quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Evangelizando os seguidores de W. M. Branham


Eles insistem em batizar 'em nome de Jesus'. Dizem que não pertencem a nenhuma denominação, que são cristãos. Mas seu principal vinculo é Willian Marrion Branhan. Que dizem ser um profeta verdadeiro. 'O profeta de nossa era'.
Mas esse profeta 'verdadeiro' predisse algo que seus seguidores fazem de tudo para que seja esquecido. Fazem um elástico mental e interpretativo para conseguir justificar seu profeta. Segue-se um estudo sobre essa profecia e algumas perguntas. Da proxima vez que se encontrar com um seguidor do Tabernáculo da Fé, ou que seja sudtos de Braham, use esses recursos para a glória do Deus do verdadeiros profetas.

Veja o que William Marrion Branham disse sobre o ano de 1977:

“Como servo de Deus que tem uma infinidade de visões, nenhuma das quais falhou, deixem-me predizer (Eu não disse profetizar, mas predizer) que esta era terminará por volta de 1977. Se me perdoem uma referencia pessoal aqui, baseio esta predição em sete visões principais e continuas que me vieram um Domingo de manhã de junho, de 1933.” (A DISPENSAÇÃO DA IGREJA DE LAODICEIA, pg 06; versão em espanhol)

Os seguidores do senhor William M. Branham, tentam aqui destacar as observações “pessoais” dele, achando assim que tal observação de seu profeta não pode condená-lo!

A defesa é mais ou menos assim: “Branham não disse em ‘nome do Senhor’ por isso não se tratava de uma profecia e sim de um parecer pessoal!”. Concordamos com essa objeção, desde que William M. Branham não tivesse destacado seu chamado quando disse “que suas visões nunca se deixaram de cumprir” e que tal predição, “foi com base nessas visões”! Se ele, como “o profeta do século XX”, não teve noção correta de uma visão que recebera, o que dizer dos que se aventuram em explicar suas mensagens!? E se ele interpretou tão mal uma visão que conhecia tão bem, o que dizer de suas interpretações da Escritura Sagrada? Não teriam passado pelo mesmo risco? Esqueceu-se de que havia uma multidão de pessoas que confiava nele como “profeta”?

Mas o ano de 1977 ganhou mais expectativa, entre os seguidores de W. M. Branham, pois ele não ficou somente na observação acima, veja o que mais esse pregador disse a respeito de 1977 e o peso de sua declaração:

“...muitas pessoas julgam que este é um prognóstico irresponsável, em vista do que Jesus disse a respeito de que aquele dia e hora, ninguém sabe (Marcos 13.32) todavia me mantenho firme em minha crença depois de trinta anos, porque Jesus não disse que não podia conceder o ano, mês ou semana em que sua vinda havia de ser completada. Assim repito, e sinceramente creio e mantenho como um estudante particular da Palavra juntamente com a inspiração Divina, que o ano de 1977 deve pôr fim nos sistemas mundiais e introduzir o milênio.” (AS SETES ERAS DA IGREJA. pg 361; versão em espanhol).

Parece que aqui o senhor William M. Branham foi mais longe do que todo defensor apaixonado esperaria! E qualquer defesa que se formule a essa declaração esbarrará na própria intenção de W. M. Branham de imobilizar a advertência de Nosso Senhor e Salvador Jesus em Marcos 13.32 ao dizer, ironicamente(?), que “Jesus disse que não sabia o dia e hora. Mas a semana, mês ou ano, não negou que não podia revelar !”.

Não parece justificável a defesa que os seguidores de Branham apresentam para esse fato, o ano de 1977 figurou na mensagem dele, com uma chamada “apocalíptica” e mesmo que ele tivesse a suposta inspiração junto dele, NÃO SE CUMPRIU! Por mais que neguem isso. E, mesmo que fosse uma posição pessoal, temos um quadro do padrão Divino para identificar falsos profetas,eles falam de si! Veja:

“Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que...falam as visões do seu coração, [opinião pessoal ] não o que vem da boca do SENHOR.” (Jeremias 23.16).

Além disso, Jesus se referiu a sua grande profecia em Mateus 24 como “predição”. Veja o versículo 25! Fazer distinção de profecia e predição, no caso profético, é desprovido de razão.

SEGUEM-SE ALGUMAS PERGUNTAS PARA CONSIDERAÇÃO DO ASSUNTO EM PAUTA:

1) Porque muitas pessoas estavam concebendo isso, [1977] como um prognóstico?

2) Estariam achando irresponsável se fosse “uma simples observação” de Branham?

3) Por quanto tempo esteve o “profeta” convicto de sua interpretação sobre 1977?

4) Por todo esse tempo, trinta anos, nunca recebeu um aviso Divino que tal “predição” lhe causaria, no futuro, tremendo descrédito?

5) Ao dizer “dia e hora”, Cristo estava dando a entender que o ano sabia, mas ocultou?

6) A predição de W. M. Branham sobre 1977, foi juntamente com qual ‘inspiração’?

7) Quando um profeta dizia algo “juntamente com a inspiração divina” devia ser entendido como?

O nosso desejo é que essa informação, embora limitada, ajude as pessoas honestas, que estão seguindo os ensinos do senhor William Marrion Branham. Alertando-as a um perigo eminente em seguir de modo cego e, em alguns casos, até idólatra, esse homem que se colocou como “O Profeta de nossa era”!

19 comentários:

  1. Para se fazer justiça a William Branham referente a predição de 1977 é preciso ter em primeiro lugar o conhecimento de todas as suas citações referente a esta predição, e não ficar
    Somente com esta acima postado.

    Sugiro que o autor da matéria bem como aos leitores sigam o link abaixo e façam Download, lá encontra-se todas as referências sobre 1977.

    http://www.4shared.com/document/xywp4XHv/A_Profecia_de_1977.html

    ResponderExcluir
  2. Abaixo, algumas das citações de Branham referente a 1977 que os apologistas não conhecem, e a maioria deles não fazem questão de conhecer:

    "...Cremos que a igreja de Laodicéia começou em 1906 d.C. Eu predigo... Agora lembre-se: ‘predigo’, especialmente vocês que escutam a fita. Eu não digo que será, mas predigo que isto terminará por volta de 1977, que a igreja entrará completamente em apostasia e ela será vomitada da boca de Deus. E a segunda vinda, ou o rapto de Cristo, pode vir a qualquer hora. Agora, eu poderia falhar isto em um ano, posso falhar em vinte anos, eu poderia falhar em cem anos. Eu não sei quando. Porém eu apenas predigo que segundo uma visão que Ele me mostrou, e considerando o tempo, da maneira que está progredindo, eu digo que isto será em algum momento entre 1933 e 1977. Ao menos, esta grande nação entrará em uma guerra que a fará voar em pedaços. Vê? Agora, isso está muito perto, está bem próximo. E eu poderia estar enganado, estou predizendo. Se todos entendem isso, digam ‘amém’ [A congregação diz: “Amém” – Ed.] Vê?. (Sermão: “A Era da Igreja de Laodicéia” - 11/12/1960)

    Agora, eu não quero que ninguém saia entendendo mal. A fita continua rodando. Eu não quero que ninguém entenda mal isto. Não me entendam mal agora, e digam: “O irmão Branham disse que Jesus virá em 1977”. Eu nunca disse tal coisa. Jesus pode vir hoje. Porém eu tenho predito que entre o ano 33 e 77 algo aconteceria, que estas coisas que eu tenho visto ocorrer na visão aconteceriam. E cinco delas já têm acontecido. (Sermão: “As Setenta Semanas de Daniel”, 6/08/1961).

    ResponderExcluir
  3. “Mas esse profeta 'verdadeiro' predisse algo que seus seguidores fazem de tudo para que seja esquecido”

    Esta frase acima não é verdadeira.
    A predição de Branham sobre 1977, no livro Era de Laodicéia, está escancarada pelos seus seguidores na internet.

    Não parece coerente querer “esquecer” e ao mesmo tempo divulgar o assunto na internet.
    Quem quiser verificar é só entrar no site WWW.apalavraoriginal.org.br ir em mensagens do profeta e procurar “ A Era de Laodicéia “.

    Estou citando este site por ser a página oficial da maior igreja dos “seguidores” de Branham no Brasil, mas, tem muitos outros sites de “seguidores” que também divulgam este livro.
    O livro Era de Laodicéia é editado no Brasil desde 1973 pelo Tabernáculo da Fé, nunca parou de ser imprimido, qualquer pessoa pode pedir o livro por reembolso postal.

    A Associação Evangelística William Branham “ Gravações a Voz de Deus”nos E.U.A http://branham.org/ envia o livro A Era de Laodicéia para o mundo todo ( sem custos ) traduzido em várias línguas, inclusive para o Brasil, em português.

    Além de que, tem “seguidor” que colocou a gravação de Branham referente a predição de 1977 até no youtube, seguir o link
    http://www.youtube.com/watch?v=Bjj8E7u-SDc

    Isso, definitivamente não é coisa de quem “faz de tudo para que seja esquecido”.
    Na nossa página www.documentosbranham.com também divulgamos o livro “ Uma Exposição Das Sete Eras da Igreja” que contém a mesma predição sobre 1977.

    Ficam com Deus,
    Raimundo.amaral@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Quando W Branham predisse sobre 1977 ele disse:...Eu não profetizo...eu posso falhar em 100 anos...eu não sei quando...não digo que será, etc.

    Mas quando ele PROFETIZAVA em nome do SENHOR era diferente, vejam o testemunho abaixo!

    Durante a temporada de caça de esquilos no ano de 1962, o irmão Branham e o irmão Wood, foram convidados à casa da irmã Hattie Mosier para jantar. A irmã Hattie é uma viúva cristã mui bondosa, que com seus dois filhos subsiste com o que o bem-estar público lhes dá. Não obstante, ela era mui fiel com seus dízimos, e lhe agradava ajudar aos demais, sem pensar em si mesma. Tinha uma irmã paralitica que nunca havia caminhado. Esta piedosa mulher era um testemunho de Deus, e o ambiente de seu lar, era digno de uma verdadeira cristã.


    Enquanto jantavam juntos, falavam da bondade do Senhor. O irmão Branham falava da Palavra, do ministério do Espírito e da bendita graça de Deus; e enquanto falavam, a irmã Hattie, sentindo a bênção de Deus, disse: “Irmão Branham, isso é a pura verdade!” Ao dizer assim, o Espírito de Deus veio sobre o irmão Branham, e disse a ela: “Irmã Hattie Mosier, pelo que tens dito, o Senhor acaba de me dizer que qualquer coisa que você pedir, a receberá.”


    Uma unção celestial encheu aquele lugar onde estavam reunidos. Lágrimas desciam pelas faces dos convidados, enquanto o irmão Branham lhe dizia: “Qualquer coisa que você pedir, a obterá. O concedo no Nome do Senhor.” Assim o repetiu o irmão Branham.
    A irmã Hattie Mosier lhe disse: “Não sei o que pedir.”


    “Você pode pedir por sua irmã paralitica, e ela será curada; vocês são pobres e necessitam de dinheiro, peça-o se o deseja. Peça um milhão de dólares, e se não caírem sobre a mesa, eu serei um falso profeta.”


    Ela o olhou por um momento, e de seu coração disse: “Irmão Branham, meus dois filhos não são salvos; isso é o que peço. Poderão eles serem salvos?”
    Ele lhe disse: “Os entrego no Nome do Senhor.”


    Os moços que haviam estado rindo e gesticulando como costumavam fazê-lo, eles que nem sequer haviam pensado em sua salvação, nem sentiam nenhum desejo de servir a Deus, de repente se puseram pálidos. O Espírito de Deus caiu sobre eles e os estremeceu; e gritando caíram sobre seus joelhos em arrependimento diante do Senhor.


    Aqueles moços foram salvos naquela mesma hora. Assistem ao tabérnaculo hoje e vivem para Deus juntamente com os demais santos, participam da ceia do Senhor e do lava pés; e ambos têm um bom testemunho diante de Deus, tanto em conduta como em palavra.

    Retirado do livro "O Profeta do Século XX"
    Em www.documentosbranham.com/reflexão encontra-se a foto de Hattie Mosier, sua irmã paralítica e seus 2 filhos sendo batizados.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pela visita e comentário.
    Te aconselho a ler melhor a postagem, ok?
    Veja o que eu coloquei, visto que SEI muito bem da justificativa que vcs apresentam:
    "Por mais que neguem isso. E, mesmo que fosse uma posição pessoal, temos um quadro do padrão Divino para identificar falsos profetas,eles falam de si! Veja:

    “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que...falam as visões do seu coração, [opinião pessoal ] não o que vem da boca do SENHOR.” (Jeremias 23.16).

    Além disso, Jesus se referiu a sua grande profecia em Mateus 24 como “predição”. Veja o versículo 25! Fazer distinção de profecia e predição, no caso profético, é desprovido de razão."

    E quando eu disse que existe um esforço de ser esquecido, é que isso causa desconforto a vcs. Por isso vcs tentam de qualquer maneira taxar isso como 'opinião pessoal'... o que já mostrei tb ser uma caracteristica de falsos profetas.
    abraços

    ResponderExcluir
  6. “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que...falam as visões do seu coração, [opinião pessoal ] não o que vem da boca do SENHOR.” (Jeremias 23.16).

    Prezado Luciano, sua linha de raciocínio está equivocada neste caso. Deus não condenou estes profetas simplesmente porque eles falavam de si.
    Vamos verificar os versículos 16 e 17:
    Jeremias

    23.16 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que entre vós profetizam; ensinam-vos vaidades e falam da visão do seu coração, não da boca do SENHOR.

    “PROFETIZAM ensinam VAIDADES e falam da visão do seu coração e não da boca do SENHOR”... percebas que antes de tudo eles ensinavam vaidade...

    23.17 Dizem continuamente aos que me desprezam: O SENHOR disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo o propósito do seu coração, dizem: Não virá mal sobre vós.
    Percebas que Deus está censurando-os porque eles diziam que O SENHOR HAVIA DITO, paz tereis...! Enquanto que o Senhor jamais havia dito, percebe? Esse é o erro maior ! dizer que o SENHOR DISSE o que Ele não disse.
    Para maior compreensão desse erro gravíssimo leiamos Deuteronômio...

    18.20 Porém o profeta que presumir soberbamente de falar alguma palavra EM MEU NOME, que eu lhe não tenho mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, o tal profeta morrerá.

    18.21 E se disseres no teu coração: Como conheceremos a palavra que o SENHOR não falou?

    18.22 Quando o tal profeta falar EM NOME do SENHOR, e tal palavra se não cumprir, nem suceder assim, esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou o tal profeta; não tenhas temor dele.

    Percebemos claramente que o SENHOR repudia veementemente falar em nome Dele, coisa que Ele não disse, a tal ponto que o tal profeta deveria morrer.
    Agora o profeta pode falar coisa de si mesmo? Claro que pode, desde que sejas um assunto que não contrarie a Palavra do Senhor e que não digas que é o Senhor que está dizendo, vejamos um bom exemplo:

    1 Coríntios

    7.10 Ora, aos casados, ordeno, não eu, mas o Senhor, que a mulher não se separe do marido.

    7.11 (se, porém, ela vier a separar-se, que não se case ou que se reconcilie com seu marido); e que o marido não se aparte de sua mulher.

    7.12 Aos mais digo eu, não o Senhor: se algum irmão tem mulher incrédula, e esta consente em morar com ele, não a abandone;
    Acho que não preciso dizer mais nada, aqui ( ver 12) fica claro, Paulo diz: digo eu, não o Senhor.
    Entende-se que é o mesmo que dizer : falou de si mesmo, opinião pessoal ( visão de seu coração).

    ResponderExcluir
  7. “Além disso, Jesus se referiu a sua grande profecia em Mateus 24 como “predição”. Veja o versículo 25! Fazer distinção de profecia e predição, no caso profético, é desprovido de razão."

    A profecia em relação ao futura é também uma predição.
    Agora, a predição nem sempre é uma profecia.
    Vejamos mais:

    Segundo o DICIONÁRIO DA BÍBLIA DE ALMEIDA, Sociedade Bíblica do Brasil.
    Profecia é: A mensagem de Deus anunciada por meio de um profeta a respeito da vida religiosa e moral do seu povo ( 2º Pe 1.20-21). As profecias tratam, às vezes , do futuro, mas geralmente se prendem às necessidades das pessoas.

    Profetizar é: ( segundo o mesmo dicionário) anunciar a mensagem de Deus às pessoas.( Is 30.10 ; 1º Co 14.4)
    Predizer é: ( segundo o mesmo dicionário) Declarar antes de acontecer .
    Nota-se diferença entre profetizar e predizer. Profetizar tem um sentido mais amplo.
    Profetizar implica necessariamente em anunciar a mensagem de Deus, mesmo em relação ao futuro.( É Deus falando através do profeta)
    Enquanto que predizer é diferente. Não implica mensagem de Deus.

    Um bom exemplo de predizer ( prever) é o caso da previsão do tempo feito pelos meteorologistas, eles não profetizam eles prevêem, predizem em relação ao tempo.
    Agora, falando de Mateus 24;25, é preciso lembrar que profecia em relação ao futuro é necessariamente predição também, mas predição, ao contrário, nem sempre é profecia também.

    Assim fica entendido quando Jesus fala de predição na profecia de Mat 24. Lembrando ainda que no versículo 35, Jesus disse: “Passarão os céus e a Terra mas minhas palavras não hão de passar” o que caracteriza como profecia mesma ( mensagem do Deus que não falha).
    Diferentemente de W Branham no tocante a 1977...ele disse: posso falhar...poderei estar enganado, etc.

    “E quando eu disse que existe um esforço de ser esquecido, é que isso causa desconforto a vcs. Por isso vcs tentam de qualquer maneira taxar isso como 'opinião pessoal'... o que já mostrei tb ser uma caracteristica de falsos profetas.”

    Em mim não causa desconforto nenhum amigo Luciano.

    Tentam de QUALQUER MANEIRA? Não, de qualquer maneira não!...apenas citamos aquilo que Branham disse: Não profetizo, posso falhar, não digo que será, eu não sei quando, o senhor nunca me disse, etc. isso nos leva a conclusão lógica que era sua opinião pessoal.
    Quanto a inspiração divina, eu entendo que sua predição teve por base 7 visões, e o observar da história, as visões sim são inspiradas divinamente, elas são a inspiração divina. Entretanto, nenhuma das visões mostrava o ano de 1977, se assim o fosse ele teria dito “ eu profetizo em nome do Senhor”. Porque segundo ele (e as provas que temos ) as visões não falhavam.

    Agora, uma coisa é ter a visão, outra coisa é saber a data exata que ela vai se cumprir. Daniel 12;08 diz; ouvi, mas não entendi. Muitas coisas Deus explicou a Daniel, mas nem tudo foi explicado referente as suas visões.
    Em muitos casos Deus fez W Branham saber o significado da visão, mas em alguns casos não.

    “'opinião pessoal'... o que já mostrei tb ser uma caracteristica de falsos profetas.”

    Creio que eu expliquei satisfatoriamente que opinião pessoal não é necessáriamente característica de falso profeta.
    Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  8. Um pouco mais das citações de William Branham referente a volta de Jesus.
    Todos seus sermões eram gravados.

    Revelação dos 7 selos- sexto selo.

    436 “Se Ele vier hoje, muito bem. Se Ele vier daqui a vinte anos, ainda está tudo bem. Eu vou seguir exatamente do modo que estou seguindo agora, seguindo-O. “Senhor, se Tu podes me usar em algum lugar, aqui estou, Senhor.” Se é daqui a cem anos, se meu ta-ta-ta-taraneto estiver vivo para ver a Sua vinda, deixe... “Senhor, eu não sei quando isto será, mas apenas deixe-me andar corretamente hoje, Contigo.” Vêem? Eu -- eu quero... Porque, eu -- eu ressuscitarei naquele dia, exatamente do mesmo modo como que se eu tivesse tirado um pequeno cochilo em algum lugar.”

    Revelação dos 7 Selos- Sétimo selo

    321-“Em breve “o tempo acabará.” Milhões perderão suas vidas. Milhões serão, que agora crêem que são salvos, serão contados como estopa para a era atômica. Estamos vivendo na última hora. Pela graça do Deus Todo Poderoso, através da Sua ajuda para o Seu povo, para que eles possam olhar em direção à breve aparição de Cristo! “Por quanto tempo, irmão Branham?” Talvez vinte anos; talvez uns cinquenta anos; talvez em cem anos. Eu não sei. E talvez pela manhã; talvez mesmo nesta noite. Eu não sei. E qualquer um que disser que sabe, ele está errado. Vêem? Eles não sabem. Somente Deus sabe.”

    Perguntas e respostas nº 2

    202 “Não creias nisso. Jesus pode que não venha ainda por cem anos. Eu não sei quando Ele vem. Ninguém sabe quando Ele vem! Porém tenho de tratar de continuar pregando e fazendo tudo o que possa até que Ele venha. Se Ele não estiver aqui hoje, estarei Lhe buscando amanhã. Se Ele não estiver aqui esta semana, O estarei buscando na próxima semana. Se não estiver aqui nos próximos dez anos e eu viver, O estarei buscando nos próximos 30 anos. Vêem? Ainda estarei buscando. Eu não sei quando Ele vem, porém quero viver fiel a Sua Palavra e fiel a Seu povo, e viver como um cristão e esperar por Sua Vinda. Vêem?

    203 Prossigam pregando nos cárceres, salvando a todos os que possam. Eu não sei quando Ele vem, ninguém sabe. Porém direi esta coisa. Este é o porque estou tratando de lhes dizer e espero que vocês não acrescentem sua própria interpretação...”

    Perguntas e Respostas Nº 15

    145 “E, agora, quando será a vinda? Talvez nesta noite, talvez amanha, talvez este ano, talvez em cinqüenta anos, talvez em cem anos, talvez em outro mil anos. Eu não sei. Ninguém sabe. Mas vamos - nós, você e eu, viver nesta noite como se fosse acontecer hoje.”

    Pondo-nos ao Lado de Jesus

    79- “E então se nós -- quando a igreja for edificada, ora...? Digamos se Ele... E se Ele vier daqui a dez anos? E se vier daqui a vinte anos? E se vier daqui a cem anos? Seja quando for; quando Ele vier, isto não importa. “

    Todas estas citações podem serem verificadas no site WWW.apalavraoriginal.org.br

    ResponderExcluir
  9. Não é que nós insiste é a bíblia que diz em Atos 2:38; 8:16; 10:47-48; 19:1-5; 22:16 Se você estivesse vivendo naqueles dias e não ouvisse o Jesus dizer aquilo em Mat 28:19 você seria batizado pelos apóstolos em NOME DO SENHOR JESUS CRISTO, Agora você não conhece o ministério de William Marrion Branham companhe as postagens do Blog " http://ronan-candini.blogspot.com/ " para você entender o ministério dele, somente assim você vai entender sobre 1977, não queira interpreta, já basta você interpreta a bíblia e não cumpri o que Jesus disse ao invés de repeti o que ele está falando.

    ResponderExcluir
  10. Ronan, obrigado pela visita e comentário.

    Com certeza seria batizado em Nome de Jesus.

    Mas parece que o problema tb é reciproco. Agora temos Mt 28.19, e não me parece problema algum obeder conforme está ali escrito, mesmo que temos em Atos uma prática curta.

    quanto ao vergonhoso ano de 1977, a interpretação pessoal de WMB de uma visão, que mantinha a mais de 30 anos é prova que esse senhor não sabia direito do via em visões...

    visitarei o blog.

    ResponderExcluir
  11. Ronam;

    O Luciano crê que os apóstolos batizaram em nome de Jesus, ele chama isso de “fórmula curta”, ele também crê que, logo depois da era apostólica a igreja adotou o batismo em nome do Pai e do Filho e do E. Santo, ele chama essa prática de fórmula longa.

    Se você perguntar para ele onde os apóstolos orientaram a igreja para modificar a fórmula do batismo,de curta para longa, ele responderá como respondeu em outro post, assim:

    "De qualquer maneira, não posso dar uma resposta definitiva se vc me perguntar: Onde os apóstolos deram orientação para deixarem a formula ‘curta’ (em Nome de Jesus) para a ‘longa’, trinitária (Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo)? Só posso te dizer q esse assunto nos escapa."

    Minha explicação para ele foi assim:

    Claro que escapa! E isso é fácil de explicar, escapa porque simplesmente não existe esta orientação por parte dos apóstolos.

    Mas se não existe uma orientação dos apóstolos para uma nova fórmula de batismo, existem várias orientações em contrário, ou seja, para não mudarem o evangelho, incluindo o batismo, como foi entregue pelos apóstolos.

    Gal.1.8-9 Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.
    Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema.

    Ef 4:4-6 “Há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos.”

    At 2.42-43. "E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. Em cada alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos".

    (...) "Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa". 2ª Ts 2.15.

    Sola scriptura!

    ResponderExcluir
  12. o Luciano também argumentou o seguinte:

    “Mas que nunca, jamais, a sua opção seria a correta: Nome SENHOR JESUS CRISTO.
    Primeiro que essa resposta seria doutrinaria (o que não tem apoio bíblico). Segundo que nem mesmo teria evidências linguiticas para isso: Em Atos existe o Batismo em Nome de JESUS CRISTO , Atos 2.38; 10.48 (faltaria SENHOR=PAI) em Nome do SENHOR JESUS, Atos 8.16; 19.5 (faltaria CRISTO=ESPIRITO SANTO).”

    Minhas respostas foram as seguintes:

    Então teria mais coerência a sua opção... a qual diz: Jesus mandou seus apóstolos batizarem em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, que são três pessoas distintas, e seus apóstolos por alguma outra razão não cumpriram esta ordem e batizaram apenas em nome de uma pessoa distinta.

    Esta sua opção incorre em duas heresias:

    1º A de que os apóstolos não obedeceram Jesus por completo.
    2º A de que a igreja mudou a forma ( de batizar recebida dos apóstolos) mesmo tendo orientação em contrário, e não incorreu em erro por isso.
    Sola scriptura!

    Luciano disse: " Primeiro que essa resposta seria doutrinaria (o que não tem apoio bíblico). Segundo que nem mesmo teria evidências linguiticas para isso: Em Atos existe o Batismo em Nome de JESUS CRISTO , Atos 2.38; 10.48 (faltaria SENHOR=PAI) em Nome do SENHOR JESUS, Atos 8.16; 19.5 (faltaria CRISTO=ESPIRITO SANTO)."

    Eu respondi: Antes de tudo é preciso ter ciência que em Atos 2:36 ( apenas 2 versículo antes de 2:38 ) Pedro diz que JESUS É SENHOR E CRISTO. Lucas o escritor de Atos, não precisaria ficar repetindo as mesmas palavras o tempo todo.

    Luciano disse: " Temos uma ordem de batizar em nome da trindade, que foi daquela maneira cumprida. Mais ou menos assim: Devemos orar em Nome de Jesus. Mas será que quando termino uma oração: em nome de teu Filho? Estaria sendo anti-biblico?"

    Eu respondi: Sua tese não tem coerência.
    Começar orar em nome de Jesus e terminar em nome do Filho de Deus não tem problemas, pois se trata da mesma pessoa.

    Agora, descumprir uma ordem direta do Mestre a qual diz para batizar em nome de “três pessoas distintas “ para batizar em nome de apenas uma pessoa é herezia.

    Respondi assim, tentando explicar que Deus não composto de "três pessoas distintas", e que o nome do Pai e do Filho e do E. santo é Senhor Jesus Cristo.
    Atos 2:38 não contradiz mat 28:19! Atos 2;38 é o cumprimento perfeito de Mat 28:19

    ResponderExcluir
  13. Expliquei ainda mais:

    Como eu já expliquei em Atos 2:36... Pedro diz que Jesus é Senhor e Cristo. E em Atos 2:21 diz...que todo aquele que invocar o NOME do Senhor será salvo, neste mesmo dia foi invocado sobre os novos candidatos ao cristianismo o nome do Senhor no batismo.

    Lucas o mesmo escritor de Atos dos Apóstolos, no qual aparecem os relatos de batismos em nome do Senhor Jesus ou Jesus Cristo , diz no começo de seu evangelho (de Lucas) 2:11 que o Salvador era Cristo o Senhor. Ficando claro que Jesus Cristo é o Senhor, Lucas não precisaria citar repetidas vezes como foi usada exatamente o nome de Jesus no momento do batismo.

    O mais importante naquele momento era relatar o batismo em nome de Jesus.

    Qual seria o nome de Deus?
    Filipenses ( ARA)

    “2.9 Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome.
    ( verifica-se que Paulo não fala de UM nome, mais sim DO nome, que nome seria este?)

    2.10 para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra,

    2.11 e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.”

    Toda língua irá confessar que Jesus Cristo é o Senhor, os cristãos já confessaram e continuam a confessarem que Jesus Cristo é o Senhor...inclusive em seus batismos.

    ResponderExcluir
  14. Disse mais:

    CONHECENDO O NOME DO SENHOR

    O Dicionário da Bíblia de Almeida, 2º edição SBB diz:
    Senhor ...heb. ADON greg. KYRIOS . Título de Deus como dono de tudo o que existe...No NT “Senhor” é usado tanto para Deus o Pai como para Deus o Filho, sendo as vezes impossível afirmar de qual dos dois está falando.

    O mesmo dicionário diz mais: ...Seguindo o costume que começou com a Septuaginta , a grande maioria das traduções modernas usa “ Senhor” como equivalente de YHVH ( Javé)...a forma Javé é a mais aceita entre os eruditos.

    Uma nota de rodapé na Bíblia de Estudo Almeida, página 292, diz:
    “Senhor: Termo que, além de aplicar aos seres humanos que tem autoridade , traduz o nome Javé do AT e foi aplicado a Jesus pela igreja primitiva na sua profissão de fé: Jesus Cristo é o Senhor”

    Verificaremos também o significado do nome Jesus.
    Ainda segundo o Dicionário da Bíblia de Almeida, Jesus significa: Javé é Salvador.
    Assim sendo temos o nome mais Sublime que existe: Senhor ( Javé) Jesus ( Javé é Salvador) Cristo ( ungido). Este é o nome acima de todo nome ( como diz a Bíblia), O nome do Nosso Deus.

    ResponderExcluir
  15. Entendido isto fica muito mais facil entender o porque que os apóstolos batizaram somente em nome do Senhor Jesus Cristo.

    Pois ao filho foi dado o nome do Pai. “...Pai santo,guarda-os em teu nome, que me deste” Jo 17:11. ARA “ ...teu nome, o nome que me destes” 17:11 NVI.

    Os apóstolos ficaram bem guardados neste nome, mas , a igreja desobedecendo os apóstolos logo iria substituir este sublime nome pelos títulos de Pai, Filho e E. Santo.

    Outra coisa que devemos relacionar, não foi somente o nome do Pai que foi dado ao Filho mais também a própria imagem do Pai. ( quem me vê a mim vê ao Pai disse Jesus )
    Hebreus

    1.3 Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas.
    Jesus é a revelação da imagem de Deus. Jo 1:18.

    Col
    1.15 Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
    Sendo assim, constatamos que o Filho veio revelar o Pai em todos os sentidos incluindo a imagem e o nome do Pai.

    O nome Senhor Jesus Cristo revela o nome de Deus, enquanto que a imagem de Jesus revelou a imagem de Deus. Tudo manifesto em uma só pessoa.

    ResponderExcluir
  16. Luciano disse:

    “quanto ao vergonhoso ano de 1977, a interpretação pessoal de WMB de uma visão, que mantinha a mais de 30 anos é prova que esse senhor não sabia direito do via em visões...”

    Quanto a 1977 ele realmente teve dificuldade, e por isso deixou muito bem claro, NÃO PROFETIZO, posso falhar, posso estar enganado, etc.

    ( mas os críticos preferem apontar somente um livro, somente uma citação)

    Eu pergunto e as outras centenas de visões que ele interpretou corretamente, como fica?
    Porventura ele não esta tendo visões da vida da mulher no link abaixo?

    http://www.youtube.com/watch?v=OCy3cZ9Pba8&feature=related

    Compare este episódio com o acontecimento , entre Jesus e a Samaritana.

    A mulher Samaritana quando viu este sinal em Jesus disse: Senhor vejo que tu eis profeta! (Jo 4, 17-19)

    Mas se os críticos chamaram Jesus de Belzebu , o que os críticos de hoje irão dizer de W Branham? Um profeta de Deus ? Claro que não!

    A samaritana dizia: Vejo que tu es profeta.
    Os fariseus ( entre outros “entendidos” ) diziam: Vejo que tu eis belzebu!

    ResponderExcluir
  17. Raimundo e cia., leiam esse artigo para darmos prosseguimento aos debates, ok? :)
    http://mcapologetico.blogspot.com/2012/03/como-fazer-um-bom-debate.html

    ResponderExcluir
  18. x (acho q é o Raimundo, mas no meu pc tah apontando o nome de 'x'). Qro lhe convidar para dialogarmos. Leia as regras de debate do link que mencionei acima e vamos discutir alguns pontos que você colocou. Ok? Quando ler, avise (pod ser lá).

    ResponderExcluir
  19. Shalom! meu irmão.
    Gostaria de COMPARTILHAR algumas pregações para você examinar no meu canal no YuoTube você pode entra pelo meu blog. Até

    ResponderExcluir