sexta-feira, 7 de outubro de 2011

William Marrion Branham sob escrutínio – Parte 1

WMB, foi bem sucedido em suas campanhas evangelísticas. Tipo os ‘apóstolos’ da atualidade, e temos visto várias pessoas de alguma maneira são beneficiadas com as curas por eles efetuadas. Eu mesmo conheci uma pessoa que foi curada por um desses apóstolos. Existem igrejas que giram em torno de milagres e revelações, como é o caso da Congregação Cristã no Brasil.

Os milagres de WMB são invocados como prova de seu ministério profético. Mas isso não confirmaria necessariamente os apóstolos da atualidade. Podemos até encontrar comprovação dos milagres exibidos, mas entre isso ser verdade e a autenticação da mensagem vir a partir disso, pode haver um abismo. WMB mesmo disse que os sinais não são determinantes sem a palavra.

Por isso, e após receber alguns livros de WMB, de um apologista dele, (VEJA O SITE DELE AQUI) passarei a postar algumas coisas a respeito de WMB. Gostaria de salientar que WMB deu um bom exemplo de humildade financeira.

1) Em seu principal livro, Sete Eras da Igreja, percebe-se que ele não sabia interpretar a Bíblia. Suas interpretações são fracas e estão bem próximas das imaginações gratuitas dos intérpretes alegóricos, ou das pessoas da Congregação Cristã. Iremos demonstrar isso em postagens posteriores com base no livro citado.

2) Ele foi um forte opositor da doutrina da Trindade. E este é o ponto nevrálgico de seu erro. Ele insiste em não apresentar corretamente a definição trinitária. Ele faz o jogo do marketing distorcido, ou constrói o monstro de palha, dizendo que a crença em três deuses é a crença na Trindade (pg 7).

3) Já discutimos muito aqui no blog sobre o que ele disse de 1977, e parece que WMB estava bem convencido disso. Embora não teve visões sobre essa data, no livro ele demonstra que o fim estava bem próximo de seus dias. Ele disse (‘semelhante’ ao que disse Ellen White) que surgiu sinais no céu como prova que Jesus estaria para voltar:

“Aqui está o sinal. O último eclipse da lua foi um eclipse total. Ela minguou até uma total escuridão, em sete estágios. No sétimo estágio, a escuridão total chegou quando o Papa de Roma (Paulo VI) foi à Palestina para fazer um passeio santo em Jerusalém. O papa chama-se Paulo VI. Paulo foi o primeiro mensageiro e este homem usa esse nome. Note que é o sexto, ou número do homem. Isto é o fim. Não passará esta geração até que tudo aconteça.” (pg 324, negrito meu). Esse evento ocorreu em seus dias. Esses acontecimentos, sete sinais, apontavam para 1977, pelo menos ele achava assim. No livro Sete Eras ele não deu advertências de cautela de que poderia estar errado como deu em outras ocasiões. E isso, tato os apologistas protestantes bem como os apologistas de WMB deveriam pesar.

4) Embora ele não tenha dito que ele era o mensageiro da era de Laodicéia (umas das interpretações mais infantis dos dispensacionalistas, medíocres por sinal, quem quer que tenha defendido isso...) ele coloca a disposição do mensageiro para ser interpretado como sendo ele. Não sei por que alguns defensores negam que ele se sentia o mensageiro da era de Laodicéia (pg 291 a 298, 306)

5) Diz que Deus vomitou os Batistas por causa de seus credos, os Metodistas por causa do batismo por aspersão e os pentecostais por causa dos sentimentos, dizendo que todos estes deixaram a Bíblia, A Palavra... (305).

6) Outra afirmação estranha foi ele insinuar que as mulheres não deveriam trabalhar fora de casa! Bem diferente da mulher de Provérbios 31. Não sei se a turma do Tabernáculo da Fé leva isso a sério... (310)

7) Ainda tem o carro bolha de plástico, que era um dos sinais que aconteceria antes de Cristo voltar... parece que isso não ‘vingou’ muito!



SOBRE A DOUTRINA DA TRINDADE

Irei usar o que WMB algumas coisas que ele escreveu sobre a Trindade em seu principal livro, Sete Eras da Igreja.

1) WMB comete o marketing do monstro de palha. Isto é, dá a conclusão errada. Ele diz que crer em três deuses é errado, portanto, diz ele, não se deve crer na doutrina da Trindade (pg 7, 14). Visto que são pessoas distintas, e cada uma sendo Deus, logo deveria ser três Deuses, diz ele.

RESPOSTA: Isso é ser intelectualmente desonesto! A Teologia Cristã jamais usou o termo desta maneira. Ele deveria ao menos trabalhar em cima da definição ortodoxa e não causar a impressão que propagou. WMB age como que a definição ‘Um Deus em essência e três pessoas distintas’ seja o mesmo que TRÊS DEUSES!

2) Um Deus e três pessoas é irracional, Deus é uma pessoa com três ofícios! Ele zomba quando chamamos isso de mistério. Dizendo até que a linguagem perde sentido...

RESPOSTA: Mas vamos usar o próprio argumento dele. Ele disse que Deus tem três ofícios, e além disso, não nega que isso também seja um mistério (pg 9)! Ele, e qualquer um sabe muito bem, que três ofícios em uma mesma pessoa não se comunicam, não comungam realmente e nem podem relacionar-se pessoalmente. Para o modalista seria uma comunicação misteriosa Deus falar consigo mesmo.

WMB que comete o erro que acusa!

Agora irei mostrar UMA PESSOA E TRÊS OFÍCIOS DE FATO (e como é impossível biblicamente ser modalista):

Cristo, Ele tem três ofícios relacionado com seu povo e é uma ÚNICA Pessoa.(WMB usa Profeta, Cordeiro e Filho. Ele não usa a definição conhecida do protestantismo, pg 10). Então uma objeção ao que WMB considera sendo a natureza de Deus é: COM ESSES OFÍCIOS, NUNCA VEMOS NA ESCRITURA, O PROFETA CRISTO CONVERSANDO COM O CRISTO CORDEIRO, NEM O CORDEIRO FALANDO COM O FILHO CRISTO!

Deus Pai, é uma pessoa... Por isso ele fala com o Filho... O Espírito glorifica o Filho!

3) Pai, Filho e Espírito Santo são títulos e não nomes. WMB deixou de entender que isso é um anacronismo, e não se aplica o que é coloquial hoje na Escritura. Vamos ler Is 9.6: “Um filho se nos deu, e o seu NOME será [...]”. Depois o profeta DE DEUS diz que Deus, Pai, Príncipe, Conselheiro, eram nomes na perspectiva bíblica. Ex 34.14: “meu NOME é ciumento”. Não existe títulos na Bíblia, mas sim nomes (pg 9)!

4) A trindade introduzida no Concílio de Nicéia. Em 325 d.C o tal concílio debateu sobre a divindade do Filho, e não necessariamente sobre a doutrina da Trindade. Isso que WMB diz é inexato (pg 8). O Credo Niceno nem mesmo cita a palavra Trindade. E ele sabia disso.

No momento é uma visão geral do que percebi na leitura do livro Sete Eras da Igreja de Willian Marrion Branham. Mas tenho dois compromissos com o assunto: Mostrar suas infantilidades hermenêuticas sobre Apocalipse e tratar do assunto prometido: O batismo em Nome de Jesus Cristo.

38 comentários:

  1. http://verdadesnareligiao.blogspot.com/

    SOB NOVA DIREÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  2. Luciano disse:

    “WMB, foi bem sucedido em suas campanhas evangelísticas. Tipo os ‘apóstolos’ da atualidade, e temos visto várias pessoas de alguma maneira são beneficiadas com as curas por eles efetuadas. Eu mesmo conheci uma pessoa que foi curada por um desses apóstolos. “

    O Luciano sempre procura traçar um paralelo comparando William Branham e os chamados ‘apóstolos’ e ‘bispos’ dos dias de hoje. O Luciano jamais consegue ver a diferença ( exceto no tocante a dinheiro ) entre Branham e os ‘apóstolos’ de hoje.

    Eu já tentei exaustivamente mostrar as diferenças entre um e outro mas tudo tem sido em vão.

    Vou tentar mais uma vez expor as diferenças entre Branham e os ‘apóstolos’ de hoje.
    A PRINCIPAL DIFERENÇA é que jamais um ‘apóstolo’ de hoje faz como W Branham fazia no tocante a revelação ( ou a palavra de profeta )
    William Branham não somente orava para Deus curar a pessoa como os ‘apóstolos’ fazem hoje, geralmente ele chamava uma fila de pessoas para orar por elas ( com pessoas totalmente desconhecidas dele) e lhes dizia uma a uma que tipo de enfermidades elas sofriam, qual era o diagnóstico que os médicos delas haviam dado, o que lhes havia acontecido no decorrer do dia e em muitos casos lhes dizia seus nomes e seus endereços completos. Em alguns casos ele também dizia seus pecados ocultos e que elas teriam que abandona-os antes de serem curadas.
    ( repito; pessoas totalmente desconhecida dele)
    Isto é sinal de profeta! Isto não é apenas ser um evangelista bem sucedido.

    Ver o Link http://www.youtube.com/watch?v=OCy3cZ9Pba8&feature=related

    Pergunto ao Luciano quais ‘apóstolos’ de hoje fazem isso?
    Dado o exposto, fica claro que W M Branham não foi somente um evangelista bem sucedido, mas também foi PROFETA.

    Mais uma pergunta ao Luciano o que levou a mulher Samaritana junto ao poço de Jacó a ver que Jesus era profeta?

    ResponderExcluir
  3. Nossa Raimundo, comparar o nosso Senhor Jesus com um "profeta"?? Por favor, tome cuidado com suas comparações, equiparar Jesus, que é Deus, a um homem é atribuir a este o poder que não tem!!
    No mais, achei interessante as colocações, só acho que você poderia ser um pouco mais claro em suas colocações, e fizesse diferenciações quando você estiver falando sério ou ironizando. Eu fiquei confuso com algumas colocações, mas depois eu entendi, e espero que tenha entendido certo, que era apenas ironia...

    ResponderExcluir
  4. EXPLICANDO UM POUCO MAIS.

    Luciano disse:
    “Os milagres de WMB são invocados como prova de seu ministério profético. Mas isso não confirmaria necessariamente os apóstolos da atualidade.”

    Luciano, não são os milagres ( curas, ressurreição de mortos , exorcismo etc) que são invocados como prova que W Branham foi um profeta. Isso de curar enfermos, expulsar demônios e até ressurreições, um evangelista bem sucedido pode realizar ( como os ‘apóstolos’ e ‘bispos’ de hoje realizam).

    Agora, revelar os segredos do coração, revelar eventos passados na vida de uma pessoa, revelar pecados ocultos , revelar sonhos que a pessoa não lembra mais é coisa somente de profeta, isso os ‘apóstolos’ de hoje não fazem.
    E é exatamente isso que W Branham fazia é que faz a diferença e comprova o ministério de profeta.

    Será que ficou claro este ponto Luciano? Se eu não fui claro é só dizer que eu explico novamente com mais detalhes.

    ResponderExcluir
  5. Marcus Vinícius,

    Jesus é Deus sim ! E nesse sentido jamais faço comparação com um homem. Entretanto, Ele também foi um homem profeta ( Lc 24:19 ) e é nesse sentido de profeta para profeta que eu faço as comparações.

    Moisés se comparou ao Messias ( Ou seja Jesus) Moisés disse: ... Deuteronômio 18:15.
    "O SENHOR teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis" comparar com Atos 3:22-23.

    Jesus, Ele próprio também se comparou aos profetas...Ele um pouco antes de ser expulso de Nazaré disse que nenhum profeta é bem recebido em sua própria terra...Ele não foi bem recebido em sua própria terra.
    Também disse: ...Lc 13:33 ”para que não suceda que um profeta morra fora de Jerusalém” como Ele morreu em Jerusalém, fica evidente, que Ele se comparou aos profetas.

    ResponderExcluir
  6. Sim, agora me prove que ele é um profeta. Eu não tinha entendido a sua colocação, pois nem implicito tinha ficado, mas entendi.
    Tem bastante pai de santo por ai que faz tudo isso que você acabou de falar que ele fazia. E ai?
    Até onde eu sei profeta é aquele quem traz a palavra de Deus para o homem. Ou a sua definição de profeta esta contraria a minha, que eu acredito ser a bíblica, ou eu entendi mal as suas colocações...
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Marcus Vinícius, creio que deve existir sim alguns pais de santo por aí que podem fazerem muitas coisas parecidas com o que W Branham fazia.

    O que eu citei acima ao Luciano foi no intuito exclusivo de mostrar a diferença entre os apóstolos de hoje e W Branham com relação ao sinal de profeta.

    Agora com relação a diferença entre Branham e os pais de santo é outra situação e temos que observarmos outras características.

    Para iniciar penso que tanto Branham como os pais de santo são profetas, a diferença é que o primeiro é profeta de Deus e os outros são profetas de Satanás.

    Temos que verificarmos as características e os objetivos deles. Eles tem objetivos e características totalmente diferentes.

    -Branham vivia uma vida consagrada a Deus ele procurava se apartar do pecado. ( isso é uma característica de um cristão )
    - Será que os pais de santo tem uma vida consagrada a Deus e procuram se afastar do pecado?

    -Branham geralmente revelava os pecados ocultos das pessoas e incentivava as pessoas a consertarem suas vidas com Deus.
    -Será que os pais de santo fazem isso?

    -Branham ensinava que o perdão dos pedados é obtido com fé no sacrifício de expiação feito por Jesus na cruz do calvário.
    Será que os pais de santo ensinam isso?

    Bom, a lista iria ficar infinitamente grande se eu citasse todas as diferenças.
    Lembrando ainda que Branham ( assim como outros profetas de Deus) enfrentou cara a cara “profetas” de satanás e vence-os de forma incontestável. Assim como Elias venceu os profetas de Baal de forma incontestável.

    Com relação ao que você disse “profeta é aquele quem traz a palavra de Deus para o homem” é verdade sim, esse é o objetivo final do ministério profético. Entretanto, temos que observarmos que segundo Hebreus 13:07 os pastores ( verdadeiros) também trazem a palavra de Deus e eles não são necessariamente profetas, então temos que sabermos mais especificamente o que é ser profeta no puro sentido da palavra, quais as características de profeta além de trazer a palavra e ver o futuro.

    Penso que 1º Cor 14: 24,25 mostra a característica fundamental de profeta a qual é: “...revelar os segredos do coração.” Este é o sinal do qual Paulo fala que os infiéis irão perceber que Deus está presente. Este foi o sinal através do qual a mulher samaritana percebeu que Jesus era profeta.

    Abraço.
    Ver o Link http://www.youtube.com/watch?v=OCy3cZ9Pba8&feature=related

    ResponderExcluir
  8. Não quis dizer que ele era um pai de santo. Foi uma ironia com o intuito de reflexão, mas sei que você entendeu.
    Quanto ao dom da profecia. Se olharmos o texto de corintios que você citou, temos que o dom de profecia é para a edificação da igreja e não do homem. No mesmo contexto Paulo exorta para que os irmãos escolham falar em língua quando tiver algum interprete para que não seja em vão e a igreja fosse edificada. Então, pelo que você esta dizendo eu não vejo a igreja edificada, mas ele sendo o alvo. Não conheço ele e pouco sei sobre ele, mas é o que deu a entender a partir do que você colocou.
    Até onde eu entendi o "revelar os segredos do coração" não compete ao homem fazê-lo. É obra do espirito santo na pessoa. Se você ler o versículo anterior, esta falando que se profetizarem, pregarem a palavra de Deus, os incrédulos que ouvirem serão convencidos e julgados. E a partir disto, de ouvir a palavra de Deus, os segredos do seu coração serão revelado.
    Então, pelo o que eu entendi você esta atribuindo um valor de profeta do antigo testamento ao William Marrion Branham. Já que segundo o novo testamento, quem prega a palavra de Deus tem dom de profecia. Agora, até onde eu me lembre, o oficio dos profetas no velho testamento foi substituído(não sei qual melhor adjetivo) pelo dos apóstolos.
    Não estou questionando se ele era cristão ou não, se ele operou milagres ou não. Estou apenas contestando o título de profeta dele. A minha primeira objeção não foi somente a você comparar, mas equiparar. Do modo como colocou fiquei com essa impressão.
    Assisti ao vídeo. E mais uma vez digo, não estou negando nada do que ele fez, pois para isso teria de conhecer a história dele e pesquisar sobre ele. Eu só questiono o titulo de profeta. Outra coisa que me chamou atenção foi como ele pregou o evangelho no vídeo. Me fez lembrar de uma pregação do Paul Washer, na qual ele fala sobre o evangelismo moderno. O título se você quiser procurar é: Regeneração x Decisionismo.
    PS: Para mim, sem conhecê-lo, classificaria-o como evangelista. Acredito que apóstolos foram só os doze. Os profetas de hoje em dia apenas falam da palavra de Deus. E os evangelistas são os que Deus usa para convencer os incrédulos, seja com milagres, ou com o que for preciso.

    ResponderExcluir
  9. Ok Raimundo.

    Quando vc tiver mais para oferecer diante do assunto da postagem, agente pode sair da superficialidade.

    Eu, quando passo férias na casa de parentes de minha esposa da Congregação Cristã do Brasil, eu escuto >>>>tanto<<< isso que vc diz que SÓ EXISTE EM WMB, que é até risivel vc me chamar a atenção com esse aspecto...

    De qualquer maneira não estou duvidando disso, nem em WMB, nem na CCB, nem em David Miranda, etc, etc... mas me desculpe, isso não me prova nada.

    O assunto da postagem é a escrita do livro As Sete Eras. E continuarei tratanto do mesmo. A próxima postagem já está pronta, e espero que vc pare de ficar falando 'que WMB lia os segredos homens...' pois escuto isso nas minhas férias demais...

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. *os parentes da minha esposa que são da CCB, e não ela... acho que ficou meio confuso.

    ResponderExcluir
  11. Luciano, sei que o foco do blog é a apologética. Mas tem como vocês prepararem, ou me enviar, alguns textos que falam sofre os dons espirituais, especificamente os de apostolo e de profeta??

    ResponderExcluir
  12. “Então, pelo que você esta dizendo eu não vejo a igreja edificada, mas ele sendo o alvo. Não conheço ele e pouco sei sobre ele, mas é o que deu a entender a partir do que você colocou.”

    Marcus Vinícius, acho que eu não fui muito eficiente na explicação e por isso você entendeu mal.

    Mas, procurando ser mais claro, quero dizer que a igreja ( em especial as denominações pentecostais) foi indubitavelmente muito edificada com o ministério profético de W Branham.

    Eu explico:

    As campanhas de William Branham eram patrocinadas por diversas denominações pentecostais, incluindo as Assembléias de Deus. Isso nos faz chegar as seguintes conclusões:

    - Com certeza o ministério peculiar deste homem trazia sim edificação à igreja, caso contrário não faria sentido estas diversas denominações evangélicas patrocinarem suas campanhas.

    -Fica evidente também que ele ( Branham ) não era o alvo. Nenhuma denominação iria patrocinar a campanha de um homem que seria ele próprio o alvo, principalmente não sendo este homem membro da denominação. Será que faria sentido uma denominação usar de seus recursos para patrocinar um ministro de “outra igreja” que buscaria ele próprio ser o alvo?

    ResponderExcluir
  13. O alvo foi e sempre será Cristo!

    Os sinais servem sim para vindicar o ministério de um homem, como o apóstolo Paulo diz que seu ministério não foi somente com palavras...mas com poder, sinais prodígios e maravilhas ( 2º Cor 12:12 ).

    Entretanto, sabemos claramente que os sinais no ministério de Paulo serviu não somente para vindicar seu ministério, mas sem dúvida também para edificar a igreja , este é o objetivo principal.

    Os sinais prodígios e maravilhas não são um fim em si mesmos, são um meio. Assim também W Branham, não tenhamos ele como um fim em si mesmo ,mas como um meio que ajudou a conduzir muitos a Cristo, o qual é o fim e o alvo.

    Eu estou lendo o Livro “ O SÉCULO DO ESPÍRITO SANTO” , 100 anos do Avivamento Pentecostal e Carismático, de Vinson Synan. Editora Vida Acadêmica, encontrado nas melhores livrarias evangélicas.
    A edição brasileira deste livro é prefaciada por Enéas Tognini, presidente da Sociedade Bíblica do Brasil, pastor emérito da Igreja Batista do Povo, fundador e diretor do Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini.
    Tognini disse: O “século do Espírito Santo” é um livro fabuloso ensinou grandes e preciosas lições.

    Este livro fala sobre a importância do movimento pentecostal com relação a evangelização do mundo e também fala claramente sobre a grande influência do ministério de WMB no avivamento pentecostal e carismático. Eu que estudo sobre o ministério de W Branham á muitos anos, fiquei surpreso ( não esperava tanto ) em saber através deste livro a importância que o ministério de WMB teve para o surgimento do movimento carismático, o levantamento do movimento pentecostal no período pós guerra e a evangelização do mundo.

    Sendo assim, constatamos que o ministério de Branham edificou a igreja sim, sem sombra de dúvida , a menos que o movimento pentecostal seja também uma heresia.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Luciano disse:

    “Eu, quando passo férias na casa de parentes de minha esposa da Congregação Cristã do Brasil, eu escuto >>>>tanto<<< isso que vc diz que SÓ EXISTE EM WMB, que é até risivel vc me chamar a atenção com esse aspecto...”

    Luciano aí é que está o problema ... lá com os parentes de sua esposa você SÓ ESCUTA...você NÃO CONSTATA nada que na CCB existe o mesmo que existiu em WMB.

    Luciano, uma coisa é escutar os membros de uma igreja falarem sobre as “maravilhas” de sua igreja outra coisa é você constatar, comprovar por si mesmo.

    Em WMB nós podemos CONSTATAR, verificar e comprovar através dos vídeos, das gravações, dos livros históricos, dos jornais da época, das revistas da época , através de testemunhos pessoais ( de pessoas que não eram seguidoras de Branham) e até através de livros de apologistas evangélicos ( dos EUA ) que criticam WMB, como eu tenho alguns.

    Eu fui membro da Congregação Cristã no Brasil por aproximadamente 8 anos, meus parentes mais próximos ainda são de lá, portanto sei muito bem por experiência o que ocorre lá e posso lhe garantir por experiência própria que é bem diferente do que acontecia no ministério de WMB.
    Eu também não nego que na CCB ocorra cura divina ( embora eu nunca vi algum paralítico andar lá).
    Acredito até mesmo que esporadicamente possa existir alguma profecia autêntica, como pode existir em qualquer igreja pentecostal.

    Mas, o tipo de “profecia” e “ revelação” que acontece geralmente na CCB é como segue:
    O membro vai “ buscar a Palavra” e chegando a hora... o ancião ou o cooperador ou quem está com a Palavra diz: “....o Senhor manda dizer nesta noite, tem uma pessoa aqui que esta enfrentando lutas, está desempregada, está passando por muitas dificuldades..o Senhor manda dizer: meu servo eu vou mudar esta situação ...amém, aleluia, glória a Deus “.

    Agora convenhamos, dizer em uma congregação lotada com centenas de pessoa que tem alguém desempregado, ou com problemas, ou enferma é muito fácil até eu poderia profetizar desta forma. Agora, do jeito que Branham fazia era totalmente diferente.

    O Luciano também cita David Miranda este também está longe de fazer como Branham fazia.
    O que a gente ouve pelo rádio é o próprio missionário dizendo o seguinte: ....Deus me revela que alguém aqui está com problema de coração...onde está essa pessoa? Fique de pé... Não não é você que levantou...onde esta essa pessoa...ali está aquela que se levantou agora...venha receber a cura irmã” ( isso tudo dentro de sua própria igreja).

    Sejamos sensatos, uma “revelação” dessa onde está uma multidão de pessoas também é fácil de fazer. Mas, por outro lado, é verificável que muitas curas acontecem sim na igreja Deus é Amor.

    No caso de W Branham ele não atuava somente em sua igreja, ele era convidado a ir em outros continentes, em diferentes denominações, tinha que falar através de interpretes a pessoas que jamais viu na vida...e os resultados eram os mesmos ele dizia: “.... somos estranhos...não somos? Seu nome é fulano de tal....sua cidade é tal....o número de sua casa é tal...você esta aqui por tal problema....a visão me mostra você fazendo isso...isso é verdade?”
    Sim...dizia a pessoa tudo verdade.

    Concluindo, nenhum destes citados fazem como Branham fazia, as evidências falam por si mesma.

    ResponderExcluir
  15. Luciano disse:

    “O assunto da postagem é a escrita do livro As Sete Eras. E continuarei tratanto do mesmo. A próxima postagem já está pronta, e espero que vc pare de ficar falando 'que WMB lia os segredos homens...' pois escuto isso nas minhas férias demais...”

    Sim Luciano, o assunto da postagem é sim a escrita do livro “ As 7 Eras” e eu vou comentar sobre os tópicos destacados por você.
    O motivo de eu falar sobre “ ler os segredos dos corações dos homens ..no ministério de WMB” é no intuito de mostrar que Branham agia de forma diferente do que estamos acostumados a ver por aí.

    Creio que este assunto também está relacionado com a escrita do livro e com sua postagem, já que no início da postagem você fala equiparando Branham com a CCB.

    Espero que depois deste comentário você não diga mais que o que Branham fazia a CCB também faz, ou David Miranda também faz, ou o ‘apóstolo” tal também faz. Ou então você me prove através de documentos, fontes verificáveis, fidedignas . E por favor não me venha com aquela conversa “ eu ouço os parentes de minha esposa dizer” como se isso comprovasse alguma coisa.

    Com relação a você estar cheio de ouvir os parentes de sua esposa dizer... concordo com você. Eu também quando vou visitar minha irmã da CCB, haja paciência !!! Ela diz aconteceu tal milagre ...aconteceu aquilo... quando eu pergunto se tem como comprovar o fato ela diz: eu creio!!! você não crê precisa de provas? Você acha que algum irmão da CCB vai mentir? E como eu estou hospedado na casa dela preciso de muita sabedoria para ir contornando o assunto.

    Outra coisa Luciano, porque você não respondeu a minha pergunta sobre o qual motivo levou a mulher samaritana à afirmar que Jesus era profeta?

    ResponderExcluir
  16. Hum... Entendi o que você colocou, acho. Só que ainda discordo do Título de profeta dado à ele. Se a palavra de Deus é a Bíblia, porque ele falaria algo além dela? Não estou dizendo que Deus não pode usar pessoas para falar conosco, só não acredito que Deus fale atravez de pessoas do modo como você colocou.
    Quanto a ele não ser o alvo. Uma das explicações que você deu não é verdadeira. No sentido de que existem sim denominações/igrejas que chamam pastores de outras igrejas/denominações para pregarem um "evangelho". Tais como aconteceu com o Malafaia. Não estou fazendo comparação entre os dois ministérios, só dizendo que falar que só porque ele era procurado por outras denominações as coisas não se resumiam a ele, simplesmente não se sustenta!
    Não posso argumentar quanto ao ministério, como eu já disse. Agora, quanto ao vídeo que você me passou, eu não vi a mensagem do evangelho pregada por ele. A não ser que a minha Bíblia seja MUITO diferente. Aliás é através do vídeo que eu pensei que as "profecias" eram em beneficio próprio. Eu digo em benefício próprio, pois eu não sei como esse tipo de "dom" pode glorificar o nome de Deus, de maneira que a pessoa não vai pra Jesus porque ela foi liberta do pecado, ou de alguma aflição, mas porque o WMB a curou. A esse tipo de evangelho que eu sou contra, que eu não acho na Bíblia, aquele que prega cura e libertação antes da consciencia do pecado e da natureza de Deus. O diabo pode usar um homem para curar e "falar de jesus", e enganar a vários. Não quero que você entenda que eu falei que ele foi usado pelo diabo. Não foi uma comparação.
    Você disse que ele prega a mensagem da cruz, por favor me passe um vídeo(sim um vídeo, tenho muitos textos pra ler, e vídeos são mais rápidos e fáceis) dele pregando sobre.
    Não estou questionando a salvação dele, ou até se ele foi usado por Deus ou não. Estou questionando o título dele de profeta. Como eu ja disse, para mim a profecia esta na Bíblia, pois ela É A PALAVRA DE DEUS, então se pregarmos a Bíblia seremos profetas. O tipo de profeta que você citou, é um veterotestamentário, quando Jesus veio esse serviço passou a ser dos Apóstolos, que se resumem aos 12. E, também acredito que tudo que tinha que ser revelado está na Bíblia, portanto tudo que ultrapasse a Bíblia não foi revelado por Deus. Por isso questiono o título dele, por não acreditar haver profetas, no sentido vetero-testamentário, hoje em dia.
    PS: Não nego que pessoas possam ter vindo a conhecer a Cristo através dele, nem que tenham sido convertidas através do ministério dele. Até porque é Deus quem escolhe onde agir, não eu. Porém, isso não torna a mensagem pregada por ele fiel a palavra de Deus.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  17. “Se a palavra de Deus é a Bíblia, porque ele falaria algo além dela?”

    Marcus, WMB não falou nada além dos ensinamentos Bíblicos.
    Falando muito resumidamente a história da igreja aconteceu assim:

    A verdade original pregada pelos apóstolos foi se desvirtuando gradativamente ao longo dos tempos ... um período de intensas trevas cobriu a idade média. Entretanto, Deus começou um processo de restauração, uma luz raiou ( em 1500 ) com o reformador Martin Lutero, ele foi a voz de Deus para aquele tempo.

    Os católicos sinceros reconheceram a mensagem de Lutero como a correção divina, eles então abandonaram o catolicismo romano para obedecer a “nova” mensagem que trazia muito mais luz que o catolicismo.

    Entretanto, a cúpula da igreja não aceitou a mensagem de Lutero como a correção ( reformação ) divina e se organizaram para combater essa nova mensagem.( esse ato se repetirá muitas outras vezes )
    Mas, Deus não parou por aí, mas luz veio vindo a tona com outros reformadores ... mas nem todos os luteranos estavam dispostos a receber mais luz, por isso se denominaram de Luteranos, escreveram seus catecismos seus manuais eclesiásticos e fecharam-se apenas com os ensinamentos de Lutero.

    Mas Deus não pode ficar preso a uma denominação ele foi enviando outros mensageiros com mais luz. E sempre o mesmo erro acontecia, muitas pessoas aceitavam a nova mensagem logo se denominavam em torno do “novo” ensinamento e não aceitavam mais nada além daquilo.

    Por volta de 1750 surge John Wesley pregando a santificação, ele foi a voz de Deus para seus dias. Muitos dos luteranos, presbiterianos, batistas, entre outros, aceitaram a mensagem de Wesley como a correção divina e abandonaram suas denominações em busca de mais luz na “nova” mensagem.

    Entretanto, estas denominações que perderam muito de seus membros se fecharam ainda mais em torno de seus ensinamentos e não aceitaram a “nova” mensagem e pior passa a combater a nova mensagem classificando-a de heresia.

    Mais a frente os “seguidores” da mensagem de Wesley também se denominaram de Metodistas e também se fecharam em suas doutrinas e ensinamentos.

    Mas Deus não pode ficar preso em uma denominação... Ele foi enviando mais luz...logo surge o Movimento Pentecostal...que maravilha! Novo ânimo...parecia que os dias apostólicos tinha voltado, muitos dos metodistas aceitaram o “novo” movimento de Deus.

    Mas, a denominação Metodista como todas as outras se fechou em seus ensinamentos e não reconheceu o novo movimento como de Deus, e depois, classificaram os pentecostais como heréticos.

    Entretanto, mais a frente estes pentecostais que haviam saído e criticado o sistema de denominações, estavam eles próprios se ramificando em várias denominações.

    ResponderExcluir
  18. Mas Deus não fica preso em denominação...mas luz veio vindo. Por volta de 1946 começa um movimento de cura divina nos EUA sendo encabeçado por WMB.

    Um grande movimento começa, grandes vangelistas como Oral Roberts se motivaram e levam a mensagem pentecostal incluindo a cura divina através de rádios e TV, agora nos lares da classe média, então tem início o movimento carismático nas denominações tradicionais e na própria Igreja Católica, também surge as igrejas neo pentecostais que tomaram um rumo diferente que WMB.

    Entretanto, apartir de 1960 Deus não somente usou WMB como pregador de cura divina, mas também como mestre e profeta. Uma mensagem de restauração saiu, desta vez não foi uma reforma foi uma restauração plena da doutrina dos apóstolos.

    Alguns poucos tanto pentecostais como tradicionais, saíram ( e ainda estão saindo ) de suas denominações e aceitaram a “nova” mensagem. Entretanto, as denominações como era de se esperar se fecharam em seus credos e dogmas e classificaram os ensinamentos de Branham como heresia.
    Agora estamos no fim dos tempos o próximo passo de Deus será o rapto ou arrebatamento, não haverá uma nova mensagem.

    Mas voltando a sua pergunta: “Se a palavra de Deus é a Bíblia, porque ele falaria algo além dela?”

    Respondo, jamais Deus vai contra sua palavra, por isto todos estes homens...Lutero...Wesley...pentecostais resgataram parte da Bíblia, por isso Branham considera todos eles, mas entretanto eles não trouxeram toda a restauração.

    Esta restauração da doutrina apostólica surge com WMB, este não pode ir além da Bliblia tem que ser a mesma doutrina bíblica. E a mensagem de WMB não somente restaura a doutrina apostólica ( mesmo ensinamentos dos apóstolos originais ) como também revela muitos mistérios contidos na Bíblia como por ex no Apocalipse.

    ResponderExcluir
  19. Então Marcus Vinícius;

    Antes da primeira vinda de Jesus Cristo teve que vir um profeta precursor com espírito de Elias que foi João Batista, para preparar um povo para receber a cristo.

    Agora também ( antes da segunda vinda de cristo ) deve haver um profeta precursor com o espírito de Elias para preparar um povo para o arrebatamento.

    Entretanto, como João Batista, o precursor da primeira vinda, foi rejeitado pelas principais autoridades religiosas de seu tempo, este profeta de hoje também vai ser rejeitado pelos líderes religioso de nosso tempo. ( porque a história tem que se repetir)

    ResponderExcluir
  20. Antes de qualquer coisa. Você não acredita em calvino como um reformador? Não reconhece o que ele trouxe para nós como igreja?

    Se a resposta for sim, eu vou te pedir para que leia um pouco mais sobre história da Igreja. Sem os óculos acusatórios. Não reconhecer o que Calvino fez, ao menos em Genebra, seria ao menos que não admitir Wesley como um homem de Deus.

    Quanto ao resto, vou responder os questionamentos que se referem a mim. Porém em outro post.

    Em Cristo,
    Marcus Vinícius.

    ResponderExcluir
  21. Com certeza Calvino foi um reformador sim !
    Quando eu disse: “ ... Deus não parou por aí, mas luz veio vindo a tona com outros reformadores ...” pode sem sombra de dúvida incluir o reformador Calvino entre estes.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Bom, pra responder os seus comentários eu gostaria de saber uma coisa. Você REALMENTE acredita que a Bíblia é a ÚNICA regra de fé e prática??
    Por hora, vamos pressupor que você acredite. Eu achei curioso o que você escreveu. Você disse que a cada época Deus muda pra uma denominação, que ele não esta preso a uma denominação. Não sei se você acredita nisso, mas se acredita te aconselho a ler a Bíblia outra vez!!
    Achei interessante a "progressão histórica" que você fez. Deu a parecer que antes de Lutero não tinha ninguém que acreditava em Deus, nenhum verdadeiro cristão. E também que depois dele, Deus começou a mudar de mentes, e a cada vez que ele "iluminava uma pessoa" as pessoas que a seguiam eram salvas. Como se esta pessoa anunciasse um novo evangelho. Mais uma vez te digo, se é nisso que você acredita, reveja seus conceitos e vá ler a Bíblia!!
    Pra mim a pior parte foi você colocar WMB num pedestal tão grande, como se ele tivesse poderes pra salvar alguém. O que todo cristão que lê a Bíblia sabe que não é verdade, porque a salvação vem de Deus e dEle SOMENTE.
    Quanto a ele ser o "terceiro elias", o profeta que "tem" que vir para que Cristo volte, me mostre na Bíblia onde isso esta escrito. Me mostre também, onde na Bíblia diz que a história sempre se repete.
    Até agora, você não me apresentou nenhuma prova Bíblica do porque ele seria um profeta, ou "o" profeta. Se você é um cristão que acredita na Bíblia te peço que reveja seus conceitos e medite mais nela.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Ok Marcus Vinicius.
    Um forte abraço fraternal.
    Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  24. Amigos meus, a quem estamos tentando enganar? Cuidemos para que não nos igualemos as pessoas do primeiro século que se juntavam em um determinado lugar para ver quem ganhava o debate daquele dia.

    Li toda postagem até aqui, e desejei no inicio postar alguma coisa, mas com o decorrer do debate percebo que seriam apenas mais palavras que seriam ridicularizadas de alguma forma.

    Quando não queremos aprender um pouco mais, quando não queremos transigir, agimos como verdadeiros troll, ninguém nos ganha, ninguém nos convence, e mesmo quando perdemos ou não temos argumentos agimos de forma a humilhar o opositor.

    Nenhuma prova é suficiente, e qualquer coisa que for exposto, se encontra sempre um jeito de torcer tudo para que pareça que o som saiu incerto.

    ;)

    ResponderExcluir
  25. Não quero gerar outra discussão, por isto vou postar só mais este comentário em resposta ao comentário do "doutrinadamensagem".
    Eu não quero te ofender, e não vou, portanto não interprete meus comentários como invasivos e opressores.
    A primeira questão é, você ja leu algo sobre apologética? Se leu, e procurou saber algo sobre a abordagem dos apologistas verá que, até onde eu vi, existem dois grupos os "Pressuposicionalistas" e os "Evidencialistas". Os primeiros buscam na palavra a resposta das questões em um debate. O segundo busca provas para argumentar.
    A abordagem que eu me simpatizo, e MUITO, é a pressuposicionalista. Então, quando pessoas vem argumentar em uma discussão (não entenda discussão como ofensa gratis, mas como debate amigável) eu gosto de fazer com que elas montem um argumento Bíblico e não humanista/pós-modernista.
    As vezes a discussão fica cansativa. Usar de sarcasmos alimenta uma discussão saldável, até porque muitas vezes o sarcasmo, quando entendido, mostra de um jeito mais claro em que a pessoa esta errando ao argumentar. Isto é válido, o sarcasmo, desde que este mesmo sarcasmo não seja ofensivo a ponto do outro se enfurecer ao se sentir ofendido.
    Não quero mostrar que eu sou melhor, mas que a Bíblia é a VERDADEIRA VERDADE. Isto só pode ser idenficado e certificado se levarmos uma vida humilde a esta palavra. Portanto, quando discuto realmente desejo que a pessoa com quem estou discutindo se alimente da palavra para que possa argumentar, e seu argumento seja válido. O que implica que eu também me humilhe diante da Bíblia para que eu possa ser instrumento do Espirito e levar as pessoas a buscarem mais da Palavra de Deus.
    Mas fique tranquilo para comentar e argumentar, até porque o Blog não é meu. E acho que os donos do Blog ficariam interessados em ver seus questionamentos e argumentos.

    ResponderExcluir
  26. Marcus, onde eu assino?

    muito boa percepção...

    eu muitas vezes estrapolo na maneira de criticar, mas acho que 'ofendo menos'os opositores do que as heresias ofendem a Deus... mas tento sempre me corrigir.

    ResponderExcluir
  27. Ah Luciano, muitas vezes as pessoas se sentem ofendidas com um cala a boca! Sendo que, muitas vezes é uma exortação/admoestação!! Muita gente tem dificuldade em aceitar a disciplina divina, quanto mais uma exortação/argumentação bíblica de um ser humano!!
    É claro, as vezes erramos, somos um pouco rudes. Mas, tem horas que irrita certas redundâncias, certos pensamentos circulares. Ainda mais quando se admnistra um blog sobre apologética. Também é claro, que as vezes é preciso de humildade pra admitir o erro.
    Mas enfim!! Eu esqueci de falar meu e-mail pra você enviar o que você tem sobre profetas na bíblia. Meu e-mail é: mv-link@hotmail.com . Eu fiquei bem interessando na questão de como eram os profetas do AT e como são agora, se você tiver e-books, artigos ou indicação de livros to aceitando!!

    ResponderExcluir
  28. Marcus Vinícius, se de fato é do seu interesse ter a resposta quanto às suas questões feitas ao Raimundo, vou tentar (na medida do possível, e no pouco que sei) lhe ajudar mostrando-lhe imediatamente aonde encontrá-las no Livro Sagrado - embora tenha eu subentendido que você mesmo é um assíduo leitor da Bíblia (ao ver aconselhando enfaticamente que outros assim o façam), pode ter sido que estas Escrituras que apontarei a seguir lhe tenham escapado no ato da leitura...

    1 – “Quanto a ele ser o ‘terceiro elias’, o profeta que ‘tem que vir para que Cristo volte’, me mostre na Bíblia onde isso esta escrito. Me mostre também, onde na Bíblia diz que a história sempre se repete.“

    Marcus Vinícius, começando pelo VT (Velho Testamento), leia a profecia que nos foi dada pelo profeta Malaquias (Ml 4:5) onde, através deste, Deus tem profetizado a vinda deste Elias bíblico que ora falamos, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. E no versículo seguinte a este encontrará então a descrição divina do ministério deste profeta mensageiro que viria. E se quiser ler e aprender mais a respeito, leia também Mateus 17:11 ou Marcos 9:12 e descobrirá que o ministério deste anjo precursor, prometido nas Sagradas Escrituras, que é segundo o "espírito e virtude de Elias" (profeta), será, também, um ministério de "restauração" conforme nos faz conhecer as próprias palavras de Jesus Cristo quando, respondendo a esta pergunta feita a Ele pelos seus discípulos, falou-lhes dizendo sobre Elias de forma bem interessante, pois, na sua resposta sobre esta profecia de Elias, que consta no livro de Malaquias, Ele, respondendo-lhes, lhes fez saber, sem que O compreendessem inteiramente, que o ministério de Elias têm, conforme respondeu-lhes Jesus, seu verbo (tempo) aplicado duas vezes: uma no pretérito (Elias “já veio”), e outra no futuro (Elias “virá e restaurará todas as coisas”).

    ResponderExcluir
  29. “...me mostre na Bíblia onde isso esta escrito. Me mostre também, onde na Bíblia diz que a história sempre se repete.“

    Marcus Vinícius, muitos têm conhecimento que João Batista fora o Elias precursor do Messias, pois isto mesmo está explicitamente afirmado em Lucas 1:17 ou mesmo em Mateus 11:14 onde o próprio Senhor Jesus aponta-nos o profeta João Batista (já morto) como sendo o Elias que veio, que foi segundo o ministério descrito em Lc 1:17; mas o que desapercebem ou ignoram religiosamente a maioria que lê a respeito do assunto é que, mesmo tendo Jesus ciência do falecimento de João Batista, respondendo aos discípulos que o interrogaram a despeito deste ministério de Elias, falou-lhes ainda num tempo futuro e não findando-O juntamente com João Batista que teve uma morte prematura, mas foi de fato somente o que entenderam, tal como o fazem hoje muitos cristãos, como se na verdade nada significassem tais palavras, mesmo que ainda os tais possam vê-las confirmadas em Atos 3:21, que é onde trata a Escritura exatamente deste "ministério de restauração" ao qual Jesus falou que competia a este “Elias precursor de Malaquias” que viria (aplicado no tempo ou verbo futuro) - Ou acaso crês tu que foi João Batista, já morto antes mesmo dos dias da plenitude do ministério de Jesus Cristo, que restaurou todas as coisas?? - Se você virar as páginas de sua Bíblia até Lucas (narração do nascimento de João Batista) verá o Anjo do Senhor descrevendo o ministério de “Elias” exatamente conforme competia a João Batista cumprir, conforme a profecia de Malaquias, MAS, como já disse, somente até onde lhe coube o Senhor neste ministério "no espírito e virtude de Elias", ou seja, para "converter o coração dos pais aos filhos", e nada além disto!! E se você estiver atento às palavras do profeta Malaquias no VT, e quiser confirmar, poderá confirmar a profecia (lendo) na descrição que fez este profeta de Deus a respeito deste Elias que viria (mensageiro precursor de Cristo), e constatará que existe uma conjunção bem no meio da frase que diz respeito a este ministério de Elias, coisa que, absolutamente, nada tem a ver com o ministério de João Batista conforme foi afirmado pelo Anjo do Senhor ao pai de João exatamente no relato bíblico de seu nascimento; portanto, ainda restaria por cumprir no ministério de Elias, conforme apontou Jesus, e segundo a profecia do VT e também no livro de Atos do NT, um Elias cujo ministério ainda restante seria “converter o coração dos filhos a seus pais” - que nada mais é do que o caminho inverso, voltar às origens, ou seja, um ministério de restauração!!

    Marcus Vinícius, quanto ao “terceiro Elias, profeta que tem que vir”, muito já lhe foi exposto a respeito através da Bíblia (“Espírito e virtude de Elias” – E qual seria o Espírito, a força nestes profetas que as escrituras citam senão o Espírito Santo??), julgue você agora, e que Deus lhe ajude!! Quanto a ver na Bíblia que “a história sempre se repete”, leia a Bíblia: Eclesiastes 1:09; 3:15; Apocalipse 17:08!!

    ResponderExcluir
  30. “Nossa Raimundo, comparar o nosso Senhor Jesus com um ”profeta"?? Por favor, tome cuidado com suas comparações, equiparar Jesus, que é Deus, a um homem é atribuir a este o poder que não tem!!”

    Marcus Vinícius, se Jesus mesmo, (homem, nascido de mulher) identificava a si mesmo como Filho do homem, qual é o problema de compará-lo a um outro profeta semelhante quando a própria Bíblia já o fez?? A própria Escritura no VT disse que ele seria um profeta, ou não tendes lido as profecias de Moisés, ou os livros do NT? (Deuteronômio 18:15; Atos 3:22-23, 7:37) – Infelizmente, profeta, segundo o dicionário, tem um significado amplo, onde o simples ato de repetir o que já fora dito na Bíblia, faz do narrador ou qualquer um que se habilite interpretá-las, jus do nome ou ofício de “profeta”, ainda que mal empregado o seu entendimento ou esclarecimento dos pensamentos de Deus expressados nas Sagradas Escrituras (conteúdo que conhecemos nós por Palavra de Deus). Até mesmo o rei Acabe, por ter profetizado uma única vez, foi contado dentre os profetas, diz a Bíblia. Mas, se considerássemos o termo correto (vidente) tal qual se encontra na Bíblia, teríamos uma noção mais precisa do que verdadeiramente é o ofício de profeta na Bíblia, e compreenderia então porquê eles foram chamados pelas Escrituras de “deuses” (Êxodo 7:01; João 10:34-35; Atos 9:8-11), sendo eles (profetas) os portadores das palavras de Deus, que nada mais são do que os portadores dos próprios pensamentos de Deus expressos para o povo ouvinte. Em outras palavras, profeta é Deus no homem, e os sinais sobrenaturais são secundários frente ao ensino da Palavra de Deus em sua totalidade e revelação escriturística, e vindicam exatamente isto para o povo ouvinte, que é Deus mesmo falando através dele, confirmando-o com poder e maravilhas, fazendo o vidente e a Palavra um só, ele Nela e Ela nele. O vidente ou profeta do Senhor sempre falará e apontará as Escrituras somente, ainda que pareça estranho para a religião do dia tal qual foi também nos dias de Jesus Cristo ou contrária nos dias dos antepassados, mas será sempre verdadeiro o seu ensino da Palavra, creia você ou não como indivíduo ou igreja.

    ResponderExcluir
  31. “Agora, até onde eu me lembre, o oficio dos profetas no velho testamento foi substituído (não sei qual melhor adjetivo) pelo dos apóstolos”

    Realmente não sei se você tem conhecimento, mas, profetas não são exclusividades do VT. Será que, como você mesmo indagou anteriormente em outro argumento, a sua Bíblia é de fato diferente mesmo? Pelo menos diferente da minha, arrisco dizer, pois na minha Bíblia há registros de “profetas” no NT também (inclusive no livro de Apocalipse), a começar pela pessoa do próprio Senhor Jesus Cristo, pois é exatamente isto que faz alusão o termo “Filho do homem” nas Escrituras e assim mesmo foi reconhecido pelo povo em Seu dia. Leia o livro de Ezequiel, profeta do Senhor (Ex: Ez 2:1-8 ou Daniel 8:17), ou veja Mateus 21:11,46; Lucas 7:16, 24:19; João 4:19, 6:14, 7:40; 9:17; Atos 3:22, 7:37 etc... E finalmente Atos 21:10 ou 1Coríntios 12:28!!

    ResponderExcluir
  32. 3 - “Só que ainda discordo do Título de profeta dado à ele. Se a palavra de Deus é a Bíblia, porque ele falaria algo além dela? Não estou dizendo que Deus não pode usar pessoas para falar conosco, só não acredito que Deus fale através de pessoas do modo como você colocou”

    Marcus Vinícius, existe uma premissa bíblica (pouco considerada pelo mundo religioso) que nos afirma que Deus, sendo imutável (Malaquias 3:06), nunca mudou ou mudará em Seus modos, e isto é assim para que nós, que esperamos Nele, possamos ter confiança no que diz através de Seus profetas levantados, que, da parte d’Ele, nos dá as Suas Palavra de promessas e maldições, realizando-as, cumprindo-as conforme a Sua Palavra manifestada, ao seu tempo; e uma destas premissas ou promessas bíblicas, tal qual também garante-nos a Bíblia em Hebreus 13:08, está baseada e legitimada no fato de que Deus sempre falará ao Seu povo através de profetas nascidos para este propósito: Amós 3:07. E se o próprio apóstolo S. Paulo (“enviado” aos gentios), não cumpriu este papel de profeta, na primeira era, tal qual Moisés em seu tempo, ou Elias ou outro profeta maior, então não conheço de fato o ministério de um vidente quando se repete na história (Apocalipse 10:07): 1Samuel 9:09, 19.

    ResponderExcluir
  33. Correção: Não foi o rei Acabe contado entre os profetas segundo a Bíblia, e sim o rei Saul.

    ResponderExcluir
  34. Estarei acompanhando o "escrutínio" neste blog observando os argumentos do autor e, até agora, devo dizer, de todos os críticos que vi, este é um dos menos contextualizados; mas, se quiser ajuda para não incorrer em críticas sem embasamento justo, eu mesmo posso lhe prover de material para consultas, pois não é necessário crer em WMB para colocar à prova atos e fatos documentados, como já vi dizer o Raimundo. E já que apenas as palavras de WMB é a pauta, fixaremos então os argumentos e contra-argumentos na própria fonte em questão. O que acha??

    ResponderExcluir
  35. Pessoal, estou postando em todo artigo que houve comentários, então...
    http://mcapologetico.blogspot.com/2012/03/como-fazer-um-bom-debate.html

    São as novas regras de debate do MCA para melhorar as discussões.

    ResponderExcluir
  36. O debate sobre o assunto Trindade será concluído aqui:
    http://mcapologetico.blogspot.com.br/2012/03/pentecostalismo-unicista.html

    ResponderExcluir
  37. Eu creio que os irmãos desconhecem sobre William M. Branham. Nos EUA há um registro de um BO quando WMB acompanhado por uma multidão de mais de 5 mil pessoas e a polícia norte americana, com a permissão do governo, o Profeta foi a um cemitério da cidade e desafiou os pastores das igrejas e ao arcebispo da igreja católica. Se vocês estão com Deus venham fazer o que eu vou fazer agora. Abriu uma tumba e chamou para fora uma pessoa que há muito havia morrido. O governo teve que devolver os documentos a essa pessoa para voltar ao convívio aqui na terra.Muitos outros milagres foram feitos em NOME DO SENHOR JESUS CRISTO.
    O FBI, tirou uma foto de Branham e o negativo não mente sobre a luz na cabeça do Profeta.Disse Jesus: Estes sinais seguirão os que crerem em mim: Em meu nome RESSUSCITARÃO MORTOS, curarão os enfermos e expulsarão os demônios.
    Vocês leem a Bíblia mas não creem em suas palavras.
    Olhem a condição da mulher na igreja hoje. As mulheres cortam os cabelos e os homens deixam os cabelos compridos. Iguaizinhas a Jezabel. Pintando cabelo, brincos. Parem com isso!
    Não se olham no espelho?
    E ainda tem a coragem de dizer que WMB é falso profeta?
    Ora o diabo não pode fazer estas maravilhas!
    O que as igrejas de hoje fazem? Cadê os grandes milagres?
    Outra coisa, a Trindade foi criada pela igreja Assassina de Roma e as igrejas de hoje professam a mesma doutrina diabólica.
    Acontece que as igrejas não podem executar estas maravilhas porque não estão em comunhão com Deus!
    Serão salvos todavia que através do fogo e passarão na Tribulação.
    Edir Macedo criticou milagre de Jesus. Esse sim é um falso profeta, mentiroso rico e bastardo e sem Deus! Lobo voraz!
    Cuidado com o que falam pois o juízo cairá sobre vocês!

    ResponderExcluir
  38. Mingue 100 em qual mensagem está isso q wmb abriu a tumba e chamou a pessoa para fora?

    ResponderExcluir