segunda-feira, 8 de abril de 2013

Diferença entre o Rev. Hernandes D. Lopes e o Rev. Marcos Amaral - 'quem te representa?'

Que o Reverendo Marcos Amaral já provocou manifestações de presbiterianos dos quatro cantos do Brasil, até mesmo do Presidente do Supremo Concílio da IPB, isso é fato. Tenho sempre destacado isso aqui no Blog. Mas ao ler aquilo que o Reverendo Hernandes Dias Lopes escreveu, me deu ânimo, e confiar que a IPB tem líderes (reconhecidos) que estão do lado do Evangelho da Cruz, da Lei de Deus  e da pregação do Arrependimento!!!

Veja o que o Reverendo Hernandes Dias Lopes escreveu no Facebook, sobre a intolerância da ditadura  gay:


"INTOLERÂNCIA? DE QUEM?

O movimento LGBT acusa a igreja evangélica de ser homofóbica e sai às ruas em passeatas, estendendo bandeiras e gritando palavras de ordem, exigindo a aprovação da PL 122, que visa criminalizar aqueles que discordam da relação homo-afetiva. 

A realidade dos fatos é que a intolerância não é dos evangélicos, mas dos ativistas que querem empurrar goela abaixo da sociedade suas práticas em flagrante oposição aos preceitos de Deus, exarados em sua Palavra (Romanos 1.24-28; 1Coríntios 6.9-11; 1Timóteo 1.10). 

Os evangélicos não são homofóbicos. Amamos a todas as pessoas sem distinção de raça, credo e sexo. Porém, isso não significa concordar com a prática homo-afetiva. Os cristãos de todos os tempos e em todos os lugares têm um distintivo: aceitam a Bíblia como Palavra de Deus e sua única regra de fé e prática. 

A prática da homossexualidade não tem nenhum amparo na Palavra de Deus. É uma distorção da criação de Deus (Gênesis 2.24; Mateus 19.3-9). Para se aprovar essa conduta é preciso relativizar a Palavra de Deus. Porém, a consciência dos cristãos está cativa da Palavra de Deus. Podemos até discordar da Palavra de Deus e rejeitá-la. 

Podemos até fazer nossas escolhas em oposição a seus preceitos; só não podemos escolher as consequências de nossas escolhas. A Palavra de Deus é peremptória: "Aquilo que o homem semear, isso ele ceifará" (Gálatas 6.7).

Hernandes Dias Lopes."

4 comentários:

  1. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    Luciano, já viu esse vídeo? http://www.youtube.com/watch?v=H3vc-OgJnh8

    Meu irmão, como é que o Supremo Concílio não toma nenhuma providência... cadê a cartinha declarando que irá tomar posicionamento junto ao sínodo do Referido pastor? As palmas e o ministério de dança eram mais preocupantes do que isso?

    Meu irmão, sei que você não quer admitir a real condição política da nossa denominação, mas ela JÁ está rachada! A união dela hoje, infelizmente, é apenas aparente. Por isso, vamos continuar ouvindo pregações como do Rev. Hernandes e Heresias como do Rev. Marcos Amaral e... ninguém vai fazer nada! Por que? Porque a mentalidade existente hoje no Supremo Concílio é manter a harmonia da denominação, CUSTE O QUE CUSTAR (Mesmo que para isso, tenha que sacrificar seus símbolos de fé)! O que precisamos é de uma REFORMA na liderança da nossa denominação. Que Deus nos ajude!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem irmão Filipe, estou trabalhando e fazendo minha parte. Acredito que sou o único blogueiro presbiteriano que esteja focando o problema 'Marcos Amaral'. Se Deus nos der a graça de pelo menos esse pastor não receber nenhum cargo no SC, ficarei parcialmente contente.

      Não! não que eu não quero admitir. Por enquanto, ainda não estou vendo isso.

      Deus está conosco. Tenha calma - e cuidado com 'os dedos' no teclado! kkk

      Abraços

      Excluir
  2. Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

    "Tenha calma e cuidado com os dedos no teclado"

    Eu estou calmo! (Se estivesse bravo já teria xingado alguém... rsrsrs) Não entendi a piada mas, enfim, te amo em Cristo e falo de algo que está explícito. Também colhi informações sobre o posicionamento atual da IPB em outras regiões: A DIFERENÇA É GRITANTE! Por isso meu irmão, continuarei ADMITINDO que já existe um divisão em sub grupos dos sínodos, mas, JAMAIS ME CONFORMAREI COM ISSO. Enquanto fingirmos que a liderança da IPB não está enfrentando problemas doutrinários SÉRIOS, não trabalharemos com a mesma motivação para defender a pureza teológica de nossa denominação.

    E, ah! Propósito, não sou mais blogueiro presbiteriano (até porque não tenho me dedicado muito à isso), mas, em redes sociais, também pareço o único presbiteriano a focar no mesmo problema que o irmão. Continuemos juntos neta batalha! Deus nos ajude.

    ResponderExcluir
  3. Eu também estou nessa meu irmão, vamos orar para que este falso pastor saia da IPB. Oremos pela eleição do Rev. Hernandes Dias Lopes para presidente do SC/IPB, envie alguns videos do Marcos Amaral para o Meu e-mail que estarei entrando com um documento no meu presbiterio para chegar ao Supremo contra as atitudes deste suposto pastor e suas trapalhadas.

    ResponderExcluir