sexta-feira, 15 de novembro de 2013

“Perguntas aos TRINITÁRIOS!” – Respondidas!

Diante de tantas verdades a respeito das Testemunhas de Jeová, que vieram ao conhecimento do público desde o advento da internet, alguns em suas fileiras dedicaram-se na defesa da Organização Torre de Vigia. Obviamente, não em consentimento dos próprios líderes que eles tanto defendem, visto que os tais proíbem tal comportamento.

Devemos reconhecer que essa nova postura é corajosa e com um certo grau de superioridade ao que a maioria das Testemunhas de Jeová apresenta em diálogos pessoais, e os tais apologistas apresentam argumentos mais pesquisados.

No site Tradução do Novo Mundo Defendida, (que agora terá que reformular muito de seus argumentos, já que seus líderes lançaram uma Nova Tradução do Novo Mundo contendo os elementos que eles criticaram nas versões tradicionais!!!) entre seus vários links, vi um que me despertou um interesse maior. São algumas perguntas ao trinitarianos, que pelo que parece, a intenção do site é trazer problemas, racionais e bíblicos, para a principal doutrina do cristianismo. Tanto, que o editor do site ao introduzir as perguntas, diz: 

Gostaríamos de propor aos defensores da doutrina da trindade que respondessem cada pergunta abaixo que escolher, sem se desviar do texto ou questão proposta.” 

Tentarei responder, dentro de minhas limitações:

1. Se Deus é uma trindade, porque Jesus disse que devemos adquirir conhecimento do pai e do filho, mas não do “Espírito Santo” ? – João 17:3”

O argumento é muito falho, pois é baseado no silêncio. A omissão da informação é tida como prova contrária. Poderíamos incluir que não precisamos conhecer a vontade de Deus, seus mandamentos, sua Palavra, visto que ali não estão incluídas, tais exigências! Além disso, seria desnecessário o batismo em Nome do Espírito Santo. Veja um texto que trata do Espírito Santo em relação a Deus:

Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.  1 Coríntios 2:10-14

2. “Porque todas as coisas [Deus] sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas”  (1 Coríntios 15:27) De acordo com este texto, existe alguém que não está sujeito a Cristo, se não está sujeito, por que então?”

A princípio, essa objeção parece ser um grande obstáculo para a definição histórica da trindade, que segundo os termos do credo de Atanásio, diz que ‘nenhum é maior ou menor’ na Trindade. Tal objeção, porém, é desconecta, e só logra êxito nos menos informados.

Primeiro, os intérpretes cristãos nunca negaram o ensino bíblico da sujeição de Cristo ao Pai, essa é uma sujeição funcional. Na natureza do Verbo, isto é do Filho, é o que a Bíblia diz: “O Verbo era Deus.” (Jo 1.1). Segundo, em sua função, relacionada ao que o texto de I Co 15.27 está dizendo, é tudo que ele qual Messias cumprirá até os fins dos tempos, daí para toda eternidade, O Filho nunca deixará de ser Cristo, o homem glorificado.

As Testemunhas de Jeová não lidam com o versículo 28, pois seguindo sua linha de argumentação, Jesus então não estaria HOJE  sujeito ao Pai!?

“E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.1 Coríntios 15:28

Perceba que o que a Palavra está dizendo é sobre os ofícios do Redentor de nossas almas, em relação ao plano salvífico e universal de Deus (Cl 1.20).
 
3. “Se Jesus era Deus, porque Satanás iria perder o seu tempo tentando-o? Será que Deus é vulnerável?”

Satanás está perdendo o seu tempo mesmo consciente disso (Ap 20.10)!!! Diferentemente do pressuposto da indagação, os cristãos ortodoxos concluem que Jesus não podia pecar, por causa da sua natureza divina e sua humanidade santa (Cl 2.9; Lc 1.35).

A tentação, no entanto, levou ele a experimentar a provação tal como homem, levando o Redentor presenciar o que cada homem e mulher enfrentam diante de provações/tentações, para habilitar Jesus, qual Mediador humano, a ser nosso Sumo Sacerdote (Hb 7.26). O erro do argumento TJ está na concepção errada que eles tem a respeito de uma faceta da doutrina trinitariana; a união das duas naturezas.

4. “Se Jesus é Deus, porque é que Estêvão viu duas pessoas no céu? Estêvão “fitou os olhos no céu e avistou a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus.” (Atos 7:55) Claramente viu duas pessoas distintas. Estêvão menciona que Jesus está à direita de Deus e não simplesmente à direita do Pai. E se Jesus é parte de uma divindade trinitária, porque é que Estêvão não viu também o espírito santo ou três pessoas?”

Repetem dois erros cometidos nas perguntas anteriores. O argumento do silêncio e falta de conexão com a real interpretação trinitariana.

Muitas respostas podem ser dadas a esses argumentos fragilizados: A Bíblia diz que os serafins e querubins estão dia e noite diante da face de Deus dizendo santo, santo, santo... e Estevão não viu? Perceba que a omissão de uma informação não deve ser usada como prova da ausência, afinal em outras descrições celestiais, tais seres estão ali (Is 6.2; Ez 1; Ap 4.6).

A incoerência da pergunta está na falta de compreensão de que a visão não é uma demonstração exaustiva de como é o céu (se é que existe algo com “como é o céu” que possa ser compreensível a nós se não for por analogias), ou mesmo como são postas as pessoas da divindade ali, antes é uma mensagem para a ocasião em tela (At 7.55,56). Por último, João viu o Espírito Santo no céu (Ap 1.4;3.1;4.5;5.6).

A outra falha da pergunta está quando o TJ destacou que Lucas não registrou apenas o Pai, mas que Jesus estaria do lado de DEUS, pensou ele, ‘sendo Jesus Deus não podia estar ao lado de Deus!?’

O NT usa de forma sinônima, o nome Deus para o Pai. Algumas vezes encontramos Jesus ser chamado de Deus, mas o que é recorrente no NT é que o Pai é chamado de Deus. Portanto, é uma questão de uso, visto que o Pai é O Deus Todo-Poderoso, tal como é o Filho, não existe restrições no uso do termo.

5. “Se Jesus é parte de uma Trindade, então como entenderíamos o texto de Gálatas 3:20 que diz: “Não há mediador onde apenas uma pessoa está envolvida, mas Deus é apenas um.”, visto que Hebreus 12:24 diz que Jesus é ‘o mediador dum novo pacto’?

 Se Jesus é parte de uma trindade”, provavelmente não entenderíamos mesmo! Eis aí o problema. Na Trindade não existe partes. A pessoa é tudo que a essência é, e a essência é tudo que cada pessoa é. Mas como cada pessoa é completa em si e por si, e sendo uma pessoa com atributos que a distingui de ‘outra’, a pessoa do Filho é o mediador do texto e o Pai é o Deus do texto - em suas funções.
 
6. “Se Jesus é Deus, quem é o Deus de Jesus? Com quem ele falava antes de morrer? Com ele mesmo? Leia Mateus 27:46:   ”Por volta da nona hora, Jesus exclamou com voz alta…”Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?”

O Pai é o Deus de Jesus, segundo a Bíblia. A religião TJ não conhece os ensinos bíblicos a respeito desse assunto, por isso acha que para os trinitarianos isso é um problema. Como que se O Pai chamar Jesus de ‘Deus e Senhor’ (Hb 1.8,10) excluiria o Pai de ser quem ele é!

O Filho no exercício de sua função messiânica teve que experimentar em sua humanidade a rejeição do Pai, qual substituto do pecado dos eleitos. Jesus disse que o Pai estava nele, e mesmo ali, a Bíblia diz que Deus estava reconciliando o mundo. Porém, na faceta punitiva da expiação o Cordeiro foi morto pelo Pai, e nesta completa punição pelos pecados, Jesus sentiu até mesmo como o pecador perde a comunhão com Deus.

Conclusão

Entre as Testemunhas de Jeová impera o conceito de que a doutrina trinitariana é a doutrina mais absurda do cristianismo tradicional. Eles acham que existe apenas uma resposta para seus poderosos questionamentos: “isso é mistério!” Respondem os trinitarianos...

Certa vez conversando com um TJ sobre as falsas profecias da Torre de Vigia, (me informaram de maneira antecipada que ele era muito sábio), ele disse-me que preferiria tratar de questões doutrinárias como a Trindade. Ele estava muito seguro de que podia deslocar o assunto para um que ele tinha certeza que teria maior êxito...

O conhecimento que as Testemunhas possuem a respeito dessa doutrina é muito confuso, pois eles só conhecem tal doutrina sob a ótica que seu Corpo Governante coloca. A maioria esmagadora dos membros dessa religião não possuem nenhuma obra teológica que poderia apresentar a doutrina com propriedade bíblica e definição ortodoxa.


498 comentários:

  1. essa é a grande questão, sem a iluminação do Espirito Santo não ha conhecimento da Escrituras, não ha ortodoxia, eles ficam num labirinto sem fim, pois eles negam justamente Aquele que lhe poderia dar conhecimento.fato

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente, para essa seita, quem "ilumina" o entendimento das pessoas é o Corpo Governante...

    ResponderExcluir
  4. Muito bem dito, Luciano, "eles não compreendem a "unidade das duas naturezas" e também a pré-existência do Logos (Cristo), como Deus. O Jesus deles despido de Sua divindade é como no islamismo, um profeta, deixando de ser exatamente o que Sua divindade revela, ou seja, Ele é o unigênito (desde a eternidade) Filho de Deus, não como Adão como eles querem, fazendo uma associação errada com Jesus e interpretando equívocadamente a analogia sobre os dois Adãos que bem interpretada ensinam sem dúvida a realeza e deidade do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  5. Nos países nominalmente cristãos como é o caso do Brasil, tanto a pergunta soaria estranha, como também a resposta seria óbvia. Mesmo em grupos religiosos não cristãos, tais como o Budismo, o Judaismo , o ilamismo, por exemplo, existe um respeito geral pela pessoa de Jesus Cristo.Assim , possivelmente com rarissímas excessões, nínguem advogaria estar a favor dos inimigos de Cristo - dos que o negam ou falam mal dele. A questão é; " Aquele que advoga a Trindade, é a favor de Jesus Cristo ou dos inimigos dele?. No entanto, embora esta pergunta feita no meio evangélico seja aparentemente prevísivel, e a prgunta seja aparentemente obsoleta e injustificavel, lamentavelmente não é o que acontece de fato, quando se trata de analisar os inimigos CONTEMPORÂNEOS de Cristo. Infelizmente, os conceitos desses inimigos ainda se perpertuam em nossos dias - e o pior de tudo em religiões professamente cristãs! Como assim? Vejamos dois exemplos de passagens Bíblicas, que ocorem no contexto de debates entre Jesus Cristo e seus opositores. Ao fazer tal análise, verifique qual das duas posições o seu seguimento ou líder, religioso defende atualmente. (1) . " Deveras por esta razão, os Judeus começaram ainda mais a procurar matá-lo( a Jesus), porque não somente violava o sábado, mas também chamava a Deus de seu próprio pai, fazendo-se igual a Deus". João 5;18, NM (Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas), 1986, Cesário Lange São Paulo, Brasil). Muitos líderes religiosos afirmam a base do texto acima, que Jesus Cristo e " seu próprio pai", possuem igualdades em " qualidade e quantidade". A palavra grega para " igual", neste texto, é "ison", acusativo de "isos". Com base nesse termo grego, tais líderes afirmam que o pai e o filho são coiguais em poder e autoridade. Note agora outra passagem Bíblica em que ocorre o termo grego "ísos"; " O qual (Jesus) embora existisse em forma de Deus, não deu consideração a uma usurpação, a saber, que devesse ser " IGUAL" (forma de isos) a Deus." Filipenses 2;6 (NM). O texto acima é claro em mostrar que o Senhor Jesus tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus." (NTLH), Ao contrário, Jesus considerava uma usurpação a mera idéia de ser igual a Deus. No entanto, apesar de estas considerações línguisticas, mostrarem claramente que o Senhor Jesus Cristo , NÃO É IGUAL A DEUS, o pai, este não é o ponto em questão quando se examina a passagem de João 5;18, transcrita acima.O ponto em questão é que tal passagem descreve a opinião dos inimigos de Jesus! Foram eles que concluiram ERRONEAMENTE que Jesus se fazia igual a Deus, do mesmo modo como concluiram ERRONEAMENTE que Jesus " violava o sábado". Enquanto a lei mosaica vigorava, Jesus a cumpriu perfeitamente, o que incluia guardar o sábado semanal. Assim, os que usam o texto de João 5;18 para concluir suas preposições estão claramente do lado dos opositores de Jesus - ESTÃO A FAVOR DOS INIMIGOS DELE! A resposta de Jesus no versículo seguinte decide terminantemente o assunto ; " O filho não pode fazer nem uma única coisa de sua própria iniciativa, mas somente o que ele observa o pai fazer. Porque as coisas que este faz, estas o filho faz também da mesma maneira". - João 5;19 (NM). Portanto, Jesus deixou claro que; " NÃO ERA IGUAL A DEUS" - como foi equivocadamente entendido pelos seus opositores - mas, que em tudo dependia de seu Deus e Pai, não tendo de forma alguma o mesmo poder e autoridade do pai, " Ensinar, advogar a trindade é estar do lado dos opositores de Jesus Cristo!

    ResponderExcluir
  6. Continua construindo argumentos artificiais e forçados completamente fora da realidade das escrituras como é comum dos jeovístas e afins. Primeiro você afirmou :" Mesmo em grupos religiosos não cristãos, tais como budismo, o judaísmo, o islamismo, por exemplo, existe UM RESPEITO GERAL PELA PESSOA DE JESUS CRISTO". (ênfase minha). De onde você tirou isto? Veja o que acontece aos cristãos ou a quem se converte do islamismo à Cristo nos países muçulmanos, ou o tratamento que os cristãos recebem em Israel pelos judeus ortodoxos, ou as perseguições que missionários cristãos já sofreram na china, por exemplo, de autoridades budistas. Não sei de onde você tirou está idéia, a não ser para preparar este seu argumento furado. Depois citando Filipenses 2:6 afirma: "O texto acima é claro em mostrar que o Senhor Jesus tinha "A NATUREZA DE DEUS" (ênfase minha), mas não tentou ficar igual a Deus. Ao contrário, Jesus considerava uma usurpação, a mera idéia de ser igual a Deus". Ora, só se pode chegar a está conclusão por não entender o que diz o texto. Fp. 2:6: " Que sendo em FORMA (morphe) de Deus", ou seja, era igual a Deus. O apóstolo refere-se "a Igual a Deus" para enfatizar a relação do Pai com o Filho. Ele era IGUAL ao Pai mas por causa da redenção do homem ele se esvaziou (ekénosis), Fp. 2:7, assumindo a natureza humana como, "E achado na forma de homem" do v.8. Ele não tentou "ficar igual a Deus", coisa que ele era, por causa do evento de Sua encarnação. Só pode existir em forma de Deus o próprio Deus. Tente colocar um "d" minúsculo no texto de Filipenses 2:7 e você verá o que vai arranjar. O Filho assumiu a natureza humana mas não abandonou a divina porque é inerente a sua pessoa como logos, mas despiu-se de sua forma gloriosa externa em que existia com o Pai como demonstrado em 17:5 "com aquela GLÓRIA que tinha contigo ANTES que o mundo existisse" que leva à "Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a MINHA GLÓRIA, pois, A OUTRO NÃO DAREI..." de Isaías 42:8. Depois, sobre João 5:18 você afirmou: " Portanto, Jesus deixou claro que; "NÃO ERA IGUAL A DEUS" - como foi equivocadamente entendido pelos seus opositores..." Este tipo de conclusão é mais uma má compreensão do texto, resultado desta doutrina, cria do arianismo. Os fariseus chegaram, ao contrário do que você afirmou, à conclusão CORRETA, porque sabiam MUUUUITO mais de bíblia do que os jeovístas e unitarianos. O mero fato de Jesus declarar sua filiação divina, seria a ÚNICA condição possível de sua igualdade com o Pai. Ao contrário do que você afirmou, os inimigos de Cristo NÃO queriam que ele fôsse IGUAL A DEUS, como provado no texto mas chegaram a conclusão correta ao ouvir Jesus declarar a sua filiação, "No princípio era a Palavra, e Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus", "e a Palavra se fez carne e habitou entre nós". A dependência do Filho ao Pai, como no verso 19, está em oposição a dependência dos líderes fariseus a seus mentores, ou seja a infalibilidade e perfeição na transmissão do conhecimento espiritual está sómente com o FILHO. O verso 23, "Para que todos honrem o Filho . como honram o Pai..." Imagine um fariseu ouvindo isto. O que lhe viria imediatamente à cabeça quando alguém reinvindica as mesmas prerrogativas divinas, que SÓMENTE a Deus pertence. Se não fôsse Deus, Jesus estaria fomentando a idolatria, o politeísmo que é onde caem as seitas como os jeovístas. A sujeição do Filho é posicional e não em natureza como provado facimente pelas escrituras. A espressão em João 5:19, "O Filho Não pode fazer nada por si mesmo", REFORÇA a sua divindade e unidade TOTAL com o Pai ou ABSOLUTO SINERGISMO POR CAUSA DA MESMA NATUREZA, o que não acontece na doutrina jeovísta onde Cristo é reduzido a mero homem santo dependêndo de Deus no MESMO SENTIDO que um pecador, poque o sinergismo DEVIDO A MESMA NATUREZA não é reconhecido.

    ResponderExcluir
  7. Vejamos uma análise de João 10;33; o texto passa a nos dizer; " Os Judeus responderam-lhe; " Nós te apedrejamos, não por uma obra excelente, mas por basfêmia, sim , porque tu, embora sejas um homen, te fazes um Deus." (NM). As traduções em geral vertem a parte final do texto acima por; " Te fazes Deus a ti mesmo". - ACRF,AL,ALA. Muitos líderes religiosos nominalmente cristãos, criticam a NM por usar a expressão " um Deus". Atentam para o fato de que, no texto grego, não tem "um" na frente de Deus, que o grego usado na Bíblia, " não tem artigo indefinido; mas se esquecem de que, nas próprias traduções que eles usam, ocorre a expressão " UM DEUS", quando o tradutor julga necessário verter assim para dar o sentido correto do texto original. ( Podemos observar isso em Atos 28;6, nas versões; "AL, ALA, ACRF, IBB). Embora o grego Koiné não possua artigo indefinido, os substantivos gregos anartros (sem artigo) podem ter um sentido indefinido, como mostra, por exemplo, a passagem de Atos 28;6. A fim de defender a expressão " te fazes Deus", como sendo a tradução correta, um cristão nominal afirmou que os judeus esperavam que o Messias fosse o filho de Deus ( não um filho de Deus) e sabiam que ele teria a divindade. Bem, se os judeus realmente sabiam que o Messias teria divindade no sentido de ser o próprio Deus, eles não teriam tentado apedrejar Jesus quando supostamente entenderam - segundo os trinitaristas - que o filho se fazia Deus. Pelo contrário, teriam aceitado Jesus como o Messias! Mas, o ponto crucial é que, novamente, os cristãos nominais que usam João 10;33 para alicerçar suas crenças estão, na verdade, tomando o LADO DOS INIMIGOS DE JESUS! Estão compactuando com a opinião DELES - com as conclusões a que eles chegaram! Certo cristão nominal afirmou sobre o texto; " Nas versões respeitáveis fica claro que Jesus estava afirmando ser Deus, não um Deus qualquer!" Lamentavelmente, na ânsia de tentar endossar as suas próprias crenças, tal religioso colocou irrefletidamente que o texto de João 10;33 era uma afirmação de Jesus Cristo, quando na realidade ERA UMA AFIRMAÇÃO DOS INIMIGOS DE CRISTO! O próprio Jesus Cristo replicou o entendimento equivocado dos seus opositores com a cristalina explicação que fez sobre a sua própria indentidade; " Jesus respondeu-lhes; " Não está escrito na vossa lei; " Eu disse; " Vós sois Deuses?" Se ele chamou Deuses aos contra quem se dirigia a palavra de Deus, e contudo, a escritura não pode ser anulada, dizeis a mim, a QUEM O PAI SANTIFICOU e mandou ao mundo; " Blasfemas, porque eu disse; " SOU FILHO DE DEUS?" - João 10;34-36. (NM) , ( Fez-se assim referência ao Salmo 82;6). É lamentável que tais preconceituosos sigam este caminho; focam a conclusão errada nos Judeus ( em João 10;33) e não a explicação cristalina de Cristo ( nos versículos 34-36), onde ele afirma claramente ser, não Deus, mas sim " Filho de Deus". Os Trinitaristas, não tendo mesmo em que se ancorar, precisam colocar-se ao lado dos judeus OPOSITORES de Cristo, aceitando a opinião equivocada deles como se fossem ponto de fé! É muito triste que tais cristãos professos prefiram dar valor a opinião totalmente equivocada dos Judeus acusadores de Jesus e não a clara e abalizada explicação de Cristo. Por outro lado, merecem elogios os que, ao contrário, ficam ao lado de Cristo e das explicações dele, e que as tomam como ponto de fé, pois são fiéis e verdadeiras. Portanto, você é a favor de Jesus Cristo ou dos inimigos dele?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. William Barclay, erudito no grego da Universidade de Glasgow, Scotland: "A distorção deliberada da verdade por está SEITA, é vista em suas traduções do novo testamento. João 1:1 é traduzido:"...e a palavra era "um deus". Uma tradução que é GRAMATICALMENTE IMPOSSÍVEL. Dr. F.F. Bruce, da Universidade de Manchester, England: "Muito é feito por gramáticos arianos amadores com respeito a omissão do artigo definido com "Deus" na frase:.."e a Palavra era Deus". Tal omissão é comum com nomes numa construção predicativa. "Um deus", seria TOTALMENTE INDEFENSÁVEL. Barclay e Bruce estão entre os principais experts da língua grega na Grã Bretanha, e ambos tem traduções do novo testamento impressas! Você afirmou: "Bem, se os judeus realmente sabiam que o Messias teria divindade no sentido de ser o próprio Deus, eles não teriam tentado apedrejar Jesus quando supostamente entenderam segundo os trinitaristas - que o filho se fazia Deus". Aqueles que tem como centro e levam o nome do SENHOR JESUS CRISTO são os cristãos verdadeiros, pois este é o ÚNICO nome pelo qual importa que sejamos salvos e não um chute fazendo uma interpretação errada do tetragrama e colocando o pseudo nome de Deus na nova aliança como o centro e não o Seu nome de salvação que é o SENHOR JESUS CRISTO. Na nova aliança o nome de salvação do Pai está no Filho. Quando em João 10:30 Jesus declarou que "Eu e o Pai somos um", declaração está que NUNCA um profeta poderia fazer, eles interpretaram POR CONTA PRÓPRIA que isto era uma afirmação de divindade. Eles chegaram a conclusão CORRETA SEM A REVELAÇÃO. Entendeu? Os Teólogos Judeus do tempo de Jesus há muito tempo, desde o tempo dos profetas Zacarias e Malaquias passando pelo período intertestamentario NÃO TINHAM MAIS A REVELAÇÃO DO MESSIAS, fazendo uma serie de especulações sobre sua pessoa e obras. Não como Tomé que recebendo a revelação do próprio Senhor por causa se sua ressurreição, clamou: "Senhor meu e DEUS meu". Ou como João em sua primeira epístola: "E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu conhecimento para que conheçamos ao Verdadeiro; e no que é Verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo<<<<ESTE é o Verdadeiro Deus e a vida eterna". 1Jo 5:20. Continua...

      Excluir
    2. No verso 34: "Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois Deuses? V.35: "Pois, se chamou-os Deuses àqueles (Os profetas), a quem a palavra de Deus foi dirigida, e a escritura não pode ser anulada, v. 36, ÀQUELE a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus? Jesus NÃO NEGOU a acusação mas elevou o significado da expressão "FILHO DE DEUS à igualdade com Deus como mostra o contexto. Isto vinha num crescente sendo reforçado por declarações anteriores como João 8:24: "Por isso vos digo que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados". O Messias verdadeiro É DEUS. Não um ser intermediário (como Arcanjo Miguel), que aceita adoração fazendo os jeovístas POLITEÌSTAS. Isaías 43: 11-12: "Eu sou o SENHOR, e FORA DE MIM NÃO HÁ SALVADOR. "Eu ANUNCIEI e EU SALVEI..." V. 25: "EU, EU MESMO, sou o que APAGO AS TUAS TRANSGRESSÕES por amor de mim, e dos TEUS PECADOS NÃO ME LEMBRO". Gênesis 1:1: "No princípio criou DEUS o céu e a terra". Colossenses 1:16: "Porque nele foram criadas TODAS AS COISAS que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis...TUDO FOI CRIADO POR ELE E PARA ELE". Hebreus 1:8: "Mas DO FILHO diz: Ó DEUS o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos..." V. 10: "E Tu SENHOR , no princípio FUNDASTE A TERRA, e os CÉUS são obras de TUAS MÃOS". V.11: "Eles perecerão, mas tu permanecerás, E todos eles como roupa envelhecerão". V. 12: "E como um manto os enrolarás, e serão mudados, mas TU ÉS O MESMO , e os teus anos não acabarão". Isto é uma citação do Salmo 102: 25 em diante. Se lermos os versos anteriores ao 25, veremos que o salmista se dirige TODO O TEMPO ao NOME DE DEUS NA ANTIGA ALIANÇA e o escritor de hebreus APLICA O NOME DE DEUS A JESUS. Prova irrefutável da divindade de Cristo. Então, colocando isto no contexto do evangelho de João sabemos que o Messias não seria simplesmente um arcanjo ou profeta, mas a deidade em carne, Deus mesmo, revelação que o judaísmo apóstata do tempo de Cristo, tinha perdido.

      Excluir
  8. A Regra de Colwell declara que; " Um substantivo anartro ( sem artigo), que esteja no caso Nominativo, que seja Predicativo, ( não sujeito na oração), e que preceda o verbo não precisa de artigo para ser definido. O contexto é que determina se é definido, ou não. Essa regra inclui os seguintes elementos; ' (1) Substantivo anartro ( isto é, sem artigo). (2) Que esteja no caso nominativo. (3) Que atue como predicativo na oração. (4) Que preceda o verbo. (5) Que seja definido. Os quatro primeiros elementos podem ser determinados pela gramática. Mas o quinto elemento ( que ele seja definido) só pode ser determinado pelo contexto. Para simplificação, vamos chamar o predicativo nominativo, anartro pré-verbal de PNAPV. A definição de um PNAPV ou a indefinição dele depende do CONTEXTO. Vejamos dois exemplos; " João 1;49 ( Sy Basiléus eî toû Israel) Tu rei és do Israel. Analise a palavra (Basiléus Rei), aplicada por Natanael a Jesus Cristo; (1) É um substantivo anartro (sem o artigo,'o). (2) Está no caso nominativo. Veja como seria a declinação deste substantivo em outros casos; " caso Genitivo; "(Basiléos, Hebreus 11;23). Caso dativo; "( Basileî, Atos 25;14). Caso Acusativo ; "( Basiléa, Mateus 1;6). Caso Vocativo; " ( Basileû, Mateus 27;29). (3) Atua como predicativo na oração; " Para você determinar o sujeito, você pergunta ao verbo; " Quem é Rei de Israel?" A resposta, em João 1;49, é; "Tu". (sujeito da oração).. Para determinar o predicativo, você pergunta ao verbo;" O quê?" Ou seja, " O que tu és"? A resposta ; " Rei de Israel." (4) Precede o verbo ( Basileùs, eî) ,Rei és." (5) É definido; " Neste exemplo, o contexto indica que tal PNAPV é definido. Ou seja, é óbvio, Que Natanael não estava dizendo que Jesus era apenas " Um Rei" de Israel, mas sim, " O" Rei de Israel, o prometido Messias. Veja agora outro exemplo de PNAPV; João 6;70; ( Ex hymôn heîs diábolós estin), De vós um Diabo é. O texto diz, respeito ás palavras de Jesus a respeito de Judas Iscariotes; " Um de vós é Diabo". (Almeida Atualizada), Um neste texto, é tradução de eî s, que é numeral. Analisemos a palavra (Diábolós). (1) É um termo anartro ( está sem o artigo "O"). (2) Está no caso nominativo. Veja como seria a declinação desse substantivos em outros casos. Caso Genitivo; ( diabolóu, 1 João 3;10). - Caso dativo ( diabóloi, Mateus 25;41). - Caso acusativo; " (diabólon, Hebreus 2;14). 1 - É um substantivo anartro ( não possui o artigo "O"). 3- Atua como predicativo na oração; A pergunta; " Quem é Diabo?" Obtém a resposta; " Um de vós " (sujeito). A pergunta; " O que um de vós é?" Obtém a resposta; " Diabo" (predicativo). 4- Precede o verbo (diabólos estin) , Diabo é. 5 - Mas não é definido; ' É evidente que Jesus não estava dizendo que um dos seus apóstolos era o Diabo. Não estava dizendo que Judas era uma criatura espiritual que se tornou conhecida como o Diabo. Estava dizendo que Judas era um Diabo, ou seja, um caluniador, que é a tradução do termo grego. Esses dois exemplos mostram que a definição de um PNAPV depende do contexto.Não pode ser determinada pala gramática. O que dizer de João 1;1; A parte final do texto reza; " ( Kai théos ên ho logos), E Deus era a palavra!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então quando um caso anartro aparecer referindo-se a Deus Pai, deve ser traduzido, um deus?

      Quando Tomé disse que Jesus é "O Deus de mim e O Senhor de mim", inverte o argumento?

      Ademais, o termo anartro qualifica na categoria, não desqualifica! Vocês não percebem que não é "divino" que o termo anartro indica, mas que ele tem qualidade de DEUS , não de um deus... se ele tem essa qualificação, então ele é DEUS.

      Excluir
  9. Vamos deixar esclarecer o assunto nada mais que F.F. Bruce: " No princípio", quando o universo foi trazido à existência, a Palavra Divina já estava lá. E a linguagem que segue mostra que nosso evangelista não tem meramente personificação literária em mente. O status de personalidade que ele atribui a Palavra é uma questão de existência real. A relação que a Palavra tem com Deus, é pessoal: "a Palavra estava com Deus". "Pros" (grego), neste texto pode ser equiparados dentro dos quatro evangelhos no contexto mais comum e rotineiro. Quando os nazarenos disseram de Jesus, em Marcos 6:3: "Não estão seus irmãos aqui conosco?" A palavra "com", é "pros". A Palavra de Deus é distinguida do próprio Deus, e todavia existe em intíma relação pessoal com Ele, e além disso a Palavra participa da mesma natureza de Deus, pois a "Palavra era Deus". A estrutura da terceira cláusula no versículo 1, "THEOS EN HO LOGOS", solícita a tradução, "a Palavra era Deus". Desde que LOGOS tem o artigo HO precedendo-o ele (LOGOS), é indicado como SUJEITO. O fato de que a primeira palavra DEUS) depois da conjunção KAI> "E" DEUS ERA A PALAVRA (como lê-se no original), mostra que a principal enfase esta nela ( em LOGOS por causa do artigo HO). Tivesse THEOS bem como LOGOS sido ambas precedidos pelo artigo HO, o sentido teria sido que a Palavra seria completamente idêntica à Deus o que seria impossível se a Palavra estivesse também "com" Deus. O que é significativo é que a Palavra participa da mesma natureza de Deus. João intenciona que todo o seu evangelho deve ser lido à luz deste verso (Jo. 1:1) Assim, quando céus e terra foram criados havia a Palavra de Deus, já existindo em intíma associação com Ele e participando da essência de Deus". The Gospel of John, Exposition, Notes - F. F. Bruce. Enfases e parênteses meus. Vemos então que a palavra LOGOS em Jo. 1:1 É O SUJEITO devendo por isso ser traduzido: "e a Palavra (sujeito) era Deus e não o contrário, "Deus era a palavra", o que seria impossível já que a Palavra é claramente distinguida de Deus pois estava PROS> "COM" DEUS, ou VOLTADA PARA DEUS em condição relacional com Deus.

    ResponderExcluir
  10. O que dizer de João 1;1 ? A parte final do texto reza; ( kai théos ên ho lógos), E Deus era a palavra. Analisemos a palavra (théos, Deus). 2- Está no caso nominativo. Veja como seria a declinação desse substantivo em outros casos; " Caso genitivo; " (Theoû, Hebreus 4;12). Caso dativo; " (Theôi, Mateus 6;24). Caso acusativo; " (Theón, João 1;1, na primeira ocorrência). Caso vocativo;" (Theé, Mateus 27;46). 3- Atua como predicativo na oração; " A pergunta; " Quem é Deus?" Traz a resposta; " A palavra" (sujeito). A pergunta; ' O que a palavra é?" Leva a resposta; "deus" (predicativo). 4 - Precede o verbo. (theòs ên) deus era. 5- Mas não pode ser definido; Vejamos as razões para estas conclusões.1) Se o PNAPV (théos, deus), ,fosse definido, o texto entraria em contradição. Pois, se o texto diz, na oração anterior, " A palavra estava com o deus, " não poderia dizer em seguida; " e a palavra era (o) deus", (Artigo definido subtendido). Uma pessoa que está com alguém, não pode ser a mesma pessoa com quem ela está. 2) A ausência do artigo no segundo uso de (théos), neste caso torna esse uma descrição, em contraste com o primeiro uso de (théos), com artigo definido, que ressalta uma identificação; " O Deus". Para elucidar o ponto vamos usar uma frase similar em português; " João estava com o homem, e João era homem". O primeiro uso da palavra "homem", é precedido pelo artigo definido, dando a palavra "homem", uma identificação. Trata-se pois de um homem especifico, "O" homem. Já o segundo uso da palavra "homem", sem o artigo, é uma descrição da natureza de João. Significa que ele é "UM" homem, um ser humano, que faz parte da humanidade, que tem natureza humana. 3) No grego coiné, quando tanto o sujeito como o predicado tem artigos, ambos são definidos, considerados idênticos, iguais e intercambiáveis. (A.T. Robertson).

    ResponderExcluir
  11. Você é pedante e arrogante. Nâo respondeu as minhas objeções desde o começo. JÁ REFUTEI SEUS ARGUMENTOS. Qualquer leitor inteligente já se apercebeu disso. Já provei pelas escrituras que Cristo É DEUS e você NÃO RESPONDEU NADA mas fica pulando prá lá e prá cá que nem um macaco. Em João 1:1 KAI THEOS HO LOGOS, ou E DEUS ERA O VERBO, o artigo definido vem antes do sujeito da oração que é o VERBO. Velho, nós estamos falando de tradução de texto. Você disse: "Uma pessoa que está com alguém não pode ser a mesma pessoa". E o que foi que EU disse no meu comentário? A terceira cláusula "E DEUS ERA O VERBO prova que o sujeito É O VERBO. Entendeu? Não se pode traduzir, "E DEUS ERA A PALAVRA e muito menos aquela tradução horrível e herética, "E A PALAVRA ERA deus". Você quer discutir com uma autoridade no assunto sem ter nenhum preparo, por isso está falando um monte de besteira e fazendo comparações tolas. Você citou o nome de A.T. Robertson, porque? Porque ele não virou testemunha de jeová ou unitariano? Porque vocês tem esta péssima mania de citar autoridades trinitarianas? Qual é a de vocês cara? Tá pensando que alguém é palhaço aqui? Responda os testos bíblicos onde eu PROVEI que Cristo É DEUS. Porque não responde? Porque NÃO TEM RESPOSTA. e agora está que nem mosca tonta zumbindo por aí. Você deu um exemplo falso quando disse: "João estava com homem, e João era homem querendo comparar com joão 1:1 onde diz "e (kai) Deus era O (HO) verbo", não João era homem sem o artigo como você falseou.









    ResponderExcluir
  12. O Diciónario de Webster, define " divindade" da seguinte maneira; " A qualidade ou estado de ser divino, um ser divino, Deus, Deusa" . (On Line). O mesmo dicionário define divino como; " algo de Deus, relacionado a Deus, ou procedendo diretamente de Deus, ou um deus." (Merrian - Webster, m-w.com). O mesmo se pode dizer a respeito do (a palavra). Ele estava com "o Deus" - o Deus Todo-Poderoso, o criador. Mas a palavra era " deus" (sem artigo). Ou seja, era divina, tinha natureza divina, era UM deus. Com relação ao o uso de um artigo indefinido ('um") nas línguas em que ele existe, quando um PNAPV é indefinido. Independente de se usar um artigo indefinido ("um"), o contexto torna claro que tal PNAPV não é definido, e que traz a tona o atributo ou qualidade do sujeito, mas não identifica a sua pessoa. Exemplo ; " Mateus 13;38; (ho de agrós estin ho kósmos), O (mas) campo é o mundo. Isto significa que o mundo também é o campo. Exemplo; " 1 João 1;5; (Ho Theòs fôs estin), O Deus luz é. Neste caso o sujeito articular (o Deus) e o predicativo anartro (luz), não são intercambiáveis. Ou seja, Deus é luz, mas a luz não é Deus. Veja outro exemplo 1 João 4;16; (Ho Theòs agápe estin), O Deus amor é. Novamente o sujeito articular (O Deus), e o predicativo anartro (amor) são intercambiáveis. Deus é amor, mas o amor não é Deus. O mesmo ocorre em João 1;1; (théos ên ho logos) , deus era a palavra. Coerentemente com a regra exposta acima, o sujeito articular (a palavra) e o predicativo arnatro (deus) não são intercambiáveis. A palavra era Deus, mas o Deus não era a palavra. Com relação ao o uso de um artigo indefinido ("um") nas línguas em que ele existe, quando um PNAPV é indefinido, fica a critério da comissão de Tradução. Independentemente de se usar um artigo indefinido ("um"), o contexto torna claro que tal PNAPV não é definido, e que traz a tona o atributo ou qualidade do sujeito, mas não identifica a sua pessoa. A tradução qualitativa de João 1;1, fazendo o texto rezar; " A Palavra era Divina", tem de ser entendida dentro do quadro de subordinação e inferioridade do filho exposto no " Novo Testamento". Portanto, ser a palavra "divina" não implicaria co-igualdade, mas a pena ressaltaria a sua natureza, do mesmo modo que ser alguém "humano" não o torna co-igual a outro humano, apenas destaca a sua natureza. No entanto , a tradução indefinida preserva a palavra usada no texto - théos (deus), a palavra divino é theíos. Ademais a tradução " um deus" destaca tanto a natureza como a individualidade da palavra sendo, portanto, semanticamente mais abrangente. Assim, a tradução "um deus" é gramaticalmente correta, é textualmente preservativa,é contextualmente certa e bíblicamente exata!

    ResponderExcluir
  13. Estimado José Roberto
    Paz seja contigo
    Continua ecoando a pergunta do Luciano Sena:

    JESUS É O DEUS DE TOMÉ ?

    ResponderExcluir
  14. José Roberto, primeiro quero dizer que você não respondeu aos meus cometários de 19/11/2013, as 17:54 e as 18:34, onde eu cito os referentes textos biblícos PROVANDO a divindade de Cristo, e que você está evitando dar resposta. Você citou 1João 1:5 e 1João 4:16 mas evitou responder o texto de 1 João 5:20 onde o apóstolo declara com todas as letras QUE CRISTO É DEUS. Em João 1:1, "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus, a razão porque DEUS (THEÓS) é anartro, sem artigo, é que THEÓS é o predicativo nominativo o que é exigido pelo fato de que se a palavra DEUS (THEÓS), tivesse o artigo definido (HO), HO THEOS, ou O DEUS ERA O VERBO a palavra DEUS seria intercambiável com LOGOS, o que é contextualmente impossível. A regra de Colwell também entra em jogo neste ponto. A maioria dos eruditos vê THEÓS como indicando a NATUREZA do LOGOS, que ele é DEUS em essência. O substantivo THEÓS é usado na terceira cláusula de João 1:1 e não o adjetivo THEIOS que seria requerido para simplesmente classificar a Palavra como "deus". O mesmo que acontece em João 1:1, também ocorre em João 4:24 onde diz: "Deus é Espírito, PNEUMA HO THEÓS, podendo só significar "DEUS É ESPÍRITO" e não "Espírito é Deus". Assim em João 4:16 HO THEÓS AGAPE ESTIN, "O DEUS AMOR È, só pode significar "DEUS É AMOR" , NÃO "AMOR É DEUS". Desde que na teceira cláusula de João 1:1, THEÓS esta sem artigo, ele não é convertível em LOGOS e vice-versa. O substântivo predicativo anartro THEÓS tem um efeito característico e que se refere mais a NATUREZA do sujeito da cláusula (LOGOS), do que uma identificação dele. O LOGOS é o personagem central aqui (João 1:1, terceira cláusula: "e VERBO ERA DEUS"). Consequentemente nós vemos que a Palavra era quanto a sua natureza DEUS. continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em João 1:1 não há o artigo definido antes da palavra Deus, na frase, "A PALAVRA ERA DEUS". No entanto, neste caso não se pode simplesmente presumir que a palavra DEUS seja indefinida, e portanto um artigo definido devesse ser usado. Porque o primeiro uso da palavra DEUS em João 1:1, "E O VERBO ESTAVA COM DEUS", claramente refere-se ao único Verdadeiro Deus, além do mais, João teria usado uma construção textual diferente do que ele fez se ele tivesse a intenção de na próxima cláusula, "E O VERBO ERA DEUS", de referir-se a um "deus" menor para não confundir com o verdadeiro Deus que ele tinha recém mencionado na segunda cláusula de João 1:1, "... e o Verbo estava com Deus..." Se João quisesse, poderia ter usado o pronome grego indefinido "TIS" como um adjetivo para evitar a identificação com o Deus verdadeiro, na terceira cláusula de João 1:1, "THEÓS EN TIS LOGOS em vez de "THEÓS EN HO LOGOS". A palavra COM O ARTIGO é então O SUJEITO qualquer que seja a ordem. Assim, em João 1:1, THEÓS EN HO LOGOS, ou seja, "A PALAVRA ERA DEUS", o SUJEITO é perfeitamente claro, o LOGOS.

      Excluir
    2. Errata: Na linha 4 onde diz: "e portanto um artigo definido devesse ser...", leia-se: "e portanto um artigo INDEFINIDO devesse ser..."

      Excluir
  15. Em sua edição de 1986 , (Tradução do novo Mundo), O texto de João1;1 diz; " No princípio era a palavra, e a palavra estava com o Deus,e a palavra era (um) deus." Alguns tem afirmado que a palavra "um" não existe no texto grego do novo testamento. Falando sobre esta versão observem o que afirmam alguns eruditos e críticos da TNM. " Gramaticalmente impossível ", Afirmou o Dr. Willian Barclay da Universidade de Glasglow, Escócia. Infelizmente durante muito tempo isso foi repetido como sendo verdade. Hoje com o pequeno avanço que os Eruditos fizerem foi o suficiente para serem mais cuidadosos. Observe o que escreveu o trinitário Murray j. Harris, Phd e professor emérito de Exegese do Novo Testamento e Teologia na Trinity Evangelical Divinity School; " ... Do ponto de vista somente gramatical (theos en ho logos) poderia ser traduzido " e a palavra era um deus". Jesus As Good 1992, página, 60. C. H. Dood respeitado Erudito e Teólogo Protestante, embora trinitário e favorecendo a tradução " e a palavra era deus" escreveu; " A versão e a palavra era "um deus", como tradução palavra por palavra, não pode ser condenada.". J. W. Wenham, em " Os Elementos do Novo Testamento Grego", escreveu; " No que depende somente da gramática, tal sentença poderia ser impressa (theos estin ho logos), que significaria quer, " A palavra era "um deus", ou , a Palavra é o Deus". D. Mood Smith Junior, Professor do Novo Testamento da Universidade George Washington Ivey se referiu a tradução " e a palavra era deus", quanto a João 1;1 a Tradução " Um deus" , é possível. Stan Bruce a mais de 30 anos discursante na Faculdade Cristã Novo Testamento para todas as Nações, Hertfordishire, Uk escreveu; " Embora devemos reconhecer que (theos hn ho logos), poderia ser traduzido " A palavra era um deus", não há dúvida que segundo as regras de gramática grega a frase também pode significar, " e a palavra era deus".Observem que vários eruditos são honestos suficiente para dizerem que a versão de João 1;1, comno encontrada na TNM é gramaticalmente possível! A muitas décadas que não é isso que a maioria dos pastores tem falado as Testemunhas de Jeová no portão de suas casas. Isto porque não procuram fazer um estudo profundo da Bíblia. ( João 17;3).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Roberto, eu poderia refutar facilmente estes seus argumentos, mas não vou perder meu tempo, pois voce CONTINUA CITANDO TRINITARIANOS. Porque eles não viraram a casaca e se tornaram testemunhas de Jeová? O contexto EXIGE que se verta: "A PALAVRA ERA DEUS, pois na cláusula anterior reza: "E A PALAVRA ESTAVA COM DEUS"; João não estava na próxima cláusula introduzindo um NOVO "deus", que pré-existia com o Pai o que seria politeísmo, mas REVELANDO A DIVINDADE DE CRISTO, como o faz em sua primeira epístola 1Jo. 5:20: "E sabemos que já o FIlho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos o Verdadeiro: e no que é verdadeiro estamos, isto é, EM seu Filho Jesus Cristo.<ESTE é o Verdadeiro Deus e a vida eterna". Hebreus 1:6: "E outre vez, quando introduz o primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus O ADOREM. Apocalipse: 22:8: "E eu João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo para o adorar. E disse-me: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. ADORA A DEUS". João 20:28: "E Tomé disse-lhe: SENHOR MEU E DEUS MEU." Refute estes textos à moda dos jeovístas. Você está em êrro e do lado da mentira. Está teimando em defender uma heresia e não respondeu as minhas questões continuando a fazer citações de valor NULO, pois são de fonte trinitariana. E melhor parar também de Copiar do blog "O APOLOGETA DA VERDADE", que é mais chinelão do que não sei o que. Tenha mais criatividade se quiser continuar defendendo essa porcaria de Arianismo.

      Excluir
  16. Caro Wilton Villote Rodrigues, todas as perguntas serão respondidas, no seu devido tempo.(Eclesiates 3;1-5). No entanto, existe muito a se falar sobre João 11;1, (e a palavra era um deus), como por exemplo; " Será que a tradução do Novo Mundo foi a ´´unica a verter João 11;1 desta forma? Se não, porque este preconceito sobre a tradução de João 1;;1, pois sabemos que ela é possível.Será que as outras traduções estariam erradas, por traduzir da mesma forma? Esta é a questão.

    ResponderExcluir
  17. Estimado José Roberto
    Traduzir Jo. 1.1 "... e a Palavra era um deus. " Esta incorreto. A seguir postarei comentários após pesquisa, que visa esclarecer fatos a luz da verdade.
    João 1:1 diz que o Verbo (a Palavra) estava com Deus, isto é, era uma Pessoa Divina distinta (“de frente” ou “olhando para” no grego). Diz também que Jesus é Deus . A ausência de artigo entre o substantivo e o verbo no grego significa igualdade de essência. Portanto Jesus e o Pai têm a mesma Essência Divina. Nos versículos 6, 12 e 18 Deus no grego está também sem o artigo, mas as Testemunhas de Jeová só traduziram Jo 1:1 por “(um) deus”. Isso mostra a parcialidade das Testemunhas de Jeová.
    Os TJ no livrete “Deve-se crer na trindade ?” exibem 9 traduções para afirmar que nossas Bíblias estão traduzidas incorretamente, mas 7 delas aparecem expressões como “a Palavra era divina” ou similares, que nada comprometem a Divindade ou Deidade Absoluta de Jesus; só 2 estão traduzidas erradas: a TNM e a The Emphatic Diaglott [traduzida por um membro de uma seita que nega a divindade de Jesus]. Sendo que ambas versões são publicadas pela STVBT.
    Também no livro ‘Raciocínios à base das escrituras’ cita vários eruditos que dizem a respeito de Jesus na p. 409 “um ser divino” “o Verbo era divino” “o Verbo tinha a mesma natureza de Deus”, isto está de acordo com a tradução “o verbo era Deus”. Além de tudo Is 43:10; 44:6; 45:5,14, 21-22; Dt 4:35-39; 32:39; etc., enfatizam que não existem outros deuses, portanto chamar Jesus de deus contradiz a Bíblia. I Co 8:4 afirma que aqueles que são apenas chamados de deuses, assim como Satanás 2 Co 4:4. Pois são deuses falsos, só há um Deus verdadeiro. Crer na existência de vários deuses e adorar somente um é monolatria.
    A SEGUIR CONTINUAREI A POSTAGEM...

    ResponderExcluir
  18. CONTINUAÇÃO DA POSTAGEM ACIMA.

    A Sociedade Torre de Vigia usou por muitos anos uma tradução de um ex-padre que aderiu ao espiritismo por traduzir “a Palavra era um deus”, que dizia receber orientação de espíritos para tradução do N.T “Sob esta impressão, Greber esforça-se para fazer que sua tradução do Novo Testamento soe bem espírita... É bem claro que os espíritos nos quais o ex-padre Greber crê lhe ajudaram na sua tradução.” (A Sentinela, 01/10/1956, p. 187). Mas depois de ser criticada por citar tal tradução em seu favor várias vezes em sua literatura, a STVBT alegou ter descoberto a conecção com os espíritos somente em 1983 na revista A Sentinela 01/10/1983, p. 31: “Esta tradução foi usada ocasionalmente em apoio à interpretação de Mt 27:52-53 e Jo 1:1, como apresentada na TNM e outras versões bem fundamentadas da Bíblia. Mas como indicado em um prefácio da edição de 1980 de O Novo Testamento por Johanes Greber, este tradutor recorria ao “Mundo Espiritual de Deus”para o esclarecer sobre como deveria traduzir as passagens difíceis. É anunciado que: ‘Sua esposa, uma médium do mundo Espiritual de Deus, era freqüentemente o instrumento usado para trazer as respostas corretas dos mensageiros de Deus ao pastor Greber’. A Sentinela considerou impróprio fazer uso de uma tradução que tenha uma descrição tão similar ao espiritismo ( Dt 18:10-22). ..Nada se perde portanto, ao parar de usar seu Novo Testamento”. Isto mostra duas coisas, a tradução “era um deus” tem apoio dos demônios, e que a STVBT recorre a mentiras para justificar suas ações .

    Deus tenha misericórdia dos desavisados e é nossa responsabilidade com amor e respeito falarmos a verdade.

    Deus ilumine a todos.
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  19. Traduzir "um deus" para Jeová é algo que não encontramos na TNM...

    ResponderExcluir
  20. O que dizer da afirmação de que no "grego de João 1;1, não aparece o artigo indefinido "um"? Observe ATOS 28;6, na Tradução João Ferreira de Almeida Corrigida e Fiel; " E eles esperavam que viessem a inchar ou a cair morto de repente; mas tendo esperado já muito, e vendo que nenhum incômodo lhe sobrevinha, mudando de parecer, diziam que era " UM deus." Aqui a palavra "UM" também não aparece no grego do N.T.! Na verdade não existe artigo indefinido no grego koine usado para escrever o " Novo Testamento". Observem as palavras do Erudito Jason Bedhun, Phd e Professor reconhecido; " Uma tradição literal mínima, equivalência formal", iria reorganizar a ordem das palavras para corresponder a correta expressão inglesa; " E o palavra era "um deus". O Erudito Jason Beduhn prossegue dizendo; " A preponderância das provas, da gramática grega, a partir do contexto literário, cultural e de meio ambiente, apóia esta tradução, de que " O Verbo era Divino"; " A NASB,NIV,NTLH,NRSB e NAB, acompanham a tradução preferida pelos tradutores da KJV. Esta tradução aguarda uma boa defesa, uma vez que obviamente nenhuma emerge de gramática grega nem do contexto literário de João, ou para o ambiente cultural que João estava escrevendo. Observe a conclusão desse Erudito; " Tendências moldaram a maioria destas traduções muito mais do que a atenção precisa para o texto da bíblia. A tradução de João 1;1, na Tradução do Novo Mundo é superior à das outras oito traduções que comparamos". Muitos publicam artigos e vídeos com análise superficial deste assunto.. Ao criticarem a Tradução do Novo Mundo alegando que ela "acrescentou" a palavra "UM" em João 1;1, cometem uma simplificação grosseira dos fatos, uma prática infelizmente comum entre aqueles que não são corretamente treinados na língua Grega É interessante que um dos tradutores mencionados pelos opositores da TNM, como sendo parte da comissão de Tradução era ninguém menos que o irmão George Gangas que nasceu na região da nova Éfeso. Ele vivia na Grécia. E ele discursava em grego para os congressistas! Faleceu com 98 anos sendo que 66 desses como dedicado exclusivamente a pregação da palavra de Deus. Os eruditos modernos que criticam a Tradução do Novo Mundo, em sua vasta maioria nem sequer grego sabem falar! Acho uma pretensão da parte de muitos religiosos evangélicos, sei que nem todos, sugerirem que a comissão de Tradução da TNM " não possuía ninguém competente" em Grego ou Hebraico ao sabermos destes detalhes! Até, porque não se pode afirmar com absoluta certeza quem eram os integrantes da comissão da TNM! Ora, como sabemos, os Apóstolos de Jesus Cristo, por exemplo, eram homens simples e de escolaridade nada invejável, contudo foram usados por Deus para escreverem a bíblia e supervisionarem a obra de pregação mundial no primeiro século. O próprio Jesus foi citado por oponentes religiosos como sendo alguém, que não estudou em escolas rabínicas de instrução. A profundidade da didática bíblica das Testemunhas de Jeová não encontra paralelo em muitos dos templos religiosos da Cristandade que são locais barulhentos e dedicados a emoção e não a pesquisa séria das escrituras. Muitas outras versões também verteram João 1;1 da MESMA MANEIRA como foi vertida pela TNM ou de forma variante sugerindo que o LOGOS era divino (ou Poderoso).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Roberto, Você continua evitando responder aos meus comentários anteriores que já provaram a divindade de Cristo. Eu posso fazer milhares de citações desde os pais ante nicenos que provam a crença do cristianismo na divindade de Cristo mesmo antes da tradução copta, provando que as MAIORES AUTORIDADES TEOLOGICAS criam e ensinavam sobre a divindade de Cristo, infinitamente mais numerosas do que esse seu apanhado. Posso lhe mostrar que o concílio de Nicéia foi o ponto de partida histórico eclesial para defender a Igreja de heresias tais como o arianismo, monarquianismo, nestorianismo, docetismo, etc. Mas pelo jeito, você pretende dar o tom do debate, mas isso eu não vou permitir. Você está se escondendo atrás de citações tendênciosas, e eu não vou "refutar" os trinitarianos, porque eles continuaram trinitárianos. Posso lhe mostrar várias citações fora de contexto feitas pelos jeovístas. Mas o mais importante é a própria escritura. 1João 5:20: "E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, EM SEU FILHO JESUS CRISTO. ESTE (grego, "Outos, pronúncia-se Rutós, sentido: Este, estes, o mesmo, ele etc.) É O DEUS VERDADEIRO E A VIDA ETERNA. em 1João 1:2 "...e vos anunciamos a VIDA ETERNA que estava com o Pai, e nos foi manifestada. Só o que não tem princípio É ETERNO, e a afirmação é sobre Jesus Cristo. Em 1 João 5:20 Jesus é chamado de VERDADEIRO DEUS E VIDA ETERNA. João diz ESTE, não AQUELE como se fôsse OUTRA PESSOA. O evangelho de João ensina a divindade de Cristo e sua subordinação ao Pai como Filho (posicional) e não inferior em natureza, mas sendo tão divino e eterno como o Pai. Istos é consistente com a tradução clássica, histórica e correta de João 1:1. Comparação com 1João 5:20 onde diz "ESTE": "E eis que uma voz do céus dizia: ESTE (outos) é meu Filho amado, em quem me comprazo"; "Porque é ESTE (outos) de quem está escrito..." Mateus 11:10; "E toda a multidão se admirava e dizia: Não é ESTE (outos) o Filho de Davi?"; "Vendo Pedro a ESTE, (outos), disse: Senhor, e deste que será?"; "E conheciam-no pois era ELE (outos) o que se assentava para pedir esmola à porta Formosa do templo..." Atos 3:10. 1 JOÃO 5:20: "E sabemos que já o Filho de Deus é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o Verdadeiro: e no que é Verdadeiro estamos, isto é EM SEU FILHO JESUS CRISTO. ESTE, ou ELE (OUTOS) É O DEUS VERDADEIRO E A VIDA ETERNA". Mais claro do que o meio-dia ensolarado!

      Excluir
    2. Você citou George Gangas. E Daí? Posso lhe citar começando dos pais gregos da Igreja um plêiade que defendem a divindade de Cristo!

      Excluir
  21. Será que a Almeida em Atos 28; 6 , ao traduzir " Um Deus", já que artigo indefinido " Um" não existe no grego coine", também faz parte de demônios? Será que ela cometeu um acréscimo? Ou estaria correta ao traduzir desta forma? . Sr, Wiltton Villote Rodrigues, o maior amigo da verdade é o tempo. Que dizer então do Manuscrito Copta descoberto, que diz; " e a palavra era um deus".Manuscrito tal que faz parte da língua nativa , o grego coine, será que também vai afirmar que faz parte de demônios?

    ResponderExcluir
  22. Observem o que disse o Erudito Jashon Beduhn, Phd e professor reconhecido. Um professor que tem um grande conhecimento histórico. Este professor premiado bem cedo em sua carreira, quando tinha apenas 18 anos, tem feito estudos acadêmicos, lendo no Grego coinê, o idioma internacional do primeiro secúlo e está mais do que familiarizado com a cultura helenistica e judaica. O conhecimento e entendimento da literatura Grega e Judaica, a habilidade e credibilidade desse Erudito tem sido atacada ferozmente por defenssores da doutrinas estranhas a verdadeira palavra de Deus.Observe com atenção o que escreveu este Erudito em bases puramente gramaticais e com conhecimento literário abalizado a respeito de um dos versículos mais discutidos da Bíblia, a saber; " João 1;1". Ele disse; " Gramaticalmente, João 1;1, não é um versículo difícil de traduzir. Segue estruturas e expressões comums bem conhecidas do Grego. Uma Tradução Léxica (interlinear), da controversa clausúla seria; ' e um deus era a palavra". Uma Tradução Literal miníma ( equivalência forma), iria reorganizar a ordem das palavras, para corresponder a correta expressão ingleza; ' E a palavra era um deus). A frase em Grego Traduzida ' theos on ho logos', traduzida palavra por palavra é ; " um deus era a palavra.' Outrossim, Sr. Paulo Cadi , sabe porque você não refutou as palavras dos seus irmãos Trinitárianos, porque as próprias palavras deles defendem a tradução; " E a palavra era um deus". Eles dizem; " É gramaticalmente possível, não podemos desconsidera-las". Como então Sr. Paulo ir na contramão de Eruditos Trinitários? Teria o senhor a coragem de afirmar, que eles estariam errados? Acho pessoalmente que não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já respondi isso, ali em cima no seu comentário de 23/11/2013, 11:39. O texto de João 1:1 reza: "Theós en HO LOGOS, o artigo HO está indicando o SUJEITO DA FRASE, e além do mais posso citar desde à séculos um numero infinitamente de autoridades geniais que favorecem a posição histórica. Nenhum dos trinitarianos se tornou testemunha de jeová, só se eles começassem a despiroquear da cabeça.

      Excluir
  23. " E a palavra era UM deus" - The New Testament in Greek and English, ( A Kneeland, 1822). - A Literal translation of The New Testament, (H.Heinfetter,1863). - The coption Version of The N.T. ( G.W. Horner, 1911). - Concise Comentary Of The Holly Bible (R. Young,1885). - Das Evangelium nach Johannes (J. Becker,1979). Será que estas Traduções estão todas erradas? Foram publicadas pela Sociedade Torre de Vigia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abner Kneeland, em 1803 tornou-se universalista de pois de paasar alguns anos como pastor batista. Ele permaneceu universalista por 26 anos. Foi durante este período que seu amigo Hosea Ballou o ajudou a acalmar suas dúvidas acêrca da inspiração das escrituras, levando-o a produzir sua tradução do novo testamento. Em 1829 le deixou os universalistas e mudou-se para Boston onde fundou um grupo de livres pensadores. Quando examinando sua tradução, não se pode deixar de notar, certas semelhanças entre ela e o Diaglotão Enfático de Benjamin Wilson. Kneeland traduz João 1:1, "e a Palavra era UM Deus", semelhante a "Versão Melhorada" e Interlinear de Wilson, com a exceção de usar o G maiúsculo para Deus. Em João 20:28. ele traduz?! as palavras de Tomé, "Meu senhor e meu Deus, usando a vírgula para tentar provar que Tomé estava se dirigindo à duas pessoas. Como o Diaglotão Enfático, traduções e notas de rodapé negam a personalidade do diabo e dos demônios. Em Mateus 13:39 se lê, por exemplo: "O inimigo que as semeou é o impostor". A nota de rodapé explica o caso do homem endemoniado assim: "Ele estava delirando e imaginando a si mesmo possesso por um demônio, que era a opinião corrente da época. sua tradução está recheada de exemplos como este. É uma tradução?! com esta procedência que você vem me citar?

      Excluir
  24. The New Testament of our Lord and Saviour Jesus Anointed (J.L. Tomanec,1958). - The Monotessaron;or; The Gospel History According to The Four Evangelistis ( J.S. Thompson,18290. - Das evangelium nach Johannes (S. Schulz,1975). - Newcome 1808, " e a palavra era um deus". - La Bible du Centenaire, La Evangile , Selon Gean, por Maurice Gotchan, 1928, " E a palavra era um ser divino". Sera que estas traduções estão incorretas? Foram produzidas palas Testemunhas de Jeová?

    ResponderExcluir
  25. John Samuel Thompsom, The Montessoram; Baltimore, 1829; " a palavra era um deus". - Goodspeeds; An American Translation, 1939, " e a palavra era divina". - Revised Version-Improved and Corrected, " a palavra era um deus". - Moffat's, A Bíblia, 1972, " O logos era divino." - International English Bible- Extreme New Testament 2001, " A palavra era deus" ( nota; " ou uma Deidade, Divina, a qual é uma tradução melhor, porque o artigo definido Grego não está presente antes da palavra Grega"). - Abner kneeland, The New Testament in Greek and English, 1822,; " E a palavra era um deus". - Belsham N.T. 1809, " a palavra era um deus". E muitas outras poderiam ser citadas! O Jesuita John L. Mckenzie, 1965, escreveu em seu Dicíonario da Bíblia; " João 1;1, deve ser rigorosamente traduzido, " a palavra era um ser divino". As Testemunhas de Jeová concordam plenamente com tal tradução de que o LOGOS ou apalavra é um ser divino. A Divindade de Jesus é enfatizada pelas Testemunhas de Jeová que o consideram a segunda maior pessoa do universo. O próprio Jesus disse; " O pai é maior do que eu ". ( João 14;28). Ao lermos Hebreus 9;24 Paulo escreveu sob inspiração que Jesus entrou no céu para comparecer " PERANTE a face de Deus", por nós. Como pode Jesus COMPARECER PERANTE Deus e ao mesmo tempo ser o Deus Todo-Poderoso diante de quem comparece? . Paulo apóstolo para asa nações escreveu que Deus sujeitou a Jesus todas as coisas, mas é claro que se "EXCETUA" aquele que lhe sujeitou todas as coisas.' (1 Coríntio 15;27). Jesus foi criado (grego arkhe) diz Apocalipse 3;14; " O príncipio da criação de Deus", ( portanto, segundo este verso inspirado, Jesus é parte da criação"). Em harmonia com isso Colossenses 1;15 diz que ele foi o " primogênito de toda a criação". Isto explica porque Jesus foi tentado. (Mateus 4;1). Ao passo que Deus não poder ser tentado" diz Tiago 1;13. Em vista do exposto até agora diretamente da bíblia sagrada fica claro que os Evangelhos e o restante das Escrituras não favorecem a tradução comumente aceita em João 1;1 " E a palavra era Deus", Mas sim e a palavra era um deus". Um manuscrito de 1800 anos escrito no tempo em que o Grego Koine era língua viva reza; " E a palavra era um deus", (Manuscrito Copta). Este pelo menos surpreendeu a muitos críticos ao acusarem a Tradução do Novo Mundo como sendo a "primeira" a verter João 1;1 por; " E a palavra era um deus". Foi o manuscrito Copta escrito Pelas Testemunhas de Jeová? Foi ele produzido pela sociedade Torre de Vigia? Será que a Tradução do Novo Mundo é uma cópia de Outras versões como afirmam alguns, no desespero ao tentar denegrir esta versão? Charles Francis Potter escreveu; " A tradução do Novo Mundo das Escrituras Gregas Cristâs, os tradutores anônimos certamente verteram a partir dos textos dos melhores manuscritos, com habilidade Erudita e exatidão." ( The Faith Men Live By, 1954, page 239). Alexaser Thomsom comentarista bíblico britânico disse sobre a Tradução do Novo Mundo; " Ninguém poderia dizer que é deficiente na sua novidade e ORIGINALIDADE. A sua terminologia não se baseia de forma alguma na de versões anteriores".Portanto, a Tradução de João 1;1 na TNM, é gramáticamente correta, e está em harmonia com todo o contexto Bíblico!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você ao fazer tais citações não está levando em consideração a encarnação do Verbo, que sendo Deus se fez homem. Está fazendo citações soltas sem levar em conta que aquele que existia em FORMA DE DEUS, porque só existe um Deus e ninguém pode se comparar à Ele, se esvaziou de sua forma divina, como Deus. À partir de João 1:1-14 é que se deve entender TODOS os textos que falam da sujeição do Filho ao Pai, coisa que você não fez porque para defender esta heresia ariana tem que passar por cima da encarnação, e quem realmente conhece as escrituras sabe do que eu estou falando, fora outra outra grande heresia jeovísta que é NEGAR A RESSURREIÇÃO DE CRISTO. À propósito, você continua não respondendo as minhas objeções. 1João 5:20: "E sabemos que já o Filho de deus è vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos o que é Verdadeiro; e no que é Verdadeiro estamos, isto é, EM SEU FILHO JESUS CRISTO.<ESTE (outos) É O DEUS VERDADEIRO E A VIDA ETERNA. Repito, o que já disse em meu comentário de 23/11/2013, as 19:44 e que você não respondeu: Você não vai conduzir o debate para o lado que quer, mas vai responder ao meu comentário das 19:44 ou vou ENCERRAR O DEBATE E PROCLAMAR A SUA DERROTA,ENTENDEU?

      Excluir
    2. Errata:Onde diz: "E sabemos que já o Filho de deus...", lêr, "E sabemos que já o Filho de Deus..."

      Excluir
  26. Só um acréscimo ao seu comentário acima: John Samuel Thompsom era um herético universalista, James Moffatt, outro herético que negava o nascimento virginal de Cristo e sua divindade, por exemplo, entre outras coisas . Sobre Abner kneeland, outro herético universalista, e já falei sobre ele no meu comentário das 20:41.

    ResponderExcluir
  27. Podemos afirmar com plena convicção que a Tridade é uma das grandes mentiras da cristandade! Analisemos o seguinte ; Jesus era Judeu, da religião Judaica. Os Judeus sempre foram estritamente Monoteístas, ou seja sempre acreditaram que Jeová era um ser, uma só pessoa, serviram por mais de 1500 anos contando até a chegada de Jesus a Nazaré. Será que durante todo este tempo estavam a adorar um Deus desconhecido deles? NÃO, POIS A TRINDADE É REPUDIADA PELOS JUDEUS COMO HERESIA, SEMPRE FOI! Simplesmente é impossível , Jesus disse claramente sobre a adoração dos Judeus; " nós adoramos o que conhecemos". - João 4;22. Estaria o nosso Senhor Jesus equivocado ao dizer estas palavras? Seria ele mentiroso ao mencionar que ele mesmo era um adorador deste Deus dos Judeus? Ele disse; " NÓS ADORAMOS". Jesus nunca diise que ele mesmo era Deus. Sempre destacou que só existia um Deus verdadeiro, e este era o pai. Observe; ' Isto significa vida eterna , que absorvam conhecimento de ti o "ÚNICO DEUS VERDADEIRO", e daquele a QUEM ENVIASTES JESUS CRISTO". - João 17;1,3. Nosso re Jesus enfatizou algo muito importante, ele complementou dizendo claramente que era um enviado deste, " e daquele a quem ENVIASTES JESUS CRISTO." Alguns continuam argumento que João 1;1, chama Jesus claramente de Deus, e com base nisso acreditam que ele seja o Deus Todo-Poderoso. Será que é isso mesmo que o texto diz? Vejamos; ' O texto mencionado está declarando uma realidade simples; " O verbo era divino"! Por que divino? A palavra grega ali não é théos , que significa Deus? Por que a Trqadução do Novo Mundo inseriu a palavra "UM" antes da palavra théos=Deus? Respondemos; " Pelos mesmos motivos que os Tradutores da Versão de João Ferreira de Almeida Corrigida (Pentecostal) e outras versões Também INSERIRAM A PALAVRA UM, POR EXEMPLO EM JOÃO ;6;70, onde diz a respeito do traidor de Jesus; " UM DE VÓS É UM DIABO". Tal palavra UM não existe nos manuscritos originais, mas sua inserção aqui é Jústificavel? SIM, É, mesmo que a própria versão João Ferreira de Almeida ATUALIZADA não a tenha. A revista de Literatura Bíblica diz expressões " com o predicativo anartro (sem artigo) precedendo ao verbo, têm PRIMARIAMENTE SENTIDO QUALITATIVO". O que significa isso? Significa que Tanto em João 1;1 e João 6;70, a palavra théos e diabolos neste texto, destacam não a indentidade, mas as CARACTERISTICAS do sujeito. Se fóssemos entende que estes textos destacam a indentidade do sujeito logo, poderíamos dizer que Judas era o próprio Diabo, o governante deste mundo. Mas, por ter esta caracteristica, o texto não deve ser traduzido como destacando uma indentidade, como podemos ver, existem eruditos que reconhecem esta realidade. ( Inclusive Trinitárianos). Da mesma forma em João 1;1, se destaca não a indentidade, mas a caracteristica divina do verbo, ele tinha natureza Divina. ' A grande questão é; " Se não existe artigo indefinido ' UM", no grego coine, porque a Almeida e outras traduções inseriram, em ; João 6;70 e Atos 28;6?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Roberto, está difícil refutar 1João 5:20, já que você pelo jeito se recusa responder ao texto. Jesus era judeu no sentido de que veio da tribo de Judá, o Leão da Tribo de Judá e não simplesmente um judeu comum, pecador e que precisa de salvação. O termo judeu, usado para Jesus deve ter o significado mais nobre que se possa encontrar dentro de nossa pequenez. Ele (Jesus), como João, o batista, não eram da religião judaica como você afirmou, que em Seu dia consistiam de fariseus, saduceus e essênios que estavam afundados na apostasia. Não pertenceram a nenhum destes grupos, mas condenaram os fariseus e saduceus chamando-os de filhos do diabo. Está ali nos evangelhos que eu nem preciso fazer as citações. No cado de joão 4:24, o contexto deixa bem claro que Jesus ao afirmar que a salvação vem dos judeus não estava se referindo aos fariseus e saduceus, porque ele (Jesus), afirmou que os tais não conheciam a ele nem a seu Pai. João 8:19 e 8:55. O Senhor Jesus estava se referindo aos verdadeiros judeus desde o tempo de Abraão, onde a palavra Judeu não existia mas ele usou-a dentro de seu contexto. O chamado monoteísmo estrito É UMA HERESIA e não existe no antigo testamento, surgindo no meio judaico alguns séculos depois de Cristo. Os muçulmanos usam falsamente este argumento contra os cristãos. Se o monoteísmo é estrito, então fica excluída qualquer possibilidade de Deus se manifestar em teofanias ao MESMO TEMPO, como na coluna de fogo e sobre o Sinai ou outras ocorrências no antigo testamento. A própria palavra "estrito" é absolutamente exclusivista. Deus seria "um" como o dedo de uma pessoa e ponto final. Como você não conseguiu e nem vai conseguir responder 1João 5:20, partiu para um livro do MESMO autor fazendo ele se contradizer?! Você citou João 17:3, onde o Senhor em sua oração intercessória como MEDIADOR diz: "E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo a quem enviaste'". O conhecimento de Deus, inclui o conhecimento de Jesus Cristo como a revelação de Deus aos homens. "Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu Filho Jesus". 1Jo. 5:12. Isto é uma oração intercessória, e o que é dito não está em oposição a divindade de Cristo, mas aos Falsos deuses; não a Cristo que é chamado de verdadeiro Deus. 1Jo 5:20. No versículo 5, o Senhor Jesus reclama a MESMA glória que tinha com o Pai ANTES da criação do mundo, confirmando NA ORAÇÃO sua divindade, porque Deus não divide sua glória com outros "deuses". Ao contrário do que os jeovístas supõem Jesus afirma sua igualdade com o Pai, antes da criação do mundo, mas atuando como mediador, por isso em oposição a Satanás eseus falsos deuses se dirige a pessoa do Pai como o único Deus verdadeiro mas incluindo-se nesta declaração, porque a vida eterna vem também pelo conhecimento de Cristo que é conhecer o Pai que ele veio declarar. E assim João que estava ali com Jesus entendeu, pois em sua primeira epístola no capítulo 5 e versículo 20, chama Jesus de Deus e de vida eterna que estava com o Pai, em 1Jo 1:2. Se Jesus é chamado de "vida eterna", então ele não teve princípio mas sempre existiu com o Pai. Tanto é que em1 Jo 5:21 João após declarar a divindade de Jesus diz: "Filhinhos guardai-vos dos ídolos. Amém". A mesma oposição o Senhor faz em João 17:3 e não se excluíndo de ser Deus com o Pai, mas atua ali como mediador. continua

      Excluir
    2. Se João 17:3 exclui Jesus, então segundo os testemunhas de jeová, desde que eles ensinam que Jesus é "um deus" ele deve ser incluído na categoria de falsos deuses ou ídolos, pois isto é o principal contraste da passagem. Lembremo-nos que os testemunhas de jeová acreditam que Jesus é "um verdadeiro deus", sómente não o deus todo poderoso. O mais prejudicial é o fato que João 17:3 é admitido pelos testemunhas de jeová como estando diretamente em paralelo com 1João 5:21, onde a frase, "...guardai-vos dos ídolos.." é usada em contraste com o versículo 20 que declara que Jesus Cristo é o verdadeiro Deus e a vida eterna. Isto prova que o contraste em João 17:3, é entre o verdadeiro Deus e os ídolos, e que se Jesus É EXCLUÍDO, então ele é UM ÍDOLO. Quando Jesus se dirigiu ao Pai como único Deus verdadeiro, não estava se excluíndo como mediador mas atuando como intercessor e que os crentes pelo seu conhecimento iriam crêr em sua divindade como fez Tomé, quando em João 20:28 chamou Jesus de DEUS. Mas os testemunhas de jeová devem sair de João 17:3 para evitar a conclusão lógica de que se Jesus não é o verdadeiro Deus, Jesus deve ser um falso deus. Quando os testemunhas de jeová saem de João 17:3 para provar que Jesus não é um falso Deus mas um verdadeiro "deus", da mesma forma nós saímos de João 17:3 para CORRETAMENTE provarmos que Jesus É O VERDADEIRO DEUS. Segundo a lógica dos testemunhas de jeová se João 17:3 exclui Jesus de ser chamado de verdadeiro Deus então: Isaías 44:24 exclui Jesus de ser chamado criador, (todavia Jesus é chamado de criador em João 1:1-3 e colossenses 1:16-17; Isaías 44:8, Deuterônomio 32:4,12, Salmos 62:6, excluem Jesus de ser chamado a rocha. (Todavia jesus é chamado a Rocha em 1 Co. 10:4); Isaías 44:11, 45:21, Oséias 13:4, Judas 25, excluem Jesus de ser chamado nosso salvador. (Todavia Jesus é chamado de salvador em Tito 2:13. Continua...

      Excluir
    3. Se você perguntar para uma criança , se Jesus é "um deus", mas não é o Verdadeiro Deus, que tipo de deus é Jesus, sem ir para outra passagem além de João 17:3 a criança diria que Jesus é um falso Deus. Eu estou pontuando que da mesma forma que os testemunhas de jeová vem acrescentar escritura para escapar a conclusão de que Jesus é um falso "deus", da mesma forma os trinitarianos também usam escritura adicional para mostrar que de fato JESUS É O VERDADEIRO DEUS. Observa-se que os testemunhas de jeová são forçados a admitir que Jesus é um "deus" que NÃO É VERDADEIRO OU FALSO. Tal disparate só vem de uma lógica sem sentido. "...e no que é Verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo<Este é o Deus verdadeiro e a vida Eterna." 1 João 5:20.

      Excluir
  28. Não existe nenhum conflito em as escrituras chamarem Jesus de Deus ou deus,pois o título Deus, foi dado por Jeová até mesmo aos humanos que o representavam aqui na terra. Jesus inclusive usou tal texto para se defender de seus acusadores que o acusavam de blasfêmia, por se fazer igual a Deus, sendo que ele declarou apenas; " Sou filho de Deus". Ele replicou dizendo que Jeová chamava humanos que o representavam de Deus. Salmo 82;6 ; " Eu mesmo disse; ' Vós sois deuses". E todos vós sois filhos do Altíssimo." João; 10;34; ' Jesus respondeu-lhes; " Não está escrito na vossa lei." Eu disse; " vós sois deuses?". Podia então Jesus ser chamado de Deus apenas por representar seu pai, assim como foram outras pessoas chamadas? SIM, obviamente. Observe as palavras de Paulo ao falar sobre os ídolos, destaca que embora hoje os que no céu podem e são chamados de deuses, e isso também na terra ( e Paulo não fala de ídolos nesta declaração, pois não existe ídolos no céu, e nem fala ele de Satanás, pois Satanás nunca foi reconhecido como tal no céu), Ele prossegue; " POIS EMBORA HÁ OS QUE SE CHAMEM DEUSES, QUER NO CÉU, QUER NA TERRA". 1 Coríntios 8;5- Aqui Paulo reconhece assim como Jesus que o T´tulo é qualificativo. - João 10;34. Na sequência, Paulo esclarece sobre a identidade do ser ao qual devemos adorar. " Para nós há realmente " UM SÓ DEUS, O PAI". - Verso 6. - As Testemunhas de Jeová adoram somente a um só Deus, o pai, Jeová, emboram reconheçam que existem outros que podem sim, serem reconhecido como "deuses", como o apóstolo Paulo destacou, mas estes são apenas no sentido de serem representantes divinamente qualificados por Jeová, não por natureza. Adorar outro " Deus" constitui-se heresia e idolatria, uma afronta ao " Único Deus, O PAI." - João 17;1,3. - Os que creem na trindade devem meditar na seguinte pergunta sincera; ' Adoro um deus ou três Deuses? - Meu Deus é uma pessoa ou Três pessoas? Se meu Deus é uma pessoa, como pode ser formado por três pessoas? Se é três pessoas, e cada uma delas é Deus, COMO EXPLICAR QUE NÃO SÃO TRÊS DEUSES? Pode TRÊS DEUSES ser apenas UM DEUS? EXISTE LÓGICA NISSO?

    ResponderExcluir
  29. Alguns tentam nos fazer crer que a Trindade tem lógica, dizem ;" Um dos maiores mistérios que a Bíblia contém é o que trata da Trindade, Três Deuses, distintos, pessoais, mas que ao mesmo tempo são APENAS UM". (Pneumatologia, doutrina do espírito santo, pag,34,- curso de teologia pelo instituto Alpha, Assembléia de Deus). 1 Timotéo 4;1; " Alguns se desviarão da fé, prestando atenção a desencaminhantes pronunciações inspiradas e a ensinos de demônios." A Doutrina da Trindade é uma aversão ao cristianismo puro, é uma heresia pagã enxertada na cristandade apóstata." Jesus era Judeu Adorava a Jeová. Ele veio em nome de seu pai com boas novas, e não uma Teologia. " DEUS NÃO MUDA" - Malaquias 3;6. " NENHUM texto usado pelos defenssores da Trindade prova de fato igualdade em poder, existência e autoridade entre pai e o filho. Só mostram união de próposito e concessão, delegação de poder por parte do pai.' A Grande questão é; " Se não existe artigo indefinido "UM" no Grego Coine, porque a Almeida e outras versões inseriram em; " João 6;70 e Atos 28;6?" Será que não existe uma falta de ética, ao colocar uma lupa em João 1;1, na TNM?

    ResponderExcluir
  30. Você ao usar a palavra "deus" para o Senhor Jesus o coloca no contexto dos profetas do antigo testamento. Está ERRADO. "Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, (os "deuses" `a quem veio Sua palavra), a nós falou-nos nestes últimos dias pelo FILHO. Hebreus 1:3. "Mas do Filho diz: Ó "Deus", o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos..."Hb.1:8; No verso 10: "E tu "Senhor, no princípio fundaste a terra e os céus são obras de tuas mãos..." Os versos 10 e 11 de hebreus 1, é uma citação do Salmo 102:25-26 e o escritor de hebreus aplica o tetragrama a pessoa do Senhor Jesus, confirmado o Filho como DEUS. O Pai, como já mostrado chama o Filho de DEUS. A trindade é tratada como mistério revelado mas não plenamente compreendido, assim como é um mistério a existência de Deus. O mistério consiste em que Deus muitas vezes é alógico,ou seja, devido a sua grandeza, além da nossa lógica humana. Doutrina de demônios é a dos jeovístas que NEGAM A RESSURREIÇÃO DE CRISTO, PROÍBEM A TRANSFUSÃO DE SANGUE torcendo as escrituras para defender esta imundície. EmDeus 1 Co. 8:5, Deus, o Pai é apresentado como único Deus em oposição aos falsos deuses, mas não em oposição ao Senhor Jesus. A divindade de Cristo é ensinada neste texto como mediador, o verbo feito homem, em oposição aos falsos senhores deste mundo. Se este texto exclui Jesus de ser Deus, então também exclui Deus, o pai de ser Senhor, o que nao é verdade já que em outros textos o Pai é Chamado de Senhor, assim como o Filho é chamado de Deus. Jesus era judeu porque veio, segundo a carne da linhagem da tribo de Judá. Mas não foi o sangue de um judeu que foi derramado por mim na cruz, mas o sangue do Filho de Deus, se você puder entender isso. Jesus não é chamado de Deus por representar seu Pai, como você pretendeu afirmar, mas sim porque é a origem (protótokos) de todas as coisas, A VIDA ETERNA que estava com o Pai e nos foi manifestada no tempo. 1Jo. 1-2. Você não respondeu ao texto de 1Jo 5:20 onde o Senhor Jesus é chamado expicítamente de Deus. Você está em êrro e é melhor reconsiderar suas crenças. Se Jesus não é o verdadeiro Deus como afirma 1Jo. 5:20 e é "um deus" coisa que ele NUNCA SE CHAMOU, mas sim FILHO DE DEUS e aceitou adoração e também ser chamado por Tomé de DEUS então ele seria um FALSO deus, pois João o chama de DEUS em 1Jo. 5:20 em acôrdo com João 1:1. Quem usou a expressão "um deus" para Jesus foram os apóstatas jeovístas, unitarianos, unversalistas, arianos, cristadelfianos etc. Você disse: "Será que não é falta, ao colocar uma lupa em João 1:1, na TNM?" Falta de ética querr proíbir que pessoas em hospitais recebam transfusão de sangue porque um maluco leu na bíblia a proibição de abster-se de sangue animal na alimentação e aplicou isto a algo completamente diferente que é SALVAR VIDAS HUMANAS. Isto não é falta de ética mais CRIME, tanto é que juízes tiveram que tirar o pátrio poder de pais jeovístas, para salvar a vida dos filhos destes. Você realmente NÃO TEM NOÇÃO DO QUE DIZ. Se não responder 1Jo. 5:20, agora, definitivamente encerro o debate, pois já lhe PROVEI por a+b que Cristo é Deus.

    ResponderExcluir
  31. Por acaso Sr. Paulo Cadi, o senhor é o administrador deste site? Que pretensão é essa da sua parte, agindo como se mandasse neste site? Do que tem medo? Não é chegada a hora para explicar 1 João 5;20, tudo no momento certo, mas irei adiantar que nem todas as traduções ou eruditos ,léxicos , concordam com aforma de tradução que o senhor postou! Mas, para os que gostam da verdade(João 8;32), observem; O livro de Êxodo 7;1 diz; " Por conseguinte, Jeová disse a Moisés; " VÊ EU TE FIZ DEUS, para Faraó, e Arão, teu próprio irmão, se tornará teu profeta" Moisés, foi feito por Jeová um Deus falso ou Verdadeiro ? Estaria ele passando por cima do seu próprio mandament; " Não se deve ter outros Deuses em oposição a minha pessoa? - Êxodo 4;16 ; "E ele tem de falar para ti ao povo; e tem de dar-se que lele te servirá de boca; e tu lhe servirás de DEUS." As mesmas perguntas se aplicam neste caso. - Salmo 82;6 ; " Deus se põe de pé na assembleia do Divino. Julga no meio dos DEUSES." Por que a Bíblia chama os anjos de Deuses? Salmos 86;8; " Não há nenhum igual a ti entre os Deuses, (anjos, Bíblia de Estudo Almeida), ó Jeová.Nem há quaisquer trabalho, iguais aos teus." As mesmas perguntas se aplicam! Procure, companheiro, estudar mais profundamente sobre Elohim, Théos, e encontrará a verdade!

    ResponderExcluir
  32. Você não respondeu o texto de 1Jo 5:20 porque este texto diz EXATAMENTE O QUE ESTÁ ALI. A sua hora de responder está demorando a chegar, desde a primeira vez que citei este texto que prova unequivocamente que CRISTO È DEUS, fora os outros de Hebreus 1 que eu citei em meu comentário você como não vai ter como responder está recorrendo a comparações ERRADAS como está que fez aí. O livro de hebreus ensina que jesus Cristo é INFINITAMENTE SUPERIOR A MOISÉS, portanto as comparações que fez não procedem., inclusive já as respondi e você continua teimando para enxergar a VERDADE DA PALAVRA. SE não responder ao texto de 1Jo. 5:20 o debate está pelo menos comigo encerrado e você PERDEU porque está tentando defender uma heresia à séculos refutada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só mais uma coisa, você está nesta tentativa infrutífera de defender esta heresia ariana, torcendo as escrituras quanto à Êx. 7:1. Moisés foi comissionado por Deus para agir em seu lugar (de Deus) sómente para faraó. Ele não era Deus por natureza, mas um homem como todos os outros. O livro de hebreus afirma assim como a torah que Moisés era servo de Deus, um homem que teve de esperar o calv´rio como todos os outros. Você deve saber o sentido correto desta passagem, mas está deliberadamente torcendo-a para defender seu ponto de vista. Moisés NUNCA foi transformado em Deus ms tinha a procuração pra agir diante de faraó com a autoridade de Deus. Não torça as escrituras; os seus argumentos já foram refutados para qualquer leitor inteligente que ler as minhas respostas a sua heresia. Se alguém tem medo, deve ser você que está evitando responder hebreus 1:8 em diante e 1Jo 5:20.

      Excluir
  33. Elohim, não é como dizem muitos ; " Um dos nomes de Deus". Nada disso!" Eloim em Hebraico é equivalente a palavra Deus, ou deus" em português.E não se refere apenas ao Deus supremo. Ou seja, não é espécifica, mas assume um caratér de um substantivo comum na Bíblia. (Obs; Elohim em hebraico é equivalente a théos em grego. Tenha em mente que o Velho Testamento foi escrito em Hebraico e o Novo em Grego.). Os Judeus por exemplo; Acreditavam que existiam vários deuses légitimos. Os Judeus ou israelitas foram um povo pactuado com Jeová(IHVH) e como tal reconheciam que o termo Deus/deus", não era uma palavra espécifica para designar o Deus Todo-Poderooso. Por exemplo, Moisés foi chamado de Deus/deus em Êxodo 7;1. A questão é ; " Quem chamou moisés de ELOHIM (Deus)?" Como podemos ver no texto foi o próprio Jeová Deus que considerou Moisés Um deus. Não foi do ponto de vista de Faráo ou outro, mas o próprio Deus Todo-Poderoso o " tornou poderoso" em ações e palavras, o que fez dele um Deus." Devido a posição e poderes delegados pelo Deus Todo-Poderoso. Moisés foi considerado um Deus/deus. É bom lembrarmos que este detalhe de mencionarmos a palavra Deus com letras maiúsculas ou minúsculas é inrrelevante para a avaliação do ponto de vista filólogico, visto que em hebraico antigo e grego koine, não se fazia diferenciação, entre letras maiúsculas ou minúsculas. Portanto, se Moisés foi chamado de Deus em Hebraico em Êxodo 7;1, isso implicava que ele possuía poderes ao seu dispor que o colocava em posição elevada em relação a seus contemporâneos. Deus disse a Moisés neste verso; " Vê eu te fiz Deus (heloim), para Faraó, ao passo que Arão teu irmão te servirá de profeta." A Tradução New Standard Bible, verteu esta passagem da seguinte maneira; " Vede , eu te faço Deus para Faraó, e teu irmão Arão será teu profeta." Por receber poder divino ou autoridade dada por Jeová(IHVH). Moisés foi chamado de Deus (elohim). Os anjos são chamados de Deuses, os Juízes foram chamados de Deuses, todos são deuses por concessão de Jeová, assim como o Cristo é Um deus", Mas o Deus Todo - Poderoso, só existe um , Jeová. (IHVH).Conseguirá tu anular o significado de Eloim (hebraico) e théos (grego) , anulando assim passagens inspiradas da palavra de Deus?

    ResponderExcluir
  34. Em 1João 1:2 Cristo é chamado de AIONIOS ZOE ou VIDA ETERNA QUE estava com o Pai. Então Jesus é ETERNO como o LOGOS de Deus. Ele é o primogênito ou PROTÓTOKOS, como origem de toda a criação. O LOGOS não foi criado mas existe com Deus eternamente. Não se pode falar nem de longe isto de Moisés. O livro de Hebreus impede que se façam comparações do tipo que você fez, pois traz a nova aliança que estava na mente de Deus como LOGOS desde a eternidade. 10, 9, 8,7,6,5...Você vai responder 1Jo 5:20 ou não?

    ResponderExcluir
  35. Que refutação mais pobre. Muitas falácias e e textos bíblicos descontextualizados. Como a "igreja" evangélica consegue crer nessa doutrina que mais parece uma aberração pagã cristianizada. Não sou TJ, mas não é preciso ser um para perceber, via a leitura cuidadosa, simples e exegético, da BÍBLIA, que essa doutrina não passa de uma aberração que distorceu a ao longo dos séculos a compreensão simples das escrituras sobre quem é DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Refute o que escrevi se tiver capacidade e não venha aqui só prá fazer côro com ESSA gente que quer proíbir a transfusão de sangue, NEGA a ressurreição de Cristo, marcou várias vezes a data para o fim do mundo etc etc etc. REFUTE MEUS ARGUMENTOS QUE ESTÃO TOTALMENTE FUNDAMENTADOS NA BIBLÍA e não fique em volta como mosquito zumbindo nos ouvidos dos outros. ENTENDEU?

      Excluir
  36. Agradecemos por sua descoberta... vc precisa agora dizer isso para toda Igreja Cristã que não percebeu isso, tão simples...

    ResponderExcluir
  37. Muitos teológos e apologistas modernos negam a existência de outros chamados deuses. Ou dizem que tais deuses só podem ser "deuses falsos", uma vez que a Bíblia diz que existe apenas "um único deus verdadeiro". Contudo os primitivos Judeus usavam a palavra " Deus" (Hebraico=Elohim, Grego=Théos) para se referirem a tudo que possui poder ou exerce poder sobre outros ou alguma criatura com poder concedido por Jeová, o Ser Supremo, indentificado nas escrituras pelo tetragrama (IHVH). Os Judeus não viam nisso uma contradição. As passagens citadas da Bíblia possuem declarações explicitas, onde certos deuses são considerados deuses legitimos devido ao poder concedido pelo Deus Todo-Poderoso. Jesus ao chamar seu pai , de o único deus verdadeiro, não estava excluindo totalmente outros de serem considerados deuses legitimos. Temos que tomar cuidado e evitar formar teologia a partir de uma declaração que não seja globalmente Bíblica. Por exemplo, os fariseus disseram, numa discussão com Cristo, que temos " um só pai, Deus". (João 8;41). Pouco antes havia falado; " Nosso pai é Abrãao". (João 8;39). Significa que declarações exclusivas nem sempre são literalmente assim. Se considerarmos as palavras ao pé da letra chegaremos a conclusão que Abrãao era Deus e que Deus era Abrãao, visto que os fariseus chamaram a ambos de pai. E pior ainda disseram que não tinham outro pai a não ser Deus.De modo similar, Jesus ao dizer que o seu pai é o único deus verdadeiro, não estava dizendo que todos ou outros deuses eram falsos e sim enfatizando que o seu pai é " O Deus Supremo em relação a outros que podem assim ser chamados. De fato observe o que diz 1 Coríntios 8;5,6, afirma que há muitos deuses, dai o texto diz; " Quer nos céus, quer na terra". Em harmonia com isso o Salmo 8;5 chama os ' ANJOS PODEROSOS DE DEUSES" ao usar a palavra hebraica " ELOHIM". ( obs; " muitas versões usam a palavra DEUS, ou DEUSES, no hebraico ocorre a palavra elohim, se alguma versão optou por verter anjos, ela está parafraseando igual fez a LXX citada por Paulo"). ELOHIM significa; "(1) Deus,deus, deuses. (2) governantes, juízes ,anjos. (3) Pi. intensivo. -deus,deusa. (http:.// biblialheritage.org/Linguistic/HL/1-A/-elohiym.htm) - Palavra ELOHIM segundo a definição do respeitado Brown Driver Briggs, Léxico Hebraico-Inglês; (1) governantes, juízes, quer como representantes divinos em lugares sagrados ou como refletindo majestade divina e poder.(2) divinos, seres humanos poderosos, incluindo Deus e anjos. (3) anjos. O Salmo 82;1 prossegue na mesma linha; " Vós sois Deuses e todos vós sois filhos do Altissímo" . Estes inúmeros textos evidenciam que a palavra hebraica "Elohim" " Deus" ou "deuses" é aplicada pelos judeus primitivos tantos em escritos da Bíblia Sagrada como também em escritos extras Bíblicos como se referindo a deidades secundárias sem que isso comprometesse o monotéismo judaico.

    ResponderExcluir
  38. A concordância Análitica de Young da Bíblia, Eerdmans,1978 Reprint, " Dicas e ajuda a interpretação da Bíblia", explica sobre a palavra Deus; " " 65" Deus; - É usada referente a qualquer um( professadamente) PODEROSO, sendo verdadeiro ou não, e é aplicada não somente ao verdadeiro Deus, mas aos falsos Deuses, magistrados, juízes, anjos, profetas, etc, por exemplo - Ex. 7;1 ; 15;11 ; 21;6 ; 22;8,9; Salmo 8;5 ; 45;6 ; 82;1,6 ; 97;7,9... João 1;1, ; 10;33,34,35 ;20;28." A Bíblia Trinitária de Estudo NIV STUDY BIBLE, ZONDERVAN, 1985, diz-nos; " Na linguagem do antigo testamento, governantes, juízes, como agentes do Rei celestial, podem receber o titúlo honorifico de "Deus", ou ser chamado de filho de "Deus" - Nota do Salmo 82;1 E, na nota do Salmo 45;6, o mesmo estudo da Bíblia nos diz; ' Neste Salmo que elogia o Rei (israelita), não é impensável que ele seja chamado de " deus", como título de honra (cf. Isaías 9;6). - O Novo Dicíonario de Teologia do Novo Testamento, Zondervan,1986, diz-nos; " A razão pela qual os juízes são chamados de Deus' no Salmo 82, É que eles tem um cargo de Administração do juízo de Deus como " filhos do Altissímo". No contexto do Salmo. Os homens em questão não conseguiram fazer isso, por outro lado, Jesus cumpriu o papel de um verdadeiro juiz, como ' UM deus" e " filho do altissímo". - Vol. 3, p. 187. Portanto, a tradução em João 1;1, " A palavra era UM deus", é correta, e está em harmonia com os significados de ' Elohim=Hebraico, Théos = Grego,, e com todo o contexto Bíblico.

    ResponderExcluir
  39. Por que é tão difícil ver que a Trindade é um ensino pagão? Simples, a Bíblia responde a esta pergunta; " O deus(théos), deste mundo tem cegado as mentes dos incrédulos, para que não penetre o brilho da iluminação das gloriosas boas novas a respeito do Cristo.' (2 Coríntios 4;4).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já não basta o que escrevi, ou você não entende o que lê. Você gosta de ficar fazendo citações de dicionários, léxicos e os cambau! Você aceitou o que lhe disseram: "A trindade é pagã e ponto". 4,3,2...vai responder 1Jo 5:20 ou não?

      Excluir
  40. Podemos ver que; " O Uso da palavra théos em grego sendo o equivalente sendo o equivalente de Elohim por parte dos escritores dos chamado Novo Testamento reflete o mesmo conceito Judaico. Em João 1;1; 20;28 e Hebreus 1;8. - Ao lermos o Salmo 8;5, na LXX (Septuaginta, uma versão do V.T. traduzida para o grego), veremos que esta verteu a palavra hebraica elohim (Deus,deuses) por ANJELOS , ou anjos. Poderá consultar a concordância Exaustiva de Strong e ver por si mesmo que a palavra ELOHIM que aparece neste versículo é aplicada a magistrados, anjos e outros além do Deus Todo- Poderoso Jeová. De fato o nome Jeová indentifica o ser supremo e Aquele que é chamado de o " Único Deus Verdadeiro", em João 17;3.É evidente visto que Jesus usou a expressão Único Deus Verdadeiro, não excluem outros de serem chamados de Elohim ou Deus. Temos que tomar cuidado a isolar textos bíblicos a fim de formar opinião teólogica. Ademais há na Bíblia declarações que indicam que exclusões nem sempre devem ser tomadas ao pé da letra. Como vimos acima na discussão com os fariseus registradas em João 8;39, Jesus ouviu os líderes religiosos dizerem; " NOSSO PAI É ABRÃAO" Poucos versículos depois ( v.41), os mesmos fariseus disseram; " Não nascemos de fornicação; " Temos um só pai Deus." Portanto, eles disseram que tinham somente um pai. Isso excluia Abraão de ser chamado de pai por estes? Não! De modo similar, Jesus chama seu pai de "Único Deus Verdadeiro", contudo isso não exclui outros de serem chamados de "deuses" sem que estes sejam deuses falsos." Isto comfirma porque Jesus é chamado de "Um deus em João 1;1".

    ResponderExcluir
  41. José Roberto, você vai responder ou não 1Jo 5:20 onde o apóstolo afirma categóricamente que Jesus, O Cristo É O DEUS VERDADEIRO. Ante se aparecer Charles Taze Russel, onde estava a Igreja de Deus? Todos os santos,martíres, teólogos,etc de todos os tempos com biografias maravilhosas estavam errados e Deus foi iluminar um cara como Russel, de caráter duvidoso, que traia a mulher etc. Você já leu a história desse sujeito. Os homens de Deus, como davi, pecaram mas se arrependeram amargamente. Agora esses fundadores de seitas são tipo psicopatas que fazem tudo errado e não mostram o minímo sinal de arrependimento. Esssa liderança jeovísta esta cheia de escândalos desde o começo dessa organização. Reconsidere sua posição, leia biografias de homens de Deus do passado, abra a biblía com muita oração que será muito melhor para você.

    ResponderExcluir
  42. Em Gênesis 35;2,4; Êxodo 12;12; ' Vemos a ocorrência de plural numérico em elohim, a saber, Elohê, que significa deuses. Esta é a palavra hebraica espécifica para indicar uma pluralidade numérica a ser distinguida de Elohim. Gramática Hebraica de Gesenius, pag.399. Existem muitos conceitos equivocados perpetuado por " doutores" e "pastores modernos", hoje em dia homens com Robert Bowman que só sabe publicar livros contra as Testemunhas de Jeová e dedica a sua vida a persegui-las em suas palestras, afirma que só existe " um Deus" e que todos os outros são " Deuses falsos". Isso não é de forma alguma o que as Escrituras Sagradas revelam e nem mesmo léxicos respeitados como os que foram citados acima, concordam com esta posição. Ocorre que estes religiosos modernos sutilmente e de maneira enganosa enxertam suas idéias e tradições religiosas em seus cultos religiosos. Muitos destes quando eram garotos ouviram pais católicos repetirem a frase " Deus é um só". Embora saibamos que tal frase quer dizer que o " Verdadeiro Deus é apenas um ser, e que um ser supremo é apenas um, na verdade acaba passando outra idéia. A que não existem outros deuses légitimos e que são assim chamados sem que esses sejam " falsos deuses". Observe o que afirmou Lord Saga um versátil apologista das Testemunhas de Jeová; " Seria Jesus um Deus falso? Visto que na Bíblia só há um verdadeiro ( Isaias 43;10)?" - Continua dizendo; " Que pensamento bobo. Isaías 43;11 diz que apena Deus é Salvador. Então os juízes Bíblicos que salvaram o povo de Israel das mãos dos filisteus eram " Falsos Salvadores" ? ( Juízes 2;16 ; 3; 9,15; 1 Samuel 10;19.) - A Bíblia diz que Jesus é o filho único de Deus. (João 3;16) - Os anjos são falsos filhos de Deus? (Jó 1;6; 38;7). - A Bíblia diz que apenas Deus é pai. (Mateus 23;9). - Então o pai do Luiz é um falso pai?" - Mateus 23;9- " Além Disso não chameis a ninguém na terra de vosso pai, pois um só " É O VOSSO PAI CELESTIAL". - Questões do superlativo divino do senhor Jeová Deus, pai -" - Quando a Bíblia diz que o pai é o único Deus. (João 17;3, 1 Coríntios 8;5,6). - Não impedem que os outros sejam chamados de deus, mas significa que ele é Deus em certo sentido ou num patamar superlativo em que SÓ ELE É". Também é assim com termos como Pai, Salvador, Bom, Santo, Sábio. Outros também são pais, salvadores , bons, santos ou sábios, mas em sentido diferente do que (somente) Deus é.Portanto, como vimos a pergunta acima revela um equivoco teólogico enraizado na mente dos que se deixaram moldar pela tradição religiosa e não por exatidão na adoração de Deus. De fato a palavra Deus/deus é usada nas escrituras como um substantivo comum.Isto comfirma porque Jesus é chamado de " UM " deus em João 1;1.

    ResponderExcluir
  43. 1 João 5:20 é consistente com qual das duas traduções? "...e o Verbo era Deus ou ..."e o Verbo era "um deus"? Se Jesus é Deus Vedadeiro segundo palavras do próprio apóstolo João, então ele não pode ser o DEUS VERDADEIRO e "um Deus ao mesmo tempo. Você ainda não respondeu a 1 João 5:20.

    ResponderExcluir
  44. Respostas
    1. Você acabou de cair no politeísmo. Transformou jesus num "deus" de segunda categoria e que ainda RECEBE ADORAÇÃO e não está respondendo NADA, só está atacando. No livro de hebreus, o tetragrama é APLICADO A JESUS, pois cita o salmo 102:25-26. Paulo, também diz em Colossenses 2:9 que em Cristo habita TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE CORPORALMENTE, refutando a heresia jeovísta que NEGA A RESSURREIÇÃO DE CRISTO e o seu tosco arianismo.

      Excluir
  45. Observe o que diz a Obra Estudo Perspicaz das Escrituras citando Dicíonarios respeitados; " O Título Deus , não é nem pessoal,nem distintivo, (alguém pode até mesmo fazer do seu ventre um Deus diz; " Filipesses 3;19). Nas Escrituras Hebraicas, a mesma palavra (Elo-him) é aplicada a Jeová, o Verdadeiro Deus,, e também a deuses falsos, tais como Dagon, o deus filisteu ( Juízes 16;23,24 ; 1 Samuel 5;7) e Nisroque, deus assírio. ( 2 Reis 19;37). Caso um hebreu dissesse a um filisteu ou a um assírio que ele adorava a Deus ( Elo-him), isso obviamente não bastaria para indentificar a pessoa a qual se dirigia a sua adoração." Até mesmo o inimigo da vida eterna é chamado de " Deus" (grego-th´eos) em 2 Coríntios 4;4. Nos artigos sobre Jeová, The Imperial Bible - Dictionary ( O Dícionario Bíblico Imperial) ilustra belamente a diferença entre Elohim (Deus) e Jeová. A respeito do nome Jeová diz";" É em toda parte, um nome próprio, indicando um Deus pessoal, e somente ele; ao passo que ELOHIM ASSUME MAIS O CARÁTER DE UM SUBSTANTIVO COMUM, indicando, em geral,deveras, o supremo, mas não necessária ou uniformemente. O hebreu talvez diga o Elohim, o verdadeiro Deus, contrapondo-o a todos os deuses falsos; mas ele jamais diz o Jeová, pois Jeová é unicamente o nome do verdadeiro deus.Ele diz, vez após vez, meu Deus; mas jamais meu Jeová, pois quando ele diz meu Deus, quer dizer Jeová. Ele fala do Deus de Israel, mas jamais do Jeová de Israel, pois não existe nenhum outro Jeová. Ele fala do Deus vivo, mas Jamais do Jeová vivo, pois só pode conceber Jeová como estando vivo." - Editado por P. Fairbairn, Londres, 1874, Vol. 1, p. 856." Fica claro então após tal análise cuidadosa, que a palavra " Deus" em hebraico Helohim e em Grego Théos não é o que dizem muitos dos chamados Cristãos ou Teológos em sua maioria. Eles estão distanciando as pessoas do " conhecimento exato" (epgnosis) que Paulo tanto alertou que é necessario pra todos nós alcançarmos a Salvação de Deus por intermédio de Jesus Cristo. ( 1 Timotéo 2;4), Colossenses 1;9, Filipensses 1;9. As muitas desculpas para se evitar usar o nome de Deus por removê-lo de suas traduções da palavra de Deus não convence. Ao lermos informações valiosas como estas sobre; (elohim/théos), venhamos a entender que o Ser Supremo Tem um Nome que o diferencia dos outros deuses. Davi e outros servos de Deus no passado, usavam o nome dele todo o tempo não somente na conversa diária, como também ao escreverem a Bíblia sob inspiração divina, diferenciando-o dos outros Elohim-Hebraico, Théos-Grego (Deus/deuses)." Isto comfirma porque Jesus échamado de "UM" deus em João 1;1.

    ResponderExcluir
  46. Você não notou ainda que essa idéia jeovísta já foi pro espaço?
    A pronúncia do nome de Deus no velho testamento, ninguém sabe.
    O tetragrama, no antigo testamento, dá lugar ao nome de Deus na nova aliança: JESUS. "NÃO EXISTE OUTRO NOME dado debaixo do céu pelo qual importa que sejamos salvos", como diz em at. 4:12. Os fariseus, ameaçando os apóstolos "disseram-lhes que absolutamente não falassem, nem ensinassem, NO NOME DE JESUS". At. 4:18. "Mas recebereis o poder do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis TESTEMUNHAS, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra." At. 1:8. Portanto, TESTEMUNHAS DO SENHOR JESUS, de sua ressurreição e não "testemunhas de jeová", nome que nem é citado no novo testamento, pois foi substítuido pelo nome humano do LOGOS, Jesus, o nome de salvação de Deus. "E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei TUDO EM NOME DO SENHOR JESUS, dando por ele graças a Deus Pai." Colossenses 3:17. O próprio título "testemunhas de jeová", é anti evangelho, e os filhos de Deus levam sobre si o nome de Jesus, O Cristo. Cite 1Jo. 5:20 e explique.

    ResponderExcluir
  47. Quem fez a diferenciação entre Jeová(Elohim) e os outros deuses(Elohim), foi o The Imperial Bible - Dictionary, e não as Testemunhas de Jeová, se você acha que a Citação do Diciónario estar errada, ou que eles estão errados, então que o Sr. os questionem, e prove que eles estão errados! A Bíblia é muito simples , quando Jesus perguntou aos seus apóstolos dizendo; " E vós quem pensais que eu sou", Pedro disse; " Tu és O CRISTO, O FILHO DO DEUS VIVENTE". Lembrando que a palavra Cristo significa UNGIDO. Jeová nunca foi, e nunca jamais será ungido por alguém! Poís é o Deus Todo- Poderoso quem unge! Isso só mostra que Jesus é um deus, por concessão do seu pai, isto está em harmonia com João 1;1, " E A PALAVRA ERA UM DEUS" (2) ELE (JESUS) ESTAVA NO PRÌNCIPIO COM DEUS". (Mateus 16;16). OS próprios eruditos Trinitários (seus irmãos) reconhecem isso. Se você acha que eles estão errados,que diga isso para ele, com argumentos e provas. (Eu pessoalmente acho Difícil).O Melhor amigo da Verdade é o Tempo!

    ResponderExcluir
  48. Já observamos que as Traduções Trinitárianas, inseriram o artigo indefinido "UM", em Atos 28;6 e , João 6;70, mesmo não existindo nas cópias dos originais, pois no Grego Coné a qual foi a língua nativa usada para se escrever o Novo Testamento, não existe artigo indefinido.Quer dizer também de outro texto espúrio (sujo) que não se encontram em cópias dos manuscritos originais, mas que foi inserido por Traduções Trinitárianas com o objetivo de dá apoio a doutrina da Trindade! De qual texto estamos falando; " 1 João 57; ' Três são os que testificam no céu, o pai, a palavra , e o espírito santo, e estes três são UM". (AL). Este texto foi inspirado por Deus, ou é um acréscimo posterior? O que dizer destas traduções, podemos confiar nelas?que acrescentou um texto para dar apoio a uma crença inexistente na Bíblia, a saber a Trindade?

    ResponderExcluir
  49. Eu estou lhe solícitando a citação e explicação de 1Jo 5:20 e não de 1Jo. 5:7. Até agora você não respondeu.

    ResponderExcluir
  50. "Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna". - 1 João 5;20. - Jeová o pai do nosso Senhor Jesus Cristo, é o verdadeiro Deus. Ele é o criador, aquele que dá vida eterna aos que os amam. É assim que muitos que lêem e acreditam na Bíblia responderiam a pergunta acima (Quem é o verdadeiro Deus e a vida eterna?), De fato o próprio Jesus disse; " Isto ,significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviastes, Jesus Cristo." No entanto, muitos que vão a igreja entendem as palavras acima de modo diferente. Elas, se encontram em 1 João 5;20 que diz; " Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna."(AL) Alguns afirmam que tais palavras referem-se a Jesus e, por isso, prova que ele é Deus. Os que creêm na doutrina da trindade, afirmam que o pronome demonstrativo "este" (hoútos) refere-se ao nome que o antecede, Jesus Cristo. Afirmam que Jesus é, " O Deus verdadeiro e a vida eterna", No entanto, essa interpretação está em conflito com o restante das escrituras. E muitos Eruditos respeitados não aceitam este conceito Tinitarista. O Erudito , B.F. Westcott, da Universidade de Cambridge, escreveu; " A preferência mais natural ( do pronome hoútos) não é ao sujeito mais próximo, mas ao predominante na mente do apóstolo". De modo que o apóstolo João pensava no pai de Jesus. O Teólogo Alemão Erich Haupt escreveu; " É preciso determinar se o (hoútos) usado na próxima preposição se refere ao sujeito próximo, ou imediatamente precedente, ou ao antecedente mais distante, Deus, Ser o texto um testemunho a respeito do verdadeiro Deus, em vez de uma demonstração da divindade de Cristo, parece esyar mais em harmonia com a advertência final contra ídolos." Até mesmo a Obra Análise Gramatical do Novo Testamento em Grego, publicada em inglês pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma, declara; " (Hoútos) como climax dos (versículos) 18-20 é quase certo que se refere ao Deus real e verdadeiro, (em) oposição ao paganismo, v.21". Muitas vezes hoútos, em geral traduzido este, não se refere ao sujeito imediatamente anterior na frase. Outros textos Bíblicos ilustram o ponto. Em 2 João 7, o mesmo apóstolo e escritor da primeira carta escreveu; " Muitos enganadores sairam pelo mundo afora, pessoa que não confessam Jesus Cristo vindo na carne. Este (hoútos) é o enganador e o anticristo." Aqui, o pronome não pode referir-se ao que ao que vem imediatamente antes - Jesus. É óbvio que "este" referem-se aos que negam a Jesus. Eles são chamados coletivamente de " O enganador e o Anticristo".

    ResponderExcluir
  51. " O apóstolo João escreveu no seu evangelho; " André, irmão de Simão Pedro, foi um dos que ouviram o que João dissera e que seguiram a Jesus. Este (hoútos), primeiro, achou o seu próprio irmão Simão". (João 1;40,41). É evidente que este não se refere a última pessoa mencionada, mas a André.Em 1 João 2;22, o apóstolo usa o mesmo pronome de modo similar. Lucas usa o pronome de forma parecida, comforme se vê em Atos 4;10,11; " No nome de Jesus Cristo, o nazareno, a quem pregastes numa estaca, mas a quem Deus levantou dentre os mortos, por esse é que este homen , está aqui são em pé diante de vós. " Esta (hoútos) é a pedra que por vós, construtores, não foi levada em conta, que se tornou o principal do ângulo." O pronome "esta", claramente não se refere ao homem curado, embora ele fosse mencionado logo antes da palavra hoútos. Certamente, "esta" no versículo 11 se refere a Jesus Cristo, o nazareno, que é a pedra angular sobre a qual a congregação cristã está construida." - Efésio 2;20; 1 Pedro 2;4-8. Atos 7;18,19, também ilustra este ponto; " Levantou-se um rei diferente sobre o Egito, que nada sabia sobre José. Este (hoútos) usava de estadistíca contra a nossa raça." " Este", que oprimiu os Judeus, não era José, mas Faraó o Rei do Egito." Essas passagens confirma a observação feita pelo Erudito Grego Daniel Wallace que disse que; " NO CASO DOS DEMONSTRATIVOS GREGOS, O QUE TALVEZ SEJA O ANTECEDENTE MAIS PRÓXIMO NO TEXTO PODE NÃO SER O ANTECEDENTE MAIS PRÓXIMO NA MENTE DO AUTOR."

    ResponderExcluir
  52. O " Verdadeiro", comforme o apóstolo João escreveu, o " Verdadeiro" é Jeová, o Pai de Jesus Cristo. Ele é o único Deus Verdadeiro, O Criador". O apóstolo Paulo escreveu; " Há realmente um só Deus, o Pai , de quem procede todas as coisa." ( 1 Coríntios 8;6 ; Isaías 42;8). Outro motivo de Jeová ser " O Verdadeiro', mencionado em 1 João 5;20, é que ele é a fonte da verdade. O salmista chamou Jeová de " Deus da verdade", porque ele é fiel em tudo o que faz e não pode mentir. ( Salmo 31;5 Êxodo 34;6; Tito 1;2) Referindo-se ao seu pai celestial, o filho disse; " Tua palavra é a Verdade." E a respeito do seu próprio ensino, Jesus declarou; " O que eu ensino não é meu, MAS PERTENCE AQUELE QUE ME ENVIOU". João 7;16; 17;17. - Jeová é também vida eterna. Ele é a fonte da vida, Aquele que a dá com dádiva imerecida por meio de Cristo. (Salmo 36;9) (Romanos 6;23). É significativo que o apóstolo Paulo disse que "Deus é o recompensador dos que seriamente o buscam". ( Hebreus 11;6) . Deus recompensou seu filho por ressucita-lo dentre os mortos, e o Pai dará a recompensa de vida eterna aos que O servem de todo o coração." Atos 26;23 ; 2 Coríntios 1;9. Portanto, a que conclusão chegamos? Que Jeová e ninguém mais é ; " O Deus verdadeiro e a vida eterna". Somente ele merece receber a adoração exclusiva de suas criaturas. - Revelação (Apocalipse) 4;11."

    ResponderExcluir
  53. 1 João 5;20 (NM) nos diz; ' Mas, sabemos que o filho de Deus veio e nos deu capacidade intelectual para podermos obter conhecimento. E nós estamos em união com o verdadeiro, por meio do seu filho Jesus cristo. Esse é o verdadeiro Deus e a vida eterna." As traduções da cristandade como um todo, vertem 1 joão 5;20 de modo a indentificar o Senhor Jesus Cristo como o " Verdadeiro Deus e a vida eterna". No entanto, esta interpretação entra em conflito com o próprio conteúdo do mesmo versículo como também com o restante das Escrituras. O referido texto menciona o " Filho de Deus", " O Verdadeiro" e " O Verdadeiro Deus e a Vida Eterna." Dessas três expressões, a única identidade óbvia é a do filho de Deus , Jesus Cristo. Mas, a que se refere a expressão, " O Verdadeiro"? E quem é o verdadeiro Deus e a Vida eterna? Como identificar o Verdadeiro? . Diversas traduções vertem 1 João 5;20, de modo a dar a entender que o termo Verdadeiro é uma mera qualidade, que se refere a algo, não há alguém. Por exemplo, a versão Almeida Revista e Corrigida, fala de conhecermos 'O QUE" é verdadeiro; e no "QUE" é verdadeiro estamos." Contudo o mesmo versículo torna claro que " JESUS É FILHO" do " VERDADEIRO", na expressão " no que é verdadeiro estamos", isto é , em " SEU FILHO JESUS CRISTO"." Por isso, diversas traduções vertem de modo a indentificar o " Verdadeiro" como sendo uma pessoa - evidentemente o pai. Assim, a IBB reza; " " aquele que é verdadeiro". Outras vertem de modo similar; " aquele que é o verdadeiro" (NVI), " O Verdadeiro" (Bíblia Ave Maria), " aquele que é o verdadeiro" ( Bíblia da CNBB), " Aquele que é verdadeiro' (JB). Versões livres, ou paráfrases, traduzem por; " O Deus verdadeiro', para tornar claro que se trata de Jeová Deus, " Deus e pai do nosso Senhor Jesus Cristo". - Romanos 15;6.

    ResponderExcluir
  54. Alguma Traduções dificultam o entendimento claro da Bíblia.As traduções da cristandade como um todo, não conseguem expressar, de modo satisfátorio, a relação entre ' Aquele que é verdadeiro" e o " Filho Jesus Cristo'. A versão Almeida revista e Corrigida acrescenta a expressão " isto é", fazendo parte do texto rezar; " No que é verdadeiro estamos, isto é, em seu filho Jesus Cristo". ( Veja também IBB). Outras versões traduzem por; " Nós estamos no verdadeiro; quando estamos em seu filho Jesus Cristo" (CNBB); " graças ao seu filho Jesus Cristo" (EP). Observe abaixo a parte do texto, com tradução literal, que as tradições da cristandade deixa obscura, ou não vertem com o sentido exato; " Kaì esmèn en tõi alethinõi,en tõi hyiõi autou lesou khristõi - " - e estamos em o verdadeiro, em o filho dele Jesus Cristo." Note que a expressão grega ( en tõi) ocorre duas vezes; antes de "Verdadeiro', e antes de "Filho". A preposição en, que ocorre com o artigo definido "ho" no caso dativo, é usado para indicar lugar, tempo, causa, e várias outras coisas, entre as quais abrange " o sentido de inter-relacionamento, envolvendo especialmente Jesus, ou Deus, ou ambos." ( Léxico do N.T. Grego/Português de Gingrich e Danker). Encontramos exemplo desse último caso em João 14;10,11,20. Compare abaixo a clareza da NM em relação ao modo geral em que a expressão é vertida nas traduções da cristandade; " Não crês tu que eu estou no pai, e que o pai está em mim? Naquele dia conhecereis que estou em meu pai, e vós em mim, e eu em vós".- João 14; 10(a) , 20. - Almeida Corrigida e Revisada fiel. (ACRF). - " Não acreditas que eu esteja em união com o pai e que o pai esteja em união comigo? Naquele dia sabereis que estou em união com o meu pai, e vós estais em união comigo, e eu estou em união convosco." - João 14;10(a),20. (NM). Que a expressão (en tõi) na passagem acima significa união com" torna-se evidente das palavras de Jesus em João 17;22,23; " Também, eu lhes tenho dado a glória que tu me tens dado, a fim de que sejam um, assim como nós somos um. Eu em união com eles e tu em união comigo, a fim de que sejam aperfeiçoados em um ( sejam perfeitos em unidade, IBB)." - ( Veja também; " João 10;38; 1 João 2;24,27,28; 4;15,16). Em 1 João 2;28, a ALA contrasta a expressão " permanecei nele" com NOS AFASTEMOS envergonhados, tornando claro que " permanecer nele' significa permanecer em união com ele'. Portanto, aparte de 1 João 5;20 em que ocorre o primeiro uso de en tõi é vertida clara e corretamente pela NM; " E nós estamos em união com o verdadeiro". Mas, que dizer do segundo uso de en tõi, na expressão tõi hyiõi ( " em o filho dele)? Neste caso a expressão evidentemente encontra-se no sentido casual, expressando meio ou instrumento. Encontramos um uso deste sentido em Romanos 12;21, que está abaixo do texto grego coiné (WH), ( Texto grego revisado por Westcott e Hort , reimpressão de 1948.") - " nìka en tõi agathõi tò kakòn - " esteja vencendo em o bem o mal". A NM verte assim tal passagem; " Persiste em vencer o mal com o bem". Ou seja, o bem é o meio ou o instrumento para o cristão vencer o mal. À base do exemplo acima, a NM traduz com coerência, consistência e exatidão, a parte de 1 João 5;20 em que ocorre o segundo uso de en tõi, nestas palavras; " Por meio do seu filho Jesus Cristo." No segundo caso, essa expressão não é precedida por verbo de ligação, mas é uma explicação da primeira frase, de como " nós estamos em união com o verdadeiro'. Jesus é o instrumento, ou meio, para nos aproximar de Deus. ( João 14;6) . Desse modo a NM ressalta brilhantemente a força exata e o sentido preciso da passagem, ao rezar; ' E nós estamos em união com o verdadeiro,, por meio do seu filho Jesus Cristo."

    ResponderExcluir
  55. Para desenvolver sua teoria, você tem de negar a encarnação do verbo, pois rejeita as duas naturezas, divina e humana na pessoa do Senhor Jesus. Para os jeovístas, Cristo tam apenas a natureza humana, desconhecendo o fato de que Ele é o Filho de Deus exatamente por causa de sua natureza divina; a humana, ele a recebeu de sua mãe. Não como Adão, que é Filho de Deus pela criação. O Logos, Cristo, é chamado de "aionios zoe", ou seja, "vida eterna" em Jo. 1:2. Então, ele não teve princípio, mas participa da mesma glória e natureza divina que o Pai. Ouçamos John Calvin on 1John 5:20: "Embora os arianos tenham tentado evitar está passagem, e alguns concordam com eles neste dia, nós temos um notável testemunho da divindade de Cristo. Os arianos aplicam está passagem ao Pai, como se o apóstolo devesse novamente repetir que Ele é o verdadeiro Deus. Mas nada poderia ser mais frigído, do que tal repetição. Já tem sido duas vezes dado testemunho que o verdadeiro Deus, é que tem sido dado a conhecer a nós, em Cristo. Porque deveria ele novamente acrescentar, "Este é o verdadeiro Deus"? Isto, aplica-se, na verdade, mais adequadamente a Cristo; pois depois de ter nos ensinado, que Cristo é o guia por cuja mão nós somos conduzidos a Deus, ele agora, por meio de ampliar, afirma que Cristo é Deus, para que nós não pensassemos que nós deveríamos procurar além disso. E ele confirma está visão pelo que é acrescentado, "e vida eterna". É sem dúvida, o mesmo que é falado como sendo o "verdadeiro Deus e vida eterna". Eu passo por isso, que o relativo "outos", habitualmente se refere a última pessoa. Eus digo que Cristo é apropriadamente chamado de vida eterna e que esse modo de falar, perpétuamente ocorre em João, e ninguém pode negar. Calvin sobre John 1:1: "O que era desde o "princípio..." Nisto, o sofisma sem sentido de Servet é afastado, de que a natureza e essência da divindade se tornou um com a carne, e que portanto a palavra foi transformada em carne, porque a palavra da vida foi vista na carne. Vamos então ter em mente que está doutrina do evangelho, é aqui declarada, que aquele que na carne realmente provou ser o Filho de Deus, e foi reconhecido como Filho de Deus, sempre foi a palavra invisível de Deus, pois ele não se refere aqui, ao início do mundo, mas ascende muito mais alto. "John Calvin, Algumas citações sobre 1João" continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você citou 2João 7. Não tem nada a ver. Aqui, neste texto, Cristo está em oposição ao anticristo. Em 1João 5:20, Cristo não está em oposição ao Pai, mas é a sua expressa imagem. Nos escritos de João, sempre Cristo é chamado de vida eterna, o que vem a confirmar o uso habitual de "outos". Ali trata-se da manifestação da vida eterna que estava com o Pai desde a eternidade senão não seria eterna. Você afirmou: "Diversas traduções vertem 1João 5:20, de modo a dar a entender que o termo verdadeiro é uma qualidade, que se refere a algo, não a alguém". Depois cita a versão Almeida, que usa a expressão "o que", para despersonalisar onde está bem claro ser alguém. O texto de 1João 5:20, só pode referir-se a Jesus, porque é ele que é chamado de vida eterna desde o começo da epístola. O apóstolo está indicando: Estamos no Verdadeiro, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. João já está se antecipando e afirmando "isto é", o verdadeiro do qual ele está falando, é Jesus Cristo. Daí conclui: "Este é o Verdadeiro Deus e a vida eterna." Texto clarissímo que vem corroborar Hebreus 1:8 em diante, em que Jesus Cristo é chamado de Deus e tetragrama aplicado à Ele.

      Excluir
  56. O Pronome demonstrativo (hoútos) pode ser traduzido como "este" (indicando quem ou o que foi mencionado por último) e "esse" (referindo-se a quem ou o que foi mencionado antes do último). Os exemplos abaixo ilustram os dois uso do pronome. Ex; " E apresentaram falsas testemunhas, que diziam; " Este (hoútos) homem não cessa de proferir palavras blasfemas contra este (toútou) santo lugar e a lei; porque nós lhe ouvimos dizer que "esse" (hoútos) Jesus Nazareno há de destruir este (touton) lugar e mudar os costumes que Moisés nos deu". - Atos 6;13,14., ACRF, grifo acrescentado; Veja também IBB,NVI, CNBB. - Ex; " Seja conhecido de vós todos, e de todo povo de Israel, em que o nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressucitou dentre os mortos, em nome "desse" (toútoi) é que "este" (hoútos) está são diante de vós." - Atos 4;10, ACRF, grifo acescentado, veja também IBB. - Contudo em português o pronome este também pode ser usado para se referir ao elemento anterior ao último, quando tal elemento faz parte do tema central sobre o qual está discorrendo. Este é um uso estilístico, para reforçar o sentido. Em razão disso, certas traduções usam o pronome "este" nos textos abaixos, significando na realidade, esse; " Pois muitos enganadores sairam pelo mundo afora, pessoas que não confessam Jesus Cristo vindo na carne. Este (hoútos) é o enganador e o anticristo." - 2 João 7, NM, grifo acrescentado; também AL. " Era André irmão de Simão Pedro, um dos que ouviram aquilo de João, e o haviam seguido. Este (hoútos) achou primeiro ao seu irmão Simão, e disse-lhe ; " Achamos o Messias( que, traduzido, é o cristo)." - João 1;40,41 - AL, grifo acrescentado; Também NM. - " Ficai, pois, sabendo todos vós, e todo o povo de Israel; " se este homem está curado diante de vós, é por meio do nome de Jesus Cristo, o Nazareno, que vós crucificastes e que Deus ressucitou dos mortos. Este (hoútos) é a pedra que vós, os construtores, desprezastes e que se tornou a pedra angular." - Atos 4;10,11, CNBB, grifo acrescentado, também NM. - Em todos os três casos acima, a tradução " de hoútos" como este indica, não a pessoa mencionada por último, mas a pessoa que está sendo a temática, ou o tema central, de que o narrador está falando.Portanto, o verdadeiro Deus , é Jeová o criador e Soberano do Universo, tendo Jesus Cristo, o seu filho, como o meio para podermos ter a vida eterna!

    ResponderExcluir
  57. O Pronome demonstrativo (hoútos) pode ser traduzido como "este" (indicando quem ou o que foi mencionado por último) e "esse" (referindo-se a quem ou o que foi mencionado antes do último). Os exemplos abaixo ilustram os dois uso do pronome. Ex; " E apresentaram falsas testemunhas, que diziam; " Este (hoútos) homem não cessa de proferir palavras blasfemas contra este (toútou) santo lugar e a lei; porque nós lhe ouvimos dizer que "esse" (hoútos) Jesus Nazareno há de destruir este (touton) lugar e mudar os costumes que Moisés nos deu". - Atos 6;13,14., ACRF, grifo acrescentado; Veja também IBB,NVI, CNBB. - Ex; " Seja conhecido de vós todos, e de todo povo de Israel, em que o nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressucitou dentre os mortos, em nome "desse" (toútoi) é que "este" (hoútos) está são diante de vós." - Atos 4;10, ACRF, grifo acescentado, veja também IBB. - Contudo em português o pronome este também pode ser usado para se referir ao elemento anterior ao último, quando tal elemento faz parte do tema central sobre o qual está discorrendo. Este é um uso estilístico, para reforçar o sentido. Em razão disso, certas traduções usam o pronome "este" nos textos abaixos, significando na realidade, esse; " Pois muitos enganadores sairam pelo mundo afora, pessoas que não confessam Jesus Cristo vindo na carne. Este (hoútos) é o enganador e o anticristo." - 2 João 7, NM, grifo acrescentado; também AL. " Era André irmão de Simão Pedro, um dos que ouviram aquilo de João, e o haviam seguido. Este (hoútos) achou primeiro ao seu irmão Simão, e disse-lhe ; " Achamos o Messias( que, traduzido, é o cristo)." - João 1;40,41 - AL, grifo acrescentado; Também NM. - " Ficai, pois, sabendo todos vós, e todo o povo de Israel; " se este homem está curado diante de vós, é por meio do nome de Jesus Cristo, o Nazareno, que vós crucificastes e que Deus ressucitou dos mortos. Este (hoútos) é a pedra que vós, os construtores, desprezastes e que se tornou a pedra angular." - Atos 4;10,11, CNBB, grifo acrescentado, também NM. - Em todos os três casos acima, a tradução " de hoútos" como este indica, não a pessoa mencionada por último, mas a pessoa que está sendo a temática, ou o tema central, de que o narrador está falando.Portanto, o verdadeiro Deus , é Jeová o criador e Soberano do Universo, tendo Jesus Cristo, o seu filho, como o meio para podermos ter a vida eterna!

    ResponderExcluir
  58. Em primeiro lugar: O personagem central no novo testamento, é Jesus Cristo. Nisto, o ensinamento dos jeovístas se afasta por completo do novo testamento, quando coloca o tetragrama como o nome de salvação, deixando o único nome usado pelos apóstolos, em segundo plano. Isto se vê em toda a literatura da torre de vigia. O tetragrama não é citado no novo testamento. Nos escritos do apóstolo João, Jesus é SEMPRE chamado de VIDA ETERNA, ou seja Ele é um ser ETERNO, senão nem teria sentido este qualificativo. Em 1Jo. 5:20, O Deus verdadeiro é a MESMA VIDA ETERNA que estava com o Pai e nos foi MANIFESTADA. O logos, tinha a natureza divina em si mesmo. Em nenhuma parte do novo testamento você irá se deparar com a declaração de que Jesus RECEBEU vida eterna do Pai. Você deu vários exemplos, MAS 1Jo. 5:20 IDENTIFICA a vida eterna como sendo o Deus verdadeiro. Se Jesus não é o Deus verdadeiro, então ele é um FALSO deus, pois os "deuses" (profetas)à quem veio a palavra de Deus, só profetizaram até João. Ninguém é chamado de "deus" no novo testamento, nem mesmo o Senhor Jesus. Isto é invenção jeovísta, unitariana, cristadelfiana, espíritista etc. Me mostre nos escritos de Paulo ou de outro dos apóstolos, onde Cristo é chamado de "um deus", no novo testamento, se Paulo afirmou que há só "um Deus, o Pai e um só Senhor, Jesus Cristo." Só que este Senhor Jesus Cristo não é "um deus". Isto foi um têrmo usado apenas aos profetas sob a velha aliança. Mas se você ler João capítulo 10, verá que o Senhor Jesus está afirmando que os profetas, à quem veio a palavra de Deus, foram chamados de deuses, não ele, nunca. O Filho de Deus, sendo um com o Pai e possuíndo a mesma natureza é Deus também. Assim como em 1Co.8:5, o Pai , não é chamado de Senhor, mas sómente o Filho, assim o Filho, que em 1Co. 8:5, não é chamado de Deus, o é, Pelo próprio Deus Pai em Hebreus 1:8 em diante, inclusive, vou repetir, o TETRAGRAMA é aplicado à JESUS CRISTO. Isto é a revelação da escritura se desdobrando, e não aquela "revelação" da torre de vigia que já mudou de doutrina não sei quantas vezes, inclusive marcando várias datas para o fim, o que é terminantemente proíbido pelas escrituras.

    ResponderExcluir
  59. Estimado Paulo Gadi

    Jesus deus falso ou Deus Verdadeiro?


    EU TE PERGUNTO:

    1- A Bíblia diz que só há um Deus verdadeiro. Jo 17:3
    2- O corpo Governante diz que Jesus é um deus como o diabo. 2 Co 4:2
    3-seria Jesus um deus falso?? ou o Deus verdadeiro?

    Argumentação:
    1- Só existe um Deus verdadeiro, logo os outros deuses são falsos.
    João 17:3 E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

    2-Satanás é chamado de deus!!! MAS É um deus falso!
    2 Coríntios 4:4 nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.
    Gálatas 4:8
    Mas, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses.Jeremias 2:11
    Houve alguma nação que trocasse os seus deuses, posto não serem deuses? Todavia, o meu povo trocou a sua glória pelo que é de nenhum proveito.
    1 Co 8:5
    Pois ainda que há os que se chamam deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores),
    para nós, contudo, há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas, e para quem nós existimos; e um só Senhor, Jesus Cristo, por quem são todas as coisas, e nós outros por ele
    3- Jesus é o verdadeiro Deus, caso contrário seria um Deus falso.
    1 Jo 5:20 "E sabemos que já o Filho de Deus é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

    1- 'O VERDADEIRO' SE REFERE A JESUS:
    o léxico grego DE STRONG comenta:
    Também <1161> sabemos <1492> (5758) que <3754> o Filho <5207> de Deus <2316> é vindo <2240> (5719) e <2532> nos <2254> tem dado <1325> (5758) entendimento <1271> para <2443> reconhecermos <1097> (5725) o verdadeiro <228>; e <2532> estamos <2070> (5748) no <1722> verdadeiro <228>, em <1722> seu <846> Filho <520. Este <3778> é <2076> (5748) o verdadeiro <228> Deus <2316> e <2532> a vida <2222> eterna <166>.

    1722 en (no)preposição primária denotando posição (fixa) (de lugar, tempo ou estado), e (por implicação) instrumentalidade (mediana ou construtivamente), i.e. uma relação do descanso (intermédia entre 1519 e 1537); TDNT-2:537,233; prep
    1) em, por, com etc.


    2- Jesus Cristo é chamado de VIDA ETERNA na mesma carta 1 Jo 1:1-2
    1 ¶ O que era desde o princípio, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida
    2 (porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai e nos foi manifestada),
    3- é verdade que o pronome houtos PODE significar (ESSE, ESTE) porém a luz da evidência MOSTRA QUE houtoS se refere a Jesus, pois a carta em questão CHAMA JESUS DE VIDA ETERNA E DE VERDADEIRO!!!

    LOGO SE CONCLUI QUE Jesus Cristo é o VERDADEIRO DEUS E A VIDA ETERNA!

    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  60. Irmão Wilton, é exatamente isso. A divindade do Senhor Jesus é revelada e ensinada em todos os escritos do discípulo amado. Por isso, João, apóstolo, é chamado de "O Divino", porque ele é por excêlencia o Doutor em Divindade da Igreja. Só que estas seitas unitarianas, não querem ou por outro lado, não conseguem entender a eternidade de Cristo junto ao Pai e o mistério de sua encarnação, na qual as duas naturezas divina e humana coabitaram, nas sem se misturar. Eles dizem que Cristo era divino, mas não como Deus Pai, Ora, a única forma verdadeira de divindade, é a de Deus. Então para sustentar que Cristo, quando na terra, só possuía a natureza humana, já que no caso ela engoliu a divina, eles buscam uma série de subterfúgios para sustentar o seu arianismo. Esta doutrina já e velha conhecida da Igreja e tem sido refutadíssima pelos santos de Deus. Mas sempre ressurge aqui e ali pela instrumentalidade dos espíritos das trevas. As heresias com que lidamos hoje, são as mesma de à séculos, sómente com uma roupagem nova. Vistamos as armas da luz! Deus te abençõe!

    ResponderExcluir
  61. Algumas traduções diferem no uso do pronome demonstrativo no mesmo texto. Observe os exemplos abaixo; " Entretanto aquele que atenta bem para a lei perfeita, e da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esqueçediço, mas executor da obra, este (hoútos), será bem aventurado no que fizer". - Tiago 1;25 - IBB, grifo acrescentado. " Mas aquele que considera, atentamente na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse (hoútos), será bem aventurado no que realizar." - Tiago 1;25, ALA, grifo acrescentado. - " Estas coisas são alegóricas; porque estas (hoútos) mulheres são duas alianças; uma, na verdade, se refere ao monte Sinai, que gera para a escravidão; esta é Agar." - Galátas 4;24 , ALA, grifo acrescentado, também ACRF,AL. - " O que se entende por alegoria, pois essas(hoútos) mulheres são dois pactos; um do monte Sinai, que dá a luz filhos para a servidão, e que é Agar." - Galatás 4;24, IBB, grifo acrescentado, veja também CNBB.

    ResponderExcluir
  62. Você nem está mais respondendo. Só está escrevendo prá ser o último a deixar o recado? Então o negócio não vai acabar. Como eu refutei os seus argumentos eu tenho o direito de encerrar o debate. Se você não for humilde e admitir que os testemunhas de jeová são um seita, eu vou começar a comenter o filme "Matrix".

    ResponderExcluir
  63. A que conclusão chegamos sobre 1 João 5;20; " Tendo em vista o aspecto estilístico, previamente explicado, que usa o pronome "este" para se referir a pessoa que é o tema central que o autor está tratando, (mesmo tal pessoa não sendo a última citada), o uso de tal pronome em 1 João 5;20 indentifica, não a pessoa de Cristo, mas a Jeová, o pai, como sendo o " Verdadeiro Deus e a vida eterna". O conteúdo do versículo em pauta gira em torno do Verdadeiro (o pai),a respeito de quem obtemos " conhecimento", com quem estamos em "união", e de quem Jesus é filho. Portanto, "este" - o "verdadeiro", o pai - é " o verdadeiro Deus e a vida eterna". Por outro lado, a NM verte hoútos por "esse" porque, no sentido puramente gramatical, tal pronome grego se refere não a última pessoa mencionada (o filho), mas o verdadeiro (o pai). No tópico indentificação do verdadeiro, vimos evidência de que o " Verdadeiro" é uma pessoa - o, pai, sendo Jesus seu filho. O Termo " verdadeiro" ocorre duas vezes com referência ao pai. Por isso, seria desconexo a sentença seguinte dizer que o Filho é " O verdadeiro Deus". Assim , a tradução de hoútos por "este" precisa ser entendida no sentido estílistico, como uma alusão ao pai, para não desvirtuar do assunto em pauta. Traduzir por "esse" elimina qualquer dúvida a respeito de quem o autor está falando, e está grámatica e textualmente EXATA. Portanto, traduzir hoútos quer por "este", quer por "esse" não muda o conteúdo textual, que apresenta o pai como sendo o " Verdadeiro Deus e a Vida eterna". Comforme Jesus Cristo disse; " Isto significa Vida Eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus Verdadeiro, e daquele (que Jeová enviou) enviastes, Jesus Cristo."

    ResponderExcluir
  64. Até agora o que eu pude observar, é que seus comentários carecem de respaldo Bíblico. Estão fora de contexto, e harmonia com o restante da escrituras. Explicações estas que só aqueles que acreditam em "Mistérios" podem compreender. As Testemunhas de Jeová ensinam um Deus que deseja que as pessoas o tenham como amigo, e que está perto de nós, e que possamos conhecê-lo co Jesus Cristo disse em João 4;23,24; " Adoramos o que conhecemos", se incluindo assim entre estes adoradores. El e disse em Resposta a Satanás; " Mateus 4;8,9 ; "É a Jeová teu Deus que tens de adorar,e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado."Devemos seguir estas instruções inspiradas e obedecer a Cristo, adorando exclusivamente o Único Deus verdadeiro Jeová ,e santificando o seu nome! ( João 17;6,26).Agradecemos sinceramente ao Senhor Jesus Cristo, por ter se apresentado pessoalmente ao seu pai, como sacrificio vivo, Comforme Hebreus 4;24; " Apareceu por nós , perante a PESSOA DE DEUS".

    ResponderExcluir
  65. As Testemunhas de Jeová e outros cristãos, sempre tiveram em suas crenças a certeza absoluta que somente devería dorar a Deus, o Pai , o Deus Jeová. Porém algumas alegações tem sido feitas no sentido que as Testemunhas de Jeová, em algum tempo no passado, Adorava a Cristo, Mas isso não corresponde à verdade no que diz respeito à nossa verdadeira forma de Adoração. Alguns até mesmo tem recorrido a Tradução do Novo Mundo, edição de 1967, aquela que alguns chamavam de Bíblia de Capa Verde. Nesta Tradução , os casos que em que a palavra " proshyneo" relacionada a Jesus, foi Traduzida comforme constava em outras versões e Traduções das Escrituras Sagradas, tais como a João Ferreira de Almeida e outras. Constava , por exemplo, a seguinte Tradução de Hebreus 1;6 ; " Mas, ao trazer novamente o primogênito a terra habitada, ele diz; " E Todos os anjos de Deus o Adorem". Não é preciso ser Erudito para ver que o texto já demonstra que Jesus não deve ser adorado aqui, pois se menciona que os anjos ' DE DEUS" , o adorem. Qualquer mente pensante sabe que, os anjos aos quais se ordenam que adorem aqui, são os anjos DE DEUS, o PAI, que aqui na carta aos Hebreus são mencionados como prestando " proskyneo" a Jesus. Muitas Traduções vertem esta palavra por " Adorar" ou " Adorem", dependendo do contexto. Nesta passagem aqui citada, de Hebreus 1;6, muitas vertem por " adorar." A tradução do Novo Mundo como as demais traduções, trazia esta mesma palavra como tradução para a palavra " proskyneo" em Hebreus 1;6.Mas, devido a uma compreensão de como ela obscurecia o papel de Jesus nos própositos de Deus ( tal tradução fazia com que algumas pessoas prestassem a Jesus um tipo de serviço sagrado que a ele não fora concedido darem), a equipe de tradução optou por verter a palavra " proskyneo, de uma forma diferente da forma tradicional, como algumas versões vinham já há muito tempo trazendo.Significa isso que a Tradução do Novo Mundo Alterou o sentido da Bíblia? De forma alguma. As Testemunhas de Jeová não alteraram a Bíblia, alteraram a tradução. Pois a palavra ' proskyneo" e seu sentido no Idioma Grego, independetemente da Tradução que se dê a ela na língua para qual se traduz o texto, não mudam.

    ResponderExcluir
  66. O que significa " proskyneo"? Bem, a palavra proskyneo é a combinação de duas palavras, "pros" que significa; "Para,com", e a palavra "kyneo", que significa" Beijar". O Dicionário Vine, traz as seguintes palavras a cerca do termo grego, " proskyneo"; " Fazer mensura, fazer reverência a". - Strong, em seu Dicionário, igualmente transmite o significado de proskyneo como sendo " uma ação de alguém, em sinal de reverência",e " ajoelhar-se e prostrar-se".. Mostra, como também o Dicionário Vine que é uma ação a qual se evidencia nas Escrituras como sendo feita para com Deus, Jesus, Anjos, Demônios e Humanos. Para quem é pentecostal, pode se ver isso em Teologia Sistemática de Stanley Horton, Nota 31 do capítulo 16. ; (31) - " A palavra grega comum para "adorar", proskineo, significava originalmente, "beijar em direção a ", e pode ter sido usada no sentido de beijar os pés de um superior. Chegou a significar " curvar-se em reverência e humildade", no Novo Testamento, é usada no tocante à adoração e louvor a Deus, atribuindo-lhe glória. (Apocalipse 11;16-17). " - De fato a palavra proskyneo em si, não traz a idéia de adoração, como a palavra "adorar" transmite ou é entendida em português. Ela nos transmite aidéia de prostrar-se diante de alguém pra lhe beijar como que os pés. Até mesmo com relação a Deus pai ele não necessariamente precisa ser vertida por adorar, isso depende da decisão do Tradutor.

    ResponderExcluir
  67. Na verdade,não existe uma palavra especifica que trate de adoração tal qual a nossa palavra em português transmite. Como uma nota do Dicionário Vine diz; " Notas;(1) A adoraçãod de Deus não é definida em nenhuma parte das Escrituras. Uma consideração dos verbos acima mostra que não é limitado ao louvor; pode ser amplamente considerado como o reconhecimento direto a Deus, da sua natureza, atributos, caminhos e revindicações, quer pela saída do coração em louvores e ações de graças, quer por ações feitas em tal reconhecimento. " - Página 375 , segunda edição -2003. - Assim como esta palavra em si não caracteriza a ação da pessoa como uma adoção a deidade, precisamos de mais informações contextuais para determinar se a tradução " adorar", que é aceitável, mas não obrigatória, se justifica no texto bíblico traduzido. A Tradução do Novo Mundo ciente do fato de que Jesus em nenhuma parte reinvidica adoração tal como o pai a exige, e sabendo que ambos são pessoas distintas, entende que proskyneo só pode ser traduzido por "adorar" quando relacionado ao pai. Este é o motivo pelo qual Jesus não rejeitou nenhuma das ações de ajoelhar-se diante dele e consessá-lo como filho de Deus, pois ele entendia que não se referia a adoração, mas ao que de fato significa o termo originalmente, uma demonstração de honra e homenagem. Somemos também o fato de que para ser amo ou Rei associado do Pai é que Jesus foi designado sobre os cristãos, e sendo o " único humano perfeito", ele tem todo o direito e dignidade para receber tal honra que nenhum outro homem pecaminoso poderia. - João 10;36 ; Atos 10;25,26. Desta forma a Tradução do Novo Mundo, longe de alterar as escrituras como dizem alguns comentaristas tendensiosos, apenas se mostrou mais exata ao traduzir a palavra proskineo pelo seu sentido primário, ao verificar que o contexto no qual ele se encontrava não se referia a ação para com Deus, o pai. Assim, a Tradução do Novo Mundo foi atualizada, assim como outras traduções e versões Bíblicas também passam por atualizações. Sobre esse trecho de Hebreus 1;6, veja como vertem outras traduções; " Mostraram-lhe reverência" - The New American Bible, Edição Saint Joseph (1970). - " Prostraram-se diante dele" - The Jerusalem Bible, Ed. ingl. (1966), Alexander Jones, editor geral. - " Prostraram-se-lhe aos pés"- Novo Testamento (1955), José Basilio Pereira. - " Prostem-se diante dele" - Tradução Ecumênica da Biblia - Edições Loiola.

    ResponderExcluir
  68. Par você desenvolver esta linha de raciocínio, tem que TIRAR a pessoa de Jesus Cristo do centro da mensagem e considerado como "um homem perfeito, sem pecado", como Adão antes da queda. Isto é uma HERESIA, pois desqualifica a pessoa do Senhor Jesus de TODAS aquelas atribuições divinas que o santo evangelho lhe confere. O NOME do Senhor Jesus, para o jeovísmo, não é o centro, como vemos por todo o novo testamento, mas colocaram o nome "Jeová" que nem é citado nas cartas apostólicas, porque o TETRAGRAMA é de pronúncia desconhecida, é mesmo se a pronúncia fôsse conhecida o nome de salvação de Deus, é SENHOR JESUS CRISTO. Então, para defender sua heresia os jeovístas tem que descaracterizar TODO o conteúdo dos evangelhos concernente a pessoa do Senhor Jesus. Cristo, não é o centro deste falso evangelho, mas é apresentado como um coadjuvante. Isto fica claro por qualquer leitura que se faça vinda da torre de vigia. Uma destas distorções, é afirmar que Cristo não é o centro do evangelho de João, mas sim Jeová. Isto é HERESIA. Cristo é o CENTRO da mensagem em todos os escritos de João. É só ler o inicío de seu evangelho e da sua primeira epístola. Cristo, é desde o princípio chamado de VIDA ETERNA. Em 1João 5:20, o único nome proprío é o do SENHOR JESUS CRISTO, que é novamente chamado de VIDA ETERNA, por isso NÃO TEM PRINCÍPIO. Eu não sei qual é a dificuldade de entender isto. Você disse: "A tradução do Novo Mundo ciente do fato de que Jesus em nenhuma parte reinvindica adoração tal como o Pai o exige..." À isto, a escritura se opõe, pois lemos em João 5:23: "Para que todos HONREM o Filho, COMO HONRAM O PAI. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou". A palavra honrar, aqui é do grego TIMAO, que significa VENERAR. O pai SÓMENTE é honrado na pessoa do Filho, por isso qua a veneração ao Filho deve ser A MESMA. "TUDO que o Pai é , está na pessoa de Jesus Cristo. Deus, o Pai, não aceita adoração FORA da pessoa do Senhor Jesus, "pois nele habita corporalmente toda a PLENITUDE DA DIVINDADE, cl.2:9, e ele também é a EXPRESSA IMAGEM do Deus invisível, possuíndo TODOS os atributos de Deus. No início de cada epístola de Paulo, há uma saudação que finda com a formúla padronizada: "Graça e Paz a vós, DA parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. (1 Co. 1:3 e outros lugares). O apóstolo não está dizendo que existam duas fontes distintas de Graça e Paz, uma divina e outra humana; significantemente a preposição grega "APO" (da), não é repetida antes de Senhor Jesus. Antes, Pai e Filho, formam uma única fonte de Graça e Paz divinas. Continua...

    ResponderExcluir
  69. Hebreus 1:6, fala da adoração dos anjos à Jesus. Está adoração é divina e não apenas reverência como a om monarca terreno, pois do verso 8 em diante Jesus é chamado de DEUS pelo Pai e o TETRAGRAMA é APLICADO Á ELE. Eu creio que você não tem lido os meus comentários. Acho que estou falando ao vento. Os apóstolos ORARAM à Jesus: Depois de ler quase todo o capítulo 1 de Atos, chega-se ao versículo 21, que trata da escolha do sucessor de Judas. Pedro no versículo 21 fala que é "necessário, escolher um dos homens que viveram desde o tempo que "o Senhor Jesus entrou e saiu dentre nós", começando do batismo de João até a ascensão do Senhor Jesus. Ele tem de ser uma testemunha da ressurreição de Jesus. No v. 24. eles ORAM: "Tu, Senhor (kyrios), conhecedor dos corações de todos, mostra qual destes dois tens escolhido." Eles oraram para O MESMO que escolheu os doze, para o ministério. Agora, querem saber quem o Cristo RESSUCITADO vai ESCOLHER. Em Apocalipse capítulo 5:8 "E havendo tomado o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos PROSTRARAM-SE DIANTE DO CORDEIRO, tendo todos eles harpas..." No v. 12: "Que com grande voz diziam: Digno é o cordeiro que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e AÇÕES DE GRAÇAS." No v.13: "E ouvi a toda criatura que está no céu, e na terra, e debaio da terra, e que estão no mar, e a todas as coisas que neles há, dizendo: Ao que está assentado sobre o trono, e ao cordeiro, sejam dadas ações de graça, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. E os vinte e quatro seres viventes diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se , e adoraram ao que vive para todo o sempre". Aqui, nós vemos o Filho recebendo a MESMA HONRA que o Pai. Um homem perfeito, não teria este direito. Em João 17:3, Jesus ora pel aglória que ele TINHA COM O PAI, antes da criação do mundo, e Deus não divide a sua glória com nenhum outro deus. No apocalipse o cordeiro sentou-se no trono do Pai; só existe UM TRONO. O cordeiro está no MEIO DO TRONO. Então TODA a adoração à Deus, o Pai, antes de chegar a ele PASSA PELO FILHO, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. "E ali nunca haverá mais maldição contra alguém; e nela estará O TRONO (singular) de Deus e do cordeiro". O filho é a representação visível do Deus invisível, sendo sua (de Deus) EXPRESSA imagem, o Cristo ressurreto. Ap. 22:8: E eu João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, PROSTREI-ME aos pés do anjo que mas mostrava para O ADORAR. E disse-me: olha, NÃO FAÇAS TAL..." No livro de revelação, Jesus recebe TODA A HONRA devida ao Pai,o que não poderia acontecer se ele fôsse apenas o homem perfeito dos jeovístas.

    ResponderExcluir
  70. Vejamos o uso de proskyneo na septuaginta, mostra que o apóstolo Paulo foi um dos que usou, a versão grega chamada septuaginta. Nesta versão temos a palavra proskyneo, sendo usada para se referir a a esta ação da parte dos homens. para com o seu criador Deus. Mas, também, esta mesma palavra é usada referindo-se a ações de homens de Deus, para com outros seres humanos. Sabemos que o apóstolo Paulo, o mesmo ocorrendo conosco atualmente, entendia que esta palavra estava, comforme comprovaremos nos textos abaixo se referindo a adoração por partes dos homens que tomaram esta ação para com outros homens. Vejamos; " Gênesis 18; 2 ; " anableqav de toiv ofalmoiv autuou eiden kai idou treiv andrev eisthkeisan epnaw autou kai idwn prosedramen eiv sunatshin autoiv apo thv yurav thv skhnhv autou kai PROSEKUNHSEN epi thn ghn." - Aqui temos Moisés prestando proskyneo ao seu sogro." 2 Samuek 1;2; "kai egnhyt th hmera th trith kai idou anhr hlyen ek thv parembolhv ek tou laou saoul kai ta imatia autou dierrwgota kai gh epi thv kefalhv autou kai egeneto en tw eiselyein auton prov dauid kai epesen epi thn ghn kai PROSEKUNHSEN autw." - Aqui o homem que matou Saul, prestando proskyneo a Davi. 2 Samuel 9;6 ; " kai paraginetai memfibosye uiov iwnayan uiou saoul prov ton basilea dauid kai epesen epi proswpon autou kai PROSEKUNHSEN autw kai eipen autw dauid memfibosye kai eipen idou o doulov sou." - Aqui, Mefibosete prestando " proskyneo" a Davi. Assim , Paulo familiarizado com o significado da palavra proskyneo, comforme podemos ver aqui, com certeza, não desejou que nenhum tradutor entendesse que a palavra proskyneo relacionada a Jesus, fosse vista como significando adorar. Principalmente, ao se levar em conta as palavras em 1 Corintios 8; 6, e as de cristo em João 17;1,3.

    ResponderExcluir
  71. Se Jesus não pode ser adorado, segundo a HERESIA jeovísta que NEGA a Sua RESSURREIÇÃO, Ele é automaticamente colocado no mesmo patamar dos profetas e reis do antigo testamento, ANULANDO a diferença de dispensações originada pela intervenção do Filho que é Chamado de VIDA ETERNA, AIONIOS ZOE, em 1Jo. 5:2 e outros lugares. Já lhe provei com as escrituras, nos meus comentários anteriores que Jesus é chamado de DEUS, por Deus Pai, de Hb. 1:8, que é uma citação do Salmo102:24-25, em diante e o TETRAGRAMA É APLICADO A JESUS. Lhe pergunto: Se Jesus tinha a natureza divina antes da encarnação, depois desta, (encarnação), já que ele preexistia com o Pai possuíndo a MESMA glória (Jo. 17:3), em sua vida terrena ele trouxe sua natureza divina, já que segundo Fp. 2:6 ele existia em MORPHE, FORMA DE DEUS, e não pode ser "deus", o que seria henoteísmo, ou só possuía a natureza humana? Como ele poderia dar fim a sua natureza divina e assumir só a humana? Seria o mesmo ser? Como Jesus poderia ser comparado com Adão, o que Paulo NÃO faz em 1Co. 15:45, porque estão em oposição, já que por Adão entrou o Pecado, e por Cristo foi retirado o pecado do mundo, e além do mais, Cristo é chamado de VIDA ETERNA, preexistindo com o Pai desde sempre, de outra maneira não poderia ser chamado de VIDA ETERNA. Estou pontuando isto, porque os jeovístas afirmam em sua HERESIA que Jesus era um homem perfeito e sem pecado, quando as Escrituras revelam que Jesus É A VIDA ETERNA.

    ResponderExcluir
  72. Gênesis 33; 3, 6-7 ; " autov de prohlyen emprosyem autwn PROSEKUNHSEN epi thn ghn eptakiv ewv tou eggisai tou adelfou autou kai proshggisan ai paidiskai kai ta tekna autwn kai PROSEKUNHSEN kai proshggisen leia kai ta tekna authv kai PROSEKUNHSEN kai meta tauta proshggisan rachl kai iwshf kaiPROSEKUNHSEN." - Aqui temos uma passagem que Jacó como sua família está prestando proskyneo a Esaú." Alguns textos usam o termo relacionado a Jesus; " Mateus 2;2/ 2;8/ 2;11/ 8;2/9;18/15;25/18;16/20;20/28;9/ 28;17 = 10 ocorrências. - Marcos 5;6/ 15;19 = 2 ocorrências. - Lucas 24;52 = 1 ocorrência. - João 9;38 = 1 ocorrência. - Hebreus 1;6 = 1 ocorrência. - São 15 ocorrências em que a palavra " proskyneo" está relacionada a Cristo. Em nenhuma delas, de fato, a palavra tem de ser necessariamente traduzida por adorar. Sequer se deve ter este entendimento da palavra grega. Como já vimos acima, ele não significa " adorar", mas sim uma ação de prostração da parte de quem a oferece, como que prestando reverência para com o objeto de veneração. Quando relacionada a Deus, o pai, a palavra adorar é justificável, pode ser usada. Mas definitivamente, quando relacionada ao filho, ela deve ter o mesmo significado que ela possui quando relacionada a seres divinos ou humanos. Desejar impor uma visão contrária, ou seja, fazer e ensinar outros praticarem adoração que, de direito deve ser dada somente ao pai, constitui uma forma de afronta a Deus e uma idolatria. A palavra ocorre em suas formas, 54 vezes nas Escrituras Gregas, e das 54 vezes, como já vimos acima, 15 são relacionadas ao filho de Deus, Jesus.Nas outras 40 vezes, ela está relacionada a uma ação para com Deus, o pai, para com Satanás, para com anjos e para com humanos. Vimos também que a mesma palavra grega foi usada para traduzir as ações de humanos, servos de Deus para com outros humanos, na versão dos setenta, a Septuaginta. Assim a palavra grega, proskyneo, não possui em si o sentido de adoração, mas de uma ação de reverência a respeito para aquele a quem se mostra ser prestada.

    ResponderExcluir
  73. Observe como a Tradução Almeida traduziu de forma alternativa a palavra proskyneo; " A tradução de João ferreira de Almeida, muito conhecida e respeitada por grupos protestantes em todo o Brasil, traz traduções alternativas a palavra proskyneo dependendo do contexto em que ela se encontra. - Mateus 18;26 RA e RC e Apocalipse 3;9. - Em Mateus 18;26 as duas versões vertem proskyneo por reverente e " reverenciava. - Em Apocalipse 3;9, a versão atualizada verte de proskyneo por prostrar-se, sendo que na versão Corrigida, a palavra "adorem", permanece. As alterações aqui feitas, certamente se deram em resultado de serem relacionadas a seres humanos, e assim não sendo correto traduzi-las por adorar. É justificável esta tradução? Sim, com certeza. Da mesma forma a Tradução do Novo Mundo fez as devidas atualizações onde se mostraram necessárias, a fim de que somente o pai fosse exaltado como sendo digno de adoração. Surge então uma pergunta; " Será que Jesus não é digno de adoração? Esta é uma pergunta que deve ser respondida, levando -se em consideração as próprias palavras de jesus. Vejamos o que ele disse; " É a Jeová teu Deus, que tens de ADORAR e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado." ( Mateus 4;10). O que o texto nos mostra? Qual pronome Jesus usa ao falar de quem é o único que deve ser adorado? " Jesus disse-lhe; " Acredita-me mulher; vem a hora em que nem neste monte, nem em Jerusalém, ADORAREIS O PAI. Adorais o que não conheceis; NÓS ADORAMOS o que conhecemos, porque a salvação se origina dos judeus. Não obstante, vem a hora, e agora é, quando OS VERDADEIROS ADORADORES ADORARÃO O PAI, com espírito e verdade, pois deveras, O PAI ESTÁ PROCURANDO A TAIS PARA O ADORAREM. Deus é espírito, e os QUE O ADORAM têm de ADORA-LO com espírito e verdade." - João 4;21-24. - Em nenhum momento Jesus deixa margem para termos dúvidas quanto a quem somente devemos adorar como o nosso Deus, Jesus deixa claro que é a pessoa do pai!

    ResponderExcluir
  74. Deus só aceita adoração NA PESSOA DE JESUS CRISTO. Eu penso que você não entendeu o que significa a encarnação e mediação do Filho de Deus. No antigo testamento, Deus sómente aceitava adoração no seu templo. Agora, na dispensação da Graça, Ele sómente acaita adoração na pessoa de seu filho Jesus Cristo. Por isso que Ele disse: Eu sou o Caminho, e a Verdade, e a Vida. Ninguém vem ao PAI SENÃO POR MIM. Jo. 14:6. Jesus não está aqui indicando Deus em outro lugar, mas o Pai está nele. A mediação de Cristo, tem profundas implicações que nesta vida nós não conseguimos sondar. "Os verdadeiros adoradores, que adoram a Deus, o Pai, em Espírito e em Verdade, adoram Deus na pessoa de Jesus. Se Jesus estivesse apontando para algo externo a sim mesmo, como um profeta, nós seríamos fuzilados pela glória e santidade de deus Pai. Então, a vida eterna que estava com o pai desde a eternidade, é o caminho pelo qual nos aproximamos de Deus. Isto implica que Cristo têve que ter um Deus, senão nós não poderíamos ter o Verdadeiro Deus. Então todos os atributos de Deus, o Pai, residem eternamente na pessoa de seu Filho, porque o Filho desfruta da mesma natureza do Pai. A existência do Pai, implica na do Filho, por que entre os atributos de deus, está a paternidade e seus atributos são eternos. Rm. 1:20. "E aconteceu, que entrando Pedro, saiu cornélio a recebê-lo e, PROSTRANDO-SE a seus pés o ADOROU (proskyneo). Mas Pedro o levantou, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem". Na nova aliança, os filhos de Deus, só dobram os joelhos ao Pai, na pessoa de Seu Filho Jesus Cristo, que é a Vida Eterna que estava com o Pai, por isso, participa da mesma eternidade de Deus. Adoração a Deus, fora da pessoa de Jesus Cristo é idolatria e de alguma forma ou de outra, sempre vai cair no politeísmo. "Por causa disto me PONHO DE JOELHOS perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome."Ef.3:14-15. "A esse glória na Igreja, POR JESUS CRISTO, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém." continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pessoa do Espírito Santo, não aparece sempre com o Pai e o Filho, porque Ele não veio para glorificar-se ou chamar a atenção para si, mas levar os homens a dar glória ao Filho de Deus e por conseguinte ao Pai. Mas foi o Espírito que produziu os textos sagrados, mostrando sua divindade como aquele que vivifica a Palavra Divina. "Para que ao Nome de Jesus Cristo se DOBRE TODO O JOELHO, dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai." Fp. 210-11. Então, vemos que toda a adoração divina é COMPLETA na Graça do Senhor Jesus Cristo, no Amor de Deus, e na Comunhão do Espírito."2 Co.13:14. A adoração a Deus é por natureza, trinitária, por isso ela é movimentada, airada pelo Espírito Santo, que aponta a Cristo no qual o Pai recebe TODA A adoração. Este é o ensino biblíco, o resto é HERESIA e CORRUPÇÃO da Palavra.

      Excluir
    2. Um acréscimo; Sempre quando o fiel se prostra diante do Pai, automaticamente dobra os joelhos diante do Filho, porque o aproximar-se do Filho é aproximar-se do Pai, honrar ou venerar o Filho é IGUAL a honrar e venerar o Pai. Mesmo aqueles que se prostraram diante de Cristo, em seu ministério terreno, sem ter consciência disso, estavam o adorando como ao Deus de Israel. Tomé, por divina revelação, por causa da ressurreição, clamou: "Meu SENHOR e meu DEUS", conforme está em 1Co. 8:5, onde diz que só existe um Deus, o Pai, e um só Senhor, Jesus Cristo." Deus o Pai está em seu Filho Jesus Cristo, por meio de quem Ele recebe adoração, pois nele habita CORPORALMENTE TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE; Então, Paulo em 1Co.8:5, está ensinando a divindade de Jesus Cristo e não o oposto, subtraíndo. Este único Senhor é por meio de quem Deus, o Pai manifesta todo o seu ser, porque o Filho detém a mesma natureza que o Pai, por preexistência participando da mesma glória. Os atributos de Deus Pai só podem ser manifestados perfeitamente à partir de alguém que possui a mesma natureza e eternidade, porque o pecado separou o homem de Deus. Para fechar a brecha, sómente Deus mesmo na pessoa do ser que na eternidade era o reflexo de seu ser, como revela Fp. 2:6 em diante.

      Excluir
  75. Alguns acreditam que Jesus deve ser adorado, pelo fato de que aqui na terra, quando pessoas prostraram-se diante dele; como que fazendo um ato de adoração, ele não as advertiu, como fez o anjo de Apocalipse a João, quando este tentou fazer o mesmo. Apocalipse 19;10 ; 22;9. - Como podemos entender isso? Bem , como já dito, não se pode declarar afirmativamente que Jesus estava sendo adorado, pois sendo um humano na terra, e principalmente numa religião que não tolerava idolatria,as pessoas poderiam se sentir a vontade para prostrar-se diante dele em reverência e horando-o com uma prestação de submissão, o que de forma alguma significaria, adorar. Jesus como primogênito tinha como direito uma herança da parte de Deus, herança esta que também pertence aos seus escolhidos, ou seja a sua noiva. - Hebreus 1;12 ; Romanos 8;17. Assim como um rei tem ao seu lado em seu trono, sua noiva, Cristo igualmente tem ao seu lado sua noiva, ou aqueles que a compõe, junto de seu trono. - Apocalipse 3;21. Será que os servos do Rei podem esperar qualquer tipo de homenagem ou prostração por parte da noiva do Rei, diante deles? Obviamente que não. Talvez antes de se tornar rainha, qual " plebéia" os ministros do Rei pudessem aceiatar homenagens, mas após a mudança de posição e a introdução de uma relação nupcial entre o noivo e a noiva, certamente as relações entre a futura esposa do Rei e a classe serviçal sofreria grandes mudanças. Assim, mesmo a própria noiva sendo submissa ao seu noivo e Rei, ainda assim está numa posição diferenciada dos da classe serviçal, sendo que não seria correto um ministro do Rei aceitar nenhum tipo de reverência especial da parte da noiva. João era dessa classe, ele é parte integrante da Noiva de Cristo. João 3;20-29 ; Apocalipse 21;2,9 ; 22;17. Assim, observamos que a posição do anjo, de fato não era igual a de Jesus, e nem igual a daquele que ali estava, o qual representava toda a congregação. Como o anjo disse; " Prostrei-me então diante dos seus pés para adorá-lo. Mas ele me diz; " Toma cuidado! Não faças isso! sou apenas co-escravo teu e dos teus irmãos, que têm a obra de dar testemunho de Jesus. ADORA A DEUS; pois dar-se testemunho de Jesus é o que inspira o profetizar." Apocalipse 19;10. - " Ora eu João, era quem ouvia e via estas coisas. E, tendo-as ouvido e visto, prostrei-me para adorar diante dos pés do anjo que me havia mostrado estas coisas. Mas ele me diz; " Toma cuidado! Não faças isso! Sou apenas co-escravo teu e dos teus irmãos que são profetas, e dos que observam as palavras deste rolo. ADORA A DEUS!" Apocalipse 22;8-9. - Observe porém como Jesus fala de sua Noiva, quando diz que os mentirosos que se opõe a ela, terão de reconhece-la como quem ela de fato é, e como sendo amada por ele. - " Eis que darei os da sinagoga de Satanás, que se dizem judeus, e que não são, mas estão mentindo - eis que os fare vir PRESTAR HOMENAGEM DIANTE DOS TEUS PÉS e os farei saber que eu te tenho amado". - Apocalipse 3;9. - Observe agora na Versão Almeida Revista e Corrigida ; " Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás ( aos que se dizem Judeus e não são, mas mentem) eis que eu farei que venham, E ADOREM PROSTRADOS AOS SEUS PÉS, e saibam que eu te amo." - Apocalipse 3;9. As pallavras aqui significam um reconhecimento de um derrotado, que prostrado, presta um reconhecimento de superioridade do seu oponente. Interessante que proskyneo é usado como sendo a ação dirigida dos derrotados para com a Noiva de Cristo. Veja Isaías 60;14 que comfirma esta promessa Divina.

    ResponderExcluir
  76. Se o crente não pode adorar o Senhor Jesus como a Deus Pai, estas palavras saídas da boca do próprio Filho de Deus, não tem sentido: Para que todos honrem o Filho como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou. Então, todo o culto a Deus, deve ser efetuado diante da pessoa do Senhor Jesus, sem o qual, não há aceitação da parte de Deus Pai. Como o Senhor Jesus é a vida eterna que estava com o Pai antes da fundação do mundo, e participando da mesma glória do Pai, existindo em forma de Deus, logo vemos que sua encarnação foi o meio providenciado pelo Pai ao homem caído. O Senhor Jesus também é a expressa imagem do Deus invisível, pois nele encontram-se todos os atributos do Pai. Tomé, chamou o Senhor Jesus, de Deus meu, ou no grego THEÓS MOI. Nunca ele é chamado de "um deus", nos escritos dos apóstolos, o que seria inadmíssivel e até blasfemo. Este termo, "deus", foi usado apenas para os profetas do antigo testamento porque neles estava a palavra recebida de Deus. se o Senhor Jesus tinha a natureza divina, no céu, como que ele não a teria na terra? No Salmo 23 diz: "O SENHOR (tetragrama), é meu PASTOR,nada me faltará, deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas..." Em João 10:10, o Senhor Jesus se identifica como o Deus de Israel dizendo: "Eu sou o BOM PASTOR, o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas." Em 1 Pe. 2:25 diz: "Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao PASTOR e BISPO de vossas almas". Em 1Pe. 5:4 diz: "E, quando aparecer o SUMO PASTOR, alcançareis a incorruptível coroa da glória." Ainda em João 10:16, quando o Senhor Jesus discorre sobre sua unicidade com o Pai, desde antes da fundação do mundo diz: "Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho E UM PASTOR. Israel só tinha um pastor. Na nova aliança não foi acrescentado um segundo pastor, de uma ordem menor, mas o MESMO pastor de Davi é o dos cristãos, O ÚNICO E SUMO PASTOR , Jesus Cristo. Nos versículos 27 e 28 de João capítulo 10, o Senhor Jesus afirma: "As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as. e elas me seguem; E DOU-LHES A VIDA ETERNA, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão." O Senhor Jesus não recebeu vida eterna do Pai, mas a possui por natureza divina. Os apóstolos receberam a vida eterna, daquele que É A VIDA ETERNA, e que sempre esteve com o Pai, sendo o PROTÓTOKOS, não porque foi a primeira criatura, de outra forma não poderia ser a VIDA ETERNA que estava com o Pai, antes da criação do mundo, como diz em 1Jo. 1:2. Em Isaías 40:3: "Voz do que clama no deserto; preparai o caminho do SENHOR (tetragrama); endireitai no ermo vereda ao nosso Deus." Em lucas 1:76 diz: "E tu, ó menino, serás chamado profeta do Altissímo, porque hás de ir ante a face do Senhor (kyrios), e preparar os seus caminhos." Em João 1:23 diz: "Disse: Eu sou a voz do que clama no desrto: Endireitai o caminho do Senhor (Kyrios)." Em Mt. 3:3: Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor (kyrios), Endireitai as suas veredas". Em Mc. 1:3: "Vós do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor (Kyrios), Endireitai as suas veredas." Continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vemos então que o tetragrama é propositalmente trocado pelo nome Senhor ou Kyrios, porque o nome de salvação, tem de ser humano, pois o Deus de Israel está se identificando com o homem perdido. O nome humano de salvação, é Jesus! Quando Jesus é chamado de Senhor em 1 Co. 8:5, esta palavra, Senhor, Kyrios, refere-se ao tetragrama, conferindo status de divindade ao Senhor Jesus como está em hebreus 1:8 em diante, uma citação do Salmo 102:25-26, onde o TETRAGRAMA também é aplicado ao Senhor Jesus.

      Excluir
  77. Ao observar os textos citados do livro de Apocalipse, nós podemos observar provas Bíblicas da posição ocupada da Noiva de Cristo e de como este novo relacionamento entre Jesus e sua Noiva traz mudança em relação a forma como anjos e humanos Têm trato com os que fazem parte desta classe nubente. A classe da Noiva é uma, o Rei é um, e os súditos e convidados do casamento ou os amigos do Noivo são outra classe. " Quem tem a Noiva , é o Noivo. No entanto, o amigo do Noivo, estando em pé , e ouvindo-o, tem muita alegria por causa da voz do Noivo. Esta alegria minha, por isso, ficou completa. Este tem de estar aumentando, mas eu tenho de estar diminuindo." - João 3;29-30. - " E o espírito e a Noiva estão dizendo; " Vem! E quem ouve diga vem"! E quem tem sede venha; quem quiser tome de graça a água da vida." - Apocalipse 22;17. - Observe que assim como a "Noiva" representa a congregação ungida, os que foram comprados da Terra, João Batista igualmente fala do " Amigo do Noivo", que na pessoa de João, representa os da classe terrestre, cuja esperança é terrena e cujo objetivo é serem súditos do reino, os dominíos sobre os quais governarão os santos do supremo. - Apocalipse 5;9-10; Daniel 7;27 ; Salmo 72;7-9. Em Apocalipse o espírito ( organização celestial sobre direção de Jesus) e a Noiva ( congregação de ungidos comprados da terra) convidam as outras pessoas a usufruírem das águas vitalizadoras. Esta relação especial, coloca a classe ungida numa posição celestial, mas não faz com que devam ser adorados. Todavia, deixa evidente que os anjos agora, estão numa posição diferente em relação a estas, sendo que não podem aceitar nenhuma ação de homenagem ou prostração devido a posição que tais ocupam deste momento em diante nos arranjos de Deus, sendo Cristo Noivo desta congregação. Digno de nota ainda são as palavras do anjo, que direciona João a prestar homenagem ou adoração Aquele que de fato é digno de toda honra, louvor e adoração. Visto que o trabalho desenpenhado pelo anjo é dar testemunho de Jesus - motivo pelo qual a profecia veio a existir -, diz-se em outras palavras, que se ele está ali, está nada mais pelos mesmos motivos de João. Assim, ele declara; " Adora a Deus". É como se o anjo estivesse dizendo; " " Porque se ajoelhar diante de mim se o motivo de eu estar aqui é o mesmo que o seu e de seus irmãos, ou seja, dar testemunho de Jesus, adore a Deus."

    ResponderExcluir
  78. " Sou apenas co-escravo teu e dos teus irmãos, que têm a obra de dar testemunho de Jesus. Adora a Deus; pois, dar-se testemunho de Jesus é o que inspira o profetizar." - João 19;10. - Sabemos muito bem que o anjo falava do Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Deus dos espíritos que habilitam os profetas e das expressões inspiradas. - Apocalipse 22;6 AL e NM. Não devemos forçar textos Bíblicos para se ajustarem há um ponto de vista, uma idéia já fixada em nossa mente ou transmitida, quer por um ensino religioso, quer pela tradição familiar, se esta doutrina for falsa é denunciada pelas Escrituras. Algumas pessoas acreditam seriamente que Jesus deva ser adorado, embora ele não seja Deus, o Pai, aquele de quem sabemos pertencer unicamente a nossa adoração. Até mesmo Charles Taze Russel, um estudante das Escrituras, o qual fundou a Sociedade Torre de Vigia, acreditava que Jesus havia recebido adoração quando na Terra como homem e que os que assim fizeram, não haviam cometido erro algum. Acreditava ele que Jesus era o Deus Todo - Poderoso? OBVIAMENTE QUE NÃO! Pois a adoração que ele entendia que foi direcionada a Jesus, não se referia a mesma espécie de adoração da qual pertence apenas ao pai, mas sim que a adoração que lhe foi feita,era a mesma adoração que homens e anjos aceitaram no passado, e aquela que era dirigida a Deus por meio dos seus representantes. A pergunta que fica é; " ERA DE FATO ISSO ADORAÇÃO?" - Não! Pois nenhum servo de Deus jamais adorou outra pessoa, que não a pessoa do pai, e mesmo Russel adorava a Deus, o Pai. A palavra hebraica e grega não muda de seu sentido original independentemente de como a vertemos em português, assim, era a posição e o reconhecimento de cada uma das pessoas divinas que de fato devia ser colocado em consideração, e destas, Russel reconhecia apenas o Pai, como sendo O Todo- Poderoso. Russel Jamais acreditou na Doutrina da Trindade. Ele escreveu; " Em que embrulhada de Contradições e confusão se acham os que dizem que Jesus e Pai são um só Deus! Isto daria a idéia de que nosso Senhor Jesus foi hipócrita quando esteve na Terra e que simplesmente fingia dirigir-se a Deus em oração sendo ele próprio o mesmo Deus, Também o Pai sempre foi imortal, por conseguinte, não podia morrer. Então, como podia Jesus morrer? Todos os apóstolos foram testemunhas falsas ao falarem da morte e da ressurreição de Jesus, se é que ele não morreu. AS Escrituras declaram, porém, que ele morreu realmente." - Studies in the Scriptures ( Estudo das Escrituras), Série V, páginas 41-82.Este é o conceito atual das Testemunhas de Jeová, provado com referências Bíblicas, não podemos ir contra o shema Hebraico; " Escuta ó Israel, Jeová nosso Deus é um só"

    ResponderExcluir
  79. Observe o que Russel disse; " Devemos contradizer assim os apóstolos e os Profetas e O Próprio Jesus, e desconsiderar a lógica e o bom senso, para nos apegar a um dogma que nos foi transmitido desde um passado obscuro e supersticioso por uma igreja corrupta e apóstata? Não' Alei e ao Testemunho!, se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva." - The Watch Tower de 15 de Agosto de 1915. - Como vemos, Russel jamais aceitava a doutrina da Trindade, porém, até mesmo Russel, tinha um conhecimento limitado acerca de muitas informações, sendo até mesmo ajudado por outro grupo que no passado, igualmente não acreditava na Trindade, os Adventistas do Sétimo Dia. Ele confessou (nota); ' Como que por acaso, certa noite visitei uma sala poeirenta e mal-iluminada, onde ouvira dizer que se realizavam cultos religiosos, para ver se o punhados de pessoas que reunia ali tinha algo mais sensato a oferecer do que do que as crenças das grandes religiões. Ali, pela primeira vez, ouvi algo sobre os conceitos dos Adventistas ( Igreja Cristã do Advento), sendo o Sr. Jonas Wendell o pregador. Assi, reconheço estar endividado com os Adventistas e com outras denominações.Embora a exposição Bíblica feita por ele não fosse inteiramente clara, foi o suficiente, sob a orientação de Deus, para restaurar minha abalada fé na inspiração Divina da Bíblia, e para mostrar que os escritos dos apóstolos e dos profetas estão indissoluvelmente vinculados. O que eu ouvi me fez voltar a minha Bíblia para estudá-la com mais zelo e cuidado do que nunca antes, e serei sempre grato ao Senhor por esta orientação, pois, embora o Adventismo não me tenha ajudado em nenhuma verdade específica, AJUDOU-ME GRANDEMENTE A DESAPRENDER ERROS, e assim me preparou para a verdade." - Testemunhas de Jeová - Proclamadores do Reino de Deus - Pág. 43-44 do Capitúlo 5. - Assim, vemos que Russel não acreditava na Trindade, e nem acetava a idéia de que Jesus recebia adoração da mesma forma que Jeová Deus, o Pai, ele estava desaprendendo erros. É por isso que os cristãos, NÃO ACEITAMOS a ideia DE ADORAÇÃO PARA COM JESUS E NEM MESMO DE FORMA indireta ou relativa. Se alguém prefere dessa forma, isso é com estas pessoas. Quanto a nós, sabemos que nossa adoração é uni-direcionada, e adoração relativa é para quem deseja relacionar adoração ao filho como se ele fosse o Deus Todo-Poderoso, algo que as testemunhas de Jeová, e outros cristãos não praticam. Como foi mostrado, a própria Tradução do Novo Mundo foi atualizada, e com esta atualização, foi feito uma grande melhora no entendimento da palavra PROSKYNEO, que não tem o sentido primário de adoração, pois significa ; " INCLINAR-SE PARA BEIJAR", como quando alguém se abaixa e beija os pés ou as mãos de alguém. Este é o sentido da palavra PROSKYNEO. E as palavras hebraicas que foram vertidas na SEPTUAGINTA grega por proskyneo, transmitem a mesma ideia. De modo que a noção da palavra adorar ou adoração em português, não se encontra nas línguas Bíblicas comforme já vimos na declaração do Dicionário Vine, sendo este, apenas, um dos muitos compêndios que atestam este FATO. Mas, quando relacionada ao Pai, para um entendimento mais claro do leitor, ela pode ser traduzida pela palavra " adorar" e suas flexões."!

    ResponderExcluir
  80. No entanto, alguns ainda perguntam; " Se Jesus não deve ser adorado, por que se diz que ele é Deus?" Para responder a esta pergunta precisamos entender o significado de duas palavras Helohim(hebraico) e Théos( grego)." A palavra théos em si não é suficiente para determinar de quem se está falando ou que tipo de relacionamento devemos ter com aquele que leva este título. Para se saber de quem se fala, devemos analisar o contexto, pois, em alguns casos, pode-se estar falando de Deus, o Pai, de Jesus, dos anjos, dos humanos e até do Diabo. Vejamos a explicações de algumas Traduções (muitas trinitarianas) sobre o uso da palavra helohim/théos. Numa nota de pé da página, na Bíblia de Estudo Pentecostal, se observa o comentário de que é reconhecido que a citação do Salmo 82;6, se refere a Juízes humanos, sendo chamados de deuses ou de elohim. - 82;6; " EU DISSE; VÓS SOIS DEUSES. - O termo deuses nesta passagem (hh.elohim), sem dúvida refere-se a autoridades e juízes humanos de israel, como representantes de Deus na administração da justiça, proteção dos fracos e no livramento dos opressores. O termo aqui jamais significa que meros seres humanos são deuses em potencial, mas que podem vir a ser representantes de Deus, com poder e autoridade para exercer julgamento e fazer justiça( ver. João 10;34 nota). - BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL, nota João 10;34. - Igualmente um comentário feito em O Comentário Bíblico NVI sobre o texto de João 10;34; V. 34; " Não está escrito (...) Eu disse; " Vós sois deuses? Essa resposta, com seu apelo a SL. 82;6, é um argumento tipicamente rabínico. Parece sugerir; " Eu lhes dei a verdade de forma alegórica. Vocês não conseguem aceitar isso. Muito bem, agora vou ao encontro de vocês com o tipo de argumento de que vocês gostam." (cf. 7;15-24; Mc 12;35ss). O salmo é uma referência aos juízes de Israel - às vezes chamados príncipes- que embora falhassem, eram chamados deuses porque administravam a justiça como parte de sua comissão divina." - Podemos observar que é de conhecimento geral que os termos elohim e théos foram usados por Deus o Pai ao se referir a humanos que o representavam. - Os Anjos também são mencionados como sendo Elohim. " Salmo 8;5; " os seres celestiais; " ou um deus' (BJ,NEB) O hebraico lohîm(pl), normalmente é uma referência a Deus ( ou deuses), mas evidentemente pode denotar também seres celestiais. ( Salmo 82;1 ; 86;8; cf. Jó 1;6 ; Salmo 89;6) e. v. comentário de 29;1), e por isso, anjos , na LXX (cf. Hebreus 2;7). Se a leitura marginal " Deus", estiver correta, a alusão é a Gênesis 1;26 (cf. 1 Coríntios 11;7; Tiago 3;9), de glória e de honra; atributos divinos (cf. 96;6), V.6 Cf. Gênesis 1;26ss; Salmo 18;38 ; 110;1; 1 Coríntios 15;27; Efésios 1;22. - Comentário Bíblico NVI Salmo 8;5. - *8.5 Deus; A versão grega (LXX) emprega a palavra anjos, que designa os seres celestiais; superiores aos seres humanos. O hebraico utiliza a palavra (Deus) elohim para enfatizar o contraste , Cf. Jó 1;6, n. - Nova Versão Internacional - NVI, nota sobre o Salmo 8;5. - ' Sl; 8;5 ; " Contudo, pouco menor o fizeste do que os anjos e de glória e honra o coroaste. ( ou deus.; hb. Elohim). - Bíblia de Estudo Pentecostal. Observe que os " Anjos" é a tradução que fazem de elohim, comforme a nota de rodapé. - De fato, existem muitos outros comentários que explicam essa realidade, porém, em nenhuma destas obras se espera que o leitor reconheça os seres divinos aos quais se atribui o título de elohim ou theos, como sendo uma deidade que mereça adoração. Tampouco os verdadeiros cristãos aceitam isso. Acreditamos que tais seres divinos ou humanos, levam este adjetivo por representarem a Deus, o Pai, o Todo-Poderoso, o único Deus Verdadeiro. - João 17;1-3.

    ResponderExcluir
  81. A tradução "Novo Mundo", não tem nenhum valor; Por isso, não adianta fazer uso dela. Você NÃO respondeu nenhuma das minhas objeções. Jesus Cristo é chamado de VIDA ETERNA em 1Jo 1:2. Como você não tem resposta, começou a misturar outros assuntos. Responda aos meus comentários. Eu não sou otário como vocês , e não vou no teu embalo. Responda objetivamente os meus argumentos . Eu já refutei essa heresia jeovísta. Você NÃO VAI DAR O TOM DO DEBATE. ENTENDEU?

    ResponderExcluir
  82. Com relação ao shemá., ele não contradiz a doutrina da trindade, pois quendo diz que Deus é um está especificando sua singularidade, ou seja, ele é incomparável. Ali, não está se falando em números. Os vaishnavas, na índia, são monoteístas, no entanto o deus deles é falso. Em gn. 1:26, Deus diz "façamos", e no tempo de Moisés, e do novo testamento NÃO EXISTIA PLURAL DE MAJESTADE. Jesus Citou o shemá,mas não se omitiu dele. Todas as declarações de Jesus sobre sua pessoa, no evangelho de João demonstram sua divindade. Jesus não era um outro judeu qualquer, mas aquele que a VIDA ETERNA e que possuía a MESMA glória que o Pai desde a fundação do mundo. Você tem de escrever um monte de comparações tolas para tentar refutar o óbvio. Está seita jeovísta, NEGA a ressurreição de Cristo, já marcou várias datas para o fim, quando as escrituras não permitem está prática, distorcem as escrituras quanto a questão do sangue, querendo proíbir as pessoas de receber a transfusão de sangue com base numa perversão das escrituras que um abestado ou abostado "ungido", leu na biblía e começou a falar besteira. Você quer me dizer que durante 19 séculos TODO mundo estava errado, e sómente quando aparece Russel Deus trouxe a verdade ao mundo. Isto não passa de mais uma seita que surgiu nos USA. José Roberto, qualquer leitor inteligente que leu as minhas respostas e as suas, verá que os seus argumentos já foram refutados. Você é que continua teimando. Como o debate por escrito está se alongando, quero LHE DESAFIAR PARA UM DEBATE AO VIVO. SIM OU NÃO?

    ResponderExcluir
  83. Você deveria aplicar o conselho Bíblico de 1 Pedro 3;15; " Temperamento Brando e Profundo Respeito". Jamais me rebaixarei ao seu nível. Isto é uma conduta de pessoas que não tem argumentos!

    ResponderExcluir
  84. Quer dizer da palavra , elohim? A palavra elohim nas Escrituras Hebraicas da mesma forma não determina a identidade do sujeito a menos que o contexto seja verificado. Este título é usado para se referir a todos estes, sem que no entanto, com excessão do pai, tais sejam reconhecidos como uma deidade digna de adoração. (Deus, Deuses, e deus. Inativo). Imagine se perguntassem a você que acredita que Jesus é o Deus Todo-Poderoso; " Maria é mãe do filho de Deus? Você diria, sim, era. - Jesus era Deus Todo-Poderoso? Você diria, sim era. - Maria, era mãe do Deus Todo-Poderoso? Você diria. Não, ela era mãe de Jesus. - Você percebe a contradição? Entenda que a lógica não existe. Vejamos uma nova conversa com alguém supostamente mais preparado. Maria é mãe do filho de Deus? Você diria. Sim, é. - Jesus era Deus Todo-Poderoso? Você diria.Não, Jesus é a segunda pessoa do Deus Todo-Poderoso. - Maria era a mãe da segunda pessoa do Deus Todo-Poderoso? Você diria, Sim. Nas respostas dessas últimas perguntas, além de declarar que Jesus não é Deus Todo-Poderoso, afirmação contrária do que a doutrina da Trindade prega, a pessoa ainda deixa subtendido que o Deus Todo-Poderoso não é uma personalidade. UM SER., mas sim uma associação de seres, ou uma classe composta de três pessoas. O termo deus, comforme aplicado a Jesus, se refere não a sua identidade,mas a designação a ele concedida, como porta voz do Deus Todo-Poderoso, muito mais que Anjos, Juízes humanos. Moisés e outros que igualmente foram chamados de "deuses", Jesus por representar seu deus e Pai pode de direito, ser reconhecido como tal sem que com isso, obscureça a realidade de que a natureza essencial e imanente do Pai é original e eterna, já em Jesus é derivada e criada.Demonstrando assim, a completa inferioridade e submissão de Cristo como filho do Deus Todo-Poderoso.

    ResponderExcluir
  85. Por acaso você não está com medo, está? Você não me conhece, então não permito ofensas a minha pessoa, quando você disse, "não vou me rebaixar a sua pessoa." Rebaixamento é pertencer a uma seita falsa, que surgiu nos USA, no século 19, e já mudou de ensinamento um milhão de vezes, seita cheia de escandâlos e corrupções. Você não sabe o que diz. SE VOCÊ NÃO ACEITAR O DEBATE AO VIVO LHE DAREI POR DERROTADO NO DEBATE E NÂO ADIANTA CONTINUAR ARGUMENTANDO QUE EU NÃO VOU RESPONDER MAIS. ENTENDEU?

    ResponderExcluir
  86. Por favor, ore a Deus e peça um espírito quieto e brando, que é de grande valor aos olhos de Deus. Procure aplicar o conselho Bíblico de Colossenses 3;8; "Mas, agora,realmente, afastai de vós a todas elas, o furor, a ira, a maldade, a LINGUAGEM ULTRAJANTE da vossa boca." Mas, voltando ao assunto principal; " Alguns ao lerem Apocalipse 5;13-14, imagina que Jesus deve ser adorado. Será que é isso que o texto realmente quer dizer? O texto nos diz; " E toda criatura que está no céu, e na Terra, e debaixo da terra , e no mar,e todas as coisas nele, eu ouvi dizer; " Ao que está sentado no trono e ao Cordeiro seja a benção, e a honra, e a glória, e o poderio para todo o sempre. " E as quatro criaturas viventes diziam; " Amém!, e os anciãos prostraram-se e adoraram ". Será que, baseados nestes textos poderíamos afirmar que Jesus deve ser adorado? A resposta é não. Vejamos o que significa o texto. Em Apocalipse pode-se perceber um grave erro de entendimento por parte desses religiosos. Observe que no Texto de Apocalipse 4;10, uma pessoa está sentada no trono, da qual se diz que o Cordeiro (Jesus) se aproxima e tira o rolo de sua mão (Versículo 7), logo, o sentado no trono mencionado no versículo 10 do Capítulo 4 não é Jesus, mas seu Pai, Jeová. Depois, estes dizem que a mesma adoração recebida pelo Pai, é recebida por Jesus no verso 13, mas é ai que eles cometem um grave engano de interpretação e de entendimento. Primeiramente, lembre que a palavra proskyneo, quando relacionada ao Pai, justifica a sua tradução por "adorar", mas aqui tem um detalhe que não deve passar despercebido. Observe no Capítulo 5, os versos 8-12 e depois o 13-14. Vamos destacar em letras maiúsculas os grupos para facilitar. Versos 8-12; ' E, ao tomar o rolo, as QUATRO CRIATURAS VIVENTES e os VINTE E QUATRO ANCIÃOS, prostraram-se diante do CORDEIRO, cada um (deles) tendo uma arpa e tigela de ouro cheias de incenso, e o (incenso) significa as orações dos santos. E catam um novo cântico, dizendo; " Digno és de tomar o rolo e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste pessoas PARA DEUS, dentre toda tribo, e língua, e povo, e nação, e fizestes dele um reino e sacerdotes para o NOSSO DEUS, e hão de reinar sobre a terra." " E EU VI E OUVI UMA VOZ DE MUITOS ANJOS EM VOLTA DO TRONO, e das CRIATURAS VIVENTES, e DOS ANCIÃOS, e o número deles era miríades de miríades,e milhares de milhares, dizendo com voz alta; " O CORDEIRO, que foi morto é digno de receber poder, e as riquezas, e a sabedoria, e a força, e a honra, e a glória, e a benção." Observe que em dois momentos as quatro criaturas ou seres viventes e os anciãos e os anjos dignificam ao cordeiro elogiando-o pelos méritos conquistados perante o Deus deles. Mas note que algo não foi mencionado. Observe agora; Versos 13-14; " E TODA CRIATURA QUE ESTÁ NO CÉU, e na terra, e debaixo da terra, e no mar, e todas as coisas neles, eu ouvi dizer; " Ao que está sentado no trono e ao CORDEIRO seja a benção, e a honra, e a glória, e o poderio para todo o sempre. " E as QUATRO CRIATURAS VIVENTES diziam; " Amém! E OS ANCIÃOS prostraram-se e adoraram." Observe que a construção das frases são idênticas, a única coisa que muda é que na segunda ocorrência, AQUELE QUE ESTÁ SENTADO no trono é mencionado, e assim se pode observar o motivo pelo qual na primeira frase ou visão celestial, não se menciona todos estes seres angélicos adorando ao Cordeiro, mas quando a frase se repete, observa-se a presença do Pai, AQUELE SENTADO NO TRONO, logo se entende os motivos pelos quais um ato de adoração é feito diante do Pai. Simplesmente pelo fato que esta adoração, que não é mencionada nos versos 8-12, é direcionada Àquele que está sentado no trono nos versos 13-14 e não ao cordeiro. Uma construção indêntica logo adiante em Apocalipse 7;10-12, faz uma nítida distinção entre " DEUS" e o Cordeiro Jesus, provando que a adoração é direcionada a " DEUS, O PAI".

    ResponderExcluir
  87. Continuação; " A prova é clara , simples , e fiel. Assim, observa-se que uma análise contextual, prova que não se está adorando ao CORDEIRO, mas seu PAI, Jeová! Devemos considerar outros textos com estas mesmas ocorrências.A Bíblia precisa estar em harmonia, devemos harmonizar um texto com outros para chegarmos a uma conclusão contextual. Realmente, a Trindade é uma das grande mentiras da Cristandade! Devemos agir em harmonia com Deuteronômio 6;4, ( e adorar o único Deus verdadeiro Jeová); " Escuta ó Israel, Jeová nosso Deus, é um só,Jeová". O Apóstolo Paulo se referindo a este verdadeiro Deus em 1 Coríntios 10;13; disse; "Pois todo aquele que invocar o nome de Jeová, será salvo." Aplicando e referindo-se a Joel 2;32; " E terá de acontecer que todo aquele que invocar o nome de Jeová (IHVH) salvar-se-á".

    ResponderExcluir
  88. Eu lhe desafiei, você recusou. Vou lhe acrescentar algo. Jesus não é um ser criado, porque ele é a VIDA ETERNA. 1Jo 1:2. TODA a adoração a Deus é feita na pessoa do Senhor Jesus, inclusive no apocalipse, livro de símbolos. Se quando alguém adora Deus Pai, sem passar por Jesus Cristo, tal pessoa cai direto no judaísmo apóstata que é onde seitas como o jeovísmo se alimentam. Não ponha palavras na minha boca afirmando que eu responderia afirmativamente que Maria seria mãe de Deus. Isto é um argumento desonesto e você sabe disto. Não sei se você notou, mas para construir essa doutrina jeovísta em torno da adoração a Deus, você tem que desconsiderar pessoa de Jesus Cristo que é exatamente o centro de TODA a adoração a Deus, "para que todos HONREM o FILHO como HONRAM O PAI". Jo.5:23. Se você ler no apocalipse vai ver que o centro da adoração a Deus, é o cordeiro. Então, o jeovísmo não tem cristologia porque Jesus Cristo é um personagem de segunda categoria, não devendo, por isso, ser considerado nem cristianismo, mas jeovísmo, ainda mais FASO porque ninguém sabe a pronúncia do tetragrama, fazendo vocês adoradores de UM FALSO DEUS. Já demonstrei em meu comentário de 2/12/2013, as 11:46 e 11:53, que o nome de Deus na nova aliança é JESUS, e nem há sequer menção do tetragrama no novo testamento. Adoração ao Pai, "direto", não existe. A adoração feita a Deus tem que passar pela pessoa de Jesus Cristo, porque de outra forma NÃO SERÁ ACEITA. Você passou por alto uma serie de questões importantes que eu coloquei em comentários anteriores, mas o leitor atento se dará conta disto. O jeovísmo também é heresia porque rejeita a RESSURREIÇÃO DE CRISTO, o que é pior ainda, não podendo ser nem considerado cristianismo, de fato, não tendo na verdade nem ligação com as escrituras, salvo para perverte-las. Deus é chamado de Pai, no novo testamento, por causa do nascimento do alto, da paternidade de deus sobre seus filhos. O nome dEle está no nome de seu filho Jesus Cristo. Em Mt. 28:19 diz: No Nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. A partícula grega "kai", de separação, mostra que são três pessoas. O Pai não é Jesus, e nem Jesus é o Espírito. Agora imagine traduzir assim: "Batizando-os no Nome de Jeová, e de Jesus Cristo, e do Espírito Santo?! O Nome é UM só: SENHOR JESUS CRISTO, onde a pessoa do Pai, do Filho e do Espírito Santo estão representadas. Então quando o crente é batizado em nome das tres pessoas, equivale a ser batizado no nome da Jesus Cristo. E não venha questionar este texto, porque os jeovístas o usam em suas biblías, mas não no batismo. Então, realmente é uma seita falsa, que adora um Deus falso, com um nome falso, inventado pelo homem, tira Jesus Cristo do centro de adoração a Deus Pai, quando as escrituras afirmam que somos aceitos no amado Filho de Deus, e devemos permanecer nEle, Jesus Cristo: "Este é o Verdadeiro Deus e a Vida eterna. 1Jo. 5:20

    ResponderExcluir
  89. Você passou por cima de Mateus 28;18; " E Jesus aproximando-se, falou-lhes, dizendo; " Foi me dada toda a autoridade, no céu e na terra." Se foi dada a Jesus toda a autoridade, quem a deu? Ele já possuia esta autoridade, ou alguém a deu? Quem é o maior, quem recebe a autoridade, ou quem deu esta autoridade? , Jesus respondeu em João 14;28; " O PAI é maior do que eu". Isto está em harmonia com Daniel 7;13 ; " Continuei observando nas visões da noite e eis que aconteceu que chegou com as nuvens do céu, alguém semelhante a um filho do homem; e ele obteve acesso ao ANTIGO DE DIAS, e fizeram ´no chegar perto perante este E FOI-LHE DADO DOMÌNIO, e dignidade um REINO, para que todos os povos, grupos nacionais e línguas o servissem. Seu dominío ,é um dominío de duração indefinida que não passará, e seu reino é um que não será arruinado." João 11;41; " Portanto, retiraram a pedra. Jesus levantou então os olhos para o céu e disse; " Pai, eu te agradeço que tu me ouvistes. Deveras, eu sabia que sempre me ouves; mas falei por causa da multidão parada aqui; A FIM QUE CREIAM QUE TU ME ENVIASTES". E , ao ter dito estas coisas, clamou com voz alta; " Lázaro, vem , para fora!!" (João 11;41). Pergunte-se; " O que é que Jesus queria que as pessoas pensassem?, em que elas deveriam crer? Que Jesus era o próprio Deus encarnado? O texto não diz nada disso! A palavra Cristo, significa " Ungido", ou " Escolhido". Deus não é ungido por ninguém, ele é quem dá a unção! Temos que raciocinar que nos céus, decádas depois de ter ascendido ao domínio celestial, Paulo escreveu que; " O CABEÇA DE CRISTO É DEUS". (ESCRITO QUASE DUAS DECÀDAS DEPOIS DA ASCENÇÃO, ELE ESTAVA NO CÉU, E NÃO NA TERRA EM UM CORPO HUMANO). Realmente, O seu Pai Jeová , é superior em poder e autoridade, e Cristo recebeu tudo isso de seu Pai, mostrando assim que era inferior, e submisso ao mesmo.É meu caro Sr. Paulo Cadi, os teus textos citados precisam se harmonizar com o restante das escrituras!

    ResponderExcluir
  90. Estimado José Roberto
    Paz seja contigo
    O Deus Eterno planejou a Salvação da humanidade através de Um Ùnico Salvador o Senhor Jesus Cristo, Seu Amado Filho Ùnigênito que se fez carne para morrer no Madeiro por você , por mim e toda a humanidade. Ele Se encarnou se fez em semelhança humana e se tornou 100% Deus e 100% homem e como homem sofreu toda espécie de tentação e sofrimento , foi ferido pelas nossas iniquidades, etc...Is.53;
    Somente o Espirito Santo pode fazer cair as escamas dos olhos do pecador ( eu, você e toda a humanidade ) para entendermos o Amor de Cristo que excede todo o entendimento humano. Ele deixou Sua Glória se fez menor que os anjos, só porque te amou e nos amou. E agora ficamos "debatendo" sitando Sua própria Palavra, para discutirmos pontos de vista que o Satanás tem tentado " torcê-la, para que este Amor tão Maravilhoso chegue a tua compreensão. Filipenses 2, etc....
    Em Natureza e Essência , O Pai , O Filho e O Espirito Santo, são iguais, porém no Plano Salvívico há uma hierarquia que precisa ser compreendida pelo amado e todos que rejeitam o Amor do Deus Triúno.Que nos amou de TAL maneira...Jo 3.16.
    Não tente entender Deus com tua mente finita, nem explicá-lo em toda Sua Essência , que não chegarás nunca a conclusões plena. Aceite-o pela fé. Nos limites revelados pelas Escrituras, isto nos basta. Dt.29.29
    Receba ao Senhor Jesus como teu Salvador pessoal. Jo.
    1.12.
    Vamos recordar algo sobre o que as Escrituras nos falam sobre o Senhor Jesus:

    Jesus deus falso ou Deus Verdadeiro?


    EU TE PERGUNTO:

    1- A Bíblia diz que só há um Deus verdadeiro. Jo 17:3
    2- O corpo Governante diz que Jesus é um deus como o diabo. 2 Co 4:2
    3-seria Jesus um deus falso?? ou o Deus verdadeiro?

    Argumentação:
    1- Só existe um Deus verdadeiro, logo os outros deuses são falsos.
    João 17:3 E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

    2-Satanás é chamado de deus!!! MAS É um deus falso!
    2 Coríntios 4:4 nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.
    Gálatas 4:8
    Mas, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses.Jeremias 2:11
    Houve alguma nação que trocasse os seus deuses, posto não serem deuses? Todavia, o meu povo trocou a sua glória pelo que é de nenhum proveito.
    1 Co 8:5
    Pois ainda que há os que se chamam deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores),
    para nós, contudo, há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas, e para quem nós existimos; e um só Senhor, Jesus Cristo, por quem são todas as coisas, e nós outros por ele
    3- Jesus é o verdadeiro Deus, caso contrário seria um Deus falso.
    1 Jo 5:20 "E sabemos que já o Filho de Deus é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

    1- 'O VERDADEIRO' SE REFERE A JESUS:
    o léxico grego DE STRONG comenta:
    Também <1161> sabemos <1492> (5758) que <3754> o Filho <5207> de Deus <2316> é vindo <2240> (5719) e <2532> nos <2254> tem dado <1325> (5758) entendimento <1271> para <2443> reconhecermos <1097> (5725) o verdadeiro <228>; e <2532> estamos <2070> (5748) no <1722> verdadeiro <228>, em <1722> seu <846> Filho <520. Este <3778> é <2076> (5748) o verdadeiro <228> Deus <2316> e <2532> a vida <2222> eterna <166>.

    1722 en (no)preposição primária denotando posição (fixa) (de lugar, tempo ou estado), e (por implicação) instrumentalidade (mediana ou construtivamente), i.e. uma relação do descanso (intermédia entre 1519 e 1537); TDNT-2:537,233; prep
    1) em, por, com etc.

    ResponderExcluir
  91. CONTINUANDO POSTAGEM ACIMA...

    2- Jesus Cristo é chamado de VIDA ETERNA na mesma carta 1 Jo 1:1-2
    1 ¶ O que era desde o princípio, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida
    2 (porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai e nos foi manifestada),
    3- é verdade que o pronome houtos PODE significar (ESSE, ESTE) porém a luz da evidência MOSTRA QUE houtoS se refere a Jesus, pois a carta em questão CHAMA JESUS DE VIDA ETERNA E DE VERDADEIRO!!!

    LOGO SE CONCLUI QUE Jesus Cristo é o VERDADEIRO DEUS E A VIDA ETERNA!

    Com relação que o Pai é o Cabeça de Cristo, Cristo o Cabeça da Igreja e o Marido o cabeça da mulher, não diminui nem um em detrimento ao outro, em relação a natureza nem essência. Apenas com relação a Hierarquia de função, tarefa, responsabilidade, cada qual dentro de sua função.
    O valor da mulher é o mesmo do homem, assim como Deus Pai, Filho e o Espirito Santo.
    Compreendo sua posição , pois nunca tivestes oportunidade de estudar, meditar , mais profundamente sobre Jesus Cristo Homem e sobre o Espirito Santo.
    Percebemos que és estudioso das Escrituras iluminado pela doutrina que ensina contra o Deus Triúno.
    Experimente ler a Bíblia sem as orientações de livros e então o Espirito Santo te iluminará e te trará a compreensão, da verdade que verdadeiramente nos liberta de todo o engano " da letra ", pois ela mata, mas o Espirito vivifica.
    Não me interprete mal. Estou orando pela tua vida tão preciosa para o Salvador Jesus Cristo. Você é abençoado
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  92. Desde o ínicio, quando encontrei este site, pude perceber o seu modo respeitoso de responder as questões, é claro que, e normal, de vez em quando o Sr. dá umas espetadinhas, pois tem crenças e conceitos diferentes dos meus.( 1 Pedro 3;15). Temos crenças diferentes, apesar de estudarmos o mesmo livro à , Bíblia Sagrada. O bom soldado, no entanto, luta por aquilo que ele acredita, é claro que a nossa luta não é carnal, comforme a palavra de Deus diz, e sim espiritual. Pode ter certeza, que até agora não me ofendi com as questões levantadas por vocês, (Sr. Paulo Cadi, Sr. Luciano Sena, Sr, wilson Vilote), os compreendo, porque também já fui evangélico. No entanto, como bom cristão que sou estarei até o fim defendo a Verdade que nos liberta. (João 8;32). Que o Senhor Jeová,o seu Filho Jesus Cristo, e o seu poderoso espírito santo,nos oriente, e abra a nossa mente e corações para comprendermos a palavra de Deus. (Salmos 104;105). Sei que não existe duas verdades! A melhor forma de descobri-la é através do estudo profundo da palavra de Deus. Quão bom seria que todo crente, estudasse a Bíblia com zelo, dedicação, oração, seriedade. (João 17;3)( 2 Timotéo 3;16,17).Menos emoção,e mais estudo sério da palavra de Deus!

    ResponderExcluir
  93. Quanto a Mateus 28;18, só o fato de Jesus ter recebido algo de outro prova que ele não é o Deus Todo-Poderoso. Pois Jeová o Deus Todo-Poderoso e pai do nosso Senhor Jesus Cristo disse; " Quem me deu primeiro alguma coisa, que eu deva recompensar? Debaixo dos céus inteiros, é meu" . ( Jó 41;11). Além disso todo poder (Almeida) recebido por cristo evidentemente é em sentido relativo e não absoluto. Pois, se fosse em sentido absoluto, Deus teria ficado sem poder (Almeida), ou sem autoridade(NM), visto que teria transferido literalmente todo poder ao filho! Portanto, Jesus recebeu toda a autoridade dentro do campo de ação que lhe foi confiado por Deus, poia a Bíblia mostra que Deus, o Pai, continua sendo " a cabeça de Cristo" . ( 1 Coríntios 11;3), e o Deus dele ( Efésios 1;17 ; 2 Coríntios 1;3). E isso é totalmente imcompatível com a ideologia da Trindade, a qual apregoa que as supostas três pessoas são coiguais e coeternas. Como as três pessoas poderiam ser coiguais se uma delas é Deus da outra?!

    ResponderExcluir
  94. Estimado José Roberto
    Jesus é a nossa paz Ef. 2.14
    Conforme desejamos que compreendas, que o Senhor Jesus por ter te amado tanto, Ele DEIXOU Sua Glória. Ele já a possuia e este poder que tornou a receber eram dEle. Ele já o possuia, antes de vir ao mundo por amor a você e a nós Ele renunciou, assumindo a parte humana. Após ressurgir, recuperou o poder e a Glória que tinha com o Pai, antes que o mundo existisse Jo.17.5 .
    O apóstolo Paulo diz: Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dos mortos (humanidade de Jesus ), e pondo-o à direita nos céus, acima de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; e sujeitou TODAS as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas O constituiu como cabeça da Igreja Ef. 1. 20-22. Como podemos constatar, Jesus está acima de todo o poder, o que significa que Ele é Todo-Poderoso. ( Estamos comentando sobre o texto de Mt.28.18 citado pelo amado do Senhor.
    O verso 19 do texto acima citado demonstra que O Pai, O Filho e O Espirito Santo tem a mesma autoridade. Nome indica autoridade . Ex: " Na autoridade de Abraão, e de Isaque e de Jacó " Qualquer bom exegeta entenderia que os três possuem a mesma autoridade, a menos que 1( um ) deles resolvesse, por um período de tempo, humilhar-se por um motivo específico , fazer-se de servo naquela casa, e depois assumir a autoridade que já tinha antes, sendo-lhe restituida tal autoridade.
    Muitas vezes compara-se humanos com Deus para explicarmos crenças;
    Pai Filho, Espirito Santo tem a mesma autoridade;
    Se O Espirito Santo fosse uma força ativa do Pai, então não precisaria ter dito " E DO ESPIRITO SANTO "
    Num certo comentário falastes sobre o Nome do Espirito Santo.
    A Palavra de Deus nos ensina que houve um tempo em que se começou a pronunciar o nome Jeová. Isso quer dizer que antes Deus não se identificou com nome.
    Os que morreram sem saber o nome de Deus acharam que Ele era uma força ?
    E os anjos são tantos e a bíblia não menciona os seus nomes. São eles uma força?
    Quanto ao Espirito Santo, é assim que fomos ensinados a chamar Este Maravilhoso Ser pessoal Divino.
    O Pai é um espirito santo, isso O torna um ser pessoal;
    Jesus é um espirito santo, isso torna Jesus um Ser pessoal;
    Então, O Espirito Santo não seria um Ser pessoal por quê ?
    Mt. 28.19 não disse " Em nome do Pai, comseu espirito santo , e do Filho" MAS;
    " ...em nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo;..."
    A sequência é muitíssimo importante observarmos. Não foi por acaso que o Senhor Jesus nos deixou assim revelado.

    Na postagem acima comentei com o amado do Senhor sobre a hierarquia funcional do Deus Triúno, quanto a nossa Salvação.

    ResponderExcluir
  95. CONTINUAÇÃO DA POSTAGEM ACIMA...

    Procurarei ajudá-lo a compreender, que no plano da salvação, Jesus e o Espirito Santo são submissos ao Pai. Isso não os torna inferiores em Natureza: Todas as pessoas mencionadas são o mesmo Deus, Único e Verdadeiro.
    No novo Testamento o Deus Triúno tem se revelado de forma mais transparente. Ao longo das épocas Ele se revelou, conforme Pv.4 . 18
    O Pai ( 1 Co.8.5 ); Filho ( Jo. 20.28 ) e o Espirito Santo ( At.5.3,4 ).
    Como homem Jesus era inferior até aos anjos Hb. 2.7. Ele nunca disse que era anjo!
    Jo.8.58 EU SOU " Eu tenho sido " Tempo verbal que em grego NÃO EXISTE
    Jo14.28 " O Pai é maior do que eu. " " Meidzon " ( Maior em posição )
    Não maior em natureza.
    Os anjos eram maiores que Jesus, quando em carne. Hb.2,7 ( NUNCA EM NATUREZA ) " Meidzon "
    Ele o Pai é de Jesus em uma concepção diferente de nós Gl.3.26; Rm. 8.15
    Nós fomos adotados.
    A superioridade do Pai em ressuscitá-lo, mas não em superioridade de Essência, mas de posição ou função.
    O Salmo 45.6,7 Deus chama Jesus, Seu Filho de Deus, repetidas vezes. Hb. 1.8
    Jesus assumiu a forma de servo e é isto que nos revela o Evangelho de Marcos( Eu vim para servir e não para ser servido ) ; Fl. 2.5-8 e Lc. 22.42
    OBS: No Deus Triúno, há funções para cada uma das Pessoas Divinas. Em posição Jesus é o segundo abaixo de Deus Pai, no plano da salvação do homem. Ele é submisso ao Pai, antes durante e depois de sua encarnação. Mas em Natureza, Jesus não é inferior ao Pai.
    Menciono o Texto de 1 Co.11.3
    O Cabeça de Jesus é Deus. O Cabeça da mulher é o homem. O homem é o primeiro do lar , a mulher é a segunda.Mas em natureza, a mulher é tão humana quanto o homem. Na Divindade não é diferente: Em posição ou função: O Filho é submisso ao Pai, poiis por Ele foi enviado, o O Espirito Santo é submisso ao Pai Jo14.26 e ao Filho Jo15.26.

    O Espirito Santo te ilumine a entender o Plano Eterno de Salvação do Deus Triúno.

    O Triângulo tem 3 angulos e este fato não destrói a unidade da natureza do triângulo. Nem a unidade anula os seus três angulos. O mesmo é verdade acerca do Deus Triúno.

    O Eterno te guarde em Cristo Jesus
    Wilton

    ResponderExcluir
  96. Você continua formando sua argumentação, desconsiderando a encarnação da Palavra Divina. Está, desceu toda a escala celestial, como está em Fp.2, para se tornar um ser humano,sendo sujeito ao Pai em tudo, mas não inferior em NATUREZA que é do que estou falando. Em Isaías 43:11 diz: ..."e entendais que sou eu mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá". Este texto tem de ser entendido em sentido ABSOLUTO. Jesus Nunca é chamado de "deus", no novo testamento. Em colossenses 2:16, diz que TODAS as coisas foram criadas por Cristo, o logos. Em Jo. 1:2, Jesus é chamado de VIDA ETERNA que estava com o Pai. Você vai ter de encontrar o texto onde diz que Deus criou o logos, que é a VIDA ETERNA e também encontrar o texto onde afirma que a VIDA ETERNA, o logos, recebeu a vida eterna de DEus Pai. Sem isto, não tem como você provar pelas escrituras que o logos é uma criatura, já que em hebreus 1:8 em diante, Jesus é chamado de DEUS e o tetragrama é aplicado à Ele, porque o texto de hebreus 1:8 em diante, é uma citação do Salmo 102:25-25 onde em TODO o capítulo Deus é chamado pelo nome do tetragrama. Com relação ao nome de Deus, no antigo testamento qualquer numero de vogais combinadas é possível, e os judeus não tem certeza da real pronúncia, assim como os cristãos. JEHOVA, em ingles, é na verdade uma variante tardia, provavelmente do século 16. Aqui, o "Y" é substituído com um "J", (o hebraico nem mesmo tem o som de "J"), e o "W" com a letra "V", mais "outra" combinação vogal, resultando em JEHOVA. Isto é mais uma combinação artificial e FALSA. Então os jeovístas estão anunciando um FALSO DEUS que NÂO EXISTE e desprezando o nome de Jesus. O Cristo, pois em sua doutrina, Cristo não é o centro, mas o FALSO DEUS JEHOVA, pura invenção humana. Certamente não se trata do Deus dos profetas e apóstolos que usa sómente o nome de Jesus, O Cristo, já que o novo testamento ensina que "debaixo do céu NÃO EXISTE NENHUM OUTRO NOME PELO QUAL IMPORTA QUE SEJAMOS SALVOS." At. 4:12. Em Fp. 2:10-11 diz que "todo joelho se dobrará" ao soar o nome de JESUS, não jeová, que NÃO EXISTE. Em Colossenses 3:17 diz, que tudo o que for feito em palavras e obras, seja feito no nome do Senhor Jesus, para glória de Deus Pai, não de jeová, que NÃO EXISTE, mas na nova aliança o nome do Pai, JESUS, está no Filho. Eu vou repetir;adoutrina jeovísta encontra seus apoiadores, em parte, nos judeus apóstatas e nos muçulmanos anticristos. Uma das pessoas da trindade pela encarnação do Verbo TEM DE SER DEUS DA OUTRA, porque isto faz parte da mediação e porque o homem caído só pode ter o Deus verdadeiro na pessoa de Jesus. Isto que os jeovístas não entendem. A profundidade do significado da palavra intercessão, que começou no descensão do Verbo e entra pela eternidade.

    ResponderExcluir
  97. A Bíblia é harmoniosa, observe como 1 Crônicas 29;20, em comparação com Apocalipse 5;13-14, existe uma harmonia contextual. O Texto diz; " Então toda a congregação louvou ao Senhor Deus de seus pais, e inclinaram-se, e prostraram-se perante o Senhor,e perante o Rei." - Almeida Revista e Corrigida de 1969. " Então toda a congregação louvou ao SENHOR, Deus de seus pais ; e inclinaram-se e prostraram-se perante o SENHOR e perante o Rei." - Almeida Revista e Corrigida de 1995. - " Toda a congregação bendisse a Jeová, O Deus de seus pais, inclinaram-se e prostraram-se perante Jeová e perante o Rei". - Tradução Brasileira de 1917. - " E todos eles louvaram o Senhor, o Deus de seus antepassados, inclinando-se e prostrando-se diante do Senhor e diante o Rei." - Nova Versão Internacional. -" pasa h ekklhsia kurion ton yeon paterwn autwn kai kamqantev ta gonata PROSEKUNHSAN tw kuniw kai tw basilei" - Septuaginta LXX ( A parte em letras de forma é uma forma de proskyneo). - No texto acima, da Septuaginta está escrito ; " ADORARAM , O SENHOR E O REI". Se a opção de traduzir proskyneo por adorar no texto acima, for admitida, então podemos concluir que Davi foi adorado junto do Senhor Jeová. Os cristãos porém, acreditam que a adoração neste texto é dirigida a Deus unicamente, sendo que Davi recebe a honra de estar associado a Deus e assim recebe reverência e honra, mais Jamais adoração. Poderá observar também a Versão Interlinear Hebraico Inglês. Observe que esta mesma palavra no hebraico " shachah" . (Strong) é usada em muitos outros textos, sendo traduzido por adorar, adoração. Poderíamos perguntar; " Será que, coforme diz o Texto Davi estaria recebendo adoração junto com Jeová? Certamente que todos dirão que não, mas que a adoração era direcionada a Jeová, não a Davi, mesmo que Davi seja mencionado em associação a Jeová. Da mesma forma, podemos entender de Apocalipse 5;13-14,, uma construção mais simples do texto Bíblico, o que mostra que a adoração é dirigida ao Pai, não a Jesus, isso sendo reforçado pelo fato de que no verso 8 e 12, onde o cordeiro é mencionado sozinho, não se faz referência a uma adoração, o que ocorre apenas ao se mencionar o seu Deus e Pai, Jeová. O Título Deus ou deus, não é o que torna o ser Todo-Poderoso ou nos revela sua posição. Já sabemos que este título é atribuido a anjos e humanos. Foi usado por Jesus exatamente este argumento que estou usando agora,, por Jesus, quando o acusaram de se declarar filho de Deus. Ele mencionou que se Deus chamava de " deuses" pessoas que o representavam, e cujas ações estavam em desobediência, porque o queriam machucar quando apenas dizia; " SOU FILHO DE DEUS." - João 10;34 - Como é bom o estudo profundo da palavra de Deus, a verdade se torna evidente, Jesus é um deus, como anjos foram, humanos, e como sendo um deus poderosos, mas não o Deus Todo-Poderoso, herdou uma herança do seu pai, o Reino de Deus. 1 Coríntios 15 ; 24-28.

    ResponderExcluir
  98. Você continua usando o nome do deus falso, "jeová"; Também continua fazendo comparações sem sentido, na tentativa de diminuir a importância da pessoa do Senhor Jesus TIRANDO-O DO CENTRO, e estabelecendo em seu lugar um deus falsificado, invenção de Rutherford, que se utilizou de uma corrupção do tetragrama, manufaturada por um monge católico no século 12. Davi, por acaso, foi chamado de VIDA ETERNA, ou possuía a MESMA GLÓRIA que o Pai, desde antes da fundação do mundo? No batismo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, Davi está elencado, ou Davi é o caminho, a verdade e a vida? Etc. Depois você aparece com uma monstruosidade de interpretação, tipíca da teologia as avessas dos jeovístas e diz: "Da mesma forma, podemos entender de Apocalipse 5;13-14,, uma construção mais simples do texto Bíblico, o que mostra que a adoração é dirigida ao Pai, não a Jesus, isso sendo reforçado pelo fato de que no verso 8 e 12, onde o cordeiro é mencionado sózinho, não se faz referência a uma adoração. o que ocorre apenas ao se mencionar o seu Deus e pai, Jeová." Eu posso lhe dizer que a adoração ao Pai, NUNCA, MAS NUNCA, é separada da mediação de Jesus Cristo, senão NÃO É ACEITA. Jesus disse: "Eu e o Pai somos UM." Isto é uma unidade ontologica que não pode sofrer separação de espécie alguma. Veja nas cartas do apóstolo Paulo, onde o Pai e o Filho SEMPRE vem unidos. NÃO EXISTE nas escrituras o Pai sem o Filhoe vice-versa. É só ler os escritos do apóstolo João. Você afirmou que no cap. 5 de ap. a adoração sómente é dirigida ao Pai. Não é verdade. Eu vou lhe demonstrar agora porque este raciocínio está errado. Fp. 2:10-11, "Para que ao NOME DE JESUS se dobre TODO O JOELHO, dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. Note que a adoração vem ao soar o nome de Jesus Cristo, não jeová que NÃO EXISTE. Então, se ajoelhar-se ao nome de Jesus Cristo não se trata de adoração, mas sómente um ato respeitoso já que você não pode separar o nome da pessoa, Deus Pai também não está recebendo adoração. O que é apresentado aqui em Fp. é a mesma coisa que acontece em ap. 5. A adoração a Deus Pai, vem ao pronúnciar-se o nome de Jesus Cristo, ou seja, o Filho está intrisícamente incluído na adoração ao Pai, porque isto faz parte da mediação do logos eterno que sempre esteve com o Pai. O Pai é SEMPRE glorificado no Filho, está é a ordem correta da adoração biblíca. Jesus NUNCA se identificou com os "deuses" à quem veio a Palavra na antiga aliança, mas como um ente superior, possuíndo em sua essência a MESMA natureza do Pai, porque é isto que o identifica como Filho Unigênito de Deus, enquanto que a expressão filho do homem, se refere a sua natureza humana, e é aí onde encontram-se os "deuses", ou profetas e juízes de Israel. Jesus NUNCA é chamado de "deus" no novo testamento, já que ele não é mais um profeta mas aquele que possuía a MESMA glória que o Pai. Me mostre o capítulo e versículo onde Jesus é chamado de "um deus."

    ResponderExcluir
  99. Nenhum TJ lida realmente com a posição protestante e histórica da trindade. É só ler a Bíblia sem a Sentinela...

    ResponderExcluir
  100. Jesus o nosso Rei e AMO se tornou filho espiritual GERADO de Deus , o Pai. O papel de Jesus no próposito do Pai dele é realmente muito importante e grandioso. Deus, o Pai, desejou que em Jesus se concentrassem todas as caracteristicas divinas, Deus lhe concedeu imortalidade e uma posição sem igual nos céus. Fez que ele fosse agente na salvação dos seres humanos e na restauração do sistema de coisas divino. Como um ser distinto de seu Deus, Jesus fora criado ou gerado por seu Pai, tendo sido retirado de dentro do próprio Pai como uma personalidade única. Algumas pessoas questionam se a palavra gerado e criado querem dizer as mesmas coisas. Bem, podemos dizer que de fato, criar e gerar podem sim significar a mesma coisa e também não. O contexto estabelece isso. Exemplo; Mateus 1;1; " Abraão gerou a Isaque; Isaque a Jacó; Jacó a Judá e a seus irmãos.". Gerar não significa criar, mas significa fornecer os meios pelos quais algo possa passar por uma transformação. Sabemos que o material genético que se fazia necessário para geração de Isaque estava nos lombos de Abrãao, mas para que esse material pudesse se tornar em um ser humano era necessário um processo, para que houvesse a geração de Isaque. Mas, como é evidente, o material biólogico para a geração de Isaque pré-existia. Esta é a mesma palavra usada para se referir a GERAÇÃO, de Jesus em Hebreus 1;5, onde claramente se refere a Jesus ser GERADO do espírito santo após a sua morte, processo este que iniciou pela sua apresentação, para o seu batismo, o batismo nas águas e o batismo na sua morte. Assim, Jesus existia qual humano aqui na terra, mas precisava passar pelo processo de transformação, ou geração espiritual. Depois de morto, ele passou por este processo. Para uma perfeita compreensão, leia os textos na ordem e medite; " Lucas 1;35 ; Marcos 1;11 ; Lucas 9;35 ; Lucas 12;50 ; Marcos 10;38 ; Mateus 20;22 ; João 18;11 ; Mateus 26;39 ; Romanos 1;4 ; 6;3. Os textos mostram que Jesus tinha de receber um batismo na morte, no qual seria gerado novamente como filho espiritual de Deus, recebendo um corpo espiritual, para o seu regresso aos céus, agora com imortalidade. Mais textos que mostram o processo de adoção (geração) espiritual por que Cristo e outros passaram. - Romanos 8;15,23 ; Galátas 4;5 ; Efésios 1;5. Portanto, Jesus o príncipio da criação de Jeová (Revelação 3;14), (Grego arkhe), o filho unigênito pelo qual foi e é o meio de salvação de toda a humanidade obediente. (João 3;16), sim a ele como o agente principal de Deus, e o meio de nossa Salvação, assim como ele foi obediente ao seu Pai, mostrando submissão como alguém gerado, ( Porque o Deus Todo-Poderoso não pode ser gerado por ninguém, mas ele é quem gera /cria todas as coisas), mostrou exemplo de submissão ao Pai, da mesmo forma devemos fazê-lo!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você afirmou quanto a Jesus que "Deus lhe concedeu imortalidade." Quero o capítulo e versículo que provem essa afirmação. Este tipo de raciocínio contradiz 1Jo 1:2, onde Jesus é chamado de "VIDA ETERNA que estava com o Pai." Depois afirma que: "Jesus foi criado ou gerado por seu Pai, tendo sido retirado de próprio Pai."???!!! O que? ISTO NÃO EXISTE. De onde você tirou está afirmação? O Filho é o reflexo do Pai, por causa que um dos atributos do Pai é exatamente a paternidade. Deus não se tornou Pai quando Jesus nasceu ou ressucitou, mas do céu Ele enviou o seu Filho. O Filho já existia em forma de Deus desde sempre, porque Ele É A VIDA ETERNA, e então, não pode receber algo que Ele mesmo é, não por merecimento, mas por natureza idêntica a do Pai. Quanto a Hb. 1:5, antes de Jesus, nós não temos nenhuma evidência que alguém tenha recebido o corpo glorificado. Daí, Jesus foi o primeiro a ressucitar dentre os mortos, CORPORALMENTE, e não em espírito que é outra heresia jeovísta. O Cristão, pelo novo nascimento, regeneração do espírito, pelo Espírito receberá um corpo glorificado, sendo então plenamente gerado para a vida eterna, processo este que começou com a conversão ou novo nascimento. Jesus, não tendo pecado não precisou se converter, mas recebeu a nova geração do Pai, em sua ressurreição, sendo por está "CONFIRMADO FILHO DE DEUS pela ressurreição dentre os mortos."Rm. 1:4. Todos os cristãos estão incluídos na geração divina de hb. 1:5, pois todos os crentes de todos os tempos ressucitaram com Ele. O logos eterno se manifestou em carne semelhante a carne pecaminosa, voltando ao Pai, não em forma de Deus na qual pré-existia, mas como homem glorificado, ou seja, nele habita "TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE CORPORALMENTE, cl. 2:9, a mesma plenitude que Ele possuía em forma de Deus, Fp.2:6, como VIDA ETERNA, 1Jo 1:2, que estava junto ao Pai. Será que é tão difícil entender que toda a relação do Pai com o Filho, agora passa pela encarnação do logos eterno? Você afirmou que Jesus "seria gerado novamente como filho espiritual de Deus, recebendo um corpo espiritual." Quero saber também de onde você tirou isto? A resposta é óbvia! As escrituras não ensinam que Jesus foi "novamente gerado como filho espiritual de Deus", porque só quem pode ser gerado "novamente" sob QUAISQUER circustâncias são os pecadores, pela conversão. Jesus ressucitou como homem, não como espírito, 1Tm. 2:5 e outros, para completar a redenção do homem caído. Ele foi gerado, hb. 1:5, citação do Salmo 2:8 complementando com o verso 12, em virtude de sua ressurreição vicária, porque sua morte completa-se na ressurreição, provando que os pecados dos crentes foram aniquilados lá na cruz do Gólgota. A ressurreição de Jesus, não foi para si, mas para os cristãos. Você afirmou outra HERESIA onde diz que , "Mais textos mostram que o processo de adoção (geração) espiritual POR QUE CRISTO E OUTROS PASSARAM." Ênfases minhas." Os ùnicos que recebem o Espírito de adoção são os crentes. O Espírito Filial que Jesus possuí em natureza divina, sem pecado, antes da criação divina, é infundido no pecador arrependido. É só ler as cartas de Paulo quanto ao assunto. Para defender a heresia, você tem de colocar Cristo na mesma posição do homem pecador, que é fez com está declaração herética, resultado da doutrinação jeovísta (jeová), nome que NUNCA saiu da boca de um profeta, apóstolo, judeu fariseu, saduceu etc., mas da mente pervertida dos falsos "ungidos" desta seita.

      Excluir
  101. Caro José Roberto
    Paz seja contigo
    Você reconhece o Senhor Jesus como teu Único e suficiente Salvador ?

    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  102. Em reposta a tua pergunta, Sr.Wilton Villote Rodrigue, te digo que reconheço o Senhor Jesus Cristo, como o meio usado por Jeová , para nos resgatar dos pecados. João 3;16 ; " Deus amou tanto o mundo, que ENVIOU o seu filho unigênito; " João 3;36; " Quem exerce fé no filho tem vida eterna,quem desobedece ao filho não verá a vida, mas o furor de Deus permanece sobre ele." Assim como no passado Jeová usou " SALVADORES", Juízes, Profetas, da mesma forma Jeová um salvador maior, Jesus Cristo,. Ele disse; " Assim como o FILHO DO HOMEM, não veio para que se lhes ministrassem, mas para ministrar, e dar a sua VIDA COMO RESGATE POR MUITOS".Sou sinceramente a gradecido a Cristo, e ao mesmo tempo procuro seguir as pisadas dele."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Em reposta a tua pergunta, Sr.Wilton Villote Rodrigue, te digo que reconheço o Senhor Jesus Cristo, como o meio usado por Jeová , para nos resgatar dos pecados. João 3;16"

      TINHA QUE SER ESSA RESPOSTA MESMO, A RESPOSTA DE UM HEREGE!!!

      Excluir
  103. O que a Bíblia nos diz sobre GERAR/CRIAR? João 3;8; " O vento sopra onde quer, ouves a sua voz,mas não sabes donde vem, nem para onde vai, assim é todo o que é nascido (gerado) do espírito." - Almeida -RA. - João 12;23-24; " Mas Jesus respondeu-lhes, dizendo; " Chegou a hora para o filho do homem ser glorificado. Eu, vos digo, em toda a verdade; A menos que grão de trigo caia ao solo e MORRA, permanece apenas um só (grão), mas, se morre,então dá muito fruto." - Atos 13;33-34 ; " Que Deus a cumpriu inteiramente a nós, seus filhos, POR TER RESSUSCITADO A JESUS, ASSIM COMO ESTÁ ESCRITO NO SEGUNDO SALMO; " TU ÉS MEU FILHO, HOJE EU ME TORNEI TEU PAI. (34) " E este fato, de que o ressuscitou dentre os mortos, destinado a nunca mais voltar a corrupção, foi declarado por ele do seguinte modo. " Eu vos darei as benevolências para com Davi, que são fiéis." - 1 Coríntios 15;37-38; "E, quanto ao que semeias,SEMEIAS, NÃO O CORPO QUE SE HÁ DE DESENVOLVER, mas o mero grão, seja de trigo, seja de qualquer dos outros; (38) mas Deus lhe dá um corpo assim como lhe agrada, E CADA UMA DAS SEMENTES O SEU PRÓPRIO CORPO." - 1 Coríntios 15;47-49 ; " O primeiro homem é da terra e feito do pó,o segundo homem é do céu. Assim como é aquele feito de pó, assim (são) também esses feitos de pó; E ASSIM COMO (É) O CELESTIAL, ASSIM (SÃO) TAMBÉM ESSES QUE SÃO CELESTIAIS. E assim como temos levado a imagem daquele feito de pó, LEVAREMOS TAMBÉM A IMAGEM DO CELESTIAL." - Romanos 6;9; " Pois sabemos QUE CRISTO NÂO MORRE MAIS, agora que tem sido levantado dentre os mortos,; A MORTE NÃO DOMINA MAIS SOBRE ELE". - Hebreus 1;5; " Pois a qual dos anjos disse jamais; Tu és meu filho, EU HOJE TE GEREI?", E outra vez; EU LHE SEREI Pai, E ELE ME SERÁ FILHO." - Observe também o que de 1 João 5;18, onde a palavra nascido, é a mesma palavra grega para GERAR ou GERADO. O texto pode rezar; " Sabemos que todo aquele que tem nascido (gerado) de Deus não pratica o pecado, mas o Nascido (gerado) de Deus vigia sobre ele, e o iníquo não o segura." Aqui vemos que Jesus foi gerado do pai, por espírito santo, tendo recebido a sua vida de volta por meio da ressurreição dos mortos. Nesse sentido, Cristo foi gerado.

    ResponderExcluir
  104. Para determinarmos se Jesus foi criado ou não, devemos levar em consideração vários texto Bíblicos importantes. (1) Provérbios 8; 22-31; " O próprio Jeová me produziu como o príncipio do seu caminho, a mais antiga das suas realizações de há muito. Fui empossado desde tempo indefinido, desde o começo, desde tempo mais remotos do que a terra. Quando não havia águas de profundeza, fui produzida como que dores de parto, quando não havia mananciais fortemente carregados com água. Antes de serem assentados os próprios montes, adiante dos morros, fui produzida como que com dores de parto, quando ele não havia feito da água de profundeza, quando ele não havia feito a terra e os espaços abertos, nem a primeira parte das massas de pó do solo produtivo. Quando ele preparou os céus, eu estava lá, quando decretou o ciclo sobre a face de água de profundeza, quando firmou as massas de nuvens acima, quando fez ficar forte as fontes de água de profundeza, quando fixou ao mar o seu decreto, para que as próprias águas não ultrapassassem a sua ordem, quando decretou os alicerces da terra, então vim a estar ao seu lado como mestre de obras, e vim ser aquele de quem ele gostava especialmente de dia a dia, regozijando-me perante ele todo o tempo, regozijando-me com o solo produtivo da sua terra, e as coisas que eu gostava estava com os filhos dos homens. " Embora alguns estudiosos aleguem que o texto fale apenas de uma personificação, não podemos deixar de levar em consideração certos detalhes mencionados no texto Bíblico. Observem ; " O texto está se referindo a sabedoria de Deus; porém a sabedoria de Deus sempre existiu, de modo que o texto forçosamente indica que a sabedoria aqui é usada para retratar algo que veio a existir e que, pelo contexto, percebemos ser uma pessoa. O texto indica; quem quer que seja este, ele estava no príncipio com Deus, poia antes de criar todas as coisas, ele estava junto de Deus, Compare com João 1;1-3. Embora a sabedoria do, Grego, "Sofia", não se refira a palavra falada, como uma razão ainda não manifestada, mas presente na mente de Deus., não pode desassociar de Logos. Como se aquele de quem fala neste texto pré-existisse na mente de Deus como evidência de sua sabedoria posteriormente manifestada. O verso 30 mostra que tal pessoa atuou como mestre de obras ou arquiteto junto de Deus, atuando e seguindo as ordens de Deus na construção de projetos. Diz-se igualmente que este, lhe era favorito, suas delícias (AL) ou de quem gostava especialmente. O Próprio apóstolo Paulo não viu dificuldade em relacionar Jesus com a sabedoria de Deus. ( 1 Coríntios 1;24; 1 ;30).

    ResponderExcluir
  105. Observe que Jesus não deixou-se sem entender, sobre a sabedoria de Deus. " Por esta razão, A SABEDORIA DE DEUS TAMBÉM DISSE:; Eu lhes enviarei profetas e apóstolos, e eles matarão e perseguirão a alguns deles, para que o sangue de todos os profetas,, derramado desde a fundação do mundo, SEJA EXIGIDO desta geração, desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e a casa. ' SIM EU VOS DIGO, será EXIGIDO desta geração." Observe que estas palavras deixa claro a ligação entre a Sabedoria de Deus e o próprio Jesus. Em Provérbios 8;22, se diz que esta sabedoria foi produzida ou criada, obviamente se referindo àquele a quem tal sabedoria está retratando. A palavra hebraica é qanah. Sobre ele, veja o que diz o dicionário Vine; " qãnãh; 'obter,adiquirir,ganhar". Estes significados básicos são dominantes no Antigo Testamento, mas certas passagens poéticas,há muito sugerem que este verbo significa "Criar". Em Gênesis 14;19, Melquisedeque abençoou Abrão e disse; " Bendito seja Abrão do Deus Altissímo, o Possuidor (criador) dos céus e da terra." Este epíteto divino é repetido em Gênesis 14;22. Este significado é tomado como certo em Deuteronômio 32;6, no qual qãnãh é paralelo a ãsãh, "fazer"; " Não é ele teu Pai, que te (criou) adquiriu (qãnãh), te fez (ãsãh) e te estabeleceu (kûn)?", a idéia da criação também é indicada no Salmo 78;54; 139;13 e em Provérbios 8;22,23." - Dicionário Vine. - O significado da palavra em Provérbios, sugere uma criação ou algo gerado. Outras versões como a Nova Versão Internacional vertem da seguinte forma; " O Senhor me criou como o princípio do seu caminho." Na septuaginta, o mesmo significado está presente, o de CRIAR.

    ResponderExcluir
  106. Miquéias 5;2; " " E,tu, Belém Efrata, peuqena demais para estar entre os milhares de Judá, de ti me sairá aquele que há de tornar-se governante em Israel, cuja ORIGEM é desde os tempos primitivos, desde os dias do TEMPO INDEFINIDO." - A palavra hebraica INDEFINIDO ; aqui é; "Mlwe -oh-lám. Essa palavra não significa eternidade e nem eterno, mas sim um período de tempo não especificado, indefinido. Êxodo 31;16-17, fala de sistema e observações que com o tempo deixariam de ser observados ou que se tornariam obsoletos. O lexicógrafo Gesenius atribui-lhe o significado de; " tempo oculto,i.e, obscuro e longo, cujo princípio ou fim é incerto ou indefinido." ( A Hebrew and English Lexicon of the Old Testament ( Léxico Hebraico e Inglês do Velho Testamento), traduzido para o inglês por E. Robinson, 1836, p 746). Assim aquele que sai de Efrata não é eterno, mas teve ORIGEM, e suas origens são remotas demais para ser computadas. Desde os tempos primitivos, é um tempo indefinido, indeterminado. Diferente de Deus que não tem Origem, mas a tudo dá Origem.

    ResponderExcluir
  107. Vejamos uma análise de Colossenses 1;15 e Apocalipse 3;14. - Ambos os textos deixam claro que Jesus teve princípio, origem e que foi criado. Alguns tentam sem respaldo Bíblico impor um significado diferente para as palavras gregas que aqui constam. Mas isso não pode ser sustentado nem pelo contexto imediato e nem por todo contexto Bíblico. - " Ele é a imagem do Deus invisível , o PRIMOGÊNITO DE TODA A CRIAÇÃO." - Colossenses 1;15. - " E ao anjo da congregação em Laodicéia escreve; " Estas coisas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus." - Apocalipse 3;14. - Num texto vemos a declaração de que ele é a imagem do Deus invisível, ou como diz Paulo em Hebreus 1;3, reflexo de sua glória e do seu ser. Nada diz aqui que ele é o próprio ser. Ora, a lua, reflete a luz do sol e nem por isso ela é o sol. Minha imagem no espelho reflete a minha pessoa, mas o reflexo não é a minha pessoa. O tento é claro para quem deseja entendê-lo. Jesus reflete a personalidade de Deus. O outro texto fala de uma Testemunha Fiel de Deus, que é o Princípio da criação de Deus, e não o próprio Deus, e que, como diz o texto é o príncipio ou primeiro da criação de Deus. Todos esses textos , embora tivesse outros para mostrar, prova que Jesus foi de Fato CRIADO e que é filho porque surgiu um ser criado por aquele que se tornou seu Deus e pai. Não existe base para se desejar traduzir nem primogênito e nem princípio aqui nestes textos por " príncipe de toda a criação", ou " principiador da criação de Deus". Não há necessidade de postar mais argumentações aqui, pois os comentários ficariam exaustivos e causaria a desistência da leitura por parte de alguns.

    ResponderExcluir
  108. Existem muitas implicações de se adorar Jesus como se fosse Deus. Todos sabemos que o desejo sincero de agradar a Cristo e de ser um discipúlo fiel realmente nos faz desejar fazer nosso melhor por ele. Jesus disse em muitas passagens que devíamos aprender sobre ele e seu Deus, o Pai. Com certeza temos muito que aprender sobre este relacionamento maravilhoso entre o Pai e seu filho. Jesus deixou claro em muitas ocasiões que dveríamos adorar somente ao pai e que tanto ele como nós dependemos do pai para viver e ser abençoados com uma recompensa. - " Jesus disse-lhe então; " Vai-te Satanás! Pois está escrito; " É a Jeová teu Deus que tens de adorar e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado." - Mateus 4;10. - " Jesus disse-lhe; " Acredita-me mulher. Vem a hora em que nem neste monte , nem em Jerusalém, adorareis o pai. Adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos porque a salvação se origina dos Judeus. Não obstante, vem a hora, e agora é, quando os verdadeiros adoradores adorarão o pai, com espírito e verdade, pois deveras, o Pai, está procurando a tais para o adorarem. Deus é espírito e os que o adoram tem de adorá-lo com espírito e verdade." - João 4;21-24. - " Naquela ocasião Jesus disse em resposta; " Eu te louvo publicamente ó Pai; Senhor do céu e da terra, porque escondestes estas coisas dos sábios e dos intelectuais, e as revelastes aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque fazer assim veio a ser o modo aprovado por ti." - Mateus 11;25-26. - " Em resposta ele disse ao que lhe dizia isso; " " Quem é a minha mãe e quem são meus irmãos? E , estendendo a mão para os discípulos disse; " Eis minha mãe e meus irmãos! Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai que está no céu, este é meu irmão, e minha irmã e minha mãe." - Mateus 12;48-50. - " Disse-lhe ele ; " Bebereis de fato, o meu copo, mas assentar-se a minha direita e a minha esquerda não é meu para dar, mas pertence aqueles para quem tem sido preparado por meu Pai.". - Mateus 20;23. - " O rei dirá então aos a sua direita; " Vinde, vós os que tem sido abençoados por meu Pai, herdai o Reino preparado para vós desde a fundação do Mundo. " - Mateus 25;34.

    ResponderExcluir
  109. "Novamente pela segunda vez, afastou-se e orou, dizendo; " Pai, meu, se não é possível que isso se afaste de mim sem que eu o beba, realize-se a tua vontade." - Mateus 26;42. - " Portanto se vós embora iníquos, sabeís dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais, o Pai no céu, dará espírito santo aos que lhe pedirem." - Lucas 11;13; -" Assim, deixai de buscar o que haveis de comer e o que haveis de beber, e deixai de estar em inquietação, porque todas essas são as coisas pelas quais se empenham avidamente as nações do mundo, mas o vosso Pai sabe que necessitais destas coisas." - Lucas 12; 29-30.

    ResponderExcluir
  110. Você continua desconsiderando a encarnação da Palavra para tecer seus argumentos heréticos. Faz analogias sem propósito, afirmando que Jesus é a sabedoria de Deus, quando que está é um dos atributos de Deus; Jesus não é um atributo de Deus, mas a VIDA ETERNA, como revela 1Jo. 1:2. Só este texto, por si, já desbanca qualquer argumento que defenda que "a Palavra" é uma criatura. Você cita Mq. 5:2; este texto também ensina a eternidade de Cristo, consistente com 1Jo. 1:2 e não com o arianismo jeovísta. Continua citando o nome de seu FALSO DEUS, que não existe nos originais sendo pura invenção HUMANA. Jesus existia em "forma de Deus", se fôsse em forma de "um deus" não teria sentido dizer que ele não quis se agarrar ao ser IGUAL A DEUS, já que segundo a heresia jeovísta, Jesus era "um deus" na terra, como os profetas e juízes. Atos 1, PROVA como já demonstrei em meus comentários anteriores, ( alías, você pula quase todas as minhas argumentações), que os discípulos ORARAM À JESUS. Aí não tem como argumentar. Eles oraram ao MESMO que escolheu os doze, para que também escolhesse o sucessor de Judas. Fora as conversas DIRETAS entre Jesus e Paulo e Jesus e Ananias que vão ALÉM da oração, sendo já visões diretas da divindade. Outra heresia é esta de que Jesus existia na mente de Deus, contradizendo Fp. 2:6 e Jo. 17:3. Em Colossenses 1:15, você está interpretanto ERRADO o texto, pois está INCLUÍNDO Jesus como parte da criação, quando o texto NÃO ENSINA ISTO. O próprio contexto mostra que Jesus, "a Palavra", foi quem criou todas as coisas, e não foi usado como um ser passivo, mas é o originador, PROTÓTOKOS da criação de Deus, sendo ele, como afirma o texto, o criador de todas as coisas. O texto de Colossenses 1:15-16, não ensina que Deus criou Jesus e depois através de Jesus criou as outras coisas. Me mostre um texto nas escrituras que afirme que Deus Pai criou o Logos? Você afirmou que Jesus é o reflexo do Pai, como a lua reflete a luz do sol. Novamente interpreta ERRADO, porque depende da heresia jeovísta, este FALSO DEUS PAGÃO, saído da interpretação errada do tetragrama por um monge católico do século 12. Jesus não pode ser comparado a lua como você afirmou, em primeiro lugar porque a lua é o princípio FEMININO e Jesus é HOMEM 100%. A lua é passiva, meiga, suave etc. como deveria ser toda a mulher em seu estado natural e não este comportamento masculinizado resultado da sociedade moderna e perversa, Jesus é totalmente varão ativo; é só ver no episódio do templo e em outros lugares. Depois, Jesus é chamado pelo profeta Malaquias em profecia messiânica de SOL DA JUSTIÇA, reconhecendo que o texto hb. 1:1-3, ensina que Jesus não representa a lua como você disse, mas o SOL DA JUSTIÇA que desceu do Alto: "Nele estava a VIDA, e a VIDA era a LUZ dos homens, e a Luz resplandesce nas trevas, e as trevas não a compreenderam. Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio para testemunho, para que testificasse da LUZ, para que todos cressem por ele. Não era ele a LUZ, mas para que testificasse da LUZ. Ali estava a LUZ verdadeira, que ilumina a todo homem que vem ao mundo. Então, não se trata de lua nenhuma, mas da LUZ DIVINA INCRIADA, "HO LOGOS", porque Ele é a EXPRESSA IMAGEM DO PAI ONTOLOGICAMENTE POR NATUREZA E NÃO POR CRIAÇÃO. Só que os jeovístas não tem cristologia e portanto não tem a revelação de Jesus Cristo, mas colocaram em Seu lugar um Deus Fictício chamado de "jeová" dileto DESCONHECIDO das escrituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra interpretação ERRADA dos adoradores do FALSO "deus" PAGÃO "jeová", é o texto de Miquéias 5:2, onde segundo eles, é ensinado que o Logos teve um princípio. O texto é uma profecia messiânica sobre a ENCARNAÇÃO do logos. Em hebraico transliterado, "quedem", ou seja, "desde antes do tempo" e "miyemei olam", "desde os dias da eternidade", pois a palavra "olam" é a expressão mais elevada em hebraico para designar "ETERNIDADE". "Cujas saídas", hebraico, "mowtsa´ ah", mostrando que o Messiah vem da eternidade pela sua encarnação, seu nascimento em Belém. O texto NÃO está ensinando que o Messiah teve um princípio, mas ao contrário ele veio da ETERNIDADE para nascer em belém, portanto suas saídas, origem, não é neste mundo; Ele não começou a existir à partir do ventre de sua mãe, mas vem desde a ETERNIDADE. Agora, os adoradores do "deus" pagão jeová, QUE NÃO EXISTE, torcem as escrituras como sempre DESCONSIDERANDO A ENCARNAÇÃO DA PALAVRA e afirmando erradamente que o texto ensina que o logos teve um princípio, quando o profeta ensina que as saídas do Messiah tendo em vista sua encarnação, procedem da eternidade, "yom olam", antes do tempo "quedem". A origem do Messiah para vir a este mundo é a ETERNIDADE, YOM OLAM.

      Excluir
  111. APOCALIPSE 1
    7 Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.
    8 Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.
    APOCALIPSE 21
    6 E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.
    7 Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

    Em toda as escrituras apresenta CRISTO, como o soberano DEUS todo poderoso, mas os hereges teimas em não considera-lo como O DEUS todo poderoso (segunda pessoa da trindade).

    ResponderExcluir
  112. Irmão Fernando, é uma deliberada torção das escrituras que os jeovístas fazem. Na realidade eles não gostam muito de Jesus, porque para defender o arianismo deles, o Senhor Jesus, tem de deixar de ser o centro da mensagem, lugar que á propósito foi Deus, o Pai que o colocou, para ceder espaço ao falso "deus" jeová, nome desconhecido que nunca saiu da boca de Jesus, ou de algum apóstolo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade.
      existe uma cauterização da mente, uma operação do erro, o que para nós é tão límpido e claro para eles não é...Como um nome que não pode ser sustentado pela critica, pode ser tido como o "verdadeiro", para uma mente mais simples, não parece no minimo estranho.

      Excluir
  113. Estimado irmão Fernando e Paulo Cadi.
    Paz seja convosco
    Infelizmente os chamados " jeovístas ", não conseguem visualizar o Grande Amor de Jesus por toda a humanidade, quando deixou a Sua Glória junto do Pai para se encarnar ao ponto de se tornar, como homem, menor que os anjos,assumindo a forma de servo e como homem morrer no calvário por toda a humanidade. Só o maior milagre alcançando seus corações para que as escamas caindo de seus olhos vejam O Deus Verdadeiro ( 1 Jo. 5.20 ) encarnado O Emanuel na pessoa linda e maravilhosa de Jesus.
    Como diz as Escrituras:" Não por força nem por violência..., mais pelo Meu Espirito. "
    Não nos cansemos de orar por eles junto ao trono do Pai, para que A Luz resplandeça em seus corações.
    nós os amamos com toda força de nossos corações, mas não podemos deixar de combater a heresia que o corpo governante os impõe, tentando ofuscar de seus olhos espirituais o Deus-Homem, Jesus Nosso Salvador.
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  114. Que bela observação irmão... É uma grande diferença ... um anjo encarnado morreu por mim? Ou Deus encarnado?

    ResponderExcluir
  115. "Com certeza temos muito que aprender sobre este relacionamento maravilhoso entre o Pai e seu filho. Jesus deixou claro em muitas ocasiões que deveríamos adorar somente ao pai"

    E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. (Mateus 8 : 2)

    Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me!" (Mateus 15 : 25)

    E, quando viu Jesus ao longe,correu e adorou-o.(Marcos 5:6)

    Ele disse: Creio, Senhor. E o adorou." (João 9 : 38)

    é como podemos ver pelos versículos acima, Jesus Cristo, aceitou adoração

    e ELE mesmo se designou como sendo o "EU SOU".e ele é o EMANUEL.

    ResponderExcluir
  116. Preciosos irmãos .
    Deus é Luz
    O que estamos recebendo do Espirito Santo neste contexto de conversa é algo decisivo para os queridos denominados " jeovistas ". Pois eles podem perceber pelo que estamos postando por iluminação do Eterno, afim de que seus olhos percebam O Imensurável Amor de Jesus por todos nós.
    Satanás tenta neutralizar a Divindade de Jesus e dimunuir a Pessoa de Jesus através dos ensinos diabólicos que RESSALTAM os versículos que mostram a humanidade de Jesus e ofuscam àqueles que deixam transparente Sua Divindade igual a do Pai, por ser da mesma Essência e Natureza.
    Conseguindo assim o fazer escondem dos incautos o direito de Adorá-lo, conforme orientação do Pai aos anjos Hb. 1.6 e o que muitos fizeram e Jesus não os censurou Mt.8.2; 15.25; Mc. 5.6 Jo. 9.38, conforme o irmão Fernando, bem lembrou em seu comentário acima.
    Obviamente é perfeitamente correto que toda criatura o adore, pois Ele é o Deus verdadeiro com O Pai 1Co.8.5 e o Espirito Santo At.5. 3-4.
    O Eterno seja Exaltado para todo o sempre
    Maranata!!!
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  117. Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, (Filipenses 2:10)
    Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus. (Romanos 14 : 11).

    é verdade meu irmão Wilton, querendo ou não todo joelho se dobrará diante daquele que é SENHOR, o nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. II PEDRO
      1 SIMÃO Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo.

      Excluir
    2. Estimado irmão Fernando
      Paz te seja multiplicada
      Por que , os chamados" jeovistas " não aproveitam a oportunidade e seguem a sugestão das Escrituras Sagradas e a partir de AGORA, HOJE, NESTE EXATO MOMENTO não dobram os joelhos e confessam que Jesus Cristo é O Senhor e aproveitam também, para a semelhança de Tomé confessem com seus lábios e se curvem diante de Sua Majestosa presença e professem a fé dizendo: Senhor meu, e Deus meu! Jo.20.28
      Romanos 10.9-13.
      Hb.4. 16
      2 Co.6.2 " Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação; Eis AQUI AGORA o tempo aceitável, eis aqui agora o DIA DA SALVAÇÂO. "

      Deus seja louvado por estas vidas tão preciosas.

      Deus continue a nos falar,
      Em Cristo
      Teu conservo
      Wilton

      Excluir
  118. Estimado irmão Fernando
    Paz te seja multiplicada
    Por que , os chamados joavistas " não aproveitam a oportunidade e seguem a sugestão das Escrituras Sagradas e a partir de AGORA, HOJE, NESTE EXATO MOMENTO não dobram os joelhos e confessam que Jesus Cristo é O Senhor e aproveitam também, para a semelhança de Tomé confessem com seus lábios e se curvem diante de Sua Majestosa presença e professem a fé dizendo: Senhor meu, e Deus meu!
    Romanos 10.9-13.
    Hb.4. 16
    2 Co.6.2 " Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação; Eis AQUI AGORA o tempo aceitável, eis aqui agora o DIA DA SALVAÇÂO. "

    Deus seja louvado por estas vidas tão preciosas.

    Deus continue a nos falar,
    Em Cristo
    Teu conservo
    Wilton

    ResponderExcluir
  119. Irmão Fernando tentei deletar a postagem do horário de 15:29 hs mais não consegui, pois há alguns erros de escrita e faltando referência bíblica.
    onde se lê: joavistas , corrigido : jeovistas e o texto que faltava é Jo.20.28
    Obrigado pela compreensão de todos.
    No Amor de Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  120. " Não temas pequeno rebanho porque, vosso PAI aprovou dar-vos o reino". - Lucas 12;32. - " No entanto, vós fostes os que ficastes comigo nas minhas provações; e eu faço convosco um pacto; assim como o meu PAI fez comigo um pacto, para um reino". - Lucas 22;28-29. - " E Jesus exclamou com voz alta e disse; " PAI, as tuas mãos confio o meu espírito." Dizendo isso expirou." - Lucas 23;46. - " E eis que estou enviando o que foi prometido por MEU PAI; " Vós, porém permanecei na cidade até serdes revestidos de poder vindo do alto." - Lucas 24;49. - " Nenhum homem jamais viu a Deus; o deus unigênito que está na posição JUNTO AO PAI,é quem o tem explicado. " - João 1;18. Estes versículos simplesmente corroboram o que Cristo afirmou em João 14;28; " O Pai é maior do que eu ". É nestas palavras de Cristo que devemos acreditar, que ele tem um ser superior a ele, o se Pai, o Deus Todo-Poderoso Jeová. E não em uma Trindade pagã, inserida em um cristianismo apóstata.

    ResponderExcluir
  121. " Portanto, em resposta,Jesus prossegui-lhe a a dizer-lhes; " Digo-vos em toda a verdade; " O Filho NÃO PODE FAZER nem UMA ÚNICA coisa de sua própria iniciativa, mas somente o que ele observa o Pai fazer. Porque as coisas que este faz, estas o filho também faz da mesma maneira. " - João 5;19. - " Vim em NOME DO MEU PAI, mas não me recebestes, se algum outro chegasse no seu próprio nome, a este receberíeis." - João 5;43. - " Trabalhai não pelo alimento que perece, mas pelo alimento que permanece para a vida eterna, que o filho do homem vos dará, pois neste o pai, sim Deus, TEM POSTO O SELO DE APROVAÇÃO." - João 6;27. - ' Pois esta é a VONTADE DE MEU PAI, que todo aquele que observa o filho e exerce fé nele tenha vida eterna, e eu o ressucitarei no último dia. "! - João 6;40. - ' Ninguém pode vir a mim, A MENOS QUE O PAI, QUE ME ENVIOU, o atraia, e eu o ressuscitarei no último dia. " - João 6;44. " Assim como o PAI VIVENTE ME ENVIOU, e eu VIVO POR CAUSA DO PAI, também aquele que se alimenta de mim, sim, esse viverá por causa de mm." - João 6;57. - Jesus Cristo nunca foi ou é maior do que o Pai. Pois quem é enviado, não pode ser maior de aquele que o enviou.Jesus Cristo que vive por causa do pai.Jesus Cristo é obediente ao Pai, pois não pode fazer nada de sua própria iniciativa.Realmente, a doutrina da Trindade tem suas origens em crenças pagãs. Que bom, que todos os anos milhares abrem a sua mente e o seus olhos, e veêm o verdadeiro significado do Monotéismo! Adoração exclusiva ao grande e Todo - Poderoso Deus Jeová. Pois conhecemos o Deus que adoramos. - ( João 4;23-24).

    ResponderExcluir
  122. JOÃO 1
    1 NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
    2 Ele estava no princípio com Deus.
    3 Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

    Vcs não conseguem ver o Senhor Jesus O Soberano, somente no seu estado de encarnação humilhado, nesse sentido menor que os anjos. Tudo o que voce apresenta mostra a sua falta de entendimento de quem realmente é o Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  123. Aconselho que vejam este vídeo : https://www.youtube.com/watch?v=_vbbHt6HHV0

    ResponderExcluir
  124. Onde nas escrituras está escrito o nome "jeová"? Esse nome NÃO EXISTE, e você não sabe o que diz. Entendeu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você tem dúvida a respeito do nome Jeová veja este vídeo curto (http://www.youtube.com/watch?v=TPkxZYVQJek) onde você vai entender a questão.
      Jeová o ilumine.

      Excluir
    2. Já olhei todos estes videos mal feitos que rolam na internet. Indivíduos absurdos falando um monte de besteira, querendo se passar por rabi, se intitulando messiânicos etc. Agora surgiu a moda dos judeus messiânicos, cristãos messânicos, servos de yeshua e por ai vai. TODAS as autoridades em línguas semíticas vão dizer prá estes bobões, que NINGUÉM sabe a pronúncia do tetragrama, e ponto. Este nome "jeová, foi sim inventado; é só você ser honesto consigo mesmo e buscar as fontes idôneas sobre o assunto e não ficar sugerindo estes videosinhos ridículos. Se você conhece ou pertence aos jeovístas ou grupos semelhantes, vamos marcar um debate ao vivo.

      Excluir
    3. Exato, não se sabe a pronuncia do nome Divino, porém tem nomes que se aproximam do que talvez seria a pronuncia, e Jesus não nos ensinou a debater, pois a palavra de Deus não é pra ser debatida e sim compartilhada aos que não conhecem.
      Em vez de debater que tal sair um pouco da internet e cumprir o "IDE" ?
      Shalom!

      Excluir
    4. "IDE", para levar o nome do Senhor Jesus Cristo, e não deste "deus" falso "jeová" fruto da imaginação errada de alguns. Leia Atos 4:12, e veja se ali tem o nome "jeová". Vá orar e leia e medite nas escrituras, não essa aberração de "tradução Novo Mundo", que é uma perversão para servir aos propósitos carnais de uma liderança inescrupulosa, e vocês ficam de "Ingênuos utéis", servindo de burro de carga, quando na verdade tinham que dar um corridão nesta liderança da Watchtower que fica se escondendo e inventando sempre novas heresias. Saia destas imundícias e procura uma boa igreja cristã, que você, quem seja, será bem mais feliz.

      Excluir
  125. "Exato, não se sabe a pronuncia do nome Divino"

    opa...!!!se não se sabe!!!, não é no minimo estranho que toda uma estrutura fique em cima do que não se sabe???

    ResponderExcluir
  126. "Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia." (II Timóteo 1 : 12)

    Eu também sei em quem tenho crido, e é poderoso para me guardar até o dia final. aleluia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Fernando, como que alguém vai adorar um Deus fictício, resultado da obsessão em desvendar a pronúncia do tetragrama. As pessoas ficam comprando idéias umas das outras sem nem mesmo olhar para a biblía. Como já tenho afirmado, as escrituras estão perdendo a autoridade nas igrejas cristãs, quanto mais nas seitas onde a Palavra é apenas o coadjuvante para servir aos propósitos carnais deles! Deus o abençõe!

      Excluir
  127. Em toda a história moderna das Testemunhas de Jeová, observamos que elas adoram a Jeová Deus. Oram para Jeová , por intermédio de Cristo, mas a oração é dirigida a Jeová Deus. Jamais verá no Salão do Reino as Testemunhas de Jeová, orando para Jesus. As outras igrejas que conhecemos, em todo o Brasil, (mas, notadamente as evangélicas), dirigem as suas orações a Jesus. Seus hinos são, segundo eles, para Jesus e seus louvores para Jesus. Timidamente usam o nome de Deus, Jeová, mas a maioria quando faz, estão na verdade imaginando que é Jesus. Não é raro encontrarmos páginas na internet e pessoas que afirmam que as Testemunhas de Jeová " negam a divindade de Jesus." Isso não é verdade. Nós o consideramos uma divindade. Observe a prova disso; " O que é uma divindade? O Dicionário de Webster define divindade da seguinte maneira; " A qualidade ou estado de ser divino, um ser divino, Deus, Deusa. "O mesmo Dicionário define divino como; " algo de Deus,relacionado a Deus ou procedendo diretamente de Deus, ou um deus." Fica claramente conclusivo que as Testemunhas de Jeová não negam a divindade de Cristo, uma vez que o consideram " um ser divino" e que recebeu toda a autoridade nos céus e na terra" sendo ele o Rei designado por Deus."

    ResponderExcluir
  128. Estimados Paulo e Fernando.
    Deus é o Nosso Refúgio
    Em Lc. 18.8 . O Senhor deixou um questionamento para respondermos. " ... quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra ? "
    Em em outro texto é declarado pelo Espirito Santo através de seu servo: " a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus."
    Voltemos para a Palavra: "... se eles não falarem de acordo com a Palavra, jamais verão a alva "
    Somos a voz que clama no deserto deste século XXI, CLAMEMOS em alto e bom som. Sobre as verdades que Deus tem nos guiado, através deste blog. tão rico de informações e o qual Deus tem usado para servirmos a Ele com base na Sã Doutrina.
    Paulo, Fernando, Luciano e demais... Deixa Deus te usar para Sua Honra e Glória.
    À Ele a Glória!
    Maranata!!!
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  129. " Prosseguiu assim a dizer; "É por isso que eu vos tenho dito; "Ninguém pode vir a mim, a menos que isso seja CONCEDIDO PELO PAI." - João 6;65. - " Portanto Jesus disse.; " Uma vez que tiverdes erguido o filho do homem, então sabereis que sou eu, e que NÃO FAÇO NADA DA MINHA PRÓPRIA INICIATIVA,; mas assim COMO O PAI ME ENSINOU, estas coisas eu falo. " - João 8;28. - " Eu fala das coisas QUE VI JUNTO DO MEU PAI, e vós portanto, fazeis as coisas que ouvistes do vosso pai. " - João 8;38. - " Mas agora buscais matar a mim, um homem que disse a verdade que ouvi DE DEUS." - João 8;40. - " Jesus respondeu; " Eu não tenho demônio, MAS HONRO AO MEU PAI, e vós me desonrais. " - João 8;49. É companheiros, a Bíblia precisa ser harmoniosa, e não contraditória, pois procede de Deus. A Trindade é a maior mentira da cristandade!

    ResponderExcluir
  130. O que eu acho mais interessante em isso tudo, é como vocês passam por cima dos diciónarios, léxicos, enciclopédias, do Grego / Hebraico. Passam por cima dos significados das palavras Elohim (hebraica), Théos (grego).Passam por cima da palavra grega proskyneos e os seus significados, passam por cima de centenas de passagens Bíblica , tanto nas Escrituras Hebraicas, como nas Escrituras Gregas, que provam claramente que Jesus não é o Deus Todo-Poderoso , mas o filho de Deus. Passam por cima da história, porque ela prova que a Trindade teve seu ínicio no paganismo. Que Deus tenha misericórdia de todos vocês!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelo que vejo vc.não conhece nem um pouquinho da historia da igreja., se não, não falaria tamanhas besteiras. Para o teu próprio bem, pesquise um pouquinho, não beba de fontes rotas e viciadas. E que o meu DEUS tenha misericórdia da sua alma. E que o meus Deus e salvador o Soberano Senhor Jesus Cristo, não lhe reprove.

      Excluir
  131. Interessante também, que as maiores autoridades em idiomas semítas são trinitarianos. Porque NÃO EXISTE nenhuma autoridade nesses idiomas que seja testemunha de "jeová"? Não acha estranho isso? Porque uma centena de autoridades em línguas do oriente médio afirma que a tradução "novo mundo" é uma porcaria? Porque estas autoridades NÂO usam a tradução "novo mundo?" Você tem a petulância de afirmar que os protestantes "Passam por cima da história", se eles FIZERAM parte da história da Europa? Isto é falta de conhecimento. Vá estudar e pare de falar bobagem. Me prove que a doutrina da trindade , como está nos credos veio do paganismo, que eu lhe mostro de onde veio esse falso deus com o nome de "jeová."

    ResponderExcluir
  132. Se vpcês, jeovístas, pudessem ir até o tempo dos apóstolos, seriam apedrejados pelos fariseus quando começassem a anunciar um tal deus "jeová", nome que eles NUNCA OUVIRAM. Eles lhes acusariam de estar pregando deuses estranhos, pagãos e torcendo as escrituras deles. Nem os apóstolos dariam a miníma, mas avisariam a congregação que está sendo anunciado um falso deus, porque nunca saiu de suas bocas o grotesco nome, "jeová", nem eles NUNCA OUVIRAM "coisa " semelhante. Isso surgiu da mente pervertida dos jeovístas, que estão inventando heresias desde o século 19 , como mais uma das inumeras seitas que os USA é pródigo em criar e exportar via sedex, direitinho, embaladinho e fazem vocês acreditarem. Vá estudar história da Igreja, por fontes idôneas, abalizadas, e não perca seu tempo fazendo pesquisinhas para defender heresias inventadas por mentes psicopatas. Entendeu?

    ResponderExcluir
  133. " Jesus respondeu; " Se eu GLORIFICAR A MIM MESMO, a minha glória não é nada. É MEU PAI QUEM ME GLORIFICA, aquele que dizeis ser vosso Deus. " - João 8;54. - " Ninguém a tirou de mim, mas eu a entrego de minha própria iniciativa. Tenho autoridade para entregar e tenho autoridade para a receber de novo.O mandamento a respeito disso RECEBI DE MEU PAI." - João 10;18 - " Dizeis a mim, A QUEM O PAI SANTIFICOU E MANDOU AO MUNDO. Blasfemas , porque eu disse; " SOU FILHO DE DEUS?." - João 10;36. - " Portanto, retiraram a pedra. Jesus levantou então os olhos para o céu e disse; " PAI, EU TE AGRADEÇO QUE ME OUVISTES. Deveras, EU SABIA QUE SEMPRE ME OUVES; mas falei por causa da multidão parada aqui, A FIM DE QUE CREIAM QUE TU ME ENVIASTES." - João 11;41-42. - " PORQUE NÃO FALEI DE MEU PRÓPRIO IMPULSO, MAS O PRÒPRIO PAI QUE ME ENVIOU TEM-ME DADO UM MANDAMENTO QUANTO A QUE DIZER E QUE FALAR." - João 12;49. - " Quem não me ama, não observa as minhas palavras ; e a palavra que ESTAIS OUVINDO NÃO É MINHA, mas PERTENCE AO PAI QUE ME ENVIOU." - João 14;24.

    ResponderExcluir
  134. Vejamos como 1 Reis 8;27; deixa claro a respeito da pessoa de Jeová; " .... que os próprios céus, sim o céu dos céus, não te podem conter." Ou seja, o Universo Físico ( o céu dos céus), não pode conter ou suportar a presença da pessoa de Jeová.No entanto, quando Jesus Cristo afirmou ter recebido toda a autoridade no céu e na terra em Mateus 28;18; , ele ainda estava pessoalmente aqui na terra.Devemos nos perguntar; " Se Jesus se igualou ou era igual a Jeová, como o nosso minúsculo planeta o conteve enquanto dizia essas palavras?. "

    ResponderExcluir
  135. Daniel o profeta em visão disse; " Continuei observando nas visões da noite e eis que aconteceu que chegou nas nuvens do céus alguém semelhante a um filho de homem; e ele obteve acesso ao antigo de dias; e fizeram-no CHEGAR PERTO PERANTE ESTE. E FOI-LHE DADO domínio e dignidade, e um reino, para que todos os povos, grupos nacionais e línguas o servissem. Seu dominío é um domínio de duração indefinida, e seu reino é um que não será arruinado. " - Daniel 7;13. - Observem este texto com mente aberta. Não é evidente que Jesus recebeu poder de outra pessoa? Não é isso o que a Bíblia diz em sua simplicidade? Não é ela um livro para pessoas simples também, tais como pescadores e lavradores? Por que então crer que Jesus é o próprio " Antigo de Dias", mencionado no texto? Tem isso coerência? Deveria rechaçar este texto assim como fazem os Trinitários e procurar um texto " que refuta este texto"? Ou seria melhor aceitar este texto e tentar aceitar os demais também sem contradize-los? Quando a Bíblia chama Jesus de Deus em João 1;1, temos que entender que Moisés foi também chamado assim em Êxodo 7;1, Qual a explicação? Que Moisés era Deus?Não, mas um deus ou poderoso.É por isso que Isaías 9 chama Jesus de Deus Poderoso", mas "Jamais Deus Todo-Poderoso. Tal frase é aplicada somente a Jeová (IHVH), o Pai. Além disso Isaías diz no mesmo capitúlo 9 que Jesus recebeu tais títulos, por que o próprio Jeová faria isso". Confronte a Bíblia e ela se harmonizará.!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquilo lá é um símbolo. Se você ler apocalipse 1 vai ver que Cristo se apresenta igual ao "ancião de dias." Porque em sua vida terrena ele recebeu todo o poder e autoridade. Deus, nunca foi visto por alguém. Estes textos que apresentam-no em figura humana são chamados de teofanias, porque ele estava se aproximando, se acercando do homem caído, que culminou na encarnação da Palavra, que é a suprema manifestação da divindade em forma humana. Você NÃO PODE COMPARAR MOISÉS COM JESUS! ENTENDEU? Jesus é INFINITAMENTE SUPERIOR. E também não fique promovendo esse FALSO "deus jeová", que surgiu da "mente brilhante" de Rutherford. Eu lhe mostro textos do antigo testamento que chamam Deus de "poderoso", entendeu? Já refutei estes argumentos jeovístas; você tem de provar que esse "deus jeová" existe. Và ver se esse nome aparece nos originais hebraicos, na septuaginta, na vulgata. Você está defendendo a idolatria, pois está anunciando um falso deus e colocando o NOME QUE É ACIMA DE TODO O NOME de lado. O nome do Pai, está no Filho, e é JESUS, o nome humano com que Deus, na pessoa de seu Filho se identificou com a humanidade caída. Este nome jeová foi inventado pelo homem, caído, perverso, criador de seitas. Cada vez que você promove o nome "jeová" está anunciando um falso deus pagão e nada mais. Uma seita que nega a ressurreição de Cristo. À propósito, vou lhe perguntar: Se uma criança estiver a beira da morte, pecisando urgentemente de sangue, o que você faz?

      Excluir
  136. Estimado José Roberto
    Jesus te ama
    Com todo respeito ao seu ponto de vista, mas permita-me dizer que tens dado ouvido a " teologia ", que dá ENFASE a humanidade do Senhor Jesus e não consegue visualisar o Deus-Homem neste mesmo ser, que tanto te amou e se encarnou , deixando Sua Glória, para que tivesses , pela Graça dEle acesso de volta aos braços do Pai.
    Nas postagens acima procuramos deixar bem claro isto aos seus olhos, porém o amado do Senhor esta com tua mente cauterizada e não consegue visualizar ainda esta verdade. Falo isto com muito respeito à você, pois creio na tua sinceridade. Continuaremos a orar por você e por todos que, não pararam para estudar, analisando os textos e comentários que já foram postados sobre o " esvaziamento " do Senhor Jesus por amor a você e a toda a humanidade.
    " Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, HOMEM, o qual A SI MESMO SE DEU em resgate por todos... " 1 Tm 2.5-6a.

    Sinceramente em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  137. Apesar de pontos de vistas diferentes e credos diferentes, agradeço aos comentários. O mais importante de tudo é nos apegarmos a harmonia existente na Bíblia. " Ouviste que eu vos disse; " Vou embora e venho de volta a vós. Se amasséis, alegrar-vos-eis de que VOU EMBORA PARA O PAI, PORQUE O PAI É MAIOR DO QUE EU." - João 14;28 . -" Se observardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, ASSIM COMO EU TENHO OBSERVADO OS MANDAMENTOS DO PAI E PERMANEÇO NO SEU AMOR." - João 15;10. - " Jesus falou estas coisas, e, levantando os olhos para o céu, disse; " PAI, VEIO A HORA, GLORIFICA O TEU FILHO,PARA QUE O TEU FILHO TE GLORIFIQUE< SEGUNDO LHE DESTE AUTORIDADE SOBRE TODA A CARNE, para que, com respeito ao número inteiro dos que lhe deste, ele lhes dê vida eterna, que absorvam conhecimento de ti< O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, E DAQUELE QUE ENVIASTES JESUS CRISTO." - João 17;1-3. - " JUSTO PAI, o mundo deveras, NÃO VEIO A CONHECER-TE; MAS, EU VIM A CONHECER-TE, e estes vieram saber QUE TU ME ENVIASTES." - João 17;25. - " Jesus disse-lhe; " Para de agarrar-te a mim, PORQUE NÃO ASCENDI PARA JUNTO DO PAI. Mas, vai aos meus irmãos e dize-lhes; " EU ASCENDO PARA JUNTO DO MEU PAI E VOSSO PAI, E PARA MEU DEUS E VOSSO DEUS." - João 20;17. - " E, reunindo-se com eles, deu-lhes as ordens; " Não vos retireis de Jerusalém, mas persisti em esperar por aquilo que o PAI TEM PROMETIDO, A RESPEITO DO QUAL ME OUVISTES FALAR. " - Atos 1;4. - " Aquele que vencer estará assim vestido de roupas exteriores brancas; e eu de modo algum apagarei o seu nome do livro da vida, mas reconhecerei O SE NOME PERANTE MEU PAI E PERANTE OS SEUS ANJOS." - Apocalipse 3;5. - " Aquele que vencer, concederei assentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci E ME ASSENTEI COM MEU PAI NO SEU TRONO. " - Apocalipse 3;21. - Desta forma podemos observar algumas passagens que mostram claramente, em vista de vários textos citados, onde Jesus deixa claro que deveríamos adorar somente o Pai, e que, tanto ele como nós, dependemos do pai para viver e sermos abençoados com uma recompensa.Se você , de fato, deseja ter a aprovação de Deus, o Pai, e de seu filho, Jesus Cristo, é necessário que esteja disposto a abrir mão de doutrinas anti- bíblicas e ajustar-se ao que a Bíblia realmente ensina. Não existe margem, para ninguém, como genuíno cristão, adorar a pessoa de Jesus, quando a pessoa do Pai é o Único Deus Verdadeiro a quem Jesus Destacou como sendo aquele que está procurando verdadeiros adoradores para o adorar. " Não obstante, vem a hora, e agora é, quando os verdadeiros adoradores ADORARÃO O PAI, com espírito e verdade, POIS, DEVERAS O PAI está procurando a tais para o ADORAREM. " - João 4;23. Adorar outra pessoa sendo ela um ser divino ou não, constitui uma afronta ao Deus vivo, que é não duas ou três pessoas, mas UMA. Todos nós como cristãos, devemos imediatamente considerar estas verdades no coração e na mente, observando como Jesus se comportava em relação ao seu Deus e Pai ao agir em harmonia com os ensinamentos dele, os quais jamais incluiram a adoração de outra pessoa, se não o Pai, JEOVÁ. Não ouçam a voz daqueles que ensinam que Deus é TRINO, pois isso não é verdade. Jesus desceu a terra, nasceu como humano , e aqui, como um ser humano, era Judeu e servia a Deus dentro do sistema religioso Judaico. Neste aspecto, o Judaísmo era Monotéista, ou seja, aceitava que Deus era UM, mas por " UM", entendiam UM SER", uma pessoa, nunca uma deidade dupla ou trina. O Apóstolo Paulo alertando aos Cristãos do primeiro século disse; " No entanto, MESMO QUE NÓS OU UM ANJO DO CÉU vos declárassemos como boas novas, algo além daquilo que vos declaramos como boas novas, seja amaldiçoado.Como já dissemos, também digo agora novamente; " Quem quer que vos esteja declarando como boas novas algo ALÉM DAQUILO QUE ACEITASTES, SEJA AMALDIÇOADO." - Galatás 1;8-9.

    ResponderExcluir
  138. Sr. Paulo Cadi, o Luciano Sena postou um artigo que tem o seguinte tema; " Jeová é mesmo o nome de Deus?". Se o senhor que falar sobre este assunto, então entre na página deste artigo e poste as suas argumentações contra o nome Jeová.Teria o senhor coragem para isso? Aqui nós estamos falando sobre Trindade, não é o lugar para falar sobre a transliteração/ tradução do tetragrama. Respeitosamente, José R. Araujo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse nome NÃO EXISTE NO HEBRAICO. Me prove com o HEBRAICO,SEPTUAGINTA E VULGATA. Nos debates os assuntos se mesclam e portanto eu não preciso me deslocar. Você me pergunta se eu tenho coragem, quando foi você que fugiu do debate ao vivo que lhe propus e deu umas explicações furadas. Você NÃO TEM COMO PROVAR PELO HEBRAICO que o nome de Deus é jeová; não tem como, e eu lhe cito as fontes para desmascarar mais esta heresia dos "ungidos" que são covardes e põem os adeptos a trabalhar prá eles vendendo livrinhos e ficam lá no ar condicionado da Watchtower.

      Excluir
  139. Você está argumentando UNILATERALMENTE. Só está usando textos que "parecem" favorecer esta heresia jeovísta. Jà refutei seus argumentos, faz tempo. Cristo é A VIDA ETERNA. 1Jo. 1:2 e DEUS VERDADEIRO, 1Jo. 5:20. Ele é o EU SOU, o personagem central do evangelho. VIDA ETERNA NÂO TEM PRINCÍPIO. ENTENDEU? O Verbo ou Palavra que preexistia com o Pai, se fez homem, então os jeovístas, adoradores de um FALSO deus, cujo nome NÃO SE ENCONTRA NA BIBLÍA, colocam esse nome criado por homens e, vejam só, po~em para escanteio o NOME que Deus deu ao seu Filho, que é também o seu nome de salvação na nova aliança. Esse nome "jeová", NÃO EXISTE NEM NO NOVO TESTAMENTO, NUNCA SAIU DA BOCA DE JESUS OU DE UM APÓSTOLO.Leia no final do apocalipse o que acontece com quem acrescenta nomes que NÃO EXISTEM nos registros sagrados. Você são heréticos, e Deus não reconheçe idolatras, pagãos e charlatãos como os jeovístas que tem como centro de sua adoração uma divindade tão pagã como outras criadas pelo homem, como júpiter, astarte, vishnu, etc. Nomes que saíram da cabeça de homens pecadores sem nenhuma luz. Entendeu? E a minha pergunta sobre a transfusão de sangue? Se uma criança precisar urgentemente de sangue, o que você faz? Deixa ela morrer porque os "ungidos", só se for do capeta, tiveram uma "revelação" de que as escrituras (só pode ser a tradução(?) novo mundo), proíbem algo que NEM EXISTIA NAQUELE TEMPO, e mesmo se existisse seria RECHAÇADO pelos apóstolos. Imagine um jeovísta ouvindo Jesus dizer: "quem não come a minha carne E BEBE O MEU SANGUE..." E o pior é que Jesus NÃO DEU EXPLICAÇÂO NENHUMA. Evangelho amaldiçoado é o de vocês que anuncia um deus que não existe e cujo nome NEM CONSTA NAS ESCRITURAS. Testemunha de jeová é a mesma coisa que testemunha do saci pererê, ou do Mickey, pato Donald, cebolinha etc.Em atos 1:6-8 , o Senhor JESUS, bendito seja, afirmou que os apóstolos eram suas testemunhas, testemunhas de JESUS CRISTO, louvado seja, por isso que João foi parar na ilha de Patmos; por causa do testemunho de JESUS e não do falso deus jeová. O Cristão anuncia a JESUS CRISTO e não deidades feitas pelo homem, como é o caso de vocês e seus ungidos. Alías, eu nem sei que critério um camaada tem prá se achar que é ungido e outros não. OUTRO ABSURDO. TODOS os cristãos são ungidos pelo Espírito Santo e ponto. É isso que a biblía ensina. Entendeu?

    ResponderExcluir
  140. "Sr. Paulo Cadi, infelizmente o que você postou aí em cima, é repetição do que você já disse! Você conhece uma pessoa, ou o que ela tem dentro de seu coração , quando ela é pressionada, neste momento ela coloca para fora o que ela tem no coração, e infelizmente foi isso o que o Senhor fez! Infelizmente! Devemos lembrar que as boas novas acerca de Jesus Cristo, estão intimamente relacionadas ao conhecer a Deus,e a seu filho Jesus. " Isto significa vida eterna, que absorvam CONHECIMENTO DE TI, O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, e daquele que ENVIASTES JESUS CRISTO". - João 17;3.- O Versículo não deixa dúvida. Sim, conhecimento de duas pessoas se faz necessário, mas aqui o texto igualmente mostra quem Jesus reconhecia como ÚNICO ou no idioma GREGO , MONO= "sozinho (sem companhia), desamparado, destítuido de ajuda,sozinho, único, somente." Se for em Hebraico, yachiyd = " só,só um, solitário,um. Mas , certamente Jesus não queria que entendêssemos algo diferente, pois se não teria dito algo assim; " Isto significa Vida Eterna, que absorvam conhecimento de NÓS, O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, e daquele que enviastes Jesus Cristo. " João xxxxx. Conhecendo esta realidade, fugiu da mentira religiosa e da falsa reverência disfarçada de idolatria.Pois Jesus deseja obediência e não ADORAÇÃO. Como Paulo disse, mesmo que um suposto profeta ou profetisa tenha declarado receber outro evangelho ou boas novas acerca de Jesus Cristo e seu Pai, amaldiçoamos esta mensagem, pois ela não teve como fonte a pessoa de nosso Deus.Se você deseja ser salvo e receber a recompensa de Deus a Vida Eterna, deve fazer a vontade de Deus comforme exposta por Jesus Cristo, a qual envolve servir a Cristo obedecendo-o, e adorar a Deus , o Pai , seguindo os seus mandamentos. É isso que Deus, o Pai, deseja e assim também o filho, Jesus Cristo. " Nem todo o que me disser senhor, senhor, entrará no Reino dos Céus, senão AQUELE QUE FIZER A VONTADE DE MEU PAI, QUE ESTÁ NO CÉU." - Mateus 7;21.

    ResponderExcluir
  141. Me Prove que VIDA ETERNA TEM PRINCÍPIO e eu rasgo o texto de 1Jo. 1:2; Me prove que Jeová está nos textos hebraicos, já que está palavra nem é do hebraico e as autoridades judaicas não reconhecem tal pronúncia. Além do mais "j" NÃO EXISTE EM HEBRAICO; me prove pela biblía, que uma pessoa que está morrendo não pode receber transfusão de sangue; me prove pela biblía, que é permitido marcar datas para o fim dos tempos e quando não acontece NADA insistir no êrro? Me prove que na biblía os cristãos são chamados de testemunhas de jeová, ou sómente de cristãos como disse Pedro; me prove pela biblía que em 1914, Jesus começou a reinar, se desde lá até agora o mundo está cada vez pior e ninguém sabe a data de sua vinda; me prove que o nome jeová está escrito no novo testamento. Eu creio que quem está pressionado É VOCÊ, porque eu já desmantelei com esses argumentos fajutos que os "ungidos" lhes ensinaram. Qual o critério que um sujeito tem para se achar ungido, e os outros, cristãos de segunda classe, quando as escrituras ensinam que todo o verdadeiro cristão é ungido. É só ler o capítulo 2 de 1Jo. Você não tem a revelação de Jesus Cristo, porque não aceita a encarnação do Verbo, que possuí DUAS NATUREZAS SEM SE MESCLAR. Ele existia em forma de DEUS não "deus", porque as escrituras dizem que ele não quis se apegar a condição de DEUS. Se fôsse "deus não teria sentido a argumentação jeovísta já que para vocês Jesus quando na terra era um "deus", ou seja, ele segundo a doutrina de vocês, não abdicou de ser "um deus." Os jeovístas não sabem e não podem interpretar Fp. 2:6 em diante, porque para eles Cristo continuou a ser "um deus" na terra; então, do que ele abdicou? Me mostre no novo testamento onde Jesus é alguma vez chamado de "um deus." Isto não existe. É pura invenção da watchtower. Querem saber mais que os cristãos de TODOS OS SÉCULOS. uma seita que surgiu no século 19 que já marcou várias datas falsas, já mudou de doutrina não sei quantas vezes. Engana os adeptos, porque deleta a literatura que prova que eles tem o rabo preso. Quer dizer que a verdade desapareceu por 19 séculos, até o nascimento de Charles Taze Russel? Durante todo este tempo, TODOS os cristãos andavam nas trevas? Os "ungidos" só conseguem enganar os ignorantes com relação as escrituras, botando-os a trabalhar prá eles como burro de carga.

    ResponderExcluir
  142. Todos nós devemos fazer o que estiver ao nosso alcance para se ajustar ao que realmente a Bíblia diz sobre o ensino da Trindade.Naturalmente porque disso depende a nossa salvação, pois tal palavra (Trindade) não existe na Bíblia.Devemos estar em sintonia com a verdade e ensinar a outros esta verdade.É natural esperar sinceramente, a cada dia, estar adorando a Deus de modo eficiente, e servindo ao Rei Jesus Cristo, como nosso líder espiritual e mestre, ao passo que, junto dele, possamos falar para todas as pessoas, as palavras de Jesus que, há quase dois mil anos, continuam a ecoar; " ... Nós adoramos o que CONHECEMOS." - João 4;22. Observem estes textos em sua Bíblia e medite se ela fala de um Deus Trino, composa de Três seres; " Salmo 110;1 - Mateus 22;44. - Mateus 26;64. - Marcos 12;36. - Marcos 16;19. - Atos 2;34. - Atos 5;31. - Atos 7;56. - Romanos 8;34. - Efésios 1;20; - Colossensses 3;1 . - Hebreus 1;3,13. -; 8;1 ; 10;12; 12;2. - 1 Pedro 3;22 ; Apocalipse 5;1,7. Realmente , as Testemunhas de Jeová não negam a Divindade de Cristo.É interessante observar que os responsáveis pela obra de pregação das Testemunhas de Jeová dizem sobre este assunto; "A Revista Despertai de 08 de Fevereiro de 1985, página 20 diz; " As Testemunhas de Jeová não negam a deidade, ou divindade de Cristo.Mas não partilham o entendimento filosófico dos trinitaristas quanto a tais termos.Ao se referirem a "divindade de Jesus", os trinitaristas, não querem dizer que ele " seja um deus", ou " semelhante a deus", mas que ele é "Deus", uma das três pessoas coeternas da Divindade. " A consideração do contexto de Colossenses 2;9; mostra claramente " que possuir Cristo "divindade" ou natureza "divina", não o torna igual ao Deus Todo-Poderoso. No capitúlo anterior, Paulo diz; " Deus achou bom que morasse nele toda a plenitude." (Colossenses 1;19). Portanto, toda a plenitude mora em Cristo porque isso " FOI DO AGRADO DO PAI"(AL,SO)., porque foi pela PRÓPRIA ESCOLHA DE DEUS" (NE). Portanto, a plenitude da "divindade" que mora em Cristo é dele em resultado duma decisão do Pai.Mostrando, adicionalmente que ter Cristo tal " plenitude" não o torna a mesma pessoa do Deus Todo-Poderoso, há o fato de Paulo mais tarde, falar de Cristo como estar sentado a direita de Deus. " - Colosenses 3;1 " Estudo Perspicaz" Vol. 1, no tópico , " Divino". Fica claro que as Testemunhas de Jeová acreditam que Jesus é uma Divindade.Mas, não a Divindade Suprema Jeová Deus.

    ResponderExcluir
  143. A internet está cheia de mentiras, e acusações falsas contra as Testemunhas de Jeová. Devemos ter cuidado com informaçõoes dadas pela internet, e comprovar se tais informações tem uma fonte fidedigna.Muitos evangélicos, claro que não são todos, vivem repetindo, que as "Testemunhas de Jeová negam a Divindade de Jesus Cristo."Muitos destes opositores são mentirosos, ou antagonistas descuidados! Devemos ter cuidado com estes tipos de pessoas! Se não aceita o que as Testemunhas de Jeová é um direito de todos, mas testificar falsidades ou inverdades e sair por ai repetindo estas, nada tem a ver com ser um cristão.É por isso que a cada dia a tanto escândalo a cada dia no meio de tais. Veja o que disse a Sentinela, publicada pelas Testemunhas de Jeová desde 1879, esta revista vem a mais de 130 anos em sua página dizendo na página 2; " Esta, revista incentiva a fé em Jesus Cristo, cujo sangue derramado abriu o caminho para que nós pudessemos ter vida eterna. " Elas seguem as instruções e declarações sinceras de Cristo, que disse que adorava a um Deus, e que esse Deus era o seu Pai.- João 20;17 ; " EU ASCENDO PARA JUNTO DO MEU PAI, E VOSSO PAI, E PARA O MEU DEUS E VOSSO DEUS. "

    ResponderExcluir
  144. Estimado José Roberto
    O Altíssimo te cubra com Suas copiosas bençãos
    Veja bem, Como existe Um só Deus Verdadeiro e nisto cremos e professamos com toda força de nossos corações pelas Santas Escrituras, conforme Is.43. 10-11.
    Esta mesma Escritura Sagrada chama em
    Jo.17.3, O Pai de Deus Verdadeiro e em;
    1 Jo.5.20 chama Jesus de Deus Vedadeiro e em;
    At.5.3-4 chama O Espirito Santo de Deus.
    A conclusão que chegamos é que 3 ( Três ) Pessoas existem e são chamadas nas Escrituras de Deus Verdadeiro e ela não admite OUTRO deus , senão o Deus Único; ou admitimos a PLURALIDADE NA UNIDADE ou somos obrigados a admitir um politeísmo barato, insuportável e grosseiro.
    O triângulo tem 3 ângulos e este fato não destrói a unidade da natureza do triângulo; nem a unidade anula os seus 3 ângulos .

    O mesmo é verdade acerca da Trindade; O conceito do Deus Triúno não " destrói " a unidade da NATUREZA / ESSÊNCIA
    deste Deus Maravilhoso, que é tão incompreendido, pelo fato de tanto nos amar e ter que criar funcões, por Sua Soberana Vontade, hierarquicas, para que o plano salvívico se concretizasse entre nós pecadores.
    Que Ele te abençõe e guarde
    Em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir
  145. assim como a unidade tempo, caracterizada por 3 formas distinta passado, presente e futuro, mas uma unidade tempo.

    ResponderExcluir
  146. Os Testemunhas de Jeová vivem num mundo diferente: "A internet está cheia de mentiras, e acusações falsas contra as Testemunhas de Jeová. Devemos ter cuidado com informaçõoes dadas pela internet, e comprovar se tais informações tem uma fonte fidedigna."

    Qual informação não é verdade? As falsas profecias, por que vcs nunca disseram que era uma profecia inspirada? Por causa disso tem o direito de dizer contecimentos para datas especificas? - ex: 1878, 1881, 1914, 1915, 1918, 1920, 1925, 1942, 1975, Século XX, Geração de 14 e Ungidos?

    ResponderExcluir
  147. Quall é uma das principais causas de desentendimento que separa mulçumanos e Judeus das religiões da cristandade? É o ensino da Santissima Trindade. O que afirma este dogma? A Trindade foi definida no credo Atanásiano como a adoração de um só Deus em Trindade, O pai é Deus, o Filho é Deus,, e o Espírito santo é Deus,e, no entanto, não são três Deuses, mas um só Deus. " Afirma-se que cada um deles é eterno, todo- poderoso, que nenhum deles é maior ou menor do que o outro, que cada um é Deus, e que, juntos, são apenas um só Deus. Os Teólogos afirmam que a Trindade é um Mistério. Fala a Bíblia algo sobre a Trindade? Vejam bem ; " Se Deus é e sempre foi uma Trindade, será que os Judeus encontravam este ensino nas Escrituras Hebraicas (Velho Testamento)? - O que dizem as Escrituras Hebraicas sobre Deus? - Deuterônomio 6;4 - Salmo 145 - Zacarias 14;9. - Será que as Escrituras Hebraicas mencionam o Espírito Santo? - Juízes 15;14 - Zacarias 4;6.

    ResponderExcluir
  148. É engraçado como o texto de 2 Corintios 4;4 , incomoda aos tinitários, lutam contra as afirmações da própria Bíblia.Com certeza todos os estudiosos da Bíblia concordam que existe muitos Deuses (Elohim/Théos). Em 1 Coríntios 8;4-6;"Pois mesmo que haja OS CHAMADOS DEUSES, quer no céu, quer na terra,( COMO DE FATO HÁ MUITOS DEUSES, E MUITOS SENHORES), para nós porém, HÁ UM ÚNICO DEUS, O PAI, de quem procedem todas as coisa e para quem vivemos, E UM SÓ SENHOR , JESUS CRISTO, POR MEIO DE QUEM VIERAM TODAS AS COISAS." Realmente Isaías 43;10, é um forte testemunho junto a 1 Coríntios 8;5-6 de que SÓ O PAI, (JEOVÁ), é o verdadeiro Deus a ser adorado. " João 17;3. (1) Jesus Citou " vós sois deuses, para homens de autoridade. (2) 1 Coríntios 8;5-6 diz que SÓ O PAI, é Deus digno de adoração. (3) Em Isaías 43;10 - Jeová (O PAI) declara no singular que só ele é Deus digno de adoração!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já está de brincadeira. Eu já lhe mostrei em comentários anteriores que o nome "jeová", não existe no antigo testamento e MUITO MENOS NO NOVO. Na nova aliança a escritura para de usar o tetragrama e em seu lugar KYRIOS (SENHOR), porque o nome de redenção, JESUS, estava chegando. Em 1Co. 8:5, Jesus não está em oposição a Deus Pai, mas em continuidade a sua pessoa, sendo uma lente de aumento para a humanidade. Os deuses e senhores na mitologia grega se confundiam nos papéis. O papel de Jesus Cristo como LOGOS ETERNO é o mesmo do Pai, só que na carne. O tetragrama é neste texto de 1Co., APLICADO A JESUS na palavra SENHOR, como já demonstrei anteriormente. Os jeovístas tem de criar uma OPOSIÇÃO entre o Pai e o Filho, afim de criar esta ilusão de ótica que nega a divindade de Cristo, quando o texto diz o oposto, pois a divindade do Pai se reforça no Filho pela ENCARNAÇÃO DA PALAVRA. Há uma continuidade do Pai para o Filho, como logos e vida eterna. Agora, você continua insistindo em usar o nome desse "deus" estranho, cria da watchtower. Ouça: "Jehova ou jeová: "Uma pronúncia errada do tetragrama ou o nome hebreu de Deus, de quatro letras. A palavra "jehova" portanto é uma leitura ERRADA para o qual não há mandado e que NÃO FAZ SENTIDO EM HEBRAICO." The Jewish Universal Encyclopaedia." Jehova, é uma pronúncia ERRADA do hebraico YHWH, o nome de Deus. Esta pronúncia é GRAMATICALMENTE IMPOSSÍVEL. A forma "jehova" é uma IMPOSSIBILIDADE FILOLÓGICA." Jewish Encyclopaedia. "Jehova, é uma ÊRRONEA FORMA do divino nome do Deus da aliança de Israel." The New Schaff-Herzog Encyclopaedia. Não fique se achando, com esse "deusinho" criado nos bastidores da watchtower, e vai ler coisa que presta.

      Excluir
  149. "Quall é uma das principais causas de desentendimento que separa mulçumanos e Judeus das religiões da cristandade?"

    não aceitarem o Senhor Jesus Cristo como o soberano DEUS e Salvador, e a aplicação da obra Salvívica do Senhor Jesus pelo operação poderosa do Santo Espirito, no coração do homem.

    ResponderExcluir
  150. Se Jesus é Deus, Derramou Deus Espírito Santo sobre sí Mesmo? Se Jesus é Deus , por que ele precisou ser ungido?Será que o Deus Todo-Poderoso precisa de unção?Se Jesus Como Homem Tinha As Suas Limitações, por que ele disse; " Glorifica-me junto de ti, com a glória que eu tive junto de ti, antes de haver mundo? Como harmonizar isso com Mateus 24;36; " Acerca daquele dia e daquela hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o filho , mas unicamente o Pai., se ela se lembrou da glória que teve junto ao pai, antes de haver mundo, e sendo Deus, como ele não poderia saber nem o dia nem a hora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amado do Senhor José Roberto
      Tu ainda não conseguir parar para refletir, sobre a humanidade do Senhor em detrimento Sua Divindade. Deus Emenuel. Como nosso exemplo Ele se batizou. Lembra que João até falou, que ele é que precisava ser batizado por Cristo. e O Senhor lhe respondeu : É necessário assim para que se cumpra toda a Justiça de Deus.O Senhor Jesus como homem precisou da Unção do Espirito Santo para fazer a Obra do Pai, aqui na terra. Ele realmente era limitado como homem e isto já falamos com fartura nas postagens a seguir, para que o amado do Senhor meditasse, bem como os demais internautas que visualizam as postagens. Será que meu amigo, não esta lendo, os comentários , nem lendo os textos ?
      As respostas acima estão respondidasno decorrer de nosso diálogo com textos e dentro de seus contextos para que o amado e demais internautas não tenham dúvidas.
      "Entrega teu caminho ao Senhor e o mais Ele fará"
      Caro José Roberto, você declarou em uma postagem anterior que já foi evangélico. Conheceu Jesus de ouvir falar, mais não chegou a entregar tua vida totalmente a Ele. Para um pouco volte-se para Jesus, Você conhece o caminho de volta, para a Casa do Pai . Larga este caminho, que só procura roubar a Glória do Senhor e entregue-se a Ele sem reservar e seja tu uma benção no Reino de Deus, para Glória do Senhor.
      Nos laços do Calvário
      Wilton

      Excluir
  151. José Roberto, para você afirmar que Jesus Cristo é uma criatura você tem que demonstrar que VIDA ETERNA tem um começo. Fora disto, você vai continuar a ir para o antigo testamento, que anunciava a revelação do Messias, mas este ainda não era uma realidade manifesta. Um Deus que pode ser plenamente compreendido NÃO É DEUS, mas algo que o homem pode submeter a análise. Isto é o que querem todas as seitas unitarianas, incluíndo os jeovístas. 1Jo. 1:2: "Porque a vida foi manifestada, e nos a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos A VIDA ETERNA, QUE ESTAVA COM O PAI, e nos foi manifestada." O Senhor Jesus, em todos os escritos de João, é chamado de VIDA ETERNA que estava com o Pai. O Senhor Jesus em Jo. 17:3 roga que o Pai o glorifique com a MESMA glória que ambos compartilhavam antes da criação do mundo. Você, para provar pelas escrituras que Jesus é uma criatura de Deus como todas as outras, vai ter que demonstrar que VIDA ETERNA TEM COMEÇO, ou que Deus criou a vida eterna, o que seria um absurdo pois já não seria mais vida eterna. VIDA ETERNA é a natureza de Deus, não derivada de outra fonte a não ser o próprio Deus. Jesus é IDENTIFICADO com a VIDA ETERNA que existia em FORMA DE DEUS, e se encarnou, para salvar a raça de Adão. Por isso, os jeovístas tem de desconsiderar a encarnação da Palavra, porque aí está TODA a refutação de sua heresia.1Jo. 1:2, o logos, Jesus Cristo é "AIONIOS (ETERNA) ZOE (VIDA).A trindade é um mistério assim como a existência de Deus o é. Mas um mistério REVELADO. Quando os teólogos afirmam que é um mistério, é que ela não é plenamente compreendida pelo homem. No cristianismo existem os mistérios, como Paulo fala, como João no ap. fala. Agora, não conseguir conviver com os mistérios mostra imaturidade espiritual! Você citou acima Zacarias 14:9. Leia o verso 4 do mesmo capítulo 14, e verá que se trata do Messias Jesus. Cristo, é chamado por Paulo, de o "mistério de Deus revelado." João, o Batista, recebeu a revelação da plenitude da divindade. O batismo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, segundo a doutrina jeovísta seria: Em nome de jeová, de Jesus e da força ativa de jeová?!!! Pare e pense. Se você não conseguir demonstrar que a VIDA ETERNA (1Jo. 1:2), tem princípio, você não tem o direito de afirmar que Jesus é um ser criado, porque ele é plenamente identificado como sendo A VIDA ETERNA. E outra coisa; O que eu tenho a ver com os muçulmanos. Uma religião sem moral, hipócrita, que mata cristãos. Eles que vão se lixar; se vierem para o meu lado vão apanhar também. O "deus" deles "allah" era uma divindade hindu Isto já foi provado, porque quando maomé ou muhammad entrou em cena já existia esta tal "alla", e era uma deusa hindu. Agora não vou entrar neste assunto. Por ora, cabe a você provar o que lhe solicítei.

    ResponderExcluir
  152. O Sr. Paulo Cadi , continua desobedeçendo 1 Pedro3;15, é uma pena!Quando algumas pessoas não tem mais argumentos, passam a fazer ataques , para poder disvirtuar o assunto empauta. Tens procurado fazer uma salada de assuntos , para disvirtuar o o objetivo destas postagens a saber; " A Falsa Doutrina da Trindade." Existe muitos artigos publicados pelo Sr. Luciano Sena, que aborda o que comentastes, não se preocupe, vá em tais artigos e poste as suas argumentações contrárias, mas por favor não faça uma salada de assunto, isto é desonesto. Se Jesus era cem por cento homem, e cem por cento Deus, porque ele lembrou da glória que teve como o se Pai no céu, mas não lembrava do dia e a hora? ( Mateus 24;36). Será que ele não lembrar do dia e da hora, não o faria cem por cento Deus? Seria neste momento apenas um humano?.

    ResponderExcluir
  153. The New Encyclopedia Britannica diz; " Nem a palavra Trindade, nem a doutrina explicita, como tal, aparecem no Novo Testamento, e nem Jesus e seus seguidores tencionaram contradizer o Shema do velho testamento; " Ouve ó Israel , Jeová nosso Deus é um, só Senhor." ( Deuterônomio 6;4) A doutrina desenvolveu-se gradualmente com o decorrer dos secúlos, enfrentando muitas controvérsias. Por volta do fim do quarto século a doutrina da Trindade tornou substancialmente a forma que desde então tem conservado. " - (1976), Micropaedia, Vol. X. p. 126. - A New Catolic Encylopedia diz; " A formulação de um só Deus em três pessoas não foi solidamente estabelecida, de certo não plenamente assimilada na vida cristã e na sua profissão de fé, antes do fim do quarto século. Mas, é precisamente esta formulação que tem a primeira reinvidicação ao título o Dogma da Trindade. Entre os Pais, apóstolicos, não havia nada, nem mesmo remotamente, que se aproximasse de tal mentalidade ou perspectiva. " - (1967), Vol XIV, p. 299. Não existe apoio entre os pesquisadores para este dogma falso da Trindade.

    ResponderExcluir
  154. Você NÃO RESPONDEU o texto De 1Jo. 1:2. Não adianta ficar conversando fiado. Entendeu? Prove que Jesus, 1Jo. 1:2, que é a VIDA ETERNA TEVE COMEÇO.

    ResponderExcluir
  155. Estimado Paulo Cadi
    Deus é o Nosso refúgio
    Se me permites dar uma palavra ao Prodigo José Roberto, gostaria de fazer a primeira observação, antes dele te responder, no que se refere o distorcer o texto de Mt.24.36 , pois segundo me consta, O Corpo Governante caem em seu proprio erro, uma vez que declaram que Deus , O Pai, NÃO CONHECE TODAS AS COISAS, mas nem por isso , NEGAM SUA DIVINDADE. Têm a ousadia de dizer que Deus não tinha conhecimento do resultado da prova que Ele próprio havia submetido Abraão, quando lhe pediu seu filho Isaque em holocausto Gn.22.12. E ilustram essa suposta falta de conhecimento absoluto de Deus da seguinte maneira: " Uma pessoa que tem um radio pode ouvir as notícias mundiais.mas o fato de que pode ouvir certa estação não significa que realmente faça isto. Ela precisa primeiro ligar o rádio a daí selecionar a estação. Da mesma forma " Jeová " tem a capacidade de predizer eventos, mas a bíblia mostra que Ele faz uso seletivo e com discrição dessa capacidade que tem, com a devida consideração pelo livre arbítrio com que dotou suas criaturas humanas "
    Como desejam, então, neste versículo, negar a divindade do Senhor Jesus? Na verdade, a missão de Jesus era glorificar o Pai Jo5.30,43. Estava naquele momento, falando como HOMEM, mas, como Deus que era, conhecia os corações Mc. 2.8 , perdoava pecados Mt.9.6, entre outros milagres e prodígios. Assim, o texto em destaque, em nenhuma circunstância, depõe contra a NATUREZA divina de Jesus.
    Estimado Roberto reconcilia-te com o Senhor e volte-se para Ele e pare de lutar contra O Espirito Santo que fala ao teu precioso coração.
    Te amamos em Cristo
    Wilton

    ResponderExcluir