sexta-feira, 5 de abril de 2013

O argumento fracassado de Leandro Quadros contra o DOMINGO – Final


Os últimos argumentos apresentados por Leandro Quadros, na sua primeira postagem contra o Domingo, são:

“Nem o Pai nem o filho reclamaram o domingo como “SEU” em qualquer sentido. Se seguirmos a lógica dos oponentes (em guardar o domingo por que Jesus ressuscitou no primeiro dia), poderíamos santificar a sexta-feira – o dia da crucificação. Ele não tem menos importância para nós cristãos! Por que não chamar o dia da “ascensão” de “dia do Senhor?” Qual critério bíblico é utilizado para dizer que o momento da ressurreição é mais importante que o dia em que Cristo morreu e subiu aos céus?” (AQUI)


Em primeiro lugar, a argumentação só teria alguma validade SE o texto de Apocalipse 1.10 não fosse aplicado ao primeiro dia da semana. João Ricardo Ferreira diz: 

O significado do termo “Kyriakê Hêmera” literalmente é: que diz respeito ao Senhor, fala do Senhor, senhorial, dominical... A Tradução de Apocalipse 1.10 seria: Eu fui arrebatado no dia Senhorial. O sinônimo usado é “dominical”. 

Segundo, a prática litúrgica neotestamentária não enfatizou o dia da morte, nem da ascensão, e sim o dia da ressurreição (apesar de a Ceia do Senhor lembrar a morte e a volta de Cristo).

Leandro Quadro continua sua investida contra o dia do Senhor: “Toda a vez que o Novo Testamento se refere ao primeiro dia da semana, usa a expressão “primeiro [dia] após o sábado” (Mt 28:1; Mc 16:2; Lc 24:1; Jo 20:1,19; At 20:7; 1Co. 16:2). Ou, “segundo [dia] após o sábado”, etc. Isto dá mais valor ao sétimo dia como ponto central da semana, para os escritores evangélicos.”

Isto dá mais valor?! Como?

Ao contrário, está enfatizando que o sábado ficou para trás! Que o ponto da confissão de fé salvífico, da Igreja Eleita, foi realizado NO primeiro dia da semana:

  • Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.”  Romanos 10.9

Deus preservou por meio da Igreja do Novo Testamento, um testemunho semanal da Ressurreição do Senhor Jesus Cristo: O Domingo!


CONCLUSÃO

Como eu disse em postagens anteriores, os argumentos de Leandro Quadros são apenas celeumas religiosas. Mais nada. O trabalho dele é vomitar o que bebeu de sua 'fonte de verdade', Ellen White! Que segundo ela, a marca da besta será o domingo. Por isso, ele precisa ser um feroz opositor do dia do Senhor, dia oficial da celebração cristã.

10 comentários:

  1. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    "Deus preservou por meio da Igreja do Novo Testamento, um testemunho semanal da Ressurreição do Senhor Jesus Cristo"

    Frase linda... cheguei a me emocionar... sério. Deus te abençoe e continue te usando meu irmão! Parabéns pelo artigo.

    P.S.: Comecei a ler o livro "Crítica Histórica da Bíblia", de Eta Linnemann. Lá, ela dá um show de demonstração sobre tudo o que O MACKENZIE deveria ser, MAS NÃO É! Se puder, dá um olhada: p.47-63.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Deus preservou POR MEIO DA IGREJA DO NOVO TESTAMENTO" e não por meio dos LIVROS do Novo Testamento, não é isto?

      Portanto, quem não faz da Igreja do Novo Testamento uma regra de fé, mas tão somente a Bíblia Sagrada, deve guardar que dia da semana mesmo?

      Onde é que fica o "Sola Scripturas"?

      Se tornou "Sola Scripturas" + "Igreja do Novo Testamento"?

      Quanto malabarismo, para negar que herdaram o dia papal de guarda.

      Excluir
    2. Sr Adventista...

      A Igreja do NT é a Igreja Bíblica, Apostólica. - ( creio que vc entendeu, mas o seu compromisso é com Ellen White tb, tal como o é Leandro Quadros) -

      Aqui SIM é verdade SOMENTE A BÍBLIA...

      não sei aí !!! é Somente a Bíblia COM ERROS + ELLEN WHITE.

      Excluir
  2. Somente a Bíblia?! Então me responda uma pergunta:

    Se você entrar em um cativeiro onde nunca se ouviu falar sobre bíblia e religião e deixar ali uma bíblia para 7 pessoas. Há alguma chance de 50 anos depois guardarem o domingo ao invés do sábado?

    Será que ATRAVÉS DA BÍBLIA e somente da BÍBLIA a pessoa consegue tirar o raciocínio de que a páscoa se tornou semanal, sendo relizada no primeiro dia da semana e que se transferiu as solenidades do sábado para o domingo? Ou será que as pessoas precisam de um papa, pastor ou padre que lhe mostre tal dedução quanto ao domingo?

    Dizem:

    - Deduzo que o domingo foi colocado no lugar do sábado e que este dia se tornou uma páscoa semanal, e que o antigo dia do senhor, o sábado, agora deve ser reverenciado no primeiro dia da semana, o domingo. Afinal, que outro motivo haveria para hoje estarmos hoje guardando o domingo?

    O domingo é anti-bíblico, pois revoga o sábado, que foi abençoado e santificado. Mostre-me na bíblia, onde há Deus abençoando e santificando o domingo! Na história, a única figura "portadora de atributos divinos" capaz de perdoar pecados, colocado como intercessor entre o homem e Deus, pelo próprio Deus, seria o Papa. ESTE abençoou e santificou o domingo!

    O catolicismo entende de que a bênção e santificação e aprovação do domingo no lugar do sábado proveio daquele que seria intercessor entre Deus e a igreja, o Papa.

    Sem a autoridade do Papa, baseado no poder concedido à Pedro que seria o primeiro papa, ninguém poderia modificar nem os tempos nem a lei. Mas com o Papa é diferente, pois tem autorização e poder dado por Deus para fazer mudanças na instituição da igreja.

    Isto significa, amigo Luciano Sena, que o amigo precisa apresentar o selo de aprovação quanto ao domingo no lugar do sábado. O amigo precisa buscar este selo de autorização na palavra do próprio Deus, de Jesus, ou então aceitar o selo de autorização do Papa.

    O amigo segue o domingo, sob autorização do Papa e não de Deus ou de Jesus. É Preciso se apoiar no suposto poder concedido à igreja no que concede a desligar um dia na terra e ligar outro dia no céu, para se alegar que a igreja tenha tal direito perante a lei de Deus.

    Isto significa que se os protestantes estão certos em desligarem o sábado na terra, desligando-o no céu e ligarem o domingo na terra, ligando-o também no céu, o catolicismo não poderá ser repreendido por desligar o mandamento de não adorar imagens, nem das mudanças feitas na igreja, principalmente quanto à doutrinas.

    Segue-se somente a bíblia? Em toda a bíblia não há autorização para mudança do sábado para o domingo! Esta suposta autorização teria vindo após o fechamento dos livros da bíblia? Sim! Portanto é bíblico? NÃO!

    E os protestantes pegam uma parte da dedução católica, sobre a páscoa semanal, mas tapam as partes que falam sobre o tal poder concedido à igreja em mudar os tempos e a lei.

    Sem tal poder não há como se justificar uma mudança deliberada do dia de guarda do sábado para o domingo.

    Por isto reconhecem o poder do Papado com atributos divino, pois foi ele quem oficializou o domingo na igreja. Sem ele o domingo jamais estaria no lugar do sábado.

    Obedecer à Bíblia, ou obedecer ao papado? Obedecer á lei de Deus ou obedecer à lei do papado?

    ResponderExcluir
  3. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    "Se você entrar em um cativeiro onde nunca se ouviu falar sobre bíblia e religião e deixar ali uma bíblia para 7 pessoas. Há alguma chance de 50 anos depois guardarem o domingo ao invés do sábado?"

    CONTRA-PERGUNTA: Com textos como Cl: 2.16-17, Rm: 14.5-6, Gl: 4.10-11, eles guardariam algum dia especial para adoração? É ÓBVIO QUE NÃO! Sua premissa é falha, Sr. Adventista, pois exclui a necessidade de acompanhamento de um novo leitor das Escrituras (Cf. At: 8.27-31). Algumas doutrinas bíblicas (a Trindade por exemplo) não se explicam simplesmente dando uma leitura superficial das Escrituras, mas analisando sistematicamente suas co-referências. Por isso, o mesmo princípio que usas para "tentar" (em vão) desmerecer o destaque dado ao primeiro dia da semana, eu uso contra você: Se não existe nenhuma referência CLARA da cessação da celebração da PÁSCOA JUDAICA (Inclusive Jesus celebrou a Páscoa antes da Ceia), por que é que os adventistas não a celebram como JESUS celebrou? Em 1a Coríntios 5.7, Paulo não ORDENA que paremos de celebrar a páscoa daquela forma, ele simplesmente confere SIGNIFICADO à celebração. Espero ter ajudado. Que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que uma doutrina bíblia, necessita, pelo menos estar na bíblia.

      Mostre-me então o verso de base para se afirmar que a páscoa haveria sido transformada em uma comemoração semanal. Em seguida o verso de base para se afirmar que tal páscoa agora semanal deveria ser observada no domingo. Então mostre o verso de base que mostre as solenidades do sábado sendo transferidas para o domingo. Em seguida mostre-me a abolição do sábado como dia de guarda e a exaltação do domingo em seu lugar.

      Estou apenas pedindo para o amigo me mostrar a análise sistematica que fez com que o amigo aceitasse o domingo como o verdadeiro dia bíblico de guarda. Isto requer uma conferência? Tenho todo tempo do mundo e sou todo ouvidos.

      Excluir
  4. Paz.
    Como sempre eu vejo ataques ao adventismo no seu blog más nunk
    vejo detalhes sobre a verdadeira história do sabatismo, que surgiu muito antes de EGW.

    Além do mais acho que por ser um não dispensasionalista você deveria colocar mais artigos mostrando pq as pessoas "q não estão debaixo da lei" são obrigadas à guardar o sábado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBS: erro de digitação... "o sábado-cristão" que vc dizem que é o domingo.

      Excluir
    2. Minha proposta é mostrar que o adventismo é uma seita, e não diretamente defender a posição Reformada da lei. Mas o lembrete é importante.

      Excluir
    3. Uma seita por guardar o sábado bíblico, ao invés do domingo do catecismo? Seria este o vosso conceito de seita?

      Porque olhando as doutrinas da maioria das demais denominações com as crenças fundamentais adventistas, o ponto de divergência é justamente o dia de guarda.

      Façamos algumas perguntas:

      Jesus guardou que dia mesmo? Paulo guardou que dia mesmo? Deus descansou na criação em que dia mesmo?

      Os 10 mandamentos, manda guardar que dia mesmo?

      "Mas confesso-te isto que, conforme aquele caminho que chamam seita, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo TUDO quanto está escrito na LEI e nos profetas." (Atos 24:14)

      E duvido muito que Paulo se referisse a uma lei contendo o domingo quando proferiu tal verso.

      E os batistas que guardam o sábado também seriam uma seita? E quanto aos judeus da nova aliança? E as outras religiões que também guardam o sábado?

      E por que o amigo deseja tanto provar que o adventismo seria uma seita? Seria por aquele ódio latente manifestado no blog 'cincosolas' que o amigo ainda guarda dentro de si?

      Não convém a um cristão guardar este tipo de ódio, ele torna a pessoa cega e tira-lhe a razão nas coisas que diz.

      Excluir