sábado, 17 de outubro de 2015

O chifre pequeno de Dn 7 é o mesmo de Dn 8? Outro problema adventista...

As seitas que constroem seu império teológico em cima de especulações e interpretações proféticas andam constantemente em areias movediças. O caso adventista é notório. Um teólogo adventista escreveu que a religião adventista tem sua principal sustentação da doutrina de 1844.

“Se a doutrina de 1844 não era bíblica, Ellen White pertencia à mesma classe de Mary Baker Eddy e Joseph Smith.”

“Se o juízo de 1844 não era bíblico, a igreja [adventista] tampouco o era.”

“A lógica me dizia que se a data de 1844 não fosse bíblica, o adventismo não seria nada mais do que uma seita.”

(1844: uma explicação simples das principais profecias de Daniel, pp. 9,10)

Se ele estiver certo, estamos diante de uma religião construída na areia! Por isso, os adventistas precisam defender a fábula de 1844, tal como as Testemunhas de Jeová a fábula de 1914.

Um dos pilares indispensáveis para o adventismo começar sustentar qualquer coisa em relação a 1844, é necessário que a interpretação de Daniel 8 case com Daniel 7, na identificação do chifre pequeno. Consciente disso, os adventistas fazem um exercício hermenêutico para que essa suposição seja possível.

O chifre pequeno de Daniel 8 é Roma. O verdadeiro cumprimento do chifre pequeno de Daniel 8 só pode ser realmente encontrado em Roma pagã (ou império romano) e sua sucessora, a igreja romana; estas são vistas propositalmente – tal como em Daniel 7 – sob seu pior aspecto. As seguintes considerações oferecem apoio a esta conclusão: 1. Baseados no princípio de que as sucessivas visões de Daniel são paralelas e ampliam as visões de Daniel 8 representa, percebemos que em vários sentidos o chifre pequeno de Daniel 8 representa um paralelo e uma ampliação das informações que obtivemos a respeito do chifre pequeno de Daniel 7 e da besta a partir da qual esse chifre cresceu. Em Daniel 2 e 7 Roma vem depois da Grécia; portanto, Roma também deve seguir a Grécia em Daniel 8.”  (Uma Nova Era segundo as Profecias de Daniel, C. Marvyn Maxwell, pp.158,160).*

Para começo de conversa, há um consenso maciço de que a profecia de Daniel 8.14 se cumpriu nos dias de Antíoco Epifânio, no período dos Macabeus, por mais que os adventistas lutem contra a onda dos interpretes. Uma das maiores autoridades em Velho Testamento da atualidade assevera a respeito dessa interpretação:

“Não pode haver qualquer dúvida de que o chifre pequeno no capítulo 8 indique um rei do império grego, a saber, Antíoco Epifânio.” (Gleason L. Archer Jr. Panorama do Antigo Testamento, p. 504. Edições Vida Nova).

Em segundo lugar, perceba que a conclusão de Maxwell é totalmente gratuita – “portanto”, já que seguia lá uma sequencia assim, aqui tem que ser também’, é a conclusão de Maxwell. Qualquer forma de interpretar desta maneira é possível!! Desde que queira...

As visões de Daniel 2 e 7, não esmiuçaram com mais detalhes das sequencias no período do império Grego (como foi o caso do capítulo 8), e isso não deve ser tomado como prova da pressuposição adventista.

Em terceiro lugar, a conclusão é forçada, diante do número de Reinos e figuras abrangidas em cada visão. Na visão do Capítulo 2, a estátua está em quatro divisões principais (ouro, prata, bronze e ferro com barro) Na visão do capítulo 7, também há quatro divisões principais, mas não com as mesmas figuras (leão, urso, leopardo e um monstro, um animal não identificado).

Já na visão do capítulo 8, há apenas duas divisões principais – um carneiro e um bode. Nos capítulos 2 e 7, o ultimo reino recebe atenção em divisões subsequentes. No capítulo 8, também o último também possui subdivisões. Mas é outro reino, não Roma, mas sim a Grécia.
O aclamado pregador brasileiro, Hernandes Dias Lopes, adverte bem a respeito dos dois chifres:

O pequeno chifre do capítulo 8 não deve ser confundido com o pequeno chifre do capítulo 7.8. A origem do 7.8 é o quarto império (império romano). A origem do 8.9 é o bode, o terceiro reino: o império grego.”

‘Portanto, a confusão é facilmente identificada e eliminada: o chifre de Daniel 7.8 é um dos dez chifres que o quarto animal tem da visão deste capítulo, enquanto o chifre de Daniel 8.9 sai de outro chifre, que está em um dos quatro ventos cardeis, de outro reino, de um dos quatro reis que dividiriam o Império Grego. Cronologicamente, o chifre de Daniel 8.9 sai do terceiro animal, o Leopardo com asas e quatro cabeças, da visão de Daniel 7.6. O chifre de Daniel 7 sai do Império Romano. Na visão de Daniel 8, o Império Grego é um Bode e não um Leopardo, como o é na visão de Daniel 7.’


*No meu livro A Conspiração Adventista apresento respostas aos questionamentos de Maxwell contra a interpretação tradicional de Antíoco Epifânio. 

51 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. quero ver os adventistas sair desta!! fala a verdade a doutrina de 1844 è brincadeira, fico perguntando como tantas pessoas engoli isso pelo que percebo estâo debaixo duma grande mentira.

    ResponderExcluir
  3. quero ver os adventistas sair desta!! fala a verdade a doutrina de 1844 è brincadeira, fico perguntando como tantas pessoas engoli isso pelo que percebo estâo debaixo duma grande mentira.

    ResponderExcluir
  4. Mais uma do irmão Luciano Sena:

    Para uma igreja ser considerada ortodoxa, ela tem que crer de que o chifre pequeno de Daniel é Antíoco Epífânio.

    ResponderExcluir
  5. E:

    O chifre pequeno de Daniel 8 nasce de um dos pontos cardeais e cresce em direção a outros pontos cardeais. O chifre não nasce de outro chifre.

    A razão do engano está em certa tradução da Bíblia para o português que acrescenta a palavra "chifre" no início do verso 9, algo que não existe no original e nem em outras versões também em português.

    De modo que o chifre pequeno provêm de em um dos 4 pontos cardeais em direção aos demais pontos, para o sul, para o oriente e para a terra formosa.

    Duvidas de que o chifre do 4º animal é o mesmo que vem de um dos quatro cantos da terra?

    Basta ver a interpretação dada pelo anjo mais à frente:

    "Mas o bode peludo é o rei da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei;
    O ter sido quebrado, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão da mesma nação, mas não com a força dele. Mas,

    >>>>>>>> NO FIM DO SEU REINADO <<<<<<<,

    quando acabarem os prevaricadores, se levantará um rei, feroz de semblante, e será entendido em adivinhações." (Daniel 8:21-23)

    Deixemos a interpretação adventista de lado e vamos à interpretação historicista, tomemos Isaac Newton:

    https://youtu.be/aXGuzrvXoxI?t=645

    "por seus olhos era um vidente" (Isaac Newton)
    "e será entendido em adivinhações." (Daniel 8:23)

    https://youtu.be/aXGuzrvXoxI?t=675

    Newton faz uma ligação do chifre pequeno do quarto animal com o que é dito sobre o chifre pequeno que surge de um dos 4 ventos em Daniel 8:23.

    Assim, não apenas os adventistas mas os historicistas que vieram antes dos adventistas, viam que tal chifre pequeno se trata do mesmo chifre pequeno que está na cabeça do 4º animal e que chega, com Roma, >>> no fim do reinado <<< da Grécia.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia irmão Sr.Adventista, é realmente o Luciano não ouve conselho mesmo ao invés de parar, dar uma respirada e ver as consequências negativas que vai direto a sua própria pessoa quanto aquilo que escreve, não ele prefere continuar em sua arrancada em tentar a todo custo manchar a IASD pena que não consegue enxergar a sua própria condição, ou melhor dizendo a mancha na qual ele se encontra envolvido, ou seja a seita na qual ele pertence.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos trazer algumas verdades profundas sobre este assunto?

      Quem é o "profeta" que trouxe, de fato, esta certeza de que o chifre pequeno de Daniel e a profanação do santuário dita também em Daniel se referem a Antíoco Epifânio?

      https://fbcdn-photos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xap1/v/t1.0-0/s480x480/10419586_761157320588551_7724468711057061703_n.png?oh=8d41b7be1bd004d97df23461223db60f&oe=569292A2&__gda__=1456418556_98ddeb7627d8ba6ea67848e8788ba76a

      O livro de Macabeus pretende apresentar o cumprimento das profecias de Daniel, mesmo não sendo um livro inspirado.

      E por que não é inspirado? Dentre outros vários detalhes, este:

      "Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, entenda;" (Mateus 24:15)

      Na época de Cristo o abominável da desolação ainda não havia se mostrado!

      E ainda:

      "Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição," (2 Tessalonicenses 2:3)

      Também não havia aparecido na época de Paulo.

      Vejamos o que mais diz o livro de Macabeus:

      "II Macabeus 10:5: “E aconteceu que, naquele dia em que o templo tinha sido profanado pelos estrangeiros, nesse mesmo dia foi purificado, no dia vinte e cinco do mês de Casleu”.

      É por isto que Luciano Sena não aceita a interpretação adventista acerca da purificação do santuário.

      Temos dois caminhos:

      Confiar na cronologia de Daniel, ou confiar na interpretação de cumprimento das profecias de Daniel segundo Macabeus, porque a cronologia de Daniel simplesmente não bate com o tempo de Antíoco!

      O que os preteristas então fazem?

      Tentam criar uma interpretação onde os cálculos proféticos de Daniel se ajustem ao tempo de Antíoco.

      Mas veja, mesmo se adotando a metade do período profético das 2.300 tardes, interpretando-as como 1150 dias, dá um resultado muito longe dos 1.080 dias onde o santuário teria sido profanado, segundo Macabeus.

      Excluir
  7. Poderia me mostrar uma autoridade no hebraico, ou no velho testamento, não adventista, que indique o início dessa profanação, o ano e o mês sendo 457 a.C, e o fim dessa profanação no ano de 22/10/1844?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conseguiria lhe mostrar nem adventista que indique tal coisa irmão Luciano.

      457 a.c, não foi o início da profanação do santuário.

      Bem se vê que não conhece de fato os ensinos adventistas!

      Em torno de 457 a.c (e isto é uma visão historicista e não exclusivamente adventista) indica-se a data de lançamento do decreto para a reedificação de Jerusalém e por consequência o início das 70 semanas de Daniel:

      http://www.judaismonazareno.com/2013/07/as-70-semanas-de-daniel-9.html

      Esta interpretação fora adotada pela escola historicista muito antes do surgimento da Igreja Adventista, sendo a mesma conclusão a que chegam, hoje, comunidades judaicas cristãs.

      Agora a interpretação das 2.300 tardes e manhãs sob o princípio dia-ano, aí sim é uma construção do batista Miller.

      O irmão encontrará muitos historicistas aplicando o principio dia-ano àquelas 70 semanas de Daniel, mas não encontrará historicistas aplicando este mesmo princípio às 2.300 tardes e manhãs, senão em outras comunidades que acabaram adotando para si, também, a designação de adventistas e que hoje somam dezenas espalhadas por todo o mundo.

      E a razão é esta, porque focando na data de 1844 você não encontra nada de extraordinário senão o segundo grande reavivamento, cuja maior figura deste tempo foram os milleritas e o grande desapontamento. Nada de santuário terrestre ou algo que tenha relação com uma purificação do santuário.

      Porém o conceito de um santuário no Céu, hoje tem sido aceito. E eu sei que o irmão aceita a existência deste santuário no céu, mesmo sabendo que este conceito começou lá no milharal, no ano de 1844 com uma idéia/visão de um millerita desapontado (como assim o irmão os descrevem).

      Agora não ligam a data de 1844 facilmente encontrável pelo principio dia-ano à purificação do santuário celeste (que já crêem) porque seria o mesmo que reconhecer o berço da IASD.

      (...)

      Excluir
    2. Assim, tais autoridades, reconhecem o principio de interpretação historicistas e o usam na base de seus cálculos para as 70 semana e reconhecem a existência do Santuário no Céu, mas não se atrevem a aplicar o principio dia-ano às 2.300 tardes de Daniel para não caírem inevitavelmente no cumprimento em 1844.

      Porque crendo hoje que há um santuário no céu, teriam que adotar a mesma interpretação adventista de que o único santuário que havia em 1844 seria o celeste e portanto seria o único que poderia ser purificado.

      E no que isto implicaria?

      O início do cumprimento da obra de juízo que vem com a purificação do santuário representado no Dia da Espiação!

      E que culminaria na aceitação de toda a doutrina do santuário, que é a espinha dorsal da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

      E assim, tais autoridades teriam que seguir o mesmo exemplo de nossos irmãos, das mais variadas denominações e que nos ouvem:

      http://novotempo.com/bibliafacil/videos/biblia-facil-apocalipse-a-mulher-e-o-dragao-2/

      Excluir
  8. Sr Adventista, sim. Usei início e fim da profanação, e não início >>da contagem<< desse tempo - falha nossa - essa sendo a doutrina adventista. A leitura do texto, porém é outra... mas esse é outro ponto.

    Quanto à pergunta, que vc entendeu, perceba a ladainha que vc escreveu, eu te fiz uma pergunta - UMA... e vc parece que tem uma necessidade de escrever mais aqui do que em seu blog...

    Resposta da minha pergunta: os adventistas são os únicos.

    Daí, o sr vem me dizer que o Luciano não aceita... sendo que na verdade são todos que não aceitam?

    Sr Adventista, a comparação bíblica está feita, textualmente dentro das visões de Daniel. Não há como escapar dessa leitura simples do texto.

    Por fim, deve ser dito que crer que o chifre pequeno de Dn 8 seja Roma, nem de longe garante nada a respeito da doutrina de 1844... embora necessite desse ponto, o adventismo precisa de uma longa estrada de uma engenhosa manipulação de textos bíblicos, nascidos no milharal, para chegar a essa doutrina de 1844...



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "essa sendo a doutrina adventista"

      Continua falhando. Repetirei com outras palavras:

      Os adventistas não são os únicos a iniciar a contagem por volta de 457 a.c.

      Esta data foi fixada pela escola historicista muito antes de surgir o adventismo. E esta data permanece até hoje junto a outros grupos historicistas da atualidade e não apenas entre os adventistas.

      http://www.judaismonazareno.com/2013/07/as-70-semanas-de-daniel-9.html

      Este é o primeiro ponto!

      O segundo ponto é que historicistas como Edward_Gibbon, um importante historiador inglês e Isaac Newton,encontraram o cumprimento de parte das profecias de Daniel em Roma!

      https://youtu.be/UfOnucl31Ls?t=1951

      Então esta visão de que parte das profecias de Daniel se cumpriram em Roma é também historicista e não exclusivamente adventista.

      O terceiro ponto é que na própria obra de reforma, historicistas criam de que a figura do anti-cristo se cumpria na figura do papa.

      https://youtu.be/Vfdh010Gz_M?t=653

      E até mesmo antes da obra de reforma, muitos estudiosos já escreviam de que o papado era o cumprimento das profecias de Daniel no chifre pequeno:

      https://youtu.be/Vfdh010Gz_M?t=708

      Estudos e conclusões modernas sobre aquele que se coloca no lugar de Cristo:

      https://youtu.be/Vfdh010Gz_M?t=1927

      Então, historicistas criam tanto na data por volta de 457 a.c como início da contagem do tempo profético, como também criam de que o chifre pequeno e os eventos relatados por Daniel se cumpriam no papado.

      Servem estas autoridades, irmão Luciano Sena?

      Mas e quanto à 1844? Tais estudiosos apoiavam esta data?

      A resposta é NÃO! E por um motivo bem óbvio: tal data ainda hão havia chegado no tempo destes! E como são historicistas que se fixam em coisas da história que de fato ocorreram, não teriam como predizer o que se cumpriria em 1844.

      Predição de cumprimento das profecias no futuro é coisa da escola futurista e não da historicista, porque ninguém pode predizer o futuro senão alguém que tenha o espírito de profecia! Ou então, uma correta interpretação das profecias bíblicas! Porém, os historicistas até então, de praxe, apenas analisavam as profecias cumpridas e não se dispunham a interpretar as profecias que haveriam de vir. Até que chegou o pregador batista Miller, para mudar este conceito especialmente entre os historicistas!

      E agradou tanto que grande parte se envolveram no movimento millerita e que foi de alcance global.

      E pode acreditar que naquela época não apenas autoridades creram, como estiveram esperando o cumprimento da profecia de Daniel em 1844 em várias partes do mundo.

      Com isto, se o irmão houver entendido, finalizo a questão de 457 a.c. com a resposta:

      457 a.c é coisa exclusiva adventista?

      R= Não!

      Excluir
    2. * retire-se "E até mesmo antes da obra de reforma, muitos estudiosos já escreviam de que o papado era o cumprimento das profecias de Daniel no chifre pequeno:"

      Excluir
  9. Volta a escrever ladainhas Sr Adventista, e se esquivar do que eu estou apontando - a realidade de que os adventistas são os únicos, sem nem apoio algum, em defender uma interpretação de Dn 8.14 que coloca Jesus no santíssimo em 1844.

    Quanto ao artigo do site judaico, o que ele tem com Dn 8.14 e o início da contagem em 457? Não encontrei. Misturou Dn 9 com Dn 8? Novamente fazendo salada?

    Quanto a falar de referências da maioria das autoridades atuais, e citar contra o [mui provável ariano], Issac Newton, não convence ninguém. Perceba que todas as autoridades cristãs, entendem o cumprimento de Dn 8.14 como sendo em Antíoco.





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O artigo do site judaico foi para mostrar de que a data de 457 a.c. não é invenção adventista, mas um conceito historicista que existe desde antes do adventismo e que permanece até hoje, não apenas dentro do adventismo.

      E 1844 trouxe duas informações:

      1º) Existe um santuário no céu;
      2º) Neste santuário Cristo passou do santo para o santíssimo;

      Realmente neste segundo quesito o irmão está certo! Não há teólogos fora do adventismo que defenda a passagem de Cristo do santo para o santíssimo em 1844!

      O primeiro quesito, porém, e que também faz parte desta interpretação e que surgiu da mesma idéia/visão, é hoje amplamente aceito nas igrejas, por parte de autoridades e também do irmão!

      E as autoridades são bem capazes de aplicar o princípio dia-ano às 2.300 tardes de Daniel, tando como base o início das 70 semanas que se dá em torno de 457 a.c (segundo o historicismo) e assim chegar à data de 1844, tendo em mente que, então, há um santuário no céu que pode servir de cumprimento para esta profecia.

      Era justamente a falta de um santuário, que servisse de cumprimento para as 2.300 tardes e manhãs que levou a comunidade estudiosa a abandonar os princípios historicistas para a construção da interpretação deste longo período profético, indo para o preterismo (que aplica o cumprimento no passado, quando o santuário terrestre ainda existia) ou apostando no futuro, indo para o futurismo (crendo que tal santuário será reconstruído).

      Excluir
    2. Mais um pouco de informação:

      O preterismo veio com a força da igreja católica, que começou a descobrir livros apócrifos, onde se começou a abandonar a ideia de que o papado poderia servir como cumprimento do chifre pequeno, embalados pela contra-reforma.

      Temos aí o livro de Macabeus, que é uma base histórica, e que tem seu valor histórico, mas não doutrinário e que firma a certeza do cumprimento do chifre pequeno de Daniel em Antíoco e não no papado. Então, podemos nos firmar nas coisas que ocorreram naquele tempo, mas não nas conclusões de tal "profeta".

      Ário, foi um hereje, que se colocou também contra o poder que mais tarde se tornaria o papado! Mas isto não significa que todo aquele que se coloca contra o papado são seguidores de Ario!

      Os fugitivos de roma e que se abrigaram na América do Norte não eram arianos, tampouco Isaac Newton, pelo que eu saiba.

      E como poderíamos afirmar isto acerca de Martinho Lutero! Ou mesmo o Historiador Inglês Edward_Gibbon?

      O que percebemos é que seus protestos não eram baseados na insatisfação de Árion mas de suas próprias conclusões e insatisfações diante dos acontecimentos históricos.

      Esta atitude costumeira, portanto, de ligar os que protestam contra roma, em sua fase papal, a Árion, considero deveras infantil e sem fundamentos. Coisa que foi implantada na cabeça da igreja durante a contra-reforma!

      E não é a toa que os livros de Ellen White foram bem aceitos na comunidade Norte Americana, a maior nação protestante do mundo e que sofreu muito com a perseguição do papado. E que reconhecem hoje, oficialmente, a escritora como uma das 100 pessoas mais importante de toda a história dos Estados Unidos da América.

      Porque o cristianismo em terras distantes conservou muitos dos conceitos historicistas. O que permitiu o florecimento do movimento de reavivamento, embalado pelos cumprimentos de boa parte das profecias especialmente no terremoto de lisboa e daquele que foi chamado de "O dia escuro".

      Miller, sob a influência historicista, continuou então os cálculos há muito abandonados pela comunidade cristã européia, e a conclusão:

      Eram as profecias se encaixando nos períodos proféticos como uma luva! E como estes sinais antevinham à vinda de Cristo, sua conclusão foi inevitável de que eram indícios da chegada de Cristo à terra, como cria a comunidade daquela época acerca do cumprimento destas profecias!

      E como havia ainda um período profético maior a se cumprir, as 2.300 tardes e manhãs de Daniel, sob a qual estavam compreendidas todas estas profecias, Miller não hesitou em achar no tempo o cumprimento profético desta profecia.

      E qual não foi a admiração em descobrir que aplicando-se o princípio historicista dia-ano, o cumprimento se daria logo naquele tempo!

      Então Miller tinha em posse uma profecia de purificação de um santuário e a vinda de Cristo!

      (...)

      Excluir
    3. Logo, concluiu que o santuário que os historicistas não encontraram sentido seria a própria terra! Sendo esta purificada pelo fogo para a construção da uma nova terra, na vinda de Cristo!

      Isto fez todo o sentido! Os sinais da vinda de Cristo estavam se cumprindo e ralmente contando-se 2.300 anos à partir do início das 70 semanas de Daniel, dava-se o cumprimento do maior período profético de Daniel naquele tempo.

      Mas tanto não se atentavam às várias passagens que diziam de que há uma santuário no céu que serviu como figura do verdadeiro como não se atentaram para o verso que diz de que acerca daquele dia e hora ninguém sabe. E assim julgaram que o poderiam saber.

      Miller encontrou a data e Samuel Snow encontrou o dia fazendo a conversão do calendário judaico para o de sua época.

      22 de outubro era o dia em que cairia o décimo dia do sétimo mês no calendário.

      Tudo fazia sentido, mas então veio o amargo desapontamento.

      E com este desapontamento veio a idéia que se tem hoje espalhada pelas igrejas, de que há um santuário no céu.

      Quanto à passagem de cristo do santo para o santíssimo, aí é um ponto controverso! Porque embora reconheçam a existência do santuário celeste a comunidade cristã ainda hoje se nega a aceitar que este santuário celeste é aquele referido ao final das 2.300 tardes e manhãs e que foi descoberto por um adventista em um milharal, justamente por conta do resultado da interpretação deste verso.

      Excluir
  10. Agora Sr Adventistas, vou ser específico no texto bíblico, e se vc me der a honra de não ser longo nas repostas, podemos prosseguir...ok?

    Um pergunta: o que faz o santuário ser profanado segundo o texto bíblico. As atividades do Príncipe ou do Chifre?

    E se engrandeceu até contra o exército do céu; e a alguns do exército, e das estrelas, lançou por terra, e os pisou.
    E se engrandeceu até contra o príncipe do exército; e por ele foi tirado o sacrifício contínuo, e o lugar do seu santuário foi lançado por terra.
    E um exército foi dado contra o sacrifício contínuo, por causa da transgressão; e lançou a verdade por terra, e o fez, e prosperou.
    Daniel 8:10-12

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem se engrandeceu até contra o exército do céu no verso 10?

      O verso 9 se refere ao príncipe ou ao chifre pequeno do verso 8?

      Note que o verso 11 diz que é o mesmo poder se engrandeceu contra o príncipe do exército!

      Ou seja, não poderia ser "As atividades do Príncipe" se engrandecendo contra ele mesmo, o Príncipe.

      Então a interpretação correta é:

      "E o bode se engrandeceu sobremaneira; mas, estando na sua maior força, aquele grande chifre foi quebrado; e no seu lugar subiram outros quatro também insignes, para os quatro ventos do céu. E de um deles saiu um CHIFRE MUITO PEQUENO, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa. E [o chifre pequeno] se engrandeceu até contra o exército do céu; e a alguns do exército, e das estrelas, lançou por terra, e os pisou.
      E [o chifre pequeno] se engrandeceu até contra o príncipe do exército; e por ele foi tirado o sacrifício contínuo, e o lugar do seu santuário foi lançado por terra. E um exército foi dado contra o sacrifício contínuo, por causa da transgressão; e lançou a verdade por terra, e o fez, e prosperou." (Daniel 8:8-12)

      -------------------------------------------------------------------------
      Portanto a resposta é as atividades, não do Príncipe, mas do chifre pequeno.
      -------------------------------------------------------------------------

      Excluir
    2. Tendo dado a resposta, como o irmão me pediu, trarei um pouco mais de informação a quem deseja:

      A pergunta que preteristas geralmente fazem à partir deste ponto é:

      Como o chifre pequeno poderia profanar um santuário que está no céu?

      E a resposta: Plagiando-o.

      Colocando um novo sistema sobre a igreja, assim como o sistema cerimonial fora colocado sobre o antigo Israel.

      Abaixo do Padre, temos na igreja católica basicamente o mesmo sistema de pastoreio das igrejas cristãs que é também o mesmo sistema rabínico do judaísmo.

      Mas acima do Padre e abaixo do Papa temos todo um sistema que fica por sobre a igreja em semelhança às vezes do Santuário que havia aqui na terra.

      O Papa é então colocado como uma espécie de Sumo-sacerdote, que toma as vezes de Cristo na intercessão e perdão de pecados.

      Os demais abaixo dele são colocado como sacerdotes e ministros.

      Copiaram o sistema de vestes especiais, e trouxeram de volta os simbolismos.

      E este sistema uniu os significados do CRISTIANISMO com o do PAGANISMO. Daí a profanação do santuário.

      O sistema que foi montado aqui na terra pelo papado, é uma difamação da obra que é realizada por Cristo no santuário celeste!

      E esta obra cegou o entendimento da igreja, para que não entendessem as palavras de Paulo, de que há um santuário no céu onde ali CRISTO atua como nossos Sumo sacerdote, e não um mero homem aqui na terra.

      E assim o papado se colocou sumariamente no lugar de Cristo e no lugar santo que é o santuário, onde, não podendo se assentar no trono do santuário que está no céu (o que sempre desejou satanás), fez um para si mesmo aqui na terra.

      Por isto ele é tomado como o anti-cristo, segundo a eficácia de satanás aqui na terra. Que não apenas se levanta contra tudo que lembra Cristo, mas toma o lugar do próprio Cristo, como Vigário substituto de Cristo aqui na terra.

      E que se assentou com status de mediador e profeta vidente com poder e autoridade para mudar os tempos e a lei.

      E assim por meio deste falso santuário, o papado atingiu o santuário que está no céu e a obra de Cristo como mediador em favor da humanidade.

      1844 restaura esta verdade Bíblica de que há um verdadeiro santuário no céu e um verdadeiro sacerdote mediador.

      Esta é uma verdade surgida à partir de um milharal em 1844 e que é crida hoje por muitos teólogos algumas igrejas e muitos cristão, incluindo-se o irmão Luciano Sena.

      O que se rejeita é a sistematização desta doutrina, e que ensina de que Neste santuário celeste cumpre-se tudo que havia sido previsto no santuário terrestre, inclusive os significados do Dia da Expiação, que traz consigo uma obra de juízo ao Povo de Deus.

      Excluir
  11. A FALHA NA ESCALAGEM DOS IMPÉRIOS

    O preterismo, sem justificativa plausível separa o reino medopersa em dois (média e persa).

    A história nos mostra de que o reino medopersa, por sua aliança, dominaram o mundo juntos no mesmo tempo. Estavam inclusive unidos na invasão de babilônia, tendo como chefia, líderes com uma relação de parentesco, tio e sobrinho.

    De fato Dario, tio de Ciro, se assentou primeiro no trono, dando então lugar a Ciro.

    Isto está plenamente representado pelo urso que se ergue primeiro de um lado (Dario) e depois do outro (Ciro).

    E dos dois chifres do carneiro igualmente represento em um único animal (um único reino) as pessoas de Dario e Ciro.

    Então dividindo-se um único império, o medopersa, em dois (média e persa), ali já encontram 4 reinos e jogam Roma para escanteio!

    E alguns poderiam então perguntar: Mas então onde estão as profecias concernentes a Roma, e por que Daniel não nos falou também sobre o império de Roma que foi inclusive o império que dominava Israel nos tempos de Cristo?

    Faço aos preteristas a mesma pergunta:

    http://novamenteadventistas.blogspot.com.br/2015/10/procura-se-profecias.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. * (média e pérsia) corrija-se para (medo e medo-persa)

      Excluir
    2. * E dos dois chifres do carneiro igualmente represento em um único animal (um único império) as pessoas de Dario e Ciro.

      Excluir
  12. Vamos trazer mais algumas verdades profundas sobre este assunto?

    Quem é o outro "profeta" que trouxe, de fato, esta certeza de que o chifre pequeno de Daniel e a profanação do santuário dita também em Daniel se referem a Antíoco Epifânio?

    “Os quatro chifres pequenos nascidos desse grande chifre e que se dirigiam para as quatro partes do mundo representavam aqueles que depois da morte desse soberano dividiriam entre si esse grande império, embora não fossem nem seus filhos nem seus descendentes. Eles reinariam durante vários anos, e de sua posteridade viria um rei que faria guerra aos judeus, aboliria todas as suas leis e toda a forma de sua república, saquearia o Templo e durante três anos proibiria que ali se oferecessem sacrifícios. Isso tudo aconteceu sob o reinado de Antíoco Epifânio” (Flavio Josefo, História das Antiguidades, livro 11 capítulo 12)

    O escrito de Flávio Josefo pretende apresentar o cumprimento das profecias de Daniel, mesmo não sendo um livro inspirado.

    E por que não é inspirado? Dentre outros vários detalhes, este:

    "E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo." (Daniel 7:25)

    Um tempo, dois tempos e metade de um tempo dão 3 anos e meio e não 3 anos. (daí justificam que esta metade de tempo se refere a tempo incompleto)

    Estão percebendo queridos irmãos, de onde se tirou a base desta crença de que o chifre pequeno se refere a Antíoco Epifânio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos dois caminhos:

      O primeiro é fazermos por nós mesmos os cálculos das profecias de Daniel, procurando na história o cumprimento de tais profecias.

      O segundo é confiar na "profecia" destas obras (de valor reconhecidamente históricos) mas que não servem de base doutrinária e tentar encaixar os tempos proféticos de Daniel à tais acontecimentos.

      Veja:

      As 2.300 tardes e manhãs, tem que ser dividida pela metade e ser interpretada como 1150 dias.

      E ainda assim não baterá com a data de início das atividades de Antíoco Epifânio.

      E o tempo de duração das investidas de Antíoco (3 anos), também não bate com os 3 anos e meio da profecia.

      E ainda precisa-se mudar o sentido de alguns versos bíblicos como por exemplo:

      "ABOLIRIA todas as suas leis" (Flávio Josefo)

      "E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em MUDAR os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo." (Daniel 7:25)

      Está aí o motivo pelo qual Luciano Sena não crê que o chifre pequeno de Daniel seja o papado.

      Excluir
    2. O que ocorre?

      Ocorre que em certo tempo, a cristandade desistiu de tentar interpretar as profecias bíblicas pela própria Bíblia e passou a recorrer a escritos não inspirado para a interpretação destas mesmas profecias e que trazem consigo opiniões prontas a serem aceitas.

      Excluir
  13. O que são os 3 tempos e meios de Daniel 7:25?

    São os mesmos 42 meses de Apocalipse 13:5 e Apocalipse 11:2. E também os mesmos 1.260 dias de Apocalipse 11:3 e Apocalipse 12:6;

    Sobre o que falam estes versos?

    "E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses." (Apocalipse 13:5)

    "E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses." (Apocalipse 11:2)

    "E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco." (Apocalipse 11:3)

    "E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias." (Apocalipse 12:6)

    Aqueles 3 tempos e meios são anos (Ezequiel 4:6), porém, proféticos, o qual é preciso aplicar o princípio dia-ano:

    3 anos e meio possuem 42 meses!

    42 meses possuem 1.260 dias!

    Então descobrimos que a ação do chifre pequeno foi 1.260 dias, o que jamais caberia na conta de Antíoco Epifânio.

    Então são três tempos e meio e não três tempos;

    São 42 meses e não 36.

    São 1.260 dias e não 1080.

    Então o período de Antíoco NÃO cumpre as profecias ainda que se use a contagem preterista de dias literais!

    Agora, analisem o contexto do que dizem estes versos de Apocalipse e veja se foram construídos para relatarem algo que já havia ocorrido antes da época de Cristo, ou que ocorreria no futuro.

    Usando ÚNICAMENTE o princípio historicista dia-ano, aplicando-o a TODOS OS TEMPOS PROFÉTICOS, tanto descobrimos que o pequeno chifre de Daniel 8 é o mesmo de Daniel 7, quanto descobrimos que aqueles três tempos e meio são os mesmos das profecias de Apocalipse!

    Ou seja, Daniel e Apocalipse possuem paralelos que falam de um mesmo poder e um mesmo período profético!

    E assim o livro de Apocalipse complementa as ações que o chifre pequeno faria durante a história e percebemos que estas ações não cabem no bolso de Antíoco Epifânio.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Eu fico abismado como esses caras conseguem ser tão prolixos nas suas argumentacoes, defendendo algo totalmente sem noção, isso me vem a cabeça a palavra de Paulo a Timóteo:Conforme te solicitei, quando partia para a Macedônia, permanece em Éfeso para advertires a certas pessoas que não mais ensinem doutrinas falsas, 4e que parem de dar atenção a mitos e genealogias intermináveis, que causam discórdias em lugar de propagarem a obra de Deus, que tem como fundamento a fé. alvo dessa orientação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência e de uma fé sincera. …

    ResponderExcluir
  17. A interpretação é praticamente unânime entre os estudiosos judeus, católicos e protestantes. O chifre pequeno de Daniel capítulo 8 (que surge da GRÉCIA; não é o mesmo chifre pequeno de Daniel 7, que surge de ROMA) é o rei selêucida Antíoco Epífanes, o qual no 2º século antes de Cristo proclamou-se divino, invadiu a Palestina, proibiu a circuncisão e a guarda do Sábado, queimou todas as Escrituras Sagradas que encontrou, erigiu uma estátua de Zeus no templo judaico e profanou o Lugar Santíssimo com sangue de porcos que lá sacrificou. Matou dezenas de milhares de judeus fieis. Ele 'jogou por terra a verdade, e o que fez prosperou', conforme declara a profecia.

    As 2300 tardes e manhãs se referem literalmente ao período entre o décimo quinto dia do mês Cisleu, no ano 145 dos selêucidas, em que Antíoco instalou a abominação da desolação sobre o altar (1 Macabeus 1.59), até a vitória obtida sobre Nicanor por Judas Macabeu, no dia 13 do mês de Adar, ano 151. O altar foi reconstruído e o santuário foi purificado da idolatria. Os judeus mantiveram uma festa anual no dia 13 de Adar em comemoração à vitória, chamada de Hannukah ou Festa da Dedicação, a qual posteriormente, o próprio Jesus participou (João 10.22).

    Mesmo o Comentário Bíblico Adventista (que não vê em Antíoco o cumprimento dessa profecia), afirma que a crise nacional sob Antíoco foi o evento mais notável no período intertestamentário, com Antíoco quase exterminando a religião e a cultura dos judeus, despojando o santuário, saqueando Jerusalém e matando milhares de judeus (comentário sobre Daniel 11).

    Essa profecia não diz respeito, portanto, a Roma, 2300 anos ou um santuário no céu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá irmão Fablulo.

      Porém, a questão de Antíoco se resume basicamente a isto que o irmão relatou, uma visão panorâmica.

      Farei mais uma vez, uma pergunta que tenho feito à muito tempo:

      O irmão possui uma estudo sistematizado desta compreensão para me apresentar?

      Até hoje Luciano Sena não me apresentou tal estudo e o motivo é bem simples, não existe!

      A conclusão acerca de Antíoco Epifânio é construída sob a perspectiva de testemunhas próximas aos eventos ocorridos. E através das impressões pessoais de tais testemunhas é que se concluiu de que Antíoco estava cumprindo as ações do chifre pequeno. Basta ler escritos como o de Macabeus e Flávio Josefo e isto fica bem claro.

      Agora, quando analisamos historicamente as ações de Antíoco, percebemos de que seu tempo de atuação não bate com as cronologias de Daniel.

      Mas até aí é justificável, tendo-se tão somente os livros de Daniel e esperando-se que o chifre pequeno se mostrasse, as ações de Antíoco poderiam se encaixar com o que havia sido dito.

      Porém, entretanto, todavia, com o advento das Novas Escrituras, vieram novas revelações acerca deste chifre pequeno:

      "Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, entenda;" (Mateus 24:15)

      Aqui está o ponto de corte!

      Cristo revelou de que a abominação da desolação ainda estava por vir!

      E Paulo confirma esta informação e, 2 Tessalonicenses 2:3-9.

      Aí as coisas começam a mudar de figura, porque ou cremos nos escritos históricos não inspirados, ou cremos nas palavras proféticas de Jesus!

      Porém, Cristo, não apenas nos dá esta informação de que tal poder ainda não havia chegado, como nos dá mais detalhes acerca da atuação deste poder nas revelações que deu a João e que estão contidas no livro de Apocalipse!

      Veja, Daniel 8 disse que o tempo de atuação do chifre pequeno seria de 3 tempos e meio!

      Pois é justamente o tempo de atuação do poder que está predito em Apocalipse: 3 anos e meio / 42 meses / 1260 dias.

      Veja um outro detalhe: O urso que se ergue de um lado e depois do outro, representa o mesmo império cujos chifres se levanta primeiro de um lado e depois do outro. Não há como se negar de que o Carneiro é um detalhamento do Urso.

      Assim sendo, Daniel 8 se mostra como um DETALHAMENTO de Daniel 7.

      E sendo que Daniel 8 é um detalhamento de Daniel 7, por que o chifre pequeno de Daniel 8 teria que ser diferente do chifre pequeno de Daniel 7?

      (...)

      Excluir
    2. E sabendo que Roma com seu chifre pequeno vem logo depois do reinado da Grécia, qual o motivo de se concluir de que o chifre pequeno que vem depois da divisão do império Grego seria outro senão aquele mesmo chifre que estava profetizado de vir depois da queda deste império, com Roma?

      O motivo do equívoco vem de um único ponto:

      "Dum dos chifres saiu um chifre pequeno, e tornou-se muito forte para o sul e para o oriente e para a terra gloriosa." (Daniel 8:9)

      Pergunto: por que "Dum dos chifres" e não "Dum dos quatro ventos"?

      Porque no original e em outras bíblias, o que está escrito é tão somente:

      "De um deles saiu um outro chifre, que começou pequeno, mas cresceu em poder na direção do sul, do leste e da Terra Magnífica." (Daniel 8:9)

      Mas será que a Bíblia deixou esta questão dúbia?

      Não pelo que lemos no original:

      "O bode tornou-se muito grande, mas no auge da sua força o seu grande chifre foi quebrado, e em seu lugar cresceram quatro chifres enormes, na direção dos quatro ventos da terra." (Daniel 8:8)

      A palavra traduzida por "chifres", na língua original é uma palavra feminina, enquanto que a palavra "ventos" é masculina.

      E a palavra "deles" contida na expressão "de um deles" também masculina.

      Logo de "um deles" (masculino) se refere a ventos (também masculino) e não a chifres (feminino).

      No original impera a mesma regra (de nosso português) de que masculino concorda com masculino e feminino concorda com feminino!

      Veja que sem esta interpretação, de que o chifre pequeno sai de outro chifre (o que não é razoável uma vez de que chifre nas profecias sempre saem da cabeça de animais) não há motivos para renegar que este chifre venha de um dos quatro ventos, com Roma.

      Excluir
  18. Sr Adventista, na hora que vc cansar de escrever me avise... afinal, como eu disse, o sr escreve mais aqui do que em seu blog...

    A um pouquinho de "desconfiômetro" seria muito sensato... mas acha que por 'muito falar será ouvido'...

    Infelizmente, essa prolixidade toda, só convence vcs mesmos...

    Agora veja, por causa desse comentário, é capaz do sr escrever mais duas páginas... como responder quem não conhece limites?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos então direto ao ponto, Luciano, pergunto.

      A crença professada pelo irmão, acerca de Antíoco Epifânio ser o chifre pequeno de Daniel, tem sua base nas opiniões expressas dos escritos de Flávio Josefo e Macabeus?

      Excluir
  19. o pior de tudo isso é escutar LUCIANO SENA alegar que segue o cristianismo histórico porém, a herética posição ADVENTISTA é a mesma da maioria dos reformadores que consideravam como ROMA PAPAL, mas como teologia ortodoxa contemporânea é uma questão de conveniência está explicada sua incoerente posição, por isso que ele não busca colocar citações do cristianismo histórico que não deixa de ser uma especie de segunda biblia para ele, este tipo de acusação eu vejo sendo feita pelos criticos do CALVINISMO sendo que o blog MCA APOLOGÉTICO é uma prova viva que ela é verdadeira.ANDRÉ CARLOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André

      Onde é que eu disse que essa posição é herética?

      Preste atenção, o artigo já está mostrando a diferença do chifre pequeno de Dn 7 com a de Dn 8.

      ok???

      Em outras postagem já mostrei que o adventismo se afastou das doutrinas históricas do cristianismo e do protestantismo...

      Excluir
    2. Anônimo está certo Luciano.

      Como "o adventismo se afastou das doutrinas históricas do cristianismo e do protestantismo" sendo que a "posição ADVENTISTA é a mesma da maioria dos reformadores que consideravam como ROMA PAPAL"?

      Excluir
  20. André vc entendeu?

    Veja por exemplo, a opinião de Calvino a respeito:

    http://www.monergismo.com/textos/jcalvino/daniel8-25-anticristo_calvino.pdf

    ResponderExcluir
  21. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  22. JESUS CHOROU POR JERUSALÉM E NÃO ROMA!
    .
    .
    Lucas 13:34
    .
    .
    "JERUSALÉM, JERUSALÉM, você, que MATA OS PROFETAS E APEDREJA OS QUE SÃO ENVIADOS A VOCÊ! Quantas vezes eu quis reunir os seus filhos, como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vocês não quiseram!
    _________________________________________
    .
    .
    É JERUSALÉM, A "MULHER-PROSTITUTA" DE APOCALIPSE 17 !!!
    .
    .
    JERUSALÉM CASOU-SE COM DEUS, mas O desprezou, matando-O na cruz do Calvário. Porque Jeová se fez carne, Ele mesmo é o Senhor Jesus. Como homem, Jesus morreu.
    .
    Jesus é o Rei de Jerusalém e o seu Salvador!
    .
    __________________________________________
    .
    JERUSALÉM COMETE PECADOS E SE AFASTA DE DEUS.
    .
    .
    "...Mas confiaste na tua formosura, e te corrompeste por causa da tua fama, e PROSTITUÍAS-TE a todo o que passava, para seres dele.
    E tomaste dos teus vestidos, e fizeste lugares altos pintados de diversas cores, e te PROSTITUÍSTE sobre eles, como nunca sucedera, nem sucederá.
    E tomaste as tuas jóias de enfeite, que eu te dei do meu ouro e da minha prata, e fizeste imagens de homens, e te PROSTITUÍSTE com elas..."
    .

    "...E tomaste os teus vestidos bordados, e as cobriste; e o meu azeite e o meu perfume puseste diante delas. E o meu pão que te dei, a flor de farinha, e o azeite e o mel com que eu te sustentava, também puseste diante delas em cheiro suave; e assim foi, diz o Senhor DEUS. Além disto, tomaste a teus filhos e tuas filhas, que me tinhas gerado, e os sacrificaste a elas, para serem consumidos; acaso é pequena a tua PROSTITUIÇÃO?"
    .
    .
    "...E mataste a meus filhos, e os entregaste a elas para os fazerem passar pelo fogo. E em todas as tuas ABOMINAÇÕES, e nas tuas PROSTITUIÇÕES, não te lembraste dos dias da tua mocidade, quando tu estavas nua e descoberta, e revolvida no teu sangue. E sucedeu, depois de toda a tua MALDADE (ai, ai de ti! diz o Senhor DEUS)"
    .
    - Ezequiel 16:15-23
    .
    __________________________________________
    .
    .
    JERUSALÉM COMETE PROSTITUIÇÃO E ADULTÉRIO.
    .
    .
    "...A cada canto do caminho edificaste o teu lugar alto, e fizeste abominável a tua formosura, e alargaste os teus pés a todo o que passava, e multiplicaste as tuas PROSTITUIÇÕES. Também te PROSTITUÍSTE com os filhos do Egito, teus vizinhos de grandes membros, e multiplicaste a tua PROSTITUIÇÃO para me provocares à ira. Por isso estendi a minha mão sobre ti, e diminuí a tua porção; e te entreguei à vontade das que te odeiam, das filhas dos filisteus, as quais se envergonhavam do teu CAMINHO DEPRAVADO.
    .
    .
    "...Também te prostituíste com os filhos da Assíria, porquanto eras insaciável; e PROSTITUINDO-TE com eles, nem ainda assim ficaste farta.
    Antes multiplicaste as tuas PROSTITUIÇÕES na terra de Canaã até Caldéia, e nem ainda com isso te fartaste. Quão fraco é o teu coração, diz o Senhor DEUS, fazendo tu todas estas coisas, obras de uma MERETRIZ DESCARADA!"
    .
    - Ezequiel 16:25-30
    .
    __________________________________________
    .
    .
    Deus usou o profeta Isaías para dizer que JERUSALÉM havia se tornado PROSTITUTA!
    .
    "...Como se fez PROSTITUTA a cidade fiel! Ela que estava cheia de retidão!
    A justiça habitava nela, mas agora homicidas..." - Isaías 1:21
    .
    .
    .
    No evangelho de João, está escrito:
    .
    .
    "JESUS ESTAVA NO MUNDO E O MUNDO FOI FEITO POR ELE...
    JESUS VEIO PARA O QUE ERA SEU, MAS OS SEUS NÃO O RECEBERAM" - João 1:10-11
    .
    _____________________________________________
    .
    Detalhe muito importante:
    .
    Não descerá do céu, uma "NOVA ROMA" e sim, "A NOVA JERUSALÉM"!
    .
    "...E eu, João, vi a santa cidade, A NOVA JERUSALÉM, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido..."
    .
    - Apocalipse 21:2..."
    .
    .
    ______________________________________________
    .

    Para bom entendedor, meia palavra basta!
    .
    .
    .
    Que Deus abençoe você e a sua família!
    .
    .
    .
    .

    __________________________________________

    * Junior Omni - 2016
    .
    .
    .

    ResponderExcluir
  23. .
    .
    A ORIGEM DE JERUSALÉM.
    .
    .
    "...E dize: Assim diz o Senhor DEUS a JERUSALÉM: A tua origem e o teu nascimento procedem da terra dos cananeus. Teu pai era amorreu, e tua mãe hetéia. E, quanto ao teu nascimento, no dia em que nasceste não te foi cortado o umbigo, nem foste lavada com água para te limpar; nem tampouco foste esfregada com sal, nem envolta em faixas.
    Não se apiedou de ti olho algum, para te fazer alguma coisa disto, compadecendo-se de ti; antes foste lançada em pleno campo, pelo nojo da tua pessoa, no dia em que nasceste.
    E, passando eu junto de ti, vi-te a revolver-te no teu sangue, e disse-te: Ainda que estejas no teu sangue, vive; sim, disse-te: Ainda que estejas no teu sangue, vive..."
    .
    - Ezequiel 16:3-6
    .
    .
    ____________________________________________________
    .
    .
    JERUSALÉM É A CIDADE ESCOLHIDA POR DEUS.
    .
    .
    "...Eu te fiz multiplicar como o renovo do campo, e cresceste, e te engrandeceste, e chegaste à grande formosura; avultaram os seios, e cresceu o teu cabelo; mas estavas nua e descoberta.
    E, passando eu junto de ti, vi-te, e eis que o teu tempo era tempo de amores; e estendi sobre ti a aba do meu manto, e cobri a tua nudez; e dei-te juramento, e entrei em aliança contigo, diz o Senhor DEUS, e tu ficaste sendo minha.
    Então te lavei com água, e te enxuguei do teu sangue, e te ungi com óleo.
    E te vesti com roupas bordadas, e te calcei com pele de texugo, e te cingi com linho fino, e te cobri de seda.
    E te enfeitei com adornos, e te pus braceletes nas mãos e um colar ao redor do teu pescoço.
    E te pus um pendente na testa, e brincos nas orelhas, e uma coroa de glória na cabeça.
    E assim foste ornada de ouro e prata, e o teu vestido foi de linho fino, e de seda e de bordados; nutriste-te de flor de farinha, e mel e azeite; e foste formosa em extremo, e foste próspera, até chegares a realeza.
    .
    - Ezequiel 16:7-13
    .
    .
    ___________________________________________________
    .
    .
    JERUSALÉM COMETE ABOMINAÇÕES E SE AFASTA DE DEUS.
    .
    .
    ...
    .
    A "MULHER-PROSTITUTA" do apocalipse é JERUSALÉM e não a igreja católica de Roma. A besta era o império romano que exercia domínio sobre Jerusalém.
    .
    .
    Só é chamada de "Mulher- Adúltera", a mulher que já teve um esposo uma vez e o traiu com outros homens. E Roma não se encaixa nesta revelação de apocalipse 17, porque Deus escolheu JERUSALÉM como Sua (esposa, ou mulher, no sentido figurado). Jeová escolheu Jerusalém para ser Sua Cidade Santa, mas ela DESVIOU-SE DA PALAVRA DEUS.
    .
    .
    E com o passar do tempo, em JERUSALÉM, e nos arredores desta cidade, muitos profetas e servos de Deus foram assassinados, como por exemplo: "ESTEVÃO", "JOÃO BATISTA", "TIAGO". E também, muitos cristãos foram martirizados por Saulo de Tarso, que ajudava a perseguir e matar muitas testemunhas do Senhor Jesus. Pois os fariseus tinham ÓDIO do nome de Jesus.
    .
    - Certa feita, O REI DAVI disse que JERUSALÉM é a CIDADE DO GRANDE DEUS!
    .
    .
    - Em Gênesis 14:18-21, MELQUISEDEQUE - que era Jesus Cristo como Sumo Sacerdote Eterno, já no Velho Testamento -, sempre foi chamado de "REI DE SALÉM" = REI DE JERUSALÉM. E não Rei de Roma!
    .
    .
    O termo "PROSTITUTA" só se encaixa a JERUSALÉM - A CIDADE DO GRANDE DEUS. Roma nunca foi a cidade de Deus. Pelo contrário, Roma sempre foi uma cidade pagã e cheia de idolatria, como outras cidades ao redor do mundo. Mas isso Deus já sabia.
    .
    .
    O que provocou a IRA DE DEUS, foi a conduta pecaminosa de JERUSALÉM que, um dia foi ESCOLHIDA POR ELE. Mas, quando este DEUS SE FEZ CARNE, vindo à terra em forma humana, para salvar o Seu povo Judeu e libertar a nação de Israel dos seus pecados, A CIDADE DE JERUSALÉM DESPREZOU E MATOU O SENHOR JESUS!
    .
    .
    JERUSALÉM REJEITOU O SEU PRÓPRIO REI E SALVADOR = JESUS!
    .
    "...Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de JERUSALÉM; eis que o teu rei virá a ti, justo e Salvador, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta..."
    .
    - Zacarias 9:9 - João 12
    .

    ResponderExcluir
  24. ___________________________________________________
    .
    Vamos lá...
    .
    QUEM É A "MULHER-PROSTITUTA" do livro de apocalipse???
    .
    .
    .
    Muita gente diz que a "MULHER QUE SE ASSENTA SOBRE MUITAS ÁGUAS"

    - (ÁGUAS que significa: POVOS - NAÇÕES - LÍNGUAS) -, é a cidade de Roma. Por ser Roma, a cidade edificada sobre 7 montes e por ser uma cidade poderosa nos dias do Senhor Jesus. No capítulo 7 do livro do profeta Daniel, Roma é o "QUARTO ANIMAL", terrível e cruel, que aparece na visão escatológica.

    .
    O império romano perseguia, torturava e matava muita gente. E o profeta Daniel havia profetizado o aparecimento deste império sanguinário e cruel. Mas, mesmo com todos estes detalhes, entendemos pela própria Escritura Sagrada que, a "MULHER-PROSTITUTA" NÃO SE TRATA DE ROMA, NEM DA IGREJA CATÓLICA!
    .
    * A BESTA É O IMPÉRIO ROMANO. ISSO SIM, O LIVRO SAGRADO DEIXA MUITO CLARO!

    Mas, a "MULHER-PROSTITUTA" montada em cima da Besta Escarlate, ou seja, em cima do império romano, NÃO É A IGREJA CATÓLICA. Pois, como já escrevi, não existia o VATICANO, nem os PAPAS, nem a IGREJA CATÓLICA, nos dias em que o anjo revelou a João, as mensagens do apocalipse que, EM BREVE, aconteceriam.
    .
    .
    FAZENDO UMA CONTAGEM SIMPLES, PODEMOS DIZER QUE JOÃO ESCREVEU O LIVRO EM UM ANO, E A IGREJA CATÓLICA SURGIU 300 ANOS DEPOIS!
    .
    ** ANALISANDO A DISTÂNCIA DE, (+ ou -) TRÊS SÉCULOS, ENTRE O LIVRO DO APOCALIPSE E A ORIGEM DA IGREJA CATÓLICA; NOTAMOS QUE NENHUM CRISTÃO VIVEU 300 ANOS PARA VER A IGREJA CATÓLICA SURGIR COM OS PAPAS.
    .
    ** OS CRISTÃOS DAS SETE IGREJAS DA ÁSIA, QUE RECEBERAM A MENSAGEM DO APOCALIPSE, JÁ NÃO ESTAVAM VIVOS PARA VER O VATICANO SE TORNAR A SEDE DESTA IGREJA ROMANA!
    .
    .
    Só isso é o suficiente para sabermos que a IGREJA ADVENTISTA,
    as TESTEMUNHAS DE JEOVÁ e outras seitas, estão completamente ENGANADAS com relação a revelação de João no livro de apocalipse, capítulo 17.
    .
    ________________________________________

    ** O PROFETA EZEQUIEL EXPLICA DE FORMA CLARA, QUEM ERA A CIDADE INFIEL E PROSTITUTA NO VELHO TESTAMENTO. A QUAL ANDAVA COM DEUS, MAS ABANDONOU A ALIANÇA COM O SEU SENHOR!
    .
    .
    Uma pergunta importante:
    .
    .
    Quando foi que a cidade de Roma fez aliança com Deus, para depois quebrá-la, traindo-O, rejeitando-O, desprezando-O, e por isso, TORNANDO-SE PROSTITUTA e ADÚLTERA???
    .
    Resposta: NUNCA!
    .
    .
    Se Roma não existia no período do Velho Testamento, e nenhum profeta falou a respeito de Roma, - COMO CIDADE ESCOLHIDA POR DEUS -, então, não há motivos para tentarmos encaixar Roma nesta profecia do apocalipse, chamando-a de "MULHER-PROSTITUTA" ou "CIDADE INFIEL".
    .
    .
    A IGREJA CATÓLICA NÃO FAZ PARTE DA INTERPRETAÇÃO BÍBLICA DE APOCALIPSE 17.
    .
    .
    ** A "MULHER-PROSTITUTA" É UMA CIDADE E NÃO UMA IGREJA!
    .
    .
    ** Não ter discernimento bíblico para saber a diferença entre o que é uma "IGREJA" e uma "CIDADE", nos dias atuais isso é BURRICE!
    .
    ** Qualquer criança sabe o que é uma cidade e uma igreja. E o anjo deixou claro para João que a "MULHER-PROSTITUTA" era uma "CIDADE" e não uma "IGREJA".
    .
    Repetindo o final do capítulo 17 de apocalipse:
    .
    "...E a MULHER que viste é a GRANDE CIDADE que reina sobre os reis da terra..." - Apocalipse 17
    .

    .
    O ANJO diz: "A MULHER É A GRANDE CIDADE" e não a igreja Católica romana!
    .
    .
    .
    Bom, já deixei claro que as seitas estão enganadas, USANDO TEXTOS FORA DE CONTEXTO, e ensinando de forma errada o texto de apocalipse. Agora vou deixar aqui o texto do profeta Ezequiel, que revela de forma simples e clara, QUEM REALMENTE É A "MULHER-PROSTITUTA" E INFIEL!
    .
    _________________________________________________
    .
    .
    Vamos lá...
    .
    .
    Livro do profeta Ezequiel, capítulo 16
    .
    .
    "...E veio a mim outra vez a palavra do SENHOR, dizendo:
    Filho do homem, FAZE CONHECER A JERUSALÉM AS SUAS ABOMINAÇÕES..." ----- Ezequiel 16:1,2
    .
    .
    ** Pergunta: O PROFETA EZEQUIEL FALOU DE ROMA?
    .
    Resposta: NÃO! DEUS FALA QUE AS ABOMINAÇÕES ERAM DE JERUSALÉM!
    .
    .
    ___

    ResponderExcluir
  25. - NENHUMA OUTRA CIDADE SE COMPARA A JERUSALÉM!

    - ROMA NUNCA FOI ESCOLHIDA POR DEUS PARA SER A SUA CIDADE SANTA!

    Quem ensina que a "MULHER - PROSTITUTA" é outra cidade e não JERUSALÉM, está distorcendo os textos Sagrados, e não sabe o que está falando. Pois a própria Escritura Sagrada mostra que JERUSALÉM É A CIDADE DO GRANDE REI, portanto é ela que REINA SOBRE OS REIS DA TERRA!

    QUE OUTRO REI É MAIOR E MAIS IMPORTANTE DO QUE O SENHOR JESUS, QUE FOI MORTO EM JERUSALÉM, E NÃO EM ROMA ????

    ____________________________________________________

    .
    **** PERGUNTAS IMPORTANTES:
    .
    * OS SOLDADOS ROMANOS INVADIRAM A PRÓPRIA CIDADE DE ROMA?

    * OS SOLDADOS ROMANOS TINHAM ORGULHO DE ROMA, OU ELES SENTIAM ÓDIO DE SUA PRÓPRIA CIDADE?


    * JESUS DISSE QUE OS SOLDADOS ROMANOS DESTRUIRIAM A CIDADE DE ROMA OU JERUSALÉM E O SEU TEMPLO SAGRADO?
    .

    _____________________________________________________

    .
    .
    Bom, depois de lermos o que João escreveu no capítulo 17 de apocalipse, surgem muitas perguntas. As quais, a igreja ADVENTISTA e as TESTEMUNHAS DE JEOVÁ, tem muita dificuldade de aceitar e entender. Não tendo outra explicação, elas acusam a igreja Católica, e as vezes, acusam a ONU = NAÇÕES UNIDAS, os EUA, a Rússia, que é a antiga União Soviética, o Comunismo Ateu, etc...
    .
    Quando uma pessoa não conhece o verdadeiro significado dos textos bíblicos, acaba interpretando a seu bel-prazer, dando "tiros" para todos os lados.
    .
    .
    Me refiro a estas duas seitas americanas, porque uma delas - ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA - segue os ensinos de uma mulher chamada "ELLEN WHITE" *(mulher que já foi desmascarada como falsa profetisa, ao afirmar que Jesus voltaria no século 20, mas Ele não voltou, e o mundo não acabou em 1844, como outros adventistas esperavam).

    O tempo passou, e deram muitas desculpas para tentarem reparar o erro de falsas profecias, que nunca se cumpriram. Muita gente abandonou esta seita religiosa, considerando os seus fundadores como falsos profetas.
    .
    .
    A outra seita americana - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - seguem os ensinos de "CHARLES TAZE RUSSEL" e de outros homens que comandam o "CORPO GOVERNANTE". Por isso, qualquer membro desta seita, só pode ensinar o que recebe como "ENSINO BÍBLICO VERDADEIRO" de outros homens que se julgam "iluminados por Jeová". Eles são proibidos de receberem estudo bíblico de outras pessoas.
    .
    Mas, sabemos que esta seita já marcou datas para o fim do mundo e a volta de Jesus, e nada aconteceu como eles profetizaram. Para não ficar feia a situação, eles disseram que Jesus voltou em 1914, de forma "invisível"; e já está reinando no Céu, comandando somente a "Organização Torre de Vigia", que eles dizem ser a "única igreja verdadeira" na face da terra. Puro engano e arrogância deles!
    .

    ResponderExcluir
  26. APOCALIPSE 17
    .
    - (A MULHER PROSTITUTA E EMBRIAGADA).
    - (A BESTA DE 10 CHIFRES E 7 CABEÇAS).
    .

    "...E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da GRANDE PROSTITUTA que está assentada sobre muitas águas; Com a qual fornicaram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua fornicação..."
    .
    "...E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma MULHER assentada sobre uma besta de cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres. E a MULHER estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua fornicação..."
    .
    "...E na sua testa estava escrito o nome: MISTÉRIO - A GRANDE BABILÔNIA, A MÃE DAS PROSTITUIÇÕES E ABOMINAÇÕES DA TERRA..."
    .
    "...E vi que a MULHER estava EMBRIAGADA COM O SANGUE DOS SANTOS, E COM O SANGUE DAS TESTEMUNHAS DE JESUS. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração.

    .
    E o anjo me disse: Por que te admiras? Eu te direi O MISTÉRIO DA MULHER,
    e da besta que a traz, a qual tem sete cabeças e dez chifres..."
    .
    "...A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, ainda que é. Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a MULHER está assentada..."
    .
    "...E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta..."
    .
    "...Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.
    Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis..."
    .
    "...E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a PROSTITUTA, são povos, e multidões, e nações, e línguas. E OS DEZ CHIFRES QUE VISTE NA BESTA SÃO OS QUE ODIARÃO A PROSTITUTA, E A COLOCARÃO DESOLADA E NUA, E COMERÃO A SUA CARNE, E A QUEIMARÃO NO FOGO..."
    .
    .
    "...Porque Deus tem posto em seus corações, que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus..."
    .
    "...E a MULHER que viste é a GRANDE CIDADE que reina sobre os reis da terra..."
    .
    .
    Apocalipse 17:1-18
    .

    .

    .

    Pergunta: QUAL CIDADE DO PLANETA TERRA FOI ESCOLHIDA POR DEUS?

    Resposta: JERUSALÉM!



    Não importa o tempo ou a época em que Deus escolheu JERUSALÉM para SI. O que importa é que NENHUMA OUTRA CIDADE OCUPOU O LUGAR DE JERUSALÉM, COMO ESPOSA DO SENHOR DOS EXÉRCITOS!

    ResponderExcluir
  27. A Mulher-Prostituta do Apocalipse 17
    07/01/2016 • Por JUNIOR OMNI •
    _____________________________
    .
    *** Quem é a "MULHER-PROSTITUTA" e embriagada,
    do livro do APOCALIPSE, capítulo 17 ???

    *** Será "ROMA" - "VATICANO" - "IGREJA CATÓLICA" - "JERUSALÉM"
    - O "ISLÃ" ???
    .
    .
    .
    Muitos livros já foram escritos a respeito deste texto enigmático e cheio de mistérios. Porém, A VERDADE É UMA SÓ. Nas Escrituras Sagradas não há espaço para "achismos", nem espaço para a "filosofia de homens".
    .
    .
    A BÍBLIA INTERPRETA A PRÓPRIA BÍBLIA, ATRAVÉS DO ESPÍRITO SANTO, que não mente, não se engana, não erra, nem comete falhas!
    .
    .
    AO CONTRÁRIO DOS FALSOS PROFETAS, QUE, TENTAM EXPLICAR A BÍBLIA SAGRADA, DISTORCENDO O QUE REALMENTE ELA NOS DIZ!
    .
    .
    .
    Muitas seitas já tentaram interpretar o livro do apocalipse, e causaram "estragos" na mente de muitas pessoas. Quero mencionar o nome de duas seitas religiosas que interpretam, DE FORMA ERRADA, o livro do apocalipse.
    .
    - ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA.
    - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ.
    .
    * (Muitas igrejas evangélicas também estão enganadas com relação a "MULHER-PROSTITUTA" do apocalipse, cap. 17)
    .
    .
    Existem muitas seitas que interpretam o livro do apocalipse de forma errada, trazendo muita confusão e colocando em dúvida as palavras de certos líderes religiosos, pastores e teólogos.
    .
    .
    .
    Muitas igrejas afirmam que "A MULHER-PROSTITUTA" do livro do apocalipse, é O VATICANO; e portanto, seria A IGREJA CATÓLICA.
    .
    Ambas as seitas - ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA e as TESTEMUNHAS DE JEOVÁ, interpretando a Bíblia de forma errada, entendem que a Igreja Católica é "A MULHER-PROSTITUTA" que pertence a Roma.
    .
    .
    MAS, SERÁ QUE A IGREJA CATÓLICA EXISTIA QUANDO JOÃO ESCREVEU AS REVELAÇÕES DO APOCALIPSE ???
    .
    .
    Resposta: NÃO!
    .
    .
    Como é que João explicaria às SETE IGREJAS DA ÁSIA, que a "BESTA" e a "MULHER-PROSTITUTA" que estava montada sobre ela, era a Igreja Católica e o Vaticano?
    .
    .
    Se não existia o Vaticano, nem a Igreja Católica, quando João escreveu o livro do apocalipse, COMO OS PRIMEIROS CRISTÃOS ENTENDERIAM AS REVELAÇÕES DE DEUS PARA O APÓSTOLO JOÃO ???
    .
    .
    Pelo fato de NÃO EXISTIR A IGREJA CATÓLICA, nem o VATICANO nos dias do apóstolo João, já podemos entender que ambas as seitas - ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA, TESTEMUNHAS DE JEOVÁ, e outras, estão completamente ENGANADAS. Ensinando às pessoas, o que a Bíblia não diz!
    .
    .
    Vou explicar de modo simples o texto de apocalipse. Eis o texto das Escrituras Sagradas:
    .
    _____________________________________________
    .
    ** Este texto do capítulo 11 do apocalipse, revela QUAL É A GRANDE CIDADE, chamada de "MULHER-PROSTITUTA".
    .
    .
    "... E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, ONDE O SEU SENHOR FOI CRUCIFICADO..."
    .
    - Apocalipse 11:8
    .
    .
    .
    *** Aqui desmascaramos a mentira ensinada por muitas seitas que dizem que a grande cidade é Roma e não Jerusalém.
    .
    .
    Pergunta básica: ONDE JESUS FOI CRUCIFICADO?
    .
    .
    Em ROMA ou JERUSALÉM ???
    .
    .
    Como acrteditar na interpretação bíblica que diz que a grande cidade é Roma, se Jesus Cristo foi crucificado em Jerusalém ???
    .
    .
    *** Como podemos continuar acreditando na interpretação
    da igreja ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA ???
    .
    .
    *** Como podemos continuar acreditando na interpretação
    das TESTEMUNHAS DE JEOVÁ ???
    .
    .
    O pior cego é aquele que não quer enxergar!
    .
    .
    .
    A VERDADE É UMA SÓ:
    .
    - "JERUSALÉM É A MULHER-PROSTITUTA" DE APOCALIPSE 17.
    .
    .

    ResponderExcluir
  28. Vc não conhece a história dos adventistas. Os adventistas surgiram após o desapontamento de 1844.
    Recomendo que leia um pouco mais antes de dar informações erradas.
    Quanto aos ensinos dados pela Igreja Católica Apostólica Romana, eles são contrários a doutrina bíblica. Nisto implica a prostituição doutrinária.
    Mulher na Bíblia é a igreja , o povo de Deus.
    Mulher prostituta na Bíblia é a igreja com seus ensinos prostituído, enganando e levando a perdição de quem não abre os olhos para esta verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 'Esperança'... vc está recomendando quem estudar mais? E o que deve ser estudado?

      Excluir
  29. JUNIOR OMNI
    esse garoto falou toda a verdade.A grande prostituta é uma cidade, como drecrveu o anjo para João. Ela será destruídap pelos bombardeios que virão e a queimarão.

    ResponderExcluir