terça-feira, 28 de março de 2017

Silas Malafaia x Calvinistas – seus problemas e os nossos problemas

Depois que o conhecido pastor Paulo Junior mencionou o nome de vários pregadores da teologia da prosperidade (na conferência Nuvens Sem Água), e tal vídeo caiu no conhecimento do pastor Silas Malafaia, esse resolveu dar uma resposta em uma pregação e depois em seu programa de TV. Como se não bastasse, ele voltou a produzir outro vídeo, talvez indo nas marcas do fato que o pregador Paul Washer sofreu um infarto algum tempo depois após ter pregado na igreja Aliança do Calvário, comunidade pastoreada por Paulo Junior -naquela ocasião, Washer disse odiar as pregações brasileiras da teologia da prosperidade.

Então, nesse último vídeo (AQUI), Silas repetiu partes do que já havia dito duas vezes, e incluiu sua critica aos calvinistas que segundo ele não lutam contra o pecado, chamou Paul Washer de boçal – [que significa : rude, grosseiro, imbecil ou ignorante. Na gíria brasileira, boçal é também aquele indivíduo exibicionista, esnobe e chato, que age com arrogância normalmente por ter melhores condições financeiras ou por se sentir superior aos outros]., e recomendando o site de nosso irmão em Cristo Júlio Severo, e pelo jeito mencionou indiretamente uma Universidade que suspeito ser o Mackenzie, confundiu Teologia da Missão Integral com a Teologia Inclusiva, e quem sabe mais quem ele pensou - parece que colocou todos no mesmo saco, até mesmo Caio Fabio.... só Deus para saber! Fora a horrível indelicadeza dele, que faltou 'um pouco' da modéstia cristã

As reações depois desse ocorrido foram mais negativas para Malafaia, desde o momento que usou a resposta para fazer propaganda de seus livros até o momento que falou de forma indelicada a respeito de um cristão recuperando de uma cirurgia no coração. Vou postar aqui minha opinião sobre tudo isso:

1. Onde Silas Malafaia está certo?

A) Eu oro por esse pastor, pois ele tem sim lutado pela família, contra os movimentos ímpios, com determinação invejável. Me orgulho de Silas Malafaia nesse ponto, assim como de Magno Malta e Marco Feliciano. Infelizmente eu conto mais com tais irmãos nessa luta do que com alguns mestres da minha igreja.

Se Malafaia tivesse se concentrado apenas nesse ponto, em sua defesa, apelando aos irmãos que ele já tem inimigos demais, creio que teria sido melhor e mais sábio. Ainda que isso não justificaria em nada o que eles tem criticado.

B) Concordo também com Silas Malafaia que muitos doutores calvinistas, (e não apenas esses) e a universidade que provavelmente ele mencionou, não está brilhando como luz nesse mundo, muito menos tendo voz profética, nesse mundo ímpio. Essa Universidade está com problemas na receita, (e ‘parece’ que Silas também, anda se defendendo a respeito de acusações com a PF). Fora a participação recorrente do Reverendo Presbiteriano Marcos Amaral em programas de TV onde trataram de assuntos 'inclusivistas' (homo-afetividade e espiritismo), de uma forma que tem causado sempre incomodo aos crentes da IPB – mas ele está firme entre nós... até quando, não sei. Ele não se incomoda com a consciência dos irmãos... Daí falar de pentecostais e arminianos é meio estranho mesmo. Poderíamos tornar pública nossas críticas aos de casa também, quando o escândalo cai no conhecimento de todos.

2. Onde Silas Malafaia está errado?

A) Malafaia está errado por achar que pode defender a igreja evangélica brasileira, no mesmo sentido que critica os que se apresentam como a defendendo!! Isso foi um absurdo. Quando Malafaia aceitar que até mesmo os pentecostais tradicionais se opõem a ele também no que ele prega – sobre prosperidade e auto-ajuda, ele vai parar de pensar que pode falar em nome desses também. Veja o teor teológico de Ciro Sanches Zibordi, Esequias Soares, caro Silas Malafaia!! Bem diferente dos hereges Benny Hinn, Morris Cerulo e Mike Murdock...

B) Outro erro de Silas, o mais grosseiro, foi colocar no bojo, o que não estava em foco – os dons do Espírito. A problemática toda era a Teologia da Prosperidade e Confissão Positiva, não sobre os dons! Aliás, nem mesmo sabemos se Paul Washer ou Paulo Junior seriam assim identificados como “cessacionistas”. Fica claro é que Malafaia queria chamar a “torcida do Flamengo e do Corinthians” para o lado dele, quando nem mesmo tais temas estavam no olho do furação. Era uma estratégia de bando e tumulto, que não deu certo. 

CONCLUSÃO

Aprendamos que posições teológicas serão combatidas e atacadas, ou defendidas e promovidas. Essa luta será permanente, até o Senhor Jesus voltar. Sejamos sábios, pelo menos, em sermos coerentes, e não parciais. Sou Reformado – o que todo cristão deveria ser.  Tenho visto como Deus tem usado homens, que em outros momentos tem errado grosseiramente – foi assim com Pedro (Mt 16.16,17,22,23). Tanto em minha tradição como em outras – assim como também eu pessoalmente, bem mais! Há deficiências de um lado, e robustez em outro.

Não sei se um dia Silas Malafaia vai ler isso aqui, mas eu diria a ele:


Irmão, perceba quantos crentes tem te advertido a deixar essa linha teológica que abraçou (Teologia da Prosperidade), pessoas que o amam, e que sempre lembram-se de um tempo, não muito distante, em que tradicionais, pentecostais, calvinistas, arminianos, te ouviam com comunhão de espírito, ainda que discordando em pontos identificadores, mas não havia a rejeição como é hoje, tão ardente. O Sr já tem passado alguns apertos, que isso lhe seja um sinal de que está na hora de parar! Deus te ilumine.

10 comentários:

  1. Silas é um herético e caminha a cada dia para a apostasia, os frutos mostram isto. Quem tem ele como ícone, está bem ruim de teologia.
    marcos lopez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente ele atraiu para si tais classificações.

      Excluir
  2. Eu realmente gostaria de saber o que o Silas Malafaia pensa,hoje, de suas antigas pregações contra a Teologia da Prosperidade. Hoje mesmo assisti um vídeo onde ele combatia com unhas e dentes essa teologia, chegau a da gosto de esta ouvindo aquela pregação. Como uma pessoa pode mudar do vinho para a cachaça e não perceber isso e ainda querer que defendamos seu posicionamento hoje.Como uma coisa ruim, uma heresia pode se tornar algo com base bíblica? Será que naquela época ele não conhecia as escrituras? Como entender???!!!

    ResponderExcluir
  3. paz irmâo Luciano exelente matèria no meu ver os tradicionais erram de um lado, os pentecostais erram de outro, resumindo todo no mesmo bojo,o pior està por vir, o avanço grande no Brasil do islamismo, estâo avançando rumo a dentro da naçao, poucos pouquissìmos sites apologeticos falam sobre isso, somnete o cacp comenta a igreja brasileira brigando entre si, eninguem da a minima atençâo ao pior, se prepara povo pentecostal cheio de poder, se prepara tradicionais reformados, o pior vem ai.

    ResponderExcluir
  4. Luciano, achei a tua avaliação extremamente equilibrada. Gosto da firmeza do Silas no seu combate contra a esquerda e a ditadura LGBT. Fico decepcionado, porém, quando ele defende a herética Teologia da Prosperidade. Em relação ao Julio Severo, admiro muito o trabalho dele e concordo com as denuncias que ele faz contra a herética Teologia da Missão Integral. Só discordo dele quando ele defende o neopentecostalismo. Ele costuma associar cessacionismo e esquerdismo. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Tirando isso, gosto muito das posições dele em defesa da família. Se o Julio fosse reformado, teríamos um homem de peso nas nossas fileiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivemos nessa época...
      não há como discordar de tudo...
      lamentável por um lado... elogiável por outro..

      Excluir
  5. Ta na hora também do pr.paulo junior parar de ficar perseguindo o pentecostalismo, que existe sabemos muitos erros , e falar do lgbt ,corrupção no Brasil, e citar nomes também, gosto demais das mensagens do pr.paulo junior mas quero ver ele por a cara a tapa como o pr.silas malafaia em prol da família, tomar processos e processos na costas, por causa da família, vamos la pastor paulo junior queremos uma mensagem sua contra homossexuais denunciar tudo isso citar nomes, é facil falar dos pentecostais .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então irmão... creio que isso não justifica aquilo.
      Particularmente, não vejo Paulo Junior criticando pentecostais por serem pentecostais. Mas vejo ele criticando o fato de confessarmos algo e vivermos longe da santidade e acharmos que por sermos 'pentecostais', 'calvinistas' etc... nos faz crentes...
      O que ele critica do Silas é justamento o que vc tb criticaria.
      Agora, que é uma fato que precisamos tb pregar contra as corrupções e impiedade do mundo, sem duvida alguma.

      Excluir