terça-feira, 25 de setembro de 2012

Ao Titã Adventista Luís Gonçalves


Comentários* sobre o segundo vídeo da série intitulada: O Grande Conflito. Apresentada pelo conhecido Pastor Adventista Luís Gonçalves. 

[O apresentador do programa Na Mira da Verdade, também chamou esse de "Titã"].

1) "Em Isaias 28.10, está escrito como se estuda a Bíblia"

 
COMENTÁRIO: Não, O texto de Isaías 28.10 não está ensinando como devemos estudar a Bíblia. Se observarmos o contexto da passagem, veremos que o texto está se referindo a uma zombaria feita pelos sacerdotes e profetas de Israel com respeito à mensagem que Isaías proferia para eles. Deus estava furioso com os líderes do povo de Israel, que não conduziram o povo à verdadeira adoração por viverem uma vida de bebedeira e pecado (vs: 7-8) e, por isso, enviou Isaías para confrontá-los. No entanto, o versículo 9 nos mostra o que eles começaram a dizer ao profeta: “A quem, pois, se ensinaria o conhecimento?”, ou, em outras palavras: “A quem você pensa que está ensinando?”, como se eles fossem os detentores da verdade. Então, no vs: 10, eles zombam de Isaías insinuando que este não ensina nada além de “preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali”. Isso é tão verdadeiro, que a NOVA VERSÃO INTERNACIONAL faz um comentário interessante sobre esse versículo: “No Hebraico está desta forma: sav lasav sav lasav / kav lakav kav lakav (possivelmente sons sem sentido; talvez uma imitação zombadora das palavras do profeta Isaías)”. Por isso, Luís Gonçalves foi infeliz em ter usado um texto fora de seu contexto para ensinar como devemos estudar a Bíblia.

Um texto que realmente ensine sobre como devemos estuda-la, é o texto de Mateus 4:1-11, na tentação de Jesus. Satanás se achega ao Filho de Deus para tentá-lo. Sua primeira tentativa foi frustrada (vs: 3-4). Então, ele se utiliza de outra estratégia, muito mais sagaz: USA A PRÓPRIA BÍBLIA PARA ENGANAR JESUS! Ele pega um texto fora de contexto (Salmo 91.11-12) e tenta fazer com que Jesus peque contra seu Pai. Então, ao responder Satanás, Jesus nos deixa um ótimo exemplo a ser seguido: “TAMBÉM ESTÁ ESCRITO...” (vs: 6-7), deixando claro para o Diabo que esse método interpretativo da Bíblia não é válido. Por isso, NUNCA devemos interpretar qualquer texto da Bíblia sem analisar o contexto no qual está inserido. Esse é um princípio de interpretação universal: “TEXTO SEM CONTEXTO É PRETEXTO”. Logo, nenhuma frase ou texto bíblico pode ser analisado isoladamente. Abaixo, vou escrever dois exemplos que mostram o perigo de se interpretar a Bíblia isoladamente.

EXEMPLO 1: Suponhamos que alguém recebesse um folheto rasgado com a segunda parte do SALMO 14.1: “Não há Deus. Corrompem-se e praticam abominação; já não há quem faça o bem”. A pessoa sairia falando que a Bíblia ensina que Deus não existe, por isso, ninguém faz o bem. Acontece que, na primeira parte do versículo, “Diz o insensato no seu coração: Não há Deus...”. Percebeu o perigo de estudar a Bíblia sem analisar o contexto?

EXEMPLO 2: Suponhamos que alguém desesperado que queira dar cabo de sua vida, orasse a Deus e pedisse para o SENHOR lhe mostrar se deveria se suicidar ou não. Depois, ele fechasse os seus olhos e abrisse a Bíblia no primeiro texto que seus dedos tocassem. E, para sua surpresa, ele lê: “Em nascendo o sol, Deus mandou um vento calmoso oriental; o sol bateu na cabeça de Jonas, de maneira que desfalecia, pelo que pediu para si a morte, dizendo: Melhor me é morrer do que viver!” (Jonas 4.8). Então, ainda mais angustiada, essa pessoa não se conforma e ora novamente. Depois, fecha seus olhos e, como na primeira vez, pára a Bíblia no primeiro texto que seus dedos tocam e assim está escrito: “Preciosa é aos olhos do SENHOR a morte dos seus santos” (Salmo 116.15). “O que?”, indaga a pessoa, “você realmente quer que eu me suicide SENHOR? Ok, eu vou me matar. Mas, por favor, se for pra ser hoje, me diga...” E, numa última tentativa, a pessoa fecha seus olhos e abre em João 13.27: “E, após o bocado, imediatamente, entrou nele Satanás. Então, disse Jesus: O que pretendes fazer, faze-o depressa”. Isso é só para nos mostrar que tipo de absurdo nós podemos inventar estudando a Bíblia sem analisar devidamente o contexto de cada texto.

2) “A Bíblia Sagrada apresenta todos os temas... Ela revela tudo!"

COMENTÁRIO: Não, a Bíblia não fala sobre tudo. Ela não diz que roupa eu devo vestir amanhã, não diz que tipo de telefone eu devo comprar, ou que profissão eu devo exercer. A própria Bíblia afirma que existem coisas que Deus não quis manifestar a nós: “As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei” (Deuteronômio 29.29). A Bíblia também não fala TUDO que Jesus fez, como diz o apóstolo João: “Na verdade, fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome”. Entretanto, concordo que a Bíblia fala TUDO sobre o que agrada ou não a Deus. Está escrito no Salmo 119.9: “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra”. E em 2ª Timóteo 3.16, Paulo assim diz: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”. Portanto, Luís Gonçalves se expressou mal quando disse que a Bíblia apresenta todos os temas [ a não ser que, o tudo que ele disse seja tudo relacionado com a salvação, como demonstrado acima...] ...

3) "Animal significa Reis em Profecias" – Se referindo a Daniel 7.17.

COMENTÁRIO: Sim, nas profecias do capítulo 7 de Daniel. Mas, nas profecias que José teve de interpretar no Egito, os Animais representavam período de tempo (41.15-21 e 25-27). Portanto, o contexto vai indicar o significado de cada símbolo profético. Ou seja, Animal em profecias, nem sempre será Rei, depende do contexto da passagem.

4) "O Apóstolo Paulo diz que mulher em profecia representa Igreja" – se referindo a Efésios: 5.23.


COMENTÁRIO: Não, Paulo não disse isso... O contexto da passagem de Efésios 5.22-33 está apenas comparando o relacionamento de Cristo com a igreja como o relacionamento de um homem com sua mulher. O apóstolo não diz que “mulher” simboliza “igreja” em profecias. Aliás, o texto de efésios não fala de profecia alguma. Infelizmente, Josué Gonçalves utilizou um texto totalmente fora de contexto.

6) "Água em profecia significa povos" – referindo-se a Apocalipse 17.15


COMENTÁRIO: Sim, na profecia do capítulo 17 de Apocalipse. Mas, na profecia de Ezequiel 47.1 e 9 sobre a restauração de Israel, água representa vida. Portanto, Água em profecias, nem sempre será povos, depende do contexto da passagem.

7) “Em Profecias, 1 Dia equivale a 1 ano” – referindo-se a Números 14.34 e Ezequiel 4.6-7

COMENTÁRIO: Sim, no texto de Números e Ezequiel. Mas, na profecia que Deus manifestou a Noé sobre o dilúvio, eram dias de 24 horas mesmo (Gênesis 7.4, 11-12). Portanto, 1 dia em profecias nem sempre equivale a 1 ano, depende do contexto da passagem [veja uma postagem do MCA sobre isso AQUI].


8) "Em profecias, ventos significam guerras" – referindo-se a Jeremias 51.1-5

COMENTÁRIO: Sim, no texto de Jeremias. Mas, na profecia que Deus decretou como julgamento para Társis em Ezequiel 27.25-27, Ventos representa Ventos mesmo, e nada mais. Portanto, ventos em profecias nem sempre representam guerras.

9) "Em profecias, Chifres significam poder, Rei e Reino" – referindo-se a Apocalipse 17.12

COMENTÁRIO: Concordo, não conheço nenhuma outra profecia em que chifre tenha outro significado. Não obstante, devemos lembrar sempre que cada símbolo tem seu significado de acordo com o contexto de cada profecia. [Porém,

10) “Em Profecias, tempos significam anos" – referindo-se a Daniel 11.13.

COMENTÁRIO: Sim, no capítulo 11 de Daniel. Mas, na profecia que Ezequiel proferiu contra Israel, Tempos também representa um período indefinido de tempo: “Filho do homem, eis que os da casa de Israel dizem: A visão que tem este é para muitos dias, e ele profetiza de tempos que estão mui longe. Portanto, dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Não será retardada nenhuma das minhas palavras; e a palavra que falei se cumprirá, diz o SENHOR Deus” (Ezequiel 12.27-28).


11) “Em Profecias, dragão representa Satanás” – referindo-se a Apocalipse 12.9

COMENTÁRIO: Concordo, não conheço nenhuma outra profecia em que dragão tenha outro significado. Em Apocalipse, satanás também é representado por uma serpente (Ap: 20.2). Não obstante, devemos lembrar sempre que cada símbolo tem seu significado de acordo com o contexto de cada profecia. [Um detalhe é que não existe em outro texto a referência a 'dragão'].


9) "Em Profecias, Cordeiro significa Jesus" – referindo-se a João 1.29

COMENTÁRIO: Sim, no capítulo 1 de João. Mas, na profecia de Jeremias 50.17, o cordeiro representa o povo de Israel.

10) "Em Profecias, calda representa falso profeta” – referindo-se a Isaías 9.15

COMENTÁRIO: Sim, na profecia de Isaías 9, porque, na profecia de Moisés contra o povo de Israel em Deuteronômio 28.44, Calda representa opróbrio, humilhação.

11) “Em Profecias, estrelas representam mensageiros” – referindo-se a Daniel 12.3 e Apocalipse 12.4

COMENTÁRIO: Sim, no cap. 12 de Daniel e Apocalipse. Contudo, nas profecias que Deus revelou a Abraão (Gênesis 22.17) e José (Gênesis 37.9-11) significam descendentes e irmãos, respectivamente. Novamente, o contexto é que mostra o significado.

12) "Com estes símbolos, nós entenderemos qualquer`Profecia da Bíblia”

COMENTÁRIO: Infelizmente [ou felizmente!?], não posso concordar com Luis Gonçalves. Isso porque ele não mostrou a representação destes símbolos em outros textos da Bíblia, apenas pegou textos isolados, sem analisar o contexto de cada um, e fez parecer que realmente todos estes símbolos vão representar as mesmas coisas em todas as profecias. Mas, como visto, os símbolos de cada profecia devem ser interpretados de acordo com seu contexto.


LEMBRE-SE: TEXTO SEM CONTEXTO É PRETEXTO


Que Deus nos abençoe!

*Autor:Luis Filipe

14 comentários:

  1. Trata-se de um texto onde se lê repetidamente, do próprio autor, as afirmações: Sim, concordo!

    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    Sr. Adventista, tua atitude é bem parecida com a de teu amigo Luís Gonçalves, onde o contexto é simplesmente negligenciado e apenas algumas palavras e expressões são consideradas. Logo, me parece que este não é um problema apenas de Luís Gonçalves... parece ser um "vírus hermenêutico denominacional". Espero que você ainda tenha chances de cura... Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diz-se que o contexto é errado, sem, no entanto, mostrar o correto. Como resultado, não se têm visto muitas "teorias" como as apresentada pelo Pastor Luís Gonçalves. Em contrapartida, abundam-se as críticas.

      Estando erradas as interpretações das profecias, alguém há, que nos mostrará a "correta"?!

      Atenciosamente.

      Excluir
    2. Observação:

      "Diz-se que o contexto é errado, sem, no entanto, mostrar o correto (que responda à profecia)."

      Atenciosamente.

      Excluir
  3. Sr. adventista, está faltando dizer que é um ataque pessoal, que o autor esta mais por fora do que arco de barril e indicar um dos livros de E.G. White como referencia

    ResponderExcluir
  4. PR FPELICOLI, Poderia explicar melhor?

    ResponderExcluir
  5. vocês não tem o que fazerem não ,vão estudar a bíblia de verdade. ôh blog fraquinho em argumentos dos blogs apologéticos
    que conheço vcs são os mais fracos.

    ResponderExcluir
  6. É muito amor pelos adventistas???? rsrs'

    ResponderExcluir
  7. De fato,é possível perceber a falta de amor que os blogs apologéticos demonstra sobre a denominação adventista desviando assim do foco que é Cristo Jesus, posso perceber que este blog é escrito por uma pessoa que já está no céu junto com Enoque e Elias, cadê o amor que Cristo prega sobre todas as nações "jo 3:16", percebo que você zomba das escrituras, tenho pena de você.
    A conclusão é que se você não ama não conhece a Deus pois Deus é Amor "1 jo 4:8". abraço

    ResponderExcluir
  8. Parabéns ao blog, excelente forma de análise,uso discreto e simples de analisar um texto, e o melhor sem tendenciosidade.Parabéns ao teólogo desenvolvedor. Realmente a IASD faz um péssimo trabalho hermenêutico desrespeitando todos os princípios da hermenêutica é só fazem uso dela quando corrobora para sustentar seus ideais. Estava lendo os comentários e percebi um anonimo, que tocou na questão do amor, mal ele sabe que o apostolo PAULO era também um apologista, mal sabe também que a apologética defende a fé e a inerrância da palavra,ou seja o amor ao evangelho do Reino e não o amor as eresias da IASD, eu amo os adventistas porque fui um e aprendi a amar meus irmãos, mas hoje sei que uma heresia deve ser combatida. Por que até jesus cristo não foi favoravel a idolatria de seu tempo.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde,se está errado então que alguém nos explique as profecias, sejamos humildes e mansos de coração para fazermos parte do reino que está por vir. Deus abençoe a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Vanderley

      Quais profecias? Tem tantas...

      Excluir