo que havia se perdido no meio judaico.
      Vc diz para eu mostrar a diferença entre a lei moral e cerimonial, ora é só ler o Pentateuco e o livro de Hebreus que vc verá!
      E vc faz uma confusão com Êx.: 20, Salm.: 40.8 e Mat.: 5-7, dizendo uma hora que a lei do Senhor sempre existiu e outra hora não, não existiu, pois só ganhou vigência a partir do pentecostes... olha eu não entendi foi nada de sua fala aqui! A lei do Senhor sempre existiu ou só teve vigência após o pentecostes?! Ah, que desespero do sr. Cadi!
      Não comento sobre Ellen White porque creio que ela foi profetisa do Senhor, e vc não crer, então não fiquemos nesse assunto, ok? Não preciso citar seus escritos nenhuma vez aqui, e ainda assim, mostro que sua fala, sr. Cadi, é antibíblica e a mensagem adventista tem o devido embasamento escriturístico.

      Depois respondo a, se não me engano, mais uma fala sua, só não sei se será durante esta semana ou no final dela.

      Excluir
  29. Paulo Cadi (continuando),

    Sobre a minha fala de que, na realidade, os “JUDEUS” é que “ENTENDIAM” que Cristo violava o sábado (Jo.: 5.18), vc diz que isto consiste em “conclusão” particular e que o apóstolo João foi quem afirmou a suposta violação dEle ao sétimo dia...
    Ora, Sr. Paulo, chega-se a essa conclusão (que vc discorda), fazendo-se uma análise do contexto do capítulo. Os judeus implicaram com o Senhor por causa da cura e do conseqüente levar o leito em dia de sábado (Jo.: 5.10, 16), só que Cristo ensinou, na prática, que curar no sábado estar de acordo com a observância do mandamento (Mat.: 12.12); e que o levar o leito, onde o paralítico jazia antes da cura, não consiste em transgressão (Jo.: 5.8).
    Quer dizer que era para Cristo dizer “levanta-te e anda, mas deixa o teu leito aí, vindo buscá-lo após o sábado”? O leito era uma posse do homem. Qual o problema de ele, ao ser curado, ir feliz mostrando a esteira como testemunho do milagre recebido? Ele não saiu negociando esta maca no sábado - o que configuraria como pecado contra o preceito sagrado. Ele também poderia perder o seu leito, pois na hipótese de tê-lo deixado lá e vir buscá-lo depois, poderia encontrar apenas o lugar vazio... Cristo tem bom-senso, sr. Paulo!
    Dizer que foi João quem entendeu que Cristo desobedeceu ao mandamento é vergonhoso, Sr. Cadi! Misericórdia! João pregou avidamente sobre a lei do Senhor em seus livros bíblicos e Cristo foi o seu Mestre na correta obediência ao Pai Eterno. Ele escreveu, por exemplo, que o “pecado é a transgressão da lei” (1 Jo.: 3.4, ARA); ensinou, também, que demonstramos que conhecemos a Cristo “se guardamos os Seus mandamentos” (1 Jo.: 2.3-4), igualmente, dizendo que “este é o amor de Deus: que guardemos os Seus mandamentos...” (1 Jo.: 5.3).
    Mas, para o sr. Paulo, João não viu em Cristo um Homem que desconheceu o pecado (1 Cor.: 5.21), mas um suposto rebelde para com a Lei do Senhor, pode?! Ah, francamente, sr. Cadi, João não acusou a Cristo de desobediência, mas sim os judeus. Não inverta os papéis.
    O que João fez foi relatar no seu evangelho (5.18) a compreensão judia de violação do sábado, acusando a Jesus, ao ver os argumentos deles a respeito do milagre e do consequente carregamento do leito por parte do homem curado. Apesar de o argumento judeu ser errôneo, o apóstolo o registrou no seu livro. Apenas Isto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josinaldo Costa, no dia de sábado, até o maná, era PROÍBIDO recolher! Lá, em Êx. 16:22-36, está prescrito como se deve observar o sábado. Qualquer coisa, além disso, é pura invenção afim de satisfazer a conveniência das seitas sabatistas, e mais NADA! Os fariseus, não viram a cura do homem, mas apenas ele, andando pela rua com a esteira na mão. Não sabiam que se tratava de um ex deficiente fisíco. Por isso os fariseus lhe advertiram, dizendo que não era lícito carregar seu leito! Os fariseus, NÃO viram a cura, apenas o homem, violando a lei do sábado! Então, esse papo de que foi do ponto de vista dos fariseus que o homem transgrediu o sábado, NÃO É VERDADE! Você cita a carta de 1 João. Ora, se quer saber os mandamentos a que o apóstolo está se referindo, leia 1 João 3:23-24. Porque o apóstolo não citou aí, Êxodo 20, o que tenho certeza que um sabatista faria!

      Excluir
    2. Prezado Paulo Cadi,

      Quem é vc pra dizer qual é a maneira correta de se observar o sábado? Vc não sabe nada sobre isso, pois sua fala demonstra que rejeita este mandamento. E como saber algo acerca do que se rejeita? (espero que um dia mude de ideia).
      Deus proibiu o povo de colher o maná para que, quando eles estivessem na terra prometida, não se preocupassem em trabalhar para se conseguir mantimento durante o sábado, e se ocupassem apenas nas atividades inerentes ao sétimo dia...
      Até porque o Senhor já havia lhes dado provisões para consumirem no sábado (maná em dobro na sexta-feira).

      Vc nos chama de seita, mas não tem problema, pois a igreja que Paulo defendia, cujas doutrinas são iguais às da Igreja Adventista, também foi chamada de seita (At.: 24.05, 14), e, assim como o apóstolo, nós, adventistas, vivemos, "acreditando em todas as coisas ... de acordo com a lei e ...[os] profetas".

      Sobre a questão de que os judeus não sabiam que o homem havia sido curado da paralisia, já o respondi em outra fala.

      Vc diz que os mandamentos que citei, usando 1 João, referem-se aos que são descritos em 1 Jo.: 3.23-24, a saber: "que creiamos... em Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros..."
      Ora, isto é óbvio! Pois João diz que este "mandamento" é conforme Cristo "nos ordenou". Quais seriam? Os que Ele praticou, pois o Senhor disse que guardava os mandamentos do Pai (Jo.: 15.10) e estes são os de Êx.: 20, pois não havia ainda o Novo Testamento, lembra? Como tudo que Ele fez foi para nos dar "exemplo" (Jo.: 13.15), assim como Cristo foi obediente a Êx.: 20, devemos nós também.
      Vc é muito precipitado, sr. Cadi, pois fala sem medir as implicações de seu entendimento. Veja, vc cita 1 Jo.: 3.22-24, tentando desmerecer o sábado, só que o verso não menciona que não devemos "ter outros deuses diante" do Criador (Êx.: 20.3), bem como, João deixa de citar que não podemos "fazer imagem de escultura" nem adorá-las (Êx.: 20.4,5).

      E aí, sr. Cadi, estes mandamentos foram abolidos, porque João não os citou no verso? Olha, vc se mostra um inconsequente, e ainda quer debater com o Leandro ou um pastor adventista!!!! (rs)
      Sr. Cadi, o Leandro e os nossos pastores têm mais o que fazer, em vez de perderem seus preciosos "tempos" com um infantil igual a vc!

      Excluir
  30. Paulo Cadi (para finalizar, por enquanto)

    Sobre Jer.: 17.21-22, o profeta lida com o mesmo problema que Neemias enfrentou, quando era líder do povo, em Jerusalém.
    Veja Ne.: 13.15: “Naqueles dias, vi ... que ... traziam ...toda sorte de cargas ... a Jerusalém no dia de sábado; e protestei contra eles por venderem mantimentos neste dia [sábado].”
    Veja, sr. Cadi, que não era uma maca de um recém-curado de paralisia, que estava sendo carregada e negociada em dia de sábado nas épocas de Neemias e Jeremias.
    Era muito clara a atuação dolosa de mercadores em Jerusalém no sétimo dia, cujas ações comerciárias consistiam evidentemente num “mal”, conforme o relato, pois estavam “profanando o sábado.” (Ne.: 13.18).
    Os judeus (em Jo.: 5.10), ao acusarem o homem curado, poderiam até terem em mente estas passagens de Jeremias e Neemias, mas, se assim o fora, estavam equivocados.
    Portanto, seu frágil argumento de querer relacionar o leito do homem curado (Jo.: 5.18) com as cargas comerciáveis de Jer.: 17.21-22, com todo respeito, cai por terra, facilmente.

    A sua fala sobre o salário dos pastores adventistas, se é contado ou não o dia de sábado, é ridícula! Os sacerdotes viviam do templo e não há na Escritura nenhuma repreensão a eles pelo fato de oficiarem no sábado. (Deut.: 18.01-08).
    Os pastores vivem do evangelho (1 Cor.: 9.14), e, quando o apóstolo Paulo falou sobre isso, ele sabia que no sábado a pregação da Palavra de Deus não poderia parar sob pretexto de que seria trabalho secular do pregador, sendo supostamente contado para fins salariais. Paulo era um fiel obediente aos mandamentos de Deus (At.: 16.13; Rom.: 7.12) e ensinava aos pregadores de sua época sobre o viver do evangelho. Esta realidade, por conseguinte, não tem nada a ver com o sábado.

    Sobre Heb.: 4.9 “...resta um repouso para o povo de Deus.” O contexto fala claramente que este repouso é o sábado do Senhor, pois está escrito: “... assim disse no tocante ao sétimo dia: E descansou Deus, no sétimo dia...” (v. 4) e “aquele que entrou no descanso de Deus... ele mesmo descansou de suas obras, como Deus das Suas.” (v. 10) Isto é uma referência a Gên.: 2.1-3. E temos também “Esforcemo-nos, pois, por entrar naquele descanso, a fim de que ninguém caia, segundo o mesmo exemplo de desobediência.” (Heb.: 4.11). E como Paulo disse que o mandamento é “santo” (Rom.: 7.12), o sábado do Senhor está imbuído deste atributo.
    O “equívoco” que vc menciona, portanto, é parte integrante de sua falácia, sr. Cadi.

    Não comentarei sobre a citação do livro “Desejado de Todas as Nações” porque não entendi o que vc quis dizer com a referida fala de Ellen White.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josinaldo Costa, você afirmou: "Os pastores, vivem do evangelho, (1Co 9:14), e quando o apóstolo Paulo falou sobre isto, ele sabia que no sábado a pregação da palavra de Deus não poderia parar"... Este argumento que você usou, não é válido, porque você está partindo da crença de que o mandamento para observar o sábado foi dado por Paulo aos gentios. Você tem que provar isto DENTRO das cartas de Paulo! Eu mostro o contrário. Colossenses 2:16. Depois, falando sobre o texto de Jeremias 17:21-22, o amigo me desculpe, mas voce tratou o texto como aquelas amassadeiras de bolo. Você simplesmente NÃO sabe interpretar a biblía. Não estou questionando sua capacidade intelectual. Não é isso! O ÚNICO profeta que recebeu a revelação da lei, foi MOISÉS! Os profetas que vieram depois, trabalharam dentro desta lei, NUNCA, nem no mais remoto pensamento, trataram de aperfeiçoa-la ou lhe acrescentarem algo. O profeta Jeremias, estava aplicando a lei do sábado, dada no Sinai, à partir de Êx. 16. Depois você diz: "Os judeus, (em João 5:10), ao acusarem o homem curado, poderiam até ter em mente, estás passagens de Jeremias e Neemias, mas, se assim o fôra, estavam equívocados. Agora, o amigo quer ensinar aos doutores da lei! Mais devagar, calma aí! Jeremias e Neemias, estavam aplicando a lei, assim como fizeram os fariseus! Na lei, você teria quer duas ou três testemunhas. Os fariseus, NÃO viram a cura. O homem, não tinha testemunhas com ele, estava só, andando com a esteira prá lá e prá cá! Foi disto que foi acusado. O homem, estava transgredindo Êx. 16:22 em diante e outros mandamentos sábaticos, e era disto que estava sendo acusado. Ele não tinha prova de fora curado. era um simples mendigo, deserdado da sorte, e mais nada. Continua

      Excluir
    2. Josinaldo Costa, você ao ler Hebreus cap.4, NÃO entendeu o que leu! Neste texto, o sábado é tratado como SOMBRA e não como mandamento da lei! Em Hebreus, cap. 4:1, diz: "Temamos,pois,que, porventura, deixada a PROMESSA de entrar em seu, (de Deus), REPOUSO"... (que Israel não entrou), e indo para o v.3, onde diz: "Porque nós, os que temos CRIDO, (não pela observância semanal do sábado, mas pelo evangelho), entramos no REPOUSO (de Deus), tal como disse: Assim jurei na minha ira, que NÃO entrarão no MEU REPOUSO; embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo". Indo para o v.4: "Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia". No verso 5: "E outra vez neste lugar: NÃO entrarão no MEU REPOUSO". Até o v.6: "Visto, pois, que resta que alguns entrem nele, e que aqueles, (Israel), a quem primeiro foram pregadas as boas novas, (em tipo), NÃO entraram por causa da desobediência, para o v.7; "determina outra vez um certo dia, Hoje"... chegando ao v.8: "Porque, se Josué lhes houvesse dado repouso, (em Canaã), não falaria depois disso de outro dia. Ao v.9: "Portanto, resta um REPOUSO para o povo de Deus". V.10: "Porque aquele que entrou no SEU REPOUSO, (de Deus, pelo evangelho, do Espírito), ele próprio repousou das suas obras (da carne), como Deus das suas". (Gn. 2:2). Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência". Deus não repousou, (cessou de criar), no sétimo dia, e trabalhou mais seis dias e repousou novamente! Ele entrou em seu repouso, deu o mandamento do sábado a Israel como um tipo, sombra, do verdadeiro repouso em que ele entrou desde o princípio. O crente entra no repouso de Gn. 2:2, que é o do Espírito, pelo evangelho. Não há, NENHUM mandamento para a observância do sábado, no livro de Hebreus. Ele traz os tipo e sombras, mostrando a mudança para a realidade à qual eles apontavam. Os judeus, observaram o sábado, desde Êx. 16, mas NUNCA entraram como nação, ao verdadeiro repouso espiritual, do qual o repouso semanal era uma sombra. Você entendeu o que o texto está transmitindo?

      Excluir
    3. Prezado Paulo Cadi,

      Aproveito que estou aqui para responder a suas novas considerações.

      Vc que pensa que o argumento sobre 1 Cor.: 9.14 não seria válido. O sábado não era desobedecido pelos sacerdotes - ministradores do Senhor antes de Cristo - nem o é hoje com os pastores (adventistas) – ministros do Senhor após Cristo. Sua fala é que demonstra que vc não sabe contra-argumentar os fatos, com base bíblica, que mostramos.
      Vc se apresenta com a fala de que algo deve ser provado “DENTRO das cartas de Paulo” como se o apóstolo não fosse pastor nem observasse o sábado. Ora, sr. Cadi, tanto Paulo era ministro do evangelho, pois a Bíblia diz que ele saía a “pregar” (2 Cor.: 2.12) como era obediente aos mandamentos de Deus, pois vivia “de acordo com a lei” (At.: 24.14) e procurava “No sábado... lugar de oração...” (At.: 16.13), em obediência ao quarto mandamento.

      Sobre Col.: 2.16, veja o argumento dado ao prezado Well (02/09/13, 21h23), este vale também para você.

      A respeito do argumento que lhe fiz sobre Jer.: 17.21-22, o seu desespero é explícito! Por não saber como lidar com os fatos, vc então apela ao dizer que minha pessoa “NÃO sabe interpretar a Bíblia”. (rs)
      Pois é, sr. Cadi, reconheça que sua fala não tem base bíblica que é melhor, e isto não será vergonhoso pra vc... acredite!
      Ah! Eu não disse que o profeta Jeremias aperfeiçoou a Lei de Deus! Releia o que argumentei, eu disse que as “cargas” de Jer.: 17.21-22 e Ne.: 13.15 eram comercializáveis. E as tais não tem nada a ver com o leito do homem curado em Jo.: 5. O seu argumento sobre isto é que é furado.

      Vc tentou alegar que os fariseus “NÃO viram a cura” do paralítico... Bom, eles podem não ter visto o milagre, mas a Bíblia diz que o “ homem ...disse aos judeus que ... Jesus ... o havia curado.” (Jo.: 5.15). E os judeus não precisaram de testemunhas para acreditar no homem, pois perseguiam a Cristo porque Ele “fazia estas coisas [cura] no sábado.” (v. 16)
      Vc diz que o homem “estava transgredindo” o sábado.
      Rapaz, tome cuidado com o que diz, pois tanto o homem não transgrediu o mandamento como foi o Senhor Jesus quem disse que ele podia levar o leito; por acaso Cristo faz (ou ordena) as pessoas pecarem??!! Lamentável a sua fala.

      O seu posicionamento sobre Heb.: 4 é ridículo, sr. Cadi! Pois vc tenta argumentar apoiando-se em hipóteses nas análises dos versos. Por exemplo, sua fala sobre o verso 3 diz “... nós ... que temos CRIDO (não pela observância semanal do sábado, mas pelo evangelho)”. Francamente, a Escritura não dar margem para isso! Não temos nada disso na Bíblia! Sua imaginação é muito fértil, sr. Cadi! A sua histeria prossegue quando diz, citando o verso 6 “... a quem primeiro foram pregadas as boas-novas (em tipo)”, igualmente o verso 10 “Porque aquele que entrou no SEU REPOUSO, (de Deus, pelo evangelho, do Espírito)...”
      Nossa, que viagens faz a mente do sr. Cadi!
      E ainda cita Gên.: 2.2, que trata do sábado semanal, para tentar dar base para a sua fragilíssima argumentação!
      Diz também que o sábado semanal é um “tipo” cerimonial. Mas como, se o sábado foi posto para a humanidade sem que o homem tivesse pecado?! (Gên.: 2.1-3)
      O cerimonialismo foi estabelecido após o homem haver pecado (Gên. :3), sendo que o Senhor, além de outras intenções, mostrou de maneira bem explicada (com as cerimônias) o meio pelo qual o homem poderia ser salvo pelo Salvador vindouro.

      Reconheça o que a Escritura corretamente diz sobre sábado, sr. Cadi, pois o que vc crer atualmente não tem alicerce na Palavra de Deus.

      Excluir
    4. Josinaldo Costa, me prove que dias de festa, e sábados em Colossenses 2:16 referem-se aos mesmos dias. Sua "refutação" é um amontoado de versículos misturados com SUA errada compreensão de Hb.4.

      Excluir
  31. Paulo Cadi,

    Por questões de trabalho, só posso continuar a conversa em fins de semana.

    Conto com a compreensão!

    ResponderExcluir
  32. Paulo Cadi, após ver o vídeo do Sr. Luciano eu fiquei curioso para saber mais a respeito da doutrina de Substituição do Sábado pelo Domingo. E como vi você desafiando o Leandro logo acima, fiquei a me indagar quem seria o Sr.? Deve se tratar, no mínimo, de alguém que possui um grande conhecimento bíblico imagino eu. Vi também que você se pré-dispõe à fazer bastante acusações a respeito do Adventismo... Agora o que realmente gostaria de saber é se você tem real domínio sobre o assunto que mencionei acima, pois adoraria, de maneira sincera, saber com mais detalhes quais os principais argumentos e fundamentos da doutrina do Domingo que o Sr. Luciano prega no vídeo. Se você souber, peço também que responda a alguns pequenos questionamentos que farei a seguir. Não estou sendo irônico e nem pretendo iniciar um debate infrutífero. Quero apenas trocar informações. Digo logo de início que percebo diferenças grandes em nossa teologia, e por isso reservo tanto a mim quanto a você o direito de encerrar o assunto a qualquer momento caso nosso diálogo perca o foco.
    Não sou adventista mas guardo o sábado. Porém adianto que não quero defender nada e nem ninguém aqui. Estou aqui apenas por curiosidade e vontade de aprender algumas coisas.
    A respeito do vídeo em questão já levantei algumas objeções no post que deixei no blog "Voltemos ao Evangelho" onde está o vídeo de nosso amigo Luciano. Vou colar meu comentário abaixo.
    Peço que leia o que escrevi lá e depois me conte com mais detalhes a respeito da doutrina que você endossa como verdadeira com relação ao Sábado e o Domingo, e as oposições que você faz aos argumentos que levantei no meu comentário.

    Por ser bastante extenso o comentário, não vou postá-lo aqui pois teria que dividi-lo em várias partes. Está no link: http://voltemosaoevangelho.com/blog/2013/08/adventismo-ev-luciano-sena-55/
    Thiago Henrique


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago Henr, li seu comentário, o qual achei bem elaborado, soube apresentar suas convicções, mas devido a sua crença no ensinamento adventista e consequentemente em Ellen White, você acabou seguindo o mesmo padrão argumentativo deles! Só achei estranho, o você não ter se tornado adventista, o porque(?), se possível, gostaria de saber. Quanto aos fundamentos para a substituição do sábado para o domingo, você terá que perguntar ao Luciano Sena, porque foi ele que postou o tema, e não posso responder por ele. Ele postou, no dia 31, que está preparando a resposta. Então, você terá que esperar o retorno dele, com a sua, (dele), resposta, afim de questioná-lo. Agora, eu, como participante do blog, posso lhe apresentar o porque não creio no ensinamento adventista. Eu não procuro elaborar teologicamente, (ainda que posso fazer se o quiser) o que apresento, mas ir ao centro da questão. Eu não vou precisar lhe apresentar como surgiu o adventismo, o que, pelo seu comentário, tenho certeza que conhece. Isto, sem entrar nos assuntos mais cabeludos da historia da organização. A profecia de William Miller, sobre o dia, mês e ano da vinda do Senhor, não se cumpriu! É difícil para os adeptos do adventismo, entenderem o que é uma falsa profecia! Se aquilo, não foi uma FALSA profecia, então nós perdemos todos os critérios biblícos, para avaliar qualquer coisa! Deuteronômio, 18:21-22: "E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra NÃO SE CUMPRIR, NEM SUCEDER ASSIM; ESTA É A PALAVRA QUE O SENHOR NÃO FALOU; com soberba a falou aquele profeta; não tenhais temor dele. E o homem (Miller), estava marcando datas, com as próprias escrituras que proíbem isto! Atos 1:7:"E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder". Atos 17:31: "Porque tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo"... Apocalipse 16:15: " Eis que venho como ladrão". Ali, em Dt.18, foi o próprio Deus falando a Moisés! Depois vem gente dizendo: "Você tem que examinar na biblía!". Mas como é que o sujeito vai examinar na biblía, se quando ele vai lá, como em Dt. 18, vem um camarada e diz: "Não é bem assim". Então quando é bem assim? Quando cavalo criar asa?! E ainda, Ellen White afirma que Deus estava guiando William Miller!!! O homem, despreparado, estava DESOBEDECÊNDO a palavra de Deus! Ellen White, afirma que sátanas se revoltou contra os dez mandamentos!!! Que os anjos observam os dez mandamentos!!! Leia os dez mandamentos e tente aplicá-lo aos anjos?! Me mostre (no decálogo) onde está o mandamento que proíbe a mentira! Você sabe a mudança de dispensações da lei para a graça, como Paulo revela em 2 Co 3, e outros textos? Esperando sua resposta, quero esclarecer que não sou reformado, mas dispensacionalista, ainda que tenha na doutrina cristã, identificação com os irmãos da reforma. Os dez mandamentos. estão separados do livro da lei, como um TESTEMUNHO do pacto, por isto tábuas do testemunho, dentro da arca com outros utensílios. Os dois maiores mandamentos, estão FORA do decálogo. E posso continuar citando. Espero a resposta do amigo. Amém!

      Excluir
  33. Bom dia irmãos,

    Vejo que esse assunto tomou proporções incríveis! Isso é muito interessante para quem está querendo aprender.

    Achei a palestra do Luciano Sena bem apresentada, porém, não posso deixar de dizer que muitas informações estão equivocadas.

    Lendo o site Na Mira Da Verdade, li o comentário do Prof. Azenilto G. Brito, e o achei muito conveniente para racionalmente questionar alguns pontos que o Luciano Sena apresentou

    Segue o comentário:

    Comentários:

    a – Interessante o Ev. Luciano Sena, um presbiteriano, pôr-se a criticar as origens da IASD, quando ele é calvinista, e todos sabem sobre como Calvino, mesmo sendo um homem usado por Deus (como Lutero), teve atitudes incompatíveis com o genuíno cristianismo, sendo extremamente intolerante e ditatorial, e terminando por levar à morte um cientista respeitável e famoso–Miguel de Servet–por pura discordância ideológica. Se Miller cometeu o erro de definir data para a volta de Cristo, pelo menos o seu erro (que foi apenas parcial) não teve consequências tão funestas. Ninguém foi condenado à morte por isso.
    b – Miller foi um autêntico revivalista e despertou o mundo para uma negligenciada doutrina–a da volta literal de Cristo, enquanto os comentaristas bíblicos e pregadores de seu tempo ensinavam o pós-milenismo, que levava a um total relaxo na preparação para o fim. A teologia prevalecente era de que Cristo voltaria só depois de mil anos de paz e prosperidade. Então, que necessidade haveria para preocupar-se com o fim de todas as coisas? O curioso é que hoje os cristãos conservadores aceitam o pré-milenismo de Miller (e dos adventistas).
    c – Que bom que ele NÃO NEGA o princípio do sábado, condenando o dispensacionalismo e seu “dianenhumismo”. Parabéns a ele por seu comentário depreciativo a essa filosofia dominante nos meios evangélicos, que inclusive (e ele reconhece) influencia os cristãos históricos, pelo menos nessa questão de ensino de “lei abolida” e “dianenhumismo”. Mas aí a coisa fica fácil, pois “provar” que o domingo tomou o lugar do sábado é IMPOSSÍVEL. E ele reconhece sutilmente essa dificuldade. . .
    d – O sábado é da LEI MORAL, então a comparação com Páscoa e Santa Ceia não é válida. É o 4o. Mandamento, e não há mudança prevista. Cristo estabeleceu a Páscoa, mas não definiu NADA quanto ao tempo em que devia ser celebrada. Os cristãos inicialmente a realizavam junto com os judeus, no mesmo dia, só que com referencial ritual diferente–pão e vinho, em vez de cordeiro pascal e ervas amargas. Como não há definição quanto ao dia, por Cristo, isso chega a ser significativo, pois se Jesus se preocupasse com um dia supostamente a ser mudado, diria para fazerem isso num “Domingo de Páscoa”, o que Ele não disse.
    e – O que Ele disse é que “o sábado foi feito por causa do homem”, sendo esse “homem” ‘anthropós’ no grego–o que indica o homem universal, não o mero homem judaico. Que bom que Sena acentua ao final que não há como argumentar que é UM sétimo dia, e sim O sétimo dia que deve ser observado, só que tentando canhestramente substituir o sábado pelo domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. f – O primeiro dia da semana, em grego, é ‘mía twn sabbatwn’, que pode ser traduzido como “o primeiro a partir do sábado”. João escreveu 60 ANOS DEPOIS da Ressurreição, e se esse dia tivesse qualquer título especial, seria tratado por João de modo diferente (ver João 20:1, 19). Por que João NÃO FALA que era o “dia do Senhor”, ou algo semelhante?
      g – Sena também admite que esse “relaxo” na guarda do domingo não é atitude correta, mas não há o que fazer ele como que ‘entrega os pontos’ diante da situação real de que os protestantes/evangélicos não sabem o que fazer com o princípio do sábado, pois embora OFICIALMENTE nos seus documentos confessionais saibam que devem dedicar o dia “ao Senhor”, sem atividades seculares ou recreativas, na prática não levam a sério isso. Que jovem presbiteriano, batista, metodista, ou mesmo assembleiano, deixará de acompanhar os esportes na TV no “dia do Senhor” por escrúpulos religosos? Isso se dá porque sabem que a teoria de o domingo ser o “dia do Senhor”, devendo ser-lhe integralmente dedicado, não conta com real fundamentação bíblica.
      h – É uma distorção dizer que nós cremos que o diabo participa da expiação. Errado, e há autoridades várias que entendem que Azazel (o outro bode) era símbolo de Satanás. Mas isso o irmão Leandro Quadro se encarregou de refutar muito bem.
      i – Sobre Ellen White, é importante acentuar como ela não se cansa de recomendar que tenhamos a Bíblia e a Bíblia só como regra de fé e prática. Então, dizer que somos “seguidores de Ellen White” nesse ponto é ótimo, pois ela nos remete à Bíblia continuamente em seus vários escritos. As citações onde ela dá esse destaque às Escrituras nunca são citadas pelo oponentes de nossa fé.
      j – O tal ‘tópico 18′ acentuado por Sena NÃO DIZ que devemos crer em Ellen White, como pessoa, e sim na MENSAGEM que Deus por meio dela nos transmitiu. Então, ele distorce ao dizer que temos de crer numa pessoa, quando o nome dela apenas vem à tona como aquela que TEM o espírito de profecia (não que É o espírito de profecia, como alguns desonestamente dizem).

      Excluir
    2. Como declarou uma pessoa que o Luciano proibiu de fazer comentários nesse blog(sob a acusação de que ele mentiu apesar de não ter provado que ele mentiu, mesmo após vários pedidos de prova)? "Luciano não nasceu de novo através do batismo bíblico, ou seja, o batismo verdadeiro. Logo ele só tem uma natureza que é a perversa, e não pode se esperar nada de uma natureza perversa a não ser lutar contra a Palavra de Deus".

      Excluir
    3. Gabriel Sanchez, porque você como um adventista fiel, não solicíta ao sr. Azenilto G. Brito, para vir conversar conosco! Ele será bem vindo. Peço licença ao Luciano Sena, para reiterar o pedido que em outro comentário acima, fiz! Que pelo menos algum pastor ou teólogo adventista se manifeste. Eles lêem blogs?!!!! Se não lêem, tubo bem, mas se lêem, inclusive este blog, porque estão tão quietinhos? Esperando resposta.

      Excluir
  34. Ao caríssimo Thiago Smith, eu posso te afirmar, sem demagogia, que conheço muita coisa sobre os adventistas. Tiago, penso que é você que deve se informar melhor quanto ao que a sua igreja ensina sobre a Grande Tribulação. Veja esse trecho do livro oficial de vocês, NIsto Cremos:

    "Os seguidores de Cristo experimentariam um período de “grande tribulação”, mas sobreviveriam a ele (Mat. 24:21 e 22). Impressionantes sinais marcariam, na natureza, o fim dessa perseguição; os mesmos sinais determinariam a proximidade do retorno de Cristo (Mat. 24:29, 32 e 33)." Pg. 214 da sétima edição. Leia o contexto todo se ainda persistir a dúvida quanto a esse assunto. ok?

    Os adventistas defendem que os sinais no sol e na lua aconteceram antes do fim da grande tribulação, que para eles foi o período entre 538 e 1798. No livro Nisto Cremos, 7ª ed., 2003, pg. 216 é dito: “Quando Belisário, general de Justiniano, libertou Roma em 538 d.C., o bispo de Roma libertou-se do controle dos ostrogodos, cujo arianismo tivera como conseqüência restringir o crescimento da Igreja Católica. Agora o bispo poderia exercer as prerrogativas do decreto de Justiniano, do ano 533 d.C.; ele poderia fazer crescer a autoridade da “Santa Sé”. Assim, começaram os 1.260 anos de perseguição, previstos pela profecia bíblica (Dan. 7:25; Apoc. 12:6 e 14; 13:5-7).” Sendo assim, pergunto: na Bíblia (Mt. 24.29) está escrito que esses sinais acontecem no fim da tribulação e não antes, ou seja, mesmo que ela tenha sido abreviada, tais sinais teriam que ser no fim e não antes ou durante. Por que? Porque simplesmente é assim que está escrito. E aí, senhores adventistas??? Como conciliar a posição de vocês que afirma que o sinal no Sol e na Lua aconteceram antes do fim da tribulação, sendo que na Bíblia está escrito que esses sinais são após a grande tribulação?

    Sobre o sábado:

    Segundo Hebreus 4, resta um repouso para o povo de Deus. Perceba, caros adventistas, que o autor da epístola começa falando do repouso do sétimo dia, indicando que esse repouso já era guardado pelos hebreus, do contrário, ele não falaria que resta um repouso para o povo de Deus. Depois ele diz que só entram nesse repouso quem crê. Podem ler com calma! Então que repouso é esse já que o sétimo dia já era observado pelos hebreus? Já pensaram nisso? Nesse repouso só se entra pela fé. Que repouso é esse? O sábado, segundo Ex. 20 e Deut. 5 nos mostra um Deus criador e redentor. Ora, não foi isso que Jesus nos fez? Quando nos tornamos cristãos somos recriados (nova criatura) e libertados do império das trevas. Logo, Jesus é o nosso repouso, pois repousamos das nossas obras em Jesus e, assim, somos feitos nova criatura e libertados do reino trevoso. Guardar o dia de sábado requer atitude da nossa parte, requer um certo “sacrifício” nos dias de hoje e Hebreus 4 está falando apenas de fé, ou seja, para se entrar nesse descanso basta crer, ter fé. Por que? Porque esse descanso que resta para o povo de Deus não é guardar um dia, pois esse já era guardado, mas é crer em nosso Senhor Jesus Cristo. Por isso o sábado é uma sombra de Cristo, como disse Paulo em Col. 2.16. Sombra é efêmera, mas o corpo é de Cristo. Um verdadeiro cristão não toma isso como uma liberdade para pecar, mas reconhece que só em Jesus a Lei se cumpriu verdadeiramente.

    [ ]s.

    ResponderExcluir
  35. Digníssimos amigos.

    Quanto aos desafios:

    Creio que, se, de forma educada e com respeito, um pastor adventista fosse convidado a contrapor o que conhece doutrináriamente com um debatente de outra fé doutrinária, lotariam-se as palestras, as convenções, e as reuniões.

    Teria-se a oportunidade de filmar fazer todas as contraposições que desejassem e colocar o conteúdo onde bem convier.

    Creio que desafios não devam ser feitos através de comentários acalorados em blogs, mas que se use de todas as faculdades modernas e que se siga os trâmites do bom proceder.

    Que se prepare o lugar, que se chame os membros da congregação interessada, que se envie um convite formal ao debatente pretendido, realize-se um evento e abra-se um debate.

    Porque se uma pessoa não tem condições de preparar o local e as coisas necessárias ao seu interesse e também de se preparar, como há de chamar alguém para um debate?

    A exemplo de debates como na RIT TV, é da responsabilidade de quem tem interesse no debate, providenciar o cenário necessário e fazer o convite formais às partes.

    Bem sabemos que na internet se popularizou os debates via stream, via videoconferência, entretanto, debates importantes devem ser feitos seguindo as boas regras que se convencionou utilizar, e creio que nisto o debate presencial se mostraria indispensável.

    Entretanto não devemos fazer debates deste tipo atendendo únicamente a desejos pessoais. Devemos atender os interesses sim, mas de uma congregação à qual representamos.

    Sendo assim, se houver uma congregação intencionada a conhecer melhor o adventismo, para, à partir de um debate, tirar suas conclusões, os desafios devem sim ser aceitos e atendidos.

    Que se transforme os 'desafios' em 'convites' e que se lhos enviem à porta-vozes oficiais da igreja adventista. Que se compareça, as partes, presencialmente no local, e que se transforme aquilo que seria uma embate em um debate, de natureza séria e respeitosa.

    Porque desafios trazem embates, mas convites trazem debates.

    Devemos ter em vista, também, que não convêm dar o mal exemplo dentro da cristandade. Um debate deve contrapor principalmente, o resultado de tudo aquilo que as verdades doutrinárias proporcinaram na vida de cada debatente. Este será o maior dos testemunhos à favor de uma doutrina, então devemos evitar o mero choque de idéias, mas que se tenha um objetivo justo a alcançar e que sirva de instrução e proveito à todos os que acompanharem e também aos que debaterem.

    Fiquei muito admirado com a foma cortez e educada com que o Prof. Leandro Quadros se dirigiu à pessoa de Luciano Sena em seu comentário. Também me chamou a atenção o bom exemplo de Leandros Quadros em dedicar uma parte de seu comentário a defender a pessoa de Luciano Sena quanto à críticas recebidas pelo mesmo, referente à sua habilidade como palestrante (o que também serviu de alerta à minha pessoa).

    Isto, que tenho proposto, é uma opinião e uma sujestão:

    Gostaria que o querido amigo Paulo Cadi, bem como o amigo Luciano Sena, pensassem com carinho.

    ResponderExcluir
  36. Ainda aos adventistas, reflitam com calma sobre algumas afirmações da profetisa de vocês, Ellen Harmon Gould White:

    Sobre EGW:

    Os adventistas crêem que Ellen White foi totalmente inspirada - como a mensageira do senhor, seus escritos são uma contínua e autorizada fonte de verdade e proporcionam conforto, orientação, instrução e correção à Igreja. Eles tornam claro que a Bíblia é a norma pela qual deve ser provado todo ensino e experiência. - Crenças Fundamentais, 17. Pg: 291.

    Sendo assim, como explicar que Ellen White disse que viu Enoque viajando pelo espaço num planeta de sete luas; que os escravos que só conheceram o açoite dos seus senhores e que viveram abaixo da condição de um animal não serão salvos e nem ressuscitarão? Pelo menos na Bíblia está escrito que os ímpios serão ressuscitados para a condenação. Disse, também, que os anjos que vêm à Terra, ao voltar para o céu, precisam apresentar um cartão de ouro para entrarem. Tudo isso está no livro "Primeiros Escritos". Pergunto: como fica Deut. 18.22 e Col. 2.18? “Ninguém atue como árbitro contra vós, pretextando humildade ou culto aos anjos, firmando-se em coisas que tenha visto, inchado debalde pelo seu entendimento carnal...”

    ResponderExcluir
  37. Sem falar, ainda, que Ellen White afirmou no livro "O Grande Conflito", que Deus revelou pra ela o dia e a hora da volta de Cristo. Pasmem!!!!

    Depois, pra tentar consertar tal sandice, disse que ao terminar a visão ela não se lembrava da tal revelação... É senhores adventistas, durmam com um barulho desses.

    Que Deus nos ilumine sempre.

    ResponderExcluir
  38. Querido amigo Well, o amigo tem aí contigo as fontes primárias? Os livros dos quais tirou estas afirmações?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, eu gostaria de saber, quais livros e paginas, pra eu mesmo poder procurar... principalmente se ela saber mesmo quando Jesus vai voltar... nao faça afirmaçao sem provas por favor....

      Excluir
    2. Sobre os escravos:

      livro: Primeiros Escritos

      "Vi que o senhor de escravos terá de responder pela salvação de seus escravos a quem ele tem conservado em ignorância; e os pecados dos escravos serão visitados sobre o senhor. Deus não pode levar para o Céu o escravo que tem sido conservado em ignorância e degradação, nada sabendo de Deus ou da Bíblia, nada temendo senão o açoite do seu senhor, e conservando-se em posição mais baixa que a dos animais. Mas Deus faz por ele o melhor que um Deus compassivo pode fazer. Permite-lhe ser como se nunca tivesse existido, ao passo que o senhor tem de enfrentar as sete últimas pragas e então passar pela segunda ressurreição e sofrer a segunda e mais terrível morte. Estará então satisfeita a justiça de Deus. "

      "Então fui levada a um mundo que tinha sete luas. Vi ali o bom e velho Enoque, que tinha sido trasladado..."

      Mais alguma dúvida, senhores adventistas ??

      Excluir
  39. Tiago Smith, permita-me lhe mostrar onde estão as declarações de Ellen White, afirmando, COM TODAS AS LETRAS, que Deus, sim,vai anunciar o dia e a hora da vinda de Jesus. "A voz de Deus é ouvida no céu, declarando o DIA e HORA da vinda de Jesus."O Grande Conflito, pg.646. "O céu se abria e se fechava e estava em comoção. As montanhas se agitavam como uma cana ao vento e anfractuosas rochas eram lançadas ao redor. O mar fervia como uma panela e arremessava pedras sobre a terra. E, ao anunciar Deus o DIA e a HORA da vinda de Jesus..." Primeiros Escritos, pg.34. Agora, compare estas declarações "inspiradas", com as VERDADEIRAS declarações inspiradas: "Mas daquele DIA e HORA, NINGUÉM SABE, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai. Olhai, vigiai e orai; porque NÃO SABEIS quando será o tempo. É como um homem que, partindo para fora da terra, deixou a sua casa, e deu autoridade aos seus servos, e a cada um a sua obra, e mandou ao porteiro que vigiasse. Vigiai, porque NÃO SABEIS quando virá o senhor da casa: se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que vindo de improviso (que é como virá), não vos ache dormindo (despreparados). E as coisas que vos digo, digo-as a todos: VIGIAI. Mc. 13:32-37. Tiago Smith, Deus se contradiz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em o Grande Conflito, edição condensada, pg. 276: "É a MEIA-NOITE que Deus manifesta o seu poder para o livramento de seu povo". Ela está CONTRADIZENDO A BIBLÍA! Veja o texto de Marcos citado acima: "Vigiai, porque não sabeis quando virá o Senhor da casa: Se à tarde, se à MEIA-NOITE, se ao cantar do galo..." Se isto, não for contradizer as escrituras, então as palavras perderam todo o seu significado!

      Excluir
    2. "E, ao anunciar Deus o DIA e a HORA da vinda de Jesus..."

      O que vem depois disto amigo Paulo Cadi? Poderia por favor colocar o resto da afirmação?

      http://www.ellenwhitebooks.com/?l=27&p=34

      E onde está o "A voz de Deus é ouvida no céu, declarando o DIA e HORA da vinda de Jesus." no livro "O grande conflito pg. 646"? Porque não achei!

      http://www.ellenwhitebooks.com/?l=1&p=646

      E tem certeza de que o amigo leu o livro? Dá uma olhada lá no que diz à este respeito nas páginas que o amigo citou!

      Aquilo ali é uma previsão do dia volta de Jesus?

      Amigo Paulo Cadi, ali ja É A VOLTA de Jesus.

      "A voz de Deus é ouvida no céu, declarando [QUE ESTE É] o DIA e HORA da vinda de Jesus."

      É Jesus voltando em glória e majestade enquanto é anunciado por Deus no céu.

      Tem certeza, certeza mesmo, de que leu o livro? Como o amigo conseguiu, por si só, tirar esta conclusão equivocada de uma página tão explícita?

      Excluir
  40. Prezado Well,

    Vc diz que Hebreus 4, supostamente, fala sobre um descanso em Cristo. E este é um posicionamento constante entre os observadores do domingo.
    Eu gostaria de perguntar a você (e demais dominguistas) se sua pessoa trabalha 7 dias da semana, 30 dias no mês, 365 (ou 366) dias do ano, todos os anos da vida, de maneira constante, sem nunca descansar período de 24h (com alguma alternação) sob a alegação de que estaria "descansando espiritualmente" e supostamente em Cristo.

    E pior! Se vc não dedica tempo de cessação do trabalho, com esta provável vida frenética de trabalho descrita acima, como fica a questão de um tempo reservado na semana para adoração exclusiva a Deus em 24h de um dia específico da semana? Pois o sábado foi estabelecido por Deus para descanso e adoração exclusiva a Ele...

    De acordo com o seu entendimento de Heb.: 4, então a pessoa crê em Cristo, e assim descansa mesmo trabalhando e sem se dispor a adorar a Deus exclusivamente em um dia da semana(?!), olha, respeitosamente, isto não tem cabimento nem base bíblica.
    Primeiro porque o descanso e adoração a Deus no sábado só é possível pela fé, pois vivemos num mundo que se programou a desobedecer a Deus ao longo da História... Como encontrar emprego em que se libere o trabalhador no sábado toda semana? Só pela fé se consegue servir a Deus nesse contexto!
    Aqui sim, faz sentido o descanso sabático mediante a fé no Senhor.

    Segundo, nos mesmos moldes de Cristo em Mat.: 11.28-30, Deus Pai também prometeu descanso ao Seu povo e isto não significou substituição do sábado, assim como, a fala de Jesus em Mateus, não o significa. Veja Êx.: 33.14
    "... A Minha presença irá contigo, e eu te darei descanso."

    Colos.: 2.16 trata de sábados cerimoniais, como, por exemplo, o dia da Expiação, que era chamado de sábado (Lev.: 23.27-32).
    A prova disso é que os "sábados" do texto de Paulo eram "...sombra das coisas que haviam de vir..." (v. 17) e os cerimonialismos dos "sábados" prefiguravam a vinda de Cristo (ver também Heb.: 10.1-4, 11-14). Enquanto que o estabelecimento do sábado em Gên.: 2.1-3 e a redação do quarto mandamento em Êx.: 20.8-11, não possuem caráter cerimonial já que não prefiguram a missão do Salvador então vindouro.

    Não comentarei sobre os seus ataques a Ellen White, por entender que não seja necessário. Eu creio que ela também foi agraciada com o dom profético do Senhor assim como homens e mulheres de Deus no passado o foram, e vc hoje descrer nisso, então analisemos somente a Escritura.

    OBS.: Falei ao sr. Paulo Cadi que posso conversar sobre os assuntos desse blog somente nos fins de semana. Isto prossegue. Hoje foi uma exceção, mas é provável que eventualmente se repita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josinaldo Costa, o que é adorar a Deus em espírito e em verdade? É só adorar no sábado? prezado Josinaldo, você trabalha seis dias na semana ou descansa sábado e domingo?

      No mais, como todo adventista, vocês não entendem o real significado do sábado como sombra de Cristo, que nos recria e nos liberta. É uma pena.

      Que Deus o ilumine

      Excluir
    2. Meu querido amigo Well, me responde uma coisa, se qualquer dia serve pra ser guardado, porque em êxodo, a palavra santificou, é bem destacada?

      Significado de SANTIFICAR: Separar, tornar santo, tomar o caminho correto...

      Se qualquer dia pode ser guardado, porque O Deus Todo Poderoso, Bendito e Tardio em irar-se, pediu que se guardasse um dia especifico?

      Não estou dizendo que a adoração a Deus, deva ser apenas no sábado, muito pelo contrario, devemos levar Jesus no coração todos os dias, mas se Ele pediu um dia apenas,em memoria dEle, O Criador, por que eu deveria negar a este pedido?

      Sejamos sensatos, não existe argumento bíblico contra a guarda do sábado! Mesmo que esta Lei tivesse sido retirada, "no caso não foi", é pecado guardar o sábado? Se não é pecado, por que esses ataques constantes contra quem guarda? Acho que devemos parar com isso, e focar no trabalho que Deus nos designou, que é levar a mensagem do advento A TODO O MUNDO! e então virá o fim!

      só mais uma observação, já parou pra pensar que o mandamento do sábado, é um mandamento completo? aonde engloba tanto a adoração a Deus, a união familiar, aonde os demais são bem especificos, como não mataras, nao roubaras, nao adulterarás, isso esta ligado a o que? Amar ao teu proximo como a ti mesmo... ai antes disso tem o que? Não farás imagem de escultura, não terás outros deuses diante de mim... isto esta relacionado com Amar A Deus sobre todas as coisas e de todo o teu coração... já parou pra pensar que isso tudo é o resumo da lei? Agora vamos ler o mandamento do sábado.


      8 Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

      9 Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.

      10 Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.

      11 Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.

      Olá isso, o sábado parece, como eu disse antes, um mandamento completo, tanto amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu proximo como a ti mesmo, aonde neste dia, deve lembrar do Deus Criador, e também um dia de deleite pra você e sua familia, animais e estrangeiros(amigos,familiares).

      Vou ser sincero, não consigo me ver sem guardar o sábado, a guarda do sábado, é tão bom, me faz sentir tão bem, eu tenho total certeza, que qualquer um que um dia experimentar a guarda do sábado, irão se sentir diferentes durante a semana.

      Att.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Josinaldo e Tiago Smith,

      As pessoas que guardam o dia de sábado afirmam que Rom. 14 e Col. 2.16 falam sobre os sábados cerimoniais e não semanais; outras pessoas dizem que Col. 2.16 está se referindo aos holocaustos que eram feitos no dia de sábado e se baseiam em algumas passagens do Antigo Testamento como II Cr. 31.3; falam, também, que o texto se refere a imposição de regulamentos humanos quanto à celebração do culto a Deus no dia de sábado. Há embasamento para isso, lendo aquelas passagens? Pensemos, por um momento, que sim! Se for isso mesmo, a coisa piora para quem defende tal ideia. Por que? Porque se for assim, ou seja, se Paulo está falando de sábados cerimoniais onde se ofereciam holocaustos, a situação se complica porque poderíamos fazer os holocaustos e ninguém poderia nos julgar por isso. O Apóstolo não diz: Portanto, ninguém vos julgue... ? Já imaginou? Leia as passagens (Rom. 14 e Col. 2.16) e coloque ali os sábados cerimoniais ou os holocaustos que eram feitos no dia de sábado e perceba que, se for assim mesmo, ninguém poderá nos julgar por fazer esses sacrifícios, inclusive no sábado. Percebeu?

      Logo, Paulo não está falando apenas de cerimonialismo ou holocaustos que eram praticados no dia de sábado também, mas do dia de sábado mesmo, isto é, da obrigatoriedade exigida por alguns com respeito ao dia. Não estamos presos a um dia fixo. Em Col. 2.16 o original da palavra sábados é, em grego, sabatton que significa sábados semanais mesmo. Não há dúvidas quanto a essa etimologia. É, com toda a certeza, o sábado semanal que Paulo está referindo-se e não há contradição nenhuma nisso, pois Paulo sabia que o princípio de descanso ensinado no mandamento de maneira alguma foi quebrado. Vale lembrar que para os judeus há a obrigatoriedade do mandamento sabático ser no sábado porque no livro de Êxodo e no livro de Ezequiel está escrito que para Israel o sábado é um sinal perpétuo, assim com a circuncisão. Aliás, para eles existem 613 mandamentos.

      Excluir
    5. Prezado Well,

      Vc me pergunta se a adoração/comunhão com o Pai, mediante Jesus, se dá apenas no sábado.
      Eu lhe respondo dizendo que NUNCA AFIRMEI ISTO. O que eu disse foi que no sábado temos dois propósitos do Senhor para com a humanidade (pode haver mais): descanso e EXCLUSIVA adoração ao Criador.
      Ou seja, nós podemos adorar/ter comunhão com o Senhor nos dias da semana, só que este tempo é dividido com a nossa necessidade de trabalho. Já no sábado não trabalhamos, então podemos nos dedicar exclusivamente ao Eterno.

      Sobre Colo.: 2.16, é muito simples, os sábados são cerimoniais e, quando Paulo diz que "Ninguém vos julgue ... por ... sábados", é uma expressão que indica a abolição do cerimonialismo (dia da Expiação, por exemplo) por ser "sombra" da missão de Cristo. Nada mais além disso.

      Excluir
  41. Sou uma admiradora da mensagem adventista e tenho lido quase todos os comentários desse blog. O que me chama a atenção é como os opositores tentam distorcer ferozmente as escrituras para tentar refutar o adventismo. Fico imaginando, quem são essas pessoas que se escondem atrás de um computador para ir contra a toda uma Organização do porte da Igreja Adventista, e mais, essa é a única igreja, no meu entender, que realmente prega a Bíblia com deve ser, do mesmo modo que propaga que Jesus breve voltará. Se Deus não estivesse sendo honrado através das pessoas dessa igreja, eu creio que eles não seriam as pessoas que são, que apesar de não trabalharem aos sábados, como Deus ordenou, eles tem uma vida financeira bem confortável...Realmente são um povo abençoado! Não tem pra ninguém. Eu e minha família queremos viver essa fé, por isso deixo um conselho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Caren Boaventura,

      Que lindo o seu testemunho! Que o Espírito Santo continue guiando vc à mensagem contida na Escritura Sagrada!
      Se eu morasse perto de onde vc reside, eu iria acompanhar o seu batismo, mas fico imaginando a festa que o mesmo será, tanto na igreja terrestre quanto no Santuário Celestial!

      Excluir
  42. Irmãos Adventistas, vocês não precisam responder nada...pois eles são que nem pombos, imagine, como diz um ditado, jogar xadrez com
    um pombo...ele derruba as peças, faz sujeira no tabuleiro e ainda sai cantando vantagem.

    ResponderExcluir
  43. Essa foi demais...É bem isso mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque somos pessoas educadas, só fazemos sujeira dentro da latrina, se é que entende!!!

      Excluir
  44. Caren Boaventura, Você pegou o bonde andando! Só falou subjetividades, como: "os opositores tentam distorcer ferozmente as escrituras". Nós não precisamos nos dar a este trabalho! A profetisa de vocês já fez isso! Depois disse:"Fico imaginando, quem são estas pessoas que se escondem atrás do computador...." Eu não posso me esconder atrás dele (o computador é menor do que eu!). Depois disse:"Eles tem uma vida financeira bem confortável". Êpa! Teologia da prosperidade? Diga isso para os membros da Universal! Você não conhece a Biblía e não sabe o que está dizendo. Sua denominação, é que desde seu (dela, denominação), início, chamou homens tementes a Deus e honrados, de falso profeta, babilônia, apóstatas e não sei o que mais, e agora posam de vitimas. Você NÃO conhece a história de sua denominação. Um grupo que abandonou a sã doutrina para ir correr atrás da FALSA profecia de William Miller, marcando data para o retorno de Cristo, o que NÃO se cumpriu, depois da desobediência, Deus ainda vem e revela o evangelho verdadeiro a estes apóstatas. Menos, menos!

    ResponderExcluir
  45. Sr Paulo, eu disse que sou adventista? O senhor como sempre atropela tudo e ainda quer ser o sábio, faça-me o favor! Eu estou na fase de estudo das religiões, e lhe digo uma coisa, da sua religião eu jamais seria, pois o senhor não representa bem a sua fé, e sim, transmite ódio e ira, sentimento que não percebi em nenhum comentário dos adventistas.
    Quando eu falei de gente que se enconde atrás de um computador, quis dizer que seria muito mais salutar se você e o sr. Luciano tivessem um debate de verdade cara-a-cara com pessoas como o Pr. Luiz Gonçalves, Alejandro Bullón, Pr. Alberto Timm etc. Aconselho o senhor tomar um chá de camomila antes de se deitar, pois podes não dormir direito com tanta adrenalina e cortisol no seu sangue, faz mal sabia?

    ResponderExcluir
  46. Caren Boaventura, se você visse a "educação" de João Batista, por certo ficaria do lado dos calminhos fariseus, quando ele os chamou de raça de víboras e o Senhor os chamou de lobos em pele de cordeiro! Ou ficaria do lado dele (os fariseus), quando eles disseram que Jesus não era de Deus, porque não guardava o sábado, confirmado por Jo. 5:18, e que seus diletos amiguinhos sabatistas NÃO souberam responder, assim como não souberam responder TODAS as outras questões que lhes coloquei! Estes pastores que você citou, prá mim nâo dizem NADA, apenas que são líderes de mais uma seita, que surgiu nos USA, no século xix! Não sei se você sabe, mas já desafiei qualquer pastor sabatista. O desafio, jé está postado, inclusive lá no "A Mira da Verdade",Estão aí, se você não leu os meus comentários anteriores. Estou esperando que alguém se manifeste! Você, se diz estudante das religiões, então eu lhe aconselho a pesquisar em fontes idonêas, a obscura história desta seita, que surgiu graças a DESOBEDIÊNCIA a palavra de Deus, que proíbe marcar datas para a vinda do Senhor! O meu estilo incisivo de argumentar, pode causar esta impressão que você está tendo ao ler meus comentários, mas não tenho ódio de ninguém, e ao contrário tenho repulsa deste este sentimento destrutivo! Estou ao lado da palavra. Sómente isto! Eu sou cristão, e cristianismo VERDADEIRO não é religião, mas o EVANGELHO! Se você, como disse , não iria querer pertencer a minha "religião", too better, eu não tenho NADA a ver com isso. Entendeu?

    ResponderExcluir
  47. E irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar contra o remanescente dela. ( mulher vestida de sol=a igreja que guarda os mandamentos de Deus) ( dragão=satanás que conhece a bíblia e quer destruir a igreja) esta que guarda os mandamentos de Deus, que diga-se, são os 10. Que estão incluídos no AME A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS, cumprindo os seis primeiros mandamentos, e AME O PRÓXIMO COM A TI MESMO, que estão implícitos os outros seis. Bom dia, sr. Paulo!
    Agora respondendo às suas objeções.
    Meus amigos adventistas, na pessoa do Josinaldo no dia 1º de set. já lhe respondeu Jo. 5:18, mas se você não conseguiu ler, eu posso endossar. " Jesus estava violando o sábado? A resposta é sim e não.
    Sim, pela forma fanática e equivocada com que os judeus estavam "guardando" o sábado. E não, pois Jesus estava mostrando como se deve realmente guardar o sábado. Ok?
    Se o você acha que sou desinformada, como deu a entender, que peguei o "bonde andando", estás mui equivocado, pois estou a ler todos os comentários.
    Que falha grande a sua, querido, num comentário anterior, você igualou os Profetas Jeremias e Neemias aos farizeus? Que desespero! Outra coisa...

    ResponderExcluir
  48. Sr Paulo, vc disse que Ellen G. White no livro o grande conflito falou o dia que Jesus voltaria, olha sinceramente, o senhor deve ter algum problema de visão também, pois eu tenho os dois livros, já li e re-li as páginas que o sr. cita e não encontrei nada. Creio que ela jamais disse coisa tal. Agora se pegarmos o exemplo do Pentecostal Miranda Leal, marcou o retorno de Jesus para o ano de 1999. Também o Rev. William Branhan predisse que por volta de 1977, Jesus iria voltar...Isso não aconteceu com a irmã Ellen, nem com o Miller que vocês tanto atacam, pois estava profetizado por Joao no livro de apocalípse sobre o "desapontamento" o livrinho que era doce como o mel e amargo no estômago. Mas a verdade é que hoje os adventistas creem na doutrina do Santuário Celestial, graças ao desapontamento, já previsto nas escrituras.
    Você leu "sombra" em Heb. 4? Tens problemas...
    Você também disse em comentários acima que que no decálogo não está escrito MENTIR, me desculpe mas você é péssimo em interpretação de texto, muito menos de textos escriturísticos. Parece aluno do 3º ano primário. Ma eu vou tentar lhe ajudar: (onde diz: NÃO dirás falso testemunho, está dizendo: Não falarás palavra falsa contra o teu próximo e que em suma, é a MENTIRA. Por enquanto é isso...Fique na Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caren Boaventura, voce está certa quanto ao Paulo Cadi ele lanchou um desafio nos seguintes termos:: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”. Foi provado com Lucas 4:16 e João 15:10, mas ele não honrou sua palavra usando subterfúgios baratos. Fica na Paz do Senhor

      Excluir
  49. Sr Adventista, Tiago e Josinaldo.

    Respondi aos senhores mais acima.

    O foco central é que os adventistas tentam (eu já fui assim) não ver contradições entre a Bíblia e os livros de EGW, mas, acreditem, isso é impossível. Um dia, quem sabe, quando vocês realmente quiserem comparar a Bíblia com o que ela escreveu verão que, de fato, há muitas palavras boas da parte dela, como há de outros escritores que falam sobre a Bíblia, mas ela, infelizmente para vocês, contradisse as Sagradas Escrituras. A diferença, para vocês, entre ela e os demais escritores bíblicos, é que vocês creem que ela foi totalmente inspirada pelo Espírito Santo. Vocês vão ter que fazer um esforço hercúleo para defendê-la, mas em vão. Fiquem com seus bons ensinamentos e não ensinem que seus escritos são "uma contínua e autorizada fonte de verdade" inspirados pelo mesmo Espírito Santo que inspirou os escritores bíblicos, pois não são.

    Senhores, esqueci de mostrar a citação sobre Judas que EGW fez. Tal afirmação contradiz fortemente Lucas 6.12-16. Confiram! Vejam e comparem! Está no livro "O Desejado de Todas as Nações":

    "Enquanto Jesus estava preparando os discípulos para sua ordenação, um que não fora chamado se esforçou para ser contado entre eles. Foi Judas Iscariotes, que professava ser seguidor de Cristo. Adiantou-se então, solicitando um lugar nesse círculo mais íntimo de discípulos. Com grande veemência e aparente sinceridade, declarou: "Senhor, seguir-Te-ei para onde quer que fores." Jesus nem o repeliu, nem o acolheu com mostras de agrado, mas proferiu apenas as tristes palavras: "As raposas têm covis, e as aves do céu ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar."

    ResponderExcluir
  50. Aos defensores do sábado:

    O que Deus quis nos ensinar com esse mandamento? Estaria Deus nos pedindo para descansar somente no sábado ou estaria Deus nos ensinando um princípio de descanso? Deus só aceita adoração no dia de sábado ou Deus aceita adoração em outro dia qualquer da semana? Na passagem do livro de Êxodo é dito que Deus trabalhou e, por isso, abençoou e santificou o dia de sábado; já na passagem de Deuteronômio, Deus diz que deu a ordem para se guardar o dia de sábado para que o povo de Israel lembrasse que eles foram escravos no Egito. O que essas passagens querem dizer com essas afirmações? Que nós precisamos descansar um dia de nossas labutas diárias e que, nesse dia, o seu povo recorde que foi escravo e que Deus é o criador dos céus e da terra, ou seja, Deus trabalhou e separou o sétimo dia para descanso. Descanso dele? Não! Nosso descanso. Jesus disse que o sábado foi feito para nós. O povo de Israel foi escravo no Egito. Qual o seu paralelo conosco? Nós fomos escravos do pecado; Deus deu o descanso para que eles se lembrassem disso, segundo Deut. 5. Qual o seu paralelo conosco? Cristo é o nosso descanso, sendo o sábado uma sombra. Col. 2.16. Existe alguma passagem bíblica que nos mostre alguma pessoa, antes da Lei ser dada com Moisés, que guardava exatamente e apenas o dia de sábado que alguns guardam hoje em dia? Em outras palavras: nosso dia de sábado, atual, era guardado antes da Lei ser proclamada? Penso que não há tal ou tais passagens diretas e claras a esse respeito a não ser que a pessoa seja subjetiva em suas interpretações.

    Falando sobre o Novo Testamento, vemos que os cristãos se reuniam no domingo para partir o pão, ou seja, celebrar a ceia do Senhor até que ele venha. Isso prova que no domingo também podia a Igreja se reunir para adorar a Deus? Sim! Paulo, em Romanos 14, nos diz que quem faz distinção entre dias é fraco na fé; em Col. 2.16 e 17 diz que nós não devemos ser julgados por causa dos sábados porque isso é uma sombra de Cristo. Que sombra é essa? Lembra do texto de Deut. 5? Naquela passagem, o sábado foi colocado como um sinal de libertação para o povo de Israel; por isso, Paulo diz que ele é uma sombra de Cristo porque o verdadeiro cristão é liberto em Cristo Jesus. O próprio Jesus nos afirmou que o sábado foi feito para nosso benefício e que somos muito maiores do que o sábado, que é um ensinamento sobre o descanso.

    continua...

    ResponderExcluir
  51. última parte

    As pessoas que guardam o dia de sábado afirmam que Rom. 14 e Col. 2.16 falam sobre os sábados cerimoniais e não semanais; outras pessoas dizem que Col. 2.16 está se referindo aos holocaustos que eram feitos no dia de sábado e se baseiam em algumas passagens do Antigo Testamento como II Cr. 31.3; falam, também, que o texto se refere a imposição de regulamentos humanos quanto à celebração do culto a Deus no dia de sábado. Há embasamento para isso, lendo aquelas passagens? Pensemos, por um momento, que sim! Se for isso mesmo, a coisa piora para quem defende tal ideia. Por que? Porque se for assim, ou seja, se Paulo está falando de sábados cerimoniais onde se ofereciam holocaustos, a situação se complica porque poderíamos fazer os holocaustos e ninguém poderia nos julgar por isso. O Apóstolo não diz: Portanto, ninguém vos julgue... ? Já imaginou? Leia as passagens (Rom. 14 e Col. 2.16) e coloque ali os sábados cerimoniais ou os holocaustos que eram feitos no dia de sábado e perceba que, se for assim mesmo, ninguém poderá nos julgar por fazer esses sacrifícios, inclusive no sábado. Percebeu?

    Logo, Paulo não está falando apenas de cerimonialismo ou holocaustos que eram praticados no dia de sábado também, mas do dia de sábado mesmo, isto é, da obrigatoriedade exigida por alguns com respeito ao dia. Não estamos presos a um dia fixo. Em Col. 2.16 o original da palavra sábados é, em grego, sabatton que significa sábados semanais mesmo. Não há dúvidas quanto a essa etimologia. É, com toda a certeza, o sábado semanal que Paulo está referindo-se e não há contradição nenhuma nisso, pois Paulo sabia que o princípio de descanso ensinado no mandamento de maneira alguma foi quebrado. Vale lembrar que para os judeus há a obrigatoriedade do mandamento sabático ser no sábado porque no livro de Êxodo e no livro de Ezequiel está escrito que para Israel o sábado é um sinal perpétuo, assim com a circuncisão. Aliás, para eles existem 613 mandamentos.

    Antes de terminar, gostaria de te convidar, prezado leitor, a fazer o seguinte teste, a título de curiosidade: imagine uma aldeia que viva num lugar que não tem a noção do tempo; eles não têm relógio e nem calendário. Eles vivem, trabalham normalmente e descansam num dia que é, nesse exemplo, equivalente a nossa quarta-feira. Pergunto: isso altera alguma coisa na vida deles ou na adoração deles para com Deus? Óbvio que não! Agora, imagine essa mesma aldeia infringindo qualquer outros dos dez mandamentos! Isso vai alterar a vida deles em relação ao seu próximo e a Deus? Claro que sim!! É só fazer o teste e confirmar o que estou dizendo. Imagine um assassino entre eles; ou um adúltero, ladrão, invejoso, idólatra ou mentiroso? Perceberam a diferença? Enfim, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Que Deus nos ilumine sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido amigo Well, me responde uma coisa, se qualquer dia serve pra ser guardado, porque em êxodo, a palavra santificou, é bem destacada?

      Significado de SANTIFICAR: Separar, tornar santo, tomar o caminho correto...

      Se qualquer dia pode ser guardado, porque O Deus Todo Poderoso, Bendito e Tardio em irar-se, pediu que se guardasse um dia especifico?

      Não estou dizendo que a adoração a Deus, deva ser apenas no sábado, muito pelo contrario, devemos levar Jesus no coração todos os dias, mas se Ele pediu um dia apenas,em memoria dEle, O Criador, por que eu deveria negar a este pedido?

      Sejamos sensatos, não existe argumento bíblico contra a guarda do sábado! Mesmo que esta Lei tivesse sido retirada, "no caso não foi", é pecado guardar o sábado? Se não é pecado, por que esses ataques constantes contra quem guarda? Acho que devemos parar com isso, e focar no trabalho que Deus nos designou, que é levar a mensagem do advento A TODO O MUNDO! e então virá o fim!

      só mais uma observação, já parou pra pensar que o mandamento do sábado, é um mandamento completo? aonde engloba tanto a adoração a Deus, a união familiar, aonde os demais são bem especificos, como não mataras, nao roubaras, nao adulterarás, isso esta ligado a o que? Amar ao teu proximo como a ti mesmo... ai antes disso tem o que? Não farás imagem de escultura, não terás outros deuses diante de mim... isto esta relacionado com Amar A Deus sobre todas as coisas e de todo o teu coração... já parou pra pensar que isso tudo é o resumo da lei? Agora vamos ler o mandamento do sábado.


      8 Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

      9 Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.

      10 Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.

      11 Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.

      Olá isso, o sábado parece, como eu disse antes, um mandamento completo, tanto amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu proximo como a ti mesmo, aonde neste dia, deve lembrar do Deus Criador, e também um dia de deleite pra você e sua familia, animais e estrangeiros(amigos,familiares).

      Vou ser sincero, não consigo me ver sem guardar o sábado, a guarda do sábado, é tão bom, me faz sentir tão bem, eu tenho total certeza, que qualquer um que um dia experimentar a guarda do sábado, irão se sentir diferentes durante a semana.

      Att.

      Excluir
  52. visitem meu blog: www.nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br

    - Falo sobre JESUS CRISTO ser o único caminho;
    - A salvação é somente pela graça;
    - Cuidado com os lobos vestidos de cordeiro;
    - Dízimo;
    - As obras salvam?
    - Divórcio e novo casamento entre cristãos;
    - Predestinação e Livre-arbítrio; e
    - etc.

    Graça e paz a todos.

    ResponderExcluir
  53. E outra coisa querido amigo Well, quero saber qual a pagina que você disse que esta escrito que Ellen G. White, escreveu que sabe o dia da volta de Cristo...


    Estou aguardando essa resposta...

    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você gosta de tudo "mastigadinho", né? Não quer ter trabalho de procurar nada, né? Quantos livros de EGW já leu??

      Veja essa citação de Primeiros Escritos:

      Pg. 15 - "Logo ouvimos a voz de Deus, semelhante a muitas águas, a qual nos anunciou o dia e a hora da vinda de Jesus. Os santos vivos, em número de 144.000, reconheceram e entenderam a voz, ao passo que os ímpios julgaram fosse um trovão ou terremoto. Ao declarar Deus a hora, verteu sobre nós o Espírito Santo, e nosso rosto brilhou com o esplendor da glória de Deus, como aconteceu com Moisés, na descida do monte Sinai."

      Pergunto: quando ela terminou de ter essa "visão" ela sabia ou não sobre o dia e a hora da volta de Jesus? Se não sabia, para que foi revelado a ela tal dia e hora?

      Pense nisso.

      Excluir
    2. Ohh meu querido!

      Leia atentamente, o texto é tão claro, que ele mesmo se responde, não feche seus olhos, para aquilo que não quer ver...
      Vamos a explicação:

      Logo ouvimos a voz de Deus, semelhante a muitas águas, a qual nos anunciou o dia e a hora da vinda de Jesus.

      SIM REALMENTE FOI A ANUNCIADO.

      Os santos vivos, em número de 144.000, reconheceram e entenderam a voz, ao passo que os ímpios julgaram fosse um trovão ou terremoto.

      SOMENTE OS SANTOS VIVOS ENTENDERAM E RECONHECERAM O DIA E A HORA.

      Ao declarar Deus a hora, verteu sobre nós o Espírito Santo, e nosso rosto brilhou com o esplendor da glória de Deus, como aconteceu com Moisés, na descida do monte Sinai."
      QUANDO ELA IRIA OUVIR A HORA DA VINDA DE JESUS, O ESPÍRITO SANTO, VERTEU/APARECEU, E A GLORIA DE DEUS ERA TÃO FORTE, QUE ELA NÃO CONSEGUIU VER A DATA QUE A VOZ DIZIA. COMO ACONTECEU COM MOISÉS, O PRÓPRIO DEUS DISSE QUE NINGUÉM PODE VER A SUA GLORIA, SE NÃO IRIA MORRER. ENTÃO LOGO ELA NÃO CONSEGUIU VER ATÉ O FINAL DE SUA VISÃO, POIS O ESPÍRITO SANTO INTERROMPEU ANTES DE TERMINAR. E O TEXTO É BEM CLARO.


      Então eu concluo, ela não soube o dia e nem a hora da volta de Jesus.

      Att.




      Excluir
    3. Na verdade, Thor, o deus do trovão, naquele exato momento veio à presença de E.G.W. e desviou a atenção dela para o fato de que não havia lanche suficiente para os 144.000. Também estava por ali o deus Rá-Atum que para não permitir que ela enxergasse os números no placar eletrônico, emitiu luz muito forte, cegando a profetiza, porém, o coelhinho da pascoa que vinha na estrada saltitante .......

      Excluir
    4. Seu argumento me deu nojo! Perdeu toda a credibilidade que ainda tinha! Tenho certeza de que Deus, não se orgulhou do seu sarcasmo!

      Sem mais a comentar!

      Obs: Não me dirija a palavra se não for falar como um homem integro! e não como um moleque!

      Att.

      Excluir
    5. Tenha certeza que sua credibilidade está muito mais abalada perante os demais pela criatividade infantil que demonstrou antes. Você é uma piada!

      Excluir
  54. Bom dia Sr.Well, vejo que vossa pessoa tem exposto aqui vários assuntos bíblicos.

    Gostaria de convidar o irmão a fazermos um estudo sobre o DIA DA EXPIAÇÃO tendo em vista o BODE AZAZEL, e posteriormente outro sobre o mandamento do SÁBADO.

    Estendo lhe este convite, e caso o irmão o aceite que o mesmo seja de forma respeitosa, e que não venhamos a desviar o foco do estudo temático.
    Que analisemos tanto o contexto imediato quanto também o amplo, que respeitemos os originais tendo em vista tais contextos e que cada comentário repito, seja sistematizado.

    Gentilmente:

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gênes, meu prezado, obrigado pelo convite. EStarei viajando no próximo sábado e ficarei um tempo ausente, portanto, não prometerei nada agora.

      Mas reflita nisso:
      Se o bode emissário, de Levíticos 16, simboliza Satanás para vocês, por que está escrito no mesmo capítulo de Levíticos que esse bode é para expiação do pecado? Levítico 16:5 E da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes para expiação do pecado e um carneiro para holocausto. Levítico 16:10 - Mas o bode, sobre que cair a sorte para ser bode emissário, apresentar-se-á vivo perante o SENHOR, para fazer expiação com ele, a fim de enviá-lo ao deserto como bode emissário.

      Essa conversa de "expiação retributiva" é apenas na concepção adventista. A Bíblia é taxativa em dizer que a expiação dos nossos pecados é peculiar a Cristo. Onde, por gentileza eu te pergunto, está escrito na Bíblia que Satanás fará uma "expiação retributiva"?

      Aguardo.

      [ ]s.

      Excluir
    2. Well entendo se o irmão não o pode aceita-lo agora, mas quando tiver o devido tempo estarei lhe aguardando.

      Também gostaria que o irmão refletisse nisso:
      Se o bode Azazel de levítico 16 simboliza Cristo em sua segunda fase ministerial, gostaria que o irmão me respondesse:
      De acordo com levítico 16:21 e 22 o bode Azazel foi levado vivo ao deserto tendo em sua cabeça todos os pecados de Israel.

      Pergunto, o bode permanecia vivo no deserto ou morreria em um determinado tempo?

      Se vossa resposta for afirmativa quanto á ele permanecer vivo, logo os pecados endereçados á ele também assim permaneceriam ativos, e logo o ministério de Cristo em sua 1ª fase seria algo insuficiente ao ponto de não dar um fim definitivo ao pecado do povo. Lembremos também que o mesmo não simboliza ressurreição, pois o mesmo não lhes é outorgado o seu retorno para o templo de crentes.

      Se vossa resposta for afirmativa quanto á morte dele em um determinado tempo, logo o sacrifício de Cristo em sua primeira fase seria algo incompleto, pois precisaria morrer duas vezes para poder erradicar o pecado.
      E como sabemos não é mesmo assim, por isso que em Levítico 16:8 diz:
      “Tirará a sorte sobre os dois bodes: um será de YAHWEH e o outro de AZAZEL”.

      Portanto a própria construção da frase nos mostra a diferença entre os bodes e a simbologia a qual pertencem e em contrapartida vemos também que Javé é um ser pessoal e Azazel é tratado de igual modo.

      Portanto a conclusão mais apropriada é que tal expiação seja retribuitiva no que se refere ao bode Azazel e o mesmo represente Satanás.
      E no que se refere ao bode de Yahweh o mesmo represente a Cristo que morreu uma única vez pelos nossos pecados, pois sua expiação é completa, não precisando repeti-la novamente.

      Gentilmente:

      Gênes Soares.








      Excluir
    3. Gênes, os dois bodes são para o SENHOR. Isso é fato. Alguma dúvida? Como podem vocês distorcerem essa verdade? Não sou eu, Well, que afirmo que os dois bodes eram para o SENHOR, mas as vossas Bíblias!!

      Perceba que os dois bodes eram irretocáveis, sem defeitos. Satanás é sem defeito?

      Segundo Isaías, nós, crstãos, temos a certeza que quem levou nossas iniquidades foi Jesus. Logo, não existe essa tal expiação retributiva. Satanás, de modo nenhum, levará a iniquidade dos santos do Senhor. Isso é uma heresia!

      Se o bode emissário não representa Satanás, então quem ele tipifica?
      Resposta: Levítico 16.22 Assim, aquele bode LEVARÁ sobre si todas as INIQÜIDADES…

      • Quem levará as iniqüidades sobre si?

      Resposta: Isaías 53.11: porque as iniqüidades deles levará sobre si.

      Isaías 53.6: Mas o Senhor faz cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

      Isaías 53.12: Contudo, ele levou sobre si o pecado de muitos. Isaías profetizou sobre Jesus e não sobre satanás (Is 53.4-6,11,12, compare com Mt 8.16,17; At 8.32-35).

      Pense nisso, mas pense sem a mente adventista, mas com a sua mente.

      Luiz Mendes (nome de radialista), veja bem: onde eu desafiei algum adventista, aqui, para debate? Mostre-me!!

      Eu sou o Well. Não viu meu perfil? Meu blog? Não me prendo a rótulo denominacional nenhum. Já fui adventista por 30 anos.

      [ ]s.

      Excluir
    4. Bem irmão Weel, pensei que o irmão só poderia dar inicio ao estudo depois de vossa viagem, mas tudo bem vamos á ele.

      De fato irmão os dois bodes eram para o senhor, pois iriam REPRESENTAR ALGO.

      O fator preponderante aqui não são os animais, mais sim a sua REPRESENTATIVIDADE.

      O que fica explicito é que um dos dois teria que satisfazer o quesito que o personagem central exigia por isso a tal similitude de ambos.

      " PORTANTO NÃO FIQUE PRESO A FORMA, MAS SIM AO CONTEÚDO Á ELA APLICADO, POIS SOMENTE ATRAVÉS DO CONTEÚDO É QUE SABEREMOS IDENTIFICAR COM EXATIDÃO A FORMA".

      Portanto vamos aos fatos:

      1º = De acordo com Apocalipse 20:1-10, no JUÍZO FINAL quem será lançado no abismo e ficará preso na terra desolada aguardando a sua morte é satanás e não o cordeiro de Deus. Levítico 16: 21-22

      2º = Já o profeta Isaías em seu cap. 53, afirma com bastante clareza que além de Jesus receber sobre si os nossos pecados ele também seria MORTO, pois deu a SUA VIDA como OFERTA PELO PECADO. (Isaías 53:10-12). Isso esta em conformidade com o bode de YAHWEH, pois somente ele derramou o seu sangue como oferta pelo pecado. (Levítico 16: 15-20), e não o contrário.

      Portanto essa menção em Isaías não se aplica ao bode Azazel como o irmão pretende, pois o mesmo permanece VIVO Levítico 16: 10, e de acordo com Levítico 17: 11 e Hebreus 9: 22 SEM DERRAMA MENTO DE SANGUE NÃO HÁ REMISSÃO DOS PECADOS.

      Portanto irmão Weel, não confunda a representatividade dos dois bodes.

      Levítico 16:8 diz: “Tirará a sorte sobre os dois bodes: um será de YAHWEH e o outro de AZAZEL”.

      Portanto reflita nisto sem a mente ante – adventista.

      Gentilmente:

      Gênes Soares.

      Excluir
  55. Esse Well, Paulo Cadi, se esse é o seu nome mesmo, por que vocês não se apresentam? Qual é a igreja de vocês? Tem alguma coisa a esconder...E ainda dizem que estão esperando o Leandro Quadros, e outros pastores adventistas para um debate. Vocês seriam esmiuçados, pois já levaram uma surra dos adventistas apenas membros da igreja, imaginem dos pastores...É muito fácil ficar cacarejando no terreno alheio, abram as portas de vossas igrejas para também conhecermos, não é isso que querem/ Então vamos fazer em par de igualdade. Fica a dica, mas duvido que o façam...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu Já fiz o DESAFIO aos pastores adventistas! Porque eles não se manisfestaram?!

      Excluir
    2. Luiz Mendes (nome de radialista), veja bem: onde eu desafiei algum adventista, aqui, para debate? Mostre-me!!

      Eu sou o Well. Não viu meu perfil? Meu blog? Não me prendo a rótulo denominacional nenhum. Já fui adventista por 30 anos.

      Excluir
  56. Luiz Mendes, duvido que eles se exponham dessa maneira, apenas dizem suas convicções religiosas, do tipo, sou calvinista, dispensacionalista, pentecostal, etc...Engraçado é que os adventistas não tem vergonha de dizer que o são. Tive vontade de rir, imaginando a surra que levariam dos pastores, eu mesma já dei umas boas chicotadas no Paulo Cadi que está doendo até agora, imagino...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você NÃO conhece as escrituras, não sabe o que está dizendo, e não tem condições de debater comigo! Entendeu? Vá buscar conhecimento onde verdadeiramente tem, e não em seitas que surgiram por aí, no maior exportador delas. Os USA! Não sei qual as chicotadas que você me deu. Eu acho que você errou todas, pois não estou sentindo dor nenhuma! Só para lhe dar uma prova de seu desconhecimento das escrituras, eu vou lhe dar um exemplo. Você erronêamente, citou apocalipse 12 afirmando que a mulher que deu à luz a Jesus, é a Igreja adventista. ERRADO! A mulher, (em tipo), que deu à luz ao filho de Deus é Israel, de onde ele saiu. A mulher, no referido texto, NÃO pode ser a igreja, simplesmente porque foi o Senhor que deu à luz a sua Igreja. Ela saiu dele, assim como Eva de Adão. Ele é o cabeça de Sua Igreja. Se a Igreja tivesse dado à luz a Cristo, ele seria um dos filhos de Deus, e não o seu líder. Por aí se vê, que você ainda não aprendeu a dar chicotadas. Quanto a surra que vossos pastores vão me dar, estou esperando. E podem vir todos de uma vez!

      Excluir
    2. É só um ou mais pastores adventistas aceitarem o debate, que lhes passo o meu e-mail, e marcamos o local e hora do debate. Levo alguém para filmar e botar no youtube!

      Excluir
  57. Cuidado Caren, o Cadi tem aversão às mulheres. Vá com calma, pois ele fica bem nervosinho quando uma mulher se sobressai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já fiz, o desafio aos pastores adventistas. PORQUE ELES NÃO SE MANIFESTARAM?

      Excluir
    2. Eu já fiz, o desafio aos pastores adventistas. PORQUE ELES NÃO SE MANIFESTARAM?

      Excluir
    3. Caren Boaventura, eu só não te mando para o inferno, porque não sei onde comprar a passagem! Já DESAFIEI os vossos pastores, e até agora NADA! Não fale bobagens!

      Excluir
    4. Queridos amigos Adventistas, vamos sair desse blog, nós que estamos dando ibope pra isso aqui.

      A forma como somos tratados por nosso anfitriões, passa longe da boa conduta e a lei áurea que a própria bíblia deles ensina.

      Então não somos bem vindos!

      Eu pensei que eu poderia aprender alguma coisa aqui, mas muito pelo contrario, desde que entrei no blog, fui tratado como um herege e falso adorador, nem o Próprio Jesus, apedrejou a mulher, e eles pensam que são superiores!

      Muito me intristesse!

      Um forte abraço a todos! e até a Eternidade! Pois não volto mais a este blog!

      Atenciosamente,

      Excluir
    5. Caren Boaventura, voce está certa quanto ao Paulo Cadi ele lanchou um desafio nos seguintes termos:: “Me mostre (o texto) que diz que Jesus guardou o sábado! Lhe dou mil reais!”. Foi mostrado o (texto) com Lucas 4:16 e João 15:10, mas ele não honrou sua palavra usando subterfúgios baratos. Ele é filho do pai da mentira.Fica na Paz do Senhor.

      Excluir
    6. Luis Mendes, à afirmação que fez de que tenho aversão à mulheres não vou lhe dar a resposta que gostaria, mas tente imaginar qual seria!! Leia em 2 Tm 2, em 1 Co 14, e em 2 Co 11,fora outras escrituras, compare com a queda do homem e se não concordar, arranque estes textos da sua biblía! A mulher, tem seu papel na Igreja, mas não pode assumir a liderança, em qualquer instância, ainda mais do Corpo de Cristo! Diante dessa afirmação, quem é que está do lado da palavra, eu ou você? Nem a Maria, a mãe do Senhor, foi usada como líder espiritual da Igreja de Deus, quanto mais uma falsa profetisa, que contrdiz as escrituras em vários pontos! Velho, acorde e pense antes de falar!

      Excluir
    7. Seguindo o mestre Leandro,como todo bom adventista, não tendo argumentos que não sejam fantasiosos, passou-se por vítima e "bateu em retirada"!

      Excluir
  58. Demais irmãos desse blog, demostremos o verdadeiro cristianismo para com o nosso próximo.

    Creio que temos que refletir na seguinte frase.
    “NÃO FAÇAM AO OUTRO O QUE VOCÊS NÃO GOSTARIAM QUE FIZESSEM A VOCÊS”.

    Quando vivenciarmos isso, entenderemos o que se encontra escrito em Romanos 13:9
    Como já disse anteriormente eu me incluo, pois sou um pecador e careço da graça de Cristo todos os dias.

    Gentilmente:

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  59. Meu Deus! Vejo aqui muito preconceito contra adventistas e mulheres.
    Uma ira muito grande por parte de pessoas que se dizem filhos de Deus.
    Se as mulheres não podem pregar o evangelho segundo interpretação de "eruditos" estudiosos da Bíblia então os Livros de Rute e Ester não poderiam estar na Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus, sem contar a Juíza Débora e muitas outra mulheres usadas por Deus para pregar o Seu amor.
    A forma como o Sr. Sena fala em seu vídeo de forma preconceituosa a cantores, escritores e de forma geral os adventistas é repugnante e muito desrespeitosa e ainda incentiva seus alunos a agirem do mesmo modo, muito triste isso vindo de uma pessoa que se diz seguidor de Jesus Cristo e grande estudioso da palavra de Deus.
    Esse debates que muitos estão pedindo aqui desafiando um ao outro e de forma depreciativa não edifica ninguém, pelo contrário causa mais preconceito religioso e deixa o verdadeiro foco que é JESUS em segundo plano e o ego exaltado, muito triste isso.
    Peço aos irmão que orem um pelos outros e que o Espírito Santo venha abrir vosso olhos para o sacrifício de JESUS.
    E vamos deixar esse preconceito de lado que não edifica ninguém!
    Um forte abraço a todos e que a paz de Cristo esteja em vossos corações.

    ResponderExcluir
  60. boa tarde!

    Gostaria que amigos Adventistas respondessem à luz de 2 Corítios 3: 6- 18 a qual lei Paulo se referia, uma vez, que fazem distinção entre lei Moral e CERIMONIAL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago veja que chegou no e-mai maristelaserva@bol.com.br
      Para: maristelaserva@bol.com.br < maristelaserva@bol.com.br >
      Assunto: Para Thiago

      Primeiro deve ser deixado claro que Paulo declarou que devemos ser imitador dele como ele era de Cristo (I Cor. 11:1), que devemos ser imitador de Deus como filhos amados(Efésios 5:1). E, que essas Verdades acima não podem entrar em contradição com 2 Corítios 3: 6- 18. Portanto, o 1º ponto a ser levado em consideração é: se Paulo não guardava o Sábado do 7º Dia ele está mentindo em I Cor. 11:1, já que Jesus não só era e é o Senhor do Sábado como guardou e mostrou como guardá-lo. Mais uma vez observe que Paulo disse para sermos imitadores dele como ele era de Cristo ( I Cor. 11:1). Cristo guardava o Sábado do 7º Dia. Portanto, se Paulo não guardasse o Sábado do 7º Dia ele estava mentindo ao declarar que era imitador de Cristo. Paulo declarou que devemos ter o mesmo sentimento que houve em Cristo (Fil. 2:5). Qual era o sentimento de Cristo no contexto de dia de descanso quanto ao Sábado do 7º Dia? Ele anulou, mudou ou confirmou? Paulo declarou que devemos chegar a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo (Efésios 4:13). Paulo declarou que devemos viver para Cristo e não para nós(II Cor. 5:15). Paulo em Efésios 5:1 declara que devemos ser imitadores de Deus como filhos amados. E, a Palavra de Deus em Gen. 2: nos é declarado que Deus descansou no Sábado do 7º Dia, bem como deixa claro que para Deus o Dia do Senhor é o Sábado do 7º Dia( Isaías 58:13,14).

      Logo, não se pode usar 2 Coríntios 3: 6- 18, para alegar que não devemos mas observar o Sábado conforme está em Isaías 58:13,14 por força de I Cor. 11:1 e Efésios 5:1. Já comentei que foram os inimigos da Verdade da época(judeus/fariseus) de Jesus e os de hoje que acusaram Jesus de violar o Sábado e não Deus e Sua Palavra.

      Usam a Nova Aliança para negarem a validade do Sábado do 7º Dia, mas por ausência do Espírito Santo no contexto do Pentecostes(Atos 5:32) desconhecem esse verdade. Observe que sobre s Nova Aliança a Palavra de Deus declara ser para Israel e para Judá, significando com isso que os Dez Mandamentos continuam em vigor aplicando-o na Igreja. Fala ao contrário é desonestidade teológica e doutrinária já que na Nova Aliança os gentios são agregados ao "Israel de Deus". Veja mais uma vez que a Nova Aliança, que inclusive por eles não terem o Espírito Santo não compreende, em Hebreus 8:8,9,10 e 10:15,16, fala que a Aliança é firmada também com a casa de Israel que consiste em: “Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo”. Observe que eles se incluíram nessa Aliança que é chamada “de casa Israel”, mas rejeitam as leis que Deus garantiu que imprimiria e escreveria. É necessário lembrar que A PALAVRA DE DEUS ESTÁ REPRODUZINDO O QUE ESTÁ ESCRITO EM JEREMIAS 31:31. Portanto, o autor que cremos ser Paulo( o que cai por terra a declaração e o mal uso de II Cor. 3: 6 a 18), está se fundamentando nas Escrituras da época, para falar da Nova Aliança incluindo o israelita crente em Jesus e os gentios crentes em Jesus e as leis que inclui os Dez Mandamentos. Se não for assim, os gentios jamais poderiam ser incluídos na Nova Aliança pelo fato de está e scrito que a Nova Aliança é com a casa de Israel e com a casa de Judá. Como se vê, Paulo em “2 Corítios 3: 6- 18” não anula os Dez mandamentos que inclui a guarda e observância do Sábado do 7º Dia conforme Jesus e Paulo observaram. Portanto, ensinar diferente ultrapassa a Doutrina de Cristo(II João 9)

      Excluir
  61. Quero dizer que Leandro Quadros não leva a sério todo esse debate. Pois já comentei na sua postagem contra o Luciano e não foi aceito o meu comentário. Leandro e esquipe do programa "Na mira da MENTIRA" Se vocês estão tão convictos de tudo o que vocês pregam, por que não deixam todos os comentários?
    Eu quis tirar a prova por mim mesmo, pois já tinha visto outras pessoas falando isso, mas achei que vocês tivessem um pouco mais de ética.
    Os únicos comentários aprovados são os das tietes, que nada mais são do que repetições mentirosas.

    ResponderExcluir
  62. Tudo bem irmão Thiago, adiantando para o irmão não é intento meu debater, mas sim trocar informações de forma saudável, tranquila, respeitosa, pois o Espírito Santo só age quando temos o controle dos nossos pensamentos, não deixando o “eu” sobressair.

    Portanto que nós diminuamos e o Espírito Santo cresça dentro de nós.
    O apóstolo Paulo sentiu essa necessidade, pois vivia no regimento da lei escrita, se alguém cometeu um deslize temos que aplicar á sentença à condenação.

    Portanto á lei mencionada em 2 Coríntios 3:6-18 se constitui na lei dos dez mandamentos, o que o autor estar a dizer é que os ministros que administravam tal lei administravam-na no sentido de requerer apenas quesitos externos, pois eram ministros da letra.

    O próprio Apóstolo Paulo antes de sua conversão agia assim, pois não conseguia visualizar a beleza espiritual contida na lei dos dez mandamentos.
    Somente após sua conversão ele entendeu essa plenitude na lei a chamando de lei espiritual Romanos 7.

    Portanto o embate era contra a maneira puramente externa que tais liderem pregavam, e o autor está a mostrar a importância espiritual da mesma.

    Portanto a lei de Deus tem que estar no íntimo do ser humano, pois ela é espiritual e os que entendem hoje tal verdade abraçam a nova aliança, pois Cristo assim a revelou.

    Gentilmente:

    Gênes Soares.

    ResponderExcluir
  63. Aos adventistas que comentam nesse blog. Analisem a questão à Luz das Escrituras e não de comentários infundados e desesperados de Leandro Quadros. A argumentação de Leandro Quadros é muito fraca, porque ele ataca os argumentos sempre com o mesmo ponto e não apresenta nada de novo.
    Eu sei que muitos de vcs não vão dar valor a isso que estou escrevendo, mas orem antes de ler esses argumentos e peça a Deus que lhes mostre que a verdade não é nada que o adventismo ensina como sendo verdade. Somente Deus pode livrá-los dessa mentira. Espero um dia vcs entendam isso que estou escrevendo e que os ensinos de Ellen White são mentirosos e anti-bíblicos e que ela não era profetiza nada e que não há necessidade de guardar o sábado para a salvação.
    Em Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cristiano melo, então favor comentar se puderes o que recebi:
      “Para: maristelaserva@bol.com.br < maristelaserva@bol.com.br >
      Assunto: JOÃO 7:38 E 39
      Vamos à Palavra de Deus:
      Em Judas 9 que fala da contenda pelo corpo de Moisés entendemos que era para a ressurreição de Moisés, já que não há motivo para seres sobrenaturais lutarem por um defunto humano, senão em caso de ressurreição. Portanto, Moisés só poderia conversar (principalmente na frente dos apóstolos) com Jesus e Elias, se antes tivesse sido ressuscitado. Pedro, Tiago e João, só poderiam ver Moisés conversando com Jesus e Elias debaixo do sol, em caso de ressurreição de Moisés, já que A Palavra de Deus é explicita em declarar que os que morreram não têm parte em nada debaixo do sol entre outras coisas, se não é assim veja: “...Não me escondas a Tua Face para que eu não me torne como os que baixam à cova” (Sal. 143:7), ou seja, quem baixa à cova (morrem) não vêem a Face de Deus, porque por si só “aquele que desce a sepultura jamais tornará a subir”, “nunca mais tornará a sua casa”. “Há esperança para a árvore, pois mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer a sua raiz e no chão morre o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova. O homem, porem, morre e fica prostrado; expira o homem e onde está? Como as águas do lago se evaporam, e o rio se esgotam e seca, assim o homem se deita e não se levanta; enquanto existirem os céus, não acordará, nem será despertado do seu sono” (Jô 7:9,10 e 14: 7 a 12).
      Os mortos Não:
      - tem parte a coisa alguma que se faz debaixo do sol.
      -há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
      - sabe coisa nenhuma.
      -há recordação de Deus.
      - louvam o Senhor
      Há ainda outro fato a ser observado:
      Jesus, após sua ressurreição, disse que um espírito não tem carne nem osso ( Mat. 24: 39). E, quando Pedro na monte da transfiguração viu Jesus com mais dois, reconheceu tanto Elias quanto Moisés, deixando claro que o reconhecimento da parte de Pedro foi uma obra do Espírito Santo. Ou seja, ele viu pessoalmente Moisés sem fazer nenhuma distinção entre Elias e Moisés. Pedro não viveu com Eles para de forma natural reconhecê-los e identificá-los. Lucas deixa claro que eles apareceram em glória e falavam da Sua partida, que Ele(Jesus) estava para cumprir em Jerusalém (Lucas 9:28 a 36), o que seria uma contradição da Palavra de Deus Jesus e Elias conversarem com um morto ou uma pessoa não ressuscitada, já que a Palavra de Deus deixa bem claro(Ecles. 9:5,6,10-Salmos 6:5-115:17. Continua

      Excluir
    2. Quanto as primícias a verdade é que a ressurreição de Jesus foi a única que trouxe vida eterna para o pecador arrependido, por isso foi feita às primícias ou tem a preeminência em relação às outras, já que “a ressurreição dos mortos veio por um homem” (I Cor. 15:21). Mas a ressurreição de Jesus não foi a 1ª. Veja o me smo inspirado apostolo Paulo escrevendo à Timóteo afirma que na aparição de Jesus foi que Ele “aboliu a morte e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho” (2 Timóteo 1:10).
      JESUS foi feito às “primícias dos mortos” (I Co 15.20,23), e não o 1º a ressuscitar, como já demonstrado.
      A Palavra de Deus deixa bem claro que Ele tem a preeminência: “E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência”. (Colossenses 1:18). Portanto, desvincular I Co 15.20,23 de Colossenses 1:18, somente para concordar com o diabo é sinal de filiação. Observe que Colossenses fala de "primogênito dentre os mortos". Contudo, sabemos que Jesus não foi o primeiro dentre os que realmente morreram.
      Jesus o homem foi :”Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles”, já que como Deus que sempre foi, é o EU SOU antes de Abraão(Hebreus 1:4)
      Ainda sobre as primícias ressalto que Paulo se incluiu como tendo as primícias do Espírito (Rom. 8:23). Contudo, sabemos pela Palavra de Deus que da mesma forma que Jesus não foi o 1º a ser ressuscitado, Paulo também não foi o 1º ter o Espírito (Atos 1: 4,5,8-Atos 2:3,14,15,16,17-I Samuel 16:13, 14). E, Tiago declara que Jesus nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas (Tiago 1:18). Contudo, sabemos que milhares e milhões de anjos foram criados antes de nós e que a turma de Hebreus 11 também. Ou seja, embora considerados como primícias das suas criaturas, mas cronologicamente últimos e não primeiros, veja que Hebreus 11:39, 40 declara que eles deram testemunho pela Fé (Heb. 10:38 e 39), sendo por Deus considerados justos ou salvos.
      Observe que diversas pessoas foram ressuscitadas antes de Jesus
      -o filho da viúva de Sarepta I Reis17: 8-24;
      -o filho da mulher sunamita II Reis 4:8-37
      -Lázaro,João 11:1-45
      -a filha de Jairo,Lucas 8:40-56
      -o filho da viúva de Naim,Lucas 7:11-17
      E, cito o fato de que um cadáver foi posto na sepultura de Eliseu e ao ter tocado nos ossos dele reviveu( II Reis 13:20,21).
      Mas uma vez ressalto que é incontroverso para aqueles que crêem como diz as Escrituras(Mat. 4:4-João 7;38,39-II Tim. 3:16,17), que a única possibilidade de Moisés ter aparecido no monte da transfiguração é pelo fato de ele ter sido ressuscitado na contenda mencionada em Judas 9, uma vez que em Lucas 9:31 nos é esclarecido que Moisés estava tratando com Jesus sobre a PARTIDA DE JESUS, O QUE ELE ESTAVA PARA CUMPRIR EM JERUSALÉM. OU SEJA, MOISÉS ESTAVA TRATANDO DE ASSUNTO DE DEBAIXO DO SOL, TRATANDO DE PROJETO, DE OBRA, MOSTRA NDO QUE TINHA CONHECIMENTO. E, COMO A PALAVRA DE DEUS AFIRMA EXPLICITAMENTE QUE: os mortos não louvam a Deus(Salmos 115:17), não há recordação de Deus(Sal. 6:5), não sabem coisa nenhuma, sua memória jaz no esquecimento, não tendo parte em coisa alguma que se faz debaixo do sol(Eclesiastes9:5,6), nem obra, nem projeto, nem conhecimento ou sabedoria alguma(Eclesiastes 9:10). LOGO, A ÚNICA POSSIBILIDADE BIBLICA É ELE TER SIDO RESSUSCITADO. E, QUALQUER ENSINO CONTRÁRIO NO ASSUNTO AQUI TRATADO, ULTRAPASSA A DOUTRINA DE CRISTO (II JOÃO 9)."
      cristiano melo, nunca ninguém foi salvo pela guarda do Sábado. Portanto, refute biblicamente

      Excluir
  64. Vejo meus queridos, muitas pessoas, tentando INTERPRETAR o pensamento e a literatura adventista.

    Mas queridos irmãos e amigos, há um erro GRAVE, nas atitudes de nossos colegas, que tem comentado aqui neste blog.

    Trata-se de um consenso básico entre as pessoas que se consideram intelectualmente aptas a discutir assuntos, que traduzirei na seguinte explanação:

    Ninguém conhece melhor as doutrinas de uma religião, do que quem pratica e estuda naquela religião. Um médico não pode julgar saber mais do que um advogado, na área que o advogado atua, da mesma forma um arquiteto não pode julgar saber mais do que um piloto de avião comercial, na área em que ele atua.

    As doutrinas da igreja adventista pertence a nós, porque fomos nós quem a elaboramos. Quem mais lê, estuda e conhece os escritos de Ellen White, somos nós, porque nós o recebemos em primeira mão!

    Estamos em uma época em que quando vai se fazer uma palestra sobre o Catolicismo é chamado um pastor para explicar as doutrinas católicas aos ouvintes? Não amigos!

    Estamos em uma época onde quando há um seminário sobre o presbiterianismo, se tem o costum de chamar um pastor adventista para explicar à acadêmicos as doutrinas dos presbiterianos?

    Pois aqui há muitos que não conhecem as crenças fundamentais adventistas e nem ao menos sabem dizer quantas são.

    Há pessoas aqui que jamais leram o livro "O grande conflito" de Ellen White e ainda se julgam aptos a tentar traduzir as idéias contidas naquele livro.

    O que acontece quando um membro de outra religião, diz que certa doutrina é ASSIM e então chega um pastor daquela religião, devidamente credenciado e diz que NÃO É ASSIM?

    Será que é o pastor que tem que provar alguma coisa?

    Quando uma pessoa de outra religião apresenta uma interpretação sobre um escrito de Ellen White e um adventista acostumado a ler todas as suas obras o contesta, quem é mais digno de crédito? Quem conhece as obras ou quem não conhece as obras?

    Tenho visto queridos amigos, pessoas tentando retraduzir as doutrinas e crenças adventistas e tentando convencer membros adventistas a aceitar que suas próprias doutrinas não são como os pastores apresentam, mas como o comentarista, (que não conhece profundamente o adventismo), apresenta.

    Imagina eu chegar ao amigo Luciano Sena e começar a tentar ensiná-lo sobre as doutrinas que ele pratica, e tentar convencê-lo de que nem ele, nem seus pastores, nem os eruditos presbiterianos conhecem as suas próprias doutrinas, mas que eu como adventista, que li algo na internet, conheço cada uma delas, melhor do que qualquer

    (...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. teólogo presbiteriano que tenha lido mais de doze mil páginas sobre suas doutrinas e se dedicado à mais 20 anos de estudos a fio em mais de 25 fontes primárias oficiais!

      No fim não vale a opinião de de vários membros adventistas, nem a opinião de Leandro Quadros, nem a opinião oficial da Igreja Adventista do Sétimo Dia, nem da associação geral? Todos os adventistas estão errados e não conhecem suas próprias doutrinas, mas tão somente o amigo Paulo Cadi, o amigo Well e outros comentaristas, que julgam melhor entender sobre o adventismo?

      Venham cá queridos amigos, quantos livros doutrinários adventistas os amigos já leram? Quantas vezes os amigos já leram a coleção completa da série "O grande conflito"? De quantas palestras acadêmicas de teólogos adventistas os amigos já participaram?

      Em quantos congressos adventistas os amigos marcaram presença?

      Os amigos realmente crêem em suas mentes que sabem mais sobre adventismo do que mais de 25 milhões de membros batizados que estudam diáriamente e que relatam unânimemente a interpretação de suas doutrinas?

      Estão querendo ensinar doutrinas adventistas aos adventistas? Estão querendo nos convencer do contrário sobre nossas próprias doutrinas?

      Então Leandro Quadros está errado e não conhece muito bem o adventismo, Luiz Gonçalves está errado e não fala coisa com coisa sobre a verdadeira crença dos adventistas. Ivan Saraiva faz pregações equivocadas porque não estudou sobre o adventismo. Mas Paulo Cadi e seus amigos, estes sim, dão uma verdadeira aula de adventismo e conhecem o adventismo melhor do que qualquer um!?

      Queridos amigos, acordem para a realidade, vocês não estão aqui tentando convencer os adventistas sobre suas próprias doutrinas. Não estão! Porque isto seria insensatez!

      Os amigos estão, em verdade, querendo conhecer mais sobre o adventismo e esperam que os adventistas que frequentam este blog os esclareçam sobre cada uma das doutrinas que estes conhecem e praticam de forma unânime.

      Não estão pretendendo dar um estudo sobre Ellen White aos adventistas, mas estão na verdade, querendo comparar suas interpretações com a interpretação oficial adventista para saber se osamigos interpretaram certo ou errado!

      O que podemos discutir aqui, cavalheiros, é sobre doutrinas bíblicas. Não sobre as doutrinas adventistas nem sobre as doutrinas defendidas por Ellen White. Não podem tentar nos convencer de que cremos em uma coisa que realmente não cremos. Ou que não cremos em coisas que cremos.

      Deste modo, aceitem que se dissermos que cremos é porque cremos e se dizemos que não cremos é porque não cremos, quanto à isto não cabe discutir.

      O que cabe discutir é se aquilo que cremos está de acordo com a Bíblia ou não.

      (...)

      Excluir
    2. Portanto deixemos de dizer que os adventistas crêem nisto ou naquilo, porque são os adventistas que crêem e não vocês. Eles sabem melhor do que ninguém dizer naquilo que eles próprios crêem.

      Porque toda esta discussão tem servido apenas para desviar a atenção do objetivo que é tratar das doutrinas bíblicas e não das doutrinas adventistas.

      Amigo Paulo Cadi, o amigo agora já sabe sobre algumas crenças adventistas:

      a) O ser humano é um ser holístico composto por corpo, alma e espírito, não cremos na dicotomia nem na tricotomia.

      b) Não cremos em marcação de datas para a volta de Cristo, mas cremos que NO DIA, em que Jesus estiver voltando no Céu, juntamente com SEUS anjos, ELE será anunciado pelo próprio Deus na SUA chegada.

      c) Não cremos na dicotomia entre antigo e novo testamento.

      d) Não cremos que Ellen White tenha sido infalível como pessoa, mas que seus escritos, por serem inspirados pelo Espírito Santo estão em perfeita harmonia com a Bíblia, nos remetendo à ela a todo instante. Que todas as doutrinas contidas em seus escritos não contradizem a Bíblia e que não possuem o intuito de servir de complemento. Seus livros são orientações quanto à aplicação DAS DOUTRINAS BÍBLICAS no período e contexto em que vivemos e a aplicação das profecias no passado, presente e futuro. Não nos ensinando coisa alguma nova em termos doutrinários, mas nos fazendo enxergar aquilo que está contido na bíblia de uma forma mais clara e detalhada. Nos dando também revelações sobre o passado, presente e futuro.

      e) A Bíblia é nossa única regra de fé e prática, sobre a qual estão firmadas nossas doutrinas, inclusive a crença no Espírito de Profecia, que é bíblico e da Bíblia foi retirada. Ellen White, homenageada inicialmente como co-fundadora, e hoje aceita como uma das fundadoras e também uma profetiza, só começou a escrever e publicar seus livros muito tempo depois de a Igreja Adventista do Sétimo Dia haver sido estabelecida. Sendo impossivel ter havido alguma possibilidade de doutrinas terem sido extraídas de algum livro, pois tais livros sequer ainda existiam. E também pelo fato de todas as doutrinas serem acompanhadas dos capítulos e versículos bíblicos que as sustentam.

      Isto é no que cremos e quanto a isto não cabe discussão. Os amigos podem discordar, mas nunca tentar nos convencer de que não cremos nisto.

      O livro intitulado 'Nisto Cremos' deveria ser obrigatório à todos aqueles que pretendem falar sobre as crenças adventistas, bem como o 'Questões sobre doutrinas' da CPB.

      Ali estão tudo aquilo que cremos, e não em sites apologéticos e outros cantos da internet que dizem saber sobre o adventismo mas dizem o total oposto daquilo que realmente cremos.

      Agradeço a atenção e o carinho de todos, espero que esfriemos os ânimos e nos tratemos com o devido respeito.

      Sinceramente, e mais uma vez agradecido, desejo à todos as mais ricas bênçãos. Saúde a todos.

      Excluir
  65. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Adventista, o que me diz das afirmações de vossa profetisa que claramente distorcem as Escrituras?

      1 - Judas não foi escolhido por Jesus - contradiz Luc. 6.12-16;

      2 - Escravos que só conheceram o chicote não vão ser salvos e nem vão ressuscitar - contradiz a ressurreição dos ímpios

      3 - Enoque viajando num planeta de sete luas - respaldo bíblico ????

      4 - o sábado como selo de Deus no livro do Apocalipse - contradiz Apoc. 7.2 e 14.1 que diz que o tal selo é o NOME de DEUS e não um dia semanal;

      5 - Domingo será o sinal da Besta - respaldo direto e claro nas Escrituras para tal assertiva = ????

      6 - Anjos tendo que apresentar cartão de ouro para adentrar aos céus, após terem vindo à Terra. - Respaldo bíblico - ???

      7 - Satanás arrependendo-se da sua rebelião pede uma nova chance; Cristo chora, mas nega. (Um anjo do Céu está passando. Ele o chama e suplica uma entrevista com Cristo. Isto lhe é concedido. Então, relata ao Filho de Deus que está arrependido de sua rebelião e deseja voltar ao favor divino. Está disposto a tomar o lugar que previamente Deus lhe designara e sujeitar-se a Seu sábio comando. Cristo chorou ante o infortúnio de Satanás mas disse-lhe, como pensamento de Deus, que ele jamais poderia ser recebido no Céu. "História da Redenção, pg. 26) - Respaldo bíblico = ????

      etc.

      Essas citações de EGW eu já mostrei mais acima, em minhas postagens, onde se encontram.

      Excluir
  66. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    Well... que loucura!!! Essa Ellen White é muito doida mesmo irmão... COMO É QUE OS tais INDIVÍDUOS TEM A CORAGEM DE DIZER QUE ELA É PROFETISA DE DEUS??? Mano do céu... Deus nos livre dessa louca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Luís Filipe, eu já fui um deles...
      Essas afirmações dela não podem ter vindo do Espírito Santo, mas, apenas da cabeça dela; e isso, os adventistas não conseguem discernir.
      Graça e paz.

      Excluir
    2. Caro irmão Well, até agora eles não conseguiram demonstrar o ensinamento adventista, dentro das cartas do nosso apóstolo Paulo! Ali, eles não tem como se apoiar, porque ao ler as cartas de Paulo, logo se identifica que ele estava refutando ensinamentos como estes, e consequentemente despertando a ira dos judeus. Até agora, eles não provaram nada, e nem vão conseguir, porque os textos que eles querem, não existem nos mandamentos dados aos gentios! A paz do Senhor!

      Excluir
    3. Amigo Well, sei que o amigo tem boas intenções em debater acerca de questões sobre a opinião adventista.

      Mas ao fazer isto, o amigo deve tomar alguns cuidados.

      Exemplo:

      Esta afirmação: "Judas não foi escolhido por Jesus" o amigo tirou de onde?

      Esta é realmente uma afirmação contida em algum escrito de Ellen White? O amigo tem certeza disto?

      Outra questão:

      A afirmação na fonte primária está exatamente como o amigo citou?

      Outra pergunta que se tem que fazer:

      O amigo interpretou a passagem referida corretamente?

      E por último a questão primoridal:

      O amigo está perguntando sobre tal assunto, ou está afirmando?

      Porque se o amigo estiver afirmando, da forma como o amigo procedeu, não há sentido em dar-lhe resposta, mesmo que o amigo esteja certo ou errado, porque não foi uma pergunta, mas uma afirmação da qual o amigo tem certeza.

      Neste caso não teríamos que dar resposta ou esclarecimento ao amigo, mas sim aos demais leitores, a fim de mostrar que o amigo está enganado.

      Mas se o amigo estiver com dúvida e com o intuito de arrazoar sobre a questão, aí sim as respostas devem ser dadas primeiramente e diretamente ao amigo.

      Excluir
    4. Então me dirigirei ao Luis Filipe C. de Melo

      Terei de ser um pouco incisivo, e já peço desculpas precipitadamente, pois o que haverei de dizer não será algo agradável:

      O amigo tem costume de chegar próximo à um manicômio, onde há pessoas se tratando e gritar bem alto para uma família ali presente que uma de suas filhas que está ali internada é louca?

      O amigo, quando trata com um adventista educadamente, o amigo procede da mesma forma dizendo: Olha a profetiza em que você acredita é doida!?

      Talvez seus líderes espirituais não lhe tenham dado a devida educação acerca do tratamento das crenças alheias, então me vejo tentado a dar-lhes exemplo:

      O amigo, tem o costume de assistir o programa Na Mira da Verdade? Já percebeu a forma cortes e educada com que Leandro Quadros e Tito já se referiram à pessoas como Chico Chavier e até mesmo o papa?

      Pois eles deram um excelente exemplo de cristandade, elogiando tais pessoas no bem que fizeram, sem a necessidade de fazer qualquer comentário depreciativo quanto à PESSOA.

      Devemos discutir doutrinas e não julgar pessoas, espero que o amigo compreenda.

      Darei-lhe outro exemplo de como tratar pessoas com uma fé diferente da do amigo:

      "Quanto à crítica que alguns têm feito à sua habilidade como palestrante, sinceramente discordo deles, pois, com sinceridade, vejo certa lógica em suas exposições."

      Esta citação está contida no primeiro comentário de Leandro Quadros neste post em questão.

      Ensinamento de Jesus:

      Jesus valorizou a pessoa humana, desta forma mesmo que discordemos inteiramente da opinião de uma pessoa, não temos o direito de denegrir a sua imagem, por quais razões sejam, principalmente se não temos a capacidade de reconhecer, também, o bem que estas pessoas fazem.

      Por exemplo, embora discordemos totalmente das doutrinas cridas e apresentadas por Chico Xavier, nós adventistas admiramos o bom exemplo que ELE e muitos espíritas têm dado acerca da caridade e do cuidado com a pessoa humana. Como adventistas, cremos que houve muitos papas tementes a Deus e que são verdadeiros candidatos à salvação.

      Embora discordemos com veemência da algumas doutrinas de Calvino, respeitamos a fé dos nossos irmãos e amigos presbiterianos, não nos referindo à PESSOA de Calvino como alguém louco ou qualquer coisa do tipo.

      Respeito é algo incondicional, que devemos ter para com todas as pessoas. Se até mesmo para com as pessoas que fazem apenas o mal devemos demonstrar nosso respeito, que diríamos para uma mulher, sobretudo humana, que como muitas mulheres, foi mãe de família, cuidou de seus filhos, cumpriu seus deveres para com a sociedade. Trabalhou, ajudou dezenas de orfanatos e outras instituições. Que hospedou crianças e pessoas carentes em sua casa. Que ajudou com dinheiro do próprio bolso a construir escolas e hospitais e a pagar estudos de jovens.

      Mulher temente a Deus que orava constantemente, ia à igreja e demonstrava profundo amor pelos seus semelhantes.

      (...)

      Excluir
    5. Agora veja a quem o amigo anda tratando, de forma injusta:

      a) A escritora cristã mais traduzida de toda a história;

      Será que as pessoa que lêem Ellen White possuem um intelecto inferior ao de um louco? A ponto de cair na conversa de um doido?

      b) Hoje os frutos de seu trabalho que se traduzem em hospitais e escolas cristãs que estão entre os mais modernos e avançados e pioneiro no trasplante de coração humano e também de recém nascidos, que salvou a vida de milhões de crianças e adultos.

      Seriam estas as obras de uma pessoa louca? Creio que não querido amigo.

      c) Obras como "Caminho a Cristo" e "O desejado de todas as nações" são apreciados por cristãos, independente de denominação, sendo muito apreciados pela biblioteca do congresso dos EUA.

      d) Pessoas inspiradas em seus livros como Kellog, se tornaram famosos por adotar conselhos de Ellen White em suas redes institucionais médicas. E pessoas inspiradas pelos escritos de Ellen White, receberam até prêmio Nobel e da PAZ!

      http://setimodia.wordpress.com/2011/12/14/ganhadora-do-premio-nobel-da-paz-de-2011-diz-ser-inspirada-pela-adra/

      Entra por fim uma questão:

      O amigo tem formação médica adequada a fim de determinar se uma pessoa é louca ou não?

      Ou pelo menos o amigo tem aí, resultados de exames da pessoa de Ellen White que comprovem que ela era doida?

      Creio que não estamos aqui para discutir a condição física ou mental das pessoas que tem uma opinião diferente, mas sim as doutrinas.


      E quero aproveitar e deixar aqui um texto bíblico, mas não me interprete mal, porque não sou eu quem estou dizendo, mas a Bíblia:

      "Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno." (Mateus 5:22)

      Ellen White foi uma mulher batizada de vida cristã em conformidade com os mandamentos de Deus. Somente Deus sabe se ela será salva ou não. Para nós, todos que um dia professaram aceitar a Cristo são nossos irmãos e isto não vem de nós, mas do sacrifício de Cristo.

      A nós cabe tão somente amar estas pessoas, podemos discordar delas, mas nunca deixar de amá-las.

      (...)

      Excluir
    6. E antes que o amigo levante qualquer argumento comum que tenho lido neste blog, lhe lembrarei apenas da passagem bíblica que nos diz para amarmos nossos inimigos e orarmos por eles.

      Jesus, João Batista e outro profetas, foram representantes de Deus aqui na Terra. Não nos coloquemos no mesmo patamar que estes a fim julgar nossos semelhantes.

      Continuemos a demonstrar respeito e educação, e porque não carinho, para com as pessoas, inclusive ao discordarmos daquilo que tais pessoas crêem.

      Peço que o amigo não me compreenda mal.

      Deus lhe abençoe.

      Excluir
  67. Aqui não tem nenhum ânimo esquentado! O fato é que se os adventistas, testemunhas de jeová, mórmons, universal, e posso continuar citando o nome de várias seitas, puderem tirar os membros de um pastor, lá da esquina, que está comprometido com o evangelho, eles farão isto! Porque? São seitas PROSELITISTAS! Estão aí para isto! Eu, não me importo se uma pessoa vá para qualquer denominação que permanece DENTRO da ORTODOXIA. Pergunte a um pastor luterano, por exemplo, se ele desaprova a ida de um membro de sua congregação, para a igreja metodista, presbiteriana ou batista! Eu mesmo, conheci um pastor presbiteriano, que pastoreou uma congregação metodista! Agora, faça a mesma pergunta a um pastor adventista e entenderão o estou afirmando. Os irmãos protestantes apenas estão defendendo o seu rebanho da investida das seitas, que abandonaram por completo a retidão ou ortodoxia no ensino das escrituras, trazendo elementos COMPLETAMENTE estranhos a estas, os quais chamamos de heterodoxos ou heresias, dentro da correta semântica. Vejam o histórico das seitas, e logo verão que elas não podem, e não devem receber nenhuma credibilidade. Por outro lado, vejam o impacto que a reforma causou na história e por conseguinte, no cristianismo, com todos os seus erros e acertos.As pessoas que compõem as seitas, não conhecem mais as escrituras do que um membro comum de igreja protestante. O que conhecem, sim, é o doutrinamento que receberam, transformando-se em verdadeiras abelhas operárias, trabalhando dia e noite para suas lideranças. Os membros das igrejas protestantes, como não aprenderam o proselitismo, não possuem em sua engrenagem psicológica, este elemento a mais, (instinto proselitista), presenteado pelas seitas, aos seus adeptos. Apresentam-se como irmãos, mas no fundo ou no raso o que querem é arrancar aquela alma do convivío de seus irmãos protestantes afim de transforma-la em mais uma abelha operária arregimentada ao exército faccioso. As seitas, se fazem de vitímas, de perseguidas, quando são elas que entraram em cena, perseguindo os protestantes. É um comportamento falsa por parte de suas lideranças, quando em sua literatura, querem se identificar com os mártires do passado que em matéria de Fé, não tiveram NADA a ver com elas, (as seitas), e que inclusive em sua época condenaram grupos com crenças semelhantes a estas (das seitas). Então, essa queixa dos adventistas de que são alvo de ódio, e disto e daquilo por parte dos protestantes e evangélicos É FALSO, e não mereçe consideração, mas desconfiança, porque o fator proselitista está sempre rondando, à porta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido amigo Paulo Cadi. Se tais religiões ortodoxas guardassem o sábado e não cressem em doutrinas relacionadas com a imortalidade da alma, ou seja que guardassem todas e tão somente as doutrinas bíblicas, não haveria problema algum de os pastores aceitarem que membros fossem para estas religiões.

      O amigo tem esta visão porque as religiões ortodoxas possuem um relativo alinhamento doutrinário.

      O adventismo provém de uma reforma derivada de religiões ortodoxas que ocorreu no período chamado de reavivamento.

      Assim um adventista voltar às raízes ortodoxas protestantes seria como protestantes voltarem para as raízes católicas.

      O adventismo não é uma seita, mesmo na visão que o maigo tem sobre seitas, pois é derivada do protestantismo tradicional. Difere-se pelo fato de apoiarmos algumas de nossas doutrinas na Bíblia ao invés de nos apoiarmos na tradição.

      E sim possuíemos a doutrina heterodoxa do juízo investigativo. Que é uma doutrina distintiva exclusiva do adventismo. Quanto às demais doutrinas, são as mesmas que encontramos em religiões ortodoxas.

      E permita-me discordar dos exageros do amigo.

      O adventismo tem por costume dar estudos bíblicos e apresentar aquilo que está contido na palavra de Deus. Fazemos nosso trabalho que é levar o evangelho a todo o mundo.

      Queira me desculpar, mas neste trâmite, é impossível que a mensagem adventista não chegue, também, à cristãos de outras denominações.

      Ocorre que as pregações ditas 'ortodoxas' pelo amigo pouco influem de uma religião para outra, assim tem pouco efeito proselitista.

      Mas a mensagem adventista é diferente, pois fala de coisas muitas vezes diferentes daquilo que as pessoas aprenderam com seus pastores em suas denominações.

      E a mensagem adventista é sempre voltada para a Bíblia, são na verdade estudos bíblicos. O poder portanto da nossa mensagem é baseada no fato de as pessoa estudarem mais profundamente a biblia e acabarem chegando nas mesmas conclusões adventistas.

      Uma seita, apresenta geralmente um outro material que não a Bíblia, substituindo o novo testamento ou o antigo testamento. Os adventistas porém, em seus estudos bíblicos utilizam a Bíblia e toda a bíblia.

      Além disto o adventismo não faz uma dicotomia entre antigo e novo testamento, ou seja, crê tanto no antigo como no novo testamento e ensina tanto o antigo como o novo testamento.

      O fato de a Igreja Adventista do Sétimo Dia ensinar também sobre o antigo testamento, atrai a atenção de pessoas que estão em religiões onde não se prega esta parte da bíblia.

      Nisto as pessoas descobrem novas doutrinas, como a do sábado, o santo dia do senhor. É por proporcionar mais luz à partir das Escrituras que o adventismo tem agido proselitistamente.

      Agora, para não sermos vistos como seita, teremos que deixar de ensinar as coisas contidas no Antigo Testamento?

      Pois preferimos fazer como Paulo e crer em tudo que há escirot na Lei e nos Profetas.

      Preferimos ensinar os 10 mandamentos da lei de Deus, o sábado da criação, explicar o significado de todo aquele cerimonialismo que simbolizava o papel de Jesus como cordeiro, sacerdote e sumo-sacerdote atuando junto ao Pai em favor da humanidade.

      Gostamos de ensinar aos pequeninos as histórias sobre a arca de Noé e os exemplos de fidelidade dos antigos profetas bíblicos.

      Amigo Paulo Cadi, se somos sectários, o somos por seguir a bíblia. O amigo poderá até proceder como alguns, dizendo que o adventismo segue a bíblia de forma fanática, de coisas que não percisam mais ser observadas. Mas nunca poderá nos comparar com seitas que rejeita a Bíblia.

      A Bíblia é o livro no qual o adventismo está firmado, de onde extraímos todas as nossas doutrinas. O amigo pode não concordar com o fato de o adventismo não se aninhar com as crenças cristãs atuais, rejeitando doutrinas que julgamos não ter respaldo bíblico justifiável.

      Porque temos a doutrina do juízo investigativo que muitos protestantes tradicionais não concordam. Mas existem no meio protestante atual, inúmeras doutrinas às quais o adventismo não concorda:

      (...)

      Excluir
    2. Isso é verdade, Paulo Cadi. Por que será que os adventistas, TJ's e Mormons ficam tão chateados quando um membro deles saem de seus rebanhos e vão para outra igreja??? É...

      Excluir
    3. A exemplo temos a doutrina do arrebatamento secreto, do cair no espírito, línguas estranhas (que não tem nada a ver com o dom de linguas bíblico), teologia da prosperidade, teologia neo-pentecostalista acerca de abençoamento de objetos.

      Não cremos em crenças católicas como a transsubstanciação do vinho em sangue na santa seia.

      Não cremos no estado de consciência duarante a morte.

      Não cremos em dupla predestinação, tanto para salvação como para perdição.

      Não cremos nas doutrinas sobre céu, purgatório e inferno já presentes.

      Não cremos em um castigo final de duração eterna e de tormento eterno.

      Mas cremos em todas as demais doutrinas, as que são embasadas únicamente na bíblia como a Trindade, salvação únicamente pela graça, vigência dos mandamentos ainda nos dias de hoje, a morte de Cristo como pagamento pelos nossos pecados. Cremos na divindade plena de Cristo como 100% divino.

      Abaixo o amigo verá as nossas doutrinas fundamentais:

      http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2012/12/igreja-adventista-do-setimo-dia-crencas.html

      Embora nossas doutrinas sejam baseadas em toda a Bíblia, se o amigo pegar um único livro, o de Daniel, verá todas as nossas doutrinas confirmadas:

      http://distritodeandradina.wordpress.com/2012/10/09/as-28-doutrinas-fundamentais-no-livro-de-daniel/

      Portanto a igreja adventista é uma igreja profética. Mas não deixa de lado suas características ortodoxas, tal qual vemos nas demais religiões cristãs.

      A diferença está na forma como aplicamos os ensinos das escrituras. Transformamos os ensinamentos em um estilo de vida e não apenas em uma maneira de nos portarmos dentro da igreja.

      Se não gritamos em casa, também não gritamos na igreja, se não fazemos milagres em casa, resolvendo os problemas de nossas famílias, tão pouco podemos fazê-lo à família de outros na igreja.

      Vemos os ensinamentos da Bíblia como uma maneira de ser e não apenas de proceder. Por isto somos diferente!

      Mas ser diferente no estilo de vida é sinônimo de ser seita?

      Claro que sim! No bom sentido da palavra, que significa um grupo de pessoas diferentes dos demais.

      E atualmente nem neste bom conceito sequer podemos mais nos encaixar, pois o sentido principal de seita se refere a um grupo religioso pequeno, o que não é mais o caso do adventismo, que se tornou uma instituição global imensa e muito bem organizada.

      E convido aos amigos a examinarem o estilo de vida adventista:

      http://novotempo.com/videos/?op=aovivo

      Ali está tudo aquilo que vivemos e pregamos. Os vídeos são enviados para o youtube, assim se os amigos quiserem discutir, esta é uma excelente fonte inequívoca sobre o doutrinariamento adventista. Ali estão os que cremos e o que ensinamos.

      Assista e o amigo se tornará um profundo conhecedor do adventismo e terá materiais suficientes em áudio e vídeo para tratar sobre o adventismo junto com seus amigos.

      Assim, se forem pregar contra o adventismo, apresentem tais vídeos, eles falam perfeitamente sobre aquilo que somos e no que cremos.

      Um abraço, querido amigo, e que Deus o acompanhe.

      Excluir
  68. Senhor Adventista, vou repetir a citação que, penso eu, o senhor deixou de ler acerca de Judas. Veja:

    Senhores, esqueci de mostrar a citação sobre Judas que EGW fez. Tal afirmação contradiz fortemente Lucas 6.12-16. Confiram! Vejam e comparem! Está no livro "O Desejado de Todas as Nações":

    "Enquanto Jesus estava preparando os discípulos para sua ordenação, um que não fora chamado se esforçou para ser contado entre eles. Foi Judas Iscariotes, que professava ser seguidor de Cristo. Adiantou-se então, solicitando um lugar nesse círculo mais íntimo de discípulos. Com grande veemência e aparente sinceridade, declarou: "Senhor, seguir-Te-ei para onde quer que fores." Jesus nem o repeliu, nem o acolheu com mostras de agrado, mas proferiu apenas as tristes palavras: "As raposas têm covis, e as aves do céu ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar."

    Senhor Adventista, tudo o que citei a respeito de Ellen White eu citei a fonte. Entretanto, se o senhor quer duvidar das fontes primárias, aí, é uma questão sua. Discuta com quem traduziu os livros dela.

    Quanto ao que eu citei ser uma afirmação dela ou não, leio o prezado amigo, com os seus próprios olhos e não com os "olhos adventistas".

    Que Deus o ilumine.

    [ ]s.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos com calma querido amigo Well, não pretendo recriminá-lo, pois o amigo procedeu bem e foi justo nesta observação.

      Este trecho citado pelo amigo está melhor detalhado na página 293 do livro "O grande conflito".

      Aqui está para que os leitores possam acompanhar:

      http://www.ellenwhitebooks.com/?l=4&p=293

      "Enquanto Jesus estava preparando os discípulos para sua ordenação, um que não fora chamado se esforçou para ser contado entre eles. Foi Judas Iscariotes, que professava ser seguidor de Cristo. Adiantou-se então, solicitando um lugar nesse círculo mais íntimo de discípulos. Com grande veemência e aparente sinceridade, declarou: "Senhor, seguir-Te-ei para onde quer que fores." Jesus nem o repeliu, nem o acolheu com mostras de agrado, mas proferiu apenas as tristes palavras: "As raposas têm covis, e as aves do céu ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar "

      Este relato de Ellen White é sobre o capítulo de Lucas 9.

      A leitura deste capítulo 9 de Lucas responde a dúvida do amigo? Senão continuaremos...

      Excluir
    2. Corrigindo, página 293 do livro "O desejado de todas as nações"

      Excluir
  69. Quanto à pessoas que estão afirmando que estou desafiando qualquer pastor adventista, para um debate mas estou me escondendo e não mostro a cara, é só qualquer um deles ou mais se prontificarem, que lhes passo o meu e-mail e marcamos o lugar e dia do debate. Levo alguém para filmar e colocar no youtube.

    ResponderExcluir
  70. Olhem só o "cristão" que é o sr. Cadi, até pro inferno ele me mandou, eu entendo, pois ele já deve ter comprado a sua passagem. Você Sr. Cadi é digno de pena, não respondeu aos meus questionamentos e ainda se comporta como um medíocre...Eu te daria sim uma surra de Bíblia, pois hoje eu tenho aceitado TODAS as verdades Dela, mas com respeito à palavra de Deus, me reservo o direito de não dirigir mais nenhum comentário aqui nesse Blog...Um dia eu pertenci a uma dessas igrejas de meias verdades, meios cristãos...talvez igual a sua, se é que tens uma religião, pois até agora não revelastes o nome.
    Vou te dar um conselho, vai cuidar da tua vida, Ellen e o Adventismo é para OS ADVENTISTAS, não para cínicos, fanfarrões e hipócritas como você. Vai cuidar da tua casa, mulher, se tiveres uma, não fique até perto da meia noite no computador dizendo asneiras...Só pra terminar, eu fui encontrada pela rádio e Tv Novo Tempo e para o seu desespero, tem encontrado milhares de pessoas que estão sedentas da VERDADE e estas estão sendo conduzidas a Cristo. Foi um desprazer participar desse blog.

    ResponderExcluir
  71. São como crianças, Paulo, acreditam em estórias fantásticas, têm medo do "bicho-papão" e boi da cara-preta, fazem birra batendo o pezinho pois são os donos da verdadeira verdade, dão o tapa e escondem a mão fazendo cara de inocentes, acham-se os super-heróis mas correm da raia quando a coisa fica feia, acham que os adultos tem que dizer amém para tudo o que eles querem senão choram se fazendo de vítimas. Poucos são os sensatos e equilibrados que se abstêm em demonstrar a soberba e sem afrontar diretamente mantêm dialogo e urbanidade. É mais que uma denominação; é uma filosofia de vida e por ai existem poucos "capacitados" a essa convivência. Se fazem obras assistenciais, tem um ponto positivo e devem ser levados em consideração. O restante a Deus pertence.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peli, eu acho que os adventistas, não sabem o que é uma falsa profecia! Todas as profecias concernentes ao Senhor Jesus, se cumpriram à olhos vistos! Deus estava ali, interpretando sua própria palavra, deixando os incrédulos, inexcusáveis! Onde está o cumprimento da profecia de William Miller, para nós averiguarmos se Deus confirmou ou não? Claro! como não se cumpriu o que ele estava apregoando aos quatro ventos, os soberbos que não se arrependeram e abandonaram o êrro, transferiram o cumprimento da "profecia" de Miller, para o céu! Lá ninguém tem acesso mesmo, e não vai conseguir saber nada, a não ser pela intermediação "inspirada" de White! É muita sacanagem com o povo! Mas meu irmão, vamos continuar a batalhar pela Fé que de uma vez por todas foi dada aos santos! Senão eles arrancam todas as ovelhinhas daquele pastor ali da esquina, que está comprometido com a palavra. Amém!

      Excluir
    2. William Miller era profeta? Whillian Miller fez profecia? Willian Miller recebeu alguma visão onde viu Jesus voltando?

      Amigo Paulo Cadi, afirmações como estas não correspondem à verdade dos fatos, então, o amigo não dever dar-se por acreditado nelas. Permita-me demonstrar-lhe o que é verdadeiro e o que é falso segundo o que tenho de conhecimento:

      Sim, Miller, um pregador Batista errou. Mas errou em cálculos, ele não recebeu dom de profecia nem visão alguma. Quem lhe houver disto isto o amigo por favor esclareça à esta criatura, de que está equivocado.

      Esta é a seqüência dos fatos.

      Miller Fez cálculos sobre as tardes e manhãs de Daniel. Miller então achou o ano de 1844. Juntamente com Samuel Snow, creram que se trataria da volta de Cristo, aí está o engano.

      Snow então decidiu marcar uma data, e precisou o dia.

      Presbiterianos, Batistas, Metodistas, Católicos e vários outros cristãos de igrejas tradicionais e não tradicionais, seguiram a Miller.

      Jesus não veio e todos estes cristãos se desapontaram.

      Cristãos deste desapontamento se reuniram para examinar novamente as profecias e um do movimento, teve uma idéia acerca do que aconteceu!

      Explicou que a purificação do santuário predita em Daniel não se tratava do santuário que viam como a Terra. Mas sim o santuário do Céu.

      Esta purificação do santuário é a mesma predita nas leis cerimoniais e que indicavam o início dos trabalhos expiatórios.

      Estes se tornariam mais tarde os adventistas, do movimento adventista. Outros alheios à esta corrente continuaram a marcar datas e todas estas falharam.

      Miller então deixou de acreditar em marcações de Datas, embora ainda acreditasse que Jesus pudesse voltar em seu tempo.

      Aquele grupo de adventistas, estudando a bíblia, começaram a encontrar na Bíblia as bases que serviriam para constituir a Doutrina do santuário celestial.

      Muitas religiões hoje crêem que há um santuário no céu. Mas os adventistas foram mais além e descobriram as doutrinas do juízo, que muitas religiões crêem e foram mais profundamente nas escrituras e encontraram a doutrina do Juízo investigativo, que religião alguma havia encontrado.

      Enquanto os adventistas descobriam estas novas doutrinas, Ellen White começava a receber revelações do Espírito de Profecia. Ellen White então se juntou aos adventistas que haviam proposto tais doutrinas e confirmou cada uma delas através de visão.

      Aqueles adventistas decidiram então sistematizar as doutrinas bíblicas, reuniram-se e por longo período, começaram um estudo das escrituras à partir do zero, utilizando as mesmas ferramentas de Martinho Lutero.

      Estes adventistas não apenas confirmou a grande maioria das doutrinas existentes nas religiões clássicas, como confirmaram plenamente a existência de um santuário celestial, do juízo de condenação para os ímpios e de um juízo investigativo para os salvos.

      Ellen White foi chamada como uma conselheira àquele grupo devido ao dom profético que recebeu. Foi de vital importância para o reconhecimento de doutrinas como a da Trindade.

      Bates, por sua vez, contribuiu com a doutrina do sábado, como o verdadeiro dia do Senhor. Sendo tudo examinado à luz das escrituras.

      Até ali Ellen White havia recebido apenas profecias sobre os acontecimentos daquela época. Quando então os adventistas terminaram seus estudos e sistematizaram as suas doutrinas, passou-se um período e então fundaram a Igreja Adventista do Sétimo Dia.

      (...)

      Excluir
    3. Quando da formalização da igreja, Ellen White foi incumbida de um trabalho especial, de preparar aquele povo para um importante missão de levar o evangelho à todo o mundo. Ellen White então foi instruída a escrever tudo aquilo que havia visto e tudo que o Anjo havia lhe mostrado e devidamente inspirada pelo Espírito Santo, passou escrever livros que explicavam o passado, o presente e o futuro do povo de Deus, em suas várias épocas, desde a invasão de Jerusalém até o futuro.

      Anos depois, quando Ellen White já estava com bastante idade, seus livros começaram a serem impressos e publicados, os Adventistas do Sétimo Dia puderam então, em primeira mão, ter contato com a obra especial de que a profetiza havia sido incumbida.

      Após a sua morte, várias cartas, manuscritos e outros materiais produzidos por Ellen White foram agrupados e transformado, também em livros, além daqueles que Ellen White já havia produzido.

      Todos estes livros passaram então a serem impressos e levados à todo o mundo.

      A profecia de Ellen White, quanto à volta de Cristo, encontramos em livros como "O Grande Conflito". Lá não há marcação de dia, nem estimativas, mas como a bíblia, tão somente detalhamento dos sinais que precedem a sua vinda.

      O único anúncio sobre a volta de Cristo será dado pelo próprio Deus, no momento em que Jesus estiver aparecendo nas nuvens, para buscar aqueles que lhe pertencem.

      Portanto, querido amigo Paulo Cadi, esta é a história verdadeira e oficial, que está devidamente registrada em vários documentos da época nos arquivos adventistas.

      Na casa de Ellen White, tornada em museu, é possível se acompanhar matérias, cartas e outros documentos da época que contam a história dos Milleritas, do Movimento Adventistas e por fim dos Adventistas do Sétimo Dia.

      No Centor White de pesquisas, o amigo poderá acompanhar cada uma das profecias que Ellen White recebeu e que forma mais de duas mil, em cada época e também cartas e manuscritos produzidos através destas visões.

      No arquivo adventista, o amigo poderá acompanhar todo o desenvolvimento da igreja e perceberá que desde a época de sua fundação as doutrinas da Igreja Adventista do Sétimo Dia permanecem intactas.

      Ellen White influiu e modificou radicalmente o estilo de vida dos adventistas, sem contudo substituir ou modificar suas doutrinas.

      Modificou também o pensamento da época, então passou-se a construr não apenas igrejas, mas hospitais, escolas e sanatórios.

      Os resultados da visão de Ellen White são estes que vemos atualmente, hospitais com tecnologia de ponta, escolas conceituadíssimas, um povo com um dos estilos de vida mais saudáveis do planeta e com grande longevidade.

      O intuito das obras de Ellen White foram estes, dar uma melhor qualidade de vida ao cristão e de quebra, contar-nos sobre coisas que aconteceram no passado, que estavam acontecendo no presente e que hão de acontecer no futuro, conforme lemos no livro "O grande conflito". Como forma de nos prevenir sobre as coisas que hão de vir, nos momentos finais da história, a fim de nos prepararmos para o maior momento da história, que é a volta de Cristo em glória e majestade.

      Excluir
    4. Um pouco mais sobre Ellen White.

      Quando Ellen White estava enferma, sofrendo de um tuberculose e de constantes desmaios, recebeu a visita do Mensageiro do Senhor, nesta época Ellen White padecia de um sério problema de aprendizagem e mal havia terminado o estudo primário, devido à uma pancada que recebeu de uma jovem que estudava juntamente com ela em um colégio.

      Fraca, debilitada e sem ter como se sustentar, acabou se tornando viúva, perdeu filhos e além disto recebeu uma grande respondabilidade.

      Foi incumbida de uma mensagem especial para a preparação de um povo, que haveria de estar de pé no dia da volta de Jesus. Este povo deveria compreender filhos de Deus de todas as nações, línguas e povos e Deus indicou que seu trabalho deveria iniciar-se junto aos adventistas do desapontamento.

      Sendo aceita entre o grupo dos Adventistas, após a formação da Igreja Adventista do Sétimo dia, o Mensageiro do Senhor incumbiu Ellen White de levar adianta a obra que tinha preparado para todos os povos, que traduzem nas revelações contidas em seu livro.

      Fraca, foi a primeira a colocar em prática os princípios de saúde que recebeu. Naquela época até mesmo no meio cristão havia o costume de fumar charutos, tomar bebidas alcóolicas e outros produtos como fins medicinais.

      Os escritos de Ellen White combatiam tudo isto e apresentava a verdeira fonte de saúde para o povo amado de Deus, que eram as coisas que ELE criou, através das frutas, verduras e outros alimentos naturais.

      Na época a ciência ainda não conhecia as bactérias, mas Ellen White já aconselhava os cristãos a abrirem as janelas e deixarem a luz do sol entrar, bem como as janelas para arejar a fim de combater agentes nocivos do ambiente.

      Naquela época se acreditava que deixar janela aberta ou o sol entrar permitia a entrada de doenças e males de todos os tipos. Mas segundo Ellen White era justamente o contrário.

      Ellen White recomendou que tomássemos um pouco de sol todos os dias e na época nem se conhecia sobre a síntese de vitamina D.

      Ellen White aconselhou a eliminar muitos alimentos e a usar com moderação muitos outros.

      Outros como o sal, por exemplo, que alguns médicos já se atreviam a proibir, Ellen White recomendou que se continuasse usando, porque era necessário para o sangue.

      Anos mais tarde se descobriu o porque desta afirmação.

      Muitos naquela época sofriam de ansiedade e não sabiam a causa. Ellen White mandou que cortassem o café.

      Muitos padeciam de problemas pumonares e Ellen White causou um reboliço aconselhando que suspendessem esta prática (na época cria-se que charuto ajudava a combater diversas doenças pulmonares).

      Ellen White revelou que haviam correntes elétricas circulando pelo cérebro e nos recomendou que dormíssemos cedo e acordássemos cedo.

      Décadas despois a ciência descobriu que o cérebro funciona através de ondas elétricas cerebrais.

      Ellen White fez uma lista de tudo que era ruim e que deveria ser cortado e de tudo que era bom e que deveria ser usado com moderação.

      Certo tempo depois, não entendendo o porque da veêmencia de Ellen White no uso das castanhas, a ciência descobriu, que eram ricas em proteínas e que poderiam muito bem substituir a carne. Até então se cria que a carne seria a únca fonte de proteína apropriada.

      (...)

      Excluir
    5. Alguns fanáticos, com este conhecimento, cortaram a carne, mas não se preocuparam em consumir as castanhas, e muitos nem tinham acesso. Certa vez, para acabar com isto, Ellen White foi à um galinheiro mandou que matassem uma galinha e mandou servir o caldo à uma família desnutrida por deficiência de proteína.

      Ellen White então introduziu o conceito de que devemos fazer o melhor que pudermos e se não houver castanhas que façamos uso da carne lícita, e se a doença se manifestar que façamos uso dos remédios necessários.

      Mas o abandono gradativo dos alimentos impróprios, trouxe cada vez menos doenças e com isto menos necessidades de remédios. Os remédios adventistas hoje são preventivos e naturais, nas vitaminas e nutrientes dos legumes, verduras e frutas.

      Eu poderia citar aqui dezenas e centenas de outras revelações que a ciência comprovou como totalmente verdadeiras e de vários hospitais que seguiram os conselhos de Ellen White e produziram tratamentos mais humanizados e menos invasivos e com menos sofrimento aos pacientes, como o tratamento com àgua quente, vapor, luz do sol e outros métodos naturais.

      Os hospitais fundados por Ellen White e a Igreja Adventista do Sétimo Dia, permanecem até hoje e são talvez a maior rede de hospitais dos EUA, pioneira no transplante de coração de adultos e também no transplante de recém nascidos. Possuem umas das mais modernas aparelhagens no tratamento do câncer.

      E mesmo hoje após anos de evolução, os hospitais prosseguem seguindo os conselhos de Ellen White e tratando os pacientes conforme a profetiza nos recomendou.

      Atender ao ser humano integralmente, cuidando do paciente, já na sala de espera, dando-lhe conforto espiritual através da Palavra de Deus. Preocupação com a mente e o estado emocional da pessoa e atendimento humano desde a consulta até o pós operatório.

      Ironicamente, o povo adventista é o povo que tem um dos melhores hospitais, mas é também o povo que menos utiliza. Lá nestes hospitais, médicos cirurgiões de 84 anos de idade fazem operações em pacientes cardíacos de 40, 50, 60 anos. Médicos que hà anos não sofrem sequer de uma gripe.

      E tudo que resultou deste movimento é usado para servir às necessidades de nossos semelhantes. Desde as creches até as faculdades. Desde os postos ambulantes até os grandes hospitais. Desde os pequenos grupos até as grandes igrejas.

      Servindo com a Palavra de Deus e amenizando o sofrimento, tanto física quanto espiritual. Pregando o evangelho através do amor e do cuidado para com o próximo. Ensinando a cada um a amar a si mesmo e a Deus, para então ter capacidade de amar ao próximo.

      Cuidando da pessoa humana de forma integral, com a Palavra de Deus para o espírito, saúde para o corpo, e educação para a alma.

      Este é o estilo de vida adventista.

      Excluir
  72. Irmãos Adventistas, temos tanto estudo bíblico para dar, tem a lição da escola sabatina deste trimestre que está maravilhosa, por que perdermos tempo dando as "pérolas aos porcos"? Isso aqui não é e nunca será evangelismo,nós estamos é dando ibope e quorum, não foi pra isso que Deus nos chamou. Concordo em número e grau com a Caren, com o Tiago Smith...Isso aqui não beirou, mas já está no ridículo. Eu sinceramente tenho mais o que fazer, não tenho que discutir a minha fé com meninos brigões e dissidentes, que põem os bracinhos pra fora e chamam pra "briga". Dá licença...

    ResponderExcluir
  73. Luiz Mendes, será que eu ouvi bem? Quem são os dissidentes? Você conhece a história da igreja, para fazer está afirmação? Por acaso são os protestantes e evangélicos que estão fazendo proselitismo prá cima de vocês? Quem é que desde 1844 está chamando os protestantes, de falso profeta? Na época que surgiu o adventismo, você procurou se inteirar dos homens de Deus que havia e que foram caluniados pelos White e cia? Como é que Deus permitiu que homens como Wesley, Spurgeon, Moody, Bunyan, Hudson Taylor, David Brainerd, William Carey, Thomas Paine, só para citar alguns, ensinando um falso evangelho e foi se revelar a um agrupamento de gente que estava seguindo uma falsa profecia? Você sabe o que é uma falsa profecia? Se aparecer um pregador anunciando o dia, mês e ano da vinda de Jesus, você iria atrás? Que conversa é está?

    ResponderExcluir
  74. PAULO CADI, já está bem provado que você não tem moral nem palavra, pois você além de afirmar a semelhança dos judeus e fariseus que acusaram Jesus de ter violado um dos Mandamentos da Lei, contradizendo Mat. 5:17, Lucas 4:16 e João 15:10, você também desafiou para que provasse que Jesus tenha guardado o Sábado. Foi provado, mas como não tem palavra nem moral não cumpriu o que prometeu o que demonstra que você é filho do pai da mentira. Mas Jesus te ama. Mas não se esqueça Tiago 4:17. Você alega que: “eles não tem como se apoiar, porque ao ler as cartas de Paulo, logo se identifica que ele estava refutando ensinamentos como estes, e consequentemente despertando a ira dos judeus. Até agora, eles não provaram nada, e nem vão conseguir, porque os textos que eles querem, não existem nos mandamentos dados aos gentios! A paz do Senhor!” Contudo, já foi dito pra você o que recebi no e-mal maristelaserva@bol.com.br, veja:
    “Para: maristelaserva@bol.com.br < maristelaserva@bol.com.br >
    Assunto: Sobre os escritos do apostolo Paulo
    Primeiro deve ser deixado claro que Paulo declarou que devemos ser imitador dele como ele era de Cristo (I Cor. 11:1), que devemos ser imitador de Deus como filhos amados(Efésios 5:1). E, que essas Verdades acima não podem entrar em contradição com 2 Corítios 3: 6- 18 ou com qualquer outro texto escrito por Paulo. Portanto, o 1º ponto a ser levado em consideração é: se Paulo não guardava o Sábado do 7º Dia ele está mentindo em I Cor. 11:1, já que Jesus não só era e é o Senhor do Sábado como guardou e mostrou como guardá-lo. Mais uma vez observe que Paulo disse para sermos imitadores dele como ele era de Cristo ( I Cor. 11:1). Cristo guardava o Sábado do 7º Dia. Portanto, se Paulo não guardasse o Sábado do 7º Dia ele estava mentindo ao declarar que era imitador de Cristo. Paulo declarou que devemos ter o mesmo sentimento que houve em Cristo (Fil. 2:5 ). Qual era o sentimento de Cristo no contexto de dia de descanso quanto ao Sábado do 7º Dia? Ele anulou, mudou ou confirmou? Paulo declarou que devemos chegar a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo (Efésios 4:13). Paulo declarou que devemos viver para Cristo e não para nós(II Cor. 5:15). Paulo em Efésios 5:1 declara que devemos ser imitadores de Deus como filhos amados. E, a Palavra de Deus em Gen. 2: nos é declarado que Deus descansou no Sábado do 7º Dia, bem como deixa claro que para Deus o Dia do Senhor é o Sábado do 7º Dia( Isaías 58:13,14).continua

    ResponderExcluir
  75. Logo, não se pode usar 2 Coríntios 3: 6- 18 ou outro texto escrito por Paulo para alegar que não devemos mas observar o Sábado conforme está em Isaías 58:13,14 por força de I Cor. 11:1 e Efésios 5:1. Já comentei que foram os inimigos da Verdade da época(judeus/fariseus) de Jesus e os de hoje que acusaram Jesus de violar o Sábado e não Deus e Sua Palavra.

    Usam a N ova Aliança para negarem a validade do Sábado do 7º Dia, mas por ausência do Espírito Santo no contexto do Pentecostes(Atos 5:32) desconhecem esse verdade. Observe que sobre s Nova Aliança a Palavra de Deus declara ser para Israel e para Judá, significando com isso que os Dez Mandamentos continuam em vigor aplicando-o na Igreja. Fala ao contrário é desonestidade teológica e doutrinária já que na Nova Aliança os gentios são agregados ao "Israel de Deus"(Gal. 6.16-Rom. 11:17,23). Veja mais uma vez que a Nova Aliança, que inclusive por eles não terem o Espírito Santo não compreende, em Hebreus 8:8,9,10 e 10:15,16, fala que a Aliança é firmada também com a casa de Israel que consiste em: “Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo”. Observe que eles se incluíram nessa Alian� �a que é chamada “de casa Israel”, mas rejeitam as leis que Deus garantiu que imprimiria e escreveria. É necessário lembrar que A PALAVRA DE DEUS ESTÁ REPRODUZINDO O QUE ESTÁ ESCRITO EM JEREMIAS 31:31. Portanto, o autor que cremos ser Paulo( o que cai por terra a declaração e o mal uso de II Cor. 3: 6 a 18), está se fundamentando nas Escrituras da época, para falar da Nova Aliança incluindo o israelita crente em Jesus e os gentios crentes em Jesus e as leis que inclui os Dez Mandamentos. Se não for assim, os gentios jamais poderiam ser incluídos na Nova Aliança pelo fato de está e scrito que a Nova Aliança é com a casa de Israel e com a casa de Judá. Como se vê, Paulo em “2 Corítios 3: 6- 18” ou em outro texto, não anula os Dez mandamentos que inclui a guarda e observância do Sábado do 7º Dia conforme Jesus e Paulo observaram. Portanto, ensinar diferente ultrapassa a Doutrina de Cristo(II João 9).
    Há de ser observado e ressaltado, que a Salvação veio dos judeus(João 4:21,22), que os Oráculos de Deus foram entregues aos judeus(Rom. 3:2-I Pedro 4:11) e a Nova Aliança também foram para a casa de Judá e a casa de Israel(Hebreus 8:8,9,10 e 10:15,16). Portanto, a solução para os gentios (figueira brava) foi através de Cristo ser enxertado (Rom. 3:17 a 24- Gal. 3:26,28,29-6:16).”





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maristela, você sabe o que significa a palavra COMPROVAÇÃO? Se não sabe, vá até um livrinho chamado DICIONÁRIO, e busque por está palavra e seus sinônimos! Onde está nas cartas de Paulo aos gentios, os textos de Isaías, que vocês tanto gostam de citar? Me prove que em Colossenses 2:16, "dias de festa e sábados" se referem aos mesmos dias! Você só sabe amontoar versículos, sem relação nenhuma de uns com os outros! Em 2 Corintíos 3:7, o apóstolo refere-se ao decálogo, como MINISTÉRIO DA CONDENAÇÃO. Os "teólogos adventistas, quando tentam explicar este texto, ficam mais perdidos do que cachorro que cai de caminhão de mudança! Moral é pra quem tem e não prá que quer! Quem é que tem moral? Você que está defendendo a FALSA PROFECIA de Miller, que desobedeceu a palavra, ou eu, que respeito a palavra onde ela expressamente proíbe marcação de datas para o retorno do Senhor? Você seguiria um pregador que estivesse anunciando o dia, mês e ano de vinda de Jesus? SIM OU NÃO?

      Excluir
  76. Maristela,

    não pude deixar de ler texto acima, e as associações que fez.. me senti no direito de opinar, sou dos muitos que não creêm na guarda do sábado e das leis Mosaica como forma de salvação a luz da bíblia, no que diz respeito à Nova Aliança que está exposta principalmente no NOVO TESTAMENTO. FICA CLARO e oq passar disso é pura expeculção e não cabe debater expeculação e sim oq realmente está escrito. O sábado foi dado no Sinai ao povo de Israel como selo do concerto de Deus com o seu povo bem como as demais Leis. antes do sinai desafio alguém me mostrar que algum patriarca que o fez, ou alguma ordenança de Deus afim de esse dia fosse separado para o descanso. Muitos citam gêneses mais se o homem foi feito no sexto dia qual a razão de descansar no sábado?, uma vez que primeiro tinha que trabalhar seis?. Por isso o descanso referente a esse dia se refere a Deus e sabemos que ele não se cansa. Se citar Abrãao as ordenaças dadas por Deus que ele obedeceu não tinham nada haver com o sábado. agora vejamos Jesus: o mesmo tinha de guardar até pq ela não veio "revogar mais cumprir' lembra? uma vez cumprida por JESUS E APÓS SUA MORTE NÃO SOMOS E NÃO PRECISAMOS MAIS NOS SUJEITAR- MOS À LEI. POIS AGORA É MEDIANTE AO SACRIFÍCIO DE JESUS. E aqui cabe a pergunta? qual dificuldade de se entender isso? sem contar que não foram os adventistas os primeiros a terem essa errônia doutrina do sábabo. Procure saber como foi e a motivação do mesmo ser inserido na doutrina Adventista bem como a LEI DA ALIMENTAÇÃO E OUTROS DOGMAS. E por fim, com relação a Paulo fica claro que não e bem essa sua explicação que o mesmo se refere quando diz pra sermos seus " imitadores" creio não haver necessidade de entrar no assunto.

    sem mais,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queridos irmãos adventistas, preguemos pelo exemplo.

      Guardemos com fé todos os mandamentos, inclusive o sábado. Falemos de Jesus para as pessoas e exaltemos a graça e a salvação em Cristo.

      Continuemos a pregar a validade das doutrinas Bíblicas e dos exemplos. Continuemos a estudar diáriamente a Bíblia sagrada e fazendo de tudo que há ali escrito um estilo de vida.

      Seguir toda a Bíblia é uma questão de escolha, estamos aqui para mostrar como é um povo que segue a Bíblia em sua totalidade.

      Somos tidos ainda hoje como o "povo da Bíblia", nosso dever é comunicar luz aos que procuram. Independente do que haveremos de ouvir, preguemos a Palavra de Deus em SUA totalidade, como Paulo, crendo em tudo que está escrito na Lei e nos Profetas.

      Deus está em nosso favor, porque guardou o sábado, assim como Jesus que também guardou o sábado. Este dia foi abençoado e santificado e não o domingo.

      Deus escreveu com seu próprio dedo a lei dos mandamentos e não as doutrinas da imortalidade da alma, nem de dupla predestinação.

      Ao pregarmos esta palavra haveremos de encontrar opositores, e quanto mais exaltemos a bíblia, mais fúria encontraremos. Porque pregar a bíblia hoje em sua totalidade é ir de impacto à muitas crenças atuais, principalmentes as concernentes da graça barata.

      Conseguir esta graça para nós não foi fácil, porque custou o precioso sangue de Cristo e veio com muita dor e humilhação.

      A graça não é uma forma de tirar férias quanto à lei.

      Os que dizem que a lei não é mais necessária não sabe o que está dizendo. Como cristãos devemos fazer de Cristo nosso exemplo. Devemos buscar ser como ELE, em SEU exemplo de vida.

      A palavra humana não tem validade para Deus, mas sim a Palavra que Deus nos deixou a qual lemos na Bíblia Sagrada.

      Por esta palavra seremos julgados e não pelo entendimento que nós mesmos criamos.

      Desde a primeira letra de gênesis, até a última de apocalipse, nada do que está escrito deverá ser omitido da vida de um cristão.

      A Bíblia só é perfeita quando está completa, se tirarmos um único "J" ou "L", sua perfeição doutrinária estará comprometida.

      Porque a palavra de Deus é a verdade, portanto tudo que há ali escrito é a verdade. O sábado do gênesis sabemos que NÃO é mentira, é a verdade.

      O domingo é a verdade? Não amigos, o domingo não é a verdade!

      Abster-se de alimentos impuros é a verdade? Ou será que impor as mãos sobre alimentos impuros e abençoá-los é que é a verdade?

      (...)

      Excluir
    2. A morte como um sono em aguardo da ressureição é a verdade? Ou espíritos e almas desencarnadas é que é a verdade?

      A verdade é a Palavra de Deus e ali não há engano, pois a Palavra de Deus é perfeita. Podemos seguir tudo que há ali escrito com tranquilidade, porque ali não há tropeço nem engano.

      O que há ali escrito, Deus colocou para que seguissemos e não há coisa alguma ali que deva ser ignorada, mas aprendida.

      A bíblia é nosso alimento, cada frase ali é para nosso engrandecimento espiritual e somente quando comemos todo este livro é que passamos a andar de acordo com a vontade de Deus.

      A Bíblia é algo para comermos e bebermos com fome e sede, suas palavras devem refletir naquilo que somos e naquilo que fazemos.

      Jesus é a Palavra que se fez carne. Jesus era a Bíblia, andando e pregando entre nós. Um cristão que segue a bíblia inteiramente e sem preconceitos há de ser como Jesus.

      Jesus é a Palavra manifesta para que púdessemos ver em carne humana o que a Palavra de Deus significa.

      E Jesus ordenou que fôssemos como ELE.

      Há uma conversa fiada que diz que devemos ser semelhantes a satanás, porque Cristo já pagou o preço do pecado. Que devemos comer, beber, vestir, proceder, falar da forma como agrada ao inimigo e não da forma como agrada a Deus.

      Dizem que isto é aceitação da graça!!!

      Quem aceita a Cristo, aceita tudo aquilo que ELE ensinou e pelo bom exemplo, ensinou que devemos fazer o bem no sábado e torná-lo um dia especial de honra e glória para Deus.

      Jesus é senhor do sábado ou senhor do domingo? Afinal de contas quem é senhor do domingo?

      Este eu não conheço! O único senhor que conheço é Aquele que guardou o sábado e nos ensinou a praticar o bem.

      Não conheço estes senhor que diz que não precisamos nos preocupar com a saúde, porque o Senhor que conheço saiu a curar e abençoar as pessoas no sábado!

      Saúde física, mental e espiritual, junto com a pregação do evangelho jamais se separaram da missão de Cristo.

      Há alguns porém que jamais conheceram a Cristo e que dizem que Deus não se preocupa com nossa saúde física. Que influenciados por doutrinas extra-bíblicas dizem que Deus só se preocupa com uma alma, e ainda por cima, uma alma ethérea que sai fora do corpo.

      Logo apontam diversos trechos bíblicos sem contexto, mas quando olhamos para a figura de Jesus e o exemplo que nos deu acerca da vida e da morte, da ressurreição, da guarda do sábado e da assunção ao céu, não há como haver engano. Porque Cristo nos deu exemplo em SUA vida sobre tudo isto.

      Cristo veio para nos deixar um exemplo, perfeito a ser seguido. De modo que todo cristão que professa conhecer a Cristo é inexcusável. Devemos ir todos os sábados às sinagogas, parender mais da palavra de Deus, como Jesus fazia. Este é o primeiro passo para entendermos a Verdade e passarmos a andar nos princípios bíblicos de forma perfeita, como Cristo andou.

      Excluir
  77. belas palavras SR.Adventista!! cheia de sofismas e falácias. O interessante é que os farizeus faziam tudo isso e Jesus os chamou de sepulcro caido ( creio saber oq significa).

    Agora cabe uma pergunta: já que os adventistas zelam por guardar a lei, o que acontece quando um adventista não guarda o sábado?? ele é apedrejado conforme mandava a lei? ou nesse caso recorrem a nova aliança na qual é "pela graça sois salvos"?. acrescento que se guardam mesmo o sábado, não deriam ( no sábado) ligar chuveiro elétrico, andar de carro ou ônibus, acender fogo em casa, entrar na internet, fazer trabalhos escolares etecc... pergunto fazem td isso os chamados guardadores da lei????

    graça e paz.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Thiago, quando um adventista não guarda o sábado, ele é apedrejado conforme manda Jesus.

      Se o amigo houvesse lido a passagem, saberia como Cristo ordenou o apedrejamento de uma mulher e também se atentaria à mensagem final: Vá e não peques mais!

      E amigo Thiago, nossa fé não deve ser firmada no chuvmeiro elétrico, nem nos ônibus que passam a correr no dia de sábado. Mas em Cristo que guardou o sábado mesmo em meio à opressão romana.

      E peço ao amigo que me mostra na bíblia onde é proibidio ligar o chuveiro elétrico e onde é proibido usar carro ou ônibus no dia de sábado.

      Peço ainda que me mostra na bíblia onde é proibido trabalhar em prol de outros no sábado!

      Dia de não fazer nada é no domingo, conforme fazemos nos tempos modernos. Sábado é dia onde os adventistas mais trabalham e o dia onde mais transgridem a lei dos Judeus fariseus.

      Todo podem trabalhar no sábado, entretanto não podem cobrar por isto, deve fazer como um trabalho voluntário.

      E se não for um trabalho para manteneção de sua própria saúde ou de sua própria vida e bem estar, não deve ser feito, porque é ilícito atender aos interesses exclusivamente pessoais no dia de sábado.

      Faço evangelhismo à distância, através da Internet e pago pela energia que consumo neste dia, porque me cobram, mas do tabalho que faço, não ganho coisa alguma e faço com boa vontade.

      O fogo de minha casa, aos sábados, não servem ao lucro, mas a mim e minha família a quem Deus ama e também aos irmãos que se achegam, sem avisar.

      Porque o sábado é um dia de se fazer o bem ou de se fazer o mal? De cozinhar para alguém ou deixar que um irmão passe o dia sem saciar sua fome?

      Porque se todos que trabalham no sábado, o fizesse sem cobrar centavo algum, como trabalho voluntário, estariam cumprindo a lei do amor.

      Porque o sábado não é um dia para ser apenas guardado mas praticado. Porque Jesus não apenas guardou mas praticou!

      Porque até os adventistas dirigem ônibus, no dia de sábado, e saem a recolher os irmãos e os levam à igrejas, para cultos especiais e pregações.

      E nos acampamentos no dia de sábado, a sopa é feita e servida quente à noite.

      Sim amigos, assim como Jesus, os adventistas do sétimo dia transgridem a lei dos fariseus que nos ordena a não fazer coisa alguma no dia de sábado.

      E realmente, muitos adventistas, descansam mesmo e não fazem nada é no domingo, quando estão exaustos de seus trabalhos missionários feitos no sábado.

      Porque a época é diferente e a necessidade de nossos semelhantes aumentou e a necessidade de se pergar o evangelho também.

      Jesus saiu a a atender as necessidades dos seus amados no dia de sábado, então nós também fazemos, Jesus se procupou com a saúde das pessoas, então nós também nos preocupamos.

      (...)

      Excluir
    2. Aquele que diz que adventistas fazem trabalhos escolares no sábado, não é digno de crédito, porque desde a sexta feira à noite até o sábado a noite é conhecido nas universidades que quem é adventista, ali não comparece. Os trabalhos escolares que fazemos no sábado é o da Escola Sabatina, que fazemos em cada dia da semana, este trabalho escolar sim, nós fazemos.


      E não apenas trabalhos escolares são feitos no sábado, mas professores ensinam nas escolas sabatinas no dia de sábado.

      Porque o sábado é um dia também para se fazer trabalhos escolares e para se ensinar, porém para a causa de Deus e para SEU evangelho.

      Assim, bem se vê que muitos não cohecem os adventistas, e não sabem que o pastor transgirde o sábado dos fariseus, trabalhando também no sábado. Ele transgride o sábado ao viajar para pregar em mais de uma igreja e faz no sábado os mesmos trabalhos que faz durante a semana.

      Desta forma meus amigos, os sabatistas não podem reclamar do domingo, pois é o dia em que muitos usam para descansar seus pés, deitar em uma rede ou em uma cama, tirar uma boa pestana e não fazer nada, senão descansar da longa jornada que teve no dia de sábado.

      E não que seja necessário, mas por costume, muitos adventistas tombam banho na sexta antes do pôr do sol e só tomam banho no sábado após o pôr do sol. Porque após o pôr do sol é hora de pequenos grupos com banquetes de frutas e sucos naturais, hora de abrir a palavra do Senhor e louvar a Deus na chegada do sábado.

      Sábado bem cedo é hora de vestir a melhor roupa e ir à igreja para se encontrar com o Senhor e agreder por tudo que nos deu durante a semana. O almoço é hora de nos reunirmos nas casas dos irmãos para almoçarmos e à tarde é hora do descanso para alguns e hora de trabalhos missionários para os mais animados, porque 4 horas começam os estudos de louvro dos membros do coral e às cinco é hora do culto de jovens até o findar do sábado.

      Porque à noite é hora da social, onde os adventistas se reúnem em praças para praticar esportes, conversar, cantar e tocar hinos de louvor.

      Desta forma o sábado na vida do adventista é o dia mais agradável e intensos, onde passamos 24 horas nos dedicando primeiro à Deus, depois à família, em seguida à igreja, nossos irmãos e nossos semelhantes que precisam conhecer acerca de tudo aquilo que Deus nos deixou.

      Jesus é Senhor do sábado, e se houver a necessidade de encontrar a igreja que é verdadeira, basta procurá-la no dia em que ELE é o senhor, e a encontrará em jubilo e louvores, honrando e glorificando o Santo nome de Deus.

      Excluir
  78. apenas corrigindo : * SEPULCRO CAIADO

    ResponderExcluir
  79. Caro amigo SR.Adventista , quer dizer que a lei agora cabe concessões?? vou expor abaixo já que vc me pediu pra mostrar o que se podia fazer ou não no dia de sábado à luz da bíblia.

    Vejamos quais são as obras que não devem ser feitas, como diz o mandamento, e qual o castigo correspondente:

    “Aquele que profanar o sábado certamente morrerá, porque qualquer que nele fizer ALGUMA OBRA aquela alma será extirpada do meio do seu povo” (Êx 31.14). “Qualquer que no dia do sábado fizer obra, certamente morrerá” (v.15).

    “Que ninguém saia do seu lugar no sétimo dia” (Êx 16.29). “Amanhã é repouso, o santo sábado do Senhor; o que quiserdes cozer no forno, cozei-o; e o que quiserdes cozer em água, cozei-o em água; e tudo o que sobejar ponde em guarda para vós até amanhã” (Ex 16.23). “Todo aquele que fizer obra [no sábado] morrerá”; “Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas” (Êx 35.2-3).

    “Guardai a vossa alma e não tragais cargas no dia de sábado, nem as introduzais pelas portas de Jerusalém, nem tireis cargas de vossas casas no dia de sábado, NEM FAÇAIS OBRA ALGUMA” (Jr 17.21-22).

    “Acharam um homem apanhando lenha no dia de sábado. Disse o Senhor a Moisés: Certamente morrerá o tal homem. Então, toda a congregação o tirou para fora do arraial, e com pedras o apedrejaram, e morreu, como o Senhor ordenara a Moisés” (Nm 15.32-36).

    Os sabatistas observam totalmente as diretrizes acima? Ou transgridem a lei e ficam sujeitos ao castigo correspondente? É verdade que não viajam, não dirigem seus veículos, não fazem qualquer tipo de comida em suas casas e também não se alimentam em restaurantes, não passeiam com suas família e não trabalham na internet? É verdade que NADA fazem no sábado, conforme está no mandamento?
    O trabalho na internet viola o Quarto Mandamento: “Não farás NENHUMA OBRA” (Êx 20.8-10). O sabatista não deveria exercer QUALQUER tipo de atividade. A ordem é: “Não façais obra alguma”. Os sabatistas cumprem ou não cumprem o mandamento? E o que acontecerá com o sabatista que violar o sábado, por exemplo, com aquele que trabalhar na internet, viajar no sábado, varrer a casa, cuidar do jardim, passear, comer em restaurantes, acender o gás da cozinha para o café da manhã? Relembremos o que diz a Bíblia para compreendermos por que o cristão não guarda o sábado:

    01) “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça” (Rm 6.14). “Agora, estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra” (Rm 7.6).

    (02) “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte” (Rm 8.1-2).

    (03) “Pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé” (Gl 3.11). “De maneira que a lei nos serviu de aio [aio ou tutor: uma pessoa que conduz uma criança] para nos conduzir a Cristo, para que, pela fé, fôssemos justificados; mas, depois que a fé veio já não estamos debaixo de aio” (vv. 24-25).

    (04) “Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos” (Gl 4.4-5).

    (05) “Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz” (Cl 2.14).

    (06) “Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou, e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus” (Hb 7.19). “A lei do AT era imperfeita porque não podia comunicar vida divina, nem o poder de cumprir suas exigências, nem oferecia acesso perfeito e completo a Deus” ( comentrário por minha conta)

    (07) “Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente… que está confirmado em melhores promessas; porque se aquele primeiro fora irrepreensível, nunca se teria buscado lugar para o segundo” (Hb 8.6-7).

    Graça e paz.

    ResponderExcluir
  80. Então, quem está certo?

    Nosso amigo Thiago? Ou Jesus?

    Qual a forma correta de guardar o sábado? Segundo o que Thiago nos apresenta ou segundo o que Jesus nos apresenta?

    Será que Jesus apresenta uma forma de guardar o sábado diferente das escrituras?

    Em verdade a forma de guardar o que Jesus nos apresenta é exatamente igual ao que nos exige as escrituras.

    Será que a palavra OBRA contida naqueles versos, se referem às obras que Cristo executou em sua vida?

    Que tipo de obra Cristo fez? Será que Jesus carregou uma tora, ou um bloco de pedra, para fazer uma mesa?

    Que tipo de obra, o povo de Israel fazia naquela época? Será que era a de curar os doentes? Pregar o evangelho? Ensinar seus filhos na escola sabatina?

    Seriam estes os tipos de obras que tanto desagradavam a Deus?

    Será que Deus proibiu alguém de carregar um doente? Ou alguém que se acidentou de volta para sua tenda?

    O que os Israelitas, entendiam naquela época por OBRA?

    Será que abrir professorar no dia de sábado era punido com a morte? Era este tipo de trabalho proibido no dia de sábado? Porque pelo que sabemos a única fonte de estudos do povo de Israel era o que passavam acerca dos ensinamentos de Deus de geração para geração!

    Será que aquele homem que foi pego apanhando lenha no sábado, estava fazendo-o para cozinhar uma sopinha para um doente?

    E o que foi que Deus proibiu seu povo de sair a colher no sábado, ou de cozinhar? Havia necessidade ce colher maná no sábado? Caia maná no sábado? (texto dentro do contexto, se lembra meu amigo?)
    O fogo aceso no sábado era para cozihar a comida?

    O povo foi proibido de fazer qualquer coisa no sábado, porque não honravam nem louvavam a Deus. Sendo que não faziam coisa alguma de útil ou proveitosa, o castigo foi o de não fazerem coisa alguma!

    E quem foi que disse que na época de Jesus ou mesmo hoje é diferente!?

    Se você não vai sair da sua casa para pregar, louvra a Deus, ajudar seus semelhantes, fazer obras missionárias, atender os interesses de Deus e as necessidades de outras pessoas e não tão somente seus interesses pessoias, você dever obedecer sim a ordem de Deus e ficar em casa e nem acender fogo.

    (...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser comer então alguma coisa neste dia, melhor preparar tudo antes, que for necessário para atender ao seu próprio ego!

      Se sua energia em casa só server para coisas seculares, como ouvir rádios seculares ou programas de tv mundando, melhor que não ligue sua casa no dia de sábado!

      Porque na época de Israel assim era! Todos atendendo aos seus próprios desejos egoístas para NÃO TER que ir para o encontro com Deus e louvá-lo.

      Os israelitas se recusavam a sair das tentadas para ir adorar à Deus, alguns com preguiça, outros procurando atividades mais agradáveis. Saíam a procura maná no dia de sábado, onde sabia que não caíam.

      Guardavam maná de sexta para sábado e aquilo fedia, mesmo assim alguns saíam a procurar lenha, para cozer o que?

      As noites no deserto eram extremamente frias, já imaginou passar a noite sem poder acender uma fogueira?

      Porque alguns poderiam querer sair das tendas à noite, depois de haver juntado lenha como aquele transgressor, sob a justificativa de precisar acender um fogo durante a noite para não congelar de frio, mas o que foi que Deus disse?

      Nem fogo acendereis!

      E qual foi a solução?

      Se o amigo houvesse estudado a história do povo de Israel, saberia que então adotaram a prática de preparar a lenha na sexta, toda a comida na sexta e deixar uma única fogueira acesa de sexta para a chegada do sábado.

      Ali então tiveram sua comida quentinha, suas noites aquecidas e aprenderam que é possível ter todo o conforto que desejavam sem ter que transgredir o sábado.

      Este apredizado trouxe aquilo que a Bíblia menciona como o dia da preparação.

      Da mesma forma nós adventistas, preparamos nossa comida, e as coisas que vamos precisar na sexta e usufruimos de todos os bens que necessitamos no sábado, em conforto, ao lado de nossas famílias.

      Com o castigo dado ao povo naquela época, o povo realmente aprendeu e descobriram que o sábado pode ser sim um dia agradável, desde que fizessem antecipadamente o preparativo de tudo aquilo que precisavam.

      E FINALMENTE! Passaram a seguir o conselho de Deus, cozinhando o maná na sexta, onde Deus dava com porção a mais, para comê-los no sábado e não mais saíram como rebeldes fazendo pepel de bobo, procurando lenha e maná, mesmo sabendo que Deus já havia dito, que no sábado, o maná não cairia.

      Tem mais alguma coisa, amigo Thiago, que o amigo não conheça e que possa-lhe ser esclarecido?

      Excluir